Instalando em um cluster

 

Aplica-se a: Forefront Security for Exchange Server

Tópico modificado por último: 2007-12-25

Para instalar o Forefront Security para Exchange Server em um ambiente de cluster, você precisará fazer logon no computador local como usuário de domínio com uma conta que tenha direitos de administrador local. O FSE deve ser instalado em cada nó. Todos os arquivos de programas devem ser instalados em uma unidade local.

Existem algumas considerações importantes:

  • Os dados de configuração (como ScanJobs.fdb e Notifications.fdb) serão associados a um Servidor de Caixas de Correio em Cluster (CMS) de maneira que cada nó não precise ser configurado separadamente.

  • Os arquivos de assinatura de scanner serão associados a um CMS, para que os nós ativos e passivos sejam atualizados.

  • Os dados de configuração mantidos no Registro serão replicados, com base no CMS, quando o CMS passar de um computador para outro durante um evento de failover.

  • O Forefront Server Security Administrator deve estar conectado à máquina virtual durante a conexão com o FSE em um servidor de cluster. Se você tentar se conectar com o servidor físico, receberá um aviso pedindo para selecionar a máquina virtual à qual deseja se conectar.

Instale o FSE primeiro no nó ativo e depois no nó passivo, seguindo as instruções para instalações de cluster contidas no “Guia de Instalação de Cluster do Forefront Security para Exchange Server”, disponível na TechNet.

  • Você deve instalar o FSE no nó ativo antes de instalá-lo no passivo. Isso vale para a primeira instalação de um nó de cluster CCR. Entretanto, se ocorrer falha em um nó e uma nova instalação precisar ser executada, você deverá fazê-lo no nó passivo, para que este replique os dados válidos a partir do nó ativo. Se você executar a instalação no nó ativo, os dados válidos serão substituídos.

  • Não execute failover de um nó de cluster CCR que tenha o FSE instalado em outro nó sem o FSE instalado.

  • Você não pode executar uma instalação remota de um cluster CCR. Use uma sessão do servidor de terminal.

  • Use o Administrador de Cluster para verificar se os Recursos de Cluster do Exchange estão online no nó ativo antes de instalar o FSE. Caso não estejam, o nó será detectado como passivo.

  • Quando você instala o FSE em um cluster CCR, o caminho de instalação deve ser igual para os dois nós.

Instale o FSE primeiro no nó ativo e depois no nó passivo, seguindo as instruções para instalações de cluster contidas no “Guia de Instalação de Cluster do Forefront Security para Exchange Server”, disponível na TechNet.

  • Para instalações de Cluster de Cópia Única, o grupo de cluster deve ter o mesmo nome que o recurso Nome de Rede; caso contrário, ocorrerá falha na instalação do FSE.

Instalar em clusters é complicado devido à configuração e à nomeação dos recursos no administrador de cluster. O desenvolvimento e o teste da instalação de cluster consideravam as configurações padrão no Administrador de Cluster; isso levou a alguma confusão e a problemas de instalação. Problemas poderão surgir se houver alterações de nome no Administrador de Cluster, gerando mais confusão durante a instalação.

O processo de instalação usa o nome do recurso para extrair a letra da unidade da instalação. Durante a instalação, o sistema solicita ao usuário uma unidade compartilhada e uma pasta de cluster. Com base nas pressuposições listadas, os resultados das várias combinações estão listados abaixo.

Considere a seguinte configuração no administrador de cluster:

 

Nomes de recurso Caminho físico Tipo

Disco E:

E:

Unidade compartilhada

Diskf

F:

Unidade compartilhada

Disco G:

G:

Unidade compartilhada

Mtptdr

F:\mpd

Ponto de montagem

Gmpd

G:\mpd2

Ponto de montagem

Para instalações de unidade compartilhada:

 

Nome do recurso de disco da unidade compartilhada Pasta de cluster Caminho que o Forefront usa

E:

Cluster do Forefront

E:\Forefront Cluster

Diskf

Cluster do Forefront

F:\Forefront Cluster

E:

Test\Forefront Cluster

E:\test\Forefront Cluster

F:\mtpdr

Cluster do Forefront

X – sem correspondência nos nomes de recurso

F:\mpd

Cluster do Forefront

X – sem correspondência nos nomes de recurso

E:\test

Cluster do Forefront

X – sem correspondência nos nomes de recurso

F:

Cluster do Forefront

X – sem correspondência nos nomes de recurso

Para instalações em unidade de ponto de montagem:

 

Nome do recurso de disco da unidade compartilhada Pasta de cluster Caminho que o Forefront usa

G:

mpd2\Forefront Cluster

gmpd\Forefront Cluster

Diskf

mpd\Forefront Cluster

F:\mpd\Forefront Cluster

Mpd

Cluster do Forefront

X – nenhuma unidade associada ao recurso de ponto de montagem

E:

mpd\Forefront Cluster

X - instalará, mas não no ponto de montagem. Será instalado em E:\mpd\Forefront Cluster

G:

gmpd\Forefront Cluster

X – instalará, mas não no ponto de montagem. Será instalado em g:\gmpd\Forefront Cluster

  • Deve haver pelo menos um nó passivo.

  • O Forefront oferece suporte a qualquer número de nós ativos e a um ou mais nós passivos.

  • Cada nó pode executar apenas um Servidor de Caixas de Correio em Cluster (CMS) por vez.

  • Devem ser executados failovers no nó passivo.

  • Todos os dados de configuração são armazenados na unidade compartilhada, por isso nós passivos e ativos terão as mesmas configurações.

 
Mostrar: