Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Volume Activation 2.0 Alterações no Windows Server® 2008 e Windows Vista® SP1

Microsoft Corporation

Publicado em: março de 2008

Resumo

Este documento resume as alterações no Volume Activation 2.0 para Windows Server 2008 e Windows Vista SP1, em relação ao Volume Activation 2.0 implementado na versão inicial do Windows Vista.

En esta página

Chaves de Produto do Volume License
Ativação do Serviço de Gerenciamento de Chaves (KMS)
    Alterações no Limite de Ativações do KMS
    Alterações em como o KMS pode ser hospedado
Ativação com Chave de Ativação Múltipla (MAK) e VAMT
Notificações e RFM
Períodos de Cortesia na Ativação e Reativações

Chaves de Produto do Volume License

Embora não haja alteração em como obter as chaves de produto de licença por volume (visite o Centro de Serviço de Licença de Volume), as chaves de produto KMS e MAK se aplicam aos grupos de chaves de produto em vez de apenas a edições individuais do sistema operacional. Há três grupos de chaves de produto para o Windows Server 2008 e um grupo de chaves de produto para o Windows Vista.

As chaves MAK e KMS funcionam com grupos de chaves de produto de maneiras diferentes, conforme ilustrado pela Figura 1 abaixo. Uma chave MAK pode ativar somente as edições do Windows em seu grupo específico de produto (isto é, as MAKs são diretamente associadas aos grupos de chaves de produto). Uma chave KMS pode ativar as edições do Windows em seu grupo de produtos específico, bem como edições em grupos de chaves de produto “inferiores” (isto é, as chaves KMS têm associação hierárquica com os grupos de chaves de produto).  Por exemplo, um host do KMS ativado com uma chave KMS do Grupo de Servidores B pode ativar as edições Windows Server 2008 Standard, Enterprise e Web, e as edições do Windows Vista como clientes do KMS.

Cc308698.Cc308698_VolumeActivation20ChangesforWindowsServer2008andWindowsVistaSP1_image001(pt-br,TechNet.10).jpg

Figura 1 Agrupamentos de chaves de produto

As tabelas abaixo ilustram cada uma das chaves MAK e KMS, os grupos de chaves de produto aos quais estão atribuídos e quais edições do Windows podem ser ativadas com essa chave. 
Observação importante:  A chave KMS é usada para ativar somente o host do KMS. E o host do KMS ativa as edições indicadas do Windows como clientes do KMS.

Grupo de Chaves de Produto

MAK

Edições de produto do Windows ativadas por esse MAK

Vista VL

MAK

  • Windows Vista Business
  • Windows Vista Enterprise

Grupo de Servidores A

MAK_A

  • Windows Web Server 2008

Grupo de Servidores B

MAK_B

  • Windows Server 2008 Standard
  • Windows Server 2008 Standard sem Hyper-V
  • Windows Server 2008 Enterprise
  • Windows Server 2008 Enterprise sem Hyper-V

Grupo de Servidores C

MAK_C

  • Windows Server 2008 Datacenter
  • Windows Server 2008 Datacenter sem Hyper-V
  • Windows Server 2008 para sistemas baseados no Itanium
Tabela 1 Chaves de produto MAK

Grupo de Chaves de Produto

Chave KMS

O KMS pode ser hospedado no (a chave KMS ativa o host do KMS)

Edições de produto do Windows ativadas por esse host do KMS

Vista VL

KMS

  • Windows Vista
  • KMS para Windows Server 2003 v1.0 ou v1.1
  • Windows Vista Business
  • Windows Vista Enterprise

Grupo de Servidores A

KMS_A

  • Windows Web Server 2008
  • KMS para Windows Server 2003 v1.1
  • Windows Web Server 2008
  • Vista VL

Grupo de Servidores B

KMS_B

  • Windows Web Server 2008
  • Windows Server 2008 Standard
  • Windows Server 2008 Standard sem Hyper-V
  • Windows Server 2008 Enterprise
  • Windows Server 2008 Enterprise sem Hyper-V
  • KMS para Windows Server 2003 v1.1
  • Windows Server 2008 Standard
  • Windows Server 2008 Enterprise
  • Grupo de Servidores A
  • Vista VL

Grupo de Servidores C

KMS_C

  • Windows Web Server 2008
  • Windows Server 2008 Standard
  • Windows Server 2008 Enterprise
  • Windows Server 2008 Datacenter
  • Windows Server 2008 Datacenter sem Hyper-V
  • Windows Server 2008 para sistemas baseados no Itanium
  • KMS para Windows Server 2003 v1.1
  • Windows Server 2008 Datacenter
  • Windows Server 2008 para sistemas baseados no Itanium
  • Grupo de Servidores B
  • Grupo de Servidores A
  • Vista VL
Tabela 2 Chaves de produto KMS

Ativação do Serviço de Gerenciamento de Chaves (KMS)

Esta seção aborda as alterações no Serviço de Gerenciamento de Chaves.

Alterações no Limite de Ativações do KMS

O KMS requer um número mínimo de computadores físicos em um ambiente de rede, denominado limite de ativações, para ativar máquinas clientes do KMS. O limite de ativações do Windows Vista é de vinte e cinco (25) computadores físicos. Entretanto o limite de ativações do Windows Server 2008 é de cinco (5) computadores físicos.

Para assegurar que o limite de ativação seja atendido, o host do KMS conta o número de computadores físicos clientes do KMS, solicitando a ativação na rede. Ele responde a cada computador solicitante com a contagem atual. Essa contagem de solicitações de ativação é uma combinação dos computadores com Windows Vista e Windows Server 2008. Os clientes do KMS são ativados somente após o limite de ativações correspondente ser atendido – uma contagem de 5 para o Windows Server 2008 e uma contagem de 25 para o Windows Vista. O KMS pode ativar computadores físicos e virtuais, assim que o limite de computadores físicos seja atendido.

Por exemplo, se os dois primeiros computadores que contatam o host do KMS tiverem o Windows Vista instalado em um computador físico, o primeiro receberá uma contagem de ativação de um e o segundo uma contagem de ativação de dois. Se o computador seguinte for um computador virtual Windows Vista, receberá uma contagem de ativação de dois, uma vez que apenas instalações de computadores físicos aumentam a contagem de ativação. Nenhum desses sistemas é ativado porque os computadores com Windows Vista precisam receber uma contagem de ativação de 25 ou superior para serem ativados.

Se o próximo computador a contatar o host do KMS tiver o Windows Server 2008 instalado em um computador físico, ele receberá uma contagem de ativação de três, uma vez que as contagens de ativação são uma combinação de computadores Windows Server 2008 e Windows Vista. Se um computador Windows Server 2008, físico ou virtual, receber uma contagem de ativação de cinco ou superior, ele será ativado. Se um computador Windows Vista, físico ou virtual, receber uma contagem de ativação que seja de 25 ou superior, ele será ativado.

Alterações em como o KMS pode ser hospedado

O KMS hospedado em uma máquina com Windows Vista pode ativar somente os clientes do KMS do Windows Vista; ele não pode ativar edições do Windows Server 2008 como clientes do KMS. Se você estiver usando o KMS para ativar clientes do Windows Vista em seu ambiente, e também quiser ativar clientes do KMS do Windows Server 2008, terá de instalar o KMS em um novo host. É possível instalar o KMS no Windows Server 2003 usando o KMS para Windows Server 2003 v1.1 (versão de 5 de março de 2008 em inglês; outros idiomas lançados em março/abril de 2008) ou no Windows Server 2008 (versão lançada ou RTM) e depois ativar o novo host do KMS com uma nova chave KMS. Isso reiniciará a contagem de ativação do KMS para zero.  As edições do Windows Server 2008 que podem ser ativadas pelo host do KMS dependem da chave KMS instalada no host do KMS. Será necessário ativar esse host do KMS na Microsoft® para que o host possa começar a aceitar solicitações de ativação dos clientes do KMS.

O KMS para Windows Server 2003 v1.0 ativa somente os clientes do KMS do Windows Vista RTM e do Windows Vista SP1. Se você estiver hospedando o KMS no Windows Server 2003 para ativar clientes do Windows Vista no ambiente, e também quiser ativar os clientes do KMS do Windows Server 2008 usando o mesmo host do KMS, será necessário instalar o KMS para Windows Server 2003 v1.1 nesse host do KMS, instalar uma nova chave KMS e depois ativar o host do KMS na Microsoft.

Como alternativa, é possível atualizar para um host existente do KMS do Windows Server 2003 que execute o KMS no Windows Server 2003 v1.0 para um host do KMS do Windows Server 2008. Será necessário desinstalar o KMS no Windows Server 2003 v1.0 e atualizar o sistema operacional. Depois, instale a nova chave KMS e ative o host na Microsoft. Isso reiniciará a contagem de ativação do KMS para zero.

Também é possível instalar o KMS em uma nova máquina com o Windows Server 2008 RTM, depois instalar a chave KMS e ativar o novo host do KMS na Microsoft. Esse host do KMS ativará os clientes do KMS do Windows Vista RTM/SP1, bem como os clientes do KMS do Windows Server 2008 no ambiente, dependendo da chave KMS instalada no host do KMS.

O KMS pode ser hospedado em uma máquina virtual que execute o Windows Vista RTM, Windows Vista SP1, Windows Server 2008 RTM ou o Windows Server 2003 executando o KMS para Windows Server 2003 v1.1.

Ativação com Chave de Ativação Múltipla (MAK) e VAMT

Se você estiver usando a Ferramenta de gerenciamento de ativação por volume (VAMT) em sistemas com ativação por MAK no ambiente e quiser ativar sistemas Windows Server 2008 por MAK, a VAMT v1.1 será requerida (a VAMT v1.1 será lançada em abril 2008). Será necessário usar novas Chaves de Ativação Múltipla (MAKs) para ativar sistemas Windows Server 2008, se você estiver usando a Ativação MAK Proxy ou a Ativação independente por MAK.

A atualização da VAMT v1.1 permite executar a Ativação MAK Proxy e a Ativação independente por MAK para computadores com Windows Vista e Windows Server 2008. A funcionalidade adicional dessa atualização inclui a possibilidade de obter a contagem de ativações restante para chaves de produto MAK; converter um computador ativado por MAK em um cliente do KMS; reaplicar uma Identificação de Confirmação, permitindo a reativação de computadores com um clique usando dados da VAMT previamente salvos; exibir descrições dos erros nas dicas e aprimoramentos na utilização da ferramenta.

Notificações e RFM

A Microsoft lançou uma nova experiência com base em notificações para o Windows Vista SP1 e Windows Server 2008 para diferenciar uma cópia original e ativada do Windows de uma que não seja, e que faz isso de maneira que mantém a funcionalidade do sistema, como logon, acesso à área de trabalho conhecida, etc. O Modo de Funcionalidade Reduzida (RFM) foi removido do Windows Vista SP1 e Windows Server 2008 e substituído por essa experiência. Se os sistemas Windows Vista SP1 e Windows Server 2008 não estiverem ativados com o período de Cortesia Inicial ou período de Cortesia Fora de Tolerância, notificações persistentes alertarão os usuários sobre a necessidade de ativação.  Durante a condição de notificação, o sistema funciona normalmente, com estas exceções:

  • O plano de fundo da área de trabalho é preto

  • Um host do KMS não pode ativar ou renovar clientes do KMS

  • O Windows® Update instala somente atualizações críticas; os downloads opcionais marcados como Somente Original não estão disponíveis

Períodos de Cortesia na Ativação e Reativações

Todos os períodos de cortesia para todas as edições e canais (Comercial, OEM/Integradores de Sistemas e Licença por Volume) do Windows Vista SP1 e Windows Vista RTM são de 30 dias. Todas as edições do Windows Vista podem ser reativadas até três vezes, com exceção do Windows Vista Enterprise SP1, que pode ser reativado até cinco vezes.

O período de cortesia do Windows Server 2008 RTM é de 60 dias para todas as edições e canais (Comercial, OEM/Integradores de Sistemas e Licença por Volume).  Entretanto, o período de cortesia Fora de Tolerância é de 30 dias. Todas as edições do Windows Server 2008 RTM podem ser reativadas até três vezes.

Baixar Volume Activation 2.0Alterações no Windows Server® 2008 e Windows Vista® SP1

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft