Iiscnfg.vbs: script de configuração do IIS

Iiscnfg.vbs: script de configuração do IIS

Importa e exporta alguns ou todos os elementos de uma metabase do IIS (Serviços de Informações da Internet) em um computador local ou remoto, ou copia toda a configuração do IIS (metabase e esquema) em outro computador para replicar uma configuração. O iiscnfg executa estas funções:

Para exibir a sintaxe do comando, clique em um comando:

iiscnfg /export

Copia uma metabase do IIS, toda ou parte dela, para um arquivo XML, em um formato criptografado ou não. O arquivo XML poderá, então, ser usado em uma operação import para copiar toda ou parte da metabase para outra configuração de IIS.

Sintaxe

iiscnfg[.vbs] /export /f [Caminho\]Nome_do_Arquivo.xml /sp Caminho_da_Metabase [/d Senha_de_Criptografia] [/inherited] [/children] [/s Computador [/u [Domínio\]Usuário [/p Senha]]]

Parâmetros

/f [Caminho\]Nome_do_Arquivo.xml
Obrigatório. Especifica um nome exclusivo e o local para o arquivo de exportação. Se for especificado um arquivo existente ou se os diretórios do caminho não existirem, o comando falhará. O caminho do arquivo deve ser local. Durante a exportação de um arquivo de um computador remoto, o parâmetro /f refere-se a um caminho no computador remoto.
/sp Caminho_da_Metabase
Obrigatório. Especifica as chaves de metabase a serem exportadas. Digite o caminho de uma metabase para identificar as chaves selecionadas.
/d Senha_de_Criptografia
Criptografa o arquivo de exportação com a senha especificada. É possível usar qualquer seqüência de caracteres como senha. O parâmetro /d cria um arquivo de exportação seguro criptografando a chave de sessão e as propriedades seguras com a senha especificada. Você deve fornecer a senha para usar o arquivo em uma operação import. Se esse parâmetro, ou o argumento de senha, for omitido, o arquivo de exportação será criptografado com uma senha em branco. Como conseqüência, apenas as propriedades seguras serão criptografadas e qualquer administrador poderá usar o arquivo de exportação para importar a configuração de metabase.
/inherited
Adiciona as propriedades herdadas das chaves exportadas para o arquivo de exportação. Sem esse parâmetro, o arquivo de exportação não incluirá as propriedades herdadas das chaves de nível mais alto.
/children
Adiciona, de modo recursivo, as subchaves da chave especificada ao arquivo de exportação.
/s Computador
Executa o script no computador remoto especificado. Digite o nome do computador ou o endereço IP sem barras invertidas. Por padrão, o script é executado no computador local.
/u [Domínio\]Usuário
Executa o script com as permissões da conta de usuário especificada. É necessário que essa conta faça parte do grupo Administradores no computador remoto. Por padrão, o script é executado com as permissões do usuário atual do computador local.
/p Senha
Especifica a senha da conta de usuário especificada no parâmetro /u. Se você omitir esse parâmetro, o script solicitará o fornecimento da senha e obscurecerá o texto digitado.
/?
Exibe ajuda no prompt de comando.

Comentários

  • Para executar este procedimento, você deve ser membro do grupo Administradores no computador local ou deve ter recebido a autoridade adequada. Se o computador fizer parte de um domínio, é possível que os membros do grupo Administradores de domínio possam executar esse procedimento. Como prática recomendada de segurança, considere o uso de Executar como para executar este procedimento.
  • Coloque entre aspas os elementos do caminho da metabase que contêm espaços. Coloque entre aspas apenas o elemento com espaços e não, o caminho inteiro. Por exemplo, digite "Site FTP Padrão"/IISAdmin em vez de "Site FTP Padrão/IISAdmin".

Exemplos

Os exemplos a seguir mostram como usar iiscnfg /export em situações específicas.

Exportar a configuração de um site

O comando a seguir exporta a configuração do site Finanças para o arquivo C:\Finanças\Finanças.xml. O comando usa o parâmetro /sp para especificar o caminho da metabase do site, /lm/W3SVC/2, e o parâmetro /children para exportar todas as subchaves da configuração. Ele também usa o parâmetro /inherited para incluir as propriedades herdadas no arquivo de exportação. Isso assegura que a configuração do site retenha essas propriedades, mesmo quando importada para um sistema diferente.

iiscnfg /export /f c:\finanças\finanças.xml /sp /lm/w3svc/2 /children /inherited

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem de êxito:

Configuration exported from /lm/w3svc/2 to file c:\finance\finance.xml

O arquivo resultante incluirá todas as chaves e subchaves dentro do caminho /lm/w3svc/2. Incluirá também uma chave IisInheritedProperties que contém os valores de todas as propriedades herdadas.

Exportar toda a configuração do IIS do computador local

O comando a seguir exporta a configuração do IIS do computador local para o arquivo D:\IIStest\Config.xml. Ele usa o parâmetro /f para especificar o nome do arquivo e o local, e o parâmetro /sp para especificar a chave raiz (/) da metabase. O parâmetro /children adiciona todas as subchaves da chave raiz, recursivamente, ao arquivo de exportação. (Sem o parâmetro /children, apenas a chave raiz será exportada.) Por fim, o comando usa o parâmetro /d e uma senha para criptografar o arquivo de exportação.

iiscnfg /export /f d:\iistest\config.xml /sp / /children /d p@sswoRd61

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem de êxito:

Path / has been exported to d:\iistest\config.xml

Observe que mesmo uma exportação completa da configuração não é idêntica ao arquivo Metabase.xml do sistema. A chave de sessão, as ACLs (listas de controle de acesso) e as senhas diferem.

Além disso, não é possível saber se o arquivo de exportação está criptografado só olhando para ele. No entanto, se comparar uma versão criptografada com uma não criptografada do mesmo arquivo, você poderá ver que os valores das propriedades seguras mudaram na versão criptografada. Portanto, o arquivo não poderá ser usado em um comando import sem a senha.

iiscnfg /import

Adiciona as configurações de um arquivo de exportação de metabase XML à metabase de um servidor IIS.

Sintaxe

iiscnfg[.vbs] /import /f [Caminho\]Nome_do_Arquivo /sp Caminho_de_Origem /dp Caminho_de_Destino [/d Senha_de_Criptografia] [/children] [/inherited] [/merge] [/s Computador [/u [Domínio\]Usuário [/p Senha]]]

Parâmetros

/f [Caminho\]Nome_do_Arquivo
Obrigatório. Especifica o caminho e o nome do arquivo de origem XML. O caminho do arquivo deve ser local. Durante a importação de um arquivo para um computador remoto, o parâmetro /f refere-se a um caminho no computador remoto.
/sp Caminho_da_Origem
Obrigatório. Especifica o local no arquivo XML das chaves que estão sendo importadas. Digite o caminho da metabase como ele é exibido no arquivo XML. Para importar todas as chaves do arquivo de origem, digite o caminho da metabase da chave raiz.
/dp Caminho_de_Destino
Obrigatório. Especifica onde, na metabase, serão colocadas as chaves importadas. Digite o caminho de uma metabase. Se você especificar um caminho que já existe na metabase, as chaves importadas substituirão as chaves atuais naquele caminho de metabase sem aviso.
/d Senha_de_Criptografia
Especifica a senha que foi usada para criptografar os dados da configuração. Este parâmetro é obrigatório quando o arquivo de configuração está criptografado. Se não for fornecida a senha para um arquivo criptografado ou, se a senha fornecida estiver incorreta, o comando falhará.
/children
Importa, recursivamente, as subchaves da chave especificada.
/inherited
Importa as propriedades herdadas das chaves. Este parâmetro só terá efeito quando o arquivo de origem contiver propriedades herdadas.
/merge
Combina as chaves do arquivo XML com as existentes na metabase. Sem este parâmetro, as chaves do arquivo XML substituirão as existentes no mesmo caminho de metabase. O parâmetro /merge adiciona chaves à metabase existente apenas no arquivo XML, retém na metabase as chaves que não estão no arquivo XML, e aplica os valores contidos no arquivo XML quando uma chave aparece tanto no arquivo XML quanto na metabase.
/s Computador
Executa o script no computador remoto especificado. Digite o nome do computador ou o endereço IP sem barras invertidas. Por padrão, o script é executado no computador local.
/u [Domínio\]Usuário
Executa o script com as permissões da conta de usuário especificada. É necessário que essa conta faça parte do grupo Administradores no computador remoto. Por padrão, o script é executado com as permissões do usuário atual do computador local.
/p Senha
Especifica a senha da conta de usuário especificada no parâmetro /u. Se você omitir esse parâmetro, o script solicitará o fornecimento da senha e obscurecerá o texto digitado.
/?
Exibe ajuda no prompt de comando.

Comentários

  • Para executar este procedimento, você deve ser membro do grupo Administradores no computador local ou deve ter recebido a autoridade adequada. Se o computador fizer parte de um domínio, é possível que os membros do grupo Administradores de domínio possam executar esse procedimento. Como prática recomendada de segurança, considere o uso de Executar como para executar este procedimento.
  • Coloque entre aspas os elementos do caminho da metabase que contêm espaços. Coloque entre aspas apenas o elemento com espaços e não o caminho inteiro. Por exemplo, digite "Site FTP Padrão"/IISAdmin em vez de "Site FTP Padrão/IISAdmin".
  • A chave importada deve ser do tipo esperado na sua nova posição no caminho da metabase. Se a chave não for do tipo esperado, a configuração não funcionará corretamente. Por exemplo, não importe a configuração de log de eventos (/LM/Logging) para um caminho da configuração de site, como /LM/W3SVC/3.
  • As alterações feitas pelo iiscnfg.vbs entram em vigor imediatamente. O arquivo MetaBase.xml refletirá essas alterações quando ele for atualizado (a cada cinco minutos ou a cada 50 alterações).

Exemplos

Os exemplos a seguir mostram como usar iiscnfg /import em situações específicas.

Importar um site de um arquivo de exportação

O comando a seguir importa a configuração do site Novo_Site do arquivo C:\Config.xml para a metabase.

O comando usa o parâmetro /f para especificar o nome e o local do arquivo de origem. Ele usa o parâmetro /sp (caminho de origem) para indicar o local no arquivo Config.xml das chaves que você deseja importar. Neste caso, a configuração de Novo_Site localiza-se no caminho /lm/w3svc/5 do arquivo Config.xml. Em seguida, ele usa o parâmetro /dp (caminho de destino) para especificar o local da metabase onde devem ser colocadas as chaves importadas. Neste caso, as chaves de configuração de Novo_Site devem ser importadas para o local /lm/w3svc/3 da metabase. Por fim, o parâmetro /children é usado para incluir as chaves filhas de /lm/w3svc/5 na operação import. Sem o parâmetro /children, apenas a raiz do site seria importada.

Lembre-se de que a operação /import substitui sem aviso. Se a metabase já tiver chaves na posição /lm/w3svc/3, elas serão substituídas pelas chaves importadas.

iiscnfg.vbs /import /f c:\config.xml /sp /lm/w3svc/5/Raiz/Novo_Site /dp /lm/w3svc/3 /children

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem de êxito:

Configuration imported from /lm/w3svc/5 in c:\config.xml to /lm/w3svc/3 in the Metabase.

Como resultado desse comando, a configuração de Novo_Site será exibida no IIS como o terceiro site, com o caminho de metabase /lm/W3SVC/3.

Importar uma configuração de log para um computador remoto

O procedimento a seguir importa a configuração de log de C:\IISLog.xml para a metabase do IIS de um computador remoto. É possível usar este método, ou uma extensão dele, para propagar uma configuração para um grupo de servidores.

O procedimento de importação de uma configuração de log para um computador remoto tem duas etapas:

  1. Copiar o arquivo de origem para um computador remoto. (O iiscnfg.vbs não permite caminhos remotos no parâmetro /f.)
  2. Importar a configuração para o IIS.

O primeiro comando copia o arquivo iislog.xml para o servidor remoto, Svr126:

copy IISLog.xml \\Svr126\c$

O segundo comando importa iislog.xml para a configuração do IIS de Svr126. O parâmetro /f é usado para identificar o arquivo de origem; o parâmetro /sp, para especificar o caminho da metabase /LM/Logging/Log Personalizado a ser importada; e o parâmetro /dp, para colocar as chaves importadas no mesmo local na configuração de destino, /LM/Logging/Log Personalizado. (Coloque entre aspas os elementos de caminho que incluem espaços.) O parâmetro /children é usado para importar todas as subchaves da chave Logging.

Para funcionar em Svr126, o parâmetro /s é utilizado para especificar o servidor, e os parâmetros /u e /p são utilizados para executar o script com as permissões da conta de administrador do usuário no computador remoto.

iiscnfg /import /f C:\IISLog.xml /sp "/lm/logging/log personalizado" /dp "/lm/logging/log personalizado" /children /s Svr126 /u Svr126\Administrator /p p@ssword1#

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem de êxito:

Conectando-se ao servidor ... Concluído. Configuração importada de /lm/logging/custom logging no arquivo C:\IISLogging.xml para /lm/logging/custom efetuando login na Metabase.

Como resultado, a chave /LM/Logging/Log Personalizado e suas subchaves foram copiadas da metabase local para a metabase do servidor Svr126.

Mesclar um diretório virtual com um site

Este exemplo demonstra como o parâmetro /merge funciona comparando uma operação import padrão com uma operação import que utiliza o parâmetro /merge.

Os dois comandos atualizam as propriedades do diretório virtual Investimentos de um site usando o mesmo arquivo de importação, Invest_dirv.xml.

O exemplo a seguir mostra como a chave da metabase Investimentos é executada antes das operações import. (Este exemplo foi tomado de um backup da metabase criado com Iisback.vbs: script de gerenciamento de backup do IIS).

Metabase antes da importação

<IIsWebVirtualDirLocation ="/LM/W3SVC/1509060625/root/Investimentos" AccessFlags="AccessRead | AccessScript" AppFriendlyName="Investimentos" AppIsolated="2" AppRoot="/LM/W3SVC/1509060625/Root/Investimentos" DirBrowseFlags="DirBrowseShowDate | DirBrowseShowTime | DirBrowseShowSize | DirBrowseShowExtension | DirBrowseShowLongDate | EnableDefaultDoc" Caminho="E:\public\Download" > </IIsWebVirtualDir>

O exemplo a seguir mostra o conteúdo do arquivo Invest_dirv.xml que será usado nas operações import. (Este exemplo foi criado exportando a chave da metabase Investimentos e editando o arquivo de exportação.)

Observe que as seguintes propriedades da chave Investimentos foram alteradas no arquivo XML:

  • O valor da propriedade AccessFlags foi alterado.
  • A propriedade AuthFlags foi adicionada.
  • A propriedade DirBrowseFlags foi omitida.

Conteúdo do arquivo de importação

<IIsWebVirtualDirLocation ="/LM/W3SVC/1509060625/root/Investimentos" AccessFlags="AccessRead" AuthFlags="AuthAnonymous | AuthNTLM" AppFriendlyName="Investimentos" AppIsolated="2" AppRoot="/LM/W3SVC/1509060625/Root/Investimentos" Caminho="E:\public\Download" > </IIsWebVirtualDir>

Comando 1: importação padrão

O comando a seguir importa o arquivo Invest_dirv.xml para a metabase sem usar o parâmetro /merge. O comando instrui o IIS a substituir a chave Investimentos contida na metabase pela chave Investimentos contida no arquivo XML.

O comando utiliza o parâmetro /f para especificar o arquivo de importação e utiliza o mesmo caminho de metabase nos parâmetros do caminho de origem (/sp) e do caminho de destino (/dp).

iiscnfg /import /f e:\iistest\Invest_dirv.xml /sp /LM/W3SVC/1509060625/raiz/Investimentos /dp /LM/W3SVC/1509060625/raiz/Investimentos

Como resultado do comando, a chave Investimentos contida na metabase é agora idêntica à chave Investimentos contida no arquivo de importação Invest_dirv.xml.

Comando 2: importar e mesclar

O comando a seguir mescla a chave Investimentos contida no arquivo Invest_dirv.xml na metabase. O parâmetro /merge instrui o IIS a adicionar as novas propriedades do arquivo de importação à metabase, a deixar inalteradas as propriedades da metabase que não estão no arquivo de importação, e a aplicar o valor do arquivo de importação quando uma propriedade aparecer tanto no arquivo de importação quanto na metabase.

O comando é idêntico ao Comando 1, excetuando o parâmetro /merge que foi adicionado.

iiscnfg /import /f e:\iistest\Invest_dirv.xml /sp /LM/W3SVC/1509060625/raiz/Investimentos /dp /LM/W3SVC/1509060625/raiz/Investimentos /merge

Como resultado do comando, o conteúdo da chave Investimentos contida na metabase será uma combinação das suas origens, como é mostrado no exemplo a seguir.

Observe que as seguintes propriedades da chave Investimentos da metabase foram alteradas:

  • O valor da propriedade AccessFlags, que aparecia na metabase e no arquivo XML, foi alterado. O valor contido no arquivo XML aparece agora na metabase.
  • A propriedade AuthFlags, que aparecia apenas no arquivo XML, foi adicionada.
  • A propriedade DirBrowseFlags, que aparecia apenas na metabase, não foi alterado.
<IIsWebVirtualDirLocation ="/LM/W3SVC/1509060625/root/Investimentos" AccessFlags="AccessRead" AppFriendlyName="Investimentos" AppIsolated="2" AppRoot="/LM/W3SVC/1509060625/Root/Investimentos" AuthFlags="AuthAnonymous | AuthNTLM" DirBrowseFlags="DirBrowseShowDate | DirBrowseShowTime | DirBrowseShowSize | DirBrowseShowExtension | DirBrowseShowLongDate | EnableDefaultDoc" Caminho="E:\public\Download" > </IIsWebVirtualDir>

iiscnfg /copy

Copia a metabase e o esquema do IIS de um computador para outro.

Sintaxe

iiscnfg[.vbs] /copy /ts Computador_de_Destino /tu Usuário_de_Destino /tp Senha_de_Destino [/s Computador [/u [Domínio\]Usuário [/p Senha]]]

Parâmetros

/tsComputador_de_Destino
Obrigatório. Copia a metabase do IIS para o computador especificado. Digite o endereço IP ou o nome do computador sem barras invertidas.
/tuUsuário_de_Destino
Obrigatório. Especifica a conta usada para se conectar ao computador de destino. Digite uma conta de usuário no formato [Domínio]\Usuário. É necessário que essa conta faça parte do grupo Administradores no computador de destino. Esse parâmetro é obrigatório, mesmo quando o usuário atual do computador local é um administrador do computador de destino.
/tpSenha_de_Destino
Obrigatório. Especifica a senha da conta definida pelo parâmetro /tu.
/sComputador
Copia a metabase do IIS do computador remoto especificado para o computador de destino. Esse parâmetro executa o script no computador remoto. Digite o nome ou o endereço IP de um computador remoto sem barras invertidas. O padrão é o computador local.
/u [Domínio\]Usuário
Executa o script com as permissões da conta de usuário especificada. O padrão é o usuário atual do computador local. Esse parâmetro é obrigatório quando o usuário atual não é administrador do computador remoto.
/pSenha
Especifica a senha da conta de usuário especificada no parâmetro /u. Se ele for omitido, o IISCnfg solicitará que você forneça a senha e obscurecerá o texto digitado.
/?
Exibe ajuda no prompt de comando.

Comentários

  • Para executar este procedimento, você deve ser membro do grupo Administradores no computador local ou deve ter recebido a autoridade adequada. Se o computador fizer parte de um domínio, é possível que os membros do grupo Administradores de domínio possam executar esse procedimento. Como prática recomendada de segurança, considere o uso de Executar como para executar este procedimento.
  • Por padrão, o IISCnfg copia a metabase do computador local para o computador de destino especificado pelo parâmetro /ts. Contudo, é possível usar o parâmetro /s para copiar a metabase de outro computador para o computador de destino.
  • A operação de cópia usa Iisback.vbs: script de gerenciamento de backup do IIS para fazer um backup da metabase de origem e do esquema. Em seguida, ela copia os arquivos de backup (.MDX e .SCX) para o computador de destino e usa Iisback.vbs: script de gerenciamento de backup do IIS para substituir a metabase e o esquema do computador de destino por um cópia de backup. Embora essas operações possam ser feitas manualmente, a operação copy do IISCnfg oferece um método conveniente e único para replicar a configuração do IIS.
  • A operação copy não copia o conteúdo do servidor associado à configuração do IIS, como páginas da Web e arquivos FTP.
  • A operação copy altera as propriedades específicas do computador e do sistema na metabase para que elas sejam válidas no computador de destino. Contudo, os caminhos de diretórios ou arquivos não são alterados. Como resultado, os caminhos da configuração talvez não sejam válidos no computador de destino.

Exemplos

Os exemplos a seguir mostram como usar iiscnfg /copy em situações específicas.

Copiar a configuração do IIS do computador local

O comando a seguir copia a configuração do IIS do computador local para o servidor SVR01. O comando utiliza o parâmetro /ts para identificar o servidor de destino e os parâmetros /tu e tp para fornecer a conta de administrador e senha do usuário no servidor SVR01.

iiscnfg /copy /ts SVR01 /tu SVR01\Admin06 /tp P@ssWord6

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem de êxito:

Fazendo backup do servidor 127.0.0.1 Backup concluído.

O endereço IP, 127.0.0.1, é o endereço de auto-retorno e faz referência genérica ao computador local. Esse endereço é usado apenas ao copiar a configuração do computador local.

Copiar a configuração do IIS de um computador remoto

O comando a seguir copia a configuração do IIS de um computador remoto, SRV06, para o servidor MAINBKP. O comando utiliza o parâmetro /s para identificar o computador remoto e o parâmetro /u para fornecer a senha de administrador do usuário no computador SRV06. Ele também utiliza o parâmetro /ts para identificar o servidor de destino e os parâmetros /tu e tp para fornecer a conta de administrador e senha do usuário no servidor MAINBKP.

Ao contrário do parâmetro /p, que é opcional, o parâmetro /tp é obrigatório. Se ele for omitido, o comando falhará.

iiscnfg /copy /s SRV06 /u Domain01\Admin01 /ts MAINBKP /tu MAINBKP\Admin01 /tp P@ssWord6

Como resposta, o iiscnfg.vbs solicitará a senha da conta especificada pelo parâmetro /u. (Ele não ecoa os caracteres da senha digitados.) Então, após confirmar a senha, ele copia a configuração e exibe uma mensagem indicando que a operação copy obteve êxito.

Digite a senha: Processando... Fazendo backup do servidor SRV06 Backup concluído.

iiscnfg /save

Salva a metabase e o esquema do IIS em disco.

Sintaxe

iiscnfg[.vbs] /save [/s Computador [/u [Domínio\]Usuário [/p Senha]]]

Parâmetros

/sComputador
Copia a metabase do IIS do computador remoto especificado para o computador de destino. Esse parâmetro executa o script no computador remoto. Digite o nome ou o endereço IP de um computador remoto sem barras invertidas. O padrão é o computador local.
/u [Domínio\]Usuário
Executa o script com as permissões da conta de usuário especificada. O padrão é o usuário atual do computador local. Esse parâmetro é obrigatório quando o usuário atual não é administrador do computador remoto.
/pSenha
Especifica a senha da conta de usuário especificada no parâmetro /u. Se ele for omitido, o IISCnfg solicitará que você forneça a senha e obscurecerá o texto digitado.
/?
Exibe ajuda no prompt de comando.

Comentários

  • Para executar este procedimento, você deve ser membro do grupo Administradores no computador local ou deve ter recebido a autoridade adequada. Se o computador fizer parte de um domínio, é possível que os membros do grupo Administradores de domínio possam executar esse procedimento. Como prática recomendada de segurança, considere o uso de Executar como para executar este procedimento.
  • As alterações feitas na metabase, usando scripts ou o <b>Gerenciador do IIS</b>, são gravadas na memória primeiro e em disco na próxima atualização agendada, que pode ser alguns minutos mais tarde. Como resultado, um administrador fazer alterações na metabase e, em seguida, abrir metabase.xml e verificar que não há sinais das alterações. O comando /save no iiscnfg.vbs resolve o problema salvando as alterações no disco imediatamente.

Exemplos

Os exemplos a seguir mostram como usar iiscnfg /save em situações específicas.

Salvar a configuração do IIS do computador local

O comando a seguir salva a configuração do IIS no disco do computador local.

iiscnfg /save

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem de êxito:

Configuração salva.

Salvar a configuração do IIS de um computador remoto

O comando a seguir salva a configuração do IIS no disco do computador local.

iiscnfg /save /s ServidorDeOrigem /u Administrador /p Kj30W

Como resposta, o iiscnfg.vbs exibirá a seguinte mensagem:

Configuração salva.

Comentários

  • O IISCnfg.vbs importa e exporta as informações, totais ou parciais, de configuração que o IIS armazena na metabase de um servidor IIS. A operação /copy copia a metabase inteira e o esquema do servidor IIS para o computador de destino. A operação /save copia a metabase inteira e o esquema do servidor IIS em um disco do computador de destino.
  • Iisback.vbs: script de gerenciamento de backup do IIS, o script de Gerenciamento de Backup do IIS, também salva e restaura um configuração de IIS. No entanto, o iisback.vbs faz backup de toda a metabase e do esquema. Não é possível usá-lo para salvar ou restaurar elementos selecionados de uma configuração.
  • A operação de cópia (/copy) do IISCnfg substitui a funcionalidade do IISSync.vbs e do IISRepl.vbs, ferramentas incluídas anteriormente no Windows.
  • Requisitos do iiscnfg:
    • O computador que emitir o comando deverá estar executando o Windows XP ou um sistema operacional Windows Server 2003. É necessário que o usuário seja membro do grupo <b>Administradores</b> em qualquer computador afetado pelo comando.
    • É necessário que o computador afetado pelo comando esteja executando o Windows Server 2003 com o IIS (Serviços de Informações da Internet) 6.0.
  • A metabase de um servidor IIS contém propriedades específicas do sistema e do computador. Não importe a configuração de um servidor IIS para outro sem modificação. Em vez disso, use Iisback.vbs: script de gerenciamento de backup do IIS ou a operação de cópia (/copy) do IISCnfg, que substituem as propriedades específicas do sistema e do computador para que a configuração seja válida no computador de destino. Para obter informações sobre a importação e exportação de uma metabase do IIS, procure Importação e exportação da metabase na Ajuda do IIS 6.0.
  • O iiscfng.vbs exibirá uma mensagem "Conectando-se ao servidor" enquanto se conecta ao serviço IIS no computador especificado. Essa mensagem será exibida sempre que você usar o iiscnfg.vbs, seja em um computador local ou remoto.
  • O iiscnfg.vbs oferece uma opção para incluir as propriedades herdadas no arquivo de exportação. Se você selecionar essa opção, o iiscnfg.vbs adicionará as propriedades herdadas das chaves exportadas a uma chave IIsInheritedProperties no arquivo de exportação. Ao importar chaves desse arquivo, você pode optar por importar as propriedades herdadas com as chaves.
    Quando as propriedades herdadas são importadas, as chaves importadas retêm as propriedades que herdaram da configuração exportada. Se as propriedades herdadas não forem importadas, as chaves herdarão as propriedades da configuração importada.
  • Para impedir o uso não autorizado dos arquivos de exportação, o IISCnfg.vbs permite criptografar o arquivo de exportação com uma senha. A senha criptografa a chave da sessão que, por sua vez, criptografa todas as propriedades cujo atributo de segurança foi definido.
    É possível ler um arquivo de exportação criptografado (apenas a chave de sessão e as propriedades seguras são criptografadas), bem como excluir o arquivo. No entanto, não é possível usar o arquivo de exportação em uma operação /import a menos que seja fornecida a senha de criptografia. Além disso, você não poderá remover a criptografia de senha de um arquivo de exportação nem alterar a senha de criptografia.
    Se você não usar a criptografia de senha, a chave de sessão e as propriedades seguras serão criptografadas com uma senha em branco, o que o impedirá de lê-las, mas permitirá que qualquer membro do grupo Administradores importe a metabase do arquivo de exportação. Nem o IIS 5.1 nem o 6.0. dão suporte para criptografia de chave de computador dos arquivos de exportação.

Legenda da formatação

 

Formato Significado

Itálico

Informações que o usuário deve fornecer

Negrito

Elementos que o usuário deve digitar exatamente como é exibido

Reticências (...)

Parâmetro que pode ser repetido várias vezes em uma linha de comando

Entre colchetes ([])

Itens opcionais

Entre chaves ({}); opções separadas por barra vertical (|). Exemplo: {even|odd}

Conjunto de opções entre as quais o usuário deve escolher apenas uma

Courier font

Saída de código ou de programa

Consulte também

Contribuições da comunidade

Mostrar: