Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Guia Passo a Passo para Monitoramento de Desempenho e Confiança no Windows Server 2008

Atualizado: abril de 2007

Aplica-se a: Windows Server 2008

O Windows Server® 2008 inclui o Monitor de Confiança e Desempenho do Windows, que é um snap-in do MMC (Console de Gerenciamento Microsoft) que combina a funcionalidade de ferramentas autônomas anteriores, como os Logs e Alertas de Desempenho, o Supervisor de Desempenho de Servidor e o Monitor do Sistema. Ele oferece uma interface gráfica para que você possa personalizar Conjuntos de Coletores de Dados e Sessões de Rastreamento de Eventos.

Ele também inclui o Monitor de Confiabilidade, um snap-in do MMC que controla as alterações feitas no sistema e as compara com as alterações na estabilidade do sistema, mostrando uma visualização gráfica da relação entre elas.

O que é monitoramento de desempenho e confiabilidade?

Em termos gerais, desempenho é a medida da rapidez com que um computador conclui tarefas de aplicativos e de sistemas. O desempenho geral do sistema pode ser limitado pela velocidade de acesso dos discos rígidos, pela memória disponível para todos os processos em execução, pela velocidade máxima do processador ou pela taxa de transferência das interfaces de rede.

Após identificar as limitações de desempenho do hardware, os profissionais de TI podem monitorar aplicativos e processos individuais para avaliar que parcela dos volumes disponíveis foi usada. Os profissionais de TI podem usar uma análise abrangente de desempenho do impacto e da capacidade geral dos aplicativos para ajudar a planejar a implantação e ampliar a capacidade dos sistemas com demandas crescentes.

O Monitor de Confiança e Desempenho do Windows permite rastrear o impacto de aplicativos e serviços sobre o desempenho, além de gerar alertas ou adotar ações quando são excedidos limites definidos pelo usuário para o melhor desempenho possível.

A confiabilidade de um sistema é a medida da freqüência com que ele funciona tal como foi configurado e se espera que aconteça. A confiabilidade pode ser reduzida quando aplicativos param de responder, serviços são interrompidos e reiniciados, drivers apresentam falha na inicialização ou, na pior das hipóteses, ocorre falha de sistemas operacionais.

O Monitor de Confiabilidade oferece uma visão rápida da estabilidade média do seu sistema. Além disso, ele rastreia eventos que ajudarão a identificar o que causa a queda da confiabilidade. Registrando não apenas falhas (inclusive de memória, disco rígido, aplicativos e sistemas operacionais), mas também eventos-chave ligados à configuração do seu sistema (inclusive a instalação de novos aplicativos e atualizações de sistemas operacionais), você pode ver uma linha de tempo relativa ao sistema e à confiabilidade e, quando o sistema não funcionar como esperado, identificar meios para reconduzi-lo à maior confiabilidade possível.

O que há de novo no monitoramento de desempenho e confiabilidade?

Novos recursos-chave para o monitoramento de desempenho e confiabilidade no Windows Server 2008 incluem os seguintes itens:

Conjuntos de Coletores de Dados

Um novo recurso importante do Monitor de Confiança e Desempenho do Windows é o Conjunto de Coletores de Dados, que agrupa coletores de dados em elementos que podem ser reutilizados em diferentes cenários de monitoramento do desempenho. Uma vez que um grupo de coletores de dados é armazenado como Conjunto de Coletores de Dados, operações como agendamentos podem ser aplicadas ao conjunto inteiro por meio da alteração de uma única propriedade. Você pode agendar uma coleta recorrente de um Conjunto de Coletores de Dados para criar logs, carregá-la no Monitor de Desempenho para ver os dados em tempo real e salvá-la como modelo para uso em outros computadores.

O Monitor de Confiança e Desempenho do Windows também inclui modelos padrão do Conjunto de Coletores de Dados que ajudam a iniciar imediatamente a coleta de dados de desempenho.

Assistentes e modelos para criar logs

Agora é possível adicionar contadores a arquivos de log e agendar seu início, término e duração por meio de uma interface assistente. Além disso, se você salvar essa configuração como modelo, pode coletar o mesmo log nos demais computadores sem repetir os processos de seleção e agendamento de coletores de dados. Recursos de Logs e Alertas de Desempenho foram incorporados ao Monitor de Confiança e Desempenho do Windows para uso com qualquer Conjunto de Coletores de Dados.

Exibição de recurso

A nova tela Modo de Exibição de Recurso fornece uma visão geral gráfica em tempo real do uso de CPU, disco, rede e memória. Expandido cada um desses elementos monitorados, você pode identificar que recursos estão sendo usados por cada processo. Em versões anteriores do Windows, esses dados em tempo real específicos de cada processo só estavam disponíveis de forma limitada no Gerenciador de Tarefas.

Monitor de Confiabilidade

O Monitor de Confiabilidade calcula um Índice de Estabilidade do Sistema que reflete se problemas inesperados diminuíram a confiabilidade do sistema. Um gráfico do Índice de Estabilidade ao longo do tempo identifica rapidamente as datas em que os problemas começaram a surgir. O Relatório de Estabilidade do Sistema que o acompanha contém detalhes que ajudam a identificar a causa principal da diminuição da confiabilidade. Exibindo as alterações do sistema (instalação ou remoção de aplicativos e atualizações do sistema operacional) lado a lado com as falhas (falhas de aplicativo, sistema operacional ou hardware), você pode desenvolver uma estratégia para atacar os problemas rapidamente.

Configuração unificada das propriedades para todas as coletas de dados, incluindo o agendamento

Seja para criar um Conjunto de Coletores de Dados a ser usado uma única vez ou para registrar a atividade em um log regularmente, a interface usada para operações de criação, agendamento ou modificação é a mesma. Se um Conjunto de Coletores de Dados se mostra útil ao monitoramento de desempenho futuro, não é preciso recriá-lo. Ele pode ser reconfigurado ou copiado como modelo.

Relatórios de diagnóstico amigáveis

Agora os usuários do Supervisor de Desempenho de Servidor do Windows Server 2003 podem encontrar esses mesmos tipos de relatórios de diagnóstico no Monitor de Desempenho e Confiança do Windows presente no Windows Server 2008. Você pode gerar relatórios mais rapidamente e fazê-lo com base nos dados coletados com o uso de qualquer Conjunto de Coletores de Dados. Isso permite repetir relatórios e avaliar de que modo as alterações recomendadas afetaram o desempenho ou as recomendações do relatório. O Monitor de Confiança e Desempenho do Windows também inclui relatórios pré-configurados sobre desempenho e diagnóstico para rápidas análise e solução de problemas.

Quem deve usar o Monitor de Confiança e Desempenho do Windows

Este guia destina-se ao seguinte público-alvo:

  • Planejadores e analistas de TI que estão avaliando o produto.

  • Planejadores e designers de TI empresarial.

  • Usuários que são os primeiros a experimentar uma nova tecnologia.

Benefícios do Monitor de Confiança e Desempenho do Windows

A vantagem mais significativa do Monitor de Confiança e Desempenho do Windows sobre as ferramentas individuais anteriores como Monitor do Sistema, Logs e Alertas de Desempenho e Supervisor de Desempenho de Servidor é que ele combina a funcionalidade dessas ferramentas em uma interface única, com métodos comuns para definir os dados a serem coletados. O Conjunto de Coletores de Dados torna portátil um grupo de contadores.

O Modo de Exibição de Recurso do Monitor de Confiança e Desempenho do Windows fornece uma visão da atividade e do uso de recurso do sistema muito mais aprofundada do que ferramentas anteriores como o Gerenciador de Tarefas. A capacidade de exibir o uso de recursos por processo ajuda a identificar rapidamente aplicativos que apresentem problemas, isolar e desligar processos que utilizem muitos recursos e planejar a distribuição de funções de servidor e aplicativos em diversos servidores com a expansão da infra-estrutura.

O Monitor de Confiabilidade ajuda a diagnosticar rapidamente causas potenciais de instabilidade para que você possa aplicar cenários de reversão ou atualizações de modo direcionado, em vez de tentar atualizações ou reconfigurações de amplo espectro em resposta a mudanças repentinas no comportamento do sistema.

Neste guia

Antes de começar

O grupo Usuários do Log de Desempenho é um grupo interno do Windows Server 2008, criado para permitir que os usuários que não sejam Administradores locais executem muitas das funções relacionadas ao monitoramento e ao registro de desempenho. Devido aos requisitos do WMI (Instrumentação de Gerenciamento do Windows), para que os membros do grupo Usuários do Log de Desempenho iniciem o registro de dados ou a modificação de Conjuntos de Coletores de Dados, o grupo deve ter o direito usuário de Fazer logon como um trabalho em lotes. Para atribuir esse direito de usuário, use o snap-in Diretiva de Segurança Local no Console de Gerenciamento Microsoft.

A associação ao grupo Administradores local, ou equivalente, é o mínimo necessário para concluir esse procedimento.

Para atribuir o direito de usuário "Fazer logon como um trabalho em lotes" ao grupo Usuários do Log de Desempenho

  1. Clique em Iniciar, na caixa Pesquisar, digite secpol.msc e pressione ENTER. O snap-in Diretiva de Segurança Local será aberto no Console de Gerenciamento Microsoft.

  2. No painel de navegação, expanda Diretivas Locais e clique em Atribuição de Direitos de Usuário.

  3. No painel do console, clique com o botão direito do mouse em Fazer logon como um trabalho em lotes e em Propriedades.

  4. Na página Propriedades, clique em Adicionar Usuário ou Grupo.

  5. Na caixa de diálogo Selecionar Usuários ou Grupos, clique em Tipos de Objeto. Selecione Grupos na caixa de diálogo Tipos de Objeto e clique em OK.

  6. Digite Performance Log Users na caixa de diálogo Selecionar Usuários ou Grupos e clique em OK.

  7. Na página de propriedades, clique em OK.

Iniciando o Monitor de Confiança e Desempenho do Windows

Você pode usar o snap-in Gerenciamento do Computador no Console de Gerenciamento Microsoft para acessar o Monitor de Confiança e Desempenho do Windows.

Para iniciar o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows

  1. Clique em Iniciar, clique com o botão direito do mouse em Computador e clique em Gerenciar.

  2. Na árvore de navegação do Console de Gerenciamento Microsoft, clique em Desempenho e Confiança.

Cenários-chave para o monitoramento de desempenho e confiabilidade

Este guia discute seis cenários para o uso do Monitor de Confiança e Desempenho do Windows. A conclusão dos cenários o ajudará a entender como as novas ferramentas funcionam juntas e podem ajudar a monitorar seu sistema.

Cenário 1: Monitorando a atividade geral do sistema com o Modo de Exibição de Recurso

Visão Geral: Monitorando a atividade geral do sistema com o Modo de Exibição de Recurso

A home page do Monitor de Desempenho e Confiança do Windows é a página Modo de Exibição de Recurso. Quando você executa o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows como membro do grupo local de Administradores, pode monitorar o uso e o desempenho dos seguintes recursos em tempo real: CPU, disco, rede e memória. Mais detalhes, incluindo as informações sobre que processos estão usando que recursos, estão disponíveis quando você expande os quatro recursos.

Nessa tarefa, você se familiariza com as informações disponíveis no Modo de Exibição de Recurso.

Pré-requisitos para o monitoramento da atividade geral do sistema com o Modo de Exibição de Recurso

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Você está conectado como membro do grupo local de Administradores.

Problemas conhecidos no monitoramento da atividade geral do sistema com o Modo de Exibição de Recurso

O Modo de Exibição de Recurso exibe informações na sessão do provedor do Rastreamento de Kernel do Windows. Para usar esse provedor, você deve estar conectado como membro do grupo local de Administradores ou ter iniciado o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows com privilégios elevados.

Se você executar o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows e o Monitor de Desempenho com credenciais insuficientes, a página do Modo de Exibição de Recurso não mostrará informações atualizadas do sistema. Se você clicar no botão Iniciar (seta verde na barra de ferramentas), verá a seguinte mensagem:

O provedor de Rastreamento do Kernel do Windows já está sendo usado por outra sessão de rastreamento. Assumir o seu controle pode fazer com que o proprietário atual pare de funcionar de forma adequada.

Se você selecionar Assumir o controle da sessão, o acesso será negado. Você deve fazer logon como membro do grupo local de Administradores, ou seguir as instruções do procedimento a seguir para executar o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows com privilégios elevados.

Para iniciar o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows com privilégios elevados

  1. Clique em Iniciar, Todos os Programas e Acessórios. Em seguida, clique com o botão direito do mouse em Prompt de Comando e clique em Executar como Administrador.

  2. Insira o nome e a senha de usuário de uma conta membro do grupo local de Administradores.

  3. No prompt de comando, digite perfmon.exe e pressione ENTER. O Monitor de Desempenho e Confiança do Windows será iniciado no Modo de Exibição de Recurso.

noteObservação
Também é possível iniciar o Modo de Exibição de Recurso em sua própria janela, digitando perfmon /res no promp de comando.

Etapas para o monitoramento da atividade geral do sistema com o Modo de Exibição de Recurso

Para começar a explorar o Modo de Exibição de Recurso, inicie o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows.

Quatro gráficos de rolagem no painel Visão Geral do Recurso exibem o uso em tempo real da CPU, do disco, da rede e da memória no computador local. As quatro seções expansíveis abaixo dos gráficos contêm detalhes em nível de processo sobre cada recurso. Clique nos rótulos dos recursos para ver mais informações ou clique em um gráfico para expandir seus detalhes correspondentes.

Navegação no Modo de Exibição de Recurso

Você pode alterar o modo de exibição das informações no Modo de Exibição de Recurso com as seguintes ações:

 

Ação Procedimento

Classificar colunas por valor

Clique no rótulo do cabeçalho da coluna para classificar em ordem crescente. Clique no cabeçalho da coluna uma segunda vez para classificar em ordem decrescente.

Realçar uma instância do aplicativo

Clique em qualquer lugar na linha da instância do aplicativo para manter o realce quando a posição da instância do aplicativo na exibição mudar.

Detalhes do Modo de Exibição de Recurso

As tabelas a seguir descrevem as informações mostradas nas telas de detalhes do Modo de Exibição de Recurso.

 

Rótulo Descrição

CPU

CPU exibe a porcentagem total da capacidade da CPU em uso no momento em verde e a Freqüência Máxima da CPU em azul.

noteObservação
Alguns laptops reduzirão a Freqüência Máxima da CPU quando o computador não estiver conectado a um sistema de alimentação CA para reduzir o uso da bateria.

  • Imagem

O aplicativo que está usando os recursos da CPU.

  • PID

A identificação do processo da instância do aplicativo.

  • Descrição

O nome do aplicativo.

  • Segmentos

O número de segmentos atualmente ativos na instância do aplicativo.

  • CPU

Os ciclos da CPU atualmente ativos na instância do aplicativo.

  • CPU Média

A carga da CPU média nos últimos 60 segundos resultante da instância do aplicativo, expressa como uma porcentagem da capacidade total da CPU.

 

Rótulo Descrição

Disco

Disco exibe a E/S total atual em verde e a maior porcentagem de tempo ativo em azul.

  • Imagem

O aplicativo que está usando os recursos do disco.

  • PID

A identificação do processo da instância do aplicativo.

  • Arquivo

O arquivo que está sendo lido e/ou gravado pela instância do aplicativo.

  • Leitura

A velocidade atual (em Bytes/min.) na qual os dados estão sendo lidos no arquivo pela instância do aplicativo.

  • Gravação

A velocidade atual (em Bytes/m) na qual os dados estão sendo gravados no arquivo pelo aplicativo.

  • Prioridade de ES

A prioridade da tarefa de E/S do aplicativo.

  • Tempo de Resposta

O tempo de resposta em milissegundos para a atividade do disco.

 

Rótulo Descrição

Rede

Rede exibe o tráfego total atual (em Kbps) em verde e a porcentagem da capacidade da rede em uso em azul.

  • Imagem

O aplicativo que está usando os recursos da rede.

  • PID

A identificação do processo da instância do aplicativo.

  • Endereço

O endereço de rede com a qual o computador local está trocando informações. Isso pode ser expresso como um nome de computador, como um endereço IP ou como um FQDN (nome de domínio totalmente qualificado).

  • Enviar

A quantidade de dados (em Bytes/min.) que a instância do aplicativo está enviando atualmente do computador local para o endereço.

  • Receber

A quantidade de dados (em Bytes/min.) que a instância do aplicativo está atualmente recebendo do endereço.

  • Total

A largura de banda total (em Bytes/min.) que está sendo atualmente enviada e recebida pela instância do aplicativo.

 

Rótulo Descrição

Memória

Memória exibe as falhas graves por segundo atuais em verde e a porcentagem da memória física em uso no momento em azul.

  • Imagem

O aplicativo que está usando os recursos da memória.

  • PID

A identificação do processo da instância do aplicativo.

  • Falhas Graves/min.

O número de falhas graves por minuto atualmente resultante da instância do aplicativo.

noteObservação
Uma falha grave (também conhecida como uma falha de página) ocorre quando o endereço referenciado não está mais na memória física e foi permutado ou está disponível em um arquivo de backup no disco. Não é um erro. Entretanto, um número alto de falhas graves pode explicar o baixo tempo de resposta de um aplicativo caso ele precise ler os dados continuamente no disco em vez de na memória física.

  • Conjunto de trabalho (KB)

O número de kilobytes atualmente residente na memória para a instância do aplicativo.

  • Compartilhável (KB)

O número de kilobytes do conjunto de trabalho da instância do aplicativo que pode estar disponível para outros aplicativos usarem.

  • Particular (KB)

O número de kilobytes do conjunto de trabalho da instância do aplicativo que é dedicada ao processo.

Cenário 2: Monitorando a atividade específica do sistema com o Monitor de Desempenho

Visão Geral: Monitorando a atividade específica do sistema com o Monitor de Desempenho

O Monitor de Desempenho fornece uma exibição visual dos contadores de desempenho do Windows, em tempo real ou como uma maneira de rever os dados históricos. Você pode adicionar contadores de desempenho ao Monitor de Desempenho arrastando e soltando ou criando Conjuntos de Coletores de Dados. Aqui são mostrados vários modos de exibição gráfica para que você analise visualmente dados de logs de desempenho, além de modos de exibição personalizados que podem ser exportados como Conjuntos de Coletores de Dados para uso com recursos de desempenho e registro em log.

Nesta tarefa, você adicionará contadores de desempenho à exibição do Monitor de Desempenho, os observará em tempo real e aprenderá como pausar a exibição do Monitor de Desempenho para examinar status atuais do sistema.

Pré-requisitos para o monitoramento da atividade específica do sistema com o Monitor de Desempenho

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Você está conectado como membro do grupo local de Administradores ou do grupo Usuários do Log de Desempenho e concluiu o procedimento de concessão do direito de usuário Fazer logon como um trabalho em lotes ao grupo Usuários do Log de Desempenho.

Etapas para o monitoramento da atividade específica do sistema com o Monitor de Desempenho

Para começar a usar o Monitor de Desempenho, inicie o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows.

Para iniciar o Monitor de Desempenho

  1. Inicie o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows

  2. Na árvore de navegação, expanda Desempenho e Confiança, expanda Ferramentas de Monitoramento e clique em Monitor de Desempenho.

O Monitor de Desempenho permite adicionar contadores de desempenho específicos ao modo de exibição atual.

Para adicionar contadores de desempenho específicos ao modo de exibição do Monitor de Desempenho

  1. Na barra de menus acima da exibição gráfica do Monitor de Desempenho, clique no botão Adicionar (+) ou clique com o botão direito do mouse em qualquer ponto do gráfico e clique em Adicionar contadores no menu. A caixa de diálogo Adicionar Contadores será aberta.

  2. Na seção Contadores Disponíveis, selecione contadores para exibição no Monitor de Desempenho. Os contadores a seguir são sugeridos para este exemplo:

    • Memória: % de bytes comprometidos em uso

    • Memória: Falhas de página/seg.

    • Disco Físico: Bytes de leitura em disco/seg.

    • Disco Físico: Leituras do disco/seg.

    • Disco Físico: Bytes de gravação em disco/seg.

    • Disco Físico: Gravações no disco/seg.

    • Processador: % de tempo ocioso

    • Processador: Interrupções/seg.

    • Sistema: Segmentos

    Consulte Navegando na caixa de diálogo Adicionar Contadores para obter mais informações.

  3. Ao terminar de selecionar contadores, clique em OK.

Navegando na caixa de diálogo Adicionar Contadores

Esta tabela descreve como executar tarefas comuns na caixa de diálogo Adicionar Contadores.

 

Tarefa Procedimento

Escolher o computador de origem para contadores

Selecione um computador na lista suspensa ou clique em Procurar para localizar outros computadores. Você pode adicionar contadores do computador local ou de outro computador da rede à qual você tenha acesso.

noteObservação
A lista abaixo da caixa suspensa de seleção do computador mostra os contadores disponíveis divididos em grupos. Você pode adicionar todos os contadores de um grupo ou selecionar apenas os que deseja coletar.

Exibir uma descrição do grupo de contadores selecionado

Selecione Mostrar descrição no canto inferior esquerdo da página. A descrição será atualizada quando você selecionar outros grupos.

Adicionar um grupo de contadores

Destaque o nome do grupo e clique em Adicionar.

noteObservação
Depois de realçar o nome, você pode clicar na seta para baixo para exibir os contadores incluídos. Se você realçar um único contador na lista antes de clicar em Adicionar, somente esse contador será adicionado.

Adicionar contadores individuais

Expanda o grupo, clicando na seta para baixo, realce o contador e clique em Adicionar.

noteObservação
Você pode selecionar vários contadores de um grupo, mantendo pressionada a tecla CTRL e clicando nos nomes exibidos na lista. Quando você tiver selecionado todos os contadores que deseja adicionar desse grupo, clique em Adicionar.

Pesquisar instâncias de um contador

Realce o grupo de contadores ou expanda o grupo e realce o contador que deseja adicionar, digite o nome do processo na caixa suspensa Instâncias do objeto selecionado e clique em Pesquisar. O nome do processo digitado ficará disponível na lista suspensa para que a pesquisa seja repetida com outros contadores.

Se nenhum resultado for retornado e você quiser limpar sua pesquisa, realce outro grupo. Se não houver várias instâncias de um grupo de contadores ou um contador, a função de pesquisa não estará disponível.

Adicionar somente determinadas instâncias de um contador

Realce um grupo de contadores ou um contador na lista, selecione o processo desejado na lista exibida na caixa Instâncias do objeto selecionado e clique em Adicionar.

Vários processos podem criar o mesmo contador, mas escolher uma instância coletará apenas os contadores gerados pelo processo selecionado.

noteObservação
A menos que você selecione uma instância específica, todas as instâncias do contador serão coletadas.

Após terminar de adicionar contadores à exibição do Monitor de Desempenho, você pode mudar o modo de exibição para melhor identificar as informações que procura.

Para monitorar a atividade atual do sistema com base nos contadores selecionados no Monitor de Desempenho

  • A exibição padrão para o Monitor de Desempenho é o gráfico Linha. Nessa exibição, aparecem dois minutos de dados em formato de rolagem da esquerda para a direita, identificados ao longo do eixo X. Isso permite observar alterações em cada atividade do contador em comparação ao comportamento anterior em um período pequeno. Coloque o ponteiro do mouse sobre uma linha do gráfico para ver detalhes sobre o contador que ela representa.

  • Mude a exibição para o atual conjunto de coletores dados usando o menu suspenso na barra de ferramentas. A Barra de histograma exibe informações em tempo real, permitindo observar as alterações ocorridas em cada atividade do contador.

  • A exibição de Relatório mostra valores atuais para cada contador selecionado em formato de texto.

  • Abaixo da exibição, cada contador é listado em uma legenda com a cor da linha do gráfico, sua Escala, o Contador, a Instância (neste exemplo, todas as instâncias estão selecionadas), o Pai (não aplicável quando todas as instâncias são selecionadas), o Objeto e o Computador.

    • Você pode marcar ou desmarcar a caixa de seleção em cada linha para alternar, caso o contador apareça na exibição atual sem remover o contador da lista.

    • A seleção de uma linha na legenda exibe informações específicas sobre o contador na área acima da legenda.

    • Enquanto uma linha está selecionada na legenda, clique no botão Realce na barra de ferramentas para realçar esse contador no gráfico. Para voltar ao modo de exibição normal, clique novamente no botão Realce.

    • Para alterar as propriedades do modo de exibição do contador, clique com o botão direito do mouse na legenda e selecione Propriedades no menu de contexto. A página Propriedades do Monitor de Desempenho será aberta na guia Dados. Use o menu suspenso para escolher suas preferências.

  • Para congelar a exibição e examinar a atividade atual, clique no botão Parar na barra de ferramentas. Para retomar a observação no ponto em que a exibição foi interrompida, clique no botão Executar na barra de ferramentas. Para movimentar-se pelos dados em incrementos de tempo de coleta, clique no botão Avançar na barra de ferramentas.

  • O congelamento da exibição no gráfico de Linhas altera o tempo incluído no eixo X quando a observação for retomada.

noteObservação
Ao concluir essa tarefa, não feche o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows. Os coletores de dados do modo de exibição do Monitor de Desempenho serão usados no próximo cenário.

Cenário 3: Criar um Conjunto de Coletores de Dados a partir do Monitor de Desempenho

Visão Geral: Criando um Conjunto de Coletores de Dados no Monitor de Desempenho

A exibição em tempo real de coletores de dados é apenas um modo de uso do Monitor de Desempenho. Após criar uma combinação de coletores de dados que mostre, em tempo real, informações úteis sobre seu sistema, você pode salvá-la como Conjunto de Coletores de Dados, que é o bloco criador do monitoramento de desempenho e da geração de relatórios no Monitor de Desempenho e Confiança do Windows. Ela organiza vários pontos de coleta de dados em um componente único que pode ser usado para analisar ou registrar o desempenho.

Nesta tarefa, você criará um Conjunto de Coletores de Dados utilizando contadores selecionados no modo de exibição do Monitor de Desempenho em tempo real.

Pré-requisitos para a criação de um Conjunto de Coletores de Dados no Monitor de Desempenho

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Você está conectado como membro do grupo local de Administradores ou do grupo Usuários do Log de Desempenho e concluiu o procedimento de concessão do direito de usuário Fazer logon como um trabalho em lotes ao grupo Usuários do Log de Desempenho.

  • O Monitor de Desempenho e Confiança do Windows está em execução.

  • Pelo menos um coletor de dados está selecionado para exibição no Monitor de Desempenho.

Problemas conhecidos para a criação de um Conjunto de Coletores de Dados no Monitor de Desempenho

Para usar o provedor de Rastreamento de Kernel do Windows, você deve estar conectado como membro do grupo local de Administradores. Entretanto, muitos outros coletores de dados, inclusive aqueles listados no exemplo anterior, são acessíveis aos membros do grupo Usuários do Log de Desempenho.

Pré-requisitos para a criação de um Conjunto de Coletores de Dados no Monitor de Desempenho

Para criar um Conjunto de Coletores de Dados a partir do Monitor de Desempenho

  1. Comece com a exibição de contadores do procedimento anterior. Se você não tiver mais essas configurações, inicie o Monitor de Desempenho e adicione contadores para criar uma exibição personalizada que você deseje salvar como Conjunto de Coletores de Dados.

  2. Clique com o botão direito do mouse em qualquer lugar no painel de exibição do Monitor de Desempenho, aponte para Novo e clique em Conjunto de Coletores de Dados. O assistente para Criar Novo Conjunto de Coletores de Dados será iniciado. O Conjunto de Coletores de Dados criado conterá todos os coletores de dados selecionados na exibição atual do Monitor de Desempenho.

  3. Digite um nome para o Conjunto de Coletores de Dados e clique em Avançar.

  4. O Diretório Raiz conterá os dados coletados pelo Conjunto de Coletores de Dados. Altere essa configuração se você deseja armazenar os dados do Conjunto de Coletores de Dados em um local diferente do padrão. Selecione o diretório ou digite o respectivo nome.

    noteObservação
    Se for inserir o nome do diretório manualmente, não insira uma barra invertida no final.

  5. Clique em Avançar para definir um usuário para execução do Conjunto de Coletores de Dados, ou clique em Concluir para salvar as configurações atuais e sair.

  6. Depois de clicar em Avançar,você pode configurar o Conjunto de Coletores de Dados para ser executado como um usuário específico. Clique no botão Alterar para digitar o nome de usuário e a senha de um usuário diferente do padrão listado.

    noteObservação
    Se você for membro do grupo Usuários de Log de Desempenho, deverá configurar os Conjuntos de Coletores de Dados criados para que sejam executados com suas próprias credenciais.

  7. Clique em Concluir para retornar ao Monitor de Desempenho e Confiança do Windows.

    • Para exibir as propriedades do Conjunto de Coletores de Dados ou para fazer alterações adicionais, selecione Abrir propriedades deste conjunto de coletores de dados. Você pode obter informações sobre as propriedades de Conjuntos de Coletores de Dados clicando no botão Ajuda da página Propriedades.

    • Para iniciar o Conjunto de Coletores de Dados imediatamente (e começar a salvar dados no local especificado na Etapa 4), clique em Iniciar conjunto de coletores de dados agora.

    • Para salvar o Conjunto de Coletores de Dados sem começar a coletar, clique em Salvar e fechar.

Cenário 4: Criar e agendar logs com base em um Conjunto de Coletores de Dados

Visão Geral: Criar e agendar logs com base em um Conjunto de Coletores de Dados

Após escolher coletores de dados que forneçam informações significativas sobre o desempenho do seu sistema, você pode armazenar os dados como logs para análise posterior.

noteObservação
Os arquivos de log criados com base em Conjuntos de Coletores de Dados no Windows Server 2008 não são compatíveis com versões anteriores do Windows. Entretanto, os logs criados em versões anteriores do Windows podem ser exibidos no Windows Server 2008.

Pré-requisitos para a criação e o agendamento de logs com base em um Conjunto de Coletores de Dados

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Você está conectado como membro do grupo local de Administradores ou do grupo Usuários do Log de Desempenho e concluiu o procedimento de concessão do direito de usuário Fazer logon como um trabalho em lotes ao grupo Usuários do Log de Desempenho.

  • O Monitor de Desempenho e Confiança do Windows está em execução.

  • Pelo menos um Conjunto de Coletores de Dados foi criado e salvo (você pode usar o Conjunto de Coletores de Dados criado no Cenário 3).

Etapas para a criação e o agendamento de logs com base em um Conjunto de Coletores de Dados

Por padrão, um Conjunto de Coletores de Dados gera um arquivo de log. Depois de criar um Conjunto de Coletores de Dados, você pode usar os procedimentos do Gerenciamento de Dados para configurar as opções de armazenamento de cada Conjunto de Coletores de Dados para que inclua informações sobre o log no nome do arquivo, optar por substituir ou anexar dados e limitar o tamanho de logs individuais.

Para agendar a Condição de início para um Conjunto de Coletores de Dados

  1. No Monitor de Desempenho e Confiança do Windows, expanda Conjuntos de Coletores de Dados e clique em Definido pelo Usuário.

  2. No painel do console, clique com o botão direito no nome do Conjunto de Coletores de Dados que você deseja agendar e clique em Propriedades.

  3. Clique na guia Agendar.

  4. Clique em Adicionar para criar uma data, uma hora ou um dia de início para a coleta de dados. Ao configurar um novo conjunto de coletores da dados, verifique se essa data é posterior à data e à hora atuais.

  5. Para não coletar dados após uma determinada data, selecione Data de validade e escolha uma data no calendário.

    noteObservação
    Selecionar uma data de validade não interromperá a coleta de dados em andamento na data em questão, Isso impedirá que novas instâncias de coleta de dados sejam iniciadas após essa data de validade. Use a guia Condição de Parada para configurar como a coleta de dados será interrompida.

  6. Quando terminar, clique em OK.

Para agendar a Condição de parada para um Conjunto de Coletores de Dados

  1. No Monitor de Desempenho e Confiança do Windows, expanda Conjuntos de Coletores de Dados e clique em Definido pelo Usuário.

  2. No painel do console, clique com o botão direito no nome do Conjunto de Coletores de Dados que você deseja agendar e clique em Propriedades.

  3. Clique na guia Condição de Parada.

  4. Para interromper a coleta de dados após um período, marque a caixa de seleção Duração geral e escolha a quantidade e as unidades. Observe que para ver dados no relatório, a duração total deve ser maior que o intervalo no qual os dados são usados para amostra. Não selecione uma duração geral se não quiser coletar dados indefinidamente.

  5. Use limites para segmentar a coleta de dados em logs separados, marcando a caixa de seleção Quando um limite for atingido, reiniciar conjunto de coletores de dados. Se ambos os tipos de limite forem selecionados, a coleta de dados será interrompida ou reiniciada quando o primeiro limite for atingido.

    • Selecione Duração para configurar um período em que a coleta de dados gravará em um único arquivo de log.

    • Selecione Tamanho Máximo para reiniciar o Conjunto de Coletores de Dados ou para interromper a coleta de dados quando o arquivo de log atingir o limite.

      noteObservação
      Se uma duração geral for configurada, ela substituirá os limites.

  6. Se você tiver configurado uma duração geral, poderá marcar a caixa de seleção Interromper quando todos os coletores de dados tiverem terminado para permitir que todos os coletores de dados concluam o registro dos valores mais recentes antes da interrupção do Conjunto de Coletores de Dados.

  7. Quando terminar, clique em OK.

    ImportantImportante
    Quanto maiores os arquivos de log, maiores os tempos de geração de relatório. Se você costuma examinar logs com freqüência para ver os dados recentes, recomendamos o uso de limites para segmentar automaticamente esses logs. Você pode usar o comando relog para segmentar arquivos longos de log ou combinar vários arquivos pequenos de log. Para obter mais informações sobre o comando relog, digite relog /? em um prompt de comando.

Quando você salva as propriedades do seu agendamento, a exibição da janela do snap-in muda e mostra o nome do log, o tipo de dados coletado por ele, o diretório de saída e o nome do arquivo no qual o log está armazenado. Você pode clicar duas vezes no nome do log para adicionar ou remover coletores de dados dali ou para alterar o nome do arquivo, o nome do formato e a opção de substituição ou anexação quando o coletor de dados for reiniciado.

ImportantImportante
A geração de relatórios aumenta com o tamanho do arquivo de log criado pelo Conjunto de Coletores de Dados. Se você costuma examinar logs com freqüência para ver os dados recentes, recomendamos o uso de limites para segmentar automaticamente esses logs. Você pode usar o comando relog para segmentar arquivos longos de log ou combinar vários arquivos pequenos de log.

Em seguida, você pode configurar o modo como os dados são arquivados para o Conjunto de Coletores de Dados.

Para configurar o gerenciamento de dados para um Conjunto de Coletores de Dados

  1. No Monitor de Desempenho e Confiança do Windows, expanda Conjuntos de Coletores de Dados e clique em Definido pelo Usuário.

  2. No painel do console, clique com o botão direito do mouse no Conjunto de Coletores de Dados que você deseja configurar e clique em Gerenciador de Dados.

  3. Na guia Gerenciador de Dados, você pode aceitar os valores padrão ou fazer alterações de acordo com sua diretiva de retenção de dados. Consulte a tabela de propriedades do Gerenciador de Dados para obter detalhes sobre cada opção.

    • Quando a caixa de seleção Espaço mínimo livre em disco ou Máximo de pastas estiver marcada, os dados anteriores serão excluídos de acordo com a Diretiva de recurso que você escolher (Excluir o maior ou Excluir mais antigo) quando o limite for alcançado.

    • Quando a caixa de seleção Aplicar diretiva antes de iniciar conjunto de coletores de dados estiver marcada, os dados anteriores serão excluídos de acordo com as suas seleções antes que o Conjunto de Coletores de Dados crie seu próximo arquivo de log.

    • Quando a caixa de seleção Tamanho máximo do caminho da raiz estiver marcada, os dados anteriores serão excluídos de acordo com suas seleções quando o limite do tamanho de pasta raiz do log for alcançado

  4. Clique na guia Ações. Você pode aceitar os valores padrão ou fazer alterações. Consulte a tabela de propriedades de Ações para obter detalhes sobre cada opção.

    noteObservação
    As ações da pasta permitem que você escolha como os dados serão arquivados antes de serem permanentemente excluídos. Você pode decidir desabilitar os limites do Gerenciador de Dados e gerenciar todos os dados de acordo com as regras de ação dessa pasta.

  5. Quando terminar de fazer as alterações, clique em OK.

Propriedades do Gerenciador de Dados

A tabela a seguir explica as opções que você pode configurar na guia Gerenciador de Dados da caixa de diálogo Propriedades (acessada com um clique no botão direito do mouse no Conjunto de Coletores de Dados um clique em Gerenciador de Dados).

 

Opção Definição

Espaço mínimo em disco

A quantidade de espaço em disco que deve estar disponível na unidade onde os dados do log estão armazenados. Se selecionado, os dados anteriores serão excluídos de acordo com a Diretiva de recurso que você escolher quando o limite for alcançado.

Máximo de pastas

O número de subpastas permitido no diretório de dados do Conjunto de Coletores de Dados. Se selecionado, os dados anteriores serão excluídos de acordo com a Diretiva de recurso que você escolher quando o limite for alcançado.

Diretiva de recursos

Especifica se o arquivo de log ou diretório mais antigo ou maior será excluído quando os limites forem alcançados.

Tamanho máximo do caminho da raiz

O tamanho máximo do diretório de dados para o Conjunto de Coletores de Dados, incluindo todas as subpastas. Se selecionado, esse tamanho de caminho máximo substitui os limites do espaço mínimo em disco e máximo de pastas, e os dados anteriores serão excluídos de acordo com a Diretiva de recurso que você escolher quando o limite for alcançado.

Propriedades de ações

A tabela a seguir explica as opções que você pode configurar na guia Ações da caixa de diálogo Propriedades (acessada com um clique no botão direito do mouse no Conjunto de Coletores de Dados um clique em Gerenciador de Dados).

 

Opção Definição

Idade

O tempo de existência do arquivo de dados, em dias ou semanas. Se o valor for 0, o critério não será usado.

Tamanho

O tamanho em megabytes (MB) da pasta onde os dados do log estão armazenados. Se o valor for 0, o critério não será usado.

Cab

Um arquivo de gabinete (.cab) , que é um formato de arquivo morto. Esses arquivos podem ser criados com base em dados do log não processados e extraídos posteriormente, quando necessário. Escolha criar ou excluir para executar a ação baseada no tempo de existência ou critérios de tamanho.

Dados

Dados do log não processados coletados pelo Conjunto de Coletores de Dados. Os dados do log podem ser excluídos depois que um arquivo cab é criado para economizar espaço em disco, embora ainda mantenha um backup dos dados originais.

Relatório

O arquivo de relatório gerado pelo Monitor de Desempenho e Confiança do Windows de dados do log não processados. Os arquivos de relatório podem ser mantidos mesmo após a exclusão de dados não processados ou do arquivo .cab.

Cenário 5: Exibir dados de log no Monitor de Desempenho

Visão Geral: Exibir dados de log no Monitor de Desempenho

Você pode exibir logs coletados anteriormente no Monitor de Desempenho e Confiança do Windows como relatórios ou como dados do Monitor de Desempenho.

Nesta tarefa você aprenderá como abrir dados de log no modo de exibição do Monitor de Desempenho. Todas as opções de exibição incluídas no monitoramento em tempo real com o Monitor de Desempenho estão disponíveis para a exibição de logs.

Pré-requisitos para a exibição de dados de log no Monitor de Desempenho

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Você está conectado como membro do grupo local de Administradores ou do grupo Usuários do Log de Desempenho e concluiu o procedimento de concessão do direito de usuário Fazer logon como um trabalho em lotes ao grupo Usuários do Log de Desempenho.

  • O Monitor de Desempenho e Confiança do Windows está em execução.

  • Pelo menos um arquivo está disponível de um Conjunto de Coletores de Dados criado anteriormente.

Etapas para a exibição de dados de log no Monitor de Desempenho

Os procedimentos a seguir descrevem como carregar e exibir dados de log no Monitor de Desempenho.

Para carregar dados de log no Monitor de Desempenho

  1. Inicie o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows

  2. Na árvore de navegação, expanda Relatórios, Definido pelo usuário e o Conjunto de Coletores de Dados cujos dados de log você deseja exibir.

    noteObservação
    Se somente um Conjunto de Coletores de Dados estiver configurado e em execução no momento, será necessário interrompê-lo clicando em Parar ou clicando com o botão direito do mouse no nome do Conjunto de Coletores de Dados e selecionando Parar no menu.

  3. No painel de navegação, clique no nome do log que deseja exibir. Os dados do log serão abertos no modo de exibição Relatório.

  4. Clique no botão Modo de Exibição de Monitor de Desempenho na barra de ferramentas.

Navegando no modo de exibição de logs no Monitor de Desempenho

  • Por padrão, os dados de log são abertos no gráfico de Linha. Durante a permanência neste modo de exibição, o eixo X do gráfico representa o tempo total incluído no log.

  • Para exibir somente um intervalo específico, clique e arraste o modo de exibição até que uma seção seja realçada; em seguida, clique no botão Zoom ou pressione CTRL+Z.

  • Para obter outras opções de exibição, consulte a descrição do modo de exibição da atividade em tempo real no Cenário 2.

Cenário 6: Exibir um relatório de diagnóstico

Visão Geral: Exibir um relatório de diagnóstico

O Monitor de Desempenho e Confiança do Windows inclui dois relatórios do sistema padrão para avaliação da integridade e diagnóstico de problemas de desempenho do sistema.

Neste cenário, você coletará dados para exibir o relatório Diagnóstico do Sistema.

Pré-requisitos para exibição de um relatório de diagnóstico

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Você está conectado como membro do grupo local de Administradores, ou iniciou o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows com privilégios elevados.

  • O Monitor de Desempenho e Confiança do Windows está em execução.

noteObservação
O relatório Diagnóstico do Sistema usa o provedor de Rastreamento de Kernel do Windows, que pode ser acessado somente por membros do grupo local de Administradores.

Etapas para exibição de um relatório de diagnóstico

Para exibir o relatório Diagnóstico do Sistema

  1. Inicie o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows

  2. Na árvore de navegação, expanda Conjuntos de Coletores de Dados e Sistema.

  3. Clique com o botão direito do mouse em Diagnóstico do Sistema e clique em Iniciar. A Coleta de Dados será iniciada.

  4. Na árvore de navegação, expanda Relatórios, Sistema, Diagnóstico do Sistema e clique na data atual.

  5. Quando a coleta de dados e a geração de relatórios for concluída, o relatório Diagnósticos do Sistema será exibido no painel do console.

    noteObservação
    Esse relatório coleta dados durante 60 segundos. Pode demorar mais 60 segundos para que o relatório seja gerado.

Cenário 7: Exibir a estabilidade do sistema com o Monitor de Confiança

Visão Geral: Exibir a estabilidade do sistema com o Monitor de Confiança

O Monitor de Confiança é um snap-in para o MMC (Console de Gerenciamento Microsoft) que fornece uma visão geral da estabilidade do sistema com informações detalhadas sobre eventos individuais que podem afetar a estabilidade geral do sistema. Ele começa a coletar dados no momento da instalação do sistema.

Nesta tarefa, você analisará o Gráfico de Estabilidade do Sistema e ficará familiarizado com as informações detalhadas sobre eventos usadas pelo Monitor de Confiança para calcular o índice de estabilidade.

Pré-requisitos para a exibição da estabilidade do sistema com o Monitor de Confiança

Para concluir esta tarefa, verifique se você atende aos seguintes requisitos:

  • O Windows Server 2008 está instalado.

  • Seu computador está em execução há, no mínimo, 24 horas desde a instalação do sistema operacional.

  • A tarefa RACAgent agendada está em funcionamento (por padrão, ela é executada em uma nova instalação, a menos que seja desativada manualmente).

Problemas conhecidos para a exibição da estabilidade do sistema com o Monitor de Confiança

Os seguintes problemas conhecidos podem afetar sua capacidade de concluir esta tarefa:

  • Sua instalação do Windows deve ficar em execução por 24 horas no mínimo, antes que os dados sejam exibidos no Gráfico de Estabilidade do Sistema.

  • Se você executar esta tarefa em um novo sistema, poderá ver somente dados mínimos relativos a eventos de confiança. Repita a tarefa após instalar aplicativos e adicionar hardware para aprender mais.

Etapas para a exibição da estabilidade do sistema com o Monitor de Confiança

Para iniciar o Monitor de Confiança

  1. Inicie o Monitor de Desempenho e Confiança do Windows

  2. Na árvore de navegação, expanda Ferramentas de Monitoramento e clique em Monitor de Confiança.

Gráfico de Estabilidade do Sistema

Com base nos dados coletados durante a vida útil do sistema, cada data no Gráfico de Estabilidade do Sistema inclui um ponto de gráfico que mostra classificação do Índice de Estabilidade do Sistema no dia. O Índice de Estabilidade do Sistema é um número de 1 (menos estável) a 10 (mais estável) e é uma medida ponderada com base no número de falhas especificadas registradas em um período de histórico ininterrupto. Os Eventos de Confiança no Relatório de Estabilidade do Sistema descrevem as falhas específicas. O Monitor de Confiança mantém até um ano de histórico de eventos de confiabilidade e estabilidade do sistema. O Gráfico de Estabilidade do Sistema exibe um gráfico contínuo organizado por data.

A metade superior do Gráfico de Estabilidade do Sistema exibe um gráfico do Índice de Estabilidade do Sistema. Na metade inferior do gráfico, cinco linhas controlam Eventos de Confiança que contribuem para a medida de estabilidade do sistema ou fornecem informações relacionadas sobre instalação e remoção de software. Quando um ou mais Eventos de Confiança de cada tipo são detectados, um ícone é exibido na coluna correspondente a esta data.

  • Para Instalações e Desinstalações de Software, um ícone Informações indica que um evento bem-sucedido deste tipo ocorreu ou um ícone Aviso indica que uma falha deste tipo ocorreu.

  • Para todos os outros tipos de Evento de Confiança, um ícone Erro indica que uma falha deste tipo ocorreu.

Se houver mais de 30 dias de dados disponíveis, você poderá usar a barra de rolagem na parte inferior do Gráfico de Estabilidade do Sistema para localizar datas fora do intervalo visível.

Eventos de Confiança

Os Eventos de Confiança registrados no Relatório de Estabilidade do Sistema são os seguintes:

Alterações no Relógio do Sistema

As alterações significativas no horário do sistema são controladas nesta categoria.

noteObservação
Esta categoria não aparece no Relatório de Estabilidade do Sistema, a menos que seja selecionado um dia no qual tenha ocorrido uma alteração significativa no relógio. Um ícone Informações será exibido no Gráfico de Estabilidade do Sistema para todos os dias nos quais tenha ocorrido uma alteração significativa no relógio.

 

Tipo de dado Descrição

Hora Antiga

Especifica a data e a hora anteriores à alteração do relógio.

Nova Hora

Especifica a data e a hora selecionadas durante a alteração do relógio.

Data

Especifica a data (com base na nova hora) em que a alteração do relógio ocorreu.

Instalações e Desinstalações de Software

Instalações e remoções de software, incluindo componentes do sistema operacional, aplicativos, drivers e atualizações do Windows são controlados nesta categoria.

 

Tipo de dado Descrição

Software

Especifica o sistema operacional, o nome do aplicativo, nome do driver ou nome da atualização do Windows.

Versão

Especifica a versão do sistema operacional, aplicativo ou driver (este campo não está disponível para as Atualizações do Windows).

Atividade

Indica se o evento é uma instalação ou desinstalação.

Status da Atividade

Indica sucesso ou falha da ação.

Data

Especifica a data da ação.

Falhas do Aplicativo

As falhas do aplicativo, incluindo o encerramento de um aplicativo que não esteja respondendo ou de um aplicativo que tenha parado de funcionar, são controladas nesta categoria.

 

Tipo de dado Descrição

Aplicativo

Especifica o nome do programa executável do aplicativo que parou de funcionar ou responder.

Versão

Especifica o número de versão do aplicativo.

Tipo de Falha

Indica se o aplicativo parou de funcionar ou de responder.

Data

Especifica a data da falha do aplicativo.

Falhas de Hardware

Falhas de disco e de memória são controladas nesta categoria.

 

Tipo de dado Descrição

Tipo de componente

Indica se a falha ocorreu no disco rígido ou na memória.

Dispositivo

Identifica o dispositivo com falha.

Tipo de falha

Indica uma falha potencial do disco rígido resultante de disco defeituoso, ou que uma falha de memória resultou da memória defeituosa.

Data

Especifica a data da falha de hardware.

Falhas do Windows

Falhas de sistema operacional e Inicialização são controladas nesta categoria.

 

Tipo de dado Descrição

Tipo de falha

Indica se o evento é uma falha de inicialização ou do sistema operacional.

Versão

Identifica as versões do sistema operacional e do service pack.

Detalhe da falha

Fornece detalhes do tipo de falha, que pode ser:

Falha do sistema operacional: indica o código de interrupção.

Falha de inicialização: indica o código da razão.

Data

Especifica a data da falha do Windows.

Diversas falhas

As falhas que causam impacto na estabilidade e não estão incluídas nas categorias anteriores são controladas nesta categoria, incluindo desligamentos inesperados do sistema operacional.

 

Tipo de dado Descrição

Tipo de falha

Indica que o sistema foi desligado de forma inesperada.

Versão

Identifica as versões do sistema operacional e do service pack.

Detalhe da falha

Indica que o computador não foi desligado normalmente.

Data

Especifica a data das diversas falhas.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft