Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Guia de migração de configuração de IP

Atualizado: abril de 2009

Aplica-se a: Windows Server 2008 R2

A migração dos dados de configuração de IP é uma necessidade para a migração de algumas funções de servidor para o Windows Server® 2008 R2, incluindo o Servidor DHCP, o Servidor DNS (Sistema de Nome de Domínio) e os Serviços de Domínio Active Directory®. Este guia descreve como migrar as principais definições de configuração e dados do IPv4 e IPv6.

Sistemas operacionais com suporte

A tabela a seguir indica os sistemas operacionais Windows Server com suporte das Ferramentas de Migração do Windows Server.

 

Processador do servidor de origem Sistema operacional do servidor de origem Sistema operacional do servidor de destino Processador do servidor de destino

Com base em x86 ou em x64

Windows Server 2003 com Service Pack 2

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

Com base em x64

Com base em x86 ou em x64

Windows Server 2003 R2

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

baseado em x64

Com base em x86 ou em x64

Opção de instalação completa do Windows Server 2008

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

Com base em x64

Com base em x64

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

Windows Server 2008 R2, com as opções de instalação completa e Server Core

baseado em x64

As versões dos sistemas operacionais mostrados na tabela anterior são as combinações mais antigas de sistemas operacionais e service packs aceitas. Se disponíveis, os service packs mais recentes serão aceitos.

As edições Foundation, Standard, Enterprise e Datacenter do Windows Server têm suporte para servidores de origem e de destino.

Também há suporte para migrações entre sistemas operacionais físicos e virtuais.

A Ferramentas de Migração do Windows Server não tem suporte para a migração de um servidor de origem para um servidor de destino que esteja executando um sistema operacional cujo idioma da interface de usuário do sistema (isto é, o idioma instalado) seja diferente do idioma do servidor de origem. Por exemplo, não é possível usar as Ferramentas de Migração do Windows Server para migrar funções, configurações do sistema operacional, dados ou compartilhamentos de um computador que esteja executando o Windows Server 2008 com a interface do usuário do sistema em francês para outro que execute o Windows Server 2008 R2 com a interface em alemão.

noteObservação
O idioma da interface do usuário do sistema é o mesmo do pacote de instalação localizado que foi usado para configurar o sistema operacional Windows.

Há suporte para migrações baseadas em x86 e x64 para o Windows Server 2003 e o Windows Server 2008 R2. Todas as edições do Windows Server 2008 R2 baseiam-se em x64.

As funções em execução nas instalações Server Core do Windows Server 2008 não podem ser migradas porque não existe .NET Framework disponível em instalações Server Core do Windows Server 2008.

Cenários e recursos com suporte

As Ferramentas de Migração do Windows Server oferecem suporte à migração dos seguintes dados e definições da configuração de IP usados frequentemente. As definições são migradas na ordem em que são listadas na interface do Windows. Por exemplo, as definições do servidor DNS são migradas na ordem em que são usadas.

 

Tipo de configuração Configurações e anotações aceitas

Definições de IP configuradas manualmente para todos os adaptadores de rede habilitados (também conhecidos como placas de interface de rede ou NICs) que são conectados à rede

Endereços IPV4

Máscara de sub-rede IPV4

Status DHCP IPV4

Endereços de gateway padrão IPV4 (mas não métricas de gateway)

Métrica da interface IPV4

Configurações de servidor WINS (Serviço de Cadastramento na Internet do Windows) IPV4

  • Endereços de servidor WINS

  • Configuração NetBIOS (Padrão, Habilitar NetBIOS por TCP/IP ou Desabilitar NetBIOS por TCP/IP)

Endereços IPV6 e comprimentos de prefixo de sub-rede correspondentes

noteObservação
A migração dos comprimentos do prefixo da sub-rede IPV6 são permitidos apenas nos servidores de destino que estiverem executando o Windows Server 2008 ou Windows Server 2008 R2. Se um endereço IPV6 for importado de um repositório de migração do Windows Server 2003, o comprimento do prefixo da sub-rede será definido para o valor padrão de 64 no servidor de destino.

Configuração de descoberta do roteador IPV6

Sinalizador de Configuração de endereço gerenciado e sinalizador de Outra configuração com monitoração de estado do IPV6

noteObservação
Essas configurações têm suporte somente no Windows Server 2008 e Windows Server 2008 R2. O Windows Server 2003 não oferece suporte à configuração de endereço IPv6 com base em DHCPv6.

Se Descoberta de Roteador estiver habilitado no servidor de origem, verifique se a configuração Anúncios é a mesma nos servidores de origem e de destino para garantir que os valores de Configuração de endereço gerenciado e de Outra configuração com monitoração de estado estejam configurados da mesma forma nos servidores de origem e de destino.

Por exemplo, se Configuração de endereço gerenciado for configurado automaticamente no servidor de origem, o valor para a configuração Anúncios deverá ser o mesmo nos servidores de origem e de destino para que Configuração de endereço gerenciado seja configurado automaticamente no servidor de destino.

As configurações de Configuração de endereço gerenciado e Outra configuração com monitoração de estado não serão importadas para o servidor de destino se forem configuradas como Automático. Em outras palavras, elas não serão importadas se a configuração Descoberta de Roteador estiver habilitada, mas a configuração Anúncios estiver desabilitada.

Endereços de gateway padrão IPv6 (mas não métricas de gateway)

Métrica da interface IPv6

noteObservação
A métrica da interface IPv6 conta com suporte apenas no Windows Server 2008 e Windows Server 2008 R2. Se essa definição for configurada manualmente no Windows Server 2003 ou Windows Server 2003 R2, ela não será migrada. Para obter mais informações sobre como migrar essa configuração manualmente do Windows Server 2003 ou Windows Server 2003 R2, consulte Configuração de IP: Apêndice.

Configurações do DNS

  • Endereços de servidor DNS IPV4

  • Endereços de servidor DNS IPV6

  • Sufixo DNS para essa conexão

  • Registrar o endereço dessa conexão no DNS

  • Usar o sufixo DNS dessa conexão no registro do DNS

Para configuração de IP global (baseada no Windows)

  • Para resolução de nomes não qualificados:

    • Acrescentar sufixos DNS primários e específicos de conexão

    • Acrescentar sufixos pai dos sufixos DNS primários

    • Acrescentar esses sufixos DNS e a lista de sufixos DNS (também chamada de lista de pesquisa de DNS)

Habilitar pesquisa de LMHOSTS (mas não o arquivo LMHOSTS)

Propriedade DisabledComponents IPv6

noteObservação
Essa configuração tem suporte somente no Windows Server 2008 e Windows Server 2008 R2. Se essa definição for configurada manualmente no Windows Server 2003 ou Windows Server 2003 R2, ela não será migrada. Para obter mais informações sobre a propriedade DisabledComponents, consulte "Como desabilitar determinados componentes do IPv6 no Windows Vista" (a página pode estar em inglês) no site da Microsoft.

Cenários e recursos sem suporte

Não há suporte para as configurações da Diretiva de Grupo ou outras definições configuradas automaticamente relacionadas à configuração de IP.

Se o servidor de origem utilizar definições adicionais para a configuração de IP avançada que não estiver na lista anterior, defina um procedimento de migração personalizado com base na configuração do ambiente de rede da sua organização.

Para obter mais informações sobre as definições da configuração de IP que não são aceitas, consulte Configuração de IP: Apêndice.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft