Ferramenta de diagnóstico do Forefront Security

 

Aplica-se a: Forefront Security for SharePoint

Tópico modificado por último: 2007-12-07

Para diagnosticar um problema com precisão, os engenheiros de suporte geralmente precisam de várias informações sobre o Forefront Security para SharePoint e sobre o servidor em que o SharePoint está sendo executado. Essas informações são a versão do Forefront Security para SharePoint, as versões dos mecanismos de verificação de terceiros, as configurações do Registro e os bancos de dados do Forefront Security para SharePoint. Coletar essas informações sobre configuração não é uma tarefa trivial, e pode tornar lento o processo de solução de problemas.

Para facilitar a coleta dessas informações, a Ferramenta de diagnóstico do Forefront Security (FSCDiag) automatiza o processo, reunindo todos os dados necessários em um arquivo que pode ser carregado para a Microsoft. Ao contatar o suporte da Microsoft, você receberá instruções sobre onde deve carregar o arquivo. Para obter mais informações sobre suporte, consulte Solução de problemas do SharePoint.

A Ferramenta de diagnóstico do Forefront Security pode coletar qualquer uma ou todas as informações a seguir, com base em suas solicitações:

  • Versões de arquivo do Forefront Security para SharePoint (incluindo versões de arquivo do mecanismo de verificação)

  • Versão do SharePoint

  • Chave de registro do Forefront Security para SharePoint

  • Arquivos de banco de dados (*.fdb) do Forefront Security para SharePoint

  • Arquivos mortos do Forefront Security para SharePoint

  • Arquivo de log do programa Forefront Security para SharePoint

  • Arquivos de log de Eventos do Windows

  • Arquivo de log do Dr. Watson

  • Arquivo User.dmp

  • Arquivo de log de instalação do Forefront Security para SharePoint

Os dados selecionados são coletados e compactados em um único arquivo, que será carregado para a Microsoft.

Navegue até a pasta de instalação do Forefront Security para SharePoint e inicie o FSCDiag.exe. A ferramenta é executada em uma janela de prompt de comando. Você também pode executar a ferramenta em um prompt de comando navegando até a pasta de instalação Microsoft Forefront Security\SharePoint e digitando FSCDiag em um prompt de comando. O FSCDiag normalmente é executado no modo Sem Prompt, coletando todas as informações possíveis.

Se você quiser coletar informações seletivamente, execute o programa no modo Prompt.

Para executar a Ferramenta de diagnóstico do Forefront Security no modo Prompt
  1. Invoque o programa a partir de um prompt de comando, como a seguir:

    FSCDiag -i
    

    Você será solicitado a fornecer cada item, como detalhado na próxima etapa.

  2. Selecione as informações que devem ser incluídas respondendo cada um destes prompts de tela. Digite "sim" ou "não", pressionando ENTER após cada resposta.

    Adicionar versões de arquivo do Forefront - Sim ou Não?

    Adicionar versões de arquivo do SharePoint - Sim ou Não?

    Adicionar chave do Registro do Forefront - Sim ou Não?

    Adicionar arquivos de banco de dados do Forefront - Sim ou Não?

    Adicionar arquivos mortos do Forefront - Sim ou Não?

    Adicionar log de programa do Forefront - Sim ou Não?

    Adicionar log de eventos do Windows - Sim ou Não?

    Adicionar log do Dr. Watson - Sim ou Não?

    Adicionar User.dmp - Sim ou Não?

    Adicionar log de instalação do Forefront - Sim ou Não?

  3. Após a execução do comando (ou após o prompt final, se você usar o modo Prompt), a ferramenta coleta as informações solicitadas e compacta os resultados em um novo arquivo na pasta Log\Diagnostics (no diretório de instalação do FSSP). O nome do arquivo, composto pelo nome do servidor, data e hora, tem o seguinte formato:

    Formato:   ForefrontDiag-<nome do servidor>-<data>-<hora>.zip

    A <data> tem o formato aaaammdd

    A <hora> tem o formato hh.mm.ss (onde hh indica um relógio de 24 horas)

    Exemplo:   C:\Arquivos de Programas(x86)\Microsoft Forefront Security\SharePoint\Log\ Diagnostics\FSCDiag-Servidor1-20060202-17.50.27.zip

  4. Carregue o arquivo compactado para a Microsoft.

 
Mostrar: