Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Visão geral de Eliminação de Duplicação de Dados

Publicado: fevereiro de 2012

Atualizado: novembro de 2013

Aplica-se a: Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2, Windows Storage Server 2012



Este tópico descreve o recurso de eliminação de duplicação de dados do Windows Server 2012 e explica as aplicações práticas do recurso.

A eliminação de duplicação de dados envolve a localização e a remoção de duplicação nos dados, mas sem comprometer sua fidelidade ou integridade. A meta é armazenar mais dados em menos espaço por meio da segmentação de arquivos em partes pequenas (32–128 KB) com tamanho variável, identificação de partes duplicadas e manutenção de apenas uma cópia de cada parte. As cópias redundantes da parte são substituídas por uma referência à cópia única. As partes são compactadas e então organizadas em arquivos de contêiner especiais na pasta Informações de Volume do Sistema.

Depois que um volume é habilitado para eliminação de duplicação e os dados são otimizados, ele passa a conter:

  • Arquivos não otimizados. Por exemplo, arquivos não otimizados podem conter arquivos que não cumprem a configuração de política selecionada para idade de arquivo, arquivos de estado do sistema, fluxos de dados alternativos, arquivos criptografados, arquivos com atributos estendidos, arquivos menores que 32 KB, outros arquivos de ponto de nova análise ou arquivos em uso em outros aplicativos.

  • Arquivos otimizados. Arquivos armazenados como pontos de nova análise, os quais contêm ponteiros para um mapa das respectivas partes, no repositório de partes, e que são necessários para restaurar o arquivo quando solicitado.

  • Repositório de partes. Local dos dados de arquivo otimizado.

  • Espaço livre adicional. Os arquivos otimizados e o repositório de partes ocupam menos espaço do que ocupavam antes da otimização.

Para lidar com o crescimento do armazenamento de dados na empresa, os administradores estão consolidando servidores e adotando como metas importantes o dimensionamento de capacidade e a otimização de dados. A eliminação de duplicação de dados proporciona meios práticos de alcançar essas metas, incluindo:

  • Otimização de capacidade. A eliminação de duplicação de dados do Windows Server 2012 armazena mais dados em menos espaço físico. Sua eficiência de armazenamento é maior do que era possível com o uso de recursos como, por exemplo, SIS (Armazenamento de Instância Única) ou compactação NTFS. A eliminação de duplicação de dados usa a compactação e o agrupamento de tamanho variável de subarquivos, o que oferece proporções de otimização de armazenamento de 2:1 para servidores de arquivos gerais e de até 20:1 para dados de virtualização.

  • Escala e desempenho. No Windows Server 2012, a eliminação de duplicação de dados é altamente escalável, eficiente em termos de recursos e não intrusiva. Ela pode processar cerca de 20 MB de dados por segundo e pode ser executada em vários volumes simultaneamente, sem afetar as demais cargas de trabalho no servidor. O baixo impacto das cargas de trabalho do servidor é mantido com a limitação dos recursos de CPU e memória que são consumidos. Se o servidor ficar ocupado demais, a eliminação de duplicação poderá ser interrompida completamente. Além disso, os administradores têm flexibilidade para executar trabalhos de eliminação de duplicação de dados a qualquer momento, definir agendas para execução da eliminação de duplicação de dados e estabelecer políticas de seleção de arquivos.

  • Confiabilidade e integridade de dados. Quando a eliminação de duplicação de dados é aplicada, a integridade dos dados é preservada. O Windows Server 2012 usa soma de verificação, consistência e validação de identidade para garantir a integridade dos dados. Para todos os metadados e para os dados consultados com mais frequência, a eliminação de duplicação mantém a redundância, para garantir que os dados possam ser recuperados caso sejam corrompidos.

  • Eficiência de largura de banda com BranchCache. Por meio da integração com BranchCache, as mesmas técnicas de otimização são aplicadas aos dados que são transferidos pela WAN para uma filial. O resultado é um tempo de download de arquivo mais rápido e um consumo reduzido de largura de banda.

  • Gerenciamento de otimização com ferramentas clássicas. A funcionalidade de otimização do Windows Server 2012 está incluída no Gerenciador do Servidor e no Windows PowerShell. As configurações padrão podem trazer economia imediata, mas os administradores podem ajustá-las para obter mais benefícios. Você pode usar tranquilamente os cmdlets do Windows PowerShell para iniciar um trabalho de otimização ou agendá-lo para execução futura. Também é possível fazer a instalação do recurso Eliminação de Duplicação de Dados e sua habilitação em volumes selecionados usando um arquivo Unattend.xml que, por sua vez, chama um script do Windows PowerShell e que pode ser usado com o Sysprep para implantar a eliminação de duplicação quando o sistema é inicializado pela primeira vez.

Para se beneficiar da eliminação de duplicação de dados do Windows Server 2012, o ambiente deve cumprir estes requisitos:

  • Servidor: um computador executando o Windows Server 2012 ou uma máquina virtual com pelo menos um volume de dados

  • (Opcional) Outro computador: um computador executando o Windows Server 2012 ou o Windows® 8 e que esteja conectado ao servidor via rede

Para conhecer recursos adicionais de tecnologias relacionadas do Windows Server 2012, veja:

  1. Visão geral de Serviços de Arquivo e Armazenamento

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft