Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Monitorando e solucionando problemas da implantação

Monitorando e solucionando problemas da implantação

Publicado em: 30/6/2006

Durante as fases Testar e a fase Implantar do projeto, a equipe de recursos de implantação precisará validar a execução adequada de todas as atividades de implantação. Isso consiste em monitorar e solucionar problemas de implantação e assegurar uma aprovação do controle de qualidade final antes que a implantação passe para a produção.

Nesta página

Monitorando a implantação
Controle de qualidade para implantações bem-sucedidas
Solucionando problemas da implantação

Monitorando a implantação

A implantação deverá ser executada de maneira não assistida, a menos que o técnico seja solicitado a fornecer informações. Blocos de tempo significativos — durante o processamento dos dados da USMT, quando a imagem do sistema está sendo implantada no servidor e quando as imagens estão sendo desativadas — mantêm o técnico ocioso, sem muito trabalho para fazer.

O técnico poderá examinar a tela de implantação e monitorar o andamento dela através dos arquivos de log, mas não deverá interferir no processo, a menos que seja solicitado a fazê-lo pelo processo de implantação. Para obter informações completas sobre a implantação, o script de implantação poderá ser executado através da opção /debug:true, embora essa abordagem não seja recomendada nas implantações da produção.

Por haver pouca interação entre o técnico e o sistema de implantação, o técnico deverá ser capaz de implantar vários sistemas de uma só vez. Tome cuidado para escalonar a hora de início de cada implantação a fim de controlar melhor o uso da largura de banda da rede.

Durante as implantações, o técnico deverá monitorar o espaço em disco. O servidor de dados não deve ficar sem espaço em disco durante a cópia dos arquivos de dados para ele, caso contrário, ocorrerá falha das implantações. Verifique o espaço em disco disponível antes de iniciar qualquer implantação.

Você também pode criar um processo de monitoramento personalizado que supervisione a saída do arquivo de log nos computadores cliente e, em seguida, copie-o para os compartilhamentos designados no servidor.

Observação   Um arquivo de log denominado BDD.log também é criado e pode ser usado para examinar a seqüência cronológica de saída nos scripts do BDD.

Controle de qualidade para implantações bem-sucedidas

Após a conclusão da migração do computador, é necessário que haja uma verificação da estação de trabalho para controle de qualidade a fim de assegurar que tudo esteja em ordem e pronto para o usuário final. Em geral, o técnico fará logon no sistema para assegurar que os aplicativos tenham sido instalados, que os arquivos de dados tenham sido recuperados e que todo o hardware esteja funcionando corretamente.

Como prática recomendada, é importante manter uma equipe de TI experiente circulando nas primeiras horas da manhã após um processo de migração. Dessa forma, eles poderão solucionar rapidamente qualquer dúvida e preocupação do usuário final, sem sobrecarregar o centro de suporte.

Solucionando problemas da implantação

O processo de implantação deve fornecer mensagens de erro claras na tela indicando qualquer problema encontrado durante a implantação. Você também poderá verificar os erros nos arquivos de log criados na pasta C:\MiniNT durante a execução do assistente para implantação.

Se encontrar erros depois que a nova imagem for carregada e a miniinstalação estiver concluída, você poderá consultar a pasta C:\MiniNT. Essa pasta inclui os arquivos de log que mantêm um registro dos scripts chamados no processo posterior à criação de imagens e poderá fornecer uma dica em relação ao último componente executado.

Durante as fases Estabilizar e Implantar do projeto, a equipe de gerenciamento de liberação estará implantando as estações de trabalho. A diferença entre essas duas fases do processo de implantação é que, na fase Estabilizar, as implantações são realizadas como um piloto para um número controlado de usuários em comparação à liberação geral e ao uso das implantações durante a fase Implantar. O objetivo do processo piloto é validar todo o processo de implantação antes de liberar a implantação para ser usada pela população geral. A equipe de gerenciamento de liberação trabalhará junto com as equipes de teste e desenvolvimento para identificar, priorizar e resolver qualquer bug encontrado nas implantações.

A tabela 8 lista um sintoma que pode causar a falha do processo de implantação LTI, os possíveis problemas e alguns métodos sugeridos para resolver o problema.

Tabela 9. Sintoma da implantação , Possíveis problemas , e possíveis soluções

Sintoma

Possível problema

Resolução

Os scripts LTI não são executados corretamente.

As estações de trabalho talvez não atendam aos requisitos de hardware e software.

Examine os requisitos de hardware e software das estações de trabalho em “Verificando as versões corretas do software no computador de destino” e “Verificando os recursos adequados no computador de destino” anteriormente neste guia.

As permissões apropriadas podem não ter sido definidas nos compartilhamentos de MigData, de Logs ou do servidor de implantação.

Faça logon como a conta apropriada e tente acessar arquivos nos compartilhamentos.

 

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft