Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
108 de 130 pessoas classificaram isso como útil - Avalie este tópico

A tabela de roteamento IP

A tabela de roteamento IP

Cada computador que executa TCP/IP toma decisões de roteamento. Essas decisões são controladas pela tabela de roteamento IP. Para exibir a tabela de roteamento IP em um computador com sistemas operacionais Windows Server 2003, você pode digitar route print em um prompt de comando.

A tabela a seguir mostra um exemplo de uma tabela de roteamento IP. Esse exemplo é para um computador com Windows Server 2003, Standard Edition, com adaptador de rede de 10 MB e a seguinte configuração:

  • Endereço IP: 10.0.0.169
  • Máscara de sub-rede: 255.0.0.0
  • Gateway padrão: 10.0.0.1

 

Descrição Destino de rede Máscara de rede Gateway Interface Métrica

Rota padrão

0.0.0.0

0.0.0.0

10.0.0.1

10.0.0.169

30

Rede de auto-retorno

127.0.0.0

255.0.0.0

127.0.0.1

127.0.0.1

1

Rede local

10.0.0.0

255.0.0.0

10.0.0.169

10.0.0.169

30

Endereço IP local

10.0.0.169

255.255.255.255

127.0.0.1

127.0.0.1

30

Endereços de multicast

224.0.0.0

240.0.0.0

10.0.0.169

10.0.0.169

30

Endereço de difusão limitada

255.255.255.255

255.255.255.255

10.0.0.169

10.0.0.169

1

Observação

  • As descrições da primeira coluna da tabela anterior na verdade não são exibidas na saída do comando route print.

A tabela de roteamento é criada automaticamente, com base na configuração TCP/IP atual do computador. Cada rota ocupa uma única linha na tabela exibida. O computador procura na tabela de roteamento a entrada com maior correspondência ao endereço IP de destino.

O computador usa a rota padrão se nenhuma outra rota de host ou rede corresponder ao endereço de destino incluído em um datagrama IP. A rota padrão geralmente encaminha um datagrama IP (para o qual não há correspondência ou rota local explícita) a um endereço de gateway padrão de um roteador na sub-rede local. No exemplo anterior, a rota padrão encaminha o datagrama a um roteador com o endereço de gateway  10.0.0.1.

Como o roteador correspondente ao gateway padrão contém informações sobre as identificações de rede das outras sub-redes IP na internet TCP/IP maior, ele encaminha o datagrama a outros roteadores até que o datagrama seja entregue a um roteador IP conectado ao host de destino ou à sub-rede especificada na rede maior.

As seções a seguir descrevem cada uma das colunas exibidas na tabela de roteamento IP: destino de rede, máscara de rede, gateway, interface e métrica.

Destino de rede

O destino de rede é usado com a máscara de rede correspondente ao endereço IP de destino. O destino de rede pode variar de 0.0.0.0 para a rota padrão até 255.255.255.255 para a difusão limitada, um endereço de difusão especial para todos os hosts do mesmo segmento de rede.

Máscara de rede

A máscara de rede é a máscara de sub-rede aplicada ao endereço IP de destino ao fazer sua correspondência ao valor do destino de rede. Quando a máscara é escrita em notação binária, o "1" precisa de correspondência e "0" não. Por exemplo, uma rota padrão usa uma máscara de rede 0.0.0.0 que é convertida para o valor binário 0.0.0.0, portanto os bits não precisam de correspondência. Uma rota do host — uma rota correspondente a um endereço IP — usa uma máscara de rede 255.255.255.255 que é convertida para o valor binário 11111111.11111111.11111111.11111111, portanto deve haver correspondência entre bits.

Gateway

O endereço de gateway é o endereço IP que o host local usa para encaminhar datagramas IP a outras redes IP. É o endereço IP de um adaptador de rede local ou de um roteador IP (como um roteador de gateway padrão) no segmento de rede local.

Interface

A interface é o endereço IP configurado no computador local para o adaptador de rede local usado quando um datagrama IP é encaminhado pela rede.

Métrica

A métrica indica o custo de uso de uma rota, geralmente o número de saltos até o destino IP. Qualquer coisa na sub-rede local equivale a um salto e cada roteador que passa após isso é um salto adicional. Se existirem diversas rotas para o mesmo destino com métricas diferentes, a rota com a menor métrica é selecionada.

Para obter informações sobre como adicionar rotas à tabela de roteamento IP, consulte Adicionar uma rota IP estática. Para obter informações sobre como excluir rotas na tabela de roteamento IP, consulte Remover uma rota IP estática.

Hosts com várias bases

A seguir, a tabela de roteamento padrão para um host com várias bases no Windows Server 2003, Standard Edition com essa configuração:

  • Adaptador de rede 1 (10 MB)
    • Endereço IP: 10.0.0.169
    • Máscara de sub-rede: 255.0.0.0
    • Gateway padrão: 10.0.0.1
  • Adaptador de rede 2 (100 MB)
    • Endereço IP: 192.168.0.200
    • Máscara de sub-rede: 255.255.0.0
    • Gateway padrão: 192.168.0.1

 

Adaptador Descrição Destino de rede Máscara de rede Gateway Interface Métrica

1

Rota padrão

0.0.0.0

0.0.0.0

10.0.0.1

10.0.0.169

20

2

Rota padrão

0.0.0.0

0.0.0.0

192.168.0.1

192.168.0.200

30

1

Rede de auto-retorno

127.0.0.0

255.0.0.0

127.0.0.1

127.0.0.1

1

1

Rede local

10.0.0.0

255.0.0.0

10.0.0.169

10.0.0.169

20

1

Endereço IP local

10.0.0.169

255.255.255.255

127.0.0.1

127.0.0.1

20

2

Rede local

192.168.0.0

255.255.0.0

192.168.0.200

192.168.0.200

30

2

Endereço IP local

192.168.0.200

255.255.255.255

127.0.0.1

127.0.0.1

30

2

Difusão da sub-rede

192.168.0.255

255.255.255.255

192.168.0.200

192.168.0.200

30

1

Endereço de difusão seletiva

224.0.0.0

240.0.0.0

10.0.0.169

10.0.0.169

20

2

Endereço de difusão seletiva

224.0.0.0

240.0.0.0

192.168.0.200

192.168.0.200

30

1

Difusão limitada

255.255.255.255

255.255.255.255

10.0.0.169

10.0.0.169

1

2

Difusão limitada

255.255.255.255

255.255.255.255

192.168.0.200

192.168.0.200

1

Observação

  • As descrições da primeira e segunda colunas da tabela anterior na verdade não são exibidas na saída do comando route print.

Para obter informações sobre a habilitação do encaminhamento IP em um computador com hospedagem múltipla que executa um sistema operacional Windows Server 2003, consulte Ativar o serviço Roteamento e acesso remoto.

Observações

  • Ao configurar o gateway padrão em cada adaptador de rede, você pode criar uma rota 0.0.0.0 para cada adaptador de rede. Contudo, apenas uma rota padrão é realmente usada. No exemplo anterior, o endereço IP 10.0.0.169 é o primeiro adaptador de rede nas ligações TCP/IP e, portanto, é usada a rota padrão para o adaptador de rede 1. Como somente um gateway padrão é utilizado, você precisa configurar apenas um adaptador de rede com um gateway padrão. Isso reduz a confusão e garante os resultados pretendidos.
  • Se o roteador IP for um servidor que executa o Windows Server 2003 e tiver uma interface em uma determinada rede, será necessária uma rota para chegar a essa rede. Você pode adicionar rotas estáticas ou usar protocolos de roteamento fornecidos pelo serviço Roteamento e Acesso Remoto. Para obter informações sobre roteamento IP com o serviço Roteamento e Acesso Remoto, consulte Routing.
Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft. Todos os direitos reservados.