Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

O que é o Gerenciamento e Manutenção de Imagens de Implantação?

Publicado: outubro de 2009

Atualizado: outubro de 2009

Aplica-se a: Windows 7

O DISM (DISM.exe) é uma ferramenta de linha de comando que pode ser usada na manutenção de uma imagem do Windows® ou para preparar uma imagem do Ambiente de Pré-instalação do Windows (Windows PE). Ela substitui o Gerenciador de Pacotes (Pkgmgr.exe), PEimg e Intlcfg incluídos no Windows Vista®. A funcionalidade que foi incluída nessas ferramentas está agora consolidada em uma ferramenta (DISM.exe) e nova funcionalidade foi adicionada para aprimorar a experiência da instalação offline.

Benefícios

O DISM pode ser usado para fazer a manutenção do Windows Vista com Service Pack 2 (SP2), Windows Vista com SP1 e Windows Server® 2008. Ele fornece a mesma funcionalidade que o Gerenciador de Pacotes oferece. O DISM fornece funcionalidade adicional quando usado com o Windows® 7 e o Windows Server® 2008 R2.

Você pode usar o DISM para:

  • Adicionar, remover e enumerar pacotes.

  • Adicionar, remover e enumerar drivers.

  • Habilitar ou desabilitar recursos do Windows.

  • Aplicar alterações com base na seção offlineServicing de um arquivo de resposta Unattend.xml.

  • Definir configurações internacionais.

  • Atualizar uma imagem do Windows para uma edição diferente.

  • Preparar uma imagem do Windows PE 3.0.

  • Aproveitar um melhor registro em log.

  • Fazer a manutenção de versões anteriores do Windows, como Windows Vista com SP2, Windows Vista com SP1 e Windows Server 2008.

  • Fazer a manutenção de todas as plataformas (32 e 64 bits e Itanium).

  • Fazer a manutenção de uma imagem de 32 bits a partir de um host de 64 bits, e de uma imagem de 64 bits a partir de um host de 32 bits. Para obter mais informações, consulte "Limitações", posteriormente neste tópico.

  • Usar os scripts antigos do Gerenciador de Pacotes.

Cenários comuns de gerenciamento e manutenção

As soluções de gerenciamento e manutenção de imagens estão classificadas em duas categorias principais:

  • Gerenciamento de dados ou informações incluídas na imagem do Windows, como a enumeração ou a obtenção de um inventário de componentes, atualizações, drivers ou aplicativos contidos em uma imagem.

  • Manutenção da própria imagem, incluindo adição ou remoção de pacotes de drivers e drivers, modificação das configurações de idioma, habilitação ou desabilitação de recursos do Windows e atualização para uma edição superior do Windows.

A tabela a seguir descreve os cenários comuns para manutenção e gerenciamento.

 

Tarefa Gerenciamento Manutenção

Listar todas as imagens dentro de um arquivo .wim.

X

 

Preparar uma imagem do Windows PE 3.0.

 

X

Listar as informações sobre uma imagem do Windows PE 3.0.

X

 

Listar informações específicas sobre uma imagem montada, incluindo local de montagem, índice de cada imagem em um arquivo .wim e status da montagem.

X

 

Listar todos os drivers em uma imagem ou as informações sobre um driver específico.

X

 

Adicionar drivers prontos ou críticos para inicialização para fornecer suporte a novo hardware.

 

X

Adicionar atualizações de sistema operacional como hotfixes e recursos do Windows.

 

X

Adicionar ou remover um pacote de idioma e definir as configurações internacionais.

 

X

Listar todas as configurações e idiomas internacionais em uma imagem.

X

 

Solucionar problemas por meio de status e registro em log integrados.

X

X

Gerenciar várias versões de imagem.

X

X

Listar todos os recursos em um pacote ou informações específicas sobre um recurso do Windows.

X

 

Verificar a aplicabilidade de um arquivo Windows® Installer.msp.

X

 

Atualizar várias edições do Windows pela atualização de uma única imagem.

 

X

Atualizar para uma edição superior do Windows.

 

X

Listar todas as edições do Windows para as quais uma imagem pode ser atualizada.

X

 

Aplicar configurações em um arquivo de resposta Unattend.xml.

 

X

Limitações

Instalação remota. Não há suporte para a instalação de pacotes em um computador remoto pela rede. A imagem do Windows deve estar presente no sistema local. O DISM pode acessar pacotes em um compartilhamento de rede, mas deve copiá-los para um diretório temporário gravável (chamado de diretório temporário). Recomendamos o uso de um diretório temporário exclusivo em uma unidade local para cada pacote instalado. O conteúdo do diretório temporário pode ser excluído após a instalação.

Arquivos de resposta. Quando você especifica um arquivo de resposta (Unattend.xml) para uma imagem, somente as configurações especificadas na etapa de configuração offlineServicing serão aplicadas. Todas as outras configurações são ignoradas. Para obter mais informações, consulte Opções de linha de comando do serviço autônomo.

Compatibilidade de versão. O DISM pode ser usado com arquivos de imagem do Windows antigos (.wim), mas não com imagens do Windows que sejam mais recentes do que a versão instalada do Kit de Pré-instalação OEM do Windows (Windows OPK) ou do Kit de Instalação Automatizada do Windows (Windows AIK) no qual o DISM é distribuído.

Tipos de arquivos. O DISM pode instalar somente arquivos .cab, .msu e .inf. Os arquivos .msi de sistema do Microsoft System Installer devem ser instalados online usando o OCSetup.

Service Packs. Os service packs devem ser instalados online com o Instalador Autônomo do Windows Update. Para obter mais informações sobre o Instalador Autônomo do Windows Update, consulte o white paper "Descrição do Instalador Autônomo do Windows Update (Wusa.exe) e de arquivos .msu no Windows Vista", neste site da Microsoft.

Use um arquivo de resposta para garantir as dependências de pacote. Alguns pacotes requerem que outros pacotes sejam instalados primeiro. Por causa desse requisito de dependência, você deve usar um arquivo de resposta se estiver instalando vários pacotes. Ao aplicar um arquivo de resposta usando o DISM, você pode instalar vários pacotes na ordem correta. Esse é o método preferencial para instalação de vários pacotes.

Ordem de instalação dos pacotes. Os pacotes são instalados na ordem em que estão listados na linha de comando. No exemplo a seguir, 1.inf, 2.inf e 3.inf serão instalados na ordem em que estão listados na linha de comando.

DISM.exe /image:"c:\images\Image1" /Add-Driver /ForceUnsigned /DriverName:"C:\Drivers\1.inf" /DriverName:"C:\Drivers\2.inf" /DriverName:"C:\Drivers\3.inf"

Os comandos de serviço com suporte são dinâmicos. Os comandos e as opções que estão disponíveis para manutenção de uma imagem dependem do sistema operacional Windows no qual será feita a manutenção (Windows 7, Windows Vista com SP2, Windows Vista com SP1, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2008 ou Windows PE)) e se a imagem está offline ou se há um sistema operacional em execução atualmente.

Vários arquivos autônomos não têm suporte.Você pode especificar mais de um driver ou pacote em uma linha de comando. Entretanto, vários arquivos de resposta Unattend.xml não têm suporte. Somente um único arquivo de resposta pode ser especificado em qualquer linha de comando.

Vários comandos de serviço não têm suporte. Você pode especificar vários drivers (1.inf, 2.inf) ou pacotes, mas não pode especificar vários comandos (como /Add-Driver/Remove-Driver ou /Add-Driver/Add-Package) na mesma linha de comando.

Registro em log para um compartilhamento de rede. Quando você usa um computador que não está ligado a um domínio de rede, use o comando net use com as credenciais de domínio para definir as permissões de acesso antes de especificar o caminho para o log do DISM que é armazenado em um compartilhamento de rede.

Caracteres curinga. Caracteres curinga não são suportados nas linhas de comando do DISM.

Não instale um pacote de idioma depois de uma atualização. Se você instalar uma atualização (hotfix, versão de distribuição geral ou service pack) que contenha recursos dependentes de idioma antes de instalar um pacote de idioma, as alterações específicas de idioma contidas na atualização não serão aplicadas. Sempre instale pacotes de idiomas antes de instalar atualizações.

Hotfix exigido para ambientes host de 64-bits. Antes de usar o DISM com os comandos /Add-Package, /Enable-Feature ou /Disable-Feature de um host Windows Vista com SP1 de 64 bits, do Windows Server 2008 ou do host Windows Server 2003 R2, você deve instalar um hotfix.

O hotfix está disponível nas mídias do Windows OPK e do Windows AIK, nos seguintes locais:

  • Para sistema operacional host Windows Vista com SP1 ou Windows Server 2008 de 64 bits, instale o hotfix de \HotFix\KB960037\VistaSP1_WS08

  • Para um sistema operacional host do Windows Server 2003 R2 de 64 bits, instale o hotfix de \HotFix\KB960037\W2K3

Clique duas vezes no arquivo .exe apropriado para instalar o hotfix.

Se não instalar o hotfix, você receberá a seguinte mensagem de aviso depois de executar o comando:

Para fazer a manutenção de uma imagem do Windows 7 pelo ambiente do host, você deve instalar o hotfix KB960037 no computador host. O hotfix está disponível nas mídias do Windows OPK e do Windows AIK, na pasta de hotfix <%mediaroot%>\HotFix.

Tecnologias relacionadas

Arquivo de Resposta de Instalação Autônoma

Quando um arquivo de resposta é aplicado utilizando o DISM, as atualizações que estão especificadas nesse arquivo são implementadas na imagem do Windows ou no sistema operacional em execução. Você pode definir as configurações padrão do Windows, adicionar drivers, pacotes, atualizações de software e outros aplicativos utilizando as configurações em um arquivo de resposta.

Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows

O Gerenciador de Imagens de Sistema do Windows (Windows SIM) é usado para criar arquivos de resposta autônomos que são usados com o DISM. Ele também é usado para criar compartilhamentos de distribuição e modificar os arquivos contidos em um conjunto de configuração. Para obter mais informações sobre o Windows SIM, consulte a Referência técnica do Gerenciador de Imagem de Sistema do Windows.

ImageX

ImageX é uma ferramenta de linha de comando que pode ser usada para montar uma imagem ou aplicar uma imagem a uma unidade para que ela possa ser modificada com o utilitário de linha de comando do DISM. Depois que a imagem for modificada, você poderá usar o ImageX para capturar a imagem, anexá-la a um WIM ou exportá-la como um arquivo separado. Se não precisar capturar, anexar ou exportar a imagem depois de modificá-la, você deverá usar o DISM para montar a imagem em vez de usar o ImageX. Para obter mais informações, consulte a Referência técnica do ImageX.

OCSetup

O OCSetup é uma ferramenta de linha de comando que pode ser usada durante a aplicação de atualizações a uma imagem online do Windows. Ela instala ou remove pacotes do Serviço Baseado em Componente (CBS) online transferindo pacotes para o DISM para instalação ou remoção. OCSetup também pode ser usado para instalar arquivos do Microsoft System Installer (.msi) chamando o serviço Windows Installer (MSIExec.exe) e transmitindo componentes do Windows Installer para ele para instalação ou remoção. Além disso, o OCSetup pode ser usado para instalar pacotes que tenham instaladores personalizados, como arquivos .exe. Para conhecer as opções de linha de comando do OCSetup, consulte Opções de linha de comando do OCSetup.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft