Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Visão geral da compatibilidade de aplicativos

Visão geral

Publicado em: 30/11/2006

Os testes da compatibilidade de aplicativos são uma parte importante do projeto de implantação. Embora os testes de aplicativos sejam realizados principalmente durante a Fase Desenvolver do projeto, outras tarefas relacionadas são realizadas durante todo o ciclo de vida do projeto. A figura 1 ilustra a fase do projeto de implantação durante a qual poderá ser realizada cada uma das tarefas de testes da compatibilidade de aplicativos e implantação. Os intervalos de tempo apresentados são estimativas e podem variar a cada implantação.

Bb490270.SE_AppCompat01(pt-br,TechNet.10).gif

Figura 1. Visão geral do processo de testes da compatibilidade de aplicativos

Para solucionar com êxito problemas de compatibilidade:

  • Identifique os aplicativos que devem ser testados. Crie um inventário dos aplicativos da organização. Além disso, confira o status de certificação dos aplicativos para verificar se é necessário testá-los.

  • Identifique os problemas da compatibilidade de aplicativos. Teste cada aplicativo e, se necessário, depure-o.

  • Solucione os problemas da compatibilidade de aplicativos. Identifique e crie soluções da compatibilidade de aplicativos; em aplicativos para os quais haja código-fonte, modifique e recompile o código.

  • Implante ou distribua aplicativos e soluções. Use uma ferramenta de implantação e distribuição, como o SMS.

Ao realizar essas tarefas, os membros da equipe de recursos da compatibilidade de aplicativos devem compreender a origem dos problemas relativos à compatibilidade de aplicativos, o que eles podem fazer para solucioná-los e quais ferramentas podem utilizar para planejar o projeto de testes da compatibilidade de aplicativos, bem como testar, corrigir e implantar aplicativos.

Nesta página

Problemas comuns de compatibilidade
Soluções de compatibilidade de aplicativos

Problemas comuns de compatibilidade

Há vários motivos pelos quais um aplicativo escrito especificamente para uma versão diferente do Windows – especialmente os sistemas operacionais Microsoft Windows 2000 Professional, Windows Me, Windows NT® Workstation 4.0, Windows 98 e Windows 95 – pode manifestar problemas quando executado no Windows XP ou no Windows Vista. A maioria dos problemas pertence às seguintes categorias:

  • Configuração e instalação

  • Drivers no modo kernel

  • Permissões

  • Gerenciamento de heap

  • Firewall

  • DCOM

  • Internet Explorer

Para obter informações mais detalhadas sobre os problemas comuns de compatibilidade, consulte o seguinte:

Configuração e instalação

Podem ocorrer problemas quando um aplicativo copiar arquivos e atalhos para pastas existentes em uma versão anterior do sistema operacional Windows mas não existentes no Windows XP, Windows Vista ou Windows Server 2003. Podem ocorrer problemas quando um programa:

  • Grava entradas diretamente no Registro sem usar o Microsoft Windows Installer ou as APIs (interfaces de programação de aplicativos) do shell.

  • Procura uma versão específica do sistema operacional.

  • Não é compatível com partições superiores a 2 gigabytes (GB).

  • Não é compatível com nomes longos de arquivo.

  • Tenta acessar o hardware diretamente em vez de chamar as APIs apropriadas.

Drivers no modo kernel

Podem ocorrer problemas quando um driver tentar executar uma tarefa permitida em uma versão anterior do sistema operacional Windows mas não permitida no Windows XP, Windows Vista ou Windows Server 2003. Os tipos mais comuns de programas que apresentam problemas com o driver no modo kernel incluem programas antivírus, programas pessoais de firewall, programas de desfragmentação de disco e programas de gravação de CD.

Permissões

Podem ocorrer problemas de permissão quando um aplicativo tentar acessar áreas do sistema de arquivos ou Registro acessíveis a todos os usuários e aplicativos em uma versão anterior do sistema operacional Windows mas não acessíveis mais no Windows XP, Windows Vista ou Windows Server 2003. Nesses sistemas operacionais, as contas de usuários normais podem gravar somente nos seguintes locais:

  • Subchave do Registro HKEY_CURRENT_USER, exceto \Software\Policies e \Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Policies

  • As pastas do perfil do usuário do próprio usuário

  • Pastas Documentos compartilhados

  • Qualquer pasta que o usuário criar a partir da raiz do disco rígido do sistema

Se um usuário tentar gravar em qualquer outro local, ocorrerá um erro.

Gerenciamento de heap

Podem ocorrer problemas de gerenciamento de heap devido ao fato de o Windows XP e o Windows Vista detectarem imediatamente problemas que com freqüência demorariam mais para aparecer em versões anteriores do sistema operacional Windows. Além disso, podem surgir problemas de compatibilidade de aplicativos devido aos seguintes recursos no Windows XP e Windows Vista:

  • WFP (Windows File Protection, proteção de arquivo do Windows). Esse novo recurso impede que os aplicativos substituam os arquivos do sistema. As versões anteriores do Windows permitiam que os aplicativos substituíssem arquivos compartilhados do sistema durante a instalação, um processo que com freqüência causou problemas desde erros de aplicativos a um sistema operacional instável. O WFP verifica se os arquivos protegidos do sistema estão na versão correta da Microsoft e restaura a versão correta quando um arquivo é substituído. No Windows Vista, o WFP agora é denominado Windows Resource Protection.

  • Enumeração dos dispositivos de hardware. As alterações na lista de dispositivos de hardware compatíveis podem causar problemas em aplicativos usando dispositivos não mais compatíveis.

  • Enumeração de fontes. Como foram adicionadas chaves do Registro para suporte à internacionalização, em virtude das alterações na lista de fontes, o sistema operacional pode não fornecer aplicativos com as escolhas de fonte que o aplicativo espera.

  • O WMS (Windows Messaging System) não está mais disponível. Os aplicativos que esperam que o sistema operacional forneça o WMS não o localizarão.

  • Segurança de entrada/saída de arquivos. O Windows fortaleceu a segurança da entrada e saída de arquivos. Os aplicativos que usam filtros de arquivo, como programas antivírus, podem perder significativa funcionalidade.

  • Instruções privilegiadas. Um aplicativo pode ser desligado por usar instruções como cli, sti, in, out e outras. Em outros casos, pode gerar violações de acesso que podem ser ignoradas, permitindo que o aplicativo continue a execução sem conseqüências.

  • Emulação de 16 bits. Muitas correções da compatibilidade de aplicativos são escritas para emular vários aspectos da base de código do Windows Me, Windows 98 e do Windows 95. Com freqüência, os aplicativos esperam esse tipo de comportamento e dependem dele.

Compatibilidade de firewall

No Windows XP e no Windows Vista, foram realizadas várias alterações no Firewall do Windows, a fim de fornecer, por padrão, mais proteção à rede. Para obter informações detalhadas sobre essas alterações e para obter instruções sobre como atenuá-las, consulte os seguintes recursos:

DCOM

O COM (Component Object Model) da Microsoft é um sistema independente de plataforma, distribuído e orientado a objetos para a criação de componentes binários de software que possam interagir. O DCOM é uma evolução do COM que permite a distribuição lógica de aplicativos em vários locais. O Windows permite a configuração da segurança de todo o sistema para o DCOM, o qual impõe um nível mínimo de segurança a todos os aplicativos COM. Essa configuração de segurança ocorre no componente de servidor e é relevante somente se o sistema Windows estiver atendendo ao aplicativo.

No Windows XP e no Windows Vista, a Microsoft alterou o COM para fornecer aos administradores controles de acesso em todo o computador, substituindo configurações de segurança frágeis. Os administradores agora podem definir diretivas gerais de autorização que se apliquem a todas as solicitações de chamada, ativação ou de início no computador.

Para obter mais informações sobre os problemas de compatibilidade do DCOM, consulte “Visão geral da compatibilidade do DCOM” na Documentação de ajuda e suporte do ACT.

Visão geral dos recursos de segurança do Windows XP e do Internet Explorer

O IECE foi desenvolvido para auxiliar os profissionais da tecnologia da informação (TI) na avaliação de alterações no comportamento dos aplicativos Web e sites da Web, as quais podem ocorrer devido aos novos recursos de segurança no Windows XP SP2. Ele faz isso ao:

  • Identificar problemas e bloqueios na funcionalidade do site da Web.

  • Identificar a causa do bloqueio e detalhes específicos para identificação da localização do problema.

Depois da instalação do Windows XP SP2 e do IECE, inicie os testes de sites da Web e aplicativos Web. Quando um recurso de segurança bloquear uma ação, serão inseridas novas informações no log de teste, incluindo detalhes como:

  • Carimbo de data/hora.

  • A URL em que ocorreu o bloqueio.

  • Recurso de segurança envolvido.

  • Zona da URL.

  • Link para informações sobre como corrigir esse erro.

  • Atenuação automática (se disponível).

Para obter mais informações sobre os problemas de compatibilidade do Internet Explorer, consulte “Visão geral dos recursos de segurança do Internet Explorer” na Documentação de ajuda e suporte do ACT.

Visão geral dos recursos de segurança do Windows Vista e do Internet Explorer

O Windows Vista inclui uma nova versão do Internet Explorer – o Windows Internet Explorer 7 no Windows Vista – e apresenta configurações atualizadas de segurança que, caso não sejam totalmente compreendidas, podem causar problemas de compatibilidade em sites da Web ou em outros aplicativos baseados em navegador. O Internet Explorer 7 inclui padrões mais rígidos para determinadas configurações de segurança. Além disso, ele alertará o usuário se considerar que as alterações sendo realizadas são precárias em termos de segurança.

  • Na zona da Internet, na qual a maioria dos usuários navega, as configurações serão aperfeiçoadas com duas alterações muito notáveis:

    • No Windows Vista, a zona da Internet será executada no modo protegido, o que ajuda a fornecer defesa em profundidade contra alguns dos ataques já enfrentados anteriormente pelo Internet Explorer.

    • O recurso Microsoft ActiveX® Opt-in ajudará a reduzir a superfície de ataque dos controles do ActiveX na zona da Internet.

  • Se o Internet Explorer 7 for utilizado em um computador que não esteja em uma rede corporativa gerenciada, o Internet Explorer 7 tratará os sites da intranet local como sites da Internet. Essa alteração efetivamente remove a superfície de ataques da zona da intranet para usuários de computadores domésticos.

O Internet Explorer 7 introduz um novo nível de segurança a essas proteções adicionais, Médio alto. Médio alto é o nível padrão de segurança da zona da Internet. O padrão da zona Sites confiáveis no Internet Explorer 7 é Médio, o mesmo nível da zona da Internet no Windows Internet Explorer 6.

Soluções de compatibilidade de aplicativos

O Windows XP, o Windows Vista e o Windows Server 2003 solucionam os problemas da compatibilidade de aplicativos ao corresponder dinamicamente os problemas dos aplicativos às soluções. O mecanismo de correspondência é controlado por uma DLL (dynamic-link library, biblioteca de link dinâmico) que inicia e executa o mecanismo de correspondência sempre que um usuário instalar ou executar um aplicativo. No entanto, o mecanismo de correspondência é transparente e não afeta significativamente o desempenho do sistema operacional ou aplicativos instalados.

O mecanismo de correspondência depende de vários arquivos do banco de dados para efetuar a correspondência dos problemas às soluções. Os arquivos do banco de dados contêm uma lista de aplicativos com problemas conhecidos e as instruções para a solução de tais problemas. Os arquivos do banco de dados são salvos na pasta \systemroot\AppPatch no Windows XP, no Windows Vista e no Windows Server 2003.

Esses bancos de dados incluem:

  • Bancos de dados de migração.

  • Bancos de dados pré-empacotados.

  • Bancos de dados personalizados.

Para obter mais informações, consulte Application Compatibility Solutions (Soluções de compatibilidade de aplicativos) em http://www.microsoft.com/technet/prodtechnol/windowsserver2003/library/DepKit/02af6a90-ce92-419d-a366-7f1070336de0.mspx (em inglês). Para obter mais informações sobre a criação de soluções relativas à compatibilidade com o ACT 5, consulte “Administrador de compatibilidade” na Documentação de ajuda e suporte do ACT.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft