Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Arp
At
Cd
Cls
Cmd
Del
Dir
Fc
For
Ftp
If
Ldp
Lpq
Lpr
Md
Mmc
Msg
Nlb
Rcp
Rd
Reg
Rem
Ren
Rsh
Rsm
Rss
Sc
Set
Sfc
Ver
Vol
Expandir Minimizar
Este artigo foi traduzido por máquina. Coloque o ponteiro do mouse sobre as frases do artigo para ver o texto original. Mais informações.
Tradução
Original

Cluster

Cria um novo cluster ou configura um cluster existente.

Para obter exemplos de como usar esse comando, consulte exemplos.

Sintaxe



cluster [[/cluster:] <ClusterName>] / <option>

Parâmetros

Parâmetro Descrição

<ClusterName>/Create /ipaddr [ess]: <Static_IP_Address> [, <SubnetMask>, <NetworkConnectionName>] /PASS [word]: <Password>/User: {<Domain> \ <UserName>| <UserName> @ <Domain>} [/ nó: <NodeName>] [/ verbo [ose]] [/unattend [ed]] [/ min [imum]]

Cria um cluster. Descrições dos parâmetros opcionais são fornecidas na tabela abaixo.

<ClusterName>Add [nós] [: <NodeName1> [, <NodeName2>,...]] [/PASS [word]: <Password>] [/ verbo [ose]] [/unattend [ed]] [/ min [imum]]

Adiciona um ou mais nós a um cluster existente.

/REN [ame]: <ClusterName>

Renomeia um cluster.

/cluster: <ClusterName1> [, <ClusterName2>,...] /changepass [word] [: <NewPassword> [, <OldPassword>]] [/skipdc] [/force] [/test] [/quiet] [/ verbo [ose]] [/unattend [ed]] [/ Ajuda]

Para um ou mais clusters, altera a senha de conta de serviço de Cluster no controlador de domínio e todos os nós de cluster de senhaantiga para NewPassword. Se não for fornecido como parte do comando, você será solicitado a fornecer NewPassword ou OldPassword. Você pode especificar uma senha em branco fornecendo duas aspas duplas (""). Se vários clusters forem especificados em uma operação, eles devem todos usam a mesma conta de serviço de Cluster. Descrições dos parâmetros opcionais são fornecidas na tabela abaixo.

/ver [sion]

Exibe o número de versão do serviço de Cluster.

/listnetpri [ority]

Lista a prioridade de todas as redes internas de (particulares e mistas).

/setnetpri [ority]: <NetworkName1> [, <NetworkName2>,...]

Define a ordem de prioridade para todas as redes internas. Se você usar essa opção, você deve fornecer todas as redes internas do cluster.

/quorum [resource] [: <ResourceName>]

[/ caminho: <Drive>: \ <Path> \]

[/ maxlogsize: <MaximumSize_in_Kilobytes>]

Altera o nome ou local do recurso de quorum ou o tamanho do log de quorum. Se você alterar o local do recurso de quorum, não omita a letra da unidade, dois-pontos ou quaisquer barras invertidas. Por exemplo, para um recurso de quorum na unidade f: em uma pasta chamada Quorumfolder, você deve especificar o local com /path:f:\Quorumfolder\/path:f:Quorumfolder /path:f:Quorumfolder .

Se não há opções forem fornecidas, este comando exibirá o nome do recurso de quorum, o caminho e o tamanho máximo do log.

/reg [admin] ext: <AdminExtension_DLL>

[, <AdminExtension_DLL>...]

Registra uma DLL de extensão de administrador de Cluster com o cluster.

/unreg [admin] ext: <AdminExtension_DLL>

[, <AdminExtension_DLL>...]

Cancela o registro de uma DLL de extensão de administrador de Cluster do cluster.

/List: [<DomainName>]

Exibe uma lista de clusters no domínio do computador ou domínio especificado. Não use o nome do cluster com esta opção de linha de comando.

/PROP [erties] [<PropertyList>]

Exibe ou define as propriedades comuns de cluster.

/PRIV [properties] [<PropertyList>]

Exibe ou define propriedades particulares do cluster.

/registerdns

Registros existentes de recursos de nome de rede com um servidor DNS de forma que não interrompem a disponibilidade do cluster.

/wiz [ard]

Inicia o Assistente de configuração de Cluster. Este comando deve ser usado com o /Createou/Add[nós] comandos. [nós]

Cc732694.Important(pt-br,WS.10).gif Importante
Você não pode fornecer o nome de conexão de rede ou máscara de sub-rede quando você usar o comando /wiz[ard] [ard] para criar um cluster. O programa usará as informações da conexão de rede com a mesma máscara de sub-rede como o cluster a fornecer a máscara de sub-rede e o nome da conexão de rede.

[urereactions] /setfail [: <NodeName> [, <NodeName>...]]

Redefine as configurações de ações de reiniciar o snap-in Services Microsoft Management Console usa para o serviço de Cluster para os valores originais usados na instalação.

/?

Exibe a Ajuda no prompt de comando.

Comentários

  • Usando o comando cluster

    O nome do cluster é opcional, exceto ao usar o comando /changepass[word] [word] . Se você não especificar um cluster, cluster. exe tenta se conectar ao cluster em execução no nó que está executando o cluster. exe.

    Se o nome do cluster for também um comando de cluster ou abreviatura, como "cluster" ou "c", use /cluster: para especificar explicitamente o nome do cluster. Para obter uma lista de todos os comandos de cluster, consulte Tópicos relacionados.

  • Usando opções de linha de comando com cluster /Create

    A menos que você está invocando o Assistente de configuração de Cluster (usando a opção /wiz[ard] [ard] ), você deve fornecer um nome e endereço IP estático para o cluster e o nome do usuário para a conta de serviço de Cluster. Se você não usar a opção//Unattend[ed] [ed] , você também deve fornecer a senha da conta de usuário usada para executar o serviço de Cluster no primeiro nó. Se possível, o programa usará as informações da conexão de rede com a mesma máscara de sub-rede como o nó para fornecer a máscara de sub-rede e o nome da conexão de rede. O cluster será criado no mesmo domínio ao qual pertence o primeiro servidor. Consulte a tabela abaixo para obter detalhes sobre os parâmetros opcionais.

  • Usando o comando cluster para instalação autônoma.

    Você pode criar e configurar um cluster durante uma instalação automática incluindo o comando cluster. exe no seu processo de instalação autônoma.

  • Usando a opção de linha de comando /prop [erties] [<PropertyList>]

    Consulte Listas de propriedades Para obter mais informações.

  • Usando a opção de linha de comando /priv [properties] [<PropertyList>]

    Consulte Listas de propriedades Para obter mais informações.

  • Usando o /setfail [urereactions] [: <NodeName> [, <NodeName>...]] opção de linha de comando

    Esta opção redefine as configurações de reinicialização do serviço de Cluster para um ou mais nós com os seguintes valores:

    Opção de reinicialização de serviço Configuração

    Primeira falha

    Reinicie o serviço

    Segunda falha

    Reinicie o serviço

    Falhas subseqüentes

    Reinicie o serviço

    Redefinir contagem de falhas após n dias

    0 dias

    Reiniciar serviço após n minutos

    1 minuto

  • Opções de comando para criar um cluster

    Opção Descrição

    [/ nó: <NodeName>]

    O nome do servidor a ser configurado como o primeiro nó de cluster. Se você não fornecer um nome de nó, o comando usará o nome do computador atual.

    [/ min [imum]]

    Esta opção cria um cluster usando a opção de configuração avançada (mínima). Use esta opção quando a criação de clusters com configurações de armazenamento complexas. Para obter mais informações, consulte Opções de configuração de armazenamento .

    [/ verbo [ose]]

    Esta opção grava todas as mensagens de evento no log de cluster. Use esta opção para solucionar problemas de configuração do cluster.

    /unattend [ed]

    Se você usar essa opção, não será solicitado para senhas não fornecidas no prompt de comando.

  • Opções de comando para alterar a senha de conta de serviço de Cluster

    OPTION Descrição

    [/skipdc]

    Esta opção irá alterar a senha de conta de serviço de Cluster apenas em nós do cluster. Ele não irá alterar a senha no controlador de domínio. Use esta opção para concluir uma atualização de senha anterior concluída apenas parcialmente. Por exemplo, use esta opção se tiver emitido um comando cluster /changepass para vários clusters e a senha de conta de serviço de Cluster não foi atualizada em todos os clusters, por qualquer motivo.

    Observe que se você usar esta opção, você não terá que fornecer senhaantiga.

    [/force]

    Esta opção forçará a execução do comando de alteração de senha em nós disponíveis em um cluster mesmo se alguns de nós de cluster não estiver disponíveis (isto é, alguns nós são down, afirma ingressando ou desconhecido).

    [/test]

    Esta opção abrir uma conexão com clusters especificados, verifique se um controlador de domínio apropriado está disponível, verifique a versão do sistema operacional instalado em cada nó e verifique se todos os nós de cluster estão online e usam a mesma conta de serviço de Cluster.

    [/quiet]

    Esta opção resultará em nenhuma saída, a menos que ocorra um erro.

    [/ verbo [ose]]

    Esta opção apresenta informações detalhadas sobre os nós de cluster (por exemplo, nomes de nós e nomes de conta de serviço de Cluster) na tela. Use esta opção para solucionar problemas de alteração de senha.

    /unattend [ed]

    Se você usar essa opção, não será solicitado para senhas não fornecidas no prompt de comando.

    [/help]

    Essa opção exibe ajuda para o comando cluster /changepass somente.

  • Nomes de propriedades comuns de cluster

    A tabela a seguir descreve os nomes de propriedade comuns do cluster , utilizações e configurações válidas:

    Nomes de propriedades comuns Uso

    AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensão de administrador de Cluster para o objeto de cluster.

    DefaultNetworkRole

    Especifica a função padrão para atribuir a redes.

    Descrição

    Especifica a descrição administrativa do cluster.

    Segurança

    Descreve o descritor de segurança compatível com o Windows Server 2003.

    Descritor de segurança

    Descreve o Windows NT-SP4 e o descritor de segurança compatível com a família Windows Server 2003.

    Groups\AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensões do administrador de Cluster para os grupos.

    NetworkInterfaces\AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensões do administrador de Cluster para as interfaces de rede.

    Networks\AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensões do administrador de Cluster para as redes.

    Nodes\AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensões do administrador de Cluster para os nós.

    Resources\AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensões do administrador de Cluster para os recursos.

    ResourceTypes\AdminExtensions

    Descreve um ou mais identificadores de classe (CLSIDs) de extensões do administrador de Cluster para os tipos de recursos.

    EnableEventLogReplication

    Especifica se a replicação do Log de eventos está ativada ou desativada. (True (1) significa habilitada;False (0) significa desativada).

    QuorumArbitrationTimeMin QuorumArbitrationTimeMax

    Determina o tempo mínimo e máximo, em segundos, um nó pode julgar o recurso de quorum antes de desistir. O intervalo de valores permitido é de 0 a 3600 segundos para QuorumArbitrationTimeMin e 1 a 3600 segundos para QuorumArbitrationTimeMax.

    Para um cluster de servidor de dispositivo de quorum único, os valores padrão são 7 segundos para QuorumArbitrationTimeMin e 60 segundos para QuorumArbitrationTimeMax.

    Para um cluster de servidor de conjunto de nós principais, os valores padrão são 7 segundos para QuorumArbitrationTimeMin e 180 segundos para QuorumArbitrationTimeMax.

    DisableGroupPreferredOwnerRandomization

    Se você não especificar uma lista de proprietários preferenciais para grupos de recursos, o serviço de Cluster aleatoriamente da lista usa internamente para decidir qual nó de failover para grupos. Isto é, por padrão, essa propriedade é definida como FALSE (0). Se você quiser desativar esse randomização e seguir a lista de nós para failover ordenada, defina a propriedade DisableGroupPreferredOwnerRandomization para TRUE (ou 1).

    EnableEventDeltaGeneration

    Quando um conjunto de eventos no evento de Log é replicada entre nós de cluster, essa propriedade gera um evento delta no Log de eventos para indicar a diferença de tempo entre nós. VERDADEIRO (1), o padrão, significa habilitada;False (0) significa desativada.

    ClusSvcHeartbeatTimeout

    Usado pelo driver de rede de Cluster, ClusNet. sys, para monitorar a integridade do serviço de Cluster.

    HangRecoveryAction

    Descreve a ação de recuperação realizada se ClusNet. sys detectar uma falha no serviço de Cluster.

    EnableResourceDllDeadlockDetectionResourceDllDeadlockTimeoutResourceDllDeadlockThresholdResourceDllDeadlockPeriod

    Usado pelo serviço de Cluster para monitorar se os pontos de entrada para as DLLs de recurso estão bloqueados (uma condição que ocorre quando dois processos estão esperando para concluir antes de prosseguir).

  • Usando nomes de propriedades particulares do cluster

    Para exibir as propriedades particulares de um cluster, use o parâmetro /priv [properties sem opções. Por exemplo, para ver as propriedades particulares de cluster OpsClust, digite o seguinte no prompt de comando:

    
    
    cluster opsclust /priv
    
    
    A tabela a seguir descreve uma propriedade privada de cluster para pontos de verificação criptográficas. Esta propriedade privada é útil em dois cenários:

    Você pode usar esta propriedade privada para alterar os níveis de criptografia para qualquer um dos provedores criptográficos (fornecidos por desenvolvedores de terceiros ou pela Microsoft) que são usados pelo serviço de Cluster.

    Nomes de propriedade particular Uso

    "<CSP>"

    Define os níveis de criptografia (comprimentos de chave) para uma chave criptográfica é usada para exportar (criptografar) e importar (descriptografar) dados de recursos (cluster e pontos de verificação criptográfica de aplicativos de cluster). Os dados de recursos importados e exportados são salvos no quorum. A chave criptográfica é gerada por um provedor criptográfico que utiliza o método de criptografia Bloco RC2.

    Uso:

    
    
    "<CSP>" = <key_length>, <effective_key_length>: MULTISTR
    
    

    "<CSP>" é o nome do provedor criptográfico. Por exemplo, um dos provedores criptográficos padrão fornecidos com a família Windows Server 2003 é "Microsoft Enhanced Cryptographic Provider v 1.0." Para obter mais informações, consulte CLUSCTL_RESOURCE_ADD_CRYPTO_CHECKPOINT no Microsoft Platform Software Development Kit (SDK).

    <key_length>é o comprimento da chave RC2, em bits.

    <effective_key_length>é o efetivo comprimento de chave RC2, em bits

    Por exemplo, para alterar o comprimento da chave RC2 para um provedor criptográfico de terceiros denominado "Database CSP v 2.0" no cluster opsclust para 128 bits, digite:

    
    
    cluster opsclust /priv "Database CSP v 2.0" = 128, 40:MULTISTR
    
    
    Cc732694.note(pt-br,WS.10).gif Observação
    Essa propriedade tenha efeito, a DLL de recurso deve adicionar o ponto de verificação criptográfico para a propriedade. Isso ocorre porque a chave criptográfica é exportada e salva no quorum quando o ponto de verificação é adicionado pela primeira vez;antes para o colocação do recurso online, a chave é importada do arquivo salvo no quorum. Revise a documentação do provedor criptográfico obter o procedimento correto para Adicionar ponto de verificação criptográfico.

    Revise a documentação do provedor criptográfico obter valores válidos para criptografia RC2 seguinte parâmetros de algoritmo: <key_length> e <effective_key_length> .

Exemplos

Para renomear um cluster chamado OpsClust para OpsClust1, digite:



cluster opsclust /rename:opsclust1

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft