Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Revisando as regras de processamento da implantação

Revisando as regras de processamento da implantação

Publicado em: 30 de novembro de 2006

Para poder identificar as regras de processamento de implantação que deseja incluir, você precisa identificar os componentes de implantação que são usados no BDD 2007 para a ZTI e a LTI. A Figura 2 ilustra as etapas na revisão das regras de processamento da implantação.

Bb490322.SE_DepConfig02(pt-br,TechNet.10).gif

Figura 2. Etapas na revisão das regras de processamento da implantação
Nesta página

Identificando os componentes da implantação do BDD 2007
Identificando a sintaxe de CustomSettings.ini
Identificando a sintaxe de BootStrap.ini

Identificando os componentes da implantação do BDD 2007

Os processos de implantação da ZTI e da LTI usam um conjunto comum de componentes de implantação incluso no BDD 2007. Para configurar o processo de implantação corretamente, é necessário identificar como esses componentes interagem nos processos de implantação ZTI e LTI.

Os componentes de implantação do BDD 2007 incluem:

  • Scripts

  • Arquivos de configuração

  • Banco de dados de configuração

  • Variáveis de ambiente

  • Arquivos de log

Para uma descrição representativa de como esses componentes operam em conjunto no processo de implantação do BDD 2007 para a ZTI e a LTI, consulte “Fluxogramas de processos de implantação”, na Referência de configuração.

Scripts

Os scripts fornecem a automação do processo de implantação. Eles examinam os arquivos de configuração, o banco de dados de configuração e as variáveis de configuração para determinar as regras a serem usadas ao implantar as imagens nos computadores de destino.

Os scripts criam arquivos de log à medida que automatizam o processo de implantação. Os arquivos de log registram o status do processo de implantação e podem ser usados para auxiliar na solução de problemas do processo de implantação.

Para obter mais informações sobre cada script, consulte “Fluxogramas do processo de implantação”, na Referência de configuração.

Arquivos de configuração

Os scripts interpretam os arquivos de configuração para garantir a ocorrência das etapas adequadas de forma a implantar o sistema operacional correto no computador de destino apropriado. Execute os assistentes na bancada de trabalho de implantação para auxiliar na criação e na manutenção dos arquivos de configuração.

A bancada de trabalho de implantação pode criar e gerenciar:

  • Arquivos de configuração de modelos. Depois que o Deployment Workbench cria o arquivo de modelo, o arquivo é manualmente personalizado de forma a incluir as regras de processamento adequadas. O arquivo CustomSettings.ini é um exemplo desse tipo de arquivo de configuração. Após a criação inicial desses arquivos de modelo, mantenha-os manualmente em vez de usar a bancada de trabalho de implantação para fazer a manutenção.

  • Arquivos de configuração concluídos. Esses arquivos não precisam de personalização adicional. O arquivo Applications.xml é um exemplo desse tipo de arquivo de configuração. Mantenha esses arquivos por meio da bancada de trabalho de implantação. Embora você possa manter esses arquivos manualmente, o uso da bancada de implantaação é recomendado para evitar erros devido a falhas humanas.

Os arquivos de configuração no BDD 2007 e uma breve descrição dos mesmos estão listados na Tabela 2.

Tabela 2. Arquivos de configuração no BDD 2007

Arquivo de configuração

Descrição

CustomSettings.ini

Arquivo de configuração principal para as regras de processamento do BDD 2007 usadas em todos os cenários

BootStrap.ini

Arquivo de configuração usado quando o computador de destino não é capaz de se conectar com o ponto de implantação apropriado. Essa situação ocorre no cenário Novo computador e para o computador de substituição no cenário Substituir computador.

Para obter mais informações sobre cada script, consulte “Fluxogramas do processo de implantação”, na Referência de configuração.

Banco de dados de configuração

O banco de dados de configuração é uma extensão lógica das definições de configuração que normalmente existiriam em CustomSettings.ini. Crie e gerencie o banco de dados de configuração por meio do nó Banco de dados na bancada de trabalho de implantação.

O banco de dados de configuração permite armazenar centralmente as definições de configuração em um banco de dados relacional. O banco de dados de configuração é referenciado no arquivo CustomSettings.ini. Os scripts consultam esse banco de dados para recuperar valores para propriedades. O uso do banco de dados é apropriado quando os computadores de destino têm uma conexão persistente de alta velocidade com o servidor que executa o Microsoft SQL Server™ no local em que o banco de dados de configuração está armazenado. Caso contrário, faça todas as definições de configuração em CustomSettings.ini.

Para obter mais informações sobre o banco de dados de configuração, consulte “Configurando as regras no banco de dados de configuração”, mais adiante neste guia.

Variáveis de ambiente

Os scripts recuperam automaticamente as variáveis de ambiente apropriadas. Essas variáveis são referenciadas como propriedades nas regras de processamento de implantação. As variáveis de ambiente podem ser referenciadas como qualquer propriedade nos arquivos de configuração ou no banco de dados de configuração.

Arquivos de log

Como os scripts criam arquivos de log automaticamente, nenhuma definição de configuração é necessária. Cada script cria um arquivo de log que corresponde ao nome do script. Por exemplo, ZTIGather.wsf cria um arquivo de log denominado ZTIGather.log.

Cada script também atualiza um arquivo de log comum (BDD.log) que agrega o conteúdo de todos os logs.

Para obter mais informações sobre cada arquivo de log, consulte “Fluxogramas do processo de implantação”, na Referência de configuração.

Identificando a sintaxe de CustomSettings.ini

A sintaxe do arquivo CustomSettings.ini é muito semelhante a vários arquivos .ini. A Listagem 1 relaciona um arquivo CustomSettings.ini personalizado para uma implantação com base na ZTI. Para obter uma explicação adicional do arquivo CustomSettings.ini na Listagem 1, consulte “Arquivo CustomSettings.ini básico para a ZTI”, no Guia de exemplos de configuração da implantação.

Listagem 1. Arquivo CustomSettings.ini personalizado para a implantação da ZTI

[Settings]
Priority=Default, MACAddress
Properties=CustomProperty
[Default]
OSInstall=Y
ScanStateArgs=/v:5 /o /c
LoadStateArgs=/v:5 /c /lac
UserDataLocation=NONE
CustomProperty=TRUE
OSDINSTALLSILENT=1
[00:0F:20:35:DE:AC]
OSDNEWMACHINENAME=HPD530-1
OSDINSTALLPACKAGE=DAL00342
OSDINSTALLPROGRAM=CustomVista
[00:03:FF:FE:FF:FF]
OSDNEWMACHINENAME=BVMXP
OSDINSTALLPACKAGE=NYC00002
OSDINSTALLPROGRAM=SpecialVista

Um arquivo CustomSettings.ini inclui:

  • Seções

  • Propriedades

  • Configurações

Seções no arquivo CustomSettings.ini

As seções são identificadas por chaves que delimitam o nome da seção (por exemplo [Settings]). Na Listagem 1, as seções incluem [Settings], [Default], [00:0F:20:35:DE:AC] e [00:03:FF:FE:FF:FF].

Seções necessárias

Apenas a seção [Settings] é necessária. Todas as outras seções são opcionais. Os BDD 2007 BDD 2007 exigem a seção [Settings] em CustomSettings.ini para localizar as propriedades reservadas (propriedades Priority e Properties).

Seções opcionais

As seções opcionais no arquivo CustomSettings.ini são usadas para atribuir um grupo de definições de configuração para:

  • Um grupo de computadores. Na Listagem 1, as definições de configuração na seção [Default] são aplicadas a mais de um computador. Para obter mais informações, consulte “Aplicando as propriedades a grupos de computadores”, mais adiante neste guia.

  • Um computador individual. Na Listagem 1, as definições de configuração nas seções [00:0F:20:35:DE:AC] e [00:03:FF:FE:FF:FF] são aplicadas ao computador correspondente (nesse caso, identificado pelo endereço MAC [controle de acesso à mídia] do computador de destino). Para obter mais informações, consulte “Aplicando as propriedades a computadores individuais”, mais adiante neste guia.

Propriedades no arquivo CustomSettings.ini

Propriedades são variáveis que precisam ter valores atribuídos. Propriedades são seguidas por um sinal de igual (“=”). Os scripts examinam o arquivo CustomSettings.ini para localizar as propriedades.

Os tipos de propriedades que podem ser usados na implantação dos computadores de destino incluem estas propriedades:

  • Automaticamente declarada em ZTIGather.wsf. Essas propriedades predefinidas são declaradas no código de ZTIGather.wsf e estão documentadas na Referência de configuração. Além disso, ZTIGather.wsf define automaticamente os valores para essas propriedades. Essas propriedades não são configuradas em CustomSettings.ini e devem ser tratadas como somente leitura.

  • Declarada no arquivo ZTIGather.xml. Essas propriedades predefinidas são listadas no arquivo ZTIGather.wsf e estão documentadas na Referência de configuração. ZTIGather.wsf recupera essas propriedades examinando o arquivo ZTIGather.xml. É possível dividir as propriedades nesse arquivo em propriedades:

    • Para as quais ZTIGather.wsf atribui valores automaticamente. ZTIGather.wsf define os valores automaticamente para essas propriedades, que precisam ser tratadas como somente leitura.

    • Para as quais é necessário atribuir valores em CustomSettings.ini. É necessário garantir que o valor para qualquer uma dessas propriedades que você deseja usar esteja definido em CustomSettings.ini e seja considerado modificável.

  • Declaradas na propriedade Properties. Essas são as propriedades personalizadas que você pode declarar, além das propriedades automaticamente declaradas em ZTIGather.wsf e em ZTIGather.xml.

As propriedades de caminho usadas para ZTI e LTI são idênticas. Entretanto, algumas propriedades são exclusivas para a ZTI ou a LTI.

Como a ZTI usa o Microsoft Systems Management Server (SMS) 2003 e o SMS Operating System Deployment (OSD) Feature Pack para implantar imagens de sistema de operacional de destino, a ZTI tem propriedades que se referem a valores do SMS OSD Feature Pack (como OSDInstallPackage, OSDInstallProgram e OSDNewMachineName).

Como a ZTI, a LTI também tem propriedades exclusivas. A maioria das propriedades específicas da LTI está relacionada ao Windows Deployment Wizard (como SkipAdministratorPassword, SkipCapture ou SkipUserData).

Embora essas propriedades usem a mesma sintaxe que as outras propriedades, as propriedades reservadas realizam funções específicas nas regras de processamento da implantação.

Propriedade reservada Priority

A propriedade reservada Priority determina a seq¨¨uência e a seção de onde localizar valores de configuração. Cada seção é pesquisada na ordem especificada. Quando um valor de propriedade é encontrado, as seções restantes não são usadas para essa propriedade. Na Listagem 1, a seção [Default] é analisada primeiro e, em seguida, a seção que corresponde ao endereço MAC do computador de destino (nesse caso, [00:0F:20:35:DE:AC] ou [00:03:FF:FE:FF:FF]).

A Tabela 3 lista os tipos de valor de propriedade que podem ser atribuídos à propriedade Priority.

Tabela 3. Tipos de valores da propriedade Priority e suas descrições

Valor da propriedade Priority

Descrição

DefaultGateway

Os scripts examinam uma seção que corresponda ao endereço IP do gateway padrão do computador de destino, por exemplo, uma seção denominada [10.1.1.1]. Se a seção for localizada, o script examinará a seção em busca de propriedades. Se a seção não existir, o script continuará a examinar com base nos valores restantes na propriedade Priority.

LocalDataName

Qualquer propriedade conhecida pelos scripts pode ser usada para identificar um nome de seção no arquivo de configuração.

Por exemplo, especificar a propriedade HostName faz com que o script examine uma seção com o nome do host do computador de destino. Outras propriedades, como MACAddress, podem fazer com que vários nomes de seção sejam verificados (porque um computador pode ter vários endereços MAC).

CustomSection

Um ou mais nomes de seção específicos podem ser especificados, em que CustomSection representa o nome da seção desejado. Por exemplo, se MySection fosse incluída na propriedade Priority, a seção [MySection] será pesquisada para verificar a existência de propriedades não encontradas anteriormente.

Propriedade reservada Properties

A propriedade reservada Properties (como mostra a Listagem 1) define quaisquer propriedades definidas pelo usuário que você deseja usar na sua implantação. Essas propriedades definidas pelo usuário estão localizadas no script ZTIGather.wsf no arquivo CustomSettings.ini (ou no banco de dados de configuração). Essas propriedades são adicionais às propriedades predefinidas no BDD 2007.

Na Listagem 1, CustomProperty é uma propriedade definida pelo usuário e ScanStateArgs é uma propriedade predefinida. Para obter uma lista de propriedades predefinidas no BDD 2007, consulte “Referência de propriedades” na Referência de configuração.

Valores no arquivo CustomSettings.ini

Valores são as definições de configuração atribuídas às propriedades. Valores são precedidos por um sinal de igual (“=”). Os scripts examinam o arquivo CustomSettings.ini para localizar os valores. Na Listagem 1, o valor atribuído à propriedade LoadStateArgs é o seguinte:

/v:5 /c /lac

Identificando a sintaxe de BootStrap.ini

Nas implantações de ZTI e LTI, use o arquivo BootStrap.ini para especificar configurações de propriedades antes de acessar o arquivo CustomSettings.ini. Use o arquivo BootStrap.ini para fornecer informações de pontos de distribuição, informações de pacote e informações de programa do SMS OSD Feature Pack, bem como credenciais de logon e configurações de localidade de teclado do Windows PE (Microsoft Windows Preinstallation Environment).

As propriedades configuradas em BootStrap.ini ajudam os scripts do BDD 2007 a localizar os seguintes itens apropriados:

  • Ponto de distribuição do BDD 2007.

  • Pacote e programa do SMS 2003 OSD Feature Pack.

Por exemplo, no cenário Novo computador para a ZTI, especifique as propriedades do SMS 2003 OSD Feature Pack em BootStrap.ini para que os scripts do BDD 2007 saibam qual pacote do SMS 2003 OSD Feature Pack deve ser usado (porque CustomSettings.ini está no pacote).

A sintaxe do arquivo BootStrap.ini é idêntica à do arquivo CustomSettings.ini. O arquivo BootStrap.ini contém um subconjunto das propriedades que são usadas no arquivo CustomSettings.ini. A Tabela 4 lista as propriedades personalizadas que são configuradas em BootStrap.ini

Tabela 4. Propriedades comuns configuradas em BootStrap.ini

Nome da propriedade

LTI

ZTI

DeployRoot

 

circle2.gif

 

SkipBDDWelcome

 

CIRCLE2.GIF

 

UserDomain

 

CIRCLE2.GIF

 

UserID

 

CIRCLE2.GIF

 

UserPassword

 

CIRCLE2.GIF

 

KeyboardLocale

 

CIRCLE2.GIF

 

OSDInstallSilent

 

 

CIRCLE2.GIF

OSDInstallPackage

 

 

CIRCLE2.GIF

OSDInstallProgram

 

 

CIRCLE2.GIF

A bancada de trabalho de implantação cria o arquivo BootStrap.ini quando um ponto de implantação é criado. Após a criação inicial, faça todas as personalizações adicionais manualmente. A Listagem 2 mostra o arquivo BootStrap.ini que a bancada de trabalho de implantação cria automaticamente para tipos de ponto de implantação diferentes do SMS 2003 OSD Feature Pack (OSD), incluindo os tipos de implantação de “Implantação de laboratório ou de servidor único” (LAB), de “Compartilhamento de implantação à parte” (Rede) e de “Mídia removível” (Mídia). O arquivo BootStrap.ini na Listagem 2 talvez precise ser personalizado (por exemplo, para adicionar as propriedades listadas na Tabela 4).

Listagem 2. Arquivo BootStrap.ini criado pela bancada de trabalho de implantação para tipos de pontos de implantação diferentes do OSD

[Settings]
Priority=Default
[Default]
DeployRoot=\\NYC-BDD-01\Distribution$

A Listagem 3 ilustra o arquivo BootStrap.ini que a bancada de trabalho de implantação cria automaticamente para tipos de pontos de implantação do SMS 2003 OSD Feature Pack que foram personalizados para incluir as propriedades OSDInstallSilent, OSDInstallPackage e OSDInstallProgram.

Observação    A propriedade DeployRoot não é automaticamente adicionada a um tipo de implantação do OSD.

Listagem 3. Arquivo BootStrap.ini criado pela bancada de trabalho de implantação para pontos de implantação do tipo OSD para implantações com base na ZTI

[Settings]
Priority=Default
[Default]
OSDINSTALLSILENT=1
OSDINSTALLPACKAGE=XXX00000
OSDINSTALLPROGRAM=Install
Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft