Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Estabilizando o projeto de prontidão para operações

Estabilizar

Publicado em: 30 de novembro de 2006

Durante a fase de estabilização, a equipe de recursos de prontidão para operações implementa o programa de treinamento desenvolvido anteriormente e assume o comando na implementação das tarefas operacionais relacionadas associadas à implantação do projeto-piloto. Ao término da Fase de estabilização, a equipe de recursos de prontidão para operações realizará uma revisão de prontidão para implantação, que consiste na última oportunidade de tomar uma decisão sobre a necessidade de implantar ou não a solução na organização.

Nesta página

Funções e responsabilidades
Integrando operações de TI
Revisão da prontidão da implantação
Etapa: Revisão da prontidão para operações

Funções e responsabilidades

Durante a Fase de estabilização, a equipe concentra-se na implantação do projeto-piloto e no treinamento da equipe de operações. A Tabela 6 descreve as responsabilidades específicas de cada função da equipe.

Tabela 6. Funções e responsabilidades durante a Fase de estabilização

Funções

Responsabilidades

Gerente de versão

  • Gerencia todo o processo de versão

  • Desenvolve planos de versão detalhados

  • Coordena todas as equipes de projetos associadas à versão

  • Atua como contato para um gerenciamento apropriado

  • Gerencia o processo de avaliação após a conclusão do projeto

  • Forma uma equipe de versão para gerenciar as várias atividades necessárias (seleciona membros da equipe e atribui funções e responsabilidades de equipe)

  • Facilita a comunicação da equipe para garantir que as versões sejam implantadas de acordo com o planejamento

Proprietário da alteração

  • Gerencia o planejamento e a coordenação das implementações em nível da organização e do escalonamento do projeto-piloto

  • Desenvolve planos de implementação e determina locais de site para distribuições do projeto-piloto

  • Estabelece agendamentos de implementações

  • Identifica e comunica problemas e agenda alterações com base no feedback de coordenadores de equipes de versão

  • Garante que a equipe de implementação seja corretamente treinada

  • Valida os planos de implementação e reversão durante os testes de versão

Coordenador de treinamento

  • Identifica a competência dos usuários em usar a versão

  • Realiza a análise de lacunas com base em competências de destino e nos requisitos de habilidades

  • Identifica os indivíduos a serem treinados de forma a atender as metas e os objetivos da versão

  • Seleciona as metodologias de treinamento mais adequadas em termos de conteúdo e público

  • Projeta, cria e implementa a estratégia de treinamento

  • Comunica o plano de treinamento para o público

  • Gerencia e coordena atividades de treinamento diárias

  • Coleta e analisa o feedback dos praticantes para detectar a eficácia da metodologia e do conteúdo de treinamento

Coordenador de comunicações

  • Desenvolve e gerencia o plano de comunicações

  • Desenvolve o conteúdo com base na entrada de todos os membros de projetos

  • Finaliza e distribui conteúdo

  • Determina os canais de disseminação de informações

  • Desenvolve mecanismos de feedback e um banco de dados de coleta para comentários dos usuários

  • Garante que a resolução de problemas seja comunicada de maneira oportuna e eficaz

  • Avalia e atualiza o plano de comunicações para manter sua eficácia ao longo do processo de versão

  • Comunica escopos e metas de versão aos usuários

  • Comunica o status, o progresso e os problemas de versões aos grupos apropriados

Coordenador de documentações

  • Avalia guia de usuários atuais, guias de administrador e manuais de referência

  • Defina a finalidade e o uso da documentação necessária

  • Identifica a documentação necessária a partir de desenvolvedores e usuários

  • Identifica opções e formatos de documentação que atendem às necessidades dos usuários

  • Projeta, desenvolve e revisa documentações

  • Testa e valida documentações com usuários

  • Gerencia a modificação de documentações existentes para dar suporte à versão

  • Dissemina as documentações ao pessoal apropriado

Coordenador de testes

  • Projeta, cria e mantém o ambiente de teste

  • Prepara testes e procedimentos e executa estratégias de testes

  • Identifica testadores e atribui responsabilidades de teste

  • Desenvolve e gerencia o agendamento de testes

  • Documenta procedimentos e problemas de teste

  • Gerencia a resolução e problemas e novos testes

  • Coleta, documenta e analisa os resultados de testes

  • Comunica resultados e fornece recomendações às partes apropriadas

  • Valida a prontidão do pacote de versão a ser integrado ao ambiente de produção

Integrando operações de TI

Como parte do processo de gerenciamento de versão, a equipe de recursos de implantação trabalhará em conjunto com os principais envolvidos e parceiros comerciais nas operações de TI para criar um plano de teste que permita a esses parceiros desenvolver uma segurança na versão e em sua capacidade de apresentar um bom desempenho em um ambiente de produção. Durante o projeto-piloto, a equipe de recursos de implantação realizará esses testes junto com os membros de operações de TI, que devem estar ativamente envolvidos com a versão e com o seu suporte a longo prazo.

Após a implantação da versão no ambiente do projeto-piloto, os usuários e a equipe administrativa poderão monitorar e avaliar o desempenho com base em condições reais. Se esse processo chegar à conclusão de que a versão não atende às expectativas, ele deverá ser revertido. A equipe de recursos de prontidão para operações fornecerá o feedback diretamente ao grupo de funções de gerenciamento de versões com relação aos êxitos ou às falhas encontrados durante o projeto-piloto de uma versão. Todos os resultados do teste serão documentos e verificados com base nos resultados esperados. As falhas do teste devem ser investigadas e avaliadas para determinar se são aceitáveis ou se os componentes na versão devem ser retrabalhados. O projeto-piloto também é útil na determinação do nível de suporte operacional que será necessário após a implementação completa.

Após a conclusão do projeto-piloto, a próxima etapa será avaliar os resultados do teste e determinar a ação a ser tomada: Prosseguir com a versão ou retorná-la ao proprietário da alteração ou ao gerente da verão para trabalho adicional. O gerente da versão, o gerente de alteração e o proprietário da alteração são os principais participantes dessa discussão, mas ela também pode envolver representantes das equipes de suporte operacionais. Se problemas foram identificados durante testes e esses problemas afetaram a comunidade de usuários ou os níveis de serviço, será necessário discutir soluções e os problemas esperados com os representantes do serviço de atendimento e garantir que essas soluções estarão disponíveis ao serviço de atendimento antes da implantação.

Revisão da prontidão da implantação

A revisão da prontidão da implantação é o ponto de verificação e a etapa de aprovação final para operações antes da implementação. Ela não deve ser confundida com a revisão de prontidão descrita na seção “Desenvolvendo um programa de treinamento”, que é mais limitada em escopo e tem o objetivo exclusivo de medir os níveis de proficiência da equipe de operações que fará a manutenção da solução.

A revisão da prontidão para implantação garante a prontidão da versão para implantação e inclui a capacidade de operação e suporte da versão, bem como a prontidão do ambiente de produção de destino para suportar e operar a versão implantada. Essa revisão de prontidão de versão decide se a versão será ou não implantada. Delegados dos principais grupos de envolvidos, da equipe de recursos e da equipe de gerenciamento devem participar da revisão. A documentação principal da MOF, disponível em http://www.microsoft.com/technet/itsolutions/cits/mo/mof/rlsrdy10.mspx, fornece detalhes sobre a revisão da prontidão de versões.

Etapa: Revisão da prontidão para operações

A Tabela 7 mostra todos os resultados finais e suas descrições que devem ser concluídas ao término desta fase.

As etapas são pontos de sincronização de toda a solução. Para obter mais informações, consulte o Plan , Build , and Deploy Guide (em inglês).

Tabela 7. Resultados finais

ID do resultado final

Descrição

Revisão da prontidão da implantação

A revisão é o ponto de verificação e a etapa de aprovação final para operações antes da implementação.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft