Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Noções Básicas sobre o Processo de Migração para um Cluster executando o Windows Server 2008 R2

Aplica-se a: Windows Server 2008 R2

Você pode usar um assistente para migrar as configurações de vários tipos de recursos para um cluster executando o Windows Server 2008 R2. Na terceira página do assistente de migração, você pode exibir um relatório pré-migração que explica se cada recurso pode ser migrado e descreve etapas adicionais que devem ser realizadas após a execução do assistente. Depois que o assistente termina, ele fornece um relatório que descreve as etapas adicionais que podem ser necessárias para concluir a migração. O assistente suporta a migração de configurações de um cluster executando o Windows Server 2008 R2 a partir de um cluster executando qualquer um dos sistemas operacionais a seguir:

  • Windows Server 2003

  • Windows Server 2008

  • Windows Server 2008 R2

Para obter informações sobre as etapas específicas para executar o Assistente para Migração de Clusters, consulte Migrar Grupos de Recursos para um Cluster de Failover executando o Windows Server 2008 R2.

CautionCuidado
Se um novo armazenamento for utilizado, você precisará manipular as cópias ou movimentações de dados ou pastas dos volumes compartilhados durante uma migração. O assistente para migrar grupos de recursos em cluster não copia dados de um local para outro.

Este tópico contém estas subseções:

Identificando quais serviços ou aplicativos em cluster podem ser migrados para um cluster executando o Windows Server 2008 R2

Esta seção lista os serviços ou aplicativos em cluster (recursos em cluster) que podem ser migrados para um cluster que executa o Windows Server 2008 R2.

ImportantImportante
Não é possível usar o Assistente para Migração de Clusters para migrar configurações de servidores virtualizados, servidores de email, servidores de banco de dados, servidores de impressão ou outros recursos que não estejam listados nas subseções a seguir. Existem outras ferramentas de migração para algumas dessas aplicações. Para obter informações sobre como migrar aplicativos de servidor de email, consulte http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=91732 e http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=91733.

Recursos para os quais o Assistente para Migração de Clusters realiza a maioria ou todas as etapas de migração

Depois de usar o Assistente para Migração de Clusters para migrar as configurações dos recursos a seguir para um cluster de failover que executa o Windows Server 2008 R2, pode ser necessário executar algumas etapas adicionais, ou talvez nenhuma, antes de ser possível colocar os recursos online.

CautionCuidado
Se um novo armazenamento for utilizado, você precisará manipular as cópias ou movimentações de dados ou pastas dos volumes compartilhados durante uma migração. O assistente para migrar as configurações de grupos de recursos em cluster não copia dados de um local para outro.

  • Recursos de Servidor de Arquivos ou Compartilhamento de Arquivos: Você pode migrar as configurações para um servidor de arquivos em cluster (ou de um cluster do Windows Server 2003, um grupo de recursos de compartilhamento de arquivo) e para recursos associados de disco físico, endereço IP e nome da rede.

    Ao migrar de um cluster executando o Windows Server 2003, automaticamente o Assistente para Migração de um Cluster traduz todos os grupos de recursos de compartilhamento de arquivos para um único servidor de arquivos em cluster (com recursos múltiplos de compartilhamento de arquivos dentro dele) no Windows Server 2008 R2. Portanto, alguns recursos podem ter uma aparência diferente após a migração. A tabela a seguir dá mais detalhes:

     

    Recurso como visto no Cluster de Servidores executando o Windows Server 2003Recurso migrado como visto no Cluster de Failover executando o Windows Server 2008 R2

    Um recurso de compartilhamento de arquivos

    Um recurso de servidor de arquivos

    Vários recursos de compartilhamento de arquivos

    Vários recursos de compartilhamento de arquivos em um único servidor de arquivos em cluster (grupo de recursos)

    Recurso de compartilhamento de arquivos com raiz DFS

    Recursos de sistema de arquivos distribuídos e recurso de compartilhamento de arquivos (ambos em um servidor DFS em cluster)

  • Disco físico: Você pode migrar outras configurações de recursos de disco físico além do recurso de quorum.

    Não é preciso migrar o recurso de quorum. Quando você executa o Assistente para Criação de Clusters, o software do cluster escolhe automaticamente a configuração do quorum que fornecerá a maior disponibilidade para o novo cluster de failover. Você pode alterar as configurações do quorum se necessário para o seu ambiente específico. Para obter informações sobre como alterar configurações (incluindo as configurações de quorum) de um cluster de failover, consulte Modificando as configurações de um cluster de failover.

  • Endereço IP: Você pode migrar outras configurações de endereço IP além do endereço IP do cluster. Os endereços IP só podem ser migrados dentro da mesma sub-rede.

  • Nome da rede: Você pode migrar outras configurações de nome da rede além do nome do cluster. Se a autenticação Kerberos estiver habilitada para o recurso de nome da rede, o assistente solicitará a senha da conta do serviço do cluster usada pelo cluster antigo.

Recursos para os quais o Assistente para Migração de Clusters pode não realizar todas as etapas de migração

Depois de usar o Assistente para Migração de Clusters para migrar as configurações dos grupos de recursos a seguir para um cluster de failover executando o Windows Server 2008 R2, pode ser necessário executar algumas etapas adicionais antes de ser possível colocar os recursos online, dependendo da configuração original: O relatório de migração indica quais etapas, se houver, são necessárias para esses grupos de recursos:

  • Serviço DHCP

  • DFS-N (Namespace do Sistema de Arquivos Distribuídos)

  • DTC (Coordenador de Transações Distribuídas):

  • iSNS (Internet Storage Name Service)

  • Enfileiramento de Mensagens

  • Serviço de NFS

  • Serviço WINS

  • Aplicativo genérico

  • Script genérico

  • Serviço genérico

O assistente fornece um relatório que descreve as etapas adicionais necessárias. Em geral, as etapas que você deve realizar incluem:

  • Instalação de recursos ou funções de serviço necessários no novo cluster (todos os nós).

  • Cópia ou instalação de aplicativos, serviços ou scripts associados no novo cluster (todos os nós).

  • Verificação de que todos os dados foram copiados.

  • Fornecimento de endereços IP estáticos, se o novo cluster estiver em uma sub-rede diferente.

  • Atualização dos locais de caminhos de unidades para aplicativos, se o novo cluster usar uma letra de volume diferente.

As configurações de recursos são migradas, como o são as configurações dos recursos de endereço IP e nome da rede que estão no grupo de recursos. Se houver um recurso de disco físico no grupo de recursos, as configurações do recurso de disco físico também serão migradas.

Cenário de migração A: Migrando de um cluster com vários nós para um cluster com novo hardware

Este cenário de migração tem três fases:

  1. Instalar dois ou mais servidores novos, executar a validação e criar um novo cluster. Nesta fase, enquanto o cluster antigo continua em execução, instale o Windows Server 2008 R2 e o Cluster de Failover em pelo menos dois servidores. Crie as redes que os servidores usarão e conecte o armazenamento. Em seguida, execute o conjunto completo de testes de validação do cluster para confirmar se o hardware e as configurações do hardware podem oferecer suporte a um cluster de failover. Por último, crie o novo cluster. Nesse ponto, você tem dois clusters.

    Informações adicionais sobre como conectar o armazenamento: Se o novo cluster estiver conectado ao armazenamento antigo, torne pelo menos dois números de unidades lógicas (LUNs) ou discos acessíveis aos servidores, e não permita que esses LUNs ou discos possam ser acessados por outros servidores. (Esses LUNs ou discos são necessários para validação e para o disco testemunha, que é semelhante, mas não idêntica, ao recurso de quorum no Windows Server 2003.) Se o novo cluster estiver conectado ao novo armazenamento, torne o máximo de discos ou LUNs acessíveis a ele quantos julgar necessário.

    As etapas para criar um cluster são listadas em Lista de verificação: Criar um cluster de failover.

  2. Migre as configurações para o novo cluster e determine como tornará todos os dados existentes disponíveis para o novo cluster. Quando o Assistente para Migração de Clusters for concluído, todos os recursos migrados estarão offline. Deixe-os offline nesse momento. O novo cluster permanecerá online e continuará a atender aos clientes. Se o novo cluster reutilizar o armazenamento antigo, planeje como você disponibilizará o armazenamento para ele, mas deixe o cluster antigo conectado ao armazenamento até estar pronto para fazer a transição. Se o novo cluster usar novo armazenamento, copie as pastas e os dados apropriados para o armazenamento.

  3. Faça a transição do cluster antigo para o novo. A primeira etapa da transição é colocar os serviços e aplicativos em cluster offline no cluster antigo. Se o novo cluster usar o armazenamento antigo, siga o plano para tornar os LUNs ou discos inacessíveis ao cluster antigo e acessíveis para o novo. Em seguida, independentemente do armazenamento que o novo cluster usar, coloque os serviços e aplicativos em cluster online já no novo cluster.

Cenário de migração B: Migrando de um cluster com dois nós para um cluster com o mesmo hardware

Este cenário de migração tem quatro fases:

  1. Instale um novo servidor e execute testes de validação selecionados. Nesta fase, permita que um servidor existente continue executando o Windows Server 2003, o Windows Server 2008 ou o Windows Server 2008 R2 e o serviço de cluster enquanto você inicia o processo de migração. Remova o outro servidor do cluster antigo e depois instale o Windows Server 2008 R2 e o recurso Cluster de Failover. Nesse servidor, execute todos os testes do Assistente para Validar Configurações. O assistente reconhecerá que esse é um nó único sem armazenamento e limitará os testes executados. Os testes que exigem dois nós (por exemplo, testes que comparam os nós ou que simulam o failover) não serão executados.

    Observe que os testes que você executa nesse estágio não informam se o armazenamento funcionará em um cluster que executa o Windows Server 2008 R2. Como descrito posteriormente nesta seção, você executará o Assistente para Validar Configuração depois com todos os testes incluídos.

  2. Transforme o novo servidor em um cluster de um único nó e migre as configurações para ele. Crie um novo cluster de um único nó e use o Assistente de Migração para migrar as configurações para ele, mas mantenha os recursos em cluster offline no novo cluster.

  3. Coloque o novo cluster online e disponibilize os dados existentes para ele. Coloque os serviços e aplicativos do cluster antigo offline. Se o novo cluster for usar o armazenamento antigo, deixe os dados no armazenamento antigo e disponibilize os discos ou LUNs para o novo cluster. Se o novo cluster usar novo armazenamento, copie as pastas e os dados para os LUNs ou discos apropriados no novo armazenamento e verifique se esses LUNs ou discos estão visíveis para o novo cluster (e invisíveis para outros servidores). Confirme se as configurações dos serviços e aplicativos migrados estão corretas. Coloque os serviços e aplicativos do novo cluster online e certifique-se de que os recursos estejam funcionando e possam acessar o armazenamento.

  4. Coloque o segundo nó no novo cluster. Destrua o cluster antigo naquele servidor, instale o Windows Server 2008 R2 e o recurso Cluster de Failover. Conecte aquele servidor as redes e ao armazenamento que o novo cluster usará. Disponibilize os discos e LUNs apropriados, se não estiverem acessíveis para os dois servidores. Execute o Assistente para Validar Configuração, especificando os dois servidores, e confirme que passaram em todos os testes. Por fim, adicione o segundo servidor ao novo cluster.

Referências adicionais

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft