Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Microsoft Enterprise Platform para profissionais de UNIX: Mantendo a flexibilidade de gerenciamento

Capítulo 5 - Mantendo a flexibilidade de gerenciamento

Publicado em: 10 de novembro de 2004

Os custos de mão-de-obra representam uma grande parte do TCO (Custo Total de Propriedade) de um ambiente de computação. A mão-de-obra é, normalmente, a maior categoria de custo de qualquer operação de TI. Isso é especialmente verdadeiro no caso de um data center que utiliza o Windows, que se beneficia de hardware e, muitas vezes, de custos de licenciamento mais econômicos.

Um aumento na flexibilidade de gerenciamento de um sistema leva à redução dos custos de mão-de-obra. A flexibilidade de gerenciamento do ambiente Windows é, portanto, um forte argumento econômico quando se pensa na migração do UNIX.

Nesta página

Visão geral da flexibilidade de gerenciamento
Flexibilidade de gerenciamento do Windows Server 2003

Visão geral da flexibilidade de gerenciamento

Gerenciar um sistema de computação corporativo exige um alto nível de profissionalismo operacional e um conjunto apropriado de ferramentas. Inicialmente, o UNIX conquistou a reputação de exigir muito conhecimento "oculto" para ser gerenciado. Por exemplo, toda a administração exigia a edição manual de arquivos de parâmetros e o envio manual de comandos.

Quando o uso dos sistemas de desktop do Windows se popularizou, essa administração pouco prática do UNIX ficou em desvantagem em relação às ferramentas gráficas disponíveis para a configuração do Windows. Os fornecedores de UNIX acabaram reagindo com a disponibilização de ferramentas de administração que utilizavam uma GUI (interface Gráfica de Usuário).

O crescimento do acesso à Internet também mudou a administração dos sistemas de informática, pois permite a distribuição de atualizações de software através da rede. Por exemplo, hoje em dia, os patches estão disponíveis para download em sites de FTP ou da Web. No ambiente UNIX, a aplicação de patches em servidores e clientes é, muitas vezes, realizada manualmente, o que aumenta a complexidade da tarefa. Embora os aplicativos possam ser carregados de unidades de rede compartilhadas, os patches e as alterações de configuração do sistema UNIX precisam ser aplicados em todos os sistemas da rede e podem exigir um administrador para configurar corretamente os computadores para distribuição automática de patches. Além disso, até mesmo uma configuração correta pode não permitir a instalação automática de alguns patches de sistema.

No ambiente Windows, a Microsoft se concentrou na automação desse processo, oferecendo o WUS (Windows Update Services). O WUS é uma ferramenta de patches e atualizações que proporciona uma maneira simples, eficaz e ágil de distribuir software essencial e atualizar a infra-estrutura de gerenciamento. O WUS consiste em um componente de servidor e em um componente cliente.

O gerenciamento dos recursos de informática de uma empresa significa gerenciar máquinas clientes e servidores, além de gerenciar a segurança de uma ampla gama de computadores. Os fabricantes de sistemas UNIX possuem alguns recursos nessa área e fornecedores externos oferecem produtos para melhorar as áreas que não foram totalmente desenvolvidas pelos fabricantes. A combinação do Active Directory com o Systems Management Server da Microsoft oferece uma maneira integrada de fiscalizar as políticas de segurança e manter atualizados clientes e servidores.

Para obter mais informações sobre o WUS, consulte:
http://www.microsoft.com/windowsserversystem/
sus/default.mspx
(em inglês)

Flexibilidade de gerenciamento do Windows Server 2003

Cada edição do Windows Server 2003 suporta um alto nível de recursos para flexibilizar o gerenciamento da carga:

  • Windows Server 2003, Standard Edition: IntelliMirror®, Resultados da Diretiva de Grupo, Instalação Remota do Sistema Operacional, RIS (Serviços de Instalação Remota), WMI

  • Windows Server 2003, Enterprise Edition: Todos os recursos da Standard Edition, mais o WSRM

  • Windows Server 2003, Datacenter Edition: Todos os recursos da Enterprise Edition, mais serviços e hardware específicos para o fornecedor

  • Windows Server 2003, Web Edition: Todos os recursos da Standard Edition, exceto o RIS e o WSRM

Há muitos aspectos da flexibilidade de gerenciamento de sistemas que determinam o sucesso geral de um ambiente de produção com o Sistema Windows Server:

  • Aplicação de patches ou de alterações corretivas no software do sistema

  • Monitoramento das condições dos sistemas para prever e evitar problemas

  • Implantação de configurações de software novas ou corrigidas em todos os servidores e desktops, conforme a necessidade

  • Emprego de administradores qualificados e experientes

  • Manutenção de procedimentos operacionais maduros e formalizados

Implantando e gerenciando atualizações

Todos os sistemas operacionais corporativos exigem a instalação de um fluxo constante de patches. Muitas vezes, os profissionais de TI encarregados de manter os sistemas UNIX não são as mesmas pessoas encarregadas de manter os servidores Windows de compartilhamento de arquivos e email, e o conhecimento local de como manter um ambiente de informática de produção não é compartilhado.

O Microsoft Systems Management Server é um mecanismo de implantação e gerenciamento da distribuição de atualizações de software para um grande número de clientes. O SMS (Systems Management Server) é capaz de otimizar a implantação de aplicativos e patches de segurança, identificando recursos de sistema de usuários e locais e ajustando devidamente as propriedades de download/atualização. O SMS realiza as seguintes funções:

  • Levantamento do número de computadores instalados

  • Levantamento da localização e das funções dos computadores

  • Determinação dos aplicativos e das atualizações de software instalados, e de quais precisam ser instalados nos computadores.

  • Programação da implantação de atualizações de software fora do horário de expediente ou em um horário em que o impacto sobre as operações comerciais seja o menor possível.

  • Permite que os administradores monitorem o status das instalações

Para obter mais informações sobre o Microsoft Systems Management Server, consulte:
http://www.microsoft.com/smserver/ (em inglês)

Monitoramento das condições do sistema

O Gerenciador de Recursos de Sistema do Windows permite o gerenciamento dos recursos e a alocação de recursos, inclusive recursos de processador e memória, entre vários processos baseados em prioridades de negócios. Um administrador define alvos para a quantidade de recursos de hardware que os aplicativos que estão sendo executados ou os usuários (em um ambiente de Terminal Server) podem consumir.

O WMI (Windows Management Instrumentation) fornece acesso às funções de gerenciamento de computadores locais e remotos. Os administradores têm acesso direto a essas funções de gerenciamento e criam consultas com base nos dados que atualizarão os computadores remotos de maneira seletiva. Os administradores podem monitorar computadores locais e remotos com o Windows Server 2003 e o Windows XP, além de exibir os dados resultantes através da linha de comando ou acessá-los no formato XML. O WMI segue as especificações do Modelo Comum de Informações padrão de mercado, definido pelo Grupo de Trabalho de Gerenciamento Distribuído, uma organização do ramo envolvida no desenvolvimento, na adoção e na interoperabilidade de padrões de gerenciamento e em iniciativas para ambientes corporativos e de Internet.

Os resultados das políticas de grupos permitem que os administradores vejam o efeito de uma política de grupo sobre um determinado usuário ou computador. Incluídos no Console de Gerenciamento de Políticas de Grupos, os resultados das políticas de grupos colocam à disposição dos administradores uma poderosa e flexível ferramenta básica para planejar, monitorar e solucionar problemas de políticas.

Para obter mais informações sobre o Grupo de Trabalho de Gerenciamento Distribuído, consulte:
http://www.dmtf.org (em inglês)

Implantando software em servidores e desktops

O IntelliMirror fornece aos administradores um alto nível de controle sobre computadores portáteis e de mesa com o Windows 2003 Professional ou o Windows XP Professional instalado. Os administradores usam o IntelliMirror para definir políticas de acordo com funções de negócios, participação em grupos e localizações. Com essas políticas, os desktops são automaticamente reconfigurados para atender às necessidades específicas de um usuário sempre que ele se conectar à rede, independentemente de onde ele estiver no momento do login.

O RIS permite que os IHVs (Distribuidores de Hardware Independentes), ISVs (Distribuidores Software Independentes) e OEMs (Fabricantes de Equipamentos Originais) criem ferramentas para ajudar os administradores de rede e usuários finais a realizarem tarefas tais com atualizações de BIOS, diagnósticos de computadores autônomos e varredura/eliminação de vírus. O RIS fornece um ponto centralizado para integrar ferramentas de manutenção e solução de problemas que podem ser acessadas através de uma inicialização de rede.

O Application Center reduz a complexidade do gerenciamento de aplicativos, reproduz todas as alterações efetuadas em um servidor, atualizando outros servidores do cluster, automatiza a implantação de aplicativos de um servidor par outro e permite que os aplicativos obtenham escalabilidade por demanda.

Para obter mais informações sobre o Application Center, consulte:
http://www.microsoft.com/applicationcenter/ (em inglês)

Para obter mais informações sobre o IntelliMirror, consulte:
http://www.microsoft.com/resources/documentation/
windowsserv/2003/standard/proddocs/en-us/
sag_IMirror_top_node.asp
(em inglês)

Implantando conteúdos

Aplicativos Web muito grandes representam uma dificuldade de gerenciamento para as empresas devido à enorme quantidade de conteúdo que deve ser constantemente mantida, ao passo que a demanda por acesso dos usuários é alta e incessante. Além disso, novos canais de acesso a conteúdo surgem com freqüência cada vez maior.

O Microsoft Content Management Server simplifica o processo de criação, implantação e manutenção de páginas da Web ricas em conteúdo. O Content Management Server possui recursos para adaptar as páginas da Web às necessidades de diferentes dispositivos de navegação e direcionar e personalizar com eficiência a navegação de cada usuário do site. O Content Management Server oferece suporte a tecnologias padrão de mercado de balanceamento de carga e failover, distribui conteúdo em XML e permite a personalização e a interoperabilidade padronizada de serviços da Web em XML.

Para obter mais informações sobre o Content Manager Server, consulte:
http://www.microsoft.com/cmserver/ (em inglês)

Gerenciando operações

Os clientes do UNIX estão acostumados a selecionar e adaptar vários produtos de fornecedores diferentes para ajudar a automatizar o gerenciamento dos seus sistemas. O MOM (Microsoft Operations Manager) é um ambiente unificado de gerenciamento, programável e extensível, específico para o ambiente Windows Server.

O MOM foi criado para ajudar a evitar possíveis problemas de TI e solucionar os problemas que eventualmente surjam. O MOM foi criado para ajudar a equipe a manter-se informada sobre as condições da TI, aprimorar os tempos de resposta a qualquer problema e compartilhar com eficiência informações sobre problemas importantes.

Para obter mais informações sobre o MOM, consulte:
http://www.microsoft.com/mom/ (em inglês)

Orientações para flexibilidade de gerenciamento da Microsoft

Um fator importante da flexibilidade de gerenciamento da plataforma Windows é que ela vem com uma quantidade considerável de orientações prescritivas detalhadas. Essas orientações se apresentam na forma de padrões e práticas contidas nos Microsoft Solution Accelerators: práticas recomendadas da Microsoft testadas em laboratório e aprovadas pelo cliente, cuja finalidade é serem usadas pelos MCS (Microsoft Consulting Services) ou por parceiros da Microsoft para ajudar os clientes a obter as soluções ideais. Estão disponíveis os seguintes Microsoft Solution Accelerators que se aplicam à flexibilidade de gerenciamento:

  • Implantação do Windows Server. Descreve a implantação eficiente do Microsoft Windows Server 2003 utilizando o MOM e o SMS.

  • Implantação de Desktops para Negócios. Descreve a implantação eficiente do Microsoft Windows XP Professional, bem como do Microsoft Office XP Professional ou do Office Professional Edition 2003.

  • Gerenciamento de patches de segurança. Descreve a implantação eficiente de patches de segurança nas empresas, com o uso do SMS ou do Windows Update Services.

  • Monitoramento e controle de serviços. Descreve o conhecimento, as ferramentas e os serviços para monitorar os serviços executados na plataforma Microsoft utilizando o MOM.

  • Gerenciamento de contas. Orienta a otimização da administração das contas dos usuários e as alterações de localização de escritórios.

  • Instalação de novos aplicativos. Método automatizado e reprodutível para distribuir novos aplicativos de maneira rápida e eficiente.  

Fontes de orientação detalhada

Para obter mais informações sobre orientações de flexibilidade de gerenciamento, consulte Microsoft Solutions for Management:
http://www.microsoft.com/windowsserversystem/overview/benefits/manageability/default.mspx (em inglês)

Para obter uma visão geral de todos os guias prescritivos da Microsoft Solutions for Management, consulte:
http://www.microsoft.com/technet/itsolutions/
techguide/msm/default.mspx
(em inglês)

Para obter mais informações sobre as Microsoft Management Solutions para o Windows Server 2003, consulte:
http://www.microsoft.com/management/default.mspx (em inglês)

Links relacionados

Download

Veja a Introdução à Microsoft Enterprise Platform para profissionais de UNIX

Notificações de atualização

Inscreva-se para receber informações sobre atualizações e novas versões

Comentários

Envie seus comentários ou suas sugestões


Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft