Table of contents
TOC
Recolher sumário
Expandir sumário

Resolução de nomes VPN

J. Decker|Última Atualização: 23/12/2016
|
1 Colaborador

Aplica-se a

  • Windows 10
  • Windows 10 Mobile

Quando o cliente VPN se conecta ao servidor VPN, o cliente VPN recebe o endereço IP do cliente. O cliente também pode receber o endereço IP do servidor DNS e o endereço IP do servidor do serviço WINS.

A configuração de resolução de nome no perfil de VPN define como a resolução de nomes deve funcionar no sistema quando a VPN é conectada. A pilha da rede analisa primeiro a tabela de políticas de resolução de nomes (NRPT) em busca de uma correspondência e tenta uma resolução quando uma correspondência é encontrada. Se nenhuma correspondência for encontrada, o sufixo DNS da interface preferida baseada na métrica da interface é acrescentado ao nome (no caso de um nome curto) e uma consulta DNS é enviada para a interface preferencial. Se a consulta atingir o tempo limite, a lista de pesquisa de sufixos DNS será usada na ordem, e consultas de DNS serão enviadas para todas as interfaces.

Tabela de Políticas de Resolução de Nomes (NRPT)

A NRPT é uma tabela de namespaces que determina o comportamento do cliente DNS ao emitir consultas de resolução de nomes e processar as respostas. É o primeiro local que a pilha analisará após o DNSCache.

Há 3 tipos de correspondências de nomes que podem ser definidos para a NRPT:

  • Nome de domínio totalmente qualificado (FQDN) que pode ser usado para correspondência direta com um nome

  • A correspondência de sufixo resulta em uma comparação de sufixos (para resolução de FQDN) ou no acréscimo do sufixo (em caso de nome curto)

  • Qualquer resolução deve tentar resolver primeiro com o servidor proxy/servidor DNS com essa entrada

A NRPT é definida usando o nó VPNv2/ProfileName/DomainNameInformationList do CSP VPNv2. Esse nó também configura o servidor proxy da Web ou servidores de nomes de domínio.

Saiba mais sobre a NRPT

Sufixo DNS

Essa configuração é usada para definir o sufixo DNS primário para a interface VPN e a lista de pesquisa de sufixos depois que a conexão VPN é estabelecida.

O sufixo DNS primário é definido usando o nó VPNv2/ProfileName/DnsSuffix.

Saiba mais sobre o sufixo primaryDNS

Persistente

Você também pode configurar regras de resolução de nomes persistente. A resolução de nomes para os itens especificados será executada somente via VPN.

A resolução de nome persistente é definida usando o nó VPNv2/ProfileName/DomainNameInformationList//dniRowId/Persistent.

Configurar a resolução de nomes

Consulte Opções de perfil de VPN e CSP VPNv2 para saber a configuração XML.

A imagem a seguir mostra as opções de resolução de nomes em uma política de configuração do Perfil de VPN usando o Microsoft Intune.

Adicionar regra DNS

Os campos em Adicionar ou editar a regra DNS no perfil do Intune correspondem às configurações XML mostradas na tabela a seguir.

CampoXML
NomeVPNv2/ProfileName/DomainNameInformationList/dniRowId/DomainName
Servidores (separados por vírgula)VPNv2/ProfileName/DomainNameInformationList/dniRowId/DnsServers
Servidor proxyVPNv2/ProfileName/DomainNameInformationList/dniRowId/WebServers

Tópicos relacionados

© 2017 Microsoft