Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Boletim de Segurança da Microsoft MS14-017 - Crítica

As vulnerabilidades no Microsoft Word e Office Web Apps podem permitir a execução remota de código (2949660)

Publicado em: 8 de abril de 2014

Versão: 1.0

Informações Gerais

Sinopse

Esta atualização de segurança resolve uma vulnerabilidade divulgada publicamente e duas reportadas em particular no Microsoft Office. A mais severa dessas vulnerabilidades pode permitir a execução remota de código se um arquivo especialmente criado for aberto em uma versão afetada do software Microsoft Office. O invasor que explorar com êxito as vulnerabilidades poderá obter os mesmos direitos que o usuário ativo. Os clientes cujas contas são configuradas com poucos direitos de usuário no sistema correm menos riscos do que aqueles que possuem direitos administrativos.

Esta atualização de segurança é classificada como Crítica para edições com suporte do Microsoft Word 2003, Microsoft Word 2007, Microsoft Word 2010, Microsoft Word 2013, Microsoft Word 2013 RT e para Microsoft Office Services e Web Apps afetados em edições com suporte do Microsoft SharePoint Server 2010, Microsoft SharePoint Server 2013 e Microsoft Web Apps Server 2013. Esta atualização de segurança também é classificada como Crítica para versões com suporte do Microsoft Word Viewer e do Pacote de Compatibilidade do Microsoft Office. Para obter mais informações, consulte a subseção Softwares afetados e não afetados, nesta seção.

Esta atualização de segurança elimina as vulnerabilidades, corrigindo a maneira como o software Microsoft Office analisa os arquivos especialmente criados. Para obter mais informação sobre as vulnerabilidades, consulte a subseção Perguntas frequentes relacionada à entrada da vulnerabilidade específica presente na próxima seção, Informações sobre a vulnerabilidade.

Esta atualização de segurança também elimina a vulnerabilidade descrita pela primeira vez no Comunicado de Segurança da Microsoft 2953095.

Recomendação. Os clientes podem configurar a atualização automática para procurar atualizações online do Microsoft Update, usando o serviço Microsoft Update. Os clientes com a atualização automática habilitada e configurada para procurar atualizações online a partir do Microsoft Update geralmente não precisarão tomar nenhuma providência porque esta atualização de segurança será baixada e instalada automaticamente. Os clientes que não têm o recurso de atualizações automáticas habilitado precisarão verificar as atualizações do Microsoft Update e instalar esta atualização manualmente. Para obter informações sobre opções de configuração específicas em atualizações automáticas, consulte o Artigo 294871 da Base de Conhecimento Microsoft.

Para instalações feitas por administradores ou empresas, ou por usuários finais que desejam instalar esta atualização de segurança manualmente, a Microsoft recomenda que os clientes apliquem a atualização imediatamente usando software de gerenciamento de atualização ou verificando se há atualizações no serviço Microsoft Update.

Para clientes do Microsoft Office para Mac, o Microsoft AutoUpdate para Mac pode ser configurado para entregar atualizações de softwares da Microsoft diretamente ao seu sistema. Para obter mais informações, consulte Procurar atualizações do Office para Mac automaticamente.

Consulte também a seção Orientação e ferramentas de detecção e implantação mais adiante neste boletim.

Artigo da Base de Conhecimento Microsoft

  • Artigo da Base de Conhecimento Microsoft: 2949660
  • Informações sobre o arquivo: Sim
  • Hashes SHA1/SHA2: Sim
  • Problemas conhecidos: Sim

 

O software a seguir foi testado para determinar quais versões ou edições foram afetadas. O ciclo de vida do suporte das outras versões ou edições já terminou ou elas não são afetadas. Para determinar o ciclo de vida do suporte para sua versão ou edição de software, visite o site Ciclo de vida do suporte Microsoft.

Softwares afetados

Software

Componente

Impacto máximo à segurança

Avaliação de gravidade agregada

Atualizações substituídas

Microsoft Office 2003

Microsoft Office 2003 Service Pack 3

Microsoft Word 2003 Service Pack 3
(2878303)

Execução remota de código

Crítica

2863866 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2007

Microsoft Office 2007 Service Pack 3

Microsoft Word 2007 Service Pack 3
(2878237)

Execução remota de código

Crítica

2837617 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010

Microsoft Office 2010 Service Pack 1 (edições de 32 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 1 (edições de 32 bits)
(2863926)

Execução remota de código

Crítica

2863902 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 2 (edições de 32 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 2 (edições de 32 bits)
(2863926)

Execução remota de código

Crítica

2863902 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 1 (edições de 32 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 1 (edições de 32 bits)
(2863919)

Execução remota de código

Crítica

2863901 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 2 (edições de 32 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 2 (edições de 32 bits)
(2863919)

Execução remota de código

Crítica

2863901 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 1 (edições de 64 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 1 (edições de 64 bits)
(2863926)

Execução remota de código

Crítica

2863902 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 2 (edições de 64 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 2 (edições de 64 bits)
(2863926)

Execução remota de código

Crítica

2863902 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 1 (edições de 64 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 1 (edições de 64 bits)
(2863919)

Execução remota de código

Crítica

2863901 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2010 Service Pack 2 (edições de 64 bits)

Microsoft Word 2010 Service Pack 2 (edições de 64 bits)
(2863919)

Execução remota de código

Crítica

2863901 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2013 e Microsoft Office 2013 RT

Microsoft Office 2013 (edições de 32 bits)

Microsoft Word 2013 (edições de 32 bits)
(2863910)

Execução remota de código

Crítica

2827224 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2013 Service Pack 1 (edições de 32 bits)

Microsoft Word 2013 Service Pack 1 (edições de 32 bits)
(2863910)

Execução remota de código

Crítica

Nenhuma

Microsoft Office 2013 (edições de 64 bits)

Microsoft Word 2013 (edições de 64 bits)
(2863910)

Execução remota de código

Crítica

2827224 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2013 Service Pack 1 (edições de 64 bits)

Microsoft Word 2013 Service Pack 1 (edições de 64 bits)
(2863910)

Execução remota de código

Crítica

Nenhuma

Microsoft Office 2013 RT

Microsoft Word 2013 RT[1]
(2863910)

Execução remota de código

Crítica

2827224 no boletim MS14-001

Microsoft Office 2013 RT Service Pack 1

Microsoft Word 2013 RT Service Pack 1[1]
(2863910)

Execução remota de código

Crítica

Nenhuma

Microsoft Office para Mac

Microsoft Office for Mac 2011
(2939132)

Não Aplicável

Execução remota de código

Crítica

2889496 no boletim MS13-085

Outros softwares do Office

Microsoft Word Viewer
(2878304)

Não Aplicável

Execução remota de código

Crítica

2863867 no boletim MS14-001

Pacote de compatibilidade do Microsoft Office Service Pack 3
(2878236)

Não Aplicável

Execução remota de código

Crítica

2837615 no boletim MS14-001

[1]Esta atualização está disponível no Windows Update.

 

Microsoft Office Services e Web Apps

Software

Componente

Impacto máximo à segurança

Avaliação de gravidade agregada

Atualizações substituídas

Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 1

Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 1

Serviços de automação do Word
(2878220)

Execução remota de código

Crítica

2837577 no boletim MS14-001

Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 2

Serviços de automação do Word
(2878220)

Execução remota de código

Crítica

2837577 no boletim MS14-001

Microsoft SharePoint Server 2013

Microsoft SharePoint Server 2013

Serviços de automação do Word
(2863907)

Execução remota de código

Crítica

2837625 no boletim MS14-001

Microsoft SharePoint Server 2013 Service Pack 1

Serviços de automação do Word
(2863907)

Execução remota de código

Crítica

2837625 no boletim MS14-001

Microsoft Office Web Apps 2010

Microsoft Office Web Apps 2010 Service Pack 1

Microsoft Web Applications 2010 Service Pack 1
(2878221)

Execução remota de código

Crítica

2837596 no boletim MS14-001

Microsoft Office Web Apps 2010 Service Pack 2

Microsoft Web Applications 2010 Service Pack 2
(2878221)

Execução remota de código

Crítica

2837596 no boletim MS14-001

Microsoft Office Web Apps 2013

Microsoft Office Web Apps 2013

Microsoft Office Web Apps Server 2013
(2878219)

Execução remota de código

Crítica

2863879 no boletim MS14-001

Microsoft Office Web Apps 2013 Service Pack 1

Microsoft Office Web Apps Server 2013 Service Pack 1[2]
(2878219)

Execução remota de código

Crítica

Nenhuma

[2]A Microsoft removeu o link de download porque estamos cientes de problemas de instalação com a atualização 2878219 quando aplicada a sistemas que executam o Microsoft Office Web Apps Server 2013 Service Pack 1. Para obter mais informações sobre o problema de instalação, consulte a seção de problemas conhecidos no Artigo 2878219 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

 

Se eu apliquei a solução automatizada Microsoft Fix it para Microsoft Office no Comunicado de segurança da Microsoft 2953095, eu precisarei desfazer a solução alternativa antes de aplicar esta atualização? 
Os clientes que implementaram a solução Microsoft Fix it, "Desabilitar a abertura de conteúdo RTF no Microsoft Word", no Comunicado de segurança da Microsoft 2953095, não precisam desfazer a solução do Microsoft Fix it antes de aplicar esta atualização.

No entanto, visto que a solução alternativa não é mais necessária, os clientes talvez queiram desfazê-la depois de instalar a atualização para conseguirem abrir e visualizar arquivos formatados RTF no Microsoft Word. Consulte as soluções alternativas de vulnerabilidade no CVE-2014-1761 deste boletim para obter mais informações sobre como desfazer a solução alternativa.

Por que esta atualização elimina várias vulnerabilidades de segurança reportadas? 
Esta atualização contém suporte para diversas vulnerabilidades porque as modificações necessárias para corrigir esses problemas foram feitas em arquivos relacionados.

Eu tenho o Microsoft Word 2010 instalado. Por que a atualização 2863919 não está sendo oferecida? 
A atualização 2863919 somente se aplica a sistemas que executam configurações específicas do Microsoft Office 2010. A atualização não será oferecida a outros sistemas.

Quais atualizações se aplicam ao Microsoft SharePoint Server 2010? 
Para edições do Microsoft SharePoint Server 2010 com suporte, a seguinte atualização aplica-se somente ao componente específico:

  • Word Automation Services (2878220)

Observação Por padrão, o Word Automation Services é um serviço instalado e executado com uma instalação autônoma do SharePoint Server 2010. Se você estiver usando o SharePoint Server 2010 em um farm de servidores, é necessário habilitar explicitamente o Word Automation Services.

O Microsoft Web Applications 2010 é um recurso opcional que pode ser implantado nas instalações do SharePoint Server 2010 e do SharePoint Foundation 2010.

Quais atualizações se aplicam ao Microsoft SharePoint Server 2013? 
Para edições do Microsoft SharePoint Server 2013 com suporte, a seguinte atualização aplica-se somente ao componente específico:

  • Word Automation Services (2863907)

Observação Por padrão, o Word Automation Services é um serviço instalado e executado com uma instalação autônoma do SharePoint Server 2013. Se você estiver usando o SharePoint 2013 em um farm de servidores, é necessário habilitar explicitamente o Word Automation Services.

Qual atualização se aplica ao Microsoft Office Web Apps Server 2013? 
A seguinte atualização se aplica:

  • Microsoft Office Web Apps Server 2013 (2878219)

Observação O Microsoft Office Web Apps Server 2013 é um produto de servidor autônomo do Office.

Estou recebendo a oferta desta atualização de software que não tenho instalado em meu sistema. Por que eu estou recebendo a oferta desta atualização? 
Devido ao modelo de serviços para atualizações do Microsoft Office, você pode receber ofertas de atualizações para softwares que não estão instalados em seu sistema. Por exemplo, você pode receber a oferta de uma atualização para um produto do Microsoft Office, mesmo que não tenha o produto específico do Office instalado. Para obter mais informações sobre esse comportamento e ações recomendadas, consulte o Artigo 830335 da Microsoft Knowledge Base.

Quais componentes do Pacote de compatibilidade do Microsoft Office são atualizados por este boletim? 
A atualização incluída neste boletim de segurança aplica-se somente ao componente específico do Pacote de compatibilidade do Microsoft Office que é afetado. Por exemplo, em um boletim do Excel, somente os arquivos do componente do pacote de compatibilidade do Excel estão incluídos nos pacotes de atualização, e não os arquivos do componente do pacote de compatibilidade do PowerPoint. Os arquivos do componente do pacote de compatibilidade do Word são atualizados em um boletim do Word e os arquivos do componente do pacote de compatibilidade do PowerPoint são atualizados em um boletim do PowerPoint.

Como os programas autônomos do Microsoft Office são afetados pelas vulnerabilidades? 
Um programa autônomo do Microsoft Office é afetado com a mesma classificação de gravidade que o componente correspondente em um Microsoft Office Suite. Por exemplo, uma instalação autônoma do Microsoft Word é afetada com a mesma classificação de gravidade de uma instalação do Microsoft Word que tenha sido fornecida com um Microsoft Office Suite.

Uso uma versão mais antiga do software discutido neste boletim de segurança. O que devo fazer? 
Os softwares afetados listados neste boletim foram testados para determinar quais edições são afetadas. Outras versões passaram seu ciclo de vida de suporte. Para obter mais informações sobre o ciclo de vida do produto, visite o site Ciclo de vida do suporte Microsoft.

Os clientes que possuem versões anteriores do software devem priorizar a migração para as versões com suporte, a fim de evitar uma possível exposição a vulnerabilidades. Para determinar o ciclo de vida do suporte para sua versão de software, consulte Selecione um Produto para Obter Informações do Ciclo de Vida. Para obter mais informações sobre service packs para essas versões de software, consulte Política de Suporte do Ciclo de Vida do Service Pack.

Os clientes que precisarem de suporte adicional para software mais antigo deverão entrar em contato com o representante da equipe de contas da Microsoft, o gerente técnico da conta ou o representante do parceiro Microsoft apropriado para obter opções de suporte personalizadas. Os clientes sem um contrato Alliance, Premier ou Authorized podem entrar em contato com o escritório de vendas local da Microsoft. Para obter informações de contato, visite o site de Informações internacionais da Microsoft, selecione o país na lista de informações de contato e, em seguida, clique em Ir para ver uma lista de telefones. Ao ligar, peça para falar com o gerente de vendas local de Suporte Premier. Para obter mais informações, consulte as Perguntas Frequentes sobre a Política do Ciclo de Vida do Suporte da Microsoft.

As classificações de gravidade a seguir pressupõem o impacto máximo possível da vulnerabilidade. Para obter informações referentes à probabilidade de exploração da vulnerabilidade em relação à sua classificação de gravidade e ao impacto à segurança, dentro de 30 dias a partir do lançamento deste boletim de segurança, consulte o Índice de exploração no resumo de boletins de abril. Para obter mais informações, consulte o Índice de exploração da Microsoft.

A Classificação de gravidade de vulnerabilidade e Impacto máximo de segurança por software afetado

Softwares afetados

Vulnerabilidade do conversor de formato de arquivos do Microsoft Office - CVE-2014-1757

Vulnerabilidade de estouro de pilha do Microsoft Word - CVE-2014-1758

Vulnerabilidade de corrupção de memória RTF do Word - CVE-2014-1761

Avaliação de gravidade agregada

Microsoft Office 2003

Microsoft Word 2003 Service Pack 3

Não Aplicável

Importante 
Execução remota de código

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office 2007

Microsoft Word 2007 Service Pack 3

Importante 
Execução remota de código

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office 2010

Microsoft Word 2010 Service Pack 1 (edições de 32 bits)

Importante 
Execução remota de código

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2010 Service Pack 2 (edições de 32 bits)

Importante 
Execução remota de código

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2010 Service Pack 1 (edições de 64 bits)

Importante 
Execução remota de código

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2010 Service Pack 2 (edições de 64 bits)

Importante 
Execução remota de código

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office 2013 e Microsoft Office 2013 RT

Microsoft Word 2013 (edições de 32 bits)

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2013 Service Pack 1 (edições de 32 bits)

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2013 (edições de 64 bits)

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2013 Service Pack 1 (edições de 64 bits)

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2013 RT

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Word 2013 RT Service Pack 1

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office para Mac

Microsoft Office for Mac 2011

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Outros softwares do Office

Microsoft Word Viewer

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Pacote de compatibilidade do Microsoft Office Service Pack 3

Importante 
Execução remota de código

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

 

Microsoft Office Services e Web Apps 

A Classificação de gravidade de vulnerabilidade e Impacto máximo de segurança por software afetado

Softwares afetados

Vulnerabilidade do conversor de formato de arquivos do Microsoft Office - CVE-2014-1757

Vulnerabilidade de estouro de pilha do Microsoft Word - CVE-2014-1758

Vulnerabilidade de corrupção de memória RTF do Word - CVE-2014-1761

Avaliação de gravidade agregada

Microsoft SharePoint Designer

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 1

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 2

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 2

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 2

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2010 Service Pack 2

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft SharePoint Server 2013

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2013

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2013 Service Pack 1

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office Web Apps 2010

Microsoft Web Applications 2010 Service Pack 1

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Web Applications 2010 Service Pack 2

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office Web Apps 2013

Microsoft Office Web Apps Server 2013

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

Microsoft Office Web Apps Server 2013 Service Pack 1

Não Aplicável

Não Aplicável

Crítica 
Execução remota de código

Crítica

 

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código na maneira como o software afetado do Microsoft Office converte arquivos especialmente criados. Um invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade pode executar o código arbitrário como o usuário real. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, o invasor poderá assumir o controle total do sistema afetado. O invasor poderá instalar programas; exibir, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário.

Para exibir esta vulnerabilidade como uma entrada padrão na lista Common Vulnerabilities and Exposures, consulte CVE-2014-1757.

Fatores atenuantes

A atenuação refere-se a uma configuração, configuração comum ou prática recomendada geral, existindo num estado padrão, que possa reduzir a gravidade de exploração de uma vulnerabilidade. Os fatores de atenuação a seguir podem ser úteis em sua situação:

  • A vulnerabilidade não pode ser explorada automaticamente por email. Para que um ataque seja bem-sucedido, um usuário deve abrir um anexo enviado em uma mensagem de e-mail.
  • Em um cenário de ataque pela Web, o invasor pode hospedar um site que contenha um arquivo do Office especialmente criado, usado para tentar explorar esta vulnerabilidade. Além disso, sites comprometidos e sites que aceitem ou hospedem conteúdo fornecido pelo usuário ou anúncios podem conter conteúdo especialmente criado que pode explorar esta vulnerabilidade. Em todos os casos, entretanto, o invasor não tem como forçar os usuários a exibir o conteúdo controlado pelo invasor. Em vez disso, o invasor tem de persuadir os usuários a executar uma ação, geralmente fazendo-os clicar em um link em um e-mail ou em uma mensagem do Instant Messenger que leve os usuários ao site do invasor, e então persuadi-los a abrir o arquivo do Office especialmente criado.
  • O invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade poderá obter os mesmos direitos que o usuário atual. Os clientes cujas contas são configuradas com poucos direitos de usuário no sistema correm menos riscos do que aqueles que possuem direitos administrativos.

Soluções alternativas

A solução alternativa refere-se a uma configuração ou alteração de configuração que não corrige a vulnerabilidade subjacente mas que ajudaria a bloquear vetores de ataque conhecidos antes de aplicar a atualização. A Microsoft testou as soluções alternativas e estados a seguir como parte do cenário que implica se uma solução alternativa reduziria funcionalidade:

  • Não abra arquivos do Office recebidos de fontes não confiáveis ou recebidos inesperadamente de fontes confiáveis

    Não abra arquivos do Office recebidos de fontes não confiáveis ou recebidos inesperadamente de fontes confiáveis. Essa vulnerabilidade pode ser explorada quando o usuário abre um arquivo especialmente criado.

Perguntas frequentes

Qual é o escopo da vulnerabilidade? 
Essa é uma vulnerabilidade de execução remota de código no contexto do usuário atual.

O que provoca a vulnerabilidade? 
A vulnerabilidade é causada quando software afetado do Microsoft Office não aloca adequadamente memória enquanto tenta converter documentos do Word especialmente criados com formato binário ( .doc) em formatos de arquivos mais novos.

Para que um invasor pode usar a vulnerabilidade? 
O invasor que explorar esta vulnerabilidade com êxito poderá executar código arbitrário no contexto do usuário atual. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, o invasor poderá assumir o controle total do sistema afetado. O invasor poderá instalar programas; exibir, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário. Os usuários cujas contas são configuradas com poucos direitos de usuário no sistema correm menos riscos do que aqueles que possuem direitos administrativos.

De que forma o invasor pode explorar a vulnerabilidade? 
A exploração dessa vulnerabilidade requer que um usuário abra um arquivo especialmente criado com uma versão afetada do software Microsoft Office.

Em um cenário de invasão por e-mail, um invasor pode explorar a vulnerabilidade enviando um arquivo especialmente criado para o usuário e persuadindo-o a abrir o arquivo em uma versão afetada do software Microsoft Office.

No cenário de ataque pela Web, o invasor pode hospedar um site que contenha um arquivo usado para explorar essa vulnerabilidade. Além disso, sites comprometidos e sites que aceitem ou hospedem conteúdo fornecido pelo usuário podem conter conteúdo especialmente desenvolvido que pode explorar esta vulnerabilidade. Não há como um invasor forçar usuários a visitar o site especialmente criado. Em vez disso, o invasor teria que persuadir os usuários a visitarem o site, geralmente fazendo com que eles clicassem em um link em um email ou em uma mensagem do Instant Messenger que os levaria ao site do invasor. Em seguida, ele os persuadiria a abrir o arquivo especialmente criado em uma versão afetada do software Microsoft Office.

Em um cenário de invasão usando o Microsoft Office Isolated Conversion Environment (MOICE), o invasor pode explorar a vulnerabilidade enviando um arquivo especialmente criado para o usuário e persuadindo-o a converter o arquivo usando o MOICE.

O que é MOICE? 
O recurso Microsoft Office Isolated Conversion Environment (MOICE) que é adicionado ao Microsoft Office Compatibility Pack é usado para ajudar a abrir formatos binários do Word, Excel e PowerPoint com mais segurança. Para obter mais informações, consulte o Artigo 935865 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Observação O MOICE não atenua essa vulnerabilidade.

Quais são os principais sistemas que correm riscos com a vulnerabilidade? 
Os sistemas nos quais o software Microsoft Office afetado é usado, inclusive estações de trabalho e servidores de terminal, são os que correm mais risco. Os servidores correm mais riscos se os administradores permitirem que os usuários façam logon em servidores e executem programas. Entretanto, as práticas recomendadas não recomendam esse procedimento.

O que a atualização faz? 
Esta atualização soluciona a vulnerabilidade assegurando que o software Microsoft Office afetado, incluindo o MOICE, aloque corretamente a memória ao converter documentos do Word especialmente criados.

Quando esse boletim de segurança foi lançado, essa vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente? 
Não. A Microsoft recebeu informações sobre esta vulnerabilidade por meio da divulgação coordenada de vulnerabilidades.

Quando este boletim de segurança foi lançado, a Microsoft havia recebido algum relatório informando que essa vulnerabilidade estava sendo explorada? 
Não. A Microsoft não recebeu nenhuma informação indicando que essa vulnerabilidade tinha sido usada publicamente para atacar clientes quando este boletim de segurança foi lançado pela primeira vez.

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código na maneira como o Microsoft Word analisa arquivos especialmente criados. Um invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade pode executar o código arbitrário como o usuário real. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, o invasor poderá assumir o controle total do sistema afetado. O invasor poderá instalar programas; exibir, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário.

Para exibir esta vulnerabilidade como uma entrada padrão na lista Common Vulnerabilities and Exposures, consulte CVE-2014-1758.

Fatores atenuantes

A atenuação refere-se a uma configuração, configuração comum ou prática recomendada geral, existindo num estado padrão, que possa reduzir a gravidade de exploração de uma vulnerabilidade. Os fatores de atenuação a seguir podem ser úteis em sua situação:

  • A vulnerabilidade não pode ser explorada automaticamente por email. Para que um ataque seja bem-sucedido, um usuário deve abrir um anexo enviado em uma mensagem de e-mail.
  • Em um cenário de ataque pela Web, o invasor pode hospedar um site que contenha um arquivo do Office especialmente criado, usado para tentar explorar esta vulnerabilidade. Além disso, sites comprometidos e sites que aceitem ou hospedem conteúdo fornecido pelo usuário ou anúncios podem conter conteúdo especialmente criado que pode explorar esta vulnerabilidade. Em todos os casos, entretanto, o invasor não tem como forçar os usuários a exibir o conteúdo controlado pelo invasor. Em vez disso, o invasor tem de persuadir os usuários a executar uma ação, geralmente fazendo-os clicar em um link em um e-mail ou em uma mensagem do Instant Messenger que leve os usuários ao site do invasor, e então persuadi-los a abrir o arquivo do Office especialmente criado.
  • O invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade poderá obter os mesmos direitos que o usuário atual. Os clientes cujas contas são configuradas com poucos direitos de usuário no sistema correm menos riscos do que aqueles que possuem direitos administrativos.

Soluções alternativas

A solução alternativa refere-se a uma configuração ou alteração de configuração que não corrige a vulnerabilidade subjacente mas que ajudaria a bloquear vetores de ataque conhecidos antes de aplicar a atualização. A Microsoft testou as soluções alternativas e estados a seguir como parte do cenário que implica se uma solução alternativa reduziria funcionalidade:

  • Não abra arquivos do Office recebidos de fontes não confiáveis ou recebidos inesperadamente de fontes confiáveis

    Não abra arquivos do Office recebidos de fontes não confiáveis ou recebidos inesperadamente de fontes confiáveis. Essa vulnerabilidade pode ser explorada quando o usuário abre um arquivo especialmente criado.

Perguntas frequentes

Qual é o escopo da vulnerabilidade? 
Essa é uma vulnerabilidade de execução remota de código no contexto do usuário atual.

O que provoca a vulnerabilidade? 
A vulnerabilidade é causada quando o Microsoft Word não manipula adequadamente os objetos na memória ao analisar arquivos do Office especialmente criados. A memória do sistema poderá ser corrompida de forma a permitir que um invasor execute código arbitrário.

Para que um invasor pode usar a vulnerabilidade? 
O invasor que explorar esta vulnerabilidade com êxito poderá executar código arbitrário no contexto do usuário atual. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, o invasor poderá assumir o controle total do sistema afetado. O invasor poderá instalar programas; exibir, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário. Os usuários cujas contas são configuradas com poucos direitos de usuário no sistema correm menos riscos do que aqueles que possuem direitos administrativos.

De que forma o invasor pode explorar a vulnerabilidade? 
A exploração dessa vulnerabilidade requer que um usuário abra um arquivo especialmente criado com uma versão afetada do software Microsoft Office.

Em um cenário de invasão por e-mail, um invasor pode explorar a vulnerabilidade enviando um arquivo especialmente criado para o usuário e persuadindo-o a abrir o arquivo em uma versão afetada do software Microsoft Office.

No cenário de ataque pela Web, o invasor pode hospedar um site que contenha um arquivo usado para explorar essa vulnerabilidade. Além disso, sites comprometidos e sites que aceitem ou hospedem conteúdo fornecido pelo usuário podem conter conteúdo especialmente desenvolvido que pode explorar esta vulnerabilidade. Não há como um invasor forçar usuários a visitar o site especialmente criado. Em vez disso, o invasor teria que persuadir os usuários a visitarem o site, geralmente fazendo com que eles clicassem em um link em um email ou em uma mensagem do Instant Messenger que os levaria ao site do invasor. Em seguida, ele os persuadiria a abrir o arquivo especialmente criado em uma versão afetada do software Microsoft Office.

Quais são os principais sistemas que correm riscos com a vulnerabilidade? 
Os sistemas nos quais o software Microsoft Office afetado é usado, inclusive estações de trabalho e servidores de terminal, são os que correm mais risco. Os servidores correm mais riscos se os administradores permitirem que os usuários façam logon em servidores e executem programas. Entretanto, as práticas recomendadas não recomendam esse procedimento.

O que a atualização faz? 
Esta atualização elimina a vulnerabilidade corrigindo a maneira como o Microsoft Office analisa arquivos especialmente criados.

Quando esse boletim de segurança foi lançado, essa vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente? 
Não. A Microsoft recebeu informações sobre esta vulnerabilidade por meio da divulgação coordenada de vulnerabilidades.

Quando este boletim de segurança foi lançado, a Microsoft havia recebido algum relatório informando que essa vulnerabilidade estava sendo explorada? 
Não. A Microsoft não recebeu nenhuma informação indicando que essa vulnerabilidade tinha sido usada publicamente para atacar clientes quando este boletim de segurança foi lançado pela primeira vez.

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código na maneira como o Microsoft Word analisa arquivos especialmente criados. Um invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade pode executar o código arbitrário como o usuário real. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, o invasor poderá assumir o controle total do sistema afetado. O invasor poderá instalar programas; exibir, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário.

Para exibir esta vulnerabilidade como uma entrada padrão na lista Common Vulnerabilities and Exposures, consulte CVE-2014-1761.

Fatores atenuantes

A atenuação refere-se a uma configuração, configuração comum ou prática recomendada geral, existindo num estado padrão, que possa reduzir a gravidade de exploração de uma vulnerabilidade. Os fatores de atenuação a seguir podem ser úteis em sua situação:

  • O invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade poderá obter os mesmos direitos que o usuário atual. Os clientes cujas contas são configuradas com poucos direitos de usuário no sistema correm menos riscos do que aqueles que possuem direitos administrativos.
  • Em um cenário de ataque pela Web, o invasor pode hospedar um site que contenha um arquivo RTF especialmente criado, usado para tentar explorar esta vulnerabilidade. Além disso, sites comprometidos e sites que aceitem ou hospedem conteúdo fornecido pelo usuário ou anúncios podem conter conteúdo especialmente criado que pode explorar esta vulnerabilidade. Em todos os casos, entretanto, o invasor não tem como forçar os usuários a exibir o conteúdo controlado pelo invasor. Em vez disso, o invasor tem de persuadir os usuários a executar uma ação, geralmente fazendo-os clicar em um link em um e-mail ou em uma mensagem do Instant Messenger que leve os usuários ao site do invasor, e então persuadi-los a abrir o arquivo RTF especialmente criado.

Soluções alternativas

A solução alternativa refere-se a uma configuração ou alteração de configuração que não corrige a vulnerabilidade subjacente mas que ajudaria a bloquear vetores de ataque conhecidos antes de aplicar a atualização. A Microsoft testou as soluções alternativas e estados a seguir como parte do cenário que implica se uma solução alternativa reduziria funcionalidade:

  • Aplique a solução Microsoft Fix it "Disable opening RTF content in Microsoft Word" (Desabilitar a opção de abrir conteúdo RTF no Microsoft Word) para impedir a exploração deste problema por meio do Microsoft Word.

    Consulte o artigo 2949660 da Microsoft Knowledge Base para usar a solução automatizada Microsoft Fix It para habilitar ou desabilitar esta solução alternativa.

    Observação Esta solução Microsoft Fix it configura o política de Bloqueio de Arquivos do Microsoft Office para impedir que arquivos RTF sejam abertos em versões com suporte do Microsoft Word.

 

  • Ler emails em texto sem formatação

    Para ajudar a proteger-se do vetor de ataque de email, leia mensagens de email sem formatação.

    O Microsoft Outlook 2003, Microsoft Outlook 2007, Microsoft Outlook 2010 e Microsoft Outlook 2013 fornecem uma opção para ler mensagens de email sem formatação. Para obter mais informações sobre a opção Ler todas as mensagens-padrão em texto sem formatação, consulte o artigo 831607 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base e Ler todas as mensagens de email em texto sem formatação.

    Os usuários do Microsoft Office Outlook 2002 que aplicaram o Office XP Service Pack 1, o Office XP Service Pack 2 ou o Office XP Service Pack 3 podem habilitar essa configuração e exibir como texto sem formatação somente as mensagens de e-mail sem assinatura digital ou não criptografadas. Mensagens de email assinadas digitalmente ou criptografadas não são afetadas por essa configuração e podem ser lidas em seus formatos originais. Para obter mais informações sobre como habilitar essa configuração no Outlook 2002, consulte o Artigo 307594 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

    Impacto da solução alternativa. As mensagens de email exibidas sem formatação não conterão figuras, fontes específicas, animações nem outro conteúdo formatado. Além disso, o seguinte comportamento pode ser visto:

    • As alterações são aplicadas ao painel de visualização e a mensagens abertas.
    • As imagens passam a ser anexos para não serem perdidas.
    • Como a mensagem ainda será armazenada como Rich Text ou HTML, o modelo de objeto (soluções de código personalizado) pode comportar-se de maneira inesperada.

 

  • Use a política de Bloqueio de arquivo do Microsoft Office para evitar que arquivos RTF sejam abertos no Microsoft Word 2007, Microsoft Word 2010 e Microsoft Word 2013

    Você pode evitar que tipos específicos de arquivos abram ou sejam salvos no Excel, PowerPoint e Word definindo as configurações na Política de grupo ou na Ferramenta de Personalização do Office (OCT). Para obter mais informações sobre como evitar que os usuários abram tipos específicos de arquivos no Microsoft Office, consulte as configurações de Plano de bloqueio de arquivo.

    Para usar o bloqueio de arquivos e ajudar a proteger contra a exploração da vulnerabilidade, configure para bloquear arquivos RTF para versões afetadas do Microsoft Word.

 

  • Use a política de Bloqueio de arquivo do Microsoft Office para evitar que arquivos RTF sejam abertos no Microsoft Word 2003

    Observação A modificação incorreta do Registro pode causar problemas sérios que podem exigir a reinstalação do sistema operacional. A Microsoft não pode garantir que problemas decorrentes da modificação incorreta do Registro possam ser resolvidos. Você é responsável pela modificação do Registro.

    Para Office 2003

    Os seguintes scripts de Registro podem ser usados para definir a diretiva Bloqueio de Arquivos.

    Windows Registry Editor Version 5.00
    [HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Office\11.0\Word\Security\FileOpenBlock]
    "RtfFiles"=dword:00000001
    

    Observação para usar o "FileOpenBlock" com o Microsoft Office 2003, todas as atualizações de segurança mais recentes para o Microsoft Office 2003 devem ser aplicadas.

    Impacto da solução alternativa. Para o Microsoft Office 2003, os usuários que configuraram a política de Bloqueio de Arquivos e não configuraram um diretório de isenção especial ou não moveram arquivos para um local confiável não poderão abrir arquivos RTF. Para obter mais informações sobre o impacto da configuração de bloqueio de arquivos em softwares do Microsoft Office, consulte o artigo 922850 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

    Como desfazer a solução alternativa.

    Para Office 2003

    Windows Registry Editor Version 5.00
    [HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Office\11.0\Word\Security\FileOpenBlock]
    "RtfFiles"=dword:00000000
    

 

  • Para o Microsoft Office para Mac 2011, desassocie os arquivos RTF do Mac Office no banco de dados LaunchServices do OS X

    Observação Esta solução alternativa impede que arquivos com a extensão .rtf sejam abertos automaticamente por meio da associação de formato de arquivo. No entanto, os usuários ainda permanecerão vulneráveis, se escolherem abrir manualmente arquivos mal-intencionados de um aplicativo Office.

    Use esta solução alternativa para impedir que o Microsoft Office para Mac abra arquivos .rtf diretamente e para designar o Localizador como o método padrão para abertura desse tipo de arquivo.

    Para fazer isso, abra o Localizador e execute as seguintes etapas:

    1. Selecione .rtf para o formato de arquivo que deseja desassociar e pressione Comando-I para abrir a caixa de diálogo Informações.
    2. Na seção Abrir com, selecione Outro no menu.
    3. Na janela de diálogo Abrir que aparecer, selecione Todos os aplicativos no menu Ativar.
    4. Navegue até a pasta MacIntosh HD > Sistema > Biblioteca > CoreServices e selecione Localizador.
    5. Clique em Alterar todos na janela Informações para fazer com que o Localizador seja o programa padrão para abrir todos os arquivos no formato de arquivo selecionado.

    Observação Não será necessário reaplicar essa solução alternativa se você limpa seu banco de dados do LaunchServices. A limpeza do banco de dados do LaunchServices remove suas personalizações e redefine os valores do info.plist. de aplicativos.

    Impacto da solução alternativa Arquivos com a extensão .rtf não serão mais automaticamente abertos pela associação de formato de arquivo. Em vez disso, quando você tentar abrir um arquivo .rtf pela associação de formato de arquivo, o Localizador aparecerá e você poderá optar por abrir o arquivo.

Perguntas frequentes

Qual é o escopo da vulnerabilidade? 
Essa é uma vulnerabilidade de execução remota de código no contexto do usuário atual.

O que provoca a vulnerabilidade? 
A vulnerabilidade é causada quando o Microsoft Word não manipula adequadamente os objetos na memória ao analisar arquivos do Office especialmente criados. A memória do sistema poderá ser corrompida de forma a permitir que um invasor execute código arbitrário.

Como o Microsoft Outlook é afetado por essa vulnerabilidade? 
O Outlook não é afetado diretamente, porque a vulnerabilidade existe no Microsoft Word. No entanto, se o Word for selecionado como leitor de email, que é o caso padrão no Microsoft Outlook 2007, Outlook 2010 e Outlook 2013, o invasor poderá usar o Outlook para o vetor de ataque por email para explorar a vulnerabilidade, enviando um email no formato RTF especialmente criado para o usuário de destino.

O que é RTF? 
O formato Rich Text (RTF) é um método de codificação de texto e gráficos com formatação para uso em aplicativos e para transferência entre aplicativos. Com frequência, os usuários dependem de software especial de tradução para mover documentos de processamento de texto entre vários aplicativos desenvolvidos por empresas diferentes. RTF serve como um padrão de transferência de dados entre software de processamento de texto, formatação de documentos, e também como meio de migrar conteúdo de um sistema operacional a outro.

Para que um invasor pode usar a vulnerabilidade? 
O invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade poderá obter os mesmos direitos que o usuário atual. Se um usuário atual tiver feito logon com direitos administrativos, o invasor que explorar com êxito essa vulnerabilidade poderá obter o controle total do sistema afetado. O invasor poderá instalar programas; exibir, alterar ou excluir dados; ou criar novas contas com direitos totais de usuário.

De que forma o invasor pode explorar a vulnerabilidade? 
Esta vulnerabilidade requer que um usuário abra ou apresente dados no formato RTF criados especialmente com uma versão afetada do Microsoft Office.

Num cenário de ataque por email, o invasor pode explorar a vulnerabilidade enviando dados no formato RTF criados especialmente no conteúdo de uma mensagem de email. A vulnerabilidade pode ser explorada quando a mensagem de email com conteúdo no formato RTF especialmente criado é visualizado ou aberto no Outlook usando o Microsoft Word como visualizador de email. Um invasor também pode explorar a vulnerabilidade enviando um arquivo no formato RTF criado especialmente como anexo e convencendo o usuário a abrir o arquivo no formato RTF especialmente criado. Observe que, por padrão, o Microsoft Word é o leitor de email no Outlook 2007, Outlook 2010 e Outlook 2013.

Em um cenário de ataque pela Web, o invasor pode hospedar um site que contenha um arquivo RTF especialmente criado, usado para tentar explorar esta vulnerabilidade. Além disso, sites comprometidos e sites que aceitem ou hospedem conteúdo fornecido pelo usuário podem conter conteúdo especialmente desenvolvido que pode explorar esta vulnerabilidade. Em todos os casos, o invasor não tem como forçar os usuários a exibir o conteúdo controlado pelo invasor. Em vez disso, um invasor teria que persuadir os usuários a realizarem uma ação, normalmente fazendo com que eles cliquem em um link para esse site e, em seguida, convencê-los a abrirem o arquivo RTF especialmente criado.

O EMET ajuda a atenuar ataques que tentam explorar esta vulnerabilidade? 
Sim. O Enhanced Mitigation Experience Toolkit (EMET) permite que os usuários gerenciem tecnologias de atenuação de segurança que ajudam a dificultar a exploração de vulnerabilidades por parte dos invasores em uma determinada porção do software. O EMET ajuda a reduzir essa vulnerabilidade no Microsoft Office em sistemas nos quais está instalado e configurado para funcionar com o software Microsoft Office.

Para obter mais informações sobre o EMET, consulte Enhanced Mitigation Experience Toolkit.

Quais são os principais sistemas que correm riscos com a vulnerabilidade? 
Os sistemas nos quais o Microsoft Office é usado, incluindo estações de trabalhos e servidores de terminal, são os que correm mais risco. Os servidores do SharePoint que permitem conversão de arquivos do Word usando o Word Automation Services e os sistemas que executam o Microsoft Office Web Apps estão também em risco.

O que a atualização faz? 
Esta atualização elimina a vulnerabilidade corrigindo a maneira como o Microsoft Office analisa arquivos especialmente criados.

Quando esse boletim de segurança foi lançado, essa vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente? 
Sim. Essa vulnerabilidade foi divulgada publicamente. Ela recebeu o número CVE-2014-1761 da lista Common Vulnerability and Exposure. Esta vulnerabilidade foi descrita pela primeira vez no Comunicado de Segurança da Microsoft 2953095.

Quando este boletim de segurança foi lançado, a Microsoft havia recebido algum relatório informando que essa vulnerabilidade estava sendo explorada? 
Sim. A Microsoft está ciente dos ataques direcionados limitados que tentam explorar essa vulnerabilidade.

Vários recursos estão disponíveis para ajudar administradores a implantar atualizações de segurança.

  • O MBSA (Microsoft Baseline Security Analyzer) permite aos administradores pesquisar, em sistemas locais e remotos, atualizações de segurança ausentes e problemas de configuração de segurança comuns. 
  • O WSUS (Windows Server Update Services), SMS (Systems Management Server) e SCCM (System Center Configuration Manager) ajudam os administradores a distribuir as atualizações de segurança. 
  • Os componentes do Avaliador de compatibilidade com atualizações, incluídos no Kit de ferramentas de compatibilidade de aplicativos, auxilia a otimizar os testes e a validação das atualizações do Windows com relação aos aplicativos instalados. 

Para obter mais informações sobre estas ferramentas e orientações sobre como implantar atualizações de segurança nas redes, consulte Ferramentas de segurança para profissionais de TI

Para os clientes do Microsoft Office for Mac, o Microsoft AutoUpdate for Mac pode ajudar a manter seu software Microsoft atualizado. Para obter mais informações, consulte Procurar atualizações do Office para Mac automaticamente.

Microsoft Office 2003 (todas as edições) e Word Viewer

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para Microsoft Office 2003:
office2003-kb2878303-fullfile-enu.exe


Para Microsoft Word Viewer:
office-kb2878304-fullfile-enu.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 197147 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Use a ferramenta Adicionar ou Remover Programas no Painel de controle.

Observação Quando você remove esta atualização, pode ser solicitado a inserir o CD do Microsoft Office 2003 na unidade de CD. Além disso, é possível que você não tenha a opção de desinstalar a atualização no item Adicionar ou Remover Programas do Painel de Controle. Este problema tem várias causas possíveis. Para obter mais informações sobre remoção, consulte o Artigo 903771 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre o arquivo

Para Microsoft Office 2003:
Consulte o Artigo 2878303 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base


Para Microsoft Word Viewer:
Consulte o Artigo 2878304 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

Microsoft Office 2007 (todas as edições) e Pacote de Compatibilidade do Office

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para Microsoft Office 2007:
word2007-kb2878237-fullfile-x86-glb.exe


Para Pacote de Compatibilidade do Microsoft Office:
wordconv2007-kb2878236-fullfile-x86-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Use a ferramenta Adicionar ou Remover Programas no Painel de controle.

Informações sobre o arquivo

Para Microsoft Office 2007:
Consulte o Artigo 2878237 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base


Para Pacote de Compatibilidade do Microsoft Office:
Consulte o Artigo 2878236 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

Microsoft Office 2010 (todas as edições)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para Microsoft Office 2010 (edições de 32 bits):
word2010-kb2863926-fullfile-x86-glb.exe
kb24286772010-kb2863919-fullfile-x86-glb.exe


Para Microsoft Office 2010 (edições de 64 bits):
word2010-kb2863926-fullfile-x64-glb.exe
kb24286772010-kb2863919-fullfile-x64-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Use a ferramenta Adicionar ou Remover Programas no Painel de controle.

Informações sobre o arquivo

Para Microsoft Office 2010:
Consulte o Artigo 2863926 (em inglês) e o Artigo 2863919 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

Microsoft Word 2013 (todas as edições)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para as edições com suporte do Microsoft Office 2013 (edições de 32 bits):
word2013-kb2863910-fullfile-x86-glb.exe


Para as edições com suporte do Microsoft Office 2013 (edições de 64 bits):
word2013-kb2863910-fullfile-x64-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Use a ferramenta Adicionar ou Remover Programas no Painel de controle.

Informações sobre o arquivo

Para edições com suporte do software Microsoft Office 2013:
Consulte o Artigo 2863910 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

Microsoft Office 2013 RT (todas as edições)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Implantação

A atualização 2863910 para edições com suporte do Microsoft Office 2013 RT está disponível pelo Windows Update.

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Clique em Painel de controle, em Sistema e segurança e, em Windows Update, e, abaixo de Veja também, clique em Atualizações instaladas e selecione uma opção na lista.

Informações sobre o arquivo

Consulte o Artigo 2863910 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

 

Office for Mac 2011

Pré-requisitos

  • Mac OS X versão 10.5.8 ou posterior em um processador Intel
  • As contas de usuário do Mac OS X devem ter privilégios de administrador para instalar essa atualização de segurança

Instalando a atualização

Baixe e instale a versão da atualização para o Microsoft Office para Mac 2011 14.4.1 no idioma apropriado no Centro de Download da Microsoft.

  • Encerre quaisquer aplicativos que estejam sendo executados, inclusive aplicativos de proteção contra vírus e todos os aplicativos do Microsoft Office porque podem interferir na instalação.
  • Abra o volume da atualização do Microsoft Office para Mac 2011 14.4.1 na área de trabalho. Esta etapa pode ter sido executada para você.
  • Para começar o processo de atualização, na janela de volume da atualização do Microsoft Office 2011 para Mac 14.4.1, clique duas vezes na atualização do Microsoft Office 2011 para Mac 14.4.1 e siga as instruções na tela.
  • Quando a instalação tiver êxito, você poderá remover o instalador da atualização de seu disco rígido. Para verificar se a instalação foi concluída com êxito, consulte o tópico "Verificando a instalação da atualização". Para remover o instalador da atualização, arraste o volume da atualização do Microsoft Office 2011 para Mac 14.4.1 até a Lixeira e depois arraste o arquivo que você baixou até a Lixeira.

Verificando a Instalação da Atualização

Para verificar se uma atualização de segurança está instalada em um sistema afetado, siga estas etapas:

  1. No Localizador, vá até a pasta de aplicativo (Microsoft Office 2011).
  2. Selecione Word, Excel, PowerPoint ou Outlook e inicialize o aplicativo.
  3. No menu do aplicativo, clique em Sobre Application_Name (no qual Application_Name é Word, Excel, PowerPoint ou Outlook).

Se o número da versão da última atualização instalada for 14.4.1, a atualização terá sido instalada com êxito.

Requisitos de reinicialização

Esta atualização não exige a reinicialização do computador.

Removendo a atualização

Esta atualização de segurança não pode ser desinstalada.

Informações adicionais

Se tiver dúvidas técnicas ou problemas ao baixar ou usar essa atualização, visite o Suporte da Microsoft para Mac para obter informações sobre as opções de suporte disponíveis.

 

SharePoint Server 2010 (todas as edições)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para Word Automation Services em edições com suporte do Microsoft SharePoint Server 2010:
wdsrv2010-2878220-fullfile-x64-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Esta atualização de segurança não pode ser removida.

Informações sobre o arquivo

Para Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2010:
Consulte o Artigo 2878220 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

SharePoint Server 2013 (todas as edições)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para Word Automation Services em edições com suporte do Microsoft SharePoint Server 2013:
wdsrv2013-kb2863907-fullfile-x64-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Esta atualização de segurança não pode ser removida.

Informações sobre o arquivo

Para Word Automation Services no Microsoft SharePoint Server 2013:
Consulte o Artigo 2863907 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

Office Web Apps 2010 (todas as versões)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para versões com suporte de Word Web App 2010:
wac2010-kb2878221-fullfile-x64-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Esta atualização de segurança não pode ser removida.

Informações do arquivo

Para versões com suporte de Word Web App 2010:
Consulte o Artigo 2878221 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

Office Web Apps Server 2013 (todas as versões)

Tabela de referência

A tabela a seguir contém as informações de atualização de segurança desse software.

Nome do arquivo de atualização de segurança

Para todas as edições com suporte do Microsoft Office Web Apps Server 2013:
wacserver2013-kb2878219-fullfile-x64-glb.exe

Opções de instalação

Consulte o artigo 912203 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Requisito de reinicialização

Em alguns casos, esta atualização não exige a reinicialização. Se os arquivos exigidos estiverem em uso, será necessária uma reinicialização. Se isso ocorrer, uma mensagem que aconselha a reinicialização será exibida.

Para reduzir a chance de uma reinicialização não ser solicitada, interrompa todos os serviços afetados e feche todos os aplicativos que possam usar os arquivos afetados antes de instalar a atualização de segurança. Para obter mais informações sobre os motivos pelos quais você será solicitado a reiniciar, consulte o Artigo 887012 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base.

Informações sobre remoção

Esta atualização de segurança não pode ser removida.

Informações do arquivo

For Microsoft Office Web Apps Server 2013:
Artigo 2878219 (em inglês) da Microsoft Knowledge Base

Verificação da chave do Registro

Não Aplicável

 

A Microsoft agradece às pessoas mencionadas abaixo por trabalhar conosco para ajudar a proteger os clientes:

  • Will Dormann, do CERT/CC, por relatar a Vulnerabilidade do conversor de formato de arquivos do Microsoft Office (CVE-2014-1757)
  • Yuhong Bao, por relatar a Vulnerabilidade de estouro de pilha do Microsoft Word (CVE-2014-1758)
  • Drew Hintz, Shane Huntley e Matty Pellegrino da Equipe de Segurança do Google por reportar a Vulnerabilidade de corrupção de memória do RTF do Word (CVE-2014-1761)

Microsoft Active Protections Program (MAPP)

Para melhorar as proteções de segurança para os clientes, a Microsoft fornece informações sobre vulnerabilidades aos principais fornecedores de software de segurança antes do lançamento de cada atualização de segurança mensal. Assim, os fornecedores de software de segurança podem usar essas informações sobre vulnerabilidades para fornecer proteções atualizadas aos clientes por meio de seus softwares ou dispositivos de segurança, como antivírus, sistemas de detecção de invasões baseados em rede ou sistemas de prevenção de invasões baseados em host. Para determinar se os fornecedores de software de segurança estão disponibilizando proteções ativas, visite os sites de proteções ativas fornecidos pelos parceiros do programa, listados em Parceiros do Microsoft Active Protections Program (MAPP).

Suporte

Como obter ajuda e suporte para esta atualização de segurança

Aviso de isenção de responsabilidade

As informações fornecidas na Microsoft Knowledge Base são apresentadas "no estado em que se encontram", sem garantia de qualquer tipo. A Microsoft se isenta de todas as garantias, expressas ou implícitas, inclusive as garantias de comercialização e adequação a um propósito específico. Em hipótese alguma a Microsoft Corporation ou seus fornecedores serão responsáveis por quaisquer danos, inclusive danos diretos, indiretos, incidentais, consequenciais, danos por lucros cessantes ou danos especiais, mesmo que a Microsoft Corporation ou seus fornecedores tenham sido alertados da possibilidade dos referidos danos. Como alguns estados não permitem a exclusão ou limitação de responsabilidade por danos consequenciais ou indiretos, a limitação acima pode não ser aplicável a você.

Revisões

  • V1.0 (8 de abril de 2014): Boletim publicado.

Página gerada em 14-05-2014 23:59Z-07:00.
Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários
Mostrar:
© 2015 Microsoft