Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Visão geral dos namespaces e da replicação do DFS

Publicado: maio de 2012

Atualizado: novembro de 2013

Aplica-se a: Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2



Este tópico aborda os serviços de função de Namespaces do DFS (DFSN ou DFS-N) e Replicação do DFS (DFSR ou DFS-R) que, juntos, compõem o DFS (sistema de arquivos distribuído) no Windows Server 2012. Este tópico mostra como instalar o DFS, fala sobre as novidades e indica onde encontrar informações sobre avaliação e implantação.

Isso significa…

No Windows Server 2012, os Namespaces e a Replicação do DFS são serviços da função Serviços de Arquivo e Armazenamento.

  • Namespaces do DFS   Permitem que você agrupe pastas compartilhadas localizadas em diferentes servidores em um ou mais namespaces estruturados logicamente. Cada namespace aparece aos usuários como uma única pasta compartilhada com uma série de subpastas. No entanto, a estrutura de base do namespace pode ser composta por vários compartilhamentos de arquivos localizados em diferentes servidores e em vários locais.

  • Replicação do DFS   Permite que você replique pastas com eficiência (incluindo aquelas referenciadas por um caminho da namespace do DFS) em vários servidores e sites. A Replicação do DFS usa um algoritmo de compactação conhecido como RDC (compactação diferencial remota). O RDC detecta alterações nos dados de um arquivo e permite que a Replicação do DFS replique somente os blocos de arquivo alterados, em vez do arquivo inteiro.

É possível usar Namespaces do DFS e a Replicação do DFS para atingir as seguintes metas:

  • Namespaces do DFS   Fornecem aos usuários um namespace de pasta centralizado, por meio do qual é possível acessar e armazenar arquivos. É possível hospedar compartilhamentos de arquivos subjacentes em diferentes servidores e em diferentes sites para melhorar a disponibilidade e o desempenho.

  • Replicação do DFS   Sincroniza conteúdo de pastas de forma eficiente entre servidores, em conexões de rede LAN ou WAN.

noteObservação
A Replicação do DFS também pode ser usada para replicar a pasta SYSVOL no AD DS (Serviços de Domínio Active Directory) em domínios que usam níveis funcionais de domínio do Windows Server 2012, Windows Server 2008 R2, ou Windows Server 2008.

A tabela a seguir descreve as alterações em funcionalidades de Namespaces do DFS e Replicação do DFS disponíveis nesta versão.

 

Recurso/funcionalidade Nova ou atualizada? Descrição

Módulo do Windows PowerShell para Namespaces do DFS

Nova

Fornece cmdlets do Windows PowerShell para executar a maioria das tarefas de administração para Namespaces do DFS.

Namespaces do DFS: reconhecimento de sites para clientes do DirectAccess

Nova

Fornece aos computadores clientes remotos as melhores indicações a recursos corporativos quando os computadores conectam-se à rede corporativa usando DirectAccess.

Namespaces do DFS: provedor da Infraestrutura de Gerenciamento do Windows

Nova

Fornece os mais recentes métodos de gerenciamento com base na Infraestrutura de Gerenciamento do Windows para gerenciar Namespaces do DFS.

Replicação do DFS: suporte a volumes de eliminação de duplicação de dados

Nova

Oferece suporte a pastas replicadas armazenadas em volumes que usam eliminação de duplicação de dados.

O Windows Server 2012 inclui cmdlets do Windows PowerShell para executar a maioria das tarefas de administração para Namespaces do DFS.

Qual é o valor que a alteração adiciona?

Os administradores podem usar os amplos cmdlets do Windows PowerShell para realizar tarefas de administração comuns e, como opção, automatizá-los usando scripts do Windows PowerShell.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

Em vez de usar o Gerenciamento DFS ou utilitários de linha de comando, os administradores podem realizar todas as tarefas comuns usando cmdlets do Windows PowerShell.

Esses cmdlets estão disponíveis em computadores que executam o Windows Server 2012 ou Windows 8 ou que têm o recurso Ferramentas de Gerenciamento de DFS (parte das Ferramentas de Administração de Servidor Remoto) instalado.

Para obter mais informações, consulte os tópicos sobre cmdlets de DFSN (namespace DFS) no Windows PowerShell e introdução aos cmdlets de namespaces DFS do Windows PowerShell.

TipDica
Para usar o módulo do Windows PowerShell para Namespaces DFS em um computador que não tenha o módulo instalado, use o cmdlet Enter-PSSession para estabelecer uma sessão com um computador que tenha o recurso Ferramentas de Gerenciamento de DFS instalado.

O Windows Server 2012 inclui a funcionalidade de reconhecimento de sites para DirectAccess a fim de fornecer as melhores indicações com reconhecimento de site a usuários remotos que acessam a rede corporativa usando DirectAccess.

Qual é o valor que a alteração adiciona?

Os usuários remotos que se conectam a namespaces do DFS usando uma conexão do DirectAccess recebem indicações para os servidores de namespace e destinos de pasta mais próximos ao seu local. Isso reduz a latência de rede durante o acesso a arquivos na rede corporativa, melhorando a eficiência da largura de banda.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

No momento do acesso ao caminho de um namespace do DFS usando DirectAccess no Windows 7 ou Windows Server 2008 R2, os computadores remotos com endereços IP fora dos sites especificados nos Serviços de Domínio Active Directory recebem uma indicação organizada aleatoriamente, que pode incluir servidores em sites distantes, mesmo quando há servidores disponíveis em um site próximo.

Quando um computador remoto acessa o caminho de um namespace do DFS usando o DirectAccess em computadores que executam o Windows 8 ou Windows Server 2012, o computador fornece um nome de site na solicitação de indicação ao servidor de namespace que executa o Windows Server 2012. O servidor de namespace usa o nome do site para fornecer uma indicação ao site mais próximo disponível.

Para que o reconhecimento de sites funcione em clientes que usam DirectAccess, o computador cliente deve estar executando o Windows 8 ou Windows Server 2012 e o servidor deve estar executando o Windows Server 2012.

O Windows Server 2012 inclui a nova funcionalidade de provedor da Infraestrutura de Gerenciamento do Windows (nova versão da WMI), que fornece acesso programático ao gerenciamento de Namespaces do DFS.

Qual é o valor que a alteração adiciona?

Os programas de gerenciamento podem usar os mais recentes métodos com base na Infraestrutura de Gerenciamento do Windows para gerenciar Namespaces do DFS.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

O acesso ao gerenciamento com base na Infraestrutura de Gerenciamento do Windows ocorrer por meio de um protocolo de transporte de Gerenciamento Remoto do Windows (WinRM) com suporte a firewall.

O Windows Server 2012 inclui suporte a pastas replicadas armazenadas em volumes com eliminação de duplicação de dados habilitada.

Qual é o valor que a alteração adiciona?

Você pode usar a nova funcionalidade de eliminação de duplicação de dados para reduzir os requisitos de armazenamento sem afetar a Replicação do DFS.

O que passou a funcionar de maneira diferente?

A Replicação do DFS replica a marca de ponto de nova análise IO_REPARSE_TAG_DEDUP.

Os recursos a seguir estão incluídos no Windows Server 2012, mas estão sendo descontinuados e provavelmente serão removidos das versões futuras do sistema operacional Windows Server.

 

Recurso preterido Substituição

Ferramenta de linha de comando de Namespaces do DFS, Dfscmd

Módulo de Namespaces do DFS para o Windows PowerShell

FRS (Serviço de Replicação de Arquivos)

Replicação DFS

Para obter uma lista completa dos recursos preteridos no Windows Server 2012, veja Recursos removidos ou preteridos no Windows Server 2012.

Para obter mais informações sobre o suporte a FRS no Windows Server 2012 e no Windows Server 2008 R2, consulte O FRS (Serviço de Replicação de Arquivos) está preterido no Windows Server 2008 R2.

Não há requisitos adicionais de hardware ou software para executar o Gerenciamento de DFS ou usar Namespaces do DFS, exceto para os recursos recém-adicionados descritos anteriormente, que requerem o Windows Server 2012 (ou em alguns casos, Windows 8).

Antes de implantar a Replicação do DFS, você deve configurar os servidores da seguinte forma:

  • Atualizar o esquema do AD DS (Serviços de Domínio Active Directory) para incluir adições de esquema do Windows Server 2012, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2008 ou Windows Server 2003 R2 (se você instalar um controlador de domínio que execute o Windows Server 2012, o esquema será atualizado automaticamente). Não é possível usar pastas replicadas somente leitura com as adições de esquema do Windows Server 2003 R2 ou anterior.

  • Verifique se todos os servidores em um grupo de replicação estão localizados na mesma floresta. Você não pode habilitar a replicação entre servidores de florestas diferentes.

  • Instale a Replicação do DFS em todos os servidores que atuarão como membros de um grupo de replicação.

  • Entre em contato com o fornecedor do software antivírus para verificar se o software antivírus é compatível com a Replicação do DFS.

  • Localize todas as pastas que deseja replicar em volumes formatados com o sistema de arquivos NTFS. A Replicação do DFS não oferece suporte ao Sistema de Arquivos Resiliente (ReFS) ou FAT. A Replicação do DFS também não dá suporte para replicar conteúdo armazenado em Volumes Compartilhados Clusterizados.

Os Namespaces e a Replicação do DFS são parte da função Serviços de Arquivo e Armazenamento. As ferramentas de gerenciamento de DFS (Gerenciamento de DFS, módulo de Namespaces do DFS para Windows PowerShell e ferramentas de linha de comando) são instalados separadamente como parte das Ferramentas de Administração de Servidor Remoto.

Para instalar os serviços de função e as Ferramentas de Gerenciamento de DFS, use um dos métodos a seguir:

  1. Abra o Gerenciador do Servidor, clique em Gerenciar e em Adicionar Funções e Recursos. O Assistente para Adicionar Funções e Recursos é aberto.

  2. Na página Seleção de Servidor, selecione o servidor no VHD (disco rígido virtual) de uma máquina virtual offline na qual deseja instalar o DFS.

  3. Selecione os serviços de função e os recursos que deseja instalar.

    • Para instalar os serviços de Namespaces do DFS e Replicação do DFS, na página Funções do Servidor, selecione Namespaces do DFS e Replicação do DFS.

    • Para instalar apenas as Ferramentas de Gerenciamento de DFS, na página Recursos, expanda Ferramentas de Administração do Servidor Remoto, Ferramentas de Administração de Funções, expanda Ferramentas de Serviços de Arquivo e selecione Ferramentas de Gerenciamento de DFS.

      Ferramentas de Gerenciamento de DFS instala o snap-in Gerenciamento de DFS, o módulo de Namespaces do DFS para Windows PowerShell e as ferramentas de linha de comando, mas não instala servidos de DFS no servidor.

  • Abra uma sessão do Windows PowerShell com direitos de usuário elevados e digite o comando a seguir, onde <nome> é o serviço de função ou recurso que você deseja instalar (consulte a tabela a seguir para ver uma lista de nomes de serviços de função ou recursos relevantes):

    Install-WindowsFeature <nome>
    

     

    Serviço de função ou recurso Nome

    Namespaces do DFS

    FS-DFS-Namespace

    Replicação do DFS

    FS-DFS-Replication

    Ferramentas de Gerenciamento de DFS

    RSAT-DFS-Mgmt-Con

    Por exemplo, para instalar a parte das Ferramentas do Sistema de Arquivos Distribuído do recurso Ferramentas de Administração do Servidor Remoto, digite:

    Install-WindowsFeature RSAT-DFS-Mgmt-Con
    

    Para instalar as partes de Namespaces do DFS, Replicação do DFS e Ferramentas do Sistema de Arquivos Distribuído do recurso Ferramentas de Administração do Servidor Remoto, digite:

    Install-WindowsFeature FS-DFS-Namespace, FS-DFS-Replication, RSAT-DFS-Mgmt-Con
    

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft