Operações de Banco de dados do SQL Server 2005 na Microsoft

Resumo Técnico da Solução

Publicado em: 10 de abril de 2006

MS_ITShowcase_logo


A equipe do Microsoft Information Technology Platform Services (Microsoft IT PS) fornece operações globais de banco de dados de ponta, com custo acessível e em tempo integral, usando tecnologias e ferramentas do Microsoft® SQL Server™ 2005, Microsoft Operations Manager (MOM) 2005 em execução no Microsoft Windows Server™  2003 e processos de negócios baseados no Microsoft Operations Framework (MOF).

Nesta página

Situação
Solução
Vantagens
Conclusão

Os data centers são o backbone dos sistemas de TI de organizações de médio e grande porte. Eles hospedam, operam e mantêm hardware e software de missão crítica. Um grupo de operações do data center gerencia as instalações e os servidores físicos, a infra-estrutura de rede e um conjunto de aplicativos. Os bancos de dados e os conjuntos de dados associados são o coração de um data center.

O grupo de operações de um data center deve:

  • Fornecer serviços da mais alta qualidade.

  • Assegurar que os conjuntos de dados estejam disponíveis de uma maneira confiável.

  • Implementar, com tranqüilidade e eficiência, novos sistemas de dados e atualizar os sistemas existentes.

  • Fornecer suporte em tempo hábil aos clientes do data center.

  • Operar com eficiência máxima e menor custo possível.

O grupo de operações de um data center deve gerenciar, de forma hábil, as atualizações e substituições de seus sistemas. A vida útil dos dados de uma organização costuma ser maior do que o ciclo de vida dos aplicativos de negócios da organização. Normalmente, é necessário atualizar aplicativos alguns meses ou anos após sua implementação. A vida útil dos dados de uma organização pode se estender por vários anos ou décadas. Quando uma organização substitui um aplicativo ou faz atualizações importantes, em geral, o custo da migração dos dados representa uma grande porcentagem dos custos gerais da implementação e, às vezes, significas a maior parte dos custos. O grupo de operações do data center deve controlar estes custos:

O grupo de operações de um data center deve fornecer suporte a servidores, bancos de dados e aplicativos que estão em execução no data center. De maneira rápida e eficiente, ele deve diagnosticar qualquer problema identificado em relatórios de problemas ou programas de diagnóstico, determinar como corrigi-lo e trabalhar com os clientes para atender a suas necessidades.

Para assegurar a disponibilidade dos conjuntos de dados, o grupo de operações de um data center deve proporcionar confiabilidade, segurança, confidencialidade, integridade e desempenho. Para propiciar esses recursos é necessário, entre outras coisas, um planejamento para failover e desastres.

Por fim, o grupo de operações do data center deve fornecer todos esses serviços da forma mais econômica possível. A economia exige que o grupo use as melhores ferramentas de gerenciamento de sistemas e desenvolva uma organização e processos que realizem os objetivos do grupo com custo e esforço mínimos.

Este documento explica como a equipe de operações do Microsoft IT PS, que trabalha nos data centers da Microsoft, melhora a disponibilidade dos dados de aplicativos. Este documento descreve os processos de negócios implementados pela equipe para proporcionar serviços de banco de dados de nível mundial. As tecnologias, ferramentas e técnica desenvolvidas pelo Microsoft IT PS podem ser aplicadas, no todo ou em parte, a praticamente qualquer ambiente de suporte e operação de data center.

Este documento não é uma lista completa de todas as tarefas que o departamento de TI da Microsoft manipula e dos processos que utiliza. Para obter informações sobre outras atividades do departamento de TI da Microsoft, consulte outros artigos de IT Showcase (em inglês) em: http://www.microsoft.com/technet/itsolutions/msit/default.mspx.

Situação

A missão da equipe de operações do departamento de TI da Microsoft é aumentar a produtividade e a eficiência operacional de TI nos grupos de negócios da Microsoft. A organização de TI da Microsoft fornece aos clientes de negócios internos serviços de suporte a data centers de classe mundial, como:

  • Serviços de infra-estrutura: roteamento, comutação e arquitetura de farm de servidores.

  • Serviços de aplicativos: balanceamento de carga, descarregamento de SSL (Secure Sockets Layer).

  • Serviços de segurança: filtragem e inspeção de pacotes, detecção de invasão, prevenção contra invasão.

  • Serviços de armazenamento: extensões SAN (rede de área de armazenamento), seleção de local, interconectividade de data center.

No departamento de TI da Microsoft, uma das principais equipes de operações é o Microsoft IT PS. A missão da equipe do Microsoft IT PS é fornecer serviços (operações) de plataforma de banco de dados de nível mundial e suporte a data center, globalmente, para clientes de negócios internos da Microsoft, como os grupos financeiro, jurídico e de recursos humanos.

A figura 1 mostra algumas informações sobre os data centers no mundo todo para os quais a equipe do Microsoft IT PS fornece serviços e suporte a plataformas.

DBOpsMSTSBF1

Figura 1. O Microsoft IT PS fornece suporte a data centers da Microsoft em todo o mundo

A equipe do Microsoft IT PS fornece serviços de data center a grupos de negócios internos da Microsoft nestas áreas gerais:

  • Monitoramento

  • Operações, incluindo suporte

  • Adoção de tecnologia

  • Computação confiável

No momento, a equipe do Microsoft IT PS presta serviços e suporte a mais de 1.000 bancos de dados em SQL Server e a milhares de bancos de dados de clientes e usuários em SQL Server 2005 e Microsoft SQL Server 2000. Também oferece suporte a projetos de atualização de software de banco de dados e aplicativos e de migração de conjuntos de dados para essas versões.

A equipe do Microsoft IT PS assegura a disponibilidade de dados de aplicativos e monitora milhares de bancos de dados de aplicativos essenciais para os grupos de negócios da Microsoft no mundo inteiro. Todos os meses, a equipe implementa e soluciona milhares de solicitações de infra-estrutura, solicitações de mudança e relatórios de problemas. A equipe fornece suporte a data center em tempo integral e propicia valioso feedback aos grupos de produtos da Microsoft.

Serviços específicos fornecidos pela equipe do Microsoft IT PS incluem:

  • Implementação de Conceitos Básicos de Serviços de Plataforma (um conjunto de práticas recomendadas).

  • Serviços de suporte e operação de banco de dados (incluindo disponibilidade, recuperação de desastres e continuidade de negócios).

  • Design arquitetônico e adoção antecipada de produtos.

Solução

Para oferecer serviços excepcionais de operação de banco de dados aos grupos de negócios da Microsoft, a equipe do Microsoft IT PS emprega várias tecnologias, ferramentas, processos e técnicas como as seguintes:

  • Tecnologia mais recente disponível. Utiliza tecnologia, ferramentas e plataformas mais recentes disponíveis com base em SQL Server 2005, MOM 2005 e Windows Server 2003.

  • Práticas recomendadas. Implementa práticas recomendadas em estruturas de equipes e processos operacionais com base no MOF.

  • Padrões de mercado. Adota padrões de mercado, que ajudam a assegurar plataformas consistentes de hardware e software, desenvolvimento mais eficiente e gerenciamento mais eficaz de configurações. Essa prática resulta em melhor concorrência, confiabilidade e eficiência de processos da plataforma e, conseqüentemente, reduz o custo total de propriedade.

  • Ferramentas eficientes para solução de problemas. Emprega ferramentas eficientes que oferecem visibilidade antecipada de questões e problemas antes que se expandam, o que ajuda a equipe a resolver incidentes rapidamente.

  • Comunicação e planejamento. Implementa comunicação contínua, aberta e eficiente com clientes e colegas, para promover equipes integradas, cooperação no âmbito de todo o projeto e planejamento proativo em colaboração.

  • Gestão de mudanças disciplinadas. Gestão de mudanças disciplinadas de práticas que manipulam, com eficiência, alterações de plataforma e diminui os custos e o tempo de resposta de questões relacionadas a mudanças.

Conceitos Básicos de Serviços de Plataforma

O Microsoft IT PS desenvolveu um processo padrão de mudanças para configurações de plataformas de hardware e software, denominado Conceitos Básicos de Serviços de Plataforma. Os Conceitos Básicos de Serviços de Plataforma incluem suporte avançado à administração do SQL Server, agrupamento, replicação, envio de log, ajuste de desempenho, continuidade de negócios, recuperação de desastres e design arquitetônico de bancos de dados do SQL Server.

Esses serviços preservam a integridade dos dados e reduzem a carga de hospedagem de data centers. Além disso, como o Microsoft IT PS planeja, projeta e consolida implantações de servidores e aplicativos e fornece scripts automatizados para tarefas recorrentes e repetitivas, a equipe reduz o volume de trabalho necessário nas unidades de negócios, permitindo que as unidades se dediquem a tarefas de maior valor. Esses serviços afetam diretamente o desempenho de aplicativos e a satisfação de clientes e parceiros.

Os Conceitos Básicos de Serviços de Plataforma asseguram a conformidade com os padrões da Computação Confiável da Microsoft, incluindo:

  • Gerenciamento de configuração de hardware e de software

  • Service packs.

  • Padrões no nível da versão em todas as atualizações da segurança e service packs.

  • Instalação de todos os hotfixes da plataforma.

Configuração de Hardware para SQL Server 2005

O Microsoft IT PS desenvolveu e implementou uma configuração de hardware padrão em data centers para plataformas de aplicativos e servidores de bancos de dados. A criação e a operação de um data center baseado em um ambiente de hardware e de software padrão reduzem o custo total de propriedade. Os custos de aquisição de hardware são menores, porque os fornecedores oferecem descontos maiores para configurações padrão. Os custos de suporte são menores, porque problemas e questões são localizados com rapidez em um ambiente padronizado. A localização rápida de problemas e questões minimiza o tempo de inatividade do sistema. Além disso, o padrão melhora o tempo de resposta da plataforma, reduz a fragmentação da unidade de disco e elimina questões de servidores de banco de dados resultantes de hardware não padrão.

A implementação de arquivos físicos do SQL Server, como o arquivo TempDB e arquivos de log do sistema, tem um efeito direto no desempenho do servidor e do banco de dados. Para obter um desempenho melhor, a configuração padrão do Microsoft IT PS isola os arquivos TempDB do banco de dados e os logs do servidor de banco de dados ativo. O isolamento desses arquivos também ajuda a solucionar questões de desempenho, eliminando problemas de configuração de hardware da plataforma. A configuração padrão do Microsoft IT PS não elimina a necessidade de planejamento da capacidade; porém, facilita esse planejamento e reduz questões potenciais de espaço do disco que ocorrem a longo prazo em operações de plataforma e banco de dados.

De acordo com a configuração de hardware padrão do Microsoft IT OS, volumes dedicados devem ser atribuídos a cada um destes itens:

  • Binários de banco de dados do SQL Server

  • Arquivos executáveis

  • Arquivos de backup de banco de dados

  • Arquivos de backup de log de transações

  • Arquivos de trabalho em lotes

  • Arquivos de dados

  • Arquivos de log

  • Arquivos de paginação

  • Arquivos TempDB

Com o lançamento do SQL Server 2005, alguns aplicativos que gravam intensamente no arquivo TempDB apresentam grande melhoria no desempenho quando os arquivos TempDB estão distribuídos em vários arquivos e volumes. O número de volumes é baseado no número de processadores do servidor.

Configuração de software para SQL Server 2005

A equipe do Microsoft IT PS usa um conjunto padronizado de versões de software de sistemas operacionais, SQL Server 2005 e service packs. A equipe do Microsoft IT PS, com dados coletados de clientes, desenvolve uma configuração base de software para a implantação de cada plataforma. Essas configurações são atualizadas e ajustadas regularmente considerando feedback operacional, requisitos de segurança e medições do desempenho em situações reais.

Uma configuração de software padrão é utilizada em cada data center. Essas configurações uniformes são utilizadas na plataforma e servidores de bancos de dados. As configurações especificam as características da unidade de hardware padrão e incluem os service packs mais recentes da plataforma. Além disso, as configurações incluem todos os hotfixes e atualizações de segurança necessários.

Para aplicativos do Microsoft Office e o sistema operacional Microsoft Windows®, a equipe do Microsoft IT PS usa o Microsoft SMS (Systems Management Server) para implementar atualizações críticas da segurança. Para bancos de dados e outras atualizações, a equipe usa o SMS apenas em certas circunstâncias. Por exemplo, a equipe usa o SMS quando uma atualização da segurança atende a estes critérios:

  • A atualização é considerada bastante crítica para aplicação imediata.

  • A atualização não altera a configuração dos bancos de dados.

  • A atualização não exige reiniciar os servidores de dados.

Estratégia de implantação de operações do SQL Server 2005

Durante novas implantações, o essencial para um processo confiável e eficiente de gestão de mudanças é o gerenciamento de atualizações e adições aos sistemas operacionais, bancos de dados, service packs e configurações padronizados. A equipe do Microsoft IT PS usa um processo formal de implantação ao realizar atualizações do SQL Server que afetam a configuração dos servidores de dados.

Para manter uma configuração de software de sistema padrão durante as operações enquanto aplica os service packs, os hotfixes e as atualizações, o Microsoft IT PS mantém e segue um conjunto de requisitos, diretrizes, listas de verificação de pré-implantação e listas de verificação de pós-implantação.

Requisitos de pré-implantação do SQL Server 2005

Antes da implantação física, o Microsoft IT PS executa etapas adicionais usando um documento de pré-implantação que especifica o seguinte:

  • Tarefas, proprietários das tarefas e datas alvo para conclusão de cada tarefa

  • Como verificar a integridade dos dados existentes

  • Como coordenar as partes interessadas

O Microsoft IT PS também atualiza a lista de contatos e discute minuciosamente as questões antes da implantação. Por exemplo, um documento de pré-implantação pode incluir tarefas como as seguintes:

  • Coordenar os parceiros de negócios.

  • Coordenar contatos no local (cliente e Microsoft).

  • Coordenar contatos mediante chamada (cliente e Microsoft).

  • Determinar a integridade do banco de dados existente, executando ferramentas de diagnóstico como PSSDiag, MS Reports e Best Practices Analyzer.

  • Criar um caso de suporte quando necessário.

  • Validar os resultados das ferramentas de diagnóstico.

  • Confirmar controles de alteração da configuração.

  • Realizar testes de carga de linha de base.

O Microsoft IT PS utiliza uma lista separada de verificação do uso de recursos para coletar informações detalhadas sobre recursos do servidor do banco de dados.

Lista de verificação de pré-implantação do SQL Server 2005

O Microsoft IT PS inicialmente planeja a implantação usando listas de verificação de pré-implantação, na comunicação com os clientes. A equipe usa a lista de verificação de pré-implantação para registrar requisitos, informações sobre bancos de dados e as definições dos dados e dos bancos de dados a serem utilizados para a implantação.

A lista de verificação inclui itens de informação como:

  • Nome do aplicativo, proprietário do aplicativo, tomadores de decisões e contato principal com o cliente.

  • Datas de reunião da pré-implantação.

  • Nomes de servidores e números de compilação atribuídos.

  • Data e hora da instalação.

  • Períodos de trabalho, solução de problemas e reversão.

  • Tipo de suporte necessário no local.

  • Número do caso de suporte e engenheiros de suporte atribuídos por chamada.

  • Requisitos de segurança e confidencialidade dos dados.

  • Tipo de instalação, em cluster ou autônoma.

  • Tipo de implantação, como atualização, nova instalação ou movimentação.

  • Número e tamanho de bancos de dados necessários.

  • Notificação por email necessária.

  • Necessidades de disponibilidade e capacidade.

  • Observações.

Uso de recursos do SQL Server 2005

O SQL Server 2005 facilita a implantação, o gerenciamento e a otimização de plataformas de dados corporativos por fornecer um único console de gerenciamento, que permite aos administradores monitorar, gerenciar e ajustar todos os bancos de dados e serviços associados na empresa inteira. O console também possui uma infra-estrutura de gerenciamento extensível, que pode ser programada por meio de SQL Management Objects, permitindo aos usuários personalizar e estender recursos de gerenciamento da plataforma e criar ferramentas personalizadas adicionais.

O usuário também pode usar uma lista de recursos e tecnologias do SQL Server 2005, implantados para atribuir recursos adequados para implementação e suporte. A lista de verificação de recursos do SQL Server 2005 inclui a equipe de suporte atribuída, contatos para o desenvolvimento de aplicativos do cliente, tipo de processadores, requisitos de configuração de hardware e quais dos recursos a seguir serão incluídos na implantação:

  • Serviços de análise, algoritmos de mineração de dados, cache proativo, modelo dimensional unificado e cache com write-back

  • Compatibilidade com versões anteriores

  • Serviços de notificação

  • Uso de serviços de transformação de dados

  • Uso da execução de comandos assíncronos de conectividade OLE Database e/ou Open Database

  • Necessidades de replicação como mesclagem, alterações de esquemas online, publicação de banco de dados externo, transação ponto-a-ponto, mesclagem de sincronização da Web

  • Uso e requisitos de serviços de relatório e do Construtor de Relatórios

  • Necessidades, uso e requisitos de agrupamentos

  • Uso de requisitos de aprimoramentos de backup/restauração de banco de dados

  • Uso e requisitos de espelhamento de banco de dados

  • Uso e requisitos de instantâneos de banco de dados

  • Uso de requisitos do Database Engine Tuning Advisor

  • Uso e requisitos de Suporte Aprimorado a Várias Instâncias

  • Uso e requisitos de disparadores de eventos e DDL (Data Definition Language, linguagem de definição de dados)

  • Uso e requisitos de envio de log

  • Uso e requisitos de suporte nativo HTTP (serviços da Web)

  • Uso e requisitos de operações/restauração de indexação online

  • Uso de particionamento

  • Uso de notificações de consulta

  • Recursos de segurança como diretiva, criptografia, usuário e separação de esquema

  • Uso e requisitos de nível de isolamento de instantâneos

  • Procedimentos e funções de CLR (Common Language Runtime), UDTs (User-Defined Types) e UDA (Universal Database Access)

  • Uso e requisitos de nível de Recompilação no Nível da Instrução

  • Uso e requisitos de configuração dinâmica e desempenho do mecanismo de armazenamento

  • Uso e requisitos de aprimoramentos de T-SQL (Transact-SQL)

  • Uso e requisitos de Varchar (max)

  • Uso e requisitos de Service Broker

  • Uso e requisitos de Microsoft SQL Server 2005 Mobile Edition (SQL Server Mobile) e Microsoft SQL Server 2000 Windows CE Edition (SQL Server CE)

  • Uso e requisitos de acesso XML a dados relacionais, tipos de dados XML e suporte a XQuery

Após a conclusão das tarefas de pré-implantação, o Microsoft IT PS agenda a implantação e envia uma notificação aos contatos e à equipe principal. Essa notificação inclui estes detalhes:

  • Data e hora previstas para início da implantação.

  • Data e hora previstas para término da implantação.

  • Compilação, tipo e especificações da implantação.

Guia de preparação da implantação do SQL Server 2005

Na implantação, a equipe do Microsoft IT PS elabora um guia de preparação da implantação e executa estas tarefas:

  • Define a linha de base\benchmark para o conjunto de dados.

  • Determina a integridade do servidor (hardware, software e configuração).

  • Limpa os bancos de dados (usando o comando [DBCC] checkdb do Database Consistency Checker).

  • Obtém backups atuais (incluindo texto completo).

  • Instala mídia ou bits para sistema operacional, SQL Server e todos os aplicativos do servidor.

  • Verifica o atributo somente leitura em todos os bancos de dados. Quando encontrado, redefine-o como leitura/gravação.

  • Verifica todos os trabalhos existentes quanto a conflitos com a atualização.

A equipe executa as seguintes tarefas para bancos de dados autônomos:

  • Verifica se o backup é atual e totalmente legível.

  • Verifica se todas as mídias necessárias à reinstalação (incluindo sistema operacional e aplicativos) estão disponíveis.

  • Verifica se o DBCC está em execução em todos os bancos de dados.

  • Verifica se os dados de linha de base da pré-implantação foram coletados.

  • Interrompe todos os trabalhos agendados e softwares de terceiros e verifica a existência de conflitos.

  • Verifica se algum usuário externo está conectado ou se pode fazer logon no SQL Server durante a instalação.

  • Verifica os direitos do usuário que executará a instalação.

  • Verifica se todas as contas de usuário do SQL Server, SQL Server Agent e configuração possuem todos os direitos necessários para a instalação.

  • Verifica se não há bancos de dados que sejam somente leitura.

  • Reinicia o servidor.

  • Revisa os resultados do Setup Consistency Checker e examina todas as mensagens de erro.

  • Realiza testes.

  • Faz backup da nova instalação de bancos de dados.

A equipe executa as seguintes tarefas para bancos de dados agrupados:

  • Verifica se não houve falhas de recursos de cluster.

  • Verifica contas de serviço de cluster.

  • Verifica dependências de cluster.

  • Verifica se é possível acessar o servidor de DNS (Domain Name Server).

Lista de verificação de pré-implantação do SQL Server 2005

Após a implantação com êxito, a equipe do Microsoft IT PS executa estas tarefas:

  • Verifica se a integridade da instalação e dos dados foi bem-sucedida.

  • Salva backups pré-atualizados e faz backup do banco de dados atualizado.

  • Executa o DBCC em todos os bancos de dados para confirmar que não houve corrupção.

  • Coleta dados de linha de base pós-implantação (o mesmo conjunto de dados da pré-implantação).

  • Reverte todas as ações realizadas para implantação:

    • Redefine os atributos de banco de dados com as configurações originais anteriores à implantação.

    • Ativa todos os trabalhos pendentes.

    • Reativa todos os serviços desligados.

Serviços de suporte a bancos de dados do SQL Server dos serviços de plataforma

O Microsoft IT PS oferece serviços de suporte de alta qualidade em tempo integral, nos sete dias na semana. Os serviços são definidos pelos SLAs (contratos de nível de serviço) e OLAs (contratos de nível de operação), que abordam disponibilidade do servidor, tempo de resposta inicial a incidentes, comunicações de acompanhamento e tempo de conclusão de incidentes.

Os serviços de suporte a banco de dados do SQL Server oferecidos pelo Microsoft IT PS incluem suporte à administração avançada do SQL Server, incluindo agrupamento, replicação, envio de log, ajuste de desempenho, continuidade de negócios e recuperação de desastres, alta disponibilidade e design arquitetônico do banco de dados do SQL Server. Esses serviços ajudam a melhorar a disponibilidade, segurança, confiabilidade, eficiência e integridade de ambientes de negócios.

Continuidade de negócios e recuperação de desastres do SQL Server 2005

O Microsoft IT PS compreende bem a necessidade de planejar a ocorrência de desastres e tem procedimentos bem documentados para continuidade de negócios e recuperação de desastres. Um data center distante geograficamente fica em espera automática, com capacidade para atuar no evento de desastres no local principal.

O Microsoft IT PS usa agrupamentos de failover e envio de log para servidores de produção que apresentam os mais altos requisitos de disponibilidade. Esses servidores executam imediatamente o failover para os servidores em espera no data center do local secundário. Embora a replicação seja utilizada como backup de failover e para fins de relatório, são feitos backups periódicos dos logs das transações dos servidores de produção e copiados nos servidores em espera automática, locais ou remotos. Esse backup protege os dados contra falhas de hardware, normalmente sem perda de dados. Além disso, o envio de log não exige que os servidores estejam no local ou nas proximidades. O envio de log também permite enviar logs de transações para mais de um servidor secundário e permite aos usuários descarregar alguns dos processos e relatórios de consulta nos servidores secundários. Uma recuperação simples e completa ou um cenário de recuperação de logs em massa é utilizado para servidores do data center, dependendo dos requisitos do cliente.

A Figura 2 representa um cenário de envio de log simples:

DBOpsMSTSBF2

Figura 2. Cenário de envio de log simples

Backups são criados em mídia de disco e fita. Um processo automatizado verifica e detecta os servidores no data center e um backup padrão no disco é executado todas as noites. O backup em fita é executado em uma base regular, predefinida, determinada pelo cliente. Esses backups têm pouco ou nenhum efeito na execução de aplicativos do cliente e, por isso, podem ser realizados durante operações normais. Quando o backup de disco não ocorre no período designado, o sistema gera um alerta pelo MOM.

Geralmente, backups completos de bancos de dados de usuários são criados à noite e backups de logs de transações são realizados a cada 15 minutos. Quando há necessidade de backups incrementais, backups completos são criados semanalmente e backups incrementais são criados todas as noites. Backups em fita são mantidos por 30 dias ou durante anos, dependendo dos requisitos do cliente.

Microsoft Operations Manager

Para detecção de problemas, a equipe do Microsoft IT PS usa amplamente o MOM 2005. O SQL Server Management Pack for MOM 2005 é instalado no MOM Management Server que, em seguida, instala os agentes MOM em todos os servidores de serviços de dados. A Figura 3 mostra um exemplo da arquitetura do MOM 2005.

DBOpsMSTSBF3

Figura 3. Exemplo da arquitetura do MOM 2005

A equipe do Microsoft IT PS usa o MOM para assegurar que ele atende às metas comerciais e organizacionais e mantenham o desempenho, a segurança e outros objetivos, conforme descrito nos OLAs. O MOM monitora, de maneira proativa, o status do sistema e os parâmetros de cada servidor em execução no SQL Server. A equipe do Microsoft IT PS também usa o MOM em relatórios e análises de tendências.

O MOM atualiza continuamente o status das plataformas gerenciadas no data center. Ele apresenta o status da plataforma na exibição de monitoramento de status no nível de grupo da plataforma, no nível de servidor, no nível de aplicativos e no nível de componentes. O status de entidades no data center é monitorado em tempo integral e, quando uma intervenção é necessária, é geradoum alerta para a equipe de suporte. Dependendo da gravidade do problema, o console do MOM envia o alerta por email, SMS ou pager.

Os pacotes de gerenciamento do MOM estendem o monitoramento a todos os componentes. O Windows Server Base Operating Systems Management Pack for MOM 2005 monitora o desempenho e a disponibilidade dos sistemas operacionais Microsoft Windows. O SQL Server Management Pack for MOM 2005 detecta eventos críticos e envia alertas. Ele ajuda a indicar, corrigir e impedir paralisações de serviços ou problemas de configuração em servidores e serviços de bancos de dados. O Microsoft Baseline Security Analyzer (MBSA) Management Pack for MOM 2005 executa avaliações de segurança e verificações de atualizações de segurança em computadores com o Windows. O Server Clusters Management Pack for MOM 2005 monitora eventos que indicam possíveis paralisações de serviços ou problemas de configuração.

Os pacotes de gerenciamento do MOM são instalados em lotes e, em seguida, ajustados e otimizados. Os pacotes permitem centenas de regras de monitoramento e não exigem muitas alterações antes do uso. As mudanças são identificadas por meio de relatórios de eventos e de alertas. Por exemplo, o Microsoft IT PS monitora, de maneira proativa, a quantidade de espaço restante no disco e o MOM envia alertas quando o disco está quase cheio ou quando ocorre um evento de bloqueio por mais de um minuto. Os pacotes de gerenciamento do MOM podem monitorar o SQL Server 2000 e o SQL Server 2005 no mesmo data center. O SQL Server Management Pack for MOM 2005 possui novos recursos que complementam as capacidades aprimoradas do SQL Server 2005. Esses recursos monitoram componentes com o CLR.

O monitoramento do MOM não é interrompido, porque um servidor de failover faz backup do próprio monitoramento do MOM. O MOM também monitora o SQL Server Agent e a conclusão de trabalhos de SQL.

Para manipular alertas do MOM e solicitações de clientes, o Microsoft IT PS usa um sistema global de tíquetes com recursos de relatório. Esses tíquetes são denominados IRs (solicitações de infra-estrutura). Cada IR é controlado para medir tempos de níveis de serviços. As IRs também são analisadas para identificar tendências em problemas com um servidor ou verificar se um servidor não está em reparo no momento.

Estrutura da equipe de operação de serviços de plataformas

As tarefas operacionais exigidas em um data center se estendem por todo o ciclo de vida dos dados, desde o planejamento até a implantação e operação. A equipe do Microsoft IT PS usa o MOF como uma guia para planejar, implementar e operar data centers. A Figura 4 mostra uma visão geral do processo do MOF.

DBOpsMSTSBF4

Figura 4. Visão geral do MOF

No MOF, os serviços do Microsoft IT PS incluem:

  • Gerenciamento de incidentes, incluindo suporte no local 24 horas por dia, nos sete dias da semana.

  • Gerenciamento de problemas, incluindo trabalho proativo com clientes para identificar e corrigir problemas de plataforma e impedir recorrências futuras.

  • Gerenciamento de alterações, incluindo assistência aos clientes para identificar, projetar e implementar alterações e atualizações autorizadas.

  • Gerenciamento de versões, incluindo assistência aos clientes para gerenciar, distribuir e implementar software da plataforma.

  • A equipe de operações do Microsoft IT PS fornece todos os níveis de suporte de que os clientes necessitam, desde a primeira resposta até a implementação de medidas operacionais proativas e preventivas para as operações da plataforma do cliente.

A equipe da Microsoft IT PS oferece três níveis de suporte a operações de banco de dados do cliente:

  • Nível 1: Operações de banco de dados e gerenciamento de incidentes

    • Manipular alertas de entrada encaminhados por um sistema de monitoramento do MOM.

    • Criar solicitações de infra-estrutura.

    • Priorizar incidentes.

    • Executar resolução e solução de problemas inicial.

    • Manipular a comunicação inicial com o cliente.

    • Transferir problemas para o Nível 2.

    • Ajudar na execução de solicitações de mudança de tempo crítico.

  • Nível 2: Operações de banco de dados, gerenciamento de incidentes e de problemas

    • Transferir problemas do Nível 1.

    • Manipular todos os problemas de um cliente atribuído e dos servidores associados ao cliente, incluindo atualização do sistema, conformidade da atualização e problemas de desempenho.

    • Manipular qualquer problema que não seja possível manipular no período definido no OLA para o Nível 1.

    • Trabalhar com um sistema de tíquetes para controlar esforços e logs.

    • Interagir com clientes.

    • Proporcionar escalonamento para suporte, se necessário.

    • Arquivar erros com equipes de produto, se necessário.

    • Aplicar correções, quando identificadas.

    • Planejar e executar solicitações de mudança.

  • Nível 3: Gerenciamento de mudanças de operações de banco de dados, planejamento proativo e configuração de banco de dados

    • Introduzir novas tecnologias e trabalhar para colocá-las na produção.

    • Trabalhar com clientes em projetos de servidores e suas soluções.

    • Orientar a equipe do nível 2 sobre novas tecnologias e suas tarefas atuais.

O Nível 1 manipula mais de 80 por cento de incidentes, melhorando a eficiência e o tempo de resposta. A equipe manipula mensalmente mais de 5.000 incidentes e solicitações de mudança, de maneira eficaz e eficiente. Essa eficiência reduziu a proporção de administradores de bancos de dados dedicados ao Nível 2 e ao Nível 3.

A Figura 5 mostra os níveis de suporte.

DBOpsMSTSBF5

Figura 5.
Tecnologias e ferramentas dos serviços de plataforma

dos níveis de suporte da equipe de operações do Microsoft IT PS

A equipe do Microsoft IT PS usa várias tecnologias e ferramentas do SQL Server 2005 para aperfeiçoar ainda mais a eficácia e a eficiência das operações. Muitas dessas tecnologias e ferramentas são fornecidas com o SQL Server 2005 ou podem ser baixadas em Microsoft.com.

Management Studio

O Microsoft IT PS usa o Management Studio para administrar o SQL Server 2005 e o SQL Server 2000. O Management Studio para SQL Server 2005 oferece funcionalidade bastante aprimorada, incluindo caixas de diálogo redimensionáveis e não-modais, que tornam possível comparar conteúdos e simplificar a alternância de exibições. Essas funções também ajudam a facilidade de uso e permitem operações paralelas, proporcionando acesso funcional completo ao SQL Server Enterprise Manager, Query Analyzer, Analysis Manager, Reporting Services, Data Transformation Services e Notification Services.

A interface do Management Studio possui uma exibição Servidores Registrados em separado, utilizada para operar com vários serviços simultaneamente, como Analysis Services, Reporting Services, SQL Server Integration Services e instâncias do SQL Server Mobile. Essa funcionalidade permite salvar listas de servidores registrados para que outros as usem e ajuda a configurar novos funcionários da Microsoft rapidamente. Esse recurso reduz o tempo de aprendizagem e aumenta a eficiência operacional. No menu Ferramentas do Management Studio, várias outras ferramentas com base no SQL Server, como SQL Server Profiler ou Database Engine Tuning Advisor, são acessadas com facilidade.

SQL Server Profiler

O SQL Server Profiler intercepta eventos no SQL Server e pode correlacionar eventos específicos do SQL Server e características de desempenho do Windows (por meio do Monitor do Sistema) para localizar facilmente qualquer relação entre os dois.

Job Activity Monitor

O Microsoft IT PS usa o Job Activity Monitor para tarefas relacionadas aos trabalhos de SQL, como início e interrupção de trabalhos, exibição de propriedades e histórico do trabalho e determinação dos trabalhos que estavam em execução no momento de uma falha ou evento. O Job Activity Monitor permite exibir todos os trabalhos no servidor ou definir filtros para selecionar trabalhos específicos.

Database Engine Tuning Advisor

O Database Engine Tuning Advisor é uma versão aprimorada do Index Tuning Wizard disponível no SQL Server 2000. Seus recursos aprimorados incluem a capacidade de integração com o SQL Profiler, que pode reduzir o tempo gasto em consultas e no ajuste do desempenho. Ele permite à equipe do Microsoft IT PS analisar o banco de dados e fazer recomendações com base na carga de trabalho. As recomendações incluem desde alterações do esquema, particionamento, criação de uma exibição indexada e criação de design proativo. Durante o processo de recomendação, o Database Engine Tuning Advisor (ou Index Tuning Wizard) cria índices ou estatísticas hipotéticos, utilizados em testes de hipóteses da carga de trabalho. Como resultado, todas as consultas subseqüentes que fazem referência a tabelas afetadas pelo Database Engine Tuning Advisor (ou Index Tuning Wizard) são recompiladas. Essa recompilação ocorre no nível de instrução no SQL Server 2005 ou no nível de procedimento armazenado no SQL Server 2000. As ferramentas são executadas em uma cópia separada do banco de dados de produção, para que a equipe possa analisar as alterações sem afetar outras tarefas no servidor de produção e possa aplicar as alterações sem interromper tarefas de produção.

PSSDiag

O PSSDiag é um coletor de dados de diagnóstico criado para SQL Server. Ele coleta simultaneamente logs do Monitor do Sistema, rastreia o SQL Server Profiler, logs de eventos, relatórios do SQLDiag e informações detalhadas de bloqueio. Normalmente, os engenheiros do Microsoft IT PS usam essa ferramenta para coletar dados de diagnóstico das instalações de usuários. A ferramenta PSSDiag está disponível em http://support.microsoft.com.

MPSReports

A ferramenta MPSReports coleta informações detalhadas sobre a configuração atual de um sistema. Os dados coletados ajudam a isolar falhas.

Ferramenta Health and History

A ferramenta Microsoft SQL Server Health and History (SQLH2) coleta e armazena informações relacionadas ao desempenho de instâncias do SQL Server. A equipe do Microsoft IT PS usa essa ferramenta para coletar contadores de desempenho e outras informações do sistema. Para exibir as informações, a equipe cria relatórios com o SQL Server Reporting Services. A ferramenta SQLH2 está disponível em http://support.microsoft.com.

Best Practices Analyzer

O Best Practices Analyzer verifica a implementação de práticas recomendadas comuns em servidores. Normalmente, essas práticas recomendadas estão relacionadas ao uso e à administração de bancos de dados do SQL Server e asseguram bom gerenciamento e operação de servidores com o SQL Server.

Serviços de plataforma como primeiro e melhor parceiro

Além de oferecer suporte a grupos de negócios internos da Microsoft, o Microsoft IT PS é o primeiro e melhor parceiro de produtos corporativos da Microsoft. A equipe promove a adaptação de plataformas, ajudando os clientes a adotar e implantar os mais recentes aplicativos da Microsoft. A equipe também apresenta comentários detalhados a grupos de produtos da Microsoft para ajudar a orientação de aprimoramentos de recursos de produtos e melhorar a experiência do cliente.

Vantagens

Usando os mais recentes produtos corporativos da Microsoft em conjunto com as melhores ferramentas, organizações e processos, a equipe do Microsoft IT PS obteve as seguintes vantagens para suas próprias operações, para o departamento de TI da Microsoft e para grupos de negócios da Microsoft:

  • A criação de tecnologias, ferramentas e plataformas Microsoft — como SQL Server 2005, MOM 2005 e Windows Server 2003 — permite à equipe do Microsoft IT PS oferecer uma base sólida para manter a confiabilidade de dados disponíveis em tempo integral.

  • A implantação completa do MOM 2005 reduz o custo, a complexidade e o impacto de eventos nos negócios, como falha de componentes, violação de segurança ou degradação de desempenho.

  • A implementação de configurações padrão permite à equipe do Microsoft IT PS reduzir custos de manutenção, custos de suporte e tempo necessário para implantação ou recuperação.

  • Trabalhando no MOF — uma estrutura organizacional desenvolvida cuidadosamente que usa processos de TI bem definidos — a equipe do Microsoft IT PS fornece suporte rápido, eficiente e completo para manter os dados disponíveis e assegurar uma experiência gratificante do cliente.

Conclusão

Como conclusão, a equipe do Microsoft IT PS utiliza tecnologias e oferece serviços que:

  • Aumentam a disponibilidade, a integridade e a pontualidade dos dados.

  • Reduzem custos de operações.

  • Melhoram serviços, tempo de resposta e experiência do cliente.

Para obter mais informações

Para obter mais informações sobre os produtos e serviços da Microsoft nos EUA, ligue para o Centro de Informações de Vendas da Microsoft, no número (800) 426-9400. No Canadá, ligue para o Microsoft Canada Information Centre, em (800) 563-9048. Fora dos EUA e do Canadá, entre em contato com a subsidiária local da Microsoft. Para acessar informações na Internet, vá para:

http://www.microsoft.com/brasil/

http://www.microsoft.com/itshowcase (em inglês)

http://www.microsoft.com/technet/itshowcase (em inglês)

Situação

A equipe do Microsoft IT Platform Services deve hospedar, gerenciar e operar data centers para as várias unidades de negócios da Microsoft. A equipe deve assegurar confiabilidade e disponibilidade do banco de dados, fornecer suporte da mais alta qualidade a data centers, implementar e solucionar milhares de solicitações de infra-estrutura e alteração e propiciar eficiência operacional máxima e tempo de resposta mínimo.

Solução

O departamento de TI da Microsoft implementou o SQL Server 2005 no Windows Server 2003 e usou o Microsoft Operations Manager 2005 para monitorar os bancos de dados. Uma organização de suporte em três níveis oferece suporte a clientes e incidentes. Técnicas e processos de negócios baseados no Microsoft Operations Framework orientam o planejamento, a implementação e a operação dos data centers.

Benefícios
  • Maior disponibilidade e integridade do banco de dados e pontualidade dos dados

  • Redução de custos das operações

  • Aprimoramento de serviços, tempo de resposta e experiência do cliente

Produtos e tecnologias
  • Microsoft Windows Server 2003

  • Microsoft SQL Server 2005 e ferramentas

  • Microsoft Operations Manager 2005

  • Microsoft Operations Framework


Download

icon_Word.gif Resumo Técnico da Solução
637 KB
Arquivo do Microsoft Word

icon_PowerPoint.gif Apresentação do PowerPoint
637 KB
Arquivo do Microsoft PowerPoint

Mostrar: