Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Este artigo foi traduzido manualmente. Coloque o ponteiro do mouse sobre as frases do artigo para ver o texto original. Mais informações.
Tradução
Original

Informações do depurador Transact-SQL

Toda vez que o depurador pausa a execução em uma instrução Transact-SQL específica, você pode usar as várias janelas do depurador para exibir o estado de execução atual.

Em modo de depurador, o depurador abre duas janelas na parte inferior da janela principal do SQL Server Management Studio. O depurador exibe toda as suas informações nessas duas janelas. Cada uma das janelas de depurador tem guias que você pode selecionar para controlar o conjunto de informações exibido na janela. A janela de depurador esquerda contém as guias Locais, Inspeção1, Inspeção2, Inspeção3 e Inspeção4. A janela direita do depurador contém as guias Pilha de Chamadas, Threads, Pontos de Interrupção, Janela de Comando e Saída.

Observação Observação

As descrições anteriores aplicam-se aos locais padrões das janelas do depurador. Você pode arrastar uma guia para movê-la de uma janela para outra ou desencaixar uma guia para criar uma nova janela, que você pode colocar onde desejar.

Por padrão, nem todas essas guias ou janelas são ativas. Você pode abrir uma janela específica usando qualquer uma das seguintes maneiras:

  • No menu Depurar, clique em Windows e selecione a janela desejada.

  • Na barra de ferramentas de Depurar, clique em Pontos de Interrupção e selecione a janela desejada.

Expressões são cláusulas Transact-SQL que são avaliadas como um valor escalar simples, como, por exemplo, variáveis ou parâmetros. A janela esquerda do depurador pode exibir os valores dos dados que são atribuídos no momento a expressões em até cinco guias ou janelas: Locais, Inspecionar 1, Inspecionar 2, Inspecionar 3 e Inspecionar 4.

A janela Locais exibe informações sobre os variáveis locais no escopo atual do depurador Transact-SQL. O conjunto de expressões listadas na janela Locais é alterado à medida que o depurador é executado por meio de partes diferentes do código.

As expressões no QuickWatch e nas quatro janelas Inspecionar não se limitam apenas a listar o identificador de uma variável. Você pode especificar uma expressão Transact-SQL que é avaliada para um único valor, como somar um número para uma variável, ou uma instrução SELECT que é avaliada para um único valor. Os exemplos incluem:

  • O nome de uma variável, como @ IntegerCounter.

  • Uma operação aritmética em uma variável, como @ IntegerCounter + 1.

  • Uma operação de cadeia de caracteres em duas variáveis de caractere, como @ FirstName + @ LastName.

  • Uma instrução SELECT que retorna um único valor, como SELECT CharCol FROM MyTable WHERE PrimaryKey = 1.

Você pode usar a janela QuickWatch para exibir o valor de uma expressão Transact-SQL e, depois, salvar essa expressão para uma janela Inspeção. Para selecionar uma expressão em QuickWatch, selecione ou insira o nome da expressão na Expressão.

As quatro janelas Inspecionar exibem informações sobre variáveis e expressões que você selecionou. O conjunto de expressões listadas nas janelas Inspecionar não é alterado até que você adicione ou exclua expressões da lista.

Para adicionar uma expressão a uma janela Inspecionar, você pode selecionar Add Watch, na caixa de diálogo QuickWatch, ou digitar o nome da expressão na coluna Nome de uma linha vazia em uma janela Inspecionar.

Você pode definir valores de dados para variáveis nas janelas Locais, Inspecionar ou QuickWatch, clicando com o botão direito na linha e selecionando Editar Valor. As colunas Valor, na janela Locais, janela Inspecionar e caixa de diálogo QuickWatch oferecem suporte a visualizadores de dados em texto, XML e HTML. Os visualizadores são representados por um dica de dados à direita da coluna Valores. Você pode usar os visualizadores para exibir valores de dados em texto, XML ou HTML em exibições que correspondam aos tipos de dados, por exemplo, exibindo arquivos XML em uma janela do navegador.

Em modo de depuração, quando você move o ponteiro do mouse sobre um identificador, uma mensagem pop-up Informações Rápidas é exibida com o nome da expressão e seu valor atual. Para obter mais informações, consulte Informações rápidas (IntelliSense).

Você pode usar a janela Pontos de Interrupção para exibir e gerenciar os pontos de interrupção definidos no momento. Para obter mais informações, consulte Percorrer código Transact-SQL.

A janela Pilha de Chamadas exibe o local de execução atual e informações sobre como a execução foi transmitida da janela do editor original por meio de qualquer módulo do Transact-SQL (funções, procedimentos armazenados ou gatilhos) para alcançar o local de execução atual. Cada linha na janela Pilha de Chamadas é chamada de quadro de pilhas e representa um destes itens:

  • O local de execução atual.

  • Uma chamada de um módulo para outro.

  • Uma chamada em uma janela do editor para um módulo Transact-SQL.

A ordem da pilha é inversa àquela em que os módulos foram chamados. O local de execução atual é na parte superior da pilha, e a chamada original, na parte inferior. Uma seta amarela na margem esquerda do quadro de pilha identifica o quadro no qual o depurador pausou a execução.

A coluna Nome registra as seguintes informações:

  • O módulo de origem que contém a linha de código que chamou para o próximo nível.

  • A linha de código que chamou o próximo módulo na pilha.

  • Se a chamada veio de um procedimento armazenado ou de uma função que utilizou os parâmetros, os nomes, os tipos de dados e os valores de todos os parâmetros também são listadas.

São expressões nas janelas Locais, Inspecionar e QuickWatch são avaliadas para o quadro de pilhas atual. Por padrão, o quadro de pilhas atual é o quadro superior da pilha, em que o depurador pausou a execução. Quando você especifica outro quadro de pilhas como o quadro atual, as expressão das janelas Locais, Inspecionar e QuickWatch são reavaliadas para o novo quadro de pilhas. Você pode alterar o quadro de pilhas atual clicando duas vezes em um quadro ou clicando em um quadro e selecionando Alternar para Quadro. Nesse ponto, as expressões das janelas Locais, Inspecionar e QuickWatch são reavaliadas para o novo quadro. Sempre que um quadro de pilhas atual não está no quadro superior na pilha, uma seta verde na margem esquerda do quadro de pilhas identifica o quadro de pilhas atual.

Quando você clica com o botão direito do mouse e seleciona Ir para Código de Origem, o código desse quadro é exibido em uma janela do Editor de Consultas. No entanto, esse quadro não se transforma no quadro atual, e o conteúdo das janelas Locais, Inspecionar e QuickWatch não é alterado.

O depurador lista seu status e mensagens de evento na janela Saída. Isso inclui informações, como, por exemplo, quando o depurador é anexado a outros processos ou quando o thread do depurador termina.

Em modo de depuração, as guias Resultados e Mensagens ainda ficam ativas no Editor de Consultas. A guia Resultados continua a exibir os conjuntos de resultados das instruções Transact-SQL que são executados durante uma sessão de depuração. A guia Mensagens continua a exibir mensagens de sistema, como, por exemplo, xx Linhas Afetadas e a saída de instruções PRINT e RAISERROR.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft