Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Comandos netsh para WINS

Atualizado: janeiro de 2005

Aplica-se a: Windows Server 2003, Windows Server 2003 R2, Windows Server 2003 with SP1, Windows Server 2003 with SP2

Comandos netsh para WINS

Os comandos <b>Netsh</b> para WINS oferecem uma ferramenta de linha de comando para administrar servidores WINS que pode ser usada como alternativa equivalente ao gerenciamento baseado em console. Isso é útil nas seguintes situações:

  • Ao gerenciar servidores WINS em redes de longa distância (WANs), os comandos podem ser usados no modo interativo no prompt de comando <b>Netsh</b> para melhor gerenciar conexões de rede de baixa velocidade.

  • Ao gerenciar um grande número de servidores WINS, os comandos podem ser usados no modo em lotes para fazer script e automatizar tarefas administrativas repetitivas que precisam ser executadas para todos os servidores WINS.

Você pode executar esses comandos no prompt de comando da família Windows Server 2003 ou no prompt de comando do contexto Netsh wins. Para que esses comandos funcionem no prompt de comando da família Windows Server 2003, você deve digitar netsh wins antes de digitar os comandos e parâmetros exibidos na sintaxe abaixo. É possível que existam diferenças funcionais entre os comandos de contexto Netsh no Windows 2000 e na família de produtos Windows Server 2003.

Observações

  • A menos que seja especificado em contrário, as marcas de campo (como Name= e EndChar=) são opcionais. Se forem usadas, as marcas devem se aplicar a todos os parâmetros no comando. Se forem omitidas, deve ser fornecido um valor para cada campo que tiver suporte neste comando.

  • Os termos Persona Non Grata e Persona Grata referem-se aos recursos da família Windows Server 2003 Bloquear registros para estes proprietários e Aceitar registros somente para estes proprietários, respectivamente.

  • Para obter mais informações sobre o Netsh, consulte Visão geral sobre o netsh e Inserir um contexto netsh.

  • Para obter exemplos de como usar comandos Netsh para WINS em arquivos em lotes e scripts, consulte Exemplo de netsh WINS.

  • Para obter mais informações sobre como usar os comandos Netsh para WINS, consulte Usar as ferramentas de linha de comando do WINS.

Netsh para WINS

Os comandos a seguir estão disponíveis no prompt wins>, com raiz no ambiente netsh.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

server

Vai para o contexto de servidor especificado. Usado sem parâmetros, o servidor WINS local é subentendido como padrão.

Sintaxe

server [{\\Nome_do_Servidor | Endereço_IP}]

Parâmetros
{ \\Nome_do_Servidor| Endereço_IP}
Especifica o servidor WINS remoto (não-local) para o qual alternar o contexto de linha de comando <b>Netsh</b> para WINS. Identifica o servidor pelo nome ou endereço IP.

Exemplos

No primeiro exemplo, o comando passa o contexto <b>Netsh</b> para o servidor WINS local.

No segundo exemplo, o comando passa o contexto <b>Netsh</b> para um servidor remoto denominado \\WINS-SRV1.

No terceiro exemplo, o comando passa o contexto <b>Netsh</b> para um servidor remoto com endereço IP 10.0.0.1.

server

server \\WINS-SRV1

server 10.0.0.1

Netsh para servidor WINS

Os comandos a seguir estão disponíveis no prompt wins server>, com raiz no ambiente netsh.

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

add

add name

Adiciona um registro de nome ao banco de dados no servidor WINS especificado.

Sintaxe

add name [Name=]Nome_do_Computador [[EndChar=]16º_Carac_in_Hex] [[Scope=]Nome_do_Escopo] [[RecType=]{0 | 1}] [[Group=]{0 | 1 | 2 | 3 | 4}] [[Node=]{0 | 1 | 3}] [IP=]{Endereço_IP1[,Endereço_IP2,Endereço_IP3... ]}

Parâmetros
[ Name=]Nome_do_Computador
Obrigatório. Especifica o nome a ser adicionado e registrado no banco de dados do servidor WINS.

[ EndChar=]16º_Carac_in_Hex
Indica o 16º caractere do nome em hexadecimal. Se não for especificado, os tipos de registro são adicionados com base no valor de Group=. Para obter mais informações, consulte Comentários.

[ Scope=]Nome_do_Escopo
Especifica o nome do escopo NetBIOS.

[ RecType=]{0 | 1}
Indica o tipo de registro: 0-Estático (padrão), 1-Dinâmico.

[ Group=]{0 | 1 | 2 | 3 | 4}
Indica o tipo de grupo: 0-Único (padrão), 1-Grupo, 2-Internet 3-Hospedagem Múltipla, 4-Nome de Domínio.

[ Node=]{0 | 1 | 3}
Indica o tipo de nó NetBIOS: 0-Nó B, 1-Nó P (padrão), 3-Nó H.

[ IP=] {Endereço_IP1[ ,Endereço_IP2,Endereço_IP3...] }
Obrigatório. Especifica o endereço IP do registro de nome a ser adicionado. Se o computador tiver diversas bases, pode ser especificado mais de um endereço IP. Use chaves ({}) para delimitar um ou mais endereços IP e separe os diversos endereços IP por vírgulas.

Comentários
  • Se EndChar= e Group= forem usados em conjunto, EndChar= cancela Group=.

  • Quando EndChar= não for especificado, os tipos de registro a seguir são adicionados ao banco de dados WINS com base no valor de Group=:

     

    Valor do parâmetro de grupo Tipo de registro adicionado

    Grupo único (0)

    03h, 20h, 00h

    Grupo normal (1)

    1eh

    Grupo especial/Internet (2)

    20h

    Grupo com hospedagem múltipla (3)

    03h, 20h, 00h

    Grupo especial/domínio (4)

    1ch

Exemplos

No primeiro exemplo, este comando adiciona um conjunto de registros NetBIOS padrão 00h, 03h e 20h de um computador denominado HOSTA com um endereço IP mapeado igual a10.0.0.1.

No segundo exemplo, este comando adiciona um registro 20h de HOSTB, um computador com hospedagem múltipla e endereços IP 10.0.0.2 e 10.0.0.3, na SUB-REDEA, com um tipo de registro estático e configuração de nó P.

add name Name=HOSTA IP={10.0.0.1}

add name HOSTB 20 SUB-REDEA 0 3 1{10.0.0.2,10.0.0.3}

add partner

Adiciona um parceiro de replicação à lista de parceiros de replicação no servidor WINS especificado.

Sintaxe

add partner [Server=]endereço_IP [[NetBIOS=]Nome_do_Servidor_NetBIOS] [[Type=]{0 | 1 | 2}]

Parâmetros
[ Server=]Endereço_IP
Obrigatório. Especifica o parceiro de replicação a ser adicionado ao servidor WINS. Identifica o servidor do parceiro por endereço IP.

[ NetBIOS=]Nome_do_Servidor_NetBIOS
Especifica o parceiro de replicação a ser adicionado ao servidor WINS. Identifica o servidor do parceiro pelo nome NetBIOS.

[ Type=]{0 | 1 | 2}
Indica o tipo de parceiro a ser adicionado: 0-Pull, 1-Push, 2-Both (padrão).

Comentários
  • Se o endereço IP não for resolvido, o parâmetro do nome NetBIOS será usado para criar o registro do parceiro. Caso contrário, o parâmetro NetBIOS não é usado.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando adiciona um parceiro de replicação para envio/recepção com um endereço IP 10.2.2.2 ao servidor WINS atual.

add partner 10.2.2.2

add pgserver

Adiciona uma lista de servidores Persona Grata ao servidor WINS especificado.

Sintaxe

add pgserver [Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}

Parâmetros
[ Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}
Necessário. Especifica os servidores Persona Grata ou os servidores a serem adicionados. Identifica cada servidor por seu endereço IP, delimitado por chaves ({}). Se você fornecer uma lista, os endereços IP devem ser separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

Comentários
  • Este comando adiciona os novos servidores após verificar as repetições. A lista Persona Grata (PG) é usada para especificar proprietários (outros servidores WINS) cujos registros serão aceitos durante a replicação.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando adiciona os servidores WINS 10.2.2.2 e 10.2.2.3 à lista Persona Grata do servidor WINS atual.

add pgserver {10.2.2.2,10.2.2.3}

add pngserver

Adiciona uma lista de servidores <b>Persona non grata</b> ao servidor WINS especificado.

Sintaxe

add pngserver [Servers=]{Lista_dos_Endereços_IP_dos_Servidores}

Parâmetros
[ Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}
Obrigatório. Especifica os servidores <b>Persona non grata</b> a serem adicionados. Identifica cada servidor por seu endereço IP, delimitado por chaves ({}). Se você fornecer uma lista, os endereços IP devem ser separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

Comentários
  • Este comando adiciona o(s) novo(s) servidor(es) após verificar as repetições. A lista <b>Persona non grata (PNG)</b> é usada para especificar proprietários (outros servidores WINS) cujos registros serão bloqueados durante a replicação.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando adiciona os servidores WINS 10.2.2.2 e 10.2.2.3 à lista <b>Persona non grata</b> do servidor WINS atual.

add pngserver {10.2.2.2,10.2.2.3}

check

check database

Verifica a consistência do banco de dados WINS. Quando usado sem parâmetros, é realizada uma verificação de consistência em todas as réplicas cujo intervalo de verificação se esgotou. A verificação de consistência não será executada imediatamente caso haja situação de sobrecarga, porém, ocorrerá após o intervalo de verificação configurado.

Sintaxe

check database [[All=]{1 | 0}] [[Force=]{1 | 0}]

Parâmetros
[ All=]{1 | 0}
Indica se a verificação de consistência deve ser executada em todas as réplicas ou nas réplicas cujo intervalo de verificação se esgotou: 1-Todas, 0-Caso contrário (padrão).

[ Force=]{1 | 0}
Indica se a verificação de consistência WINS deve ser cancelada em situações de sobrecarga: 1-Cancelar, 0-Caso contrário (padrão).

Comentários
  • A verificação da consistência de todas as réplicas é uma operação que exige muito da rede e dos recursos.

  • A situação de sobrecarga ocorre quando o comando de verificação de consistência é repetido dentro do período de uma hora.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando realiza uma verificação de consistência em todas as réplicas. Se houver uma situação de sobrecarga, a verificação de consistência é realizada após o término do intervalo de verificação configurado.

check database 1

check name

Verifica uma lista de registros de nome em relação a um conjunto de servidores WINS especificado.

Sintaxe

check name {NameFile=Nome_do_Arquivo | NameList={Lista_de_Nomes}} {ServerFile=FileName | ServerList={Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}}[InclPartner={Y | y}]

Parâmetros
{ NameFile=Nome_do_Arquivo | NameList={Lista_de_Nomes}}
Obrigatório. Especifica o arquivo que contém a lista de nomes a ser verificada ou especifica uma lista de nomes a ser verificada. Se você fornecer uma lista, os nomes deverão estar separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

{ ServerFile=Nome_do_Arquivo | ServerList={Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}}
Obrigatório. Especifica o arquivo com a lista de endereços IP do servidor ou especifica uma lista com os endereços IP do servidor a serem verificados. Se você fornecer uma lista, os endereços IP devem ser separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

InclPartner={Y | y}
Especifica se todos os parceiros serão incluídos na lista de servidores. Os parceiros não são incluídos por padrão.

Comentários
  • Este comando exige o uso de marcas. Sempre que forem encontradas inconsistências, haverá uma tentativa de reparo.

  • O formato de Nome tanto em Nome_do_Arquivo quanto em Lista_de_Nomes será nome*16º_carac, onde Nome é o nome do registro e 16º_carac é o 16º caractere do registro.

  • No arquivo, as entradas de nome são separadas por vírgulas ou retornos de carro/avanços de linha.

Exemplos

No primeiro exemplo, este comando verifica dados WINS em relação aos arquivos Nomes.txt e Servidores.txt, subentendendo-se que esses arquivos estão localizados no caminho especificado (a raiz da unidade D).

No segundo exemplo, este comando verifica os nomes Nome1 com 16º caractere 03, 00 e 20h, respectivamente, em relação aos servidores com endereços IP 10.2.2.2 e 10.2.2.3.

check name NameFile=D:\Nomes.txt ServerFile=D:\Servidores.txt

check name NameList={Nome1*03,Nome1*00,Nome1*20} ServerList={10.2.2.2,10.2.2.3}

check version

Verifica a consistência dos números de identificação de versão dos proprietários de registros WINS no banco de dados WINS.

Sintaxe

check version [Server=]Endereço_IP [[File=]Nome_do_Arquivo]

Parâmetros
[ Server=]Endereço_IP
Obrigatório. Especifica o endereço IP do servidor WINS inicial.

[ File=]Nome_do_Arquivo
Especifica o arquivo onde armazenar o índice para a tabela de endereços IP. Se omitido, check version cria o arquivo Wins.rec no diretório atual e armazena nele o índice para a tabela de endereços IP.

Comentários
  • Se for fornecido um nome de arquivo inválido, o Nome_do_Arquivo é definido como Wins.rec no diretório atual.

  • Convém aumentar a largura da janela de comando para permitir uma exibição correta da tabela.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando verifica a consistência do número de versão dos registros de um servidor WINS com o endereço IP 10.2.2.2 nos seus parceiros de replicação.

check version 10.2.2.2

delete

delete name

Exclui um nome registrado do banco de dados do servidor WINS.

Sintaxe

delete name [Name=]Nome_Registrado [EndChar=]16º_carac_in_hex [[Scope=]Nome_do_Escopo]

Parâmetros
[ Name=]Nome_Registrado
Obrigatório. Especifica o nome registrado a ser excluído.

[ EndChar=]16º_Carac_in_Hex
Obrigatório. Indica o 16º caractere do nome do registro a ser excluído em hexadecimal.

[ Scope=]Nome_do_Escopo
Especifica o identificador do escopo NetBIOS do registro a ser excluído.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exclui os registros (03h) de mensageiro com o nome de registro HOSTA do banco de dados WINS.

delete name Name=HOSTA EndChar=03

delete owners

Exclui ou marca para exclusão uma lista de proprietários e seus registros do banco de dados no servidor WINS especificado.

Sintaxe

delete owners [Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}[[Op=]{0 | 1}]

Parâmetros
[ Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}
Obrigatório. Especifica uma lista de servidores proprietários com registros a serem excluídos. Identifica os servidores pelos endereços IP que devem ser separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

[ Op=]{0 | 1}
Indica sua opção: 0-Marcar para exclusão (padrão), 1-Excluir.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exclui todos os registros pertencentes ao servidor WINS com o endereço IP 10.0.0.1.

delete owners Servers={10.0.0.1} Op=1

delete partner

Exclui todos os parceiros de replicação ou um parceiro de replicação especificado da lista de parceiros de replicação no servidor WINS especificado. Quando usado sem parâmetros, todos os parceiros de replicação são excluídos tanto da lista de parceiros de recepção quanto da lista de parceiros de envio sem um prompt de confirmação.

Sintaxe

delete partner [[Server=]Endereço_IP] [[Type=]{0 | 1 | 2}] [[Confirm=]{Y|y}]

Parâmetros
[ Server=]Endereço_IP
Especifica o parceiro a ser excluído. Identifica o parceiro por endereço IP.

[ Type=]{0 | 1 | 2}
Indica o tipo de lista de parceiros a ser excluído: 0-Pull, 1-Push, 2-Both (padrão).

[ Confirm=]{Y|y}
Inicia e conclui a operação sem solicitar confirmação.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exclui um parceiro do tipo envio/recepção com um endereço IP 10.0.0.1 do servidor WINS atual sem solicitar confirmação.

delete partner Server=10.0.0.1 Type=2 Confirm=Y

delete pgserver

Exclui todos os servidores Persona Grata ou servidores Persona Grata específicos da lista de servidores Persona Grata no servidor WINS especificado.

Sintaxe

delete pngserver [Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}

Parâmetros
[ Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}
Necessário. Especifica uma lista de servidores Persona Grata a serem excluídos. Identifica servidores Persona Grata por endereços IP separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

Comentários
  • A lista Persona Grata (PG) especifica os proprietários (outros servidores WINS) cujos registros deverão ser bloqueados durante a replicação. Se você usar um par de chaves vazio ({}), delete pgserver excluirá todos os servidores na lista de servidores PG.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exclui os servidores WINS 10.2.2.2 e 10.2.2.3 da lista Persona Grata deste servidor WINS.

delete pgserver Servers={10.2.2.2,10.2.2.3}

delete pngserver

Exclui todos os servidores <b>Persona non grata</b> ou servidores <b>Persona non grata</b> específicos da lista de servidores <b>Persona non grata</b> no servidor WINS especificado.

Sintaxe

delete pngserver [Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}

Parâmetros
[ Servers=]{Lista_de_Endereços_IP_do_Servidor}
Obrigatório. Especifica uma lista de servidores <b>Persona non grata</b> a serem excluídos. Identifica servidores <b>Persona non grata</b> por endereços IP separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

Comentários
  • A lista <b>Persona non grata (PNG)</b> especifica os proprietários (outros servidores WINS) cujos registros deverão ser bloqueados durante a replicação. Se você usar um par de chaves vazio ({}), delete pngserver excluirá todos os servidores na lista de servidores PNG.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exclui os servidores WINS 10.2.2.2 e 10.2.2.3 da lista <b>Persona non grata</b> deste servidor WINS.

delete pngserver Servers={10.2.2.2,10.2.2.3}

delete records

Exclui todos os registros ou um conjunto de registros do servidor WINS atual ou marca registros para exclusão.

Sintaxe

delete records [MinVer=]{Alto,Baixo} [MaxVer=]{Alto,Baixo} [[Op=]{0 | 1}]

Parâmetros
[ MinVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica as versões de registro mínimas alta e baixa a partir das quais a exclusão terá início. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

[ MaxVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica as versões de registro máximas alta e baixa nas quais a exclusão terá fim. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

[ Op=]{0 | 1}
Indica sua opção: 0-Excluir (padrão), 1-Marcar para exclusão.

Comentários
  • Se você definir tanto MinVer= quanto MaxVer= como {0,0}, delete records excluirá todos os registros.

Exemplos

No primeiro exemplo, este comando define todos os registros no servidor WINS como marcados para exclusão.

No segundo exemplo, este comando exclui todos os registros entre 2de2d e 2de3f, inclusive ambos.

delete records MinVer={0,0} MaxVer={0,0} Op=1

delete records MinVer={0,2de2d} MaxVer={0,2de3f}

init

init backup

Inicia o backup do banco de dados WINS em uma pasta especificada. Usado sem parâmetros, este comando efetua um backup completo no caminho de backup padrão definido no momento.

Sintaxe

init backup [[Dir=]Diretório_de_Backup] [[Type=]{0 | 1}]

Parâmetros
[ Dir=]Diretório_de_Backup
Especifica a pasta onde são armazenados os backups. Se não for especificada, é usado o caminho de backup padrão definido no momento.

[ Type=]{0 | 1}
Indica o tipo de backup: 0-Backup completo (padrão), 1-Backup incremental.

Comentários
  • O backup para WINS só pode ser realizado a nível local, no mesmo servidor. Não há suporte para backup de servidores WINS remotos.

  • Os arquivos de backup serão criados automaticamente no subdiretório wins_bak da pasta Dir=.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando iniciará um backup completo do banco de dados WINS do servidor WINS local na pasta C:\ArqsWINS\wins_bak. WINS criará a sub-pasta wins_bak.

init backup Dir=C:\ArqsWINS Type=0

init import

Inicia a importação de mapeamentos estáticos de um arquivo Lmhosts.

Sintaxe

init import [File=]Arquivo_de_Importação

Parâmetros
[ File=]Arquivo_de_Importação
Obrigatório. Especifica o arquivo de texto formatado como Lmhosts usado para importar mapeamentos estáticos para o banco de dados WINS.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando importa os mapeamentos estáticos do arquivo IPfixo.sam, localizado no caminho C:\ArqsWINS, como novos mapeamentos estáticos no banco de dados WINS local.

init import File=C:\ArqsWINS\IPfixo.sam

init pull

Inicia e envia um disparador de recepção para outro servidor WINS.

Sintaxe

init pull [Server=]{Nome_do_Servidor_de_Recepção | Endereço_IP}

Parâmetros
[ Server=]{\\Nome_do_Servidor_de_Recepção | Endereço_IP}
Obrigatório. Especifica o servidor WINS para o qual enviar um disparador de recepção. Identifica o servidor pelo nome ou endereço IP.

Comentários
  • Se o nome de servidor fornecido não puder ser resolvido para um endereço IP, ocorrerá falha na operação.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando inicia e envia um disparador de recepção para o servidor WINS 10.2.2.2.

init pull Server=10.2.2.2

init pullrange

Inicia e recebe um intervalo de registros de outro servidor WINS.

Sintaxe

init pullrange [Owner=]IP_do_Servidor_Proprietário [Server=]IP_do_Servidor_de_Recepção [MaxVer=]{Alto,Baixo} [MinVer=]{Alto,Baixo}

Parâmetros
[ Owner=]IP_do_Servidor_Proprietário
Obrigatório. Especifica o servidor WINS com registros a serem retirados. Identifica o servidor pelo endereço IP.

[ Server=]IP_do_Servidor_de_Recepção
Obrigatório. Especifica o servidor WINS que recebe o intervalo de registros. Identifica o servidor pelo endereço IP.

[ MaxVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica o número de registros da versão máxima alta e versão máxima baixa a serem retirados. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

[ MinVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica o número de registros da versão mínima alta e versão mínima baixa a serem retirados. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

Comentários
  • Se tanto MaxVer= quanto MinVer= forem definidos como {0,0}, init pullrange receberá todo o intervalo de registros.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando inicia e envia um disparador de recepção para o servidor WINS 10.2.2.3 relativo a todos os registros pertencentes ao servidor WINS 10.2.2.2.

init pullrange Owner=10.2.2.2 Server=10.2.2.3 MaxVer={0,0} MinVer={0,0}

init push

Inicia e envia um disparador de envio para outro servidor WINS.

Sintaxe

init push [Server=]{\\Nome_do_Servidor_de_Recepção | Endereço_IP} [[PropReq=]{0 | 1}]

Parâmetros
[ Server=]{\\Nome_do_Servidor_de_Envio | Endereço_IP}
Obrigatório. Especifica o servidor WINS para o qual enviar um disparador de envio. Identifica o servidor pelo nome ou endereço IP.

[ PropReq=]{0 | 1}
Indica sua solicitação de propagação: 0-Enviar somente para o servidor especificado (padrão), 1-Fazer o servidor propagar o disparador de envio para todos os seus parceiros.

Comentários
  • Se o nome de servidor fornecido não puder ser resolvido para um endereço IP, ocorrerá falha na operação.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando inicia e envia um disparador de envio para o servidor WINS 10.2.2.2 e faz com que ele propague o disparo a todos os seus parceiros de replicação.

init push Server=10.2.2.2 PropReq=1

init replicate

Inicia e força uma replicação imediata do banco de dados com parceiros de replicação.

Sintaxe

init replicate

Parâmetros

none

Comentários
  • Este comando inicia uma replicação de envio/recepção com todos os parceiros de replicação do servidor.

init restore

Inicia a restauração do banco de dados WINS a partir de uma pasta e um arquivo no servidor WINS especificado.

Sintaxe

init restore [Dir=]Diretório_de_Restauração

Parâmetros
[ Dir=]Diretório_de_Restauração
Obrigatório. Especifica a pasta da qual os arquivos serão restaurados.

Comentários
  • Os backups do WINS só podem ser restaurados a nível local, no mesmo servidor. Não é possível restaurar o banco de dados WINS de um computador remoto

  • Dir= deve conter um subdiretório wins_bak, que conterá o arquivo do banco de dados, porém, esse subdiretório não deve ser incluído no parâmetro Dir=.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando restaura o banco de dados WINS a partir da localização do arquivo de backup do banco de dados em C:\ArqsWINS.

init restore Dir=C:\ArqsWINS

init scavenge

Inicia a eliminação do banco de dados WINS do servidor WINS especificado.

Sintaxe

init scavenge

Parâmetros

none

Comentários
  • Este comando remove informações desatualizadas do banco de dados WINS.

init search

Inicia uma pesquisa do nome de registro especificado no banco de dados WINS.

Sintaxe

init search [Name=]RecordName [[EndChar=]Caractere_Final] [[Case=]{0 | 1}] [[File=]Nome_do_Arquivo]

Parâmetros
[ Name=]Nome_do_Registro
Obrigatório. Especifica o nome do registro a ser pesquisado

[ EndChar=]Caractere_Final
Indica o 16º caractere do registro de nome NetBIOS. Se não for especificado, a pesquisa apresentará como resposta todos os registros correspondentes à seqüência inserida em Name=. Para obter mais informações, consulte Comentários.

[ Case=]{0 | 1}
Indica a preferência de maiúsculas e minúsculas para o nome: 0-Ignorar maiúsculas e minúsculas no nome (padrão), 1-Considerar maiúsculas e minúsculas no nome.

[ File=]Nome_do_Arquivo
Especifica o arquivo onde armazenar a saída de texto sem formatação ASCII. Se não for especificado, a saída é exibida na janela do prompt de comando.

Comentários
  • Se não for fornecido um valor para EndChar=, a pesquisa apresentará como resposta todos os registros correspondentes à seqüência inserida em Name=. Por exemplo, se o banco de dados contiver um registro denominado MYPC-1, uma pesquisa que utilize MYPC como valor do parâmetro nome apresentará como resposta todos os registros que começam com esse padrão de nome, independentemente do tipo de registro:

     

    Nome do registro Tipo do registro

    MYPC-1

    [00h]Estação de trabalho

    MYPC-1

    [01h]Outros

    MYPC-1

    [03h]Mensageiro

    Se você especificar um valor para EndChar=, somente os registros que corresponderem ao nome do registro e tipo do registro serão apresentados. Por exemplo, se o valor de Name= for MYPC e o valor de EndChar for 00, serão apresentados os seguintes resultados de pesquisa:

     

    Nome do registro Tipo do registro

    MYPC-1

    [00h]Estação de trabalho

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando procura registros denominados dc1 com o caractere final 1c, ignora maiúsculas e minúsculas e envia as informações para o arquivo nomes.txt localizado em C:\ArqsWINS.

init search Name=dc1 EndChar=1c Case=0 File=C:\ArqsWINS \nomes.txt

reset

reset statistics

Redefine as estatísticas do servidor WINS local.

Sintaxe

reset statistics

Parâmetros

none

set

set autopartnerconfig

Define as informações de configuração de parceiro de replicação automático para o servidor. Usado sem parâmetros, a configuração do parceiro automático é redefinida (desativada).

Sintaxe

set autopartnerconfig [[State=]{0 | 1}] [[Interval=]Valor] [[TTL=]Valor]

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Indica a configuração do parceiro de replicação automático: 0-Redefinir (padrão), 1-Definir.

[ Interval=]Valor
Especifica o valor do intervalo de difusão seletiva, em segundos.

[ TTL=]Valor
Especifica o valor do tempo de vida (TTL) dos datagramas de difusão seletiva entre servidores WINS parceiros. O valor TTL deve situar-se no intervalo de 1 a 32.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define as informações de configuração automática do servidor WINS para um intervalo de difusão seletiva de 3.600 segundos e um tempo de vida (TTL) de 20.

set autopartnerconfig State=0 Interval=3600 TTL=20

set backuppath

Define os parâmetros de backup para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

set backuppath [Dir=]Novo_Caminho [[Shutdown=]{0 | 1}]

Parâmetros
[ Dir=]Novo_Caminho
Obrigatório. Especifica o caminho de backup para o banco de dados do servidor. Se não for especificado, será usado o caminho padrão C:\.

[ Shutdown=]{0 | 1}
Indica a configuração para backup durante o desligamento: 0-Desabilita o backup do banco de dados WINS durante o desligamento (padrão), 1-Habilita o backup do banco de dados WINS durante o desligamento.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando configura o servidor WINS para fazer backup automático do banco de dados WINS em C:\ArqsWINS todas as vezes que o servidor for desligado.

set backuppath Dir=C:\ArqsWINS Shutdown=1

set burstparam

Define os parâmetros de tratamento intermitente para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

set burstparam [State=]{0 | 1} [[Value=]Tamanho_da_Fila]

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Obrigatório. Indica a configuração do tratamento intermitente: 0-Redefinir ou desabilitar o tratamento intermitente para o servidor WINS, 1-Definir ou habilitar o tratamento intermitente para o servidor WINS.

[ Value=]Tamanho_da_Fila
Especifica o tamanho da fila de intermitência. O tamanho da fila deve situar-se entre 50 e 5.000.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define o tamanho da fila de intermitência para permitir 1.000 solicitações de registro e renovação de clientes antes do servidor WINS usar tratamento intermitente.

set burstparam State=1 Value=1000

set defaultparam

Define os parâmetros padrão para configuração do servidor WINS.

Sintaxe

set defaultparam

Parâmetros

none

Comentários
  • Este comando define todos os parâmetros de configuração do servidor WINS segundo seus valores padrão. É recomendável que você execute esse comando após a instalação do serviço WINS para definir o servidor com as configurações padrão dos parâmetros.

set logparam

Define ou redefine os parâmetros de banco de dados e de log de eventos detalhado. Usado sem parâmetros, os valores atuais serão mantidos.

Sintaxe

set logparam [[DBChange=]{0 | 1}] [[Event=]{0 | 1}]

Parâmetros
[ DBChange=]{0 | 1}
Indica se você deseja registrar em log as alterações no banco de dados: 1-Habilitar o log das alterações de banco de dados para arquivos de log JET (padrão), 0-Redefinir esta opção.

[ Event=]{0 | 1}
Indica o detalhe dos eventos: 1-Fazer registro detalhado dos eventos no log de eventos do sistema, 0-Redefinir esta opção (padrão).

Comentários
  • O mecanismo do banco de dados WINS pode registrar as alterações do banco de dados em arquivos separados. Como essa opção melhora o desempenho das operações com bancos de dados, ela fica ativada por padrão.

  • O servidor WINS pode registrar informações sobre eventos detalhados no log de eventos do sistema. Como essa opção exige muito dos recursos, ela fica desativada por padrão.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define parâmetros de log para o servidor WINS de forma a permitir o registro em log das alterações de banco de dados em arquivos JET e fazer o registro de eventos detalhados no log de eventos do sistema.

set logparam Event=1

set migrateflag

Define o sinalizador de migração para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

set migrateflag [State=]{0 | 1}

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Obrigatório. Indica a configuração do sinalizador de migração: 0-Desabilitar (migração desativada), 1-Habilitar (migração ativada)

Comentários
  • O sinalizador de migração determina se os mapeamentos estáticos únicos podem ser substituídos por registros dinâmicos.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define o sinalizador de migração de forma a permitir a substituição de mapeamentos estáticos únicos por registros dinâmicos no servidor WINS especificado.

set migrateflag State=1

set namerecord

Define os intervalos que são usados para determinar quando os registros de nomes WINS são renovados, excluídos e verificados no servidor WINS especificado. Usado sem parâmetros, os valores atuais são mantidos.

Sintaxe

set namerecord [[Renew=]Valor] [[Extinction=]Valor] [[ExTimeout=]Valor] [[Verification=]Valor]

Parâmetros
[ Renew=]Valor
Especifica a taxa de renovação do intervalo, em segundos.

[ Extinction=]Valor
Especifica o intervalo de extinção, em segundos.

[ ExTimeout=]Valor
Especifica o tempo limite da extinção, em segundos

[ Verification=]Valor
Especifica o intervalo de verificação, em segundos.

Comentários
  • Todos os parâmetros são opcionais. No caso de parâmetros não utilizados, são mantidos os valores padrão ou previamente definidos.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define cada um dos valores de registros de nomes no servidor WINS.

set namerecord Renew=3600 Extinction=7200 ExTimeout=86400 Verification=2073600

set periodicdbchecking

Define os parâmetros de verificação periódica da consistência do banco de dados no servidor WINS especificado. Usado sem parâmetros, os valores atuais são mantidos.

Sintaxe

set periodicdbchecking [[State=]{0 | 1}] [[MaxRec=]Valor] [[CheckAgainst=]{0 | 1}] [[CheckEvery=]Valor] [[Start=]Valor]

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Obrigatório. Indica se a verificação do estado do banco de dados WINS deve ser efetuada: 0-Desabilitar, 1-Habilitar (padrão). Se o valor deste parâmetro for definido como 0, todas as verificações são desativadas independentemente do valor dos outros parâmetros.

[ MaxRec=]Valor
Especifica o número máximo de registros verificados a cada período. Se não for especificado, o padrão será 30.000.

[ CheckAgainst=]{0 | 1}
Indica o servidor que servirá de modelo para a verificação: 0-Servidor proprietário (padrão), 1-Servidor selecionado aleatoriamente.

[ CheckEvery=]Valor
Especifica a freqüência, em horas, para verificação da consistência do banco de dados WINS. Se não for especificado, o padrão será 24 horas.

[ Start=] Valor
Especifica a hora, em segundos, em que a verificação de consistência terá início.

Comentários
  • Para definir intervalos de verificação de consistência periódicos, é recomendável a especificação de valores para os parâmetros CheckEvery e Start. Para ajustar a configuração já existente da verificação de consistência periódica, especifique valores somente para State e o(s) parâmetro(s) que você desejar alterar. Os parâmetros para os quais você não fornecer um valor permanecerão inalterados.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando verifica o banco de dados WINS a cada hora em relação a um parceiro de replicação aleatório com início aos 3.600 segundos.

set periodicdbchecking State=1 MaxRec=1000 CheckAgainst=1 CheckEvery=1 Start=3600

set pgmode

Define o modo Persona Grata ou o modo Persona Non Grata.

Sintaxe

set pgmode [Mode=]{0 | 1}

Parâmetros
[ Mode=]{0 | 1}
Necessário. Especifica o modo a ser definido: 0-Define o modo Persona Non Grata (PNG), 1-Define o modo Persona Grata (PG).

Comentários
  • Use os comandos add pgserver e delete pgserver para atualizar a lista Persona Grata.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define o modo Persona Grata. Durante a replicação, o WINS aceitará somente os registros cujos proprietários são os servidores especificados na lista Persona Grata.

set pgmode Mode=1

set pullparam

Define os parâmetros padrão do parceiro de recepção para o servidor WINS especificado. Quando usado sem parâmetros, são mantidos os valores padrão ou previamente definidos.

Sintaxe

set pullparam [[State=]{0 | 1}] [[Strtup=]{0 | 1}] [[Start=]Valor] [[Interval=]Valor] [[Retry=]Valor]

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Obrigatório. Indica se você deseja que sejam usadas conexões persistentes com parceiros de recepção: 0-Não usar conexões persistentes com parceiros de recepção, 1-Usar conexões persistentes com parceiros de recepção.

[ Strtup=]{0 | 1}
Indica se a replicação de recepção deve ser iniciada na inicialização: 0-Não inicia a replicação de recepção na inicialização (padrão), 1-Inicia a replicação de recepção na inicialização .

[ Start=] Valor
Especifica a hora de início do disparador de recepção, em segundos.

[ Interval=]Valor
Especifica o intervalo de replicação, em segundos.

[ Retry=]Valor
Especifica o número de vezes que a replicação deve ser tentada.

Comentários
  • Se não for especificado um valor para Interval=, só ocorrerá uma replicação.

  • Se não for especificado um valor para Start=, a execução do comando iniciará o disparador de recepção.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define os parâmetros padrão do parceiro de recepção de forma que o servidor WINS utilize uma conexão persistente com seus parceiros de recepção, inicie a replicação na inicialização, inicie o disparador de recepção em 23.600 segundos a um intervalo de 259.200 segundos e tente a replicação sete vezes.

set pullparam State=1 Strtup=1 Start=23600 Interval=259200 Retry=7

set pullpartnerconfig

Define os parâmetros de configuração do parceiro de recepção especificado.

Sintaxe

set pullpartnerconfig [[State=]{0 | 1}] [Server=]Nome_do_Servidor [[Start=]Valor] [[Interval=]Valor]

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Indica o estado do sinalizador de conexão persistente: 0-Desabilitar, 1-Habilitar (padrão).

[ Server=]Nome_do_Servidor
Obrigatório. Especifica o parceiro de replicação de recepção por nome ou endereço IP.

[ Start=] Valor
Especifica a hora de início da replicação, em segundos.

[ Interval=]Valor
Especifica o intervalo entre replicações de recepção, em segundos.

Comentários
  • Se for fornecido um nome de servidor para Server= que não possa ser resolvido para um endereço IP, ocorrerá falha na função.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define a configuração do parceiro de recepção para o servidor WINS atual e para o servidor WINS parceiro 10.2.2.2. A replicação de recepção será iniciada em 3.600 segundos e executada a cada 4.320 segundos.

set pullpartnerconfig State=1 Server=10.2.2.2 Start=3600 Interval=4320

set pushparam

Configura os parâmetros padrão do parceiro de envio para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

set pushparam [State=]{0 | 1} [[Strtup=]{0 | 1}] [[AddChange=]{0 | 1}] [[Update=]Valor]

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Obrigatório. Indica se você deseja que sejam usadas conexões persistentes com parceiros de envio: 0-Não usar conexões persistentes com parceiros de envio, 1-Usar conexões persistentes com parceiros de envio.

[ Strtup=]{0 | 1}
Indica se você deseja que a replicação de envio tenha início na inicialização: 0-Não iniciar replicação de envio na inicialização (padrão), 1-Iniciar replicação de envio na inicialização.

[ AddChange=]{0 | 1}
Indica se você deseja que a replicação seja disparada em caso de alteração de endereço: 0-Não disparar replicação em caso de alteração de endereço (padrão), 1-Disparar replicação em caso de alteração de endereço .

[ Update=]Valor
Especifica o número de alterações na identificação da versão que ocorrerão antes da replicação.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define os parâmetros padrão do parceiro de envio para o servidor WINS de forma que use conexões persistentes com seus parceiros de envio, inicie replicação de envio na inicialização e em caso de alteração de endereço, e envio para parceiros depois que a identificação de versão tiver sido atualizada duas vezes para registros pertencentes a este servidor WINS.

set pushparam State=1 Strtup=1 AddChange=1 Update=2

set pushpartnerconfig

Define os parâmetros de configuração do parceiro de envio especificado.

Sintaxe

set pushpartnerconfig [[State=]{0 | 1}] [Server=]\\Nome_do_Servidor [Update=]Valor

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Indica o estado do sinalizador de conexão persistente: 0-Desabilitar, 1-Habilitar (padrão).

[ Server=]\\Nome_do_Servidor
Obrigatório. Especifica o servidor de parceiro de envio para o qual você deseja definir parâmetros de configuração. Identifica o servidor pelo nome ou endereço IP.

[ Update=]Valor
Obrigatório. Especifica o limite para atualizações.

Comentários
  • Se o nome fornecido no parâmetro do servidor não puder ser resolvido para um endereço IP, ocorrerá falha na função.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define a configuração do parceiro de envio para o servidor WINS atual de um servidor WINS parceiro com endereço IP 10.2.2.2 e define 2 como limite de alterações de identificação de versão permitidas antes que os parceiros de envio sejam informados sobre elas.

set pushpartnerconfig State=1 Server=10.2.2.2 Update=2

set replicateflag

Configura o sinalizador de replicação para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

set replicateflag [State=]{0 | 1}

Parâmetros
[ State=]{0 | 1}
Obrigatório. Indica a configuração do sinalizador de replicação: 0-Desabilitar (sinalizador de replicação desativado), 1-Habilitar (sinalizador de replicação ativado).

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando ativa o sinalizador de replicação para o servidor.

set replicateflag State=1

set startversion

Define o valor do número de identificação de versão inicial (início) do banco de dados.

Sintaxe

set startversion [Version=]{Alto,Baixo}

Parâmetros
[ Version=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica o número de identificação de versão inicial do banco de dados WINS. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando define o número de identificação de versão inicial do banco de dados WINS como sendo 0.

set startversion Version={0,0}

show

show browser

Exibe todos os registros [1Bh] ativos do navegador de domínio mestre relativos ao servidor WINS especificado.

Sintaxe

show browser

Parâmetros

none

show database

Exibe o banco de dados e os registros de uma lista parcial ou completa de servidores proprietários especificados.

Sintaxe

show database [Servers=]{Endereços_IP} [[RecType=]{0 | 1 | 2}] [[Count=]Contagem] [[Start=]{0 | 1}] [[EndChar=]16º_Carac_in_Hex] [[File=]Nome_do_Arquivo]

Parâmetros
[ Servers=]{Endereços_IP}
Obrigatório. Especifica uma lista de servidores proprietários cujos registros deverão ser exibidos. Identifica servidores proprietários por endereço IP, que devem ser separados por vírgulas e delimitados por chaves ({}).

[ RecType=]{0 | 1 | 2}
Indica o tipo de registro: 0-Ambos (padrão), 1-Estático, 2-Dinâmico.

[ Count=]Contagem
Especifica o número de registros que você deseja exibir. Se não for especificado, serão apresentados todos os registros que correspondam aos parâmetros de consulta.

[ Start=]{0 | 1}
Indica onde iniciar a classificação da tela: 0-Iniciar do começo do banco de dados (padrão), 1-Iniciar do final do banco de dados.

[ EndChar=]16º_Carac_in_Hex
Indica o 16º caractere dos registros, em hexadecimal. Esse número filtra os registros que são recuperados do banco de dados. Se não for especificado, são apresentados todos os tipos de registro.

[ File=]Nome_do_Arquivo
Especifica o arquivo no qual a saída formatada é armazenada. Se não for especificado, a saída será exibida na janela do prompt de comando.

Comentários
  • Se você especificar um conjunto vazio ({}) para Servers=, os registros de show database serão exibidos para todos os servidores proprietários.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando envia os 1000 primeiros registros dinâmicos no banco de dados WINS do servidor 10.2.2.2 para o arquivo de texto resultado.txt.

show database Servers={10.2.2.2} RecType=2 Count=1000 Start=0 Endchar=0 File=C:\ArqsWINS\resultado.txt

show info

Exibe informações de configuração do servidor WINS especificado.

Sintaxe

show info

Parâmetros

none

Comentários
  • Se definido, este comando exibe as seguintes informações de configuração WINS relativas ao servidor atual:

    • Caminho do backup

    • Configuração do registro de nome

    • Verificação periódica da consistência do banco de dados

    • Tratamento intermitente

    • Parâmetros de log

    • Contagem da versão inicial

show name

Consulta e exibe informações detalhadas relativas a um registro especificado no banco de dados do servidor WINS atual.

Sintaxe

show name [Name=]Nome_do_Registro [EndChar=]16º_carac_em_hex [[Scope=]Nome_do_Escopo]

Parâmetros
[ Name=]Nome_do_Registro
Obrigatório. Especifica o registro relativo à consulta.

[ EndChar=]16º_Carac_in_Hex
Obrigatório para todas as consultas, exceto registros de tipo único. Indica o 16º caractere em hexadecimal.

[ Scope=]Nome_do_Escopo]
Especifica o escopo NetBIOS, se utilizado.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exibe informações armazenadas no momento relativas ao registro de nome HOSTA, do tipo Servidor de arquivos, [20h] que existe no banco de dados WINS no servidor WINS especificado.

show name Name=HOSTA EndChar=20

show partner

Exibe todos os parceiros de recepção, parceiros de envio ou parceiros de recepção e envio relativos ao servidor WINS especificado. Quando usado sem parâmetros, este comando exibe todos os parceiros de recepção, parceiros de envio e parceiros de recepção/envio relativos ao servidor WINS especificado.

Sintaxe

show partner [[Type=]{0 | 1 | 2 | 3}]

Parâmetros
[ Type=]{0 | 1 | 2 | 3}
Indica o tipo de parceiro a ser exibido: 0-Todos (padrão), 1-Recepção, 2-Envio, 3-Envio e recepção.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exibe o nome do servidor, endereço IP e tipo de replicação de cada parceiro de replicação relativo ao servidor WINS.

show partner

show partnerproperties

Exibe informações de configuração do parceiro padrão para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

show partnerproperties

Parâmetros

none

Comentários
  • Este comando exibe a configuração automática de parceiro e os parâmetros de envio/recepção padrão para o servidor WINS atual.

show pullpartnerconfig

Exibe informações de configuração de um parceiro de recepção.

Sintaxe

show pullpartnerconfig [Server=]{nome | Endereço_IP}

Parâmetros
[ Server=]{nome | Endereço_IP}
Obrigatório. Especifica o parceiro de recepção sobre o qual você deseja exibir informações de configuração. Identifica o parceiro pelo nome ou endereço IP.

Comentários
  • Se o nome fornecido não puder ser resolvido para um endereço IP, ocorrerá falha na função.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exibe as informações de configuração de parceiro de recepção para o servidor WINS 10.2.2.2.

show pullpartnerconfig Server=10.2.2.2

show pushpartnerconfig

Exibe informações de configuração de um parceiro de envio.

Sintaxe

show pushpartnerconfig [Server=]{nome | Endereço_IP}

Parâmetros
[ Server=]{Nome | Endereço_IP}
Obrigatório. Especifica o parceiro de envio sobre o qual você deseja exibir informações de configuração. Identifica o parceiro de envio pelo nome ou endereço IP.

Comentários
  • Se o nome fornecido não puder ser resolvido para um endereço IP, ocorrerá falha na função.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exibe as informações de configuração de parceiro de envio para o servidor WINS 10.2.2.2.

show pushpartnerconfig Server=10.2.2.2

show recbyversion

Exibe o conjunto de registros de um proprietário, especificado como um intervalo de identificações de versão, e classifica os registros por versão.

Sintaxe

show recbyversion [Server=]Endereço_IP [MaxVer=]{Alto,Baixo} [MinVer=]{Alto,Baixo} [[Name=]Nome_do_Registro] [[EndChar=]16º_carac] [Case=]{0 | 1}

Parâmetros
[ Server=]Endereço_IP
Obrigatório. Especifica o servidor proprietário para o qual você deseja exibir um conjunto de registros. Identifica o servidor pelo endereço IP.

[ MaxVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica o intervalo de registros a ser apresentado pelo número de versão alto máximo e baixo máximo. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

[ MinVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica o intervalo de registros a ser apresentado pelo número de versão alto mínimo e baixo mínimo. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

[ Name=]Nome_do_Registro
Especifica os registros a serem procurados.

[ EndChar=]16º_carac
Indica o caractere a ser procurado, em hexadecimal.

[ Case=]{0 | 1}
Indica se deve ser criada uma comparação que diferencie maiúsculas de minúsculas: 0-Ignorar maiúsculas e minúsculas (padrão), 1-Criar uma comparação que diferencie maiúsculas de minúsculas.

Comentários
  • Se Name= não for especificado, EndChar= e Case= serão ignorados.

  • Se tanto MinVer= quanto MaxVer= forem definidos como {0,0}, show recbyversion exibirá todo o intervalo de registros.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exibe o número total de registros (por versão de registro) pertencentes ao servidor WINS 10.2.2.2.

show recbyversion Server=10.2.2.2 MaxVer={0,0} MinVer={0,0} Name=dc1 EndChar=1c Case=0

show reccount

Exibe o número de registros pertencentes a um servidor WINS específico.

Sintaxe

show reccount [Server=]Endereço_IP [MaxVer=]{Alto,Baixo} [MinVer=]{Alto,Baixo}

Parâmetros
[ Server=]Endereço_IP
Obrigatório. Especifica o servidor proprietário para o qual você deseja exibir o número de registros. Identifica o servidor pelo endereço IP.

[ MaxVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica a versão alta máxima e baixa máxima dos registros a serem mostrados. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

[ MinVer=]{Alto,Baixo}
Obrigatório. Especifica a versão alta mínima e baixa mínima dos registros a serem mostrados. Os valores alto e baixo são separados por uma vírgula e delimitados por chaves ({}).

Comentários
  • Se tanto MinVer= quanto MaxVer= forem definidos como {0,0}, show reccount contará todo o intervalo de registros.

Exemplos

No exemplo a seguir, este comando exibe a contagem total de registros para o servidor WINS 10.2.2.2.

show reccount Server=10.2.2.2 MaxVer={0,0} MinVer={0,0}

show server

Exibe informações para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

show server

Parâmetros

none

Comentários
  • Este comando exibe o nome e endereço IP do servidor WINS especificado.

show serverstatistics

Exibe as estatísticas do servidor WINS especificado.

Sintaxe

show statistics

Parâmetros

none

show version

Exibe o valor atual máximo do contador de versão para o servidor WINS especificado.

Sintaxe

show version

Parâmetros

none

show versionmap

Exibe a tabela de mapeamentos de identificações de proprietários para números máximos de versão relativa ao servidor WINS especificado.

Sintaxe

show versionmap

Parâmetros

none

Legenda da formatação

 

Formato Significado

Itálico

Informações que o usuário deve fornecer

Negrito

Elementos que o usuário deve digitar exatamente como é exibido

Reticências (...)

Parâmetro que pode ser repetido várias vezes em uma linha de comando

Entre colchetes ([])

Itens opcionais

Entre chaves ({}); opções separadas por barra vertical (|). Exemplo: {even|odd}

Conjunto de opções entre as quais o usuário deve escolher apenas uma

Courier font

Saída de código ou de programa

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft