Exportar (0) Imprimir
Expandir Tudo

Visão geral de medição de recursos do Hyper-V

Atualizado: fevereiro de 2012

Aplica-se a: Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2



As organizações de TI precisam de ferramentas para estornar unidades de negócios para as quais elas dão suporte, ao mesmo tempo em que fornecem a essas unidades a quantia de recursos ideal que atendam às suas necessidades. Para provedores de host, é igualmente importante emitir os estornos com base na quantidade de uso por cada cliente.

Para implementar estratégias avançadas de cobrança que medem tanto a capacidade atribuída de um recurso quanto seu uso real, versões anteriores do Hyper-V exigiam que os usuários desenvolvessem suas próprias soluções de estorno que analisavam e combinavam contadores de desempenho. O desenvolvimento dessas soluções pode ser caro e algumas vezes elas resultaram em perda de dados históricos.

Para ajudá-lo com estornos mais precisos e eficientes, ao mesmo tempo em que protege informações históricas, o Hyper-V no Windows Server 2012 apresenta a Medição de Recursos, um recurso que permite que os clientes criem soluções de cobrança econômicas e baseadas em uso. Com esse recurso, provedores de serviços podem escolher a melhor estratégia de cobrança para seu modelo de negócios, e fornecedores de software independentes podem desenvolver soluções de estorno mais confiáveis e de ponta a ponta para o Hyper-V.

A Medição de Recursos do Hyper-V no Windows Server 2012 permite que as organizações evitem os gastos e a complexidade associados à criação de soluções internas de medição para controlar o uso em unidades de negócios específicas. Ela permite que os provedores de host criem, de forma rápida e econômica, uma solução de cobrança mais avançada, confiável e baseada em uso que se ajuste ao modelo de negócios e à estratégia do provedor.

As empresas pagam pelo tráfego de Internet que entra e sai de seus data centers, mas não pelo tráfego de rede dentro deles. Por esse motivo, os provedores geralmente consideram o tráfego de Internet e de intranet de maneira separada para fins de cobrança. Para diferenciar o tráfego de Internet do de intranet, os provedores podem medir o tráfego de rede que entra e sai para qualquer intervalo de endereços IP usando ACLs de porta de medição de rede.

O Windows Server 2012 fornece duas opções para que os administradores obtenham dados históricos sobre o uso de um cliente de recursos da máquina virtual: os cmdlets do Hyper-V no Windows PowerShell e as novas APIs no provedor WMI de virtualização. Essas ferramentas expõem as métricas para os seguintes recursos usados por uma máquina virtual durante um determinado período de tempo:

  • Uso médio de CPU, medido em mega-hertz por um período de tempo.

  • Uso médio de memória física, medido em megabytes.

  • Uso mínimo de memória (menor quantidade de memória física).

  • Uso máximo da memória (maior quantidade de memória física).

  • Quantidade máxima de espaço em disco alocada para uma máquina virtual.

  • Total do tráfego de rede que entra, medido em megabytes, para um adaptador de rede virtual.

  • Total do tráfego de rede que sai, medido em megabytes, para um adaptador de rede virtual.

A movimentação de máquinas virtuais entre hosts Hyper-V, por exemplo, por migrações de armazenamento, dinâmicas ou offline, não afeta os dados coletados.

Consulte também

Isso foi útil para você?
(1500 caracteres restantes)
Agradecemos os seus comentários

Contribuições da comunidade

A Microsoft está realizando uma pesquisa online para saber sua opinião sobre o site do MSDN. Se você optar por participar, a pesquisa online lhe será apresentada quando você sair do site do MSDN.

Deseja participar?
Mostrar:
© 2015 Microsoft