Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Implantar transferências de dados descarregados do Windows

Publicado: junho de 2012

Atualizado: junho de 2012

Aplica-se a: Windows Server 2012

Este tópico trata de como implantar a ODX (Transferência de Dados Descarregados) do Windows no Windows Server 2012 para transferir dados diretamente dentro de ou entre dispositivos de armazenamento compatíveis, desviando do computador host. Este tópico também trata dos requisitos de hardware, dos requisitos de software e de como verificar o desempenho da ODX após implementá-la.

Apesar de não ser necessária qualquer ação para usar a ODX com uma matriz de armazenamento e aplicativos compatíveis, há inúmeras tarefas que devem ser executadas para confirmar se seu ambiente é compatível com a ODX e verificar se você está obtendo os benefícios de desempenho da ODX, conforme tratado neste tópico.

Para usar a ODX, o ambiente precisa cumprir os seguintes requisitos de hardware e software.

Para usar a ODX, as matrizes de armazenamento precisam cumprir os seguintes requisitos:

  • Serem certificadas como compatíveis com a ODX (Transferência de Dados Descarregados) do Windows no Windows Server 2012.

  • Darem suporte à ODX de matrizes de armazenamento cruzado. Para dar suporte à ODX entre matrizes de armazenamento, o gerenciador de cópias dessas matrizes de armazenamento precisa dar suporte à ODX de matrizes de armazenamento cruzado, e elas precisam ser do mesmo fornecedor.

  • Estarem conectadas usando um dos seguintes protocolos:

    • iSCSI

    • Fibre Channel

    • Fibre Channel over Ethernet

    • SAS (Serial Attached SCSI)

  • Usarem uma das configurações a seguir:

    • Um servidor com uma matriz de armazenamento

    • Um servidor com duas matrizes de armazenamento

    • Dois servidores com uma matriz de armazenamento

    • Dois servidores com duas matrizes de armazenamento

Para usar a ODX, o ambiente precisa dar suporte aos seguintes elementos:

  • O computador que inicia a transferência de dados precisa executar o Windows 8 ou o Windows Server 2012.

  • Os drivers de filtro do sistema de arquivos como programas antivírus e de criptografia precisam aceitar a ODX. A ODX não tem suporte nos seguintes drivers de filtro do sistema de arquivos:

    • Eliminação de duplicação de dados

    • Criptografia de unidade BitLocker

  • Os arquivos precisam estar em uma partição básica descriptografada. Espaços de Armazenamento e volumes dinâmicos não têm suporte.

  • Os arquivos precisam estar em um volume formatado com NTFS. ReFS e FAT não têm suporte. Os arquivos podem ser transferidos diretamente deste ou para este volume, ou de um dos seguintes contêineres:

    • Um VHD (disco rígido virtual) que usa o formato .vhd ou .vhdx

    • Um compartilhamento de arquivos que usa o protocolo SMB

  • Os arquivos precisam ter pelo menos 256 KB. Arquivos menores são transferidos usando uma operação tradicional de transferência de arquivos (não ODX).

  • O aplicativo que executa a transferência de dados precisa estar escrito com suporte a ODX. No momento dão suporte a ODX:

    • Operações de gerenciamento do Hyper-V que transferem grandes quantidades de dados de uma só vez, como criar um VHD de tamanho fixo, mesclar um instantâneo ou converter VHDs.

    • Explorador de Arquivos

    • Comandos de cópia no Windows PowerShell

    • Comandos de cópia no prompt de comando do Windows (incluindo Robocopy)

  • Os arquivos não devem estar com alto índice de fragmentação. As transferências de arquivos altamente fragmentados apresentarão menor desempenho.

Para usar a ODX com máquinas virtuais em um servidor que executa o Hyper-V, essas máquinas virtuais precisam acessar o armazenamento de uma matriz de armazenamento compatível com ODX. É possível fazer isso empregando uma das abordagens a seguir.

  • Armazene o VHD em um LUN iSCSI compatível com ODX.

  • Atribua os LUNs iSCSI compatíveis com ODX ao iniciador iSCSI da máquina virtual.

  • Atribua os LUNs Fibre Channel compatíveis com ODX ao adaptador Fibre Channel virtual da máquina virtual.

  • Conecte a máquina host ou virtual a um compartilhamento de arquivos SMB em outro computador hospedado em uma matriz de armazenamento compatível com ODX.

Antes de implantar a ODX, colete as seguintes informações sobre o gerenciador de cópias (sistema operacional) da matriz de armazenamento:

  • Qual é o nome e a versão do gerenciador de cópias?

  • O gerenciador de cópias dá suporte a ODX?

  • O gerenciador de cópias dá suporte a uma operação da ODX entre várias matrizes de armazenamento do mesmo fornecedor?

  • Qual é o valor do temporizador inativo padrão? Ele especifica quanto tempo o gerenciador de cópias aguarda para invalidar o token ocioso após a expiração do temporizador.

  • Qual é a capacidade máxima do token do gerenciador de cópias?

  • Qual é o tamanho da transferência ideal? Ele informa ao Windows como enviar comandos Ler e Gravar com tamanho ideal para a matriz de armazenamento.

Para usar a ODX, valide todos os drivers de filtro do sistema de arquivos em todos os servidores que hospedam a ODX com suporte a armazenamento.

Para validar o status de aceitação dos drivers de filtro do sistema de arquivos, siga este procedimento:

  1. Em cada servidor no qual você quer usar a ODX, liste todos os drivers de filtro do sistema de arquivos anexados ao volume no qual quer habilitar a ODX. Para fazer isso, abra uma sessão do Windows PowerShell como administrador e digite o seguinte comando, onde <volume> é a letra da unidade do volume:

    Fltmc instances -v <volume>
    
  2. Para cada driver de filtro listado, consulte o Registro para determinar se o driver de filtro aceitou o suporte a ODX. Para fazer isso, digite o seguinte comando para cada filtro previamente listado e substitua <nome_do_filtro> pelo nome do filtro.

    get-itemproperty hklm:\system\currentcontrolset\services\<nome_do_filtro> -name "SupportedFeatures"
    
  3. Se o valor do Registro SupportedFeatures for igual a 3, isso significará que o driver de filtro dá suporte a ODX. Se o valor não for 3, entre em contato com o fornecedor do driver de filtro do sistema de arquivos para obter uma versão compatível com ODX.

Para estabelecer uma linha de base do desempenho, siga estes procedimentos para desabilitar a ODX no servidor e criar um Relatório de Desempenho do Sistema durante uma transferência de dados típica.

Para estabelecer uma linha de base do desempenho da transferência de dados não descarregados, primeiro desabilite a ODX no servidor seguindo estas etapas:

  1. Abra uma sessão do Windows PowerShell como administrador.

  2. Verifique se no momento a ODX está habilitada (padrão) conferindo se o valor FilterSupportedFeaturesMode no Registro é igual a 0. Para fazer isso, digite o seguinte comando:

    get-itemproperty hklm:\system\currentcontrolset\control\filesystem -name "FilterSupportedFeaturesMode"
    
  3. Desabilite o suporte a ODX. Para fazer isso, digite o seguinte comando:

    set-itemproperty hklm:\system\currentcontrolset\control\filesystem -name "FilterSupportedFeaturesMode" -value 1
    

Para registrar o desempenho de linha de base das transferências de dados, use o Monitor de Desempenho para registrar o desempenho do sistema durante uma transferência de dados típica. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. No Gerenciador do Servidor, no menu Ferramentas, clique em Monitor do Desempenho.

  2. Inicie uma grande transferência de dados que seja típica da carga de trabalho que deseja agilizar e que esteja dentro das ou entre as matrizes de armazenamento que dão suporte a ODX.

  3. Inicie o conjunto de coletores de dados do Desempenho do Sistema. Para fazer isso, expanda Conjuntos de Coletores de Dados, expanda Sistema, clique com o botão direito do mouse em Desempenho do Sistema e clique em Iniciar. O Monitor do Desempenho coletará os dados durante 60 segundos.

  4. Expanda Relatórios, expanda Sistema, expanda Desempenho do Sistema e clique no relatório mais recente.

  5. Examine o Relatório de Desempenho do Sistema e anote os seguintes contadores:

    • Utilização da CPU (na seção Visão geral dos recursos)

    • Utilização da rede (na seção Visão geral dos recursos)

    • Bytes de disco/s (na seção Disco, em Disco físico)

Depois de estabelecer uma linha de base do desempenho do sistema durante as transferências de dados tradicionais, siga estes procedimentos para habilitar a ODX no servidor e testar as transferências de dados descarregados:

Para habilitar a ODX no servidor, siga estas etapas:

  1. Abra uma sessão do Windows PowerShell como administrador.

  2. Digite o seguinte comando:

    set-itemproperty hklm:\system\currentcontrolset\control\filesystem -name "FilterSupportedFeaturesMode" -value 0
    

Depois que a ODX estiver habilitada, crie um Relatório de Desempenho do Sistema durante uma grande transferência de dados descarregados (veja a seção Criar um Relatório de Desempenho do Sistema durante uma transferência de dados anteriormente neste tópico para obter o procedimento).

Ao avaliar o desempenho das transferências de dados descarregados, você deve ver as seguintes diferenças com relação à linha de base criada quando a ODX foi desabilitada:

  • A utilização da CPU deve ser bem menor (somente um pouco maior do que antes da transferência de dados). Isso mostra que o servidor não precisou gerenciar a transferência de dados.

  • A utilização da rede deve ser bem menor (somente um pouco maior do que antes da transferência de dados). Isso mostra que a transferência de dados desviou do servidor.

  • O contador Bytes de disco/s deve ser bem maior. Isso reflete o maior desempenho das transferências diretas dentro da matriz ou dentro da SAN.

Depois de verificar o desempenho da ODX, crie periodicamente outro Relatório de Desempenho do Sistema durante as transferências de dados descarregados para confirmar que a ODX ainda está funcionando conforme esperado. Se for detectada uma queda no desempenho, entre em contato com o Atendimento ao Cliente Microsoft e com o fornecedor da matriz de armazenamento.

Use a seguinte lista de verificação para confirmar se você concluiu todas as etapas da implantação.

 

Lista de verificação da implantação das transferências de dados descarregados do Windows

Verificar os pré-requisitos das transferências de dados descarregados do Windows.

Coletar informações da matriz de armazenamento.

Validar os drivers de filtro do sistema de arquivos.

Estabelecer uma linha de base do desempenho.

Testar o desempenho da ODX.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2014 Microsoft