Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Guia de migração de usuários e grupos locais

Atualizado: fevereiro de 2010

Aplica-se a: Windows Server 2008 R2

A migração de usuário e grupo locais faz parte do processo de migração de dados e compartilhamento que tem suporte das Ferramentas de Migração do Windows Server. Os administradores podem usar as Ferramentas de Migração do Windows Server para migrar funções, recursos, compartilhamentos, configurações do sistema operacional e outros dados do servidor para computadores que estejam executando o Windows Server® 2008 R2.

Neste guia

Sistemas operacionais com suporte

A tabela a seguir indica os sistemas operacionais Windows Server com suporte das Ferramentas de Migração do Windows Server.

 

Processador do servidor de origem Sistema operacional do servidor de origem Sistema operacional do servidor de destino Processador do servidor de destino

Com base em x86 ou em x64

Windows Server 2003 com Service Pack 2

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

Com base em x64

Com base em x86 ou em x64

Windows Server 2003 R2

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

baseado em x64

Com base em x86 ou em x64

Opção de instalação completa do Windows Server 2008

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

Com base em x64

Com base em x64

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

baseado em x64

As versões dos sistemas operacionais mostrados na tabela anterior são as combinações mais antigas de sistemas operacionais e service packs aceitas. Se disponíveis, os service packs mais recentes serão aceitos.

As edições Foundation, Standard, Enterprise e Datacenter do Windows Server têm suporte para servidores de origem e de destino.

Também há suporte para migrações entre sistemas operacionais físicos e virtuais.

Não há suporte para migrar de um servidor de origem para um de destino que estiver executando um sistema operacional cujo idioma da interface do usuário do sistema (o idioma instalado) seja diferente do idioma do servidor de origem. Por exemplo, não é possível usar as Ferramentas de Migração do Windows Server para migrar funções, configurações do sistema operacional, dados ou compartilhamentos de um computador que esteja executando o Windows Server 2008 com a interface do usuário do sistema em francês para outro que execute o Windows Server 2008 R2 com a interface em alemão.

noteObservação
O idioma da interface do usuário do sistema é o mesmo do pacote de instalação localizado que foi usado para configurar o sistema operacional Windows.

Há suporte para migrações baseadas em x86 e x64 para o Windows Server 2003 e o Windows Server 2008 R2. Todas as edições do Windows Server 2008 R2 baseiam-se em x64.

As funções em execução nas instalações Server Core do Windows Server 2008 não podem ser migradas porque não existe .NET Framework disponível em instalações Server Core do Windows Server 2008.

Atributos com suporte

  • Os atributos da conta de usuário local a seguir, na guia Geral da caixa de diálogo Propriedades do Usuário, são migrados do servidor de origem sem alterações.

    • Nome

    • Nome Completo

  • Os seguintes atributos da conta de usuário local são alterados durante a migração.

    • O usuário deve alterar a senha no próximo logon está sempre habilitado no computador de destino.

    • Identificador de Segurança é mapeado para um novo valor no servidor de destino.

  • O seguintes atributos da conta de grupo local são migrados.

    • Nome

    • Descrição

    • Associação (incluindo os membros que são usuários locais, outros grupos locais, usuários de domínio e grupos de domínios)

  • Os seguintes atributos da conta de grupo local são alterados durante a migração.

    • O ID de Segurança é mapeado para um novo valor no servidor de destino.

Atributos sem suporte

Não há suporte para a migração dos seguintes atributos da conta de usuário ou cenários.

  • Senha do usuário. É solicitado que os usuários definam novas senhas na primeira vez que fazem logon no servidor de destino.

  • Substituição dos atributos dos usuários ou grupos existentes que tenham os mesmos nomes no servidor de destino e no servidor de origem

  • Conta desabilitada. Todas as contas de usuário migradas são desabilitadas no servidor de origem após a migração por razões de segurança.

  • Não há suporte para os atributos a seguir, na guia Geral da caixa de diálogo Propriedades do Usuário.

    • O usuário não pode alterar a senha

    • Descrição

    • Conta bloqueada

  • Os atributos de outras guias contam com suporte.

    • Guia Perfil

    • Guia Ambiente

    • Guia Sessões

    • Guia Controle Remoto

    • Guia Perfil de Serviços de Terminal

    • Guia Discagem

Direitos de usuário exigidos para executar a migração nos servidores de origem e destino

Os direitos do Administrador Local são exigidos nos servidores de origem e de destino para instalar as Ferramentas de Migração do Windows Server em ambos os servidores.

Preparar o servidor de destino

Instale as Ferramentas de Migração do Windows Server seguindo os procedimentos do guia Instalação, Acesso e Remoção das Ferramentas de Instalação do Windows Server no site de Microsoft.

Verifique se o servidor de destino pode resolver os nomes dos usuários de domínio que são membros do grupo local durante a operação de importação. Se os servidores de origem e de destino estiverem em domínios diferentes, o servidor de destino deverá ser capaz de entrar em contato com um servidor de catálogo global na floresta em que as contas de usuário de domínio de origem estão localizadas.

Preparar o servidor de origem

Instale as Ferramentas de Migração do Windows Server seguindo os procedimentos do guia Instalação, Acesso e Remoção das Ferramentas de Instalação do Windows Server no site de Microsoft. O guia de instalação contém etapas adicionais detalhadas para implantar as Ferramentas de Migração do Windows Server nos servidores de origem que estejam executando o Windows Server 2003 ou o Windows Server 2008.

ImportantImportante
Antes de executar os cmdlets Import-SmigServerSetting, Export-SmigServerSetting ou Get-SmigServerFeature, verifique se, durante a migração, os servidores de origem e de destino podem contatar o controlador de domínio associado aos usuários ou grupos do domínio que são membros de grupos locais no servidor de origem.

Antes de executar os cmdlets Send-SmigServerData ou Receive-SmigServerData, verifique se, durante a migração, os servidores de origem e de destino podem contatar o controlador de domínio associado com esses usuários de domínio que têm direitos a arquivos ou compartilhamentos que estão sendo migrados.

Migrar usuários e grupos locais

Os cmdlets das Ferramentas de Migração do Windows Server que são usados para migrar dados de usuários e grupos locais são Export-SmigServerSetting no servidor de origem e Import-SmigServerSetting no servidor de destino.

No servidor de origem, o cmdlet Export-SmigServerSetting permite exportar todos os usuários locais para um repositório de migração, cujo local você especifica no cmdlet. Você também pode exportar todos os grupos locais no mesmo cmdlet ou em instâncias diferentes do comando.

noteObservação
As Ferramentas de Migração do Windows Server não permitem adições a um armazenamento de migração existente. Para migrar dados do usuário e grupo locais para o mesmo repositório de migração, exporte ambos em uma única instância do comando. Do contrário, você deverá migrar usuários e grupos para repositórios de migração diferentes em duas migrações separadas.

No servidor de destino, o cmdlet Import-SmigServerSetting permite importar todos os usuários locais de um repositório de migração, cujo local você especifica no cmdlet. Você também pode importar todos os grupos locais no mesmo cmdlet ou em instâncias diferentes do comando.

Para obter Ajuda detalhada sobre qualquer cmdlet das Ferramentas de Migração do Windows Server, digite Get-Help <cmdlet_name> -full em uma sessão do Windows PowerShell, em que cmdlet_name representa o nome do cmdlet das Ferramentas de Migração do Windows Server para o qual você deseja obter ajuda.

Adicione o parâmetro -Verbose a um cmdlet do Windows PowerShell, conforme descrito nas etapas deste guia, para ver informações detalhadas sobre a operação.

Procedimentos de migração do usuário e grupo locais

Conclua os procedimentos desta seção para migrar usuários e grupos locais.

securitySegurança Observação
Se o servidor de origem for um servidor membro de domínio, mas o servidor de destino for um controlador de domínio, os usuários locais importados serão elevados a usuários de domínio e os grupos locais importados se tornarão grupos Local de Domínio no servidor de destino.

Se o servidor de origem for um controlador de domínio, mas o servidor de destino não, os grupos Local de Domínio serão migrados como grupos locais e os usuários do domínio serão migrados como usuários locais.

Para exportar usuários e grupos locais do servidor de origem

  1. No servidor de origem, siga um destes procedimentos.

    • Nos computadores que executam o Windows Server 2003, abra uma sessão do Windows PowerShell clicando em Iniciar, Todos os Programas, abrindo a pasta Windows PowerShell e clicando no atalho do Windows PowerShell.

    • Nos computadores que executam o Windows Server 2008, abra uma sessão do Windows PowerShell com direitos elevados de usuário. Para fazer isso, clique em Iniciar, Todos os programas, abra a pasta do Windows PowerShell, clique com o botão direito em Windows PowerShell e clique em Executar como administrador.

    • Nos computadores que executam o Windows Server 2008 R2, abra uma sessão do Windows PowerShell personalizada das Ferramentas de Migração do Windows Server com direitos elevados de usuário. Para fazer isso, clique em Iniciar, Ferramentas Administrativas, Ferramentas de Migração do Windows Server, clique com o botão direito do mouse no atalho das Ferramentas de Migração do Windows Server e clique emExecutar como administrador.

  2. Se você abriu a sessão Windows PowerShell atual usando o atalho das Ferramentas de Migração do Windows Server no menu Iniciar, pule essa etapa e vá para a próxima. Carregue apenas o snap-in Ferramentas de Migração do Windows Server em uma sessão do Windows PowerShell que tenha sido aberta por algum outro método, e dentro da qual o snap-in ainda não tenha sido carregado.

    Carregue as Ferramentas de Migração do Windows Server na sua sessão do Windows PowerShell. Para carregar as Ferramentas de Migração do Windows Server, digite o comando a seguir e pressione Enter.

    Add-PSSnapin Microsoft.Windows.ServerManager.Migration
    
  3. Exporte usuários e grupos locais para um repositório de migração. Digite o comando a seguir e pressione Enter, em que MigrationStorePath representa o caminho do local em que você deseja armazenar os dados migrados.

    Export-SmigServerSetting -User <Enabled | Disabled | All> -Group -Path <MigrationStorePath> -Verbose
    

    Use um dos seguintes valores com o parâmetro -User, como mostrado no cmdlet anterior.

    • Habilitado   Exporte somente usuários locais habilitados

    • Desabilitado   Exporte somente usuários locais desabilitados

    • Tudo   Exporte usuários locais habilitados e desabilitados

noteObservação
Será solicitado que você forneça uma senha para criptografar o repositório de migração. Guarde essa senha, pois você deverá fornecê-la para importar dados do repositório de migração no servidor de destino.

Se o caminho não for um local compartilhado ao qual o servidor de destino tem acesso, você deverá copiar o repositório de migração para o servidor de destino manualmente ou para um local que o servidor de destino possa acessar enquanto executa o cmdlet Import-SmigServerSetting.

Para importar usuários e grupos locais para o servidor de destino

  1. Siga um destes procedimentos.

    • Abra uma sessão do Windows PowerShell personalizada das Ferramentas de Migração do Windows Server com direitos elevados de usuário. Para fazer isso, clique em Iniciar, Ferramentas Administrativas, Ferramentas de Migração do Windows Server, clique com o botão direito do mouse no atalho das Ferramentas de Migração do Windows Server e clique emExecutar como administrador.

    • No servidor de destino, abra uma sessão do Windows PowerShell com direitos de usuário elevados. Para fazer isso, clique em Iniciar, Todos os Programas, Acessórios, abra a pasta Windows PowerShell, clique com o botão direito do mouse no Windows PowerShell e clique em Executar como administrador.

  2. Se você abriu a sessão Windows PowerShell atual usando o atalho das Ferramentas de Migração do Windows Server no menu Iniciar, pule essa etapa e vá para a próxima. Carregue apenas o snap-in Ferramentas de Migração do Windows Server em uma sessão do Windows PowerShell que tenha sido aberta por algum outro método, e dentro da qual o snap-in ainda não tenha sido carregado.

    Carregue as Ferramentas de Migração do Windows Server na sua sessão do Windows PowerShell. Para carregar as Ferramentas de Migração do Windows Server, digite o comando a seguir e pressione Enter.

    Add-PSSnapin Microsoft.Windows.ServerManager.Migration
    
  3. Importe os usuários e grupos locais do repositório de migração que você criou em Para exportar usuários e grupos locais do servidor de origem. Digite o comando a seguir e pressione Enter, em que MigrationStorePath representa o caminho do local do qual você deseja importar os dados migrados.

    Import-SmigServerSetting -User <Enabled | Disabled | All> -Group -Path <MigrationStorePath> -Verbose
    

    Use um dos valores a seguir com o parâmetro -User, como mostrado no cmdlet anterior.

    • Habilitado   Importe somente usuários locais habilitados

    • Desabilitado   Importe somente usuários locais desabilitados

    • Tudo   Importe usuários locais habilitados e desabilitados

noteObservação
Depois de inserir o cmdlet Import-SmigServerSetting, você deverá fornecer a mesma senha para descriptografar o repositório de migração criado durante o processo de exportação.

Para importar usuários e grupos locais em duas etapas de migração separadas, você deverá primeiramente importar os usuários locais e depois os grupos locais, de modo a importar associações dos usuários locais corretamente.

Verificar a migração

Verifique se todos os usuários e grupos locais que você esperava migrar estão no servidor de destino, comparando as listas de usuários e grupos que são mostradas no snap-in MMC (Console de Gerenciamento da Microsoft) Usuários e Grupos Locais, em ambos os servidores (origem e destino). Para abrir o snap-in Usuários e Grupos Locais, siga esta etapa.

Para abrir o snap-in Usuários e Grupos Locais

  • Clique em Iniciar, Executar, digite lusrmgr.msc na caixa de texto Abrir e clique em OK ou pressione ENTER.

Também é possível comparar listas de usuários e grupos mostrados nos servidores de origem e de destino usando o comando net.

Para obter listas de usuários e grupos usando o comando net

  1. No computador de origem ou de destino, abra uma janela de Prompt de Comando. Clique em Iniciar, Executar, digite cmd e pressione Enter.

  2. Exporte uma lista de todos os usuários locais para um arquivo de texto digitando o comando a seguir e pressionando Enter.

    net user > localusers.txt
    
  3. Exporte uma lista de todos os grupos locais para um arquivo de texto digitando o comando a seguir e pressionando Enter.

    net localgroup > localgroups.txt
    
  4. Certifique-se de salvar os arquivos de texto resultantes em um local conveniente.

Solucionando problemas de migração baseados em cmdlet

O arquivo de log de implantação das Ferramentas de Migração do Windows Server está localizado em %windir%\Logs\SmigDeploy.log. Os arquivos de log adicionais das Ferramentas de Migração do Windows Server são criados nos locais a seguir.

  • %windir%\Logs\ServerMigration.log

  • No Windows Server 2008 e Windows Server 2008 R2: %localappdata%\SvrMig\Log

  • No Windows Server 2003: %userprofile%\Local Settings\Application Data\SvrMig\Log

Se os arquivos de log da migração não puderem ser criados nos locais anteriores, o ServerMigration.log e o SmigDeploy.log serão criados em %temp% e os outros logs serão criados em %windir%\System32.

Se houver falha em um cmdlet da migração e a sessão Windows PowerShell for fechada inesperadamente com uma mensagem de erro de violação de acesso, procure uma mensagem semelhante ao exemplo a seguir no arquivo %localappdata%\SvrMig\Logs\setuperr.log.

FatalError [0x090001] Exceção PANTHR (código 0xC0000005: ACCESS_VIOLATION) ocorreu em 0x000007FEEDE9E050 em C:\Windows\system32\migwiz\unbcl.dll (+000000000008E050). Minidespejo anexado (317793 bytes).

Esta falha ocorre quando o servidor não pode contatar os controladores de domínio associados a usuários ou grupos de domínio que são membros de grupos locais ou que possuem direitos em arquivos ou compartilhamentos que estão sendo migrados. Quando isso ocorre, cada usuário ou grupo de domínio é exibido na GUI como um SID (identificador de segurança) não resolvido. Um exemplo de SID é S-1-5-21-1579938362-1064596589-3161144252-1006.

Para evitar esse problema, verifique se os controladores de domínio necessários ou os servidores de catálogo global estão em execução e se a conectividade de rede permite comunicação entre os servidores de origem e de destino e os controladores de domínio ou os servidores de catálogo global necessários. Em seguida, execute os cmdlets novamente.

Se não for possível restaurar as conexões entre os servidores de origem ou de destino e os controladores de domínio ou os servidores de catálogo global, execute o procedimento a seguir.

  1. Antes de executar Export-SmigServerSetting, Import-SmigServerSetting ou Get-SmigServerFeature novamente, remova todos os usuários ou grupos de domínio não resolvidos que são membros de grupos locais do servidor no qual você está executando o cmdlet.

  2. Antes de executar Send-SmigServerData ou Receive-SmigServerData novamente, remova todos os usuários ou grupos de domínio que têm direitos de usuário a arquivos, pastas ou compartilhamentos no servidor de origem de migração.

Exibindo o conteúdo dos objetos de resultado das Ferramentas de Migração do Windows Server

Todos os cmdlets Ferramentas de Migração do Windows Server retornam resultados como objetos. É possível salvar objetos de resultado e consultá-los para obter mais informações sobre as configurações e dados migrados. Os objetos de resultado também podem ser usados como entrada para outros comandos e scripts do Windows PowerShell.

Descrições de objetos de resultado

Os cmdlets Ferramentas de Migração do Windows Server Import-SmigServerSetting e Export-SmigServerSetting retornam resultados em uma lista de objetos MigrationResult. Cada objeto MigrationResult contém informações sobre os dados ou a configuração que o cmdlet processa, o resultado da operação e qualquer mensagem de erro ou de aviso relacionada. A tabela a seguir descreve as propriedades de um objeto MigrationResult.

 

Nome da propriedade Tipo Definição

ItemType

Enum

O tipo de item que está sendo migrado. Os valores incluem General, WindowsFeatureInstallation, WindowsFeature e OSSetting.

ID

Cadeia de caracteres

O ID do item migrado. Os exemplos de valores incluem Local User, Local Group e DHCP.

Success

Booleano

O valor True será exibido se a migração tiver sido bem-sucedida; caso contrário, será exibido False.

DetailsList

Lista <MigrationResultDetails>

Uma lista de objetos MigrationResultDetails.

Os cmdlets Send-SmigServerData e Receive-SmigServerData retornam resultados em uma lista de objetos MigrationDataResult. Cada objeto MigrationDataResult contém informações sobre os dados ou o compartilhamento que o cmdlet processa, o resultado da operação, qualquer mensagem de erro ou de aviso e outras informações relacionadas. A tabela a seguir descreve as propriedades de um objeto MigrationDataResult.

 

Nome da propriedade Tipo Definição

ItemType

Enum

O tipo de item migrado. Os valores incluem File, Folder, Share e Encrypted File.

SourceLocation

Cadeia de caracteres

O local de origem do item, mostrado como um caminho.

DestinationLocation

Cadeia de caracteres

O local de destino do item, mostrado como um caminho.

Success

Booleano

O valor True será exibido se a migração tiver sido bem-sucedida; caso contrário, será exibido False.

Size

Inteiro

Tamanho do item em bytes.

ErrorDetails

Lista <MigrationResultDetails>

Uma lista de objetos MigrationResultDetails.

Error

Enum

Enumeração de erros para os erros que ocorreram.

WarningMessageList

Lista <String>

Uma lista de mensagens de aviso.

A tabela a seguir descreve as propriedades dos objetos no objeto MigrationResultDetails que são comuns em objetos MigrationResult e MigrationDataResult.

 

Nome da propriedade Tipo Definição

FeatureId

Cadeia de caracteres

Nome da configuração de migração relacionada ao item. Os exemplos de valores incluem IPConfig e DNS. Essa propriedade é vazia para migração de dados.

Messages

Lista <String>

Uma lista de mensagens de evento detalhadas.

DetailCode

Inteiro

O erro ou código de aviso associado a cada mensagem de evento.

Severity

Enum

A gravidade de um evento, caso tenham ocorrido eventos. Os exemplos de valores incluem Information, Error e Warning.

Title

Cadeia de caracteres

Título do objeto de resultado. Exemplos de valores incluem o endereço físico do adaptador de rede na configuração de IP ou o nome do usuário na migração de usuários locais.

Exemplos

Os exemplos a seguir mostram como armazenar a lista de objetos de resultado em uma variável e, em seguida, usar a variável em uma consulta para retornar o conteúdo de objetos de resultado após a conclusão da migração.

Para armazenar uma lista de objetos de resultado como uma variável para consultas

  1. Para executar um cmdlet e salvar o resultado em uma variável, digite um comando no formato a seguir e pressione Enter.

    $VariableName = $(Cmdlet)
    

    Veja o exemplo a seguir.

    $ImportResult = $(Import-SmigServerSetting -FeatureId DHCP -User all -Group -Path D:\rmt\DemoStore -force -Verbose)
    

    Esse comando executa o cmdlet Import-SmigServerSetting com vários parâmetros especificados e salva os objetos de resultado na variável ImportResult.

  2. Depois que o cmdlet Import-SmigServerSetting tiver concluído suas operações, retorne as informações que estão contidas no objeto de resultado digitando um comando no formato a seguir e pressionando Enter.

    $VariableName
    

    No exemplo a seguir, o nome da variável é ImportResult.

    $ImportResult
    

    Esse comando retorna as informações que estavam contidas nos objetos de resultado retornados por Import-SmigServerSetting no exemplo mostrado na etapa 1. O exemplo a seguir mostra a saída que é exibida ao chamar a variável ImportResult.

               ItemType  ID                              Success  DetailsList
               --------  --                              -------  -----------
              OSSetting  Local User                         True  {Local User, Loc...
              OSSetting  Local Group                        True  {Local Group, Lo...
         WindowsFeature  DHCP                               True  {}
    
    

    Cada linha do exemplo anterior é um resultado da migração de um item que foi migrado usando o cmdlet Import-SmigServerSetting. Os nomes dos cabeçalhos das colunas são propriedades de objetos MigrationResult. É possível incorporar essas propriedades a outro comando para retornar mais detalhes sobre objetos de resultado, como é mostrado nos exemplos a partir da etapa 3.

  3. Para exibir uma propriedade específica de todos os objetos de resultado na lista, digite um comando no seguinte formato e pressione Enter.

    $<VariableName>| Select-Object -ExpandProperty <PropertyName>
    

    Veja o exemplo a seguir.

    $importResult | Select-Object -ExpandProperty DetailsList
    
  4. É possível executar consultas mais avançadas para analisar objetos de resultado usando cmdlets Windows PowerShell. Veja os exemplos a seguir.

    • O comando a seguir retorna apenas os detalhes de objetos de resultado que usam a ID Local User.

      $ImportResult | Where-Object { $_.ID -eq "Local User" } | Select-Object -ExpandProperty DetailsList
      
    • O comando a seguir retorna apenas os detalhes dos objetos de resultado que usam uma ID de Local User que têm uma gravidade de mensagem igual a Warning.

      $ImportResult | Where-Object { $_.ID -eq "Local User" } | Select-Object -ExpandProperty DetailsList | ForEach-Object { if ($_.Severity -eq "Warning") {$_} }
      
    • O comando a seguir retorna apenas os detalhes dos objetos de resultado que usam uma ID de Local User e também o título Remote Desktop Users.

      $ImportResult | Where-Object { $_.ID -eq "Local Group" } | Select-Object -ExpandProperty DetailsList | ForEach-Object { if ($_.Title -eq "Remote DesktopUsers") {$_} }
      

Mais informações sobre resultados de consultas

Para obter mais informações sobre o cmdlets usados nos exemplos anteriores, consulte os recursos adicionais a seguir.

  • Where-Object no site Central de Scripts da Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=134853) (em inglês).

  • Select-Object no site Central de Scripts da Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=134858) (em inglês).

  • ForEach-Object site Central de Scripts da Microsoft (http://www.microsoft.com/technet/scriptcenter/topics/msh/cmdlets/foreach-object.mspx) (em inglês)

Para obter mais informações sobre as técnicas de script do Windows PowerShell, consulte O que posso fazer com o Windows PowerShell? - Técnicas de Script (a página pode estar em inglês) no site da Microsoft Script Center (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=134862).

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft