Exportar (0) Imprimir
Expandir Todos

Descrição Geral Técnica do Gestor de Servidor do Windows Server 2008

Actualizado: Outubro de 2007

Aplica-se a: Windows Server 2008

O Gestor de servidor é uma nova funcionalidade incluída no Windows Server 2008 concebida para guiar os administradores de tecnologia da informação (TI) através do processo de instalação, configuração e gestão de funções de servidor e funcionalidades que fazem parte do Windows Server 2008. O Gestor de servidor é iniciado automaticamente depois de o administrador concluir as tarefas listadas nas Tarefas de Configuração Inicial. Se a janela das Tarefas de configuração iniciais tiver sido desactivada, o Gestor de servidor também será iniciado automaticamente quando um administrador iniciar sessão no servidor.

O Gestor de servidor poderá ser útil para si se for:

  • Um administrador, planeador ou analista de TI que esteja a avaliar o Windows Server 2008

  • Um planeador ou designer de TI de uma empresa

  • Um adoptante inicial do Windows Server 2008

  • Um arquitecto de TI responsável pela gestão e segurança dos computadores na organização

  • Um engenheiro de operações de TI responsável pela resolução de problemas e gestão diárias de redes, servidores, sistemas operativos ou aplicações.

  • Um gestor de operações de TI responsável pela gestão de redes e servidores, orçamentos de hardware e software de TI, e decisões técnicas.

O Gestor de servidor é um snap-in da MMC (Microsoft Management Console) que fornece uma vista consolidada do servidor, incluindo informações sobre a configuração do servidor, estado das funções instaladas e ligações para adicionar e remover funções e funcionalidades. O Gestor de servidor substitui várias funcionalidades do Microsoft Windows® Server® 2003, como, por exemplo, Gerir o Servidor, Configurar o Servidor e Adicionar ou Remover Componentes do Windows. É constituído pelos seguintes elementos:

  • Tarefas de Configuração Inicial   Nova funcionalidade do Windows Server 2008 iniciada automaticamente após a configuração estar concluída, as Tarefas de configuração iniciais ajudam o administrador a concluir a instalação e a configuração inicial de um novo servidor. Inclui tarefas como efectuar a adesão do servidor a um domínio existente, activar o Windows Update e configurar os comentários enviados à Microsoft.

  • Assistente para Adicionar Funções   Utilize este assistente para adicionar uma ou várias funções ao servidor. O Assistente para Adicionar Funções procura automaticamente dependências entre as funções e assegura que todas as funções e funcionalidades necessárias são instaladas com base nas selecções do utilizador. Para algumas funções, tais como Serviços de Terminal e Serviços de Certificado do Active Directory, o Assistente para Adicionar Funções também fornece páginas de configuração que permitem que o utilizador especifique o modo como a função deve ser configurada, como parte do processo de instalação.

  • Assistente para Adicionar Serviços de Função   Algumas funções, como os Serviços de ficheiros, os Serviços de Terminal e os Serviços de Certificados do Active Directory, são compostas por vários subelementos, identificados como serviços de função na interface do Gestor de servidor. Após a instalação de uma função, poderá adicionar mais serviços de função utilizando o Assistente para Adicionar Serviços de Função.

  • Assistente para Adicionar Funcionalidades   Semelhante ao Assistente para Adicionar Funções, este assistente permite instalar funcionalidades no servidor.

  • Assistente para Remover Funções   Utilize este assistente para remover uma função que já não seja necessária no computador.

  • Assistente para Remover Serviços de Função   Utilize este assistente para remover uma serviço de função que já não seja necessário no computador.

  • Assistente para Remover Funcionalidades   Utilize este assistente para remover uma funcionalidade que já não seja necessária no computador.

  • Home pages de gestão de funções   Quando o Gestor de servidor é iniciado, detecta as funções instaladas. Para cada função instalada, é adicionada uma home page de gestão de funções ao Gestor de servidor. As home pages de funções fornecem uma visualização de alto nível do estado de cada função (por exemplo, os serviços em execução, erros registados no registo de eventos), bem como ligações para ferramentas específicas de funções e conteúdo de Ajuda. As ferramentas na home page de gestão de funções permitem filtrar os eventos apresentados na área Resumo e definir as preferências dos serviços de sistema do Windows necessários para a função.

  • Ferramentas da linha de comandos   Nova funcionalidade da linha de comandos no Gestor de servidor que fornece tecnologias de instalação e remoção autónomas do Windows Server 2008. A ferramenta da linha de comandos ServerManagerCmd.exe expõe o conjunto principal de tarefas do Gestor de Servidor, como instalação e remoção de funções, serviços e funcionalidades de função, validação e consulta do estado actual do computador. Também permite instalar ou remover várias funções, serviços de função ou funcionalidades numa única instância de comando utilizando ficheiros de resposta XML. Para obter o esquema XML completo dos ficheiros de resposta do ServerManagerCmd.exe, consulte o Apêndice da Descrição Geral Técnica do Gestor de Servidor.

O Gestor de servidor organiza a implementação do servidor em três unidades básicas de configuração: funções, serviços de função e funcionalidades.

O que são funções de servidor?

O que são funcionalidades?

Uma função de servidor descreve a função primária do servidor. Os administradores podem optar por dedicar um servidor completo a uma função ou instalar várias funções de servidor num só computador. Cada função pode incluir um ou mais serviços de função, ou, opcionalmente, elementos instaláveis da função. As funções de servidor seguintes estão disponíveis no Windows Server 2008 e podem ser instaladas e geridas utilizando o Gestor de servidor:

 

Nome da Função Descrição

Serviços de Certificados do Active Directory®

Os Serviços de Certificados do Active Directory® fornecem serviços personalizáveis para criar e gerir certificados de chave pública utilizados em sistemas de segurança de software que utilizam tecnologias de chave pública. As organizações podem utilizar os Serviços de Certificados do Active Directory para melhorar a segurança ao vincular a identidade de uma pessoa, dispositivo ou serviço a uma chave privada correspondente. Os Serviços de Certificados do Active Directory incluem também funcionalidades que lhe permitem gerir a inscrição e revogação de certificados numa variedade de ambientes escaláveis.

As aplicações suportadas pelos Serviços de Certificados do Active Directory incluem S/MIME (Secure/Multipurpose Internet Mail Extensions), redes sem fios seguras, VPN (virtual private networks), protocolo IPsec (Internet Protocol security), EFS (Encrypting File System), início de sessão com smart card, SSL/TLS (Secure Socket Layer/Transport Layer Security) e assinaturas digitais.

Serviços do domínio Active Directory

Os Serviços do domínio Active Directory (AD DS) armazenam informações sobre utilizadores, computadores e outros dispositivos existentes na rede. Os AD DS ajudam os administradores a gerirem estas informações em segurança e facilitam a partilha de recursos e colaboração entre utilizadores. Os AD DS também têm de estar instalados na rede para se instalar aplicações com capacidade para directórios, tais como o Microsoft Exchange Server, bem como para outras tecnologias do Windows Server, tais como a Política de Grupo.

Serviços de Federação do Active Directory

O AD FS (Active Directory Federation Services) fornece tecnologias de SSO (single-sign-on) na Web para autenticar um utilizador perante várias aplicações Web utilizando uma conta de utilizador única. O AD FS consegue isto ao federar, ou partilhar, de forma segura, as identidades de utilizador e os direitos de acesso, na forma de afirmações digitais, entre organizações parceiras.

Serviços LDS do Active Directory

As organizações com aplicações que requeiram um directório para o armazenamento de dados de aplicações poderão utilizar o AD LDS (Active Directory Lightweight Directory Services) como arquivo de dados. O AD LDS é executado como um serviço não pertencente ao sistema operativo e, como tal, não requer a implementação num controlador de domínio. A execução como um serviço não pertencente ao sistema operativo permite que várias instâncias do AD LDS sejam executadas em simultâneo num único servidor, podendo cada instância ser configurada independentemente para servir várias aplicações.

Serviços de Gestão de Direitos do Active Directory (AD RMS, Active Directory Rights Management Services)

O Serviços de Gestão de Direitos do Active Directory (AD RMS, Active Directory Rights Management Services) (AD RMS) é uma tecnologia de protecção de informações que funciona com aplicações que suportam o AD RMS para ajudar a salvaguardar informações digitais contra utilização não autorizada. Os proprietários de conteúdo podem definir exactamente de que forma um destinatário pode utilizar as informações; por exemplo, quem pode abrir, modificar, imprimir, reencaminhar e/ou efectuar outras acções com as informações. As organizações podem criar modelos de direitos de utilização personalizados, tais como "Confidencial - Só de Leitura", que poderão ser aplicados directamente a informações, tais como relatórios financeiros, especificações de produtos, dados de clientes e mensagens de correio electrónico.

Servidor Aplicacional

O Servidor Aplicacional fornece uma solução completa para alojar e gerir aplicações comerciais distribuídas de elevado desempenho. Os serviços integrados, tais como o .NET Framework, Suporte para Servidor Web, Colocação de Mensagens em Fila, COM+, Windows Communication Foundation e Clustering de Activação Pós-falha, suportam um aumento da produtividade ao longo do ciclo de vida da aplicação, desde a concepção e desenvolvimento até à respectiva implementação e operações.

Servidor DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol)

O protocolo DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) permite aos servidores atribuir, ou dedicar, endereços IP a computadores e outros dispositivos activados como clientes DHCP. A implementação de servidores DHCP na rede fornece automaticamente aos computadores e outros dispositivos de rede baseados em TCP/IP os endereços IP válidos e parâmetros de configuração adicionais de que estes dispositivos necessitam, denominadas opções DHCP, que lhes permitem ligar a outros recursos de rede, tais como servidores DNS, servidores WINS e routers.

Servidor DNS

O DNS (Domain Name System) fornece um método padrão para associar nomes a endereços Internet numéricos. Isto permite que os utilizadores façam referência a computadores na rede utilizando nomes de fácil memorização em vez de longas séries de números. Os serviços DNS do Windows podem ser integrados com os serviços do protocolo DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) no Windows, eliminando a necessidade de adicionar registos DNS à medida que forem adicionados computadores à rede.

Servidor de fax

O Servidor de fax envia e recebe faxes e permite-lhe gerir os recursos de fax, tais como tarefas, definições, relatórios e dispositivos de fax neste computador ou na rede.

Serviços de ficheiros

O Serviços de ficheiros fornece tecnologias para a gestão de armazenamento, replicação de ficheiros, gestão de espaços de nomes distribuída, procura rápida de ficheiros e acesso optimizado dos clientes aos ficheiros.

Serviços de Política e Acesso de Rede

Os Serviços de Política e Acesso de Rede proporcionam uma vasta gama de métodos destinados a fornecer aos utilizadores conectividade de rede local e remota, a ligar segmentos de rede e a permitir que os administradores de rede efectuem centralmente a gestão do acesso à rede e das políticas de estado de funcionamento dos clientes. Com os Serviços de Acesso de Rede, pode implementar servidores VPN, servidores de acesso telefónico, routers e acesso sem fios 802.11 protegido. Também pode implementar servidores e proxies RADIUS e utilizar o Kit de Administração do Gestor de Ligações para criar perfis de acesso remoto que permitem aos computadores clientes ligar à rede do utilizador.

Serviços de impressão

O Serviços de impressão permite a gestão de servidores de impressão e de impressoras. Um servidor de impressão reduz a carga de trabalho administrativa e de gestão ao centralizar as tarefas de gestão de impressoras.

Serviços de Terminal

O Serviços de Terminal fornece tecnologias que permitem aos utilizadores aceder a programas baseados no Windows instalados num servidor de terminais, ou que acedam ao ambiente de trabalho do Windows, a partir de praticamente todos os dispositivos informáticos. Os utilizadores podem estabelecer ligação com um servidor de terminais para executarem programas e utilizarem recursos de rede existentes nesse servidor.

Serviços UDDI (Universal Description, Discovery and Integration)

Os Serviços UDDI fornecem capacidades UDDI (Universal Description, Discovery, and Integration) para partilhar informações sobre serviços Web na intranet de uma organização, entre parceiros comerciais numa extranet, ou na Internet. Os Serviços UDDI podem ajudar a melhorar a produtividade de programadores e de profissionais de TI com aplicações mais fiáveis e fáceis de gerir. Com os Serviços UDDI, pode evitar a duplicação de esforço ao promover a reutilização de trabalho de desenvolvimento existente.

Servidor Web (IIS)

O Servidor Web (IIS) permite a partilha de informações na Internet, numa intranet ou numa extranet. Trata-se de uma plataforma Web unificada que integra o IIS 7.0, ASP.NET e o Windows Communication Foundation. O IIS 7.0 também apresenta segurança avançada, diagnósticos simplificados e administração delegada.

Serviços de Implementação do Windows

Pode utilizar os Serviços de Implementação do Windows para instalar e configurar remotamente sistemas operativos Microsoft® Windows em computadores com ROMs de arranque para o PXE (Pre-boot Execution Environment). A sobrecarga da administração é reduzida através da implementação do snap-in da MMC (Microsoft Management Console) WdsMgmt, que efectua a gestão de todos os aspectos dos Serviços de Implementação do Windows. Os Serviços de Implementação do Windows também fornecem aos utilizadores finais uma experiência consistente com a Configuração do Windows.

Hyper-V

A Hyper-V oferece os serviços que pode utilizar para criar e gerir máquinas virtuais e os respectivos recursos. Cada máquina virtual é um sistema de computador virtualizado que funciona num ambiente de execução isolado. Isto permite a execução simultânea de vários sistemas operativos.

De uma maneira geral, uma funcionalidade não descreve a função primária do servidor. Em vez disso, descreve uma função auxiliar ou de suporte de um servidor. Normalmente, um administrador adiciona uma funcionalidade não como a função primária do servidor, mas sim para expandir a funcionalidade de uma função instalada. Por exemplo, o Clustering de Activação Pós-falha é uma funcionalidade que os administradores podem escolher para instalar funções específicas, como os Serviços de ficheiros, para tornar a função Serviços de ficheiros mais redundante. As funcionalidades seguintes estão disponíveis no Windows Server 2008 e podem ser instaladas utilizando o Gestor de servidor.

 

Funcionalidade Descrição

Funcionalidades do Microsoft .NET Framework 3.0

O Microsoft .NET Framework 3.0 combina as capacidades das APIs do .NET Framework 2.0 com as novas tecnologias de criação de aplicações que proporcionam interfaces de utilizador apelativas, protegem as informações de identificação pessoal dos clientes, permitem comunicações integradas e seguras, e modelam uma vasta gama de processos de negócio.

Encriptação de Unidade BitLocker

A Encriptação de Unidade BitLocker ajuda a proteger dados em computadores perdidos, furtados ou desactivados inadequadamente, encriptando todo o volume e verificando a integridade dos primeiros componentes de arranque. Os dados só são desencriptados se esses componentes forem verificados com êxito e a unidade encriptada estiver localizada no computador original. A verificação da integridade requer um módulo de plataforma fidedigna compatível (TPM).

Extensões de Servidor BITS

As Extensões de Servidor BITS (Background Intelligent Transfer Service) permitem que um servidor receba ficheiros carregados pelos clientes utilizando BITS. O BITS permite aos computadores cliente transferirem ficheiros em primeiro e segundo plano de forma assíncrona, manterem a capacidade de resposta de outras aplicações de rede e retomarem as transferências de ficheiros após falhas de rede e o reinício do computador.

Kit de Administração do Gestor de Ligações

O Kit de Administração do Gestor de Ligações (CMAK) gera perfis do Gestor de Ligações.

Experiência de Utilização

A Experiência de Utilização inclui funcionalidades do Windows Vista®, tais como Windows Media Player, temas de ambiente de trabalho e gestão de fotografias. A Experiência de Utilização não activa nenhuma das funcionalidades do Windows Vista por predefinição; tem de activá-las manualmente.

Gestão de Políticas de Grupo

A Gestão de Políticas de Grupo facilita a compreensão, implementação, gestão e resolução de problemas de implementações de Políticas de Grupo. A ferramenta padrão é a GPMC (Group Policy Management Console), um snap-in de scripts da MMC (Microsoft Management Console), que fornece uma única ferramenta administrativa para gerir a Política de Grupo na empresa.

Cliente de Impressão Através da Internet

O Cliente de Impressão Através da Internet permite-lhe utilizar HTTP para estabelecer ligação e utilizar impressoras existentes em servidores de impressão na Web. A impressão através da Internet permite a ligação entre utilizadores e impressoras que não estão no mesmo domínio ou rede. Os exemplos de utilização incluem um funcionário em viagem para um escritório remoto ou num café equipado com acesso Wi-Fi.

iSNS (Internet Storage Name Server)

O iSNS (Internet Storage Name Server) oferece serviços de detecção para redes de armazenamento de iSCSI (Internet Small Computer System Interface). O iSNS processa pedidos de registo, de eliminação de registo e consultas de clientes iSNS.

Monitor de Portas LPR

O Monitor de Portas LRP (Line Printer Remote) permite aos utilizadores com acesso a computadores baseados em UNIX imprimir em dispositivos ligados aos mesmos.

Colocação de Mensagens em Fila

A Colocação de Mensagens em Fila proporciona entrega garantida de mensagens, encaminhamento eficiente, segurança e processamento de mensagens baseado na prioridade entre aplicações. A Colocação de Mensagens em Fila permite também a entrega de mensagens entre aplicações que funcionam em sistemas operativos diferentes, utilizem infra-estruturas de rede diferentes, estejam temporariamente offline ou funcionem a horas diferentes.

Multipath I/O

O MPIO (Microsoft Multipath I/O), em simultâneo com o DSM (Device Specific Module) da Microsoft ou DSM de outro fabricante, fornece suporte para a utilização de vários caminhos de dados para um dispositivo de armazenamento no Microsoft Windows.

Protocolo PNRP (Peer Name Resolution Protocol)

O protocolo PNRP (Peer Name Resolution Protocol) permite que aplicações se registem e resolvam nomes do computador, para que outros computadores possam comunicar com essas aplicações.

qWave

O qWave (Quality Windows Audio Video Experience) é uma plataforma de rede para aplicações de transmissão em sequência de áudio e vídeo (AV) em redes IP domésticas. O qWave melhora o desempenho e a fiabilidade da transmissão em sequência de AV assegurando o QoS (quality-of-service) de rede para aplicações AV. Esta funcionalidade fornece mecanismos para controlo de admissão, monitorização e imposição em tempo de execução, resposta da aplicação e atribuição de prioridades ao tráfego. Nas plataformas Windows Server, o qWave só fornece serviços de taxa de fluxo e atribuição de prioridades.

Assistência Remota

A Assistência Remota permite-lhe (ou a um técnico de suporte) oferecer assistência a utilizadores com questões ou problemas de computador. A Assistência Remota permite-lhe visualizar e partilhar o controlo do ambiente de trabalho do utilizador, para efeitos de resolução de problemas e acções de reparação. Os utilizadores também podem pedir ajuda a amigos ou colegas de trabalho.

Ferramentas de administração do servidor remoto

A Ferramentas de administração do servidor remoto permite a gestão remota do Windows Server 2003 e do Windows Server 2008 a partir de um computador com o Windows Server 2008, permitindo-lhe executar algumas das ferramentas de gestão das funções, serviços de função e funcionalidades num computador remoto.

Gestor de Armazenamento Amovível

O RSM (Removable Storage Manager) gere e cataloga suportes de dados amovíveis e opera dispositivos de suporte amovível automatizados.

Proxy RPC Através de HTTP

O Proxy RPC Através de HTTP é um proxy utilizado por objectos que recebem RPC (remote procedure calls) através do protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol). Este proxy permite que os clientes detectem esses objectos, mesmo que eles sejam movidos entre servidores ou que existam em áreas discretas da rede, normalmente por razões de segurança.

Serviços para NFS

Os Serviços para NFS (Network File System) são um protocolo que actua como um sistema de ficheiros distribuído, permitindo a um computador ter acesso a ficheiros através de uma rede com tanta facilidade como se estivessem em discos locais. Esta funcionalidade apenas está disponível para instalação em versões de 64 bits do Windows Server 2008; noutras versões do Windows Server 2008, os Serviços para NFS estão disponíveis como um serviço da função Serviços de ficheiros.

Servidor SMTP

O Servidor SMTP suporta a transferência de mensagens de correio electrónico entre sistemas de correio electrónico.

Gestor de Armazenamento para SANs

O Gestor de Armazenamento para SANs (Storage Area Networks) ajuda a criar e gerir LUNs (logical unit numbers) em subsistemas de unidades de disco Canal de Fibra e iSCSI que suportam VDS (Virtual Disk Service) na SAN.

Serviços TCP/IP simples

Os Serviços TCP/IP Simples suportam os seguintes serviços de TCP/IP: Character Generator, Daytime, Discard, Echo e Quote of the Day. Os Serviços TCP/IP Simples são fornecidos para retro-compatibilidade e não devem ser instalados, a menos que sejam necessários.

Serviços SNMP

O protocolo SNMP (Simple Network Management Protocol) é o protocolo padrão da Internet para a troca de informações de gestão entre aplicações de consola de gestão, tais como HP Openview, Novell NMS, IBM NetView ou Sun Net Manager, e entidades geridas. As entidades geridas podem incluir sistemas anfitrião, routers, bridges e concentradores.

Subsistema para Aplicações Baseadas em UNIX

O SUA (Subsystem for UNIX-based Applications), em conjunto com um pacote de utilitários de suporte disponível para transferência do Web site da Microsoft, permite-lhe executar programas baseados em UNIX, e compilar e executar aplicações baseadas em UNIX personalizadas no ambiente Windows.

Cliente Telnet

O Cliente Telnet utiliza o protocolo Telnet para estabelecer ligação a um servidor Telnet remoto e executar aplicações nesse servidor.

Servidor Telnet

O Servidor Telnet permite que utilizadores remotos, incluindo os que têm sistemas operativos baseados em UNIX, executem tarefas de administração de linha de comandos e programas utilizando um cliente Telnet.

Cliente TFTP (Trivial File Transfer Protocol)

O Cliente TFTP (Trivial File Transfer Protocol) é utilizado para ler ou escrever ficheiros num servidor TFTP remoto. O TFTP é utilizado principalmente por dispositivos ou sistemas incorporados que obtêm firmware, informação de configuração ou uma imagem de sistema durante o processo de arranque de um servidor TFTP.

Clustering de Activação Pós-falha

O Clustering de Activação Pós-falha permite que múltiplos servidores trabalhem em conjunto para oferecer elevada disponibilidade de serviços e aplicações. O Clustering de Activação Pós-falha é frequentemente utilizado para serviços de ficheiro e impressão, bases de dados e aplicações de correio.

Balanceamento de Carga na Rede

O NLB (Network Load Balancing) distribui tráfego através de vários servidores, utilizando o protocolo de funcionamento em rede TCP/IP. O NLB é particularmente útil para garantir que aplicações sem monitorização de estado, tal como um servidor Web com os Serviços de Informação Internet (IIS), sejam escaláveis através da adição de servidores à medida que a carga aumenta.

Cópia de Segurança do Windows Server

A Cópia de Segurança do Windows Server permite-lhe fazer cópias de segurança e recuperação do sistema operativo, aplicações e dados. Pode agendar a execução de cópias de segurança uma vez por dia ou mais frequentemente e pode proteger integralmente o servidor ou volumes específicos.

Gestor de Recursos do Sistema Windows

O WSRM (Windows System Resource Manager) é uma ferramenta administrativa do sistema operativo Windows Server que pode controlar como os recursos da CPU e da memória são alocados. A gestão da alocação de recursos melhora o desempenho do sistema e reduz o risco de as aplicações, serviços ou processos interferirem entre si para reduzir a eficiência do servidor e a capacidade de resposta do sistema.

Servidor WINS

O WINS (Windows Internet Name Service) fornece uma base de dados distribuída para registar e consultar mapeamentos dinâmicos de nomes NetBIOS para computadores e grupos utilizados na rede. O WINS mapeia nomes NetBIOS para endereços IP e resolve os problemas decorrentes da resolução de nomes NetBIOS em ambientes encaminhados.

Serviço de Rede Local Sem Fios

O Serviço de Rede Local Sem Fios (WLAN) configura e inicia o Serviço de Configuração Automática WLAN, independentemente de o computador ter ou não placas sem fios. A Configuração Automática WLAN enumera as placas sem fios e gere as ligações sem fios e os perfis sem fios que contêm as definições necessárias à configuração de um cliente sem fios para ligação a uma rede sem fios.

Windows Internal Database

O Windows Internal Database é um arquivo de dados relacional que pode ser utilizado apenas por funções e funcionalidades do Windows, tais como Serviços UDDI, Serviços de Gestão de Direitos do Active Directory, Windows Server Update Services e Gestor de Recursos do Sistema Windows.

Windows PowerShell

O Windows PowerShell é uma linguagem de shell da linha de comandos e de scripting que ajuda os profissionais de TI a aumentarem a produtividade. Esta funcionalidade proporciona uma nova linguagem de scripting orientada para a administração, bem como mais de 130 ferramentas padrão da linha de comandos destinadas a facilitar a administração do sistema e a acelerar a automatização.

Serviço de Activação de Processos do Windows

O WAS (Windows Process Activation Service) generaliza o modelo de processos do IIS, removendo a dependência de HTTP. Todas as funcionalidades do IIS que, anteriormente, só estavam disponíveis para aplicações HTTP, estão agora disponíveis para aplicações que alojem serviços WCF (Windows Communication Foundation ) utilizando protocolos não HTTP. O IIS 7.0 também utiliza o WAS para a activação baseada em mensagens através de HTTP.

O Gestor de servidor é iniciado automaticamente quando um administrador inicia sessão num computador com o Windows Server 2008. Se fechar o Gestor de servidor e pretender iniciá-lo novamente, o Gestor de servidor pode ser iniciado a partir das seguintes localizações:

  • No menu Iniciar

  • No menu Iniciar, clique com o botão direito do rato em Computador e, em seguida, clique em Gerir

  • No menu Iniciar, aponte para Ferramentas Administrativas e, em seguida, clique em Gestor de Servidor

  • Na barra de ferramentas Iniciação Rápida disponível na barra de tarefas do Windows

Se não pretender executar o Gestor de servidor ou as Tarefas de configuração iniciais automaticamente quando um membro do grupo Administradores iniciar sessão no computador, ou sempre que as Tarefas de configuração iniciais estiverem fechadas, poderá modificar o comportamento de abertura predefinido das janelas do Gestor de servidor e das Tarefas de configuração iniciais editando as definições de registo seguintes.

 

Nome da definição Localização Valor predefinido Valores possíveis

Não abrir o Gestor de servidor no início de sessão

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Gestor de servidor

0

0 para desactivar e abrir a janela normalmente; 1 para activar a impedir que a janela seja aberta.

Não abrir as Tarefas de configuração iniciais no início de sessão

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Gestor de servidor\Tarefas de configuração iniciais

0

0 para desactivar e abrir a janela normalmente; 1 para activar a impedir que a janela seja aberta.

O Gestor de servidor é instalado por predefinição como parte do processo de configuração do Windows Server 2008. Para utilizar o Gestor de servidor, tem de ter sessão iniciada no computador como administrador.

noteNota
Se iniciar sessão no computador utilizando uma conta que não seja a conta de Administrador incorporada, poderá ser aberta uma caixa de diálogo semelhante à seguinte pedindo-lhe permissão para executar o Gestor de servidor. Se for aberta esta caixa de diálogo, clique em Continuar para iniciar o Gestor de servidor.

Caixa de diálogo Permissões de gestor de servidor

A tabela seguinte lista as tarefas que podem ser efectuadas no Gestor de servidor.

 

Tarefa Descrição

Adicionar uma função

O Assistente para Adicionar Funções fornece uma lista completa das funções que podem ser instaladas no computador e, com base nas suas selecções, guia-o através do processo de instalação da função e para a tornar funcional.

Note que algumas funções requerem a instalação de outras funções ou funcionalidades no mesmo computador. Por exemplo, o AD RMS requer a instalação do Servidor Web (IIS) no mesmo servidor. Durante a instalação do AD RMS, observe a forma como o Gestor de servidor notifica o utilizador sobre a dependência e assegura que este requisito é cumprido. Algumas funções têm várias dependências. Os Serviços de Federação do Active Directory, por exemplo, dependem do Servidor Web (IIS), mas também da funcionalidade Serviço de Activação de Processos do Windows.

Tenha também em atenção o painel de navegação na margem esquerda das páginas do Assistente para Adicionar Funções. Esta página é actualizada dinamicamente com base nas selecções de função do assistente. Pode experimentar navegar nas páginas do assistente utilizando este painel. O painel de navegação também faz parte de outros assistentes do Gestor de servidor, como o Assistente para Adicionar Funcionalidades e o Assistente para Remover Funções.

Adicionar várias funções em simultâneo

O Assistente para Adicionar Funções pode instalar várias funções numa única sessão.

Adicionar um serviço de função (depois de adicionar uma função)

Algumas funções, tais como Serviços de ficheiros, Serviços de Terminal e Serviços de Certificado do Active Directory, são compostas por vários subelementos ou serviços de função. Depois de adicionar uma função que inclua serviços de função, abra o Gestor de servidor, vá para a respectiva home page de gestão de funções e, em seguida, adicione os serviços de função conforme necessário utilizando o Assistente para Adicionar Serviços de Função.

Remover uma função

Quando uma função específica já não for necessária no servidor, pode removê-la para que deixe de utilizar recursos ou requeira actualização.

Depois de ter instalado algumas funções no servidor, é recomendável tentar remover uma delas utilizando o Assistente para Remover Funções. Poderá encontrar uma ligação para abrir o Assistente para Remover Funções na secção Resumo das Funções da janela principal do Gestor de servidor.

Remover um serviço de função

Quando um serviço de função já não é necessário, pode removê-lo. Para tal, abra a home page da função e, em seguida, remova os serviços de função conforme necessário utilizando o Assistente para Remover Serviços de Função.

Note que, se outros serviços de função associados à mesma função também estiverem instalados, estes permanecerão instalados mesmo depois de o serviço de função seleccionado ser removido.

Adicionar uma funcionalidade

Tal como pode adicionar funções, também pode adicionar funcionalidades ao servidor utilizando o Assistente para Adicionar Funcionalidades. Pode encontrar comandos para abrir o Assistente para Adicionar Funcionalidades na janela das Tarefas de configuração iniciais e na secção Resumo das Funcionalidades da janela principal do Gestor de servidor.

Remover uma funcionalidade

Tal como pode remover funções, também pode remover funcionalidades do servidor quando deixarem de ser utilizadas. Poderá encontrar uma ligação para abrir o Assistente para Remover Funcionalidades na secção Resumo das Funcionalidades da janela principal do Gestor de servidor.

Instalação e remoção autónomas de funções utilizando a interface da linha de comandos Gestor de servidor

Utilize ServerManagerCmd.exe -help ou simplesmente ServerManagerCmd.exe, sem argumentos, para obter informações sobre como utilizar a ferramenta da linha de comandos.

Adicione o parâmetro –query ou consulte Apêndice da Descrição Geral Técnica do Gestor de Servidor para obter a lista de identificadores de comandos para funções e funcionalidades utilizadas com o ServerManagerCmd.exe.

Pode instalar cada serviço de função individualmente ou utilizar a opção –allSubFeatures para instalar todos os elementos subordinados de uma função ou funcionalidade. O Gestor de Servidor ignora automaticamente os elementos já instalados no computador.

Os recursos seguintes fornecem informações adicionais sobre o Windows Server 2008 e o Gestor de servidor.

  • Para mais informações sobre o Gestor de servidor, consulte Gestor de Servidor no TechCenter do Microsoft Windows Server (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=48541) (esta página poderá estar em inglês).

  • Para mais informações sobre a segurança, consulte o Web site de Segurança da Microsoft (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=8357) (esta página poderá estar em inglês).

Considera isto útil?
(1500 caracteres restantes)
Obrigado pelos seus comentários

Conteúdo da Comunidade

Adicionar
Mostrar:
© 2014 Microsoft