Alguma sugestão? Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo
Este artigo foi traduzido manualmente. Coloque o ponteiro do mouse sobre as frases do artigo para ver o texto original.
Tradução
Original

Criando sua infraestrutura de nuvem: Visão geral do cenário

 

Aplica-se a: Windows Server 2012

Uma visão geral do processo para a criação de sua infraestrutura de nuvem no Windows Server ® 2012 para criar uma infraestrutura de nuvens públicas e privadas, incluindo uma descrição do cenário, seus aplicativos práticos, funções e serviços que o habilitam e links para tópicos que descrevem como implantá-lo.

Você quis dizer…

  1. Nuvem privada  

  2. Nuvem pública - Software como um Serviço

  3. Nuvem pública - Plataforma como um Serviço

O processo para criar sua infraestrutura de nuvens usa uma combinação de Hyper-V, clustering de failover, armazenamento e tecnologias de rede para criar mais facilmente uma infraestrutura de nuvem da Microsoft. O Windows Server 2012 apresenta um número significativo de novos recursos que oferecem todas as funções necessárias para a criação de uma infraestrutura de nuvem eficaz em uma plataforma aberta. Ao usar automação, ter uma plataforma aberta e ser baseada em padrões, uma nuvem de nuvem baseada em Windows Server 2012 diminui o custo total de propriedade e reduz a susceptibilidade a falhas devido a problemas de interoperabilidade. A plataforma aberta do Windows Server 2012 permite que os parceiros estendam a funcionalidade para além do que ela é na plataforma.

Os tópicos a seguir do processo de criação da infraestrutura de nuvem permite desenvolver um cluster Hyper-V para hospedar as máquinas virtuais de uma nuvem IaaS, configurar a nuvem e executar operações como o carregamento de máquinas virtuais existentes e a manutenção de máquinas virtuais:

Criar nuvens de nuvem com o Windows Server 2012 é muito mais simples do que as versões anteriores do Windows Server por causa do suporte interno ao seguinte:

  • Multi-tenancy

    Projetar um data center para posicionamento dinâmico e automático de máquinas virtuais não é suficiente, principalmente quando você está atendendo mais de um cliente. Multilocação é a capacidade que uma infraestrutura de nuvem tem de oferecer suporte a cargas de trabalho das máquinas virtuais de vários locatários, mas isolando-as umas das outras, embora todas as cargas de trabalho sejam executadas na mesma infraestrutura. As várias cargas de trabalho de um locatário individual podem se interconectar e serem gerenciadas remotamente, mas esses sistemas não interconectam com as cargas de trabalho de outros locatários, nem outros locatários podem gerenciá-las remotamente.

  • Data center de baixo custo e altamente escalonável

    Você pode implantar diferentes escalas de nuvens, como:

    • Uma empresa de médio porte que precisa de poucos servidores

    • Uma empresa com centenas ou milhares de servidores

    • Um provedor de hospedagem IaaS com milhares de servidores para vários clientes

    Em todos esses casos, o Windows Server 2012 dá suporte a recursos que usam alternativas de baixo custo para recursos tradicionais de data center que permitem que pequenas nuvens possam ser criadas facilmente, mas também dá suporte a recursos que permitem operações de alta escala.

  • Gerenciando e ampliando o data center

    O Windows Server 2012 simplifica a configuração inicial e o gerenciamento contínuo do data center com o suporte de fluxos de trabalho do PowerShell 3.0 e PowerShell. Com o comutador virtual do Hyper-V no Windows Server 2012, os fornecedores e parceiros podem estender as funções do comutador virtual para desenvolver outras funcionalidades, como monitoramento de rede, segurança ou complementos de roteamento.

A tabela a seguir lista as funções e os recursos que fazem parte deste cenário e descreve como dar suporte a ele.

Função/recurso

Como este cenário tem suporte

Visão geral do Hyper-V

A função de servidor Hyper-V hospeda as máquinas virtuais que constituem as cargas de trabalho de TI em execução na nuvem. O processo para a criação sua infraestrutura em nuvem aproveita muitos novos recursos do Hyper-V no Windows Server 2012, incluindo o comutador virtual do Hyper-V, migração dinâmica e melhorias na migração do armazenamento, a Réplica do Hyper-V e a medição de recursos.

Visão geral de Clustering de Failover

O recurso Clustering de Failover permite que um conjunto de computadores funcione como um único computador, proporcionando expansão e failover aos serviços e recursos em cluster, incluindo armazenamento e máquinas virtuais.Windows Server 2012 está fortemente integrado com o Hyper-V e habilita grande parte dos recursos de gerenciamento de malha necessários para uma infraestrutura de nuvem.

Visão geral dos serviços de arquivos e de armazenamento

Serviços de Arquivo e Armazenamento permitem que um pool de armazenamento seja disponibilizado ao cluster para ser atribuído a máquinas virtuais e para armazenar arquivos de disco rígido virtual.

Visualização Técnica da Equipe do Adaptador de Rede

O recurso de equipe de adaptador de rede permite agrupar vários adaptadores de rede em uma equipe que aparece como um único adaptador de rede para agregação de largura de banda e tolerância a falhas.

Visão Geral do Comutador Virtual do Hyper-V

A plataforma do comutador virtual Hyper-V permite que parceiros da rede se conectem facilmente aos fluxos de rede do comutador virtual Hyper-V e criem extensões de monitoramento, segurança e encaminhamento.

Os requisitos exatos de hardware dependem dos tipos de cargas de trabalho que você está planejando executar nos servidores Hyper-V na infraestrutura de nuvem. No entanto, alguns recursos incluídos nos cenários de infraestrutura de nuvem exigem recursos especializados do BIOS, como aqueles necessários para dar suporte a SR-IOV (Virtualização de E/S de Raiz Única). Quaisquer requisitos de hardware específicos de tecnologias são discutidos no cenário pertinente.

Nuvens baseadas neste processo para criação da infraestrutura de nuvem exigem o Windows Server 2012 e seus recursos de plataforma.

Mostrar:
© 2016 Microsoft