Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Implantando a solução

Implantação

Publicado em: 30/11/2006

Na etapa final da fase de criação, começa a fase de implantação, iniciada com a implantação inicial.

Fase de implantação

A fase de implantação é o período no qual a equipe implanta a solução e garante sua estabilidade e praticidade. A fase de implantação culmina na etapa conclusão da implantação, na qual a responsabilidade pela solução é transferida para as equipes de operações de TI e suporte.

Tarefas principais

A Tabela 11 relaciona as principais tarefas e os resultados da fase de implantação, assim como seus proprietários.

Tabela 11. Principais tarefas da fase de implantação , Resultados , e proprietários

Tarefas principais

Resultados finais

Proprietários

Implantação da tecnologia principal

Os servidores de implantação de cada local foram instalados, configurados e testados; a equipe administrativa foi treinada

Gerenciamento de liberação; Experiência do usuário; Teste

Implantação nos locais

Todos os computadores em cada local foram totalmente instalados, configurados e testados; os usuários foram treinados

Gerenciamento de liberação; Experiência do usuário; Teste

Estabilização da implantação

Todos os computadores estão estáveis e foram avaliados de acordo com os critérios de êxito do projeto

Todas as funções

Conclusão da implantação

As equipes de operações de TI e suporte assumiram a responsabilidade por todos os computadores; todas as funções foram aprovadas na etapa conclusão da implantação; o cliente está satisfeito com a implantação, conforme indicado por escrito

Todas as funções

Foco da equipe

A Tabela 12 descreve as principais atividades de cada função da equipe durante a fase de implantação.

Tabela 12. Foco e grupos de funções na fase de implantação

Grupo de funções

Foco

Gerenciamento do produto

Comentários e encerramento da operação com o cliente

Gerenciamento do programa

Gerenciamento de estabilização

Desenvolvimento

Solução de problemas

Teste

Resultados do caso de teste e acompanhamento de questões

Experiência do usuário

Treinamento

Gerenciamento de liberação

Gerenciamento de implantação; aprovação de alteração

Equipe de recursos e documentos de material de apoio

Os documentos a seguir são usados na fase de implantação:

  • Plano de implantação (material de apoio)

  • Guia da Equipe de Recursos de Compatibilidade de Aplicativos

  • Guia da Equipe de Recursos de Implantação

  • Guia da Equipe de Recursos de Monitoramento da Configuração Desejada

  • Guia da Equipe de Recursos de Atualização de Infra-estrutura

  • Guia da Equipe de Recursos de Teste

  • Guia da Equipe de Recursos de Migração de Perfil do Usuário

Implantando a tecnologia principal

A implantação dos principais sistemas e serviços que dão suporte à implantação do cliente é uma etapa importante da fase de implantação e inclui a atualização do plano de implantação e estabelecimento dos servidores de implantação.

Atualizando o plano de implantação

Se a equipe planejou e desenvolveu corretamente a solução, a implantação deve ser uma atividade de rotina. Durante a fase de previsão, as equipes avaliaram e documentaram o ambiente atual de computação e de rede, incluindo as informações sobre domínios e locais físicos. Durante a fase de planejamento, as equipes criaram o plano de implantação com detalhes específicos e atualizados sobre a implantação. Agora que as atividades de desenvolvimento estão concluídas, as equipes devem atualizar o plano de implantação novamente com as informações mais atuais que possuem e usá-lo para entregar a solução aos usuários.

Estabelecendo servidores de implantação

As equipes devem estabelecer servidores para conter as imagens, a menos que elas pretendam formatar todos os discos rígidos em um local central e enviá-los aos diversos locais incluídos no projeto. Muitos projetos, portanto, exigem que a equipe estabeleça um ou mais servidores a serem usados para implantação. Estes servidores podem conter imagens de disco, scripts da solução a serem usados no processo de implantação e aplicativos a serem instalados para usuários específicos, assim como cópias de backup de dados de usuário e backups de todo o sistema. A equipe deve ter especificado o posicionamento do servidor de distribuição na fase de implantação. Revise o plano e atualize-o, caso seja necessário.

Implantando locais

Com a implantação nos locais, a equipe de projeto conclui a etapa final do processo de entrega da solução aos usuários. A equipe de implantação visita cada local e usa o veículo de entrega selecionado (imagens de disco ou instalação autônoma de servidores de distribuição) para instalar o Windows e os aplicativos associados em cada computador de destino.

Para fins de implantação, a equipe deve considerar cada local independente e separadamente, pois cada um pode ter exigências específicas que inviabilizam uma estratégia geral de implantação. Considere cada local como um miniprojeto de implantação que tem suas próprias etapas de preparação, instalação, treinamento e estabilização.

Estratégias de implantação nos locais

A implantação nos locais envolve necessariamente vantagens e desvantagens, o que implica em riscos. A equipe deve considerar a programação, a disponibilidade de recursos e o escopo do projeto, além de usar os conceitos da MSF, como o triângulo de compensações, ao tomar decisões sobre as estratégias a serem usadas para implantação nos locais. Para minimizar riscos, a equipe deve decidir, durante as fases de previsão e planejamento, quais as estratégias de implantação a serem usadas, antes de iniciar qualquer tarefa relacionada à implantação.

A equipe deve, também, decidir se a implantação da solução nos locais será feita em modo serial ou paralelo. Na implantação serial , a equipe de recursos de implantação realiza todas as tarefas de implantação em um local, depois, passa para o próximo local e assim por diante. Implantações seriais geralmente requerem menos recursos e custam menos, mas normalmente demoram mais tempo do que as implantações paralelas. Na implantação paralela , a equipe de recursos de implantação realiza todas as tarefas de implantação em todos os locais ao mesmo tempo. Implantações paralelas custam mais, devido aos recursos adicionais que exigem (incluindo uma equipe em cada local), mas a equipe pode realizá-la mais rapidamente.

Outra comparação a ser feita envolve o planejamento prévio da implantação em oposição ao planejamento “just-in-time”. Implantações pré-planejadas , nas quais a equipe conduz pesquisas no local para planejar com antecedência as implantações, são preferíveis às implantações “just-in-time” , nas quais os integrantes da equipe planejam cada implantação quando chegam ao local. No entanto, a abordagem “just-in-time” é, algumas vezes, necessária nas situações em que os locais não são facilmente acessíveis com antecedência.

Preparando a implantação no local

A implantação no local envolve três atividades diferentes:

  • Realização de inventário. Validação das informações coletadas para o plano de implantação ou, caso seja apropriado, realização de uma nova pesquisa no local

  • Programação. Finalização de programação e cronograma para o processo de instalação

  • Notificação. Informar o local sobre a data da implantação, usando a estratégia do plano de comunicação

O Grupo de Funções de Gerenciamento de Liberação assume a liderança da execução dessas tarefas preparatórias, que geralmente podem ser realizadas fora do local. Execute todas as três atividades para cada local incluído na implantação.

Efetuando instalações

A equipe não instala a solução até que as atividades preparatórias sejam concluídas, minimizando, assim, interrupções do usuário e confusão durante o processo. Em alguns casos, problemas de última hora descobertos durante a fase preparatória podem indicar a necessidade de visitar novamente o local depois da resolução dos problemas.

A instalação da solução deve ser a parte mais fácil do projeto de implantação. Se a equipe considerou todos os computadores e periféricos que serão afetados pela implantação e efetuou o planejamento apropriado, deverá ter poucos ou nenhum imprevisto.

Se a equipe de recursos de implantação encontrar erros durante o processo, ela deverá registrá-los usando seu sistema preexistente de acompanhamento de questões e solucioná-los o mais rápido possível. Dependendo da natureza do problema, a equipe de recursos de desenvolvimento deve revisar os scripts da solução e talvez criar novas imagens de disco.

Estabilizando o local da implantação

A estabilização é uma parte importante do processo de implantação no local. É responsabilidade da equipe de recursos de implantação acompanhar o projeto até que a solução esteja pronta para começar a funcionar.

Verifique se o sistema está estável enquanto a equipe de recursos de implantação e outros recursos associados ainda estão presentes no local. Para isso, a equipe deve enfocar os critérios de êxito definidos pela visão e pelo escopo, além de receber comentários, usando os mecanismos definidos no plano de implantação.

Como na instalação no local, a equipe de recursos de implantação deve estabilizar cada local individualmente, tratando cada um como uma unidade autônoma. Depois que todos os locais forem estabilizados, a equipe poderá considerar a estabilidade do projeto como um todo.

Estabilizando a implantação

Talvez seja difícil determinar quando a implantação está concluída, de forma que a equipe possa encerrar o projeto. Sistemas recém-implantados geralmente possuem um fluxo constante, passando por um processo contínuo de identificação e gerenciamento de questões de suporte de produção. A equipe pode encontrar dificuldades para encerrar o projeto, devido às questões que surgirão constantemente após a implantação. Por este motivo, a equipe precisa definir claramente uma etapa de conclusão para a implantação. Se ela não efetuar uma transição completa para operações de produção e sistema de suporte, não poderá deixar o projeto nem enfocar em sua conclusão.

Se a organização espera que integrantes da equipe de projeto se envolvam em atividades contínuas de manutenção e suporte, esses integrantes devem assumir uma nova função como parte da estrutura de operações e suporte após a conclusão do projeto. Nesta última etapa, os integrantes da equipe que não estão envolvidos em operações e suporte provavelmente começarão a deixar o projeto.

Concluindo a implantação

Após a conclusão da implantação do sistema cliente, o foco muda para a transição da implantação para a equipe de cliente e suporte.

Efetuando a transição para operações de TI e suporte

Desligar-se do projeto inclui transferir as funções de operação e suporte para uma equipe permanente. Em muitos casos, os recursos que gerenciarão os novos sistemas já existem. Em outros casos, será necessário criar novos sistemas de suporte. Dado o escopo da criação de novos sistemas de suporte, é aconselhável considerá-lo como um projeto separado.

As tarefas a serem realizadas para efetuar a transição para as equipes de operações de TI e suporte incluem:

  • Ativação de sistemas de informação para consulta e solicitações de ajuda às equipes de operação e suporte apropriadas.

  • Publicação de uma base de conhecimento para fornecer às equipes de operação e suporte acesso a informações e documentação relacionadas ao projeto. Por exemplo, forneça os bancos de dados de acompanhamento de questões e controle de alterações para que as equipes de operação e suporte tenham informações sobre o histórico do projeto e o processo de tomada de decisão da equipe.

Encerrando as operações do projeto

Após concluir todas as tarefas de implantação, a equipe deve expressar formalmente que o projeto chegou à etapa de conclusão da implantação e que o trabalho do projeto está terminado. Com a aprovação dessa etapa, os integrantes indicam que estão satisfeitos com o trabalho realizado em suas áreas de responsabilidade.

Como feito anteriormente, as equipes de projeto geralmente registram a conclusão de uma etapa com um encerramento formal. O documento de encerramento torna-se um resultado final do projeto.

Obtendo o encerramento por parte do cliente

No fechamento do projeto, o gerente de produto obtém o encerramento final de um representante do cliente ou da organização, indicando aprovação da solução e permissão para que a equipe se desligue do projeto. Embora neste ponto a equipe esteja informalmente ocupada com a conclusão de tarefas pendentes e finalizando a implantação, o encerramento deve ser um reconhecimento formal de que o projeto está concluído.

Etapa principal: conclusão da implantação

Antes da conclusão desta fase, os seguintes itens devem ter sido realizados:

  • Aceitação de responsabilidade pelas operações e suporte por parte de operações de TI

  • Recebimento de encerramento do projeto

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft