Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

IPv6 - Visão geral da tecnologia

Publicado: fevereiro de 2012

Atualizado: fevereiro de 2012

Aplica-se a: Windows 8, Windows Server 2012

Uma visão geral da tecnologia IPv6 (Protocolo Internet versão 6) no Windows Server® 2012, suas aplicações práticas, funcionalidades novas e alteradas e links para recursos adicionais.

O IPv6 é o substituto do IPv4 (IP versão 4), o protocolo de camada da Internet da pilha de protocolos TCP/IP em uso predominante em todo o mundo atualmente. O IPv6 resolve muitos dos problemas e deficiências do IPv4, fornecendo um protocolo de camada da Internet que pode ser dimensionado para as necessidades futuras dos dispositivos que se conectarão à Internet. O recurso de maior destaque do IPv6 é o uso de endereços de 128 bits (em vez de endereços de 32 bits), o que permite 3,4 × 1038 endereços possíveis, ou seja, um número mais do que o suficiente para suprir as necessidades de hoje e as de um futuro próximo.

O IPv6 não apresenta compatibilidade anterior com o IPv4. Um nó somente IPv6 não pode se comunicar com um nó somente IPv4. Portanto, é necessário que ocorra uma transição meticulosa de uma rede somente IPv4 para uma rede que oferece suporte tanto para IPv4 quanto para IPv6 nativo. À medida que mais nós e aplicativos na rede se tornarem habilitados para IPv6, a maioria do tráfego nessa rede irá se mudar com o passar do tempo de predominantemente IPv4 para predominantemente IPv6. Essa é a meta atual de uma estratégia de transição para IPv6. Devido ao predomínio de nós, dispositivos, aplicativos e sistemas de gerenciamento de rede que atualmente só oferecem suporte ao IPv4, com algumas poucas exceções, a meta da sua estratégia de transição para IPv6 é migrar de uma rede somente IPv4 para outra que ofereça suporte tanto para o tráfego IPv4 quanto para o tráfego IPv6, e não migrar para uma rede somente IPv6.

As aplicações práticas atuais do IPv6 incluem:

  • Um esquema de endereçamento que pode ser escalado para a maior rede possível

    O espaço de endereçamento IPv4 público atual é limitado e geralmente está reservado para hosts voltados à Internet. Mesmo quando você utiliza o espaço de endereçamento IPv4 particular na sua intranet, intranets somente IPv4 apenas podem ser escaladas até esse ponto. Com o IPv6, o espaço de endereçamento público é muito fácil de obter, e o espaço de endereçamento particular, usando prefixos de ULA (Endereço Local Exclusivo), pode ser aplicado a cada site da sua organização. A combinação do espaço de endereçamento público e prefixos de ULA permite que a sua intranet seja escalada até um tamanho gigantesco.

  • Capacidade de usar aplicativos e serviços somente IPv6

    As versões mais recentes do Windows apresentam recursos somente IPv6 ou que funcionam melhor em um ambiente habilitado para IPv6. Por exemplo, o DirectAccess opera de maneira mais eficaz quando a sua intranet tem uma infraestrutura IPv6 nativa.

  • Capacidade de conexão com nós somente IPv6 fora da sua intranet

    Em algumas áreas do mundo que possuem um espaço de endereçamento IPv4 limitado, as organizações se conectam à Internet via IPv6 e realizam conversões de protocolo para se comunicar com recursos somente IPv4. Ter uma infraestrutura IPv6 nativa melhora a eficácia das conexões e comunicações com essas organizações.

  • Capacidade de conectar-se à sua rede a partir de um ponto de acesso à Internet somente IPv6

    Em algumas áreas do mundo, o acesso à Internet usa somente o IPv6. Ter hosts capacitados para IPv6, uma infraestrutura de intranet IPv6 nativa e uma presença na Internet IPv6 torna muito mais eficiente a comunicação com a sua intranet a partir desses locais.

Os novos recursos do IPv6 no Windows Server 2012 e no Windows® 8 envolvem uma melhor conectividade na Internet, um serviço de conversão de protocolo para clientes DirectAccess e uma melhor capacidade de gerenciamento de configurações IPv6 através do Windows PowerShell.

Conforme as propriedades da Internet se conectam tanto à Internet IPv4 quanto à Internet IPv6, pode ocorrer um problema em um pequeno número de hosts nos casos em que não existe um caminho de roteamento para a Internet IPv6. Isso causa um atraso na conectividade com o recurso da Internet, pois o host tenta uma conexão via IPv6, que apresenta falhas, antes de tentar a conexão via IPv4. O IPv6 no Windows Server 2012 e no Windows 8 detecta essa condição e impede a tentativa de conexão inicial via IPv6.

Qual é o valor agregado desta alteração?

Conectividade mais eficiente com propriedades da Internet para hosts que possuem um endereço IPv6 global e uma rota padrão na Internet, mas nenhum caminho de roteamento.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

O IPv6 tenta se conectar a um recurso bem conhecido na Internet IPv6. Se essa conexão falhar, o Windows marcará como inutilizáveis para IPv6 as interfaces de rede que apresentam essa condição, fazendo com que os endereços de destino IPv6 para as propriedades da Internet sejam inacessíveis. Portanto, o Windows Server 2012 e o Windows 8 não tentam uma conexão via IPv6.

O NAT64 e o DNS64 operam em conjunto para converter o tráfego de conexão de entrada de um nó IPv6 em um tráfego IPv4. O DNS64 resolve o nome de um host somente IPv4 como um endereço IPv6 convertido. O NAT64 converte o tráfego IPv6 de entrada em tráfego IPv4 e realiza uma conversão inversa para o tráfego de resposta.

Qual é o valor agregado desta alteração?

Os clientes DirectAccess só enviam tráfego IPv6 através da conexão DirectAccess com o servidor DirectAccess. Com o suporte de NAT64/DNS64 em um servidor DirectAccess baseado no Windows Server 2012, os clientes DirectAccess podem agora iniciar comunicações com hosts somente IPv4 na intranet.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

O NAT64/DNS64 é um novo recurso do DirectAccess no Windows Server 2012.

Para favorecer uma melhor capacidade de gerenciamento no Windows, o Windows Server 2012 inclui um novo conjunto de cmdlets do Windows PowerShell para realizar a definição baseada em script e linha de comando de configurações IPv6. Embora ainda haja suporte a comandos Netsh.exe para a configuração de IPv6, convém usar o Windows PowerShell.

Qual é o valor agregado desta alteração?

A capacidade de gerenciar configurações IPv6 no ambiente de gerenciamento comum do Windows PowerShell, incluindo scripts e fluxos de trabalho.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

Em versões anteriores do Windows, o gerenciamento via linha de comandos de configurações IPv6 era feito com o comando Netsh.exe.

Consulte a tabela a seguir para acessar links para recursos adicionais sobre o IPv6 no Windows Server 2012.

 

Tipo de conteúdo Referências

Avaliação do produto

IPv6 TechCenter | Guia de laboratório de teste: Demonstrar o IPv6 | IPv6 para o Microsoft Windows: Perguntas frequentes

Planejamento

N/D

Implantação

N/D

Operações

N/D

Solução de problemas

N/D

Segurança

N/D

Ferramentas e configurações

Cmdlets do Windows PowerShell para IPv6

Recursos da comunidade

Blog de equipe do produto IPv6 | Fórum do TechNet para o IPv6 | Guia de sobrevivência do IPv6

Tecnologias relacionadas

Acesso Remoto

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar:
© 2014 Microsoft