Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
1 de 2 pessoas classificaram isso como útil - Avalie este tópico

Migração de servidor AD DS e DNS: Apêndice A - Planilha de coleta dos dados de migração

Atualizado: abril de 2009

Aplica-se a: Windows Server 2008 R2

Planilha de coleta de dados de migração

Você pode usar essa planilha de coleta de dados de migração para coletar dados sobre o servidor de origem e ajudar a garantir que o servidor de destino funcione adequadamente depois da migração. É possível usar os comandos do Windows no controlador de domínio de origem para identificar as configurações solicitadas na planilha.

No controlador de domínio de origem, abra uma janela Prompt de Comando. clique em Iniciar, Executar, digite cmd e pressione ENTER.

Planilha de coleta de dados de migração

# Configurações essenciais do servidor de origem Configurando valores

1

Nome do servidor

Em um prompt de comando, digite o seguinte comando e pressione ENTER.

ipconfig /all

O nome do host de um servidor é a primeira parte do FQDN (nome de domínio totalmente qualificado). O FQDN é o nome completo do computador, incluindo o nome do host e o sufixo DNS primário, separado por pontos (.). Por exemplo, o FQDN de um computador chamado "host" com um sufixo DNS primário "example.microsoft.com" é “host.example.microsoft.com”.

Nome do host do computador: _____________________________

FQDN: _______________________

2

Funções do mestre de operações

Determine quais funções do mestre de operações (também conhecidas como FSMO ou flexible single master operations) estão hospedadas no servidor de origem. Em um prompt de comando, digite o seguinte comando e pressione ENTER.

Netdom query /domain:<domain> fsmo

em que <domain> é o nome do domínio. Antes de iniciar a migração, determine que funções do mestre de operações serão designadas a outros computadores e quais seguirão para o servidor de destino.

Para obter mais informações, consulte o artigo 324801 na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=93375 - a página pode estar em inglês).

Selecione todas as opções aplicáveis (√)

Caixa de seleção Mestre de esquema

Caixa de seleção Mestre de nomeação de domínios

Caixa de seleção  Mestre do emulador PDC (Controlador de domínio primário), também conhecido como emulador PDC

Caixa de seleção  Mestre de RID (ID relativo), também conhecido com gerenciador de pool RID

Caixa de seleção Mestre de infraestrutura

3

Funções do servidor

  • Determine se o servidor de origem é um servidor de catálogo global ou um RODC (controlador de domínio somente leitura). No prompt de comando, digite os dois comandos a seguir e pressione ENTER depois de cada comando:

    ldifde -s %COMPUTERNAME% -d "" -p base -f DCcfg.txt
    
    findstr /i "4.1920 GlobalCatalog" DCcfg.txt
    
  • Os comandos retornarão exatamente uma ou duas linhas de texto:

    supportedCapabilities: 1.2.840.113556.1.4.1920 indica que o servidor de origem é um RODC.

    isGlobalCatalogReady: TRUE indica se o servidor de origem é um servidor de catálogo global.

    isGlobalCatalogReady: FALSE indica se o servidor de origem é um servidor de catálogo global.

Se o servidor de origem estiver funcionando como um desses dois tipos de controladores de domínio, o servidor de destino deverá funcionar do mesmo modo.

Selecione todas as opções aplicáveis (√)

Caixa de seleção Catálogo global

Caixa de seleção RODC

4

Associação de sites

Determine em que site o servidor de origem está. Para obter mais informações sobre site, consulte Sites e Serviços do Active Directory (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=130490 - a página pode estar em inglês). Em um prompt de comando, digite o seguinte comando e pressione ENTER.

nltest /dsgetsite

Site do servidor de origem: __________________________

5

Unidade organizacional

Determine a qual unidade organizacional (UO) o servidor de origem está associado. Para obter mais informações sobre UOs, consulte Unidades organizacionais (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=130493 - a página pode estar em inglês). Em um prompt de comando, digite o seguinte comando e pressione ENTER.

reg query "HKLM\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Group Policy\State\Machine" | find /i "OU="

UO do servidor de origem: __________________________

6

Diretiva LDAP

Execute o procedimento a seguir no controlador de domínio de origem para determinar se ele tem uma diretiva de consulta LDAP atribuída. Em caso afirmativo, verifique se o controlador de domínio de destino tem a mesma diretiva de consulta atribuída.

Para determinar a diretiva de consulta LDAP em um controlador de domínio

  1. Abra Serviços e Sites do Active Directory.

  2. Expanda o contêiner Sites.

  3. Expanda o objeto de site que contém o controlador de domínio.

  4. Expanda o contêiner Servidores.

  5. Expanda o objeto de servidor que é chamado para o controlador de domínio.

  6. Clique com o botão direito do mouse no objeto Configurações NTDS e, em seguida, clique em Propriedades.

  7. Na guia Geral, anote o valor na caixa Diretiva de Consulta.

Se a caixa Diretiva de Consulta no controlador de domínio de origem estiver vazia, nenhuma alteração na diretiva de consulta LDAP será exigida no controlador de domínio de destino.

Se a caixa Diretiva de Consulta no controlador de domínio de origem não estiver vazia, anote o valor. Depois que o controlador de domínio de destino for promovido, execute o procedimento anterior no controlador de domínio de destino para garantir que a mesma diretiva de consulta seja atribuída a ele.

 

7

Informações do DNS

Registre as configurações de TCP/IP de origem do DNS. Ao registrar as informações do IP, anote também as configurações do cliente DNS (interface). Procure as informações dos "servidores DNS" em cada interface. Use o comando a seguir para criar um arquivo de texto contendo todas as informações necessárias.

IPConfig /All > <filename>.txt

Interface 1

  • Endereço IP: ____________________________

  • Sub-rede: ____________________________

  • Gateway padrão: ____________________________

  • Servidores DNS: ____________________________ (lista)

Interface 2:

  • Endereço IP: ____________________________

  • Sub-rede: ____________________________

  • Gateway padrão: ____________________________

  • Servidores DNS: ____________________________ (lista)

8

Verifique visualmente se a hora, a data e os fusos horários no servidor de origem estão sincronizados. Para exibir as configurações atuais, digite os seguintes comandos em um prompt de comando, pressionando ENTER depois de cada comando.

time /t
date /t
w32tm /tz

Caixa de seleção Hora e fusos horários estão sincronizados (√)

9

Diretiva de Grupo

Determine os GPOs (objetos de Diretiva de Grupo) aplicados no servidor de origem. Para obter mais informações sobre a Diretiva de Grupo, consulte Diretiva de Grupo do Windows Server (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=75191) (em inglês).

Defina as configurações de diretiva no servidor de origem para serem idênticas às configurações no servidor de destino. Estabeleça a correspondência entre as configurações de diretivas do servidor de origem ou determine o motivo para não estabelecer correspondência entre as configurações nos servidores de origem e destino.

gpresult /scope computer >GPO.txt

Se estiver executando o comando no Windows Server 2003, digite o comando a seguir no prompt de comando e pressione ENTER:

gpresult /scope computer >GPO.txt

Se estiver executando o comando no Windows Server 2008 ou no Windows Server 2008 R2, no prompt de comando, digite o comando a seguir e pressione ENTER.

gpresult /scope computer /r >GPO.txt

Qualquer um dos comandos imprimirá um documento de texto contendo os GPOs aplicados no servidor de origem.

 

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft. Todos os direitos reservados.