Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Expandir Minimizar

Referência de comandos do Windows ou Subsistema MS-DOS

Por Pedro Antonio Galvão Junior

Publicado em: 12 de setembro de 2006

O Windows 2000 ou superior mantém e aperfeiçoa quase toda a funcionalidade do MS-DOS. Nas próximas tabelas você encontrará uma pequena explicação dos novos comandos do Windows 2000 ou superior, e também os comandos não encontrados no MS-DOS, alterações dos comandos do MS-DOS e comandos do MS-DOS não disponíveis.

Para todos aqueles que gostam do Prompt de Comando ou arquivos de lote do Windows estes comandos com certeza serão um bom divertimento.

Nesta página

Comandos do Windows:
Alterações dos comandos existentes no MS-DOS:
Comandos do MS-DOS não disponíveis:
Comandos de configuração do MS-DOS:
Conclusão:

Comandos do Windows:

Esta tabela explica os comandos do sistema Windows 2000 ou superior que não existem no MS-DOS, destacando a sua função.

Comando

Função

at

Planeja a execução de comandos e programas em um computador, em uma data e hora especificadas.

cacls

Exibe ou modifica Access Control Lists (ACLs, listas de controle de acesso) de arquivos.

convert

Converte sistemas de arquivos FAT (File Allocation Table, tabela de alocação de arquivos) ou FAT32 (32-bit File Allocation Table, tabela de alocação de arquivos de 32 bits) em NTFS (Windows NT File System, sistema de arquivos do Windows NT).

dosonly

Impede que aplicativos que não sejam baseados em MS-DOS sejam iniciados no prompt do Command.com.

echoconfig

Exibe mensagens durante a leitura do arquivo Config.nt do subsistema MS-DOS.

endlocal

Finaliza a localização de variáveis de ambiente.

findstr

Pesquisa textos em arquivos utilizando expressões regulares.

ntcmdprompt

Executa o interpretador de comandos, Cmd.exe, do Windows 2000 ou superior, em vez do Command.com, depois de executar um TSR (Terminate and Stay Resident, programa residente em memória) ou depois de iniciar o prompt de comando a partir de um aplicativo do MS-DOS.

popd

Muda para a última pasta definida com o comando pushd.

pushd

Salva a pasta atual para ser usada pelo comando popd e, depois, muda para a pasta especificada.

setlocal

Inicia a localização de variáveis de ambiente.

start

Executa um programa ou comando especificado em uma janela secundária e em seu próprio espaço de memória.

Title

Define o título da janela do prompt de comando.

&&

O comando após esse símbolo será executado somente se o comando que o preceder tiver sido executado corretamente.

||

O comando após esse símbolo será executado somente se o comando que o preceder falhar.

&

Separa vários comandos na linha de comandos.

( )

Agrupa comandos.

^

Caractere de escape. Permite a digitação de símbolos de comando como texto.

; ou ,

Separa parâmetros.

Alterações dos comandos existentes no MS-DOS:

Esta tabela apresenta as alterações e aperfeiçoamentos efetuados nos comandos existentes em versões antigos do MS-DOS.

Comando

Recursos alterados

chcp

Altera as páginas de código somente no modo tela inteira.

cmd

Cmd.exe substitui Command.com.

del

Novas opções oferecem muito mais funções.

dir

Novas opções oferecem muito mais funções.

diskcomp

Não há suporte para as opções /1 e /8.

diskcopy

Não há suporte para a opção /1.

doskey

Disponível para todos os programas baseados em caracteres que aceitem entradas de buffer. Doskey foi melhorado por uma série de aprimoramentos.

format

Há suporte para a unidade óptica de 20,8 MB. Não há suporte para as opções /b, /s e /u.

label

Os símbolos ^ e & podem ser utilizados em nomes de volumes.

mode

Grandes alterações.

more

Novas opções oferecem muito mais funções.

path

A variável de ambiente %PATH% acrescenta o caminho atual a uma nova configuração no prompt de comando.

print

Não há suporte para as opções /b, /c, /m, /p, /q, /s, /t e /u.

prompt

Novas combinações de caracteres permitem adicionar "E" comercial ($a), parênteses ($c e $f) e espaços ($s) ao prompt de comando.

recover

Somente recupera arquivos.

rmdir

A nova opção /s exclui pastas que contêm arquivos e subpastas.

sort

Não exige a variável de ambiente TEMP. O tamanho do arquivo é ilimitado.

xcopy

Novas opções oferecem muito mais funções.

Comandos do MS-DOS não disponíveis:

Os seguintes comandos do MS-DOS não estão disponíveis no prompt de comando.

Comando

Novo procedimento, razão para obsolescência ou falta de suporte

assign

Não há suporte no Windows 2000 ou superior.

backup

Não há suporte atualmente.

choice

Não há suporte atualmente.

ctty

Não há suporte atualmente.

dblspace

Não há suporte.

defrag

O Windows 2000 ou superior otimiza a utilização de disco automaticamente. Para otimizar um disco manualmente, clique com o botão direito do mouse em Meu computador, clique em Propriedades e, em seguida, na guia Ferramentas, clique em Desfragmentar agora.

deltree

O comando rmdir /s exclui pastas que contêm arquivos e subpastas.

diskperf

Não há suporte atualmente.

dosshell

Desnecessário com o Windows 2000 ou superior.

drvspace

Não há suporte para o programa Drvspace atualmente.

emm386

Desnecessário com o Windows 2000 ou superior.

fasthelp

Este comando do MS-DOS 6.0 é igual ao comando help do Windows 2000 ou superior. O Windows 2000 ou superior também oferece referência de comandos on-line.

fdisk

O Gerenciamento de disco prepara os discos rígidos para trabalharem com o Windows 2000 ou superior.

include

Não há suporte para as diversas configurações do subsistema MS-DOS.

interlnk

Não há suporte para o programa Interlnk.

intersrv

Não há suporte para o programa Intersrv.

join

O aumento do tamanho da partição e um sistema de arquivos aperfeiçoado eliminam a necessidade de combinar unidades de disco.

memmaker

O Windows 2000 ou superior otimiza automaticamente a utilização de memória do subsistema MS-DOS.

menucolor

Não há suporte para as diversas configurações do subsistema MS-DOS.

menudefault

Não há suporte para as diversas configurações do subsistema MS-DOS.

menuitem

Não há suporte para as diversas configurações do subsistema MS-DOS.

mirror

Não há suporte no Windows 2000 ou superior.

msav

Não há suporte para o programa Msav.

msbackup

O Windows 2000 ou superior oferece o utilitário Backup (no grupo Ferramentas administrativas no Painel de controle), para computadores com unidades de fita, ou o comando xcopy, para computadores que não possuem unidades de fita.

mscdex

É desnecessário configurar o subsistema MS-DOS para utilizar unidades de CD-ROM. O Windows 2000 ou superior fornece o acesso a unidades de CD-ROM para o subsistema MS-DOS.

msd

Use o snap-in de informações do sistema. Para iniciar as informações do sistema, clique em Iniciar, clique em Executar e digite msinfo32.

numlock

Não há suporte atualmente.

power

Não há suporte para o utilitário Power.

restore

Não há suporte atualmente.

scandisk

Não há suporte para o utilitário Scandisk.

smartdrv

O Windows 2000 ou superior fornece cache automaticamente para o subsistema MS-DOS.

submenu

Não há suporte para as diversas configurações do subsistema MS-DOS.

sys

A capacidade de um disquete padrão de 1,2 MB ou 1,44 MB não é suficiente para aceitar o Windows 2000 ou superior.

undelete

Não há suporte no Windows 2000 ou superior.

unformat

Não há suporte no Windows 2000 ou superior.

vsafe

Não há suporte para o programa Vsafe.

Comandos de configuração do MS-DOS:

Comando

Função

Buffers

O Windows 2000 ou superior, e o subsistema MS-DOS não utilizam este comando. Ele é aceito somente por razões de compatibilidade com os arquivos do MS-DOS.

Country

Permite que o subsistema MS-DOS utilize a data, hora, moeda, conversões de letras maiúsculas e minúsculas e separadores decimais internacionais.

   
 

O comando country configura o subsistema MS-DOS para reconhecer o conjunto de caracteres e as convenções de pontuação observadas quando um dos idiomas aceitos é utilizado.

   
 

Use o arquivo %systemroot%\System32\Config.nt ou o arquivo de inicialização equivalente, especificado em um PIF do programa, para carregar a definição País/região.

Device

Carrega na memória o driver de dispositivo especificado.

 

Utilize o arquivo systemroot\System32\Config.nt ou o arquivo de inicialização equivalente, especificado em um PIF do programa, para carregar drivers de dispositivos do subsistema MS-DOS.

Devicehigh

Carrega drivers de dispositivo na área de memória superior. Isso libera mais bytes de memória convencional para outros programas.

   
 

Utilize o arquivo systemroot\System32\Config.nt ou o arquivo de inicialização equivalente, especificado em um PIF do programa, para carregar drivers de dispositivos do subsistema MS-DOS.

Dos

Especifica que o subsistema MS-DOS deve manter um vínculo com a Upper Area Memory (UMA, área de memória superior) ou deve carregar parte dele mesmo na High Memory Area (HMA, área de memória alta).

Dosonly

Impede que aplicativos que não sejam baseados no MS-DOS sejam iniciados no prompt do Command.com.

Driveparm

O Windows 2000 ou superior, e o subsistema MS-DOS não executam qualquer ação para este comando. Ele é aceito somente por razões de compatibilidade com arquivos do MS-DOS.

Echoconfig

Exibe mensagens durante o processamento do Config.nt e do Autoexec.nt do subsistema MS-DOS, quando esse subsistema é chamado. Se este comando não estiver presente, as mensagens não serão exibidas.

   
 

O comando deve estar no arquivo Config.nt do subsistema MS-DOS.

Fcbs

Especifica o número de File Control Blocks (FCBs, blocos de controle de arquivos) que o subsistema MS-DOS pode ter aberto ao mesmo tempo.

   
 

Use o arquivo systemroot\System32\Config.nt ou o arquivo de inicialização equivalente especificado em um PIF do programa, para especificar o número de FCBs.

   
 

Um FBC é uma estrutura de dados que armazena informações sobre um arquivo.

   
 

Especifica o número de FCBs que o subsistema MS-DOS pode ter aberto ao mesmo tempo. Os valores válidos de x estão no intervalo de 1 a 255.

   
 

O valor padrão é 4.

Files

Define o número de arquivos que o subsistema MS-DOS pode acessar ao mesmo tempo.

   
 

Use o arquivo systemroot\System32\Config.nt ou o arquivo de inicialização equivalente especificado em um PIF do programa, para especificar o parâmetro files.

Install

Carrega um programa residente na memória para a memória.

   
 

Use o arquivo \System32\Config.nt da raiz_do_sistema ou o arquivo de inicialização equivalente, especificado em um PIF (Program Information File, arquivo de informações de programa) do programa, para especificar o programa a ser instalado.

Lastdrive

O Windows 2000 ou superior, e o subsistema MS-DOS não executam qualquer ação para este comando. Ele é aceito somente por razões de compatibilidade com o MS-DOS.

   
 

As unidades são sempre definidas no máximo até (Z).

Ntcmdprompt

Executa o interpretador de comandos, Cmd.exe, do Windows 2000, em vez de o Command.com, depois de executar um TSR (Terminate and Stay Resident, programa residente em memória) ou depois de iniciar o prompt de comando a partir de um aplicativo do MS-DOS.

Shell

Especifica o nome e o local de um interpretador de comandos alternativo a ser utilizado pelo Windows 2000 para o subsistema MS-DOS.

Stacks

Aceita a utilização dinâmica de pilhas de dados para manipular interrupções de hardware. Para usar esta variável de ambiente, coloque-a no arquivo Config.nt.

Switches

Força um teclado avançado a comportar-se como um teclado convencional. Você usa este comando no arquivo Config.nt.

Configure o subsistema MS-DOS com comandos de configuração, como device ou lastdrive. Coloque esses comandos no arquivo Config.nt na pasta systemroot\System32 ou no arquivo Config especificado pelo PIF de um aplicativo.

Esses comandos afetam somente o subsistema MS-DOS. Diversos deles, como buffers e break, são ignorados porque o subsistema MS-DOS trabalha sem eles. Eles são aceitos somente pela compatibilidade.

Conclusão:

Conhecemos neste artigo os principais comandos utilizados no sistema operacional Windows, as diferenças entres estes comando em relação ao MS-DOS, bem como, comando somente utilizados no subsitema MS-DOS.

Nos próximos artigos destacaremos outros comandos utilizados, para configuração de arquivos de lote e também do subsistema MS-DOS.

Por enquanto o meu muito obrigado, até a próxima.

Pedro Antonio Galvão Junior: ITPró TechNet Brasil - pgalvaojunior@hotmail.com

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2014 Microsoft