Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Comandos netsh para acesso remoto (ras)

Comandos netsh para acesso remoto (ras)

É possível administrar servidores de acesso remoto digitando comandos no prompt de comando do contexto Netsh ras. Usando o prompt de comando Netsh ras, você pode administrar servidores rapidamente através de conexões de rede lentas e pode criar scripts que automatizam a administração de vários servidores.

Para obter mais informações sobre o Netsh, consulte Visão geral sobre o netsh e Inserir um contexto netsh.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

ajuda

Exibe ajuda na linha de comando para os comandos que podem ser usados no contexto Netsh ras.

Sintaxe

ajuda

Parâmetros

nenhum

Comentários

  • Também é possível exibir ajuda na linha de comando digitando o seguinte no prompt de comando para o contexto Netsh ras: ?, /? ou -?

show_activeservers

Exibe uma lista de anúncios de servidores de acesso remoto.

Sintaxe

show activeservers

Parâmetros

nenhum

show_client

Lista os clientes de acesso remoto conectados a este servidor.

Sintaxe

show client

Parâmetros

nenhum

dump

Exibe a configuração do servidor de acesso remoto na forma de script.

Sintaxe

dump

Parâmetros

nenhum

show_tracing

Mostra se há rastreamento ativado para o componente especificado. Quando usado sem parâmetros, show tracing lista todos os componentes instalados e se há rastreamento ativado para cada um deles.

Sintaxe

show tracing [componente]

Parâmetros

Componente
Especifica o componente cujas informações devem ser exibidas.

set_tracing

Ativa/desativa o rastreamento para o componente especificado.

Sintaxe

set tracing componente {enabled | disabled}

Parâmetros

Componente
Obrigatório. Especifica o componente para o qual você deseja ativar ou desativar o rastreamento. Use * para especificar todos os componentes.
{ enabled| disabled}
Obrigatório. Especifica a ativação ou desativação do rastreamento para o componente especificado.

Comentários

  • Para exibir uma lista de todos os componentes instalados, use o comando show tracing sem parâmetros.

Exemplos

Para definir o rastreamento do componente PPP, digite:

set tracing ppp enabled

show_authmode

Mostra se clientes dial-up usando certos tipos de dispositivos devem ser autenticados.

Sintaxe

show authmode

Parâmetros

nenhum

set_authmode

Especifica se clientes dial-up usando certos tipos de dispositivos devem ser autenticados.

Sintaxe

set authmode {standard | nodcc | bypass}

Parâmetros

{ standard| nodcc| bypass}
Obrigatório. Especifica se clientes dial-up usando certos tipos de dispositivos devem ser autenticados. O parâmetro standard especifica que clientes usando qualquer tipo de dispositivo devem ser autenticados. O parâmetro nodcc especifica que clientes usando qualquer tipo de dispositivo que não seja de conexão direta devem ser autenticados. O parâmetro bypass especifica que nenhum cliente deve ser autenticado.

add_authtype

Adiciona um tipo de autenticação à lista de tipos com os quais o servidor de acesso remoto deve tentar negociar a autenticação.

Sintaxe

add authtype {pap | spap | md5chap | mschap | mschapv2 | eap}

Parâmetros

{ pap| spap| md5chap| mschap| mschapv2| eap}
Obrigatório. Especifica o tipo de autenticação a ser adicionado à lista de tipos com os quais o servidor de acesso remoto deve tentar negociar a autenticação. O parâmetro pap especifica que o servidor de acesso remoto deve usar o protocolo de autenticação de senha, PAP, (texto sem formatação). O parâmetro spap especifica que o servidor de acesso remoto deve usar o Protocolo SPAP (Shiva Password Authentication Protocol). O parâmetro md5chap especifica que o servidor de acesso remoto deve usar o Protocolo CHAP (Challenge Handshake Authentication Protocol), usando o esquema hash Síntese da mensagem 5 (MD5) para criptografar a resposta. O parâmetro mschap especifica que o servidor de acesso remoto deve usar o protocolo MSCHAP (Microsoft Challenge-Handshake Authentication Protocol). O parâmetro mschapv2 especifica que o servidor de acesso remoto deve usar a versão 2 do MSCHAP. O parâmetro eap especifica que o servidor de acesso remoto deve usar o protocolo EAP (Extensible Authentication Protocol).

Comentários

  • O servidor de acesso remoto tentará negociar a autenticação usando os protocolos na ordem do mais seguro para o menos seguro. Quando o cliente e o servidor tiverem acordado um tipo de autenticação, a negociação PPP continuará de acordo com as RFCs adequadas.

delete_authtype

Exclui um tipo de autenticação da lista de tipos com os quais o servidor de acesso remoto deve tentar negociar a autenticação.

Sintaxe

delete authtype{pap | spap | md5chap | mschap | mschapv2 | eap}

Parâmetros

{ pap| spap| md5chap| mschap| mschapv2| eap}
Obrigatório. Especifica o tipo de autenticação a ser excluído da lista de tipos com os quais o servidor de acesso remoto deve tentar negociar a autenticação. O parâmetro pap especifica que o servidor de acesso remoto não deve usar o protocolo PAP (Password Authentication Protocol) (texto sem formatação). O parâmetro spap especifica que o servidor de acesso remoto não deve usar o protocolo SPAP (Shiva Password Authentication Protocol). O parâmetro md5chap especifica que o servidor de acesso remoto não deve usar o protocolo CHAP (Challenge Handshake Authentication Protocol), usando o esquema hash Síntese da mensagem 5 (MD5) para criptografar a resposta. O parâmetro mschap especifica que o servidor de acesso remoto não deve usar o protocolo MSCHAP (Microsoft Challenge-Handshake Authentication Protocol). O parâmetro mschapv2 especifica que o servidor de acesso remoto não deve usar a versão 2 do MSCHAP. O parâmetro eap especifica que o servidor de acesso remoto não deve usar o protocolo EAP (Extensible Authentication Protocol).

show_authtype

Lista os tipos de autenticação usados pelo servidor de acesso remoto para negociar a autenticação.

Sintaxe

show authtype

Parâmetros

nenhum

add_link

Adiciona uma propriedade de vínculo à lista de propriedades de vínculos que o PPP deve negociar.

Sintaxe

add link {swc | lcp}

Parâmetros

{ swc | lcp}
Obrigatório. Especifica a propriedade de vínculo a ser adicionada à lista de propriedades de vínculos que o PPP deve negociar. O parâmetro swc especifica que a compactação de software (MPPC) deve ser adicionada. O parâmetro lcp especifica que as Extensões LCP (Link Control Protocol) do conjunto de protocolos PPP devem ser adicionadas.

delete_link

Exclui uma propriedade de vínculo de uma lista de propriedades de vínculos que o PPP deve negociar.

Sintaxe

delete link {swc | lcp}

Parâmetros

{ swc | lcp}
Obrigatório. Especifica a propriedade de vínculo a ser excluída da lista de propriedades de vínculos que o PPP deve negociar. O parâmetro swc especifica que a compactação de software (MPPC) deve ser excluída. O parâmetro lcp especifica que as extensões LCP (Link Control Protocol) do conjunto de protocolos PPP devem ser excluídas.

show link

Exibe as propriedades de vínculos que o PPP deve negociar.

Sintaxe

show link

Parâmetros

nenhum

add multilink

Adiciona um tipo de conexões múltiplas à lista de conexões múltiplas que o PPP deve negociar.

Sintaxe

add multilink {multi | bacp}

Parâmetros

{ multi | bacp}
Obrigatório. Especifica o tipo de conexões múltiplas a ser adicionado à lista de conexões múltiplas que o PPP deve negociar. O parâmetro multi especifica que as sessões do PPP de conexões múltiplas devem ser adicionadas. O parâmetro bacp especifica que o protocolo BAC (Bandwidth Allocation Control) deve ser adicionado.

delete multilink

Exclui um tipo de conexões múltiplas da lista de tipos de conexões múltiplas que o PPP deve negociar.

Sintaxe

delete multilink {multi | bacp}

Parâmetros

{ multi | bacp}
Obrigatório. Especifica o tipo de conexões múltiplas a ser excluído da lista de tipos de conexões múltiplas que o PPP deve negociar. O parâmetro multi especifica que as sessões do PPP de conexões múltiplas devem ser excluídas. O parâmetro bacp especifica que o protocolo BAC (Bandwidth Allocation Control) deve ser excluído.

show multilink

Exibe os tipos de conexões múltiplas que o PPP deve negociar.

Sintaxe

show multilink

Parâmetros

nenhum

add registeredserver

Registra o servidor especificado como um servidor de acesso remoto no domínio do Active Directory. Quando usado sem parâmetros, add registeredserver registra o computador em cujo domínio primário você digitou o comando.

Sintaxe

add registeredserver [[domain=]Nome_do_domínio] [[server=]Nome_do_servidor]

Parâmetros

[ domain=]Nome_do_domínio
Especifica, pelo nome, o domínio em que o servidor será registrado. Se você não especificar um domínio, o servidor será registrado no seu domínio primário.
[ server=]Nome_do_servidor
Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor a ser registrado. Se você não especificar um servidor, o computador onde você digitar o comando será registrado.

delete registeredserver

Exclui o registro do servidor especificado como servidor de acesso remoto do domínio Active Directory especificado. Quando usado sem parâmetros, delete registeredserver exclui o registro do computador onde você digitou o comando do seu domínio primário.

Sintaxe

delete registeredserver [[domain=]Nome_do_domínio] [[server=]Nome_do_servidor]

Parâmetros

[ domain=]Nome_do_domínio
Especifica, pelo nome, o domínio cujo registro será removido. Se você não especificar um domínio, o registro do domínio primário do computador em que foi digitado o comando será removido.
[ server=]Nome_do_servidor
Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor cujo registro você deseja remover. Se você não especificar um servidor, o registro do computador em que foi digitado o comando será removido.

show registeredserver

Exibe informações de status sobre o servidor especificado como servidor de acesso remoto no domínio do Active Directory especificado. Quando usado sem parâmetros, show registeredserver exibe informações sobre o computador em cujo domínio primário você digitou o comando.

Sintaxe

show registeredserver [[domain=]Nome_do_domínio] [[server=]Nome_do_servidor]

Parâmetros

[ domain=]Nome_do_domínio
Especifica, pelo nome, o domínio em que está registrado o servidor cujas informações você deseja exibir. Se você não especificar um domínio, serão exibidas as informações sobre o servidor conforme estão registradas no domínio primário do computador em que o comando foi digitado.
[ server=]Nome_do_servidor
Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor cujas informações você deseja exibir. Se você não especificar um servidor, serão exibidas as informações sobre o computador em que o comando foi digitado.

show user

Exibe as propriedades dos usuários de acesso remoto especificados. Quando usado sem parâmetros, show user exibe as propriedades de todos os usuários de acesso remoto.

Sintaxe

show user [name=Nome_do_usuário] [[mode=] {permit | report}]

Parâmetros

name= Nome_do_usuário
Especifica, pelo nome de logon, o usuário cujas propriedades você deseja exibir. Se você não especificar um usuário, as propriedades de todos os usuários serão exibidas.
mode= {permit | report}
Especifica a exibição das propriedades de todos os usuários ou apenas daqueles cujas permissões dial-up estiverem definidas para permitir. O parâmetro permit especifica que devem ser exibidas apenas as propriedades dos usuários cuja permissão dial-up seja permitir. O parâmetro report especifica que devem ser exibidas as propriedades de todos os usuários.

setuser

Define as propriedades do usuário de acesso remoto especificado.

Sintaxe

set user [name=]Nome_do_usuário [dialin] {permit | deny | policy} [cbpolicy] {none | caller | admin [cbnumber=]Número_para_retorno_de_chamada}

Parâmetros

name= Nome_do_usuário
Obrigatório. Especifica, pelo nome de logon, o usuário cujas propriedades você deseja definir.
[ dialin] {permit | deny | policy}
Obrigatório. Especifica sob que circunstâncias o usuário terá permissão para conectar. O parâmetro permit especifica que o usuário terá sempre permissão para conectar. O parâmetro deny especifica que ele nunca terá permissão para conectar. O parâmetro policy especifica que as diretivas de acesso remoto devem determinar se o usuário terá permissão para conectar.
[ cbpolicy] {none | caller | admin [cbnumber=]número_para_retorno_de_chamada}
Obrigatório. Especifica a diretiva de retorno de chamada para o usuário. Com o recurso de retorno de chamada, o usuário economiza o custo de uma chamada telefônica usada para conectar-se a um servidor de acesso remoto. O parâmetro none especifica que não deve haver um retorno de chamada para o usuário. O parâmetro caller especifica que deve haver um retorno de chamada para o usuário através do número especificado por ele no momento da conexão. O parâmetro admin especifica que a chamada do usuário deve ser retornada através do número especificado pelo parâmetro número_para_retorno_de_chamada.

Comentários

  • Para usuários em um domínio de modo misto, os parâmetros policy e deny são equivalentes.

Exemplos

Para permitir que o UsuárioVisitante se conecte e sua chamada seja retornada através do número 4255550110, digite:

set user usuáriovisitante permit admin 4255550110

Comandos do contexto ras diagnostics do netsh

Os comandos a seguir são específicos ao contexto ras diagnostics no ambiente Netsh.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

dump

Exibe a configuração do Diagnósticos de acesso remoto na forma de script.

Sintaxe

dump

Parâmetros

nenhum

show installation

Cria um relatório do Diagnóstico de acesso remoto que inclui somente os resultados de diagnósticos dos arquivos de informação, da verificação de instalação, dos componentes de rede instalados e da verificação do Registro e o envia para um local especificado.

Sintaxe

show installation [type=] {file | email} [destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email} [[compression=] {enabled | disabled}] [[hours=] Número_de_horas] [[verbose=] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ type=] {file | email}
Obrigatório. Especifica se você deseja salvar o relatório em um arquivo ou se deseja enviá-lo para um endereço de email.
[ destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email}
Obrigatório. Especifica o caminho completo e o nome de arquivo no qual o relatório deve ser salvo ou o endereço de email completo para o qual o relatório deve ser enviado.
[[ compression=] {enabled | disabled}]
Especifica se o relatório deve ser compactado em um arquivo .cab. Se você não especificar este parâmetro, o relatório será compactado se você enviá-lo para um endereço de email, mas não será compactado se você salvá-lo em um arquivo.
[[ hours=] Número_de_horas]
Especifica o número de horas passadas cuja atividade deve ser mostrada no relatório. Este parâmetro deve ser um número inteiro entre 1 e 24. Se você não especificá-lo, todas as informações passadas serão incluídas.
[[ verbose=] {enabled | disabled}]
Especifica a quantidade de dados a ser incluída no relatório. Se você não especificar este parâmetro, será incluída somente uma quantidade mínima de dados.

Comentários

  • O relatório do Diagnóstico de acesso remoto é salvo como um arquivo HTML (.htm).

show logs

Cria um relatório de Diagnóstico de acesso remoto que contém somente resultados de diagnósticos para logs de rastreamento, logs de modem, logs do Gerenciador de conexões, log de segurança IP, logs de evento do acesso remoto e logs do evento de segurança e o envia para um local especificado.

Sintaxe

show logs [type=] {file | email} [destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email} [[compression=] {enabled | disabled}] [[hours=] Número_de_horas] [[verbose=] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ type=] {file | email}
Obrigatório. Especifica se deseja salvar o relatório em um arquivo ou se deseja enviá-lo para um endereço de email.
[ destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email}
Obrigatório. Especifica o caminho completo e o nome de arquivo no qual o relatório deve ser salvo ou o endereço de email completo para o qual o relatório deve ser enviado.
[[ compression=] {enabled | disabled}]
Especifica se o relatório deve ser compactado em um arquivo .cab. Se você não especificar este parâmetro, o relatório será compactado se você enviá-lo para um endereço de email, mas não será compactado se você salvá-lo em um arquivo.
[[ hours=] Número_de_horas]
Especifica o número de horas passadas cuja atividade deve ser mostrada no relatório. Este parâmetro deve ser um número inteiro entre 1 e 24. Se você não especificá-lo, todas as informações passadas serão incluídas no relatório.
[[ verbose=] {enabled | disabled}]
Especifica a quantidade de dados a ser incluída no relatório. Se você não especificar este parâmetro, será incluída uma quantidade mínima de dados.

Comentários

  • O relatório do Diagnóstico de acesso remoto é salvo como um arquivo HTML (.htm).

show configuration

Cria um relatório do Diagnóstico de acesso remoto que inclui somente os resultados de diagnósticos dos dispositivos instalados, das informações de processo, dos utilitários da linha de comando e dos arquivos de catálogo telefônico e o envia para um local especificado.

Sintaxe

show configuration [type=] {file | email} [destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email} [[compression=] {enabled | disabled}] [[hours=] Número_de_horas] [[verbose=] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ tipo=] {file | email}
Obrigatório. Especifica se o relatório deve ser salvo em um arquivo ou enviado para um endereço de email.
[ destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email}
Obrigatório. Especifica o caminho completo e o nome de arquivo no qual o relatório deve ser salvo ou o endereço de email completo para o qual o relatório deve ser enviado.
[[ compression=] {enabled | disabled}]
Especifica se o relatório deve ser compactado em um arquivo .cab. Se você não especificar este parâmetro, o relatório será compactado se você enviá-lo para um endereço de email, mas não será compactado se você salvá-lo em um arquivo.
[[ hours=] Número_de_horas]
Especifica o número de horas passadas cuja atividade deve ser mostrada no relatório. Este parâmetro deve ser um número inteiro entre 1 e 24. Se você não especificá-lo, todas as informações passadas serão incluídas.
[[ verbose=] {enabled | disabled}]
Especifica a quantidade de dados a ser incluída no relatório. Se você não especificar este parâmetro, será incluída uma quantidade mínima de dados.

Comentários

  • O relatório do Diagnóstico de acesso remoto é salvo como um arquivo HTML (.htm).

show all

Cria um relatório de diagnóstico de acesso remoto para todos os logs de acesso remoto e o envia para um local especificado.

Sintaxe

show all [type=] {file | email} [destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email} [[compression=] {enabled | disabled}] [[hours=] Número_de_horas] [[verbose=] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ tipo=] {file | email}
Obrigatório. Especifica se deseja salvar o relatório em um arquivo ou se deseja enviá-lo para um endereço de email.
[ destination=] {Local_do_arquivo | Endereço_de_email}
Obrigatório. Especifica o caminho completo e o nome de arquivo no qual o relatório deve ser salvo ou o endereço de email completo para o qual o relatório deve ser enviado.
[[ compression=] {enabled | disabled}]
Especifica se o relatório deve ser compactado em um arquivo .cab. Se você não especificar este parâmetro, o relatório será compactado se você enviá-lo para um endereço de email, mas não será compactado se você salvá-lo em um arquivo.
[[ hours=] Número_de_horas]
Especifica o número de horas passadas cuja atividade deve ser mostrada no relatório. Este parâmetro deve ser um número inteiro entre 1 e 24. Se você não especificá-lo, todas as informações passadas serão incluídas.
[[ verbose=] {enabled | disabled}]
Especifica a quantidade de dados a ser incluída no relatório. Se você não especificar este parâmetro, será incluída uma quantidade mínima de dados.

Comentários

  • O relatório do Diagnóstico de acesso remoto é salvo como um arquivo HTML (.htm).
  • O relatório de Diagnóstico de acesso remoto que você criar usando o comando show all contém todas as informações de diagnóstico disponíveis. Você pode usar outros comandos, como show configuration, para criar relatórios que contenham um escopo mais limitado de informações.

show cmtracing

Mostra se as informações sobre as conexões do <b>Gerenciador de conexões</b> estão sendo registradas.

Sintaxe

show cmtracing

Parâmetros

nenhum

set cmtracing

Habilita ou desabilita o log de informações sobre as conexões do <b>Gerenciador de conexões</b>.

Sintaxe

set cmtracing {enabled | disabled}

Parâmetros

{ enabled| disabled}
Necessário. Especifica se as informações sobre as conexões do <b>Gerenciador de conexões</b> estão sendo registradas. O parâmetro enabled especifica que as informações devem ser registradas. O parâmetro enabled especifica que as informações não devem ser registradas.

Comentários

  • Cada arquivo de log de uma conexão do <b>Gerenciador de conexões</b> contém informações específicas ao histórico da conexão. Cada conexão do <b>Gerenciador de conexões</b> gera um arquivo de log exclusivo. Dependendo da configuração da conexão, o arquivo de log pode ser salvo em vários locais. Para obter mais informações, consulte o Kit de administração do Gerenciador de conexões e Solucionando problemas do processo.
  • Este comando será substituído por uma conexão particular se o usuário habilitar ou desabilitar o log para a conexão ou se o usuário instalar e usar um perfil do <b>Gerenciador de conexões</b> para o qual um administrador habilitou ou desabilitou o registro.

show modemtracing

Mostra se o rastreamento do modem está habilitado ou desabilitado.

Sintaxe

show modemtracing

Parâmetros

nenhum

set modemtracing

Habilita ou desabilita o rastreamento de modem para todos os modems instalados no computador local.

Sintaxe

set modemtracing {enabled | disabled}

Parâmetros

{ enabled| disabled}
Necessário. Especifica se a atividade do modem de cada modem deve ser registrada. O parâmetro enabled especifica que a atividade deve ser registrada. O parâmetro disabled especifica que a atividade não deve ser registrada.

Comentários

  • Este comando habilita ou desabilita o registro da atividade do modem para todos os modems. Se desejar habilitar ou desabilitar o registro de modem para um modem específico, você deve configurar o modem no <b>Gerenciador de dispositivos</b>.

show rastracing

Mostra se toda a atividade dos componentes de acesso remoto são rastreadas.

Sintaxe

show rastracing

Parâmetros

nenhum

set rastracing

Habilita ou desabilita o rastreamento e o registro de toda a atividade de todos os componentes de acesso remoto ou de um componente de acesso remoto específico.

Sintaxe

set rastracing [component=] {Componente | *} {enabled | disabled}

Parâmetros

[ component=] {Componente | *}
Necessário. Especifica se você deseja habilitar ou desabilitar o rastreamento e o registro de um componente especificado ou para todos os componentes. O parâmetro Componente especifica o componente para o qual você deseja habilitar ou desabilitar o rastreamento e o registro.
{ enabled| disabled}
Necessário. Especifica se a atividade deve ser rastreada e registrada. O parâmetro enabled especifica que a atividade deve ser rastreada e registrada. O parâmetro disabled especifica que a atividade não deve ser rastreada e registrada.

Comentários

  • Se você habilitar o rastreamento e o registro, um arquivo de log chamado Componente.txt é criado no diretório %windir%\tracing de cada componente que está sendo rastreado.

show securityeventlog

Mostra se os eventos de segurança estão sendo registrados.

Sintaxe

show securityeventlog

Parâmetros

nenhum

set securityeventlog

Habilita ou desabilita o registro de todos os eventos de segurança.

Sintaxe

set securityeventlog {enabled | disabled}

Parâmetros

{ enabled| disabled}
Necessário. Especifica se os eventos de segurança devem ser registrados. O parâmetro enabled especifica que os eventos de segurança devem ser registrados. O parâmetro disabled especifica que os eventos de segurança não devem ser registrados.

show tracefacilities

Mostra se toda a atividade de todos os componentes de acesso remoto ou de um componente de acesso remoto especificado está sendo rastreado e registrado.

Sintaxe

show tracefacilities

Parâmetros

nenhum

set tracefacilities

Habilita ou desabilita o rastreamento e o registro de toda a atividade de todos os componentes de acesso remoto que estão configurados no computador local.

Sintaxe

set tracefacilities [state=] {enabled | disabled | clear}

Parâmetros

[ state=] {enabled | disabled | clear}
Necessário. Especifica se você deseja habilitar o rastreamento de todos os componentes de acesso remoto, desabilitar o rastreamento ou limpar todos os logs gerados por tracefacilities. O parâmetro enabled especifica que rastreamento está habilitado. O parâmetro disabled especifica que rastreamento está desabilitado. O parâmetro clear especifica que você deseja limpar todos os logs.

Comandos de contexto RAS IP do Netsh

Os comandos a seguir são específicos ao contexto ras IP dentro do ambiente Netsh.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

dump

Cria um script contendo a configuração IP de um servidor de acesso remoto. Caso você salve esse script em um arquivo, poderá usá-lo para restaurar as definições da configuração IP.

Sintaxe

dump

Parâmetros

nenhum

show config

Exibe a configuração IP atual do servidor de acesso remoto.

Sintaxe

show config

Parâmetros

nenhum

set negotiation

Especifica se o servidor de acesso remoto permitirá que o IP seja configurado para qualquer conexão cliente aceita pelo servidor.

Sintaxe

set negotiation {allow | deny}

Parâmetros

{ allow | deny}
Obrigatório. Especifica se permite o IP em conexões de cliente. O parâmetro allow permite o IP em conexões de cliente. O parâmetro deny impede o IP em conexões de cliente.

set access

Especifica se o tráfego de rede IP de clientes deve ser encaminhado para as redes com que o servidor de acesso remoto está conectado.

Sintaxe

set access {all | serveronly}

Parâmetros

{ all| serveronly}
Obrigatório. Especifica se os clientes poderão acessar o servidor de acesso remoto e as outras redes com que ele esteja conectado. O parâmetro all permite que os clientes acessem as redes através do servidor. O parâmetro serveronly permite que os clientes acessem apenas o servidor.

set addrassign

Define o método pelo qual o servidor de acesso remoto deve atribuir endereços IP a seus clientes.

Sintaxe

set addrassign {auto | pool}

Parâmetros

{ auto| pool}
Obrigatório. Especifica se os endereços IP devem ser atribuídos pelo DHCP ou por um pool de endereços guardado pelo servidor de acesso remoto. O parâmetro auto especifica que os endereços devem ser atribuídos pelo DHCP. Se não houver um servidor DHCP disponível, um endereço aleatório e particular será atribuído. O parâmetro pool especifica que os endereços devem ser atribuídos por um pool.

set addrreq

Especifica se os clientes dial-up podem solicitar seu próprio endereço IP.

Sintaxe

set addrreq {allow | deny}

Parâmetros

{ allow | deny}
Obrigatório. Especifica se os clientes podem solicitar ser próprio endereço IP. O parâmetro allow permite que os clientes solicitem endereços. O parâmetro deny impede que os clientes solicitem endereços.

set broadcastnameresolution

Ativa ou desativa a resolução de nomes de difusão usando NetBIOS através do TCP/IP.

Sintaxe

set broadcastnameresolution {enabled | disabled}

Parâmetros

{ enabled| disabled}
Obrigatório. Especifica a ativação ou desativação da resolução de nomes de difusão usando NetBIOS através do TCP/IP.

show broadcastnameresolution

Exibe se a resolução de nomes de difusão usando o NetBIOS sobre TCP/IP foi habilitada ou desabilitada para o servidor de acesso remoto.

Sintaxe

show broadcastnameresolution

Parâmetros

nenhum

add range

Adiciona um intervalo de endereços ao pool de endereços IP estáticos que o servidor de acesso remoto pode atribuir a clientes.

Sintaxe

add range [from=]endereço_IP_inicial [to=]endereço_IP_final

Parâmetros

[ from=]endereço_IP_inicial [to=]endereço_IP_final
Obrigatório. Especifica o intervalo de endereços IP a ser adicionado. O parâmetro endereço_IP_inicial especifica o primeiro endereço IP do intervalo. O parâmetro endereço_IP_final especifica o último endereço IP do intervalo.

Exemplos

Para adicionar o intervalo de endereços IP de 10.2.2.10 a 10.2.2.20 ao pool de endereços IP estáticos que o servidor de acesso remoto pode atribuir, digite:

add range from=10.2.2.10 to=10.2.2.20

delete range

Exclui um intervalo de endereços de um pool de endereços IP estáticos que um servidor de acesso remoto pode atribuir a clientes.

Sintaxe

delete range [from=]endereço_IP_inicial [to=]endereço_IP_final

Parâmetros

[ from=]endereço_IP_inicial [to=]endereço_IP_final
Obrigatório. Especifica o intervalo de endereços IP a ser excluído. O parâmetro endereço_IP_inicial especifica o primeiro endereço IP do primeiro intervalo. O parâmetro endereço_IP_final especifica o último endereço IP do intervalo.

Exemplos

Para excluir o intervalo de endereços IP de 10.2.2.10 a 10.2.2.20 do pool de endereços estáticos que um servidor de acesso remoto pode atribuir, digite:

delete range from=10.2.2.10 to=10.2.2.20

delete pool

Exclui todos os endereços do pool de endereços estáticos que o servidor de acesso remoto pode atribuir a clientes.

Sintaxe

delete pool

Parâmetros

nenhum

Comandos do contexto ras AppleTalk do netsh

Os comandos a seguir são específicos ao contexto ras AppleTalk no ambiente Netsh.

Esse recurso não está disponível em versões baseadas em Itanium dos sistemas operacionais Windows. Este conteúdo não está disponível neste lançamento preliminar.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

dump

Cria um script contendo a configuração AppleTalk do servidor de acesso remoto. Caso você salve esse script em um arquivo, poderá usá-lo para restaurar as definições da configuração AppleTalk.

Sintaxe

dump

Parâmetros

nenhum

show config

Exibe a configuração AppleTalk atual do servidor de acesso remoto.

Sintaxe

show config

Parâmetros

nenhum

set negotiation

Especifica se o servidor de acesso remoto deve permitir que o AppleTalk seja configurado para conexões de cliente aceitas pelo servidor.

Sintaxe

set negotiation {allow | deny}

Parâmetros

{ allow | deny}
Obrigatório. Especifica se há permissão para a configuração AppleTalk. O parâmetro allow permite a configuração. O parâmetro deny impede a configuração.

Comandos do contexto ras AAAA do netsh

Os comandos a seguir são específicos ao contexto ras AAAA dentro do ambiente Netsh.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

dump

Exibe a configuração AAAA de um servidor de acesso remoto na forma de script.

Sintaxe

dump

Parâmetros

nenhum

add acctserv

Especifica o endereço IP ou o nome DNS de um servidor RADIUS a ser usado para estatísticas; especifica também as opções de estatísticas.

Sintaxe

add acctserv [nome=]ID_do_servidor[[secret=]segredo_compartilhado] [[init-score=]prioridade_do_servidor] [[port=]porta] [[timeout=]segundos] [[messages] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ name=] ID_servidor
Obrigatório. Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor RADIUS.
[ secret=]segredo_compartilhado
Especifica o segredo compartilhado.
[ init-score=]prioridade_do_servidor
Especifica o resultado inicial (prioridade do servidor).
[ port=]porta
Especifica o caminho para o qual a pasta deve ser redirecionada.
[ timeout=]segundos
Especifica o tempo limite, em segundos, de ociosidade do servidor RADIUS antes de ser marcado como não disponível.
[ messages] {enabled | disabled}
Ativa ou desativa o envio de mensagens de estatísticas. O parâmetro enabled especifica que as mensagens devem ser enviadas. O parâmetro disabled especifica que as mensagens não devem ser enviadas.

delete acctserv

Exclui um servidor de estatísticas RADIUS.

Sintaxe

delete acctserv [name=]ID_servidor

Parâmetros

[ name=]ID_servidor
Obrigatório. Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor a ser excluído.

set acctserv

Fornece o endereço IP ou nome DNS de um servidor RADIUS a ser usado para estatísticas.

Sintaxe

add acctserv [name=]ID_servidor [[secret=]segredo_compartilhado] [[init-score=]prioridade_do_servidor] [[port=]porta] [[timeout=]Segundos] [[messages] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ name=] ID_servidor
Obrigatório. Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor RADIUS.
[ secret=]segredo_compartilhado
Especifica o segredo compartilhado.
[ init-score=]prioridade_do_servidor
Especifica o resultado inicial (prioridade do servidor).
[ port=]porta
Especifica a porta pela qual devem ser enviadas as solicitações de autenticação.
[ timeout=]segundos
Especifica, em segundos, o tempo decorrido até que o servidor RADIUS seja marcado como não disponível.
[ messages=] {enabled | disabled}
Ativa ou desativa o envio de mensagens de estatísticas.

show acctserv

Exibe informações detalhadas sobre um servidor de estatísticas. Quando usado sem parâmetros, show acctserv exibe informações sobre todos os servidores de estatísticas configurados.

Sintaxe

show acctserv [[name=]ID_servidor]

Parâmetros

[ name=]ID_servidor
Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor RADIUS cujas informações devem ser exibidas.

add authserv

Fornece o endereço IP ou o nome DNS de um servidor RADIUS para o qual as solicitações de autenticação devem ser passadas.

Sintaxe

add authserv [name=]ID_servidor[[secret=]segredo_compartilhado] [[init-score=]prioridade_do_servidor] [[port=]Porta] [[timeout=]Segundos] [[signature] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ name=] ID_servidor
Obrigatório. Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor RADIUS.
[ secret=]segredo_compartilhado
Especifica o segredo compartilhado.
[ init-score=]prioridade_do_servidor
Especifica o resultado inicial (prioridade do servidor).
[ port=]porta
Especifica a porta pela qual devem ser enviadas as solicitações de autenticação.
[ timeout=]segundos
Especifica o tempo limite, em segundos, de ociosidade do servidor RADIUS antes de ser marcado como não disponível.
[ signature] {enabled | disabled}
Especifica se serão usadas assinaturas digitais. O parâmetro enabled especifica que as assinaturas digitais devem ser usadas. O parâmetro disabled especifica que as assinaturas digitais não devem ser usadas.

delete authserv

Exclui um servidor de autenticação RADIUS.

Sintaxe

delete authserv [name=]ID_servidor

Parâmetros

[ name=]ID_servidor
Obrigatório. Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor a ser excluído.

set authserv

Fornece o endereço IP ou o nome DNS de um servidor RADIUS para o qual as solicitações de autenticação devem ser passadas.

Sintaxe

set authserv [name=]ID_servidor [[secret=]SharedSecret] [[init-score=]prioridade_do_servidor] [[port=]Porta] [[timeout=]Segundos] [[signature] {enabled | disabled}]

Parâmetros

[ name=] ID_servidor
Necessário. Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor RADIUS.
[ secret=]segredo_compartilhado
Especifica o segredo compartilhado.
[ init-score=]prioridade_do_servidor
Especifica o resultado inicial (prioridade do servidor).
[ port=]porta
Especifica a porta pela qual devem ser enviadas as solicitações de autenticação.
[ timeout=]segundos
Especifica, em segundos, o tempo decorrido até que o servidor RADIUS seja marcado como não disponível.
[ signature=] {enabled | disabled}
Especifica se as assinaturas digitais devem ser usadas.

show authserv

Exibe informações detalhadas sobre um servidor de autenticação. Quando usado sem parâmetros, show authserv exibe informações sobre todos os servidores de autenticação configurados.

Sintaxe

show authserv [[name=]ID_servidor]

Parâmetros

[ name=] ID_servidor
Especifica, pelo nome DNS ou endereço IP, o servidor RADIUS cujas informações devem ser exibidas.

set acco

Especifica o provedor de estatísticas.

Sintaxe

set acco {windows | radius | none}

Parâmetros

{ windows| radius| none}
Obrigatório. Especifica se devem ser realizadas estatísticas e por qual servidor. O parâmetro windows especifica que a segurança do Windows deve realizar as estatísticas. O parâmetro radius especifica que um servidor RADIUS deve realizar as estatísticas. O parâmetro none especifica que nenhuma estatística deve ser realizada.

show acco

Exibe o provedor de estatísticas.

Sintaxe

show acco

Parâmetros

nenhum

set authe

Especifica o provedor de autenticação.

Sintaxe

set authe {windows | radius}

Parâmetros

{ windows| radius}
Obrigatório. Especifica que tecnologia deve realizar a autenticação. O parâmetro windows especifica que a segurança do Windows deve realizar a autenticação. O parâmetro radius especifica que um servidor RADIUS deve realizar a autenticação.

show authe

Exibe o provedor de autenticação.

Sintaxe

show authe

Parâmetros

nenhum

Formatando legenda

Formato Significado

Itálico

Informações que o usuário deve fornecer

Negrito

Elementos que o usuário deve digitar exatamente como é exibido

Reticências (...)

Parâmetro que pode ser repetido várias vezes em uma linha de comando

Entre colchetes ([])

Itens opcionais

Entre chaves ({}); opções separadas por barra vertical (|). Exemplo: {even|odd}

Conjunto de opções entre as quais o usuário deve escolher apenas uma

Fonte Courier

Saída de código ou de programa

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft