Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Função Serviços de Mídia de Streaming

Atualizado: janeiro de 2008

Aplica-se a: Windows Server 2008

O Microsoft® Windows Media® Services é uma plataforma de nível industrial para transmissão (via redes) de conteúdo de mídia digital ao vivo e por demanda, o que inclui conteúdo WAM (áudio do Windows Media) e WMV (vídeo do Windows Media).

O que esse recurso faz?

Você pode usar o Windows Media Services para gerenciar um ou mais servidores Windows Media que entreguem conteúdo de mídia digital para os seguintes tipos de clientes:

  • Computadores ou dispositivos que reproduzem o conteúdo usando um player, como o Windows Media Player.

  • Outros servidores Windows Media que encaminham, armazenam em cache ou redistribuem o conteúdo.

  • Programas personalizados que foram desenvolvidos usando Software Development Kits do Windows Media (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82886 - essa página pode estar em inglês).

Quem estaria interessado nesse recurso?

O Windows Media Services pode ser usado por qualquer pessoa que precise entregar conteúdo de mídia digital para clientes por meio de redes (seja pela Internet ou por uma intranet). Os seguintes tipos de organizações consideram o Windows Media Services especialmente útil:

  • Empresas de hospedagem que proporcionam uma experiência de transmissão rápida para um público em residências e escritórios.

  • Empresas que atuam na área de negócios, educação e governo, gerenciam recursos de rede e, ao mesmo tempo, oferecem serviços de comunicação de alto nível para difusões de conteúdo executivo, aprendizagem online, marketing e vendas.

  • Empresas que utilizam tecnologia sem fio para oferecer serviços de entretenimento via banda larga sem fio usando servidores Windows Media escalonáveis e confiáveis.

  • Emissoras na Internet que oferecem conteúdo para transmissão por rádio, televisão, cabo ou satélite.

  • Distribuidores de filmes e músicas que distribuem conteúdo em áudio e vídeo de maneira segura, sem excesso de buffer ou congestionamentos na rede.

  • Profissionais de IPTV que oferecem uma experiência IPTV de alta qualidade em LANs (redes locais).

Há considerações especiais?

Como nas versões anteriores, alguns recursos do Windows Media Services não estão disponíveis em certas edições do Windows Server® 2008. Se a sua implantação de servidor Windows Media requer um determinado recurso (por exemplo, se você precisa entregar conteúdo para clientes na forma de um fluxo multicast), consulte Identifique a versão do Windows Server mais adequada para você (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82887 - essa página pode estar em inglês) para determinar que edição do Windows Server 2008 deve ser instalada.

Depois que você instala a edição correta do Windows Server 2008, a função Serviços de Mídia de Fluxo Contínuo, que inclui o serviço de função Windows Media Services (Administrador do Windows Media Services) e serviços opcionais (Administrador do Windows Media Services para a Web e Agente de Log de Difusão Seletiva e Anúncio), não fica disponível para instalação no Gerenciador do Servidor. Para que você possa usar o Gerenciador do Servidor para instalar a função Serviços de Mídia de Fluxo Contínuo, baixe o Windows Media Services. Para obter mais informações sobre como instalar a função Serviços de Mídia de Fluxo Contínuo no Windows Server 2008, consulte Atualizar a plataforma Windows Media Server (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82888 - essa página pode estar em inglês).

Se você ainda não usou o Windows Media Services, recomendamos que se familiarize com os conceitos de streaming. Um bom lugar para começar é visitando a página Usando o Windows Media Services (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82889 - essa página pode estar em inglês).

noteObservação
Você pode adicionar a função Serviços de Mídia de Fluxo Contínuo à opção de instalação Server Core do sistema operacional Windows Server 2008. Para obter mais informações, consulte o artigo 934518 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft sobre como instalar o Windows Media Services no Windows Server 2008 (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=89041 - essa página pode estar em inglês).

Que nova funcionalidade é oferecida por esse recurso?

  • Gerenciamento de Cache/Proxy. O Administrador do Windows Media Services contém um novo plug-in, chamado Gerenciamento de Cache/Proxy, que controla a capacidade do servidor Windows Media de executar funções de cache e proxy. Você pode usar o plug-in Proxy de Cache do WMS para configurar um servidor Windows Media como servidor de cache/proxy que conserve largura de banda, diminua a latência imposta pela rede e compense a carga em um servidor de origem. Esses três fatores reduzem os seus custos operacionais e criam uma experiência de visualização melhor para os seus clientes.

  • Atributos de lista de reprodução. Agora há suporte para os atributos de lista de reprodução noSkip e noRecede no servidor. Os clientes suportados (Windows Media Player 9 Series ou versões mais recentes) que se conectam a listas de reprodução no servidor postadas em pontos de publicação sob demanda em um servidor Windows Media podem avançar, retroceder, buscar ou pular um elemento de mídia. Esses clientes também podem voltar para o elemento de mídia anterior ou avançar para o próximo na lista de reprodução. (Agora esses controles estão habilitados no cliente.)

Que novas funcionalidades ou configurações foram adicionadas ou alteradas?

  • Streaming MMS. O protocolo MMS (Microsoft Media Server) não tem suporte para streaming, e o plug-in Protocolo de Controle de Servidor MMS foi removido do Administrador do Windows Media Services. Observe que, embora não exista suporte para o protocolo MMS, o moniker MMS (mms://) ainda é suportado. Quando clientes compatíveis com o protocolo RTSP se conectarem a um servidor Windows Media usando uma URL com prefixo mms:// (por exemplo, mms://nome_servidor/nome_clipe.wmv), o servidor tentará usar a substituição de protocolo para transmitir o conteúdo ao cliente via RTSP e oferecer uma experiência de streaming ideal. Os clientes que dão suporte a RTSP incluem Windows Media Player 9 Series (ou versões mais recentes do Windows Media Player) ou outros players que usam o controle ActiveX do Windows Media Player 9 Series.

    Em versões anteriores do Windows Media Player, outros players que não dão suporte ao protocolo RTSP ou players que estão em ambientes não-RTSP e se conectam ao servidor usando uma URL com prefixo mms://, o servidor tentará usar a substituição de protocolo para transmitir o conteúdo ao cliente via protocolo HTTP.

    Para que o conteúdo esteja sempre disponível aos clientes que se conectarem ao seu servidor usando uma URL com prefixo mms://, habilite o plug-in Protocolo de Controle de Servidor HTTP do WMS no Administrador do Windows Media Services e abra as portas do firewall para todos os protocolos de conexão que possam ser usados durante a substituição de protocolo. Para obter mais informações, consulte Informações de firewall para Windows Media Services (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82890 - essa página pode estar em inglês).

  • Configuração de Sistema HTTP do Windows Media Services. Se você usa o Windows Media Services e um serviço Web como o Microsoft IIS (Serviços de Informações da Internet) nesse servidor, os dois serviços tentarão se vincular à porta 80 para streaming HTTP. Para evitar conflitos desse tipo, atribua cada serviço a uma porta diferente. Se você atribuir um serviço a uma porta diferente da 80, também deverá abrir a porta correspondente no firewall da rede. Para obter mais informações, consulte Informações de firewall para Windows Media Services (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82890 - essa página pode estar em inglês).

    Como alternativa, você pode atribuir endereços IP adicionais para o servidor. Dessa forma, cada serviço pode ter seu próprio endereço IP e compartilhar a porta 80 para streaming HTTP. A maneira mais simples de fazer isso é instalar vários adaptadores de rede no servidor. No entanto, se essa solução não for possível, você poderá criar vários endereços IP em um único adaptador de rede e atribuir endereços de porta 80 separados para eles. Em seguida, você deverá configurar o Windows Media Services e o serviço Web para se vincular a diferentes combinações de endereço IP/porta 80. A ferramenta Configuração de Sistema HTTP do Windows Media Services, que era usada em versões anteriores do Windows Media Services para atribuir endereços IP adicionais aos serviços, não está disponível nesta versão. Agora, você deve configurar a lista de inclusão de IP da pilha do protocolo HTTP (HTTP.sys) usando comandos Netsh avançados. Para obter mais informações, consulte "Comandos Netsh" em Novos recursos de rede do Windows Server 2008 e do Windows Vista®(http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82891 - essa página pode estar em inglês).

  • Configuração do firewall. Não é mais necessário adicionar o programa Windows Media Services (Wmserver.exe) como exceção no Firewall do Windows para abrir as portas de entrada padrão para streaming de unicast. Quando você instala a função Serviços de Mídia de Fluxo Contínuo no Windows Server 2008, o programa Windows Media Services é automaticamente adicionado como exceção no Firewall do Windows.

  • Utilitário de Teste de Fluxo. Você deve usar o Gerenciador do Servidor para instalar o recurso Experiência Desktop e poder usar o Utilitário de Teste de Fluxo no Administrador do Windows Media Services.

  • Inicialização Rápida Avançada. A Inicialização Rápida Avançada minimiza a latência da inicialização no Windows Media Player 10 (ou em versões mais recentes) ou no Windows CE versão 5.0 (ou em versões mais recentes) e é habilitado por padrão. Em versões anteriores do Windows Media Services, a Inicialização Rápida Avançada ficava desativada por padrão.

  • QoS (Qualidade de Serviço). O Windows Media Services foi atualizado para usar as diretivas de QoS do Windows Server 2008 para gerenciar o tráfego de rede de saída, em vez de usar ToS (Tipo de Serviço) para entregar fluxos de unicast. Para obter mais informações, consulte Qualidade de Serviço (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82892 - essa página pode estar em inglês).

Preciso alterar algum código existente?

Os aplicativos que foram desenvolvidos para funcionar com o Windows Media Services em sistemas operacionais Windows anteriores não exigem alterações para funcionar com o Windows Media Services no Windows Server 2008.

Como devo me preparar para implantar esse recurso?

Em relação à versão anterior, o Windows Media Services não requer aprimoramentos especiais na rede ou na infra-estrutura de segurança da sua organização. Se você estiver instalando o Windows Media Services no Windows Server 2008 pela primeira vez, antes de continuar verifique os Requisitos de sistema do Windows Media Services (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82893 - essa página pode estar em inglês).

O Windows Media Services pode ser implantado em muitos cenários. Após a instalação do Windows Media Services, é recomendável que você consulte o Guia de Implantação do Windows Media (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82894) para saber quais são os requisitos e as recomendações para o seu cenário de streaming.

Esse recurso está disponível em todas as edições do Windows Server 2008?

Alguns recursos do Windows Media Services não estão disponíveis em certas edições do Windows Server 2008. Se a sua implantação de servidor Windows Media requer um determinado recurso (por exemplo, se você precisa entregar conteúdo para clientes na forma de um fluxo multicast), consulte Identifique a versão do Windows Server mais adequada para você (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=82887 - essa página pode estar em inglês) para determinar que edição do Windows Server 2008 deve ser instalada.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft