Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Configurar o Scanner de Arquivos do Office Migration Planning Manager para o Office 2010

 

Aplica-se a: Office 2010

Tópico modificado em: 2011-08-29

A configuração do scanner de arquivo OMPM é a primeira etapa na avaliação de documentos para compatibilidade com o Microsoft Office 2010. Faça o download do OMPM a partir da página de download da Atualização 1 do Microsoft Office Migration Planning Manager 2010 (http://go.microsoft.com/fwlink/?linkid=199599&clcid=0x416) e use a orientação neste artigo para implantar e instalar o OMPM e se familiarizar com os componentes do OMPM e os arquivos gerados por um exame do OMPM.

Neste artigo:

O pacote de instalação da Atualização 1 do OMPM 2010 está disponível no Centro de Download da Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?linkid=199599&clcid=0x416). Há diversas correções e aprimoramentos disponíveis para o scanner de arquivo OMPM, para a ferramenta OFC (Office File Converter) e para o VET (Version Extraction Tool).

ImportanteImportant
Se você estiver usando uma versão anterior do OMPM, não será possível usar novamente os resultados de exame do cliente existentes, bancos de dados ou quaisquer dados exportados com a nova versão do OMPM. É preciso criar novos bancos de dados e examinar novamente clientes usando a nova versão.

Para analisar seu ambiente, configure o scanner de arquivo OMPM de três maneiras:

  • Exame executado centralmente   O método de execução centralizada é o usado com mais frequência para distribuição do OMPM. Normalmente é empregado para examinar repositórios de documentos compartilhados. Para executar centralmente o exame de arquivos, coloque todos os arquivos necessários do OMPM File Scanner (que consistem no conteúdo da pasta Scan) em um computador cliente administrativo e execute o OMPM File Scanner desse computador, examinando computadores na rede. Especifique as pastas que você deseja examinar configurando o valor da configuração FoldersToScan no offscan.ini. Distribuindo os arquivos OMPM centralmente, é possível alterar o arquivo de configuração do scanner de arquivo OMPM (offscan.ini) no computador administrativo sem precisar redistribuir a todo computador na rede.

  • Exame distribuído de pasta compartilhada   Para usar o exame distribuído do método de pasta compartilhada, coloque os arquivos necessários do OMPM File Scanner (compostos pelo conteúdo da pasta Scan) em um compartilhamento central. Em seguida, execute o OMPM File Scanner a partir desse compartilhamento nos computadores cliente de destino, examinando os discos rígidos do computador local ou servidores. Esse método também permite que você altere o arquivo de configuração do OMPM File Scanner (offscan.ini) no local central sem precisar redistribuí-lo para todos os computadores na rede. Para esse método, você também tem a opção de copiar um script para todos os computadores que iniciem o OMPM File Scanner de um compartilhamento de arquivos. O scanner é invocado em um computador cliente por um comando parecido com o seguinte:

    Pushd \\<OMPM Admin Server>\<Scan shared folder>

    Em seguida, execute o offscan.exe desse local recém-mapeado. Você precisa iniciar o offscan.exe a partir de um local mapeado para permitir que o scanner reconheça o arquivo de configuração de exame. É possível iniciar o exame manualmente em clientes ou usando um script. O exame pode ser executado de forma silenciosa nos computadores clientes para manter o processo transparente para os usuários.

  • Exame descentralizado   Para usar o método de exame descentralizado, distribua e execute os arquivos do OMPM File Scanner (o conteúdo da pasta Scan) em cada computador cliente e execute o OMPM File Scanner localmente. É possível distribuir os componentes do scanner de arquivos usando a ferramenta de instalação de software selecionada, que inclui scripts de logon, o Microsoft Deployment Kit Lite Touch ou o System Center Configuration Manager. Você pode salvar automaticamente arquivos Cab no servidor de logs central configurando o local do servidor compartilhado do cliente administrativo como o destino de log do exame na configuração DestinationPath do arquivo de configuração offscan.ini. Recomendamos que você use esse método caso planeje examinar muitos arquivos em cada computador cliente.

Quando executado, Offscan.exe se instala silenciosamente no computador cliente que está sendo examinado para garantir que o arquivo executável possa ser rastreado. Ele também se desinstala automaticamente após a conclusão do exame. Se instalações do Offscan.exe permanecerem nos computadores na rede após a conclusão dos exames, elas poderão ser removidas com segurança.

Os arquivos a seguir, contidos na pasta Scan do pacote de download do OMPM, são necessários para a execução do OMPM File Scanner:

  • OFFSCAN.EXE   programa OMPM File Scanner

  • ACCSCAN.DLL   módulos da biblioteca de aplicativos

  • OFFSCAN.INI   Arquivo de configuração

  • MSVBVM50.DLL   Versão em tempo de execução do Visual Basic 5.0

  • SYSTEM.MDW   banco de dados do sistema Access

Quando você executa o offscan.exe, ele lê o arquivo de configuração offscan.ini para obter informações específicas sobre como executar o exame de arquivos. Você deve configurar o offscan.ini antes de distribuir arquivos do OMPM File Scanner ou de executar um exame de arquivos. Para obter informações sobre as configurações que podem ser definidas no arquivo de configuração offscan.ini, consulte Configurações de Offscan.ini do Office Migration Planning Manager para o Office 2010.

O local onde você instala os arquivos do OMPM dependerá do método de implantação selecionado. Para obter mais informações, consulte as descrições sobre os métodos Exame executado centralmente, Exame distribuído de pasta compartilhada e Exame descentralizado.

Para instalar o OMPM
  1. No computador da administração central, em um prompt de comando, digite o comando a seguir e pressione ENTER: MigrationPlanningManager2010Update1.exe

  2. Revise os termos de uso e clique em Aceitar.

  3. Confirme o local dos arquivos extraídos. O local padrão é c:\ompm. Altere o local se quiser e clique em Extrair. A extração é concluída no local especificado.

Os procedimentos a seguir apresentam as etapas de desinstalação do OMPM de um computador de administração e de um computador cliente. Os arquivos do OMPM são instalados no computador de administração ou em computadores clientes, dependendo do método de implantação escolhido. Para obter mais informações, consulte as descrições sobre os métodos Exame executado centralmente, Exame distribuído de pasta compartilhada e Exame descentralizado.

Para desinstalar o OMPM de um computador de administração
  1. Em um prompt de comando, digite: DeleteDB.bat <NomeDoComputador>\<NomeDoSQLServer> <NomeDoBancoDeDados>

  2. Exclua as pastas a seguir (e o conteúdo delas) do local de instalação original (por exemplo, c:\ompm): Catalog, Database, Report, Scan e Tools.

  3. Exclua os arquivos de log do exame do OMPM 2010 do local especificado na configuração DestinationPath no arquivo de configuração offscan.ini.

Para desinstalar o OMPM de um computador cliente
  1. Exclua todos os componentes distribuídos de todos os computadores clientes.

  2. Para rastrear execuções do scanner com segurança, exclua as entradas do Registro criadas pelo scanner.

    • As entradas do Registro do exame do OMPM são armazenadas na chave HKCU\Software\Microsoft\OMPM.

    • Não exclua as entradas RunID, pois você poderia usar a mesma RunID para outro exame e duplicar os resultados do exame.

O OMPM File Scanner coleta informações sobre o computador e examina recursivamente o caminho designado em busca de arquivos do Office. Em seguida, o OMPM File Scanner registra os resultados em um conjunto de arquivos de log XML na pasta definida pela configuração Destination no arquivo de configuração offscn.ini. Opcionalmente, os logs poderão ser compactados em um arquivo .cab após o exame se você definir a configuração CABLogs no arquivo de configuração offscn.ini.

Além disso, o OMPM inclui o mais recente Compatibility Toolkit do Access, que é usado automaticamente quando você examina arquivos do Microsoft Access junto com ele (desde que a configuração AccessScan tenha sido definida como 1 no arquivo Offscan.ini) e mostra os resultados na guia Compatibilidade do Access da ferramenta de relatórios.

Para cada computador examinado, o OMPM File Scanner grava um arquivo de log XML na pasta de destino especificado no arquivo Offscan.ini associado. Esse arquivo de log inicial contém detalhes do exame e do computador. Depois disso, o OMPM File Scanner cria um arquivo de log XML para cada arquivo adicional do Office que examina. O nome de cada arquivo de log tem o formato de um GUID com um prefixo que indica o tipo de arquivo de log.

O OMPM File Scanner cria quatro arquivos de log para registrar propriedades sobre o computador examinado, o arquivo examinado, o resumo do exame e os erros. A tabela a seguir mostra um típico conjunto de arquivos de log.

 

Nome do arquivo Descrição

Scan_{40D1300A-F0BE-4D68-ADBF-36C78EE030A1}.xml

Log do exame (um por exame)

File_{F575D370-1E7A-486E-9FC6-4BB83C7770DD}.xml

Log de propriedades do arquivo (um por arquivo exclusivo examinado)

Sum_{75C5A590-A789-4B16-A2EB-E3934BCB01B1}.xml

Log de resumo

Err_{61CF0E6F-71E1-4878-9E9F-C1D35EBA3506}.xml

Log de erro (um por ocorrência de erro exclusiva)

Os arquivos de log individuais podem ser compactados em arquivos .cab a fim de tornar o transporte para o banco de dados do Microsoft SQL Server mais eficiente. Cada arquivo .cab pode conter até 10.000 arquivos de log. Após a adição dos arquivos de log ao arquivo .cab, os arquivos de log originais são excluídos. Quando um arquivo .cab atinge os 10.000 arquivos de log, o OMPM File Scanner cria um novo arquivo .cab para os próximos 10.000 arquivos. É possível desabilitar a criação do arquivo .cab alterando a configuração CABLogs em Offscan.ini da configuração padrão, 1, para 0 (não recomendável, por questões de desempenho, se forem examinados mais de alguns milhares de arquivos).

Os arquivos .cab usam o nome do arquivo do GUID ScanID e têm um número de índice acrescentado. Três arquivos .cab gerados no mesmo computador podem gerar nomes como estes:

  • Computador1 {2FA87EDF-4393-4BCF-8829-8776F82DEDD5}00001.cab

  • Computador1 {2FA87EDF-4393-4BCF-8829-8776F82DEDD5}00002.cab

  • Computador1 {2FA87EDF-4393-4BCF-8829-8776F82DEDD5}00003.cab

A criação de arquivos .cab pode ser prejudicial ao desempenho se os arquivos de log forem salvos pela rede. Geralmente, os arquivos de log devem ser armazenados em computadores geograficamente próximos aos computadores examinados e na mesma sub-rede. Use a configuração CABlogs=1 no arquivo Offscan.ini para desabilitar a criação de arquivos .cab.

A tabela a seguir mostra os tipos de arquivo examinados pelo OMPM File Scanner, junto com os tipos de arquivo incluídos no exame leve e no exame feito somente em macros.

ObservaçãoNote
O scanner de arquivo OMPM não examina arquivos no formato OpenXML (.xlsx, .pptx, .docx) a menos que você os adicione explicitamente à configuração Ext no Offscan.ini.

 

Programas do Microsoft Office 97 – 2003 Tipos de arquivo de exame leve e detalhado Somente exame leve Somente exame de macro

Access

  • .mdb

  • .mde

  • .mdz

  • .adp

  • .ade

  • .mdt

  • .mda

  • .accda

  • .accdb

  • .accdr

  • .accdu

  • .accde

  • .accdt

  • .accdc

Excel

  • .xls

  • .xlt

  • .xla

  • .xlm

  • .xlw

  • .htm

  • .html

  • .mhtml

  • .mht

  • .xlc

  • .wk1

  • .wk3

  • .wk4

  • .wj1

  • .wj2

  • .wj3

  • .fj3

  • .fmt

  • .fm3

  • .all

  • .wks

  • .wq1

  • .dbf

  • .xlsm

  • .xltm

PowerPoint

  • .ppt

  • .pot

  • .pps

  • .ppa

  • .pptm

  • .ppam

  • .potm

Project

  • .mpp

  • .mpt

Publisher

.pub

Visio

  • .vsd,

  • .vss

  • .vst

  • .vdx

  • .vtx

  • .vsx

Word

  • .doc

  • .dot

  • .wiz

  • .docm

  • .dotm

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft