Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Visão geral do Hyper-V

Atualizado: março de 2015

Aplica-se a: Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2



Este tópico descreve a função Hyper-V no Windows Server, usos práticos para a função, a funcionalidade nova ou atualizada mais significativa nesta versão em relação às versões anteriores do Hyper-V, os requisitos de hardware e uma lista de sistemas operacionais (conhecidos como sistemas operacionais convidados) com suporte para uso em uma máquina virtual Hyper-V.

A função do Hyper-V permite criar e gerenciar um ambiente de computação virtualizado, usando a tecnologia de virtualização interna do Windows Server. A instalação da função Hyper-V inclui os componentes necessários e, opcionalmente, instala ferramentas de gerenciamento. Os componentes necessários incluem hipervisor do Windows, o Serviço Gerenciamento de Máquinas Virtuais do Hyper-V, o provedor WMI de virtualização e outros componentes de virtualização como barramento VMbus, VSP (provedor de serviço de virtualização) e VID (unidade de infraestrutura virtual).

As ferramentas de gerenciamento para a função Hyper-V consistem em:

  • Ferramentas de gerenciamento baseadas em GUI: Gerenciador Hyper-V, um snap-in do MMC (Console de Gerenciamento Microsoft) e uma conexão de máquina virtual que fornece acesso a saída de vídeo de uma máquina virtual para que você possa interagir com ela.

  • Cmdlets específicos de Hyper-V para Windows PowerShell. O Windows Server 2012 inclui um módulo Hyper-V, que fornece acesso à linha de comando para todas as funcionalidades disponíveis na GUI, bem como as funcionalidades não disponíveis por meio da GUI. Para obter mais informações sobre o módulo do Hyper-V, consulte Módulo do Hyper-V para Windows PowerShell.

Se você estiver usando o Gerenciador do Servidor para instalar a função Hyper-V, as ferramentas de gerenciamento serão incluídas a menos que você as exclua de maneira específica. Se você estiver usando o Windows PowerShell para instalar a função Hyper-V, as ferramentas de gerenciamento não serão incluídas por padrão. Para instalar as ferramentas, use o parâmetro –IncludeManagementTools. Para obter instruções sobre como instalar a função Hyper-V, consulte Instalar a função Hyper-V e configurar uma máquina virtual.

noteObservação
Ferramentas de gerenciamento do Hyper-V no Windows Server 2012 foram projetadas para gerenciar apenas a versão Windows Server 2012 do Hyper-V. As ferramentas não podem ser usadas para gerenciar versões anteriores do Hyper-V.

Ferramentas de gerenciamento do Hyper-V no Windows Server 2012 R2 podem ser usadas para gerenciar o Hyper-V no Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2012.

A tecnologia Hyper-V virtualiza o hardware para fornecer um ambiente em que você possa executar diversos sistemas operacionais ao mesmo tempo, em um computador físico. O Hyper-V permite que você crie e gerencie computadores virtuais e seus recursos. Cada máquina virtual é um sistema de computador isolado e virtualizado que pode executar seu próprio sistema operacional. O sistema operacional que é executado em uma máquina virtual é chamado de sistema operacional convidado.

Para obter mais informações sobre a arquitetura do Hyper-V, consulte o Poster com os Componentes e Arquitetura do Hyper-V do Windows Server 2012.

O Hyper-V fornece a infraestrutura para que você possa virtualizar aplicativos e cargas de trabalho para dar suporte a uma variedade de metas comerciais voltadas para a melhoria da eficiência e redução de custos, como:

  • Estabelecer ou expandir um ambiente de nuvem privada. O Hyper-V pode ajudar você a mover ou expandir o uso de recursos compartilhados e ajustar a utilização à medida que a demanda muda para fornecer serviços de TI sob demanda mais flexíveis.

  • Aumentar a utilização de hardware. Ao consolidar servidores e cargas de trabalho em menos computadores físicos mais potentes, é possível reduzir o consumo de recursos como energia e espaço físico.

  • Melhorar a continuidade dos negócios. O Hyper-V ajuda a minimizar o impacto do tempo de inatividade programado e não programado de suas cargas de trabalho.

  • Estabelecer ou expandir uma infraestrutura de área de trabalho virtual (VDI). Uma estratégia de área de trabalho centralizada com VDI ajuda a aumentar a agilidade dos negócios e a segurança dos dados, bem como simplificar a conformidade com as normas e o gerenciamento do sistema operacional e aplicativos da área de trabalho. Implantar o Hyper-V e o Host de Virtualização de Área de Trabalho Remota no mesmo computador físico para tornar áreas de trabalho virtuais pessoais ou pools de área de trabalho virtual disponíveis para seus usuários.

  • Aumentar a eficiência em atividades de desenvolvimento e teste. Você pode usar máquinas virtuais para reproduzir diferentes ambientes de computação sem a necessidade de adquirir ou manter todos os hardwares que seriam necessários.

O Hyper-V no Windows Server 2012 e Windows Server 2012 R2 inclui aprimoramentos em muitas áreas.

Para obter informações sobre alterações no Hyper-V no Windows Server 2012, consulte Novidades no Hyper-V.

Para obter informações sobre alterações no Hyper-V no Windows Server 2012 R2, consulte Novidades do Hyper-V para Windows Server 2012 R2.

O Hyper-V requer um processador de 64 bits que inclua:

  • Virtualização assistida por hardware. Isso está disponível em processadores que incluem uma opção de virtualização, especialmente aqueles com a tecnologia Intel VT (Intel Virtualization) ou AMD-V (AMD Virtualization).

  • A DEP (Prevenção de Execução de Dados) imposta por hardware deve estar disponível e habilitada. Especificamente, você deve habilitar o bit Intel XD (bit execute disable) ou o bit AMD NX (bit no execute).

ImportantImportante
Não há suporte para a função Hyper-V em máquinas virtuais do Microsoft Azure. Para obter uma lista das funções de servidor com suporte nas máquinas virtuais do Microsoft Azure, consulte Suporte de software de servidor Microsoft para máquinas virtuais do Microsoft Azure.

O Hyper-V inclui um pacote de software para sistemas operacionais convidados suportados que melhoram a integração entre o computador físico e a máquina virtual. Esse pacote é conhecido como serviços de integração. Em geral, você instala este pacote no sistema operacional convidado como um procedimento separado depois de instalar o sistema operacional na máquina virtual. No entanto, alguns sistemas operacionais possuem os sistemas de integração incorporados e não exigem uma instalação separada. Para obter instruções sobre como instalar os serviços de integração, consulte Instalar a função Hyper-V e configurar uma máquina virtual. Para obter mais informações sobre a funcionalidade incluída com os serviços de integração, consulte Integration Services.

Os tópicos a seguir listam os sistemas operacionais com suporte no Windows Server 2012 e Windows Server 2012 R2 para uso como sistemas operacionais convidados nas máquinas virtuais do Hyper-V, além de fornecer informações sobre serviços de integração:

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2015 Microsoft