Este artigo foi traduzido por máquina. Para visualizar o arquivo em inglês, marque a caixa de seleção Inglês. Você também pode exibir o texto Em inglês em uma janela pop-up, movendo o ponteiro do mouse sobre o texto.
Tradução
Inglês

Codificação

Exibe ou altera a criptografia de pastas e arquivos em volumes NTFS. Se usado sem parâmetros, cipher exibe o estado de criptografia da pasta atual e quaisquer arquivos que nela contidos.

Para obter exemplos de como usar esse comando, consulte exemplos.

Sintaxe



cipher [/e | /d | / c] [/ s: <Directory>] [/b] [/h] [caminho [...]]cipher /r: de /kcipher <FileName>[/smartcard] cipher /u [/n] cipher /w: <Directory> cipher /x [: efsfile] /adduser de /ycipher de codificação [nome_do_arquivo] [/ certhash: <Hash>| / certfile: <FileName>] [/ s:Directory] [/b] [/h] [caminho [...]]cipher /removeuser /certhash: <Hash>[/ s: <Directory>] [/b] [/h] [<PathName>[...]]cipher /rekey [caminho [...]]

Parâmetros

Parâmetros Descrição

/b

Será anulada se for encontrado um erro. Por padrão, cipher continua sendo executado mesmo se erros são encontrados.

/c

Exibe informações sobre o arquivo criptografado.

/d

Descriptografa os arquivos especificados ou diretórios.

/e

Criptografa arquivos especificados ou diretórios. Pastas são marcadas para que os arquivos adicionados posteriormente sejam criptografados.

/h

Exibe arquivos com ocultos ou atributos do sistema. Por padrão, esses arquivos não são criptografados ou descriptografados.

/k

Cria um novo certificado e chave para uso com arquivos de sistema de arquivos com criptografia (EFS). Se o parâmetro /k for especificado, todos os outros parâmetros serão ignorados.

/r: <FileName>[/smartcard]

Gera uma chave de agente de recuperação EFS e o certificado e, em seguida, grava-os em um arquivo. pfx (contendo o certificado e chave privada) e um arquivo. cer (contendo apenas o certificado). Se /smartcard for especificado, ele grava a chave de recuperação e o certificado para um cartão inteligente e nenhum arquivo. pfx é gerado.

/s: <Directory>

Executa a operação especificada em todos os subdiretórios do diretórioespecificado.

/u [/n]

Localiza arquivos todos criptografados nas unidades locais. Se usado com o parâmetro /n , nenhuma atualização é feita. Se usado sem /n, /u compara a chave de criptografia de arquivo do usuário ou do agente de recuperação para os atuais e atualiza-los se eles foram alterados. Esse parâmetro funciona somente com /n.

/w: <Directory>

Remove os dados do espaço de disco não utilizado disponível em todo o volume. Se você usar o parâmetro /w , todos os outros parâmetros serão ignorados. O diretório especificado pode ser localizado em qualquer lugar em um volume local. Se for uma montagem aponte ou aponta para um diretório em outro volume, os dados no volume é removido.

/x [: efsfile] [<FileName>]

Faz o backup do certificado EFS e chaves para o nome de arquivo especificado. Se usado com : efsfile, /x faz backup s do usuário que foram usadas para criptografar o arquivo. Caso contrário, o usuário atual certificado EFS e chaves de backup.

/y

Exibe a miniatura do certificado EFS atual no computador local.

/adduser [/ certhash: <Hash>| / certfile: <FileName>]

Adiciona um usuário os arquivos criptografados especificados. Se usado com /certhash, cipher procura um certificado com o hash SHA1 especificado. Se usado com /certfile, cipher extrai o certificado de nome de arquivo especificado.

/rekey

Atualiza os arquivos criptografados especificados para usar a chave EFS atualmente configurada.

/RemoveUser /certhash: <Hash>

Remove um usuário de arquivos especificados. O Hash fornecido para /certhash deve ser o hash SHA1 do certificado para remover.

/?

Exibe a Ajuda no prompt de comando.

Comentários

  • Se o diretório pai não é criptografado, um arquivo criptografado pode ser descriptografado ao ser modificado. Portanto, ao criptografar um arquivo, você também deverá criptografar a pasta pai.

  • Um administrador pode adicionar o conteúdo de um arquivo. cer para a diretiva de recuperação EFS para criar o agente de recuperação para usuários e, em seguida, importar o arquivo. pfx para recuperar arquivos individuais.

  • Você pode usar vários nomes de diretório e caracteres curinga.

  • Você deve colocar espaços entre os vários parâmetros.

Exemplos

Para exibir o status da criptografia de cada um dos arquivos e subpastas na pasta atual, digite:



codificação

Diretórios e arquivos criptografados são marcados com um E. Diretórios e arquivos não criptografados são marcados com um U. Por exemplo, a seguinte saída indica que o diretório atual e todo seu conteúdo é criptografados no momento:



Listagem C:\Users\MainUser\Documents\New arquivos adicionados a esse diretório não será criptografado.

U PrivateU hello.docU hello.txt

Para ativar a criptografia no diretório particular usada no exemplo anterior, digite:



cipher /e particular

Exibe a seguinte saída:



Criptografando arquivos em C:\Users\MainUser\Documents\Private [OK] 1 arquivo (s) [ou pasta (s)] dentro de 1 pasta (s) foram criptografados.

O comando cipher exibe a seguinte saída:



Listagem C:\Users\MainUser\Documents\New arquivos adicionados a esse diretório não será criptografado.

PrivateU e hello.docU hello.txt

Observe o diretório particular está marcado como criptografado.

Referências adicionais

Contribuições da comunidade

ADICIONAR
Mostrar: