Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
3 de 3 pessoas classificaram isso como útil - Avalie este tópico

Visão geral do servidor de arquivos de expansão para dados de aplicativos

Publicado: fevereiro de 2012

Atualizado: maio de 2012

Aplica-se a: Windows Server 2012

Os seguintes servidores de arquivos clusterizados estão disponíveis no Windows Server 2012:

  • Servidor de arquivos de expansão para dados de aplicativos (servidor de arquivos de expansão)   Este servidor de arquivos clusterizado é introduzido no Windows Server 2012 e permite que você armazene dados de aplicativos para servidores, como arquivos de máquinas virtuais do Hyper-V, em compartilhamentos de arquivos, e obtenha um nível semelhante de confiabilidade, disponibilidade, capacidade de gerenciamento e alto desempenho que você esperaria de uma rede de área de armazenamento. Todos os compartilhamentos de arquivos ficam online em todos os nós simultaneamente. Os compartilhamentos de arquivos associados a esse tipo de servidor de arquivos clusterizado são chamados de compartilhamentos de arquivos de expansão. Às vezes é chamado de ativo-ativo.

  • Servidor de arquivos para uso geral   Corresponde à continuação do servidor de arquivos clusterizado que era suportado no Windows Server desde a introdução do cluster de failover. Esse tipo de servidor de arquivos clusterizado e, por conseguinte, todos os compartilhamentos associados a esse servidor, ficam online em um nó de cada vez. Às vezes é chamado de ativo-passivo ou ativo dual. Os compartilhamentos de arquivos associados a esse tipo de servidor de arquivos clusterizado são chamados de compartilhamentos de arquivos clusterizados.

Os tópicos contidos neste documento focarão no planejamento e na implantação do servidor de arquivos de expansão.

No Windows Server 2012, o servidor de arquivos de expansão destina-se a fornecer compartilhamentos de arquivos de expansão que estão continuamente disponíveis para o armazenamento de aplicativos para servidores baseados em arquivos. Os compartilhamentos de arquivos de expansão proporcionam a capacidade de compartilhar a mesma pasta em múltiplos nós do mesmo cluster. Por exemplo, se você tiver um cluster de servidor de arquivos de quatro nós que estiver usando a expansão de SMB (bloco de mensagens de servidor), que é introduzida no Windows Server 2012, um computador que estiver executando o Windows Server 2012 poderá acessar os compartilhamentos de arquivos em qualquer um dos quatro nós. Isso é possível com o aproveitamento dos novos recursos e capacidades de cluster de failover do Windows Server na nova versão do protocolo do servidor de arquivos Windows – SMB 3.0. Os administradores dos servidores de arquivos podem oferecer compartilhamentos de arquivos de expansão e serviços de arquivos continuamente disponíveis aos aplicativos para servidores e responder rapidamente à crescente demanda simplesmente colocando mais servidores online. Tudo isso pode ser feito em um ambiente de produção e é completamente transparente para o aplicativo para servidores.

Os principais benefícios fornecidos pelo servidor de arquivos de expansão no Windows Server 2012 incluem:

  • Compartilhamento de arquivos ativo-ativo   Todos os nós de cluster podem aceitar e atender a solicitações do cliente SMB. Ao tornar o conteúdo do compartilhamento de arquivos acessível em todos os nós de cluster simultaneamente, os clusters e clientes SMB 3.0 cooperam para fornecer um failover transparente aos nós de cluster alternativos durante a manutenção planejada e falhas não planejadas com interrupção do serviço.

  • Largura de banda aumentada   A largura de banda máxima de compartilhamento corresponde à largura de banda total de todos os nós de cluster do servidor de arquivos. Ao contrário das versões anteriores do Windows Server, a largura de banda total não é mais limitada à largura de banda de um único nó de cluster, mas à capacidade do sistema de armazenamento suportado. Você pode aumentar a largura de banda total adicionando nós.

  • CHKDSK com zero tempo de inatividade   O CHKDSK no Windows Server 2012 apresenta um importante aperfeiçoamento que reduz de forma drástica o tempo que um sistema de arquivos fica offline para reparo. Os volumes compartilhados clusterizados (CSVs) no Windows Server 2012 apresentam esse avanço e eliminam a fase offline. Um sistema de arquivos CSV (CSVFS) pode executar o CHKDSK sem causar impacto nos aplicativos com identificadores abertos no sistema de arquivos.

  • Cache de volume compartilhado clusterizado   Os CSVs no Windows Server 2012 introduzem o suporte a um cache de leitura, que pode melhorar de forma significativa o desempenho em determinados cenários, como na infraestrutura da área de trabalho virtual.

  • Gerenciamento mais simples   Com os servidores de arquivos de expansão, você cria o servidor de arquivos de expansão e depois adiciona os CSVs e compartilhamentos de arquivos necessários. Não é mais preciso criar vários servidores de arquivos clusterizados, cada um com discos de cluster separados, e depois desenvolver políticas de posicionamento para garantir a atividade em cada nó de cluster.

Você não deve usar o servidor de arquivos de expansão se a carga de trabalho gerar um número maior de operações de metadados, como abrir arquivos, fechar arquivos, criar novos arquivos ou renomear os arquivos existentes. Um típico operador de informações poderia gerar uma série de operações de metadados. Use um servidor de arquivos de expansão se estiver interessado na escalabilidade e simplicidade que ele oferece e precisar apenas de tecnologias que sejam suportadas com o servidor de arquivos de expansão. A tabela a seguir mostra os novos recursos do SMB 3.0, sistemas de arquivos comuns do Windows, gerenciamento de dados do servidor de arquivos e aplicativos e se eles são suportados com o servidor de arquivos de expansão ou se requerem um servidor de arquivos clusterizado tradicional:

Lista de suporte do servidor de arquivos expandidos

Os servidores de arquivos de expansão são ideais para os aplicativos para servidores que mantêm os arquivos abertos por um longo período de tempo, realizando a maioria das operações de dados com operações de metadados pouco frequentes no sistema de arquivos. Os discos virtuais do Hyper-V e os arquivos de banco de dados do SQL Server podem ser armazenados em um compartilhamento de arquivos de expansão nos servidores que executam o Windows Server 2012.

A tabela a seguir lista os recursos que fazem parte deste cenário e descreve como dar suporte a ele.

 

Recurso Como ele dá suporte a este cenário

Visão geral de Clustering de Failover

Os clusters de failover adicionaram os seguintes recursos no Windows Server 2012 para dar suporte ao servidor de arquivos de expansão: nome de rede distribuída, o tipo de recurso do servidor de arquivos de expansão, volumes compartilhados de cluster (CSV) 2 e a função de alta disponibilidade do servidor de arquivos de expansão. Para obter mais informações sobre esses recursos, consulte Novidades no clustering de failover no Microsoft TechNet.

Visão geral do protocolo SMB

O protocolo SMB 3.0 adicionou os seguintes recursos no Windows Server 2012 para dar suporte ao servidor de arquivos de expansão: SMB com failover transparente, SMB Multichannel e SMB Direct.

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft. Todos os direitos reservados.