Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar
Este tópico ainda não foi avaliado como - Avalie este tópico

Verificando se a infra-estrutura necessária existe

Verificando se a infra-estrutura necessária existe

Publicado em: 30/11/2006

Antes de usar o BDD 2007 para implantar o Windows, verifique se a infra-estrutura necessária para o BDD 2007 existe. Para a maioria dos ambientes de produção, grande parte dos serviços necessários para a implantação já existe, mas verifique se toda a infra-estrutura a seguir está em vigor antes de continuar o processo de implantação.

Nesta página

Identificando os requisitos de armazenamento das imagens de implantação
Reduzindo os requisitos de armazenamento para as imagens de implantação
Fornecendo armazenamento suficiente para dados de migração de perfil do usuário
Fornecendo armazenamento suficiente para backup do computador
Fornecendo armazenamento suficiente para arquivos de origem de aplicativo e do sistema operacional
Usando Windows DS
Verificando uma configuração adequada no computador de destino
Fornecendo capacidade de rede adequada

Identificando os requisitos de armazenamento das imagens de implantação

Verifique se há espaço suficiente para armazenamento das imagens do sistema operacional de destino criadas pela Deployment Workbench. Essas imagens são armazenadas nos pontos de implantação designados pela Deployment Workbench.

Determine o tamanho de cada imagem e o número de imagens necessárias para a implantação. Crie uma imagem exclusiva para:

  • Cada HAL (camada de abstração de hardware) exclusiva necessária aos computadores de destino quando o sistema operacional de destino for o Windows XP.

  • A cópia do Windows Vista a ser implantado.

  • Cada versão localizada de idioma do sistema operacional necessária (como chinês simplificado ou japonês).

Para fins de planejamento, estime o tamanho de uma imagem entre 500 megabytes (MB) e 4 gigabytes (GB), incluindo os aplicativos. Se houver cinco imagens exclusivas, o armazenamento total disponível no disco em um ponto de implantação será de 20 GB (4 GB × 5). Teoricamente, cada ponto de implantação teria, no mínimo, esse espaço de armazenamento em disco disponível.

Reduzindo os requisitos de armazenamento para as imagens de implantação

Se não for possível aumentar o espaço em disco disponível nos pontos de implantação, reduza os requisitos de armazenamento. Reduza o armazenamento necessário para os pontos de implantação usando qualquer combinação dos métodos a seguir:

  • Reduza o número de imagens. Se um número limitado de computadores de destino tiverem uma HAL específica, considere outro método de instalação do Windows XP nos computadores de destino (por exemplo, tente fazer a implantação a partir de uma imagem baseada em DVD ou em um disco rígido removível).

  • Distribua as imagens somente para pontos de implantação específicos. Em alguns casos, as imagens podem ser específicas de uma localização geográfica. (Isso se aplica principalmente a imagens específicas de um idioma.) Distribua somente as imagens de uma geografia específica pelos pontos de implantação nas localizações geográficas correspondentes.

  • Implante versões MUI (Multilingual User Interface) do Windows. Quando possível, implante versões MUI do Windows para reduzir o número de imagens necessárias resultantes de diferenças de idioma. Evite usar a versão localizada do Windows.

Fornecendo armazenamento suficiente para dados de migração de perfil do usuário

Determine o espaço de armazenamento necessário aos dados de migração de perfil do usuário salvos pela USMT durante o processo de implantação. Quando esse espaço for determinado, designe o armazenamento local nos computadores de destino ou nas pastas compartilhadas que podem ser usadas como armazenamento temporário dos dados de migração do usuário.

Determinando os requisitos de armazenamento dos dados de migração de perfil do usuário

Para fins de planejamento, avalie os requisitos de armazenamento da migração de perfil do usuário da seguinte forma:

  • Executando o Scanstate.exe na USMT através da opção de comando /p para estimar o tamanho dos dados de migração de perfil do usuário. Através da opção de comando /p, os membros de equipe poderão estimar os requisitos de espaço em disco sem realizarem realmente a migração. Para obter mais informações, consulte Guia da equipe de recursos de migração de perfil do usuário para Business Desktop Deployment na seção “Recursos adicionais” deste guia.

  • Exibindo o tamanho do conteúdo das pastas no perfil do usuário. Realize uma amostragem aleatória nos computadores de destino para determinar um espaço médio de armazenamento necessário para fazer backup da migração de perfil do usuário. Lembre-se de que é possível haver vários perfis (pastas de nomes de usuário) em cada computador de destino, portanto, inclua cada perfil a ser migrado.

  • Os membros de equipe também deverão estar cientes do tempo de duração do armazenamento dos dados de migração de perfil do usuário. Armazene os dados de migração de perfil do usuário caso ocorra falha da implantação e os membros de equipe precisem reverter a configuração. Os dados de migração de perfil do usuário poderão ser excluídos após a confirmação de uma implantação bem-sucedida.

Calcule os requisitos de armazenamento dos dados de migração de perfil do usuário multiplicando o tamanho do estado de migração do usuário pelo número de computadores simultâneos que estiverem sendo atualizados (tamanho da migração × número de computadores simultâneos).

Determinando onde armazenar os dados de migração de perfil do usuário

Após determinar os requisitos de armazenamento dos dados de migração de perfil do usuário, especifique o local de armazenamento desses dados. Armazene os dados de migração de perfil do usuário:

  • No computador local para diminuir o tempo de implantação do Windows Vista ou do Windows XP e reduzir a utilização da rede (recomendado).

    Observação   Use essa opção somente no cenário Atualizar Imagem do Computador.

  • Em uma pasta compartilhada localizada em um servidor local para oferecer um método consistente de armazenamento dos dados de migração de perfil do usuário ou quando o armazenamento local não estiver disponível.

Se os dados de migração de perfil do usuário forem armazenados localmente nos computadores de destino, designe uma pasta compartilhada na qual o processo de implantação possa armazenar os dados. (Por padrão, o processo tenta armazenar os dados de perfil do usuário no disco rígido local para o cenário Atualizar Imagem do Computador. Entretanto, os membros de equipe poderão substituir esse comportamento pelas configurações de CustomSettings.ini.) Caso não haja espaço suficiente no disco para o perfil do usuário e a nova imagem, os scripts de implantação tentarão armazenar as informações em uma pasta compartilhada. A disponibilização da pasta compartilhada como local de armazenamento alternativo torna mais confiável o processo de implantação. Posicione a pasta compartilhada de modo que haja conexão de largura de banda alta entre ela e os computadores de destino.

Fornecendo armazenamento suficiente para logs de implantação

Os logs de implantação registram o processo para cada computador de destino por meio do processo de distribuição de imagem. Determine o espaço de armazenamento necessário aos logs de implantação salvos durante o processo de implantação. Quando o espaço de armazenamento necessário for conhecido, designe as pastas compartilhadas que poderão ser usadas como armazenamentos temporários dos logs de implantação.

Determinando os requisitos de armazenamento para os logs de implantação

Para fins de planejamento, execute as etapas a seguir para determinar os requisitos de armazenamento dos logs de implantação para um único computador de destino:

  1. Execute o processo de atualização no laboratório de teste para determinar o tamanho dos logs de implantação.

  2. Determine o tempo de persistência dos logs de implantação.

  3. Multiplique o tamanho dos logs de implantação de um computador pelo número de computadores que estiverem sendo implantados simultaneamente.

Determinando o local de armazenamento dos logs de implantação

Após determinar os requisitos de armazenamento dos logs de implantação, determine o local de armazenamento desses logs. Armazene-os em uma pasta compartilhada que esteja conectada aos computadores de destino por uma conexão de banda larga alta.

Fornecendo armazenamento suficiente para backup do computador

Como etapa opcional do processo de implantação dos cenários Atualizar Imagem do Computador e Atualizar Computador, você poderá fazer um backup de um computador de destino antes de implantar o sistema operacional de destino. O objetivo desse backup é para fins de recuperação dos dados de migração de perfil do usuário.

Você pode fazer o backup para:

  • Unidades locais no computador de destino.

  • Pastas de rede compartilhadas.

O processo de backup no BDD 2007 é executado através da ferramenta Imagex.exe. O processo cria uma imagem do volume do disco que armazena os dados de migração de perfil do usuário.

Para fins de planejamento, você poderá determinar os requisitos de armazenamento do backup de um único computador executando as seguintes etapas:

  1. Execute os processos dos cenários Atualizar Imagem do Computador e Atualizar Computador no laboratório de teste para determinar o tamanho do arquivo de backup.

  2. Determine o tempo de persistência necessário para o arquivo de backup.

  3. Multiplique o tamanho do arquivo de backup de um computador vezes o número de computadores que estiverem sendo implantados simultaneamente usando os cenários Atualizar Imagem do Computador e Atualizar Computador.

Fornecendo armazenamento suficiente para arquivos de origem de aplicativo e do sistema operacional

Cada ponto de implantação de seu ambiente precisa ter acesso aos arquivos de origem do aplicativo e do sistema operacional a serem usados no processo de implantação. Para permitir o acesso aos arquivos de origem, crie uma cópia desses arquivos em:

  • Uma pasta compartilhada de rede comum que possa ser acessada por todos os servidores que hospedam os pontos de implantação. A vantagem desse método é que você só precisa fornecer armazenamento para apenas uma cópia dos arquivos de origem. A desvantagem é que os pontos de distribuição devem acessar os arquivos de origem através da rede, o que aumenta a utilização da rede, além de ser mais lento do que o acesso local aos arquivos de origem.

  • Cada servidor que hospeda os pontos de implantação. A vantagem desse método é o acesso mais rápido aos arquivos de origem do que a partir de uma pasta de rede compartilhada. A desvantagem é que você precisa fornecer armazenamento suficiente para os arquivos de origem em cada servidor que hospeda os pontos de distribuição.

Para fins de planejamento, você poderá determinar os requisitos dos arquivos de origem de aplicativo e do sistema operacional para um único ponto de implantação (ou pasta de rede compartilhada) executando as seguintes etapas:

  1. Crie uma cópia de cada arquivo de origem de aplicativo e do sistema operacional em uma pasta compartilhada.

  2. Determine o espaço total necessário a todos os arquivos de origem de aplicativo e do sistema operacional.

Se você estiver:

  • Usando uma pasta de rede compartilhada comum que será acessada por todos os pontos de distribuição, selecione um servidor com armazenamento em disco disponível suficiente para os arquivos de origem.

  • Fornecendo uma cópia local para cada ponto de distribuição, certifique-se de que cada servidor que hospeda um ou mais pontos de distribuição tenha armazenamento em disco disponível suficiente para os arquivos de origem.

Usando Windows DS

Use o Windows DS para implantar o Windows Vista ou o Windows PE nos computadores de destino. Primeiro, implante o Windows PE nos computadores de destino a fim de auxiliar na preparação do computador de destino para a implantação e iniciar o balanço da implantação.

Use a Deployment Workbench para criar imagens personalizadas do Windows Vista ou do Windows PE. Essas imagens podem ser armazenadas no ponto de implantação ou no servidor Windows DS.

Use o Windows DS para automatizar a implantação do Windows Vista ou do Windows PE:

  • Para computadores com conexão consistente, de alta velocidade, com um servidor Windows DS.

  • Nos cenários Novo Computador, Atualizar Computador e Substituir Computador.

    Observação   Instale o Windows Vista ou o Windows PE para preparar os computadores de destino usando um CD do Windows DS ou do Windows PE localmente nos computadores. Esses métodos oferecem a mesma funcionalidade. Use o método do CD quando o Windows DS não estiver disponível, por exemplo, quando os computadores de destino tiverem conexões com largura de banda baixa com os servidores Windows DS.

Verificando uma configuração adequada no computador de destino

Antes de implantar imagens em um computador de destino, verifique se o computador tem a configuração correta. Para implantar uma imagem em um computador de destino, primeiro:

  • Verifique se o computador de destino possui as versões corretas do software necessário.

  • Verifique se o computador de destino possui recursos de sistema adequados.

  • Identifique as diferenças nas implantações de 64 e de 32 bits.

Verificando as versões corretas do software no computador de destino

Antes de executar os demais scripts do BDD 2007, execute primeiro o ZTIPrereq.vbs para assegurar que o computador de destino de 64 bits atenda aos requisitos de execução dos scripts restantes. Esses pré-requisitos de script incluem:

  • O sistema operacional Microsoft Windows 2000 Professional SP4, Windows XP SP2 ou um sistema operacional Windows posterior.

  • Instalação e execução do WSH (Windows Script Host) versão  5.6 ou posterior.

  • Instalação e execução do MSXML (Microsoft Core Extensible Markup Language) Services versão 3.0 (qualquer nível de service pack).

  • Instalação e execução do MDAC (Microsoft Data Access Components) versão 2.0 ou posterior.

    Observação   A versão do MSXML deve ser a 3.0. As versões 4.0 e 6.0 do MSXML não são compatíveis com os scripts do BDD 2007.

Verificando os recursos adequados no computador de destino

Depois que o ZTIPrereq.wsf determinar que o computador de 64 bits atende aos requisitos de execução dos scripts restantes, o ZTIValidate.wsf determinará se o computador de destino possui os recursos apropriados para implantar o sistema operacional de destino. Esses requisitos incluem o seguinte:

  • O computador de destino deve ser um computador desktop ou laptop (e não um servidor).

  • A propriedade OSInstall, se especificada, deve ser definida como YES para que a implantação continue.

  • O computador de destino deve ter um total de, no mínimo, 512 MB de RAM (448 MB para o sistema operacional e 64 MB de memória de vídeo compartilhada).

  • A execução do processador do computador de destino deve ser mais rápida que 990 megahertz (MHz). (A maioria dos fornecedores de computador comercializam esses sistemas como 1 gigahertz [GHz], mas os métodos de medição da velocidade do processador variam de um fornecedor para o outro.)

  • O computador de destino deve ter espaço em disco suficiente disponível para a imagem que está sendo implantada nele.

  • O sistema operacional atual no computador de destino deve ser executado na partição C: (somente para o cenário Atualizar Imagem do Computador.

  • A unidade C deve ser a primeira partição no primeiro disco do computador de destino (somente para o cenário Atualizar Imagem do Computador).

  • Um espaço em disco adicional disponível é necessário quando os dados de migração de perfil do usuário e os logs de implantação estão armazenados localmente no computador de destino.

  • O computador de destino deve ter espaço livre em disco suficiente para armazenar os arquivos de log do Windows PE (aproximadamente 150 MB).

  • O computador de destino deve ter espaço total em disco suficiente para armazenar o Windows PE e a imagem (o tamanho da imagem expandida mais 150 MB).

  • O computador de destino deve ter uma conexão de rede direta com os servidores Windows DS e os pontos de implantação. (Não há suporte para conexões de rede VPN [Virtual Private Network] e conexões sem fio.)

    Observação   Os computadores de destino que tentarem instalar uma imagem através de uma VPN ou de uma conexão sem fio não conseguirão se conectar a um ponto de implantação após o reinício no Windows PE, causando falha do processo de implantação.

Use SMS (ou outra ferramenta de inventário de software) para ajudar a determinar se algum computador existente possui recursos de sistema inadequados. Atualize os recursos do sistema nesses computadores de destino antes de implantar o Windows, se necessário.

Se os membros de equipe determinarem que alguns recursos de sistema do computador são inadequados para a implantação do Windows, eles poderão executar uma destas ações:

  • Atualizar os recursos de sistema nos computadores existentes.

  • Substituir os computadores existentes por novos computadores.

  • Eliminar os computadores existentes para que não façam parte da atualização.

Identificando diferenças nas implantações de 64 e de 32 bits

Na maioria dos casos, a implantação de versões do Windows de 64 bits é igual à de versões do Windows de 32 bits. Entretanto, há diferenças que afetam o modo de implantação das versões do Windows de 64 bits e o modo como o BDD 2007 detecta que o computador de destino possui um processador de 64 bits.

Observação   O BDD 2007 somente oferece suporte aos processadores habilitados para EM64T e à família de processadores AMD64. A família de processadores Intel Itanium e ia64 não recebe suporte no BDD 2007.

A maioria das funções e dos recursos encontrada nas versões do Windows de 32 bits é a mesma das versões do Windows de 64 bits. Entretanto, as diferenças a seguir devem ser consideradas durante a implantação de versões do Windows de 64 bits:

  • A versão do Windows PE deve corresponder à versão do Windows que está sendo implantada. Se os membros de equipe estiverem implantando uma versão de 64 bits do Windows Vista, eles deverão usar uma versão de 64 bits do Windows PE. Por outro lado, se eles estiverem implantando uma versão de 32 bits do Windows Vista, eles deverão usar uma versão de 32 bits do Windows PE.

  • Os aplicativos são instalados em pastas separadas em Arquivos de programas. Nas versões de 64 bits do Windows, aplicativos de 64 bits são instalados na pasta Arquivos de programas, e os aplicativos de 32 bits são instalados na pasta Arquivos de programas (x86). Verifique a estrutura de pastas apropriada ao procurar aplicativos instalados anteriormente.

  • A descoberta da arquitetura do processador no Windows DS talvez precise ser forçada para computadores de 64 bits. Nem todos os computadores de 64 bits informam o tipo de processador de forma apropriada, portanto, é possível que o BDD 2007 não detecte corretamente o processador como de 64 bits. Force o Windows DS a implantar versões de 64 bits usando o seguinte comando:

    WDSUTIL /set-server /architecturediscovery:yes

    Para obter mais informações, consulte os arquivos de Ajuda do Windows DS.

  • As versões de 64 bits do Windows PE 2.0 não executam aplicativos de 32 bits. Verifique se qualquer aplicativo compilado e usado por uma versão de 64 bits do Windows PE é uma versão de 64 bits.

  • As versões de 64 bits do Windows exigem drivers de dispositivo de 64 bits. Os drivers de dispositivo de 32 bits não podem ser usados nas versões de 64 bits do Windows.

Fornecendo capacidade de rede adequada

Devido ao tamanho das imagens distribuídas nos computadores de destino (500 MB–4 GB), é necessário que os computadores tenham uma conexão persistente de alta velocidade com os servidores usados no processo de implantação. Esses servidores incluem:

  • Servidores Windows DS.

  • Servidores que hospedam as pastas compartilhadas usadas para armazenar as imagens de implantação (ou seja, os pontos de implantação).

  • Os servidores que hospedam as pastas compartilhadas usadas para armazenar os dados de migração de perfil do usuário.

  • Os servidores que hospedam as pastas compartilhadas usadas para armazenar os logs de implantação.

Esses servidores devem estar localizados em sub-redes adjacentes aos computadores de destino para assegurar uma conectividade de alta velocidade para os computadores. Se a organização não puder fornecer capacidade de rede suficiente para a implantação da solução BDD 2007 nos computadores, execute uma das seguintes ações:

  • Posicione os servidores temporariamente (por exemplo, os servidores que hospedam as diversas pastas compartilhadas ou o servidor Windows DS) mais perto dos computadores de destino durante a migração.

  • Mova os computadores de destino temporariamente para uma área de preparo na qual os computadores possam ser implantados e, em seguida, retornados ao local original.

  • Armazene os dados de migração de perfil do usuário localmente nos computadores de destino.

  • Execute implantações automatizadas localmente usando uma combinação de um CD de imagem do Windows Vista ou do Windows PE.

  • Além disso, ao implantar computadores através de um firewall, verifique se as portas TCP e UDP apropriadas estão abertas nos firewalls.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft. Todos os direitos reservados.