Para exibir o arquivo em inglês, marque a caixa de seleção Inglês. Você também pode exibir o texto em inglês em uma janela popup, movendo o ponteiro do mouse sobre o texto.
Tradução
Inglês

Visão geral do recurso de Réplica do Hyper-V

 

Aplica-se a: Windows Server 2012

No Windows Server 2012, a função do Hyper-V função introduziu a Réplica do Hyper-V como um mecanismo interno de replicação para máquinas virtuais. A Réplica do Hyper-V pode replicar assincronamente uma máquina virtual em um site primário em uma máquina virtual de réplica em um site secundário.

Hyper-V Replica overview

Vemos aqui um site primário com um servidor de host do Hyper-V com o Windows Server 2012 ou posterior e um site secundário com outro servidor de host. As máquinas virtuais no site primário são replicadas para máquinas no site secundário, possibilitando a continuidade da carga de trabalho e a recuperação quando ocorrem paralisações.

  • Resiliência— fornece resiliência de carga de trabalho com a replicação entre sites regionais ou de filiais em diferentes locais geográficos para pequenas e médias empresas.

  • Escalabilidade— a replicação pode ser dimensionada e automatizada, implantando-a junto com o serviço de Recuperação de Site do Azure. Ao se integrar com esse serviço, você poderá replicar entre sites locais ou entre um site local e o Azure.

  • Custos reduzidos— reduz o custo de propriedade, fornecendo uma solução independente de armazenamento e independente da carga de trabalho que é replicada com eficiência, periodicamente e de maneira assíncrona em redes baseadas em IP entre subsistemas de armazenamento diferentes e entre sites. Não depende de um armazenamento compartilhado, matrizes de armazenamento ou outras tecnologias de replicação de software.

  • Recuperação— permite a recuperação rápida com tempo de inatividade mínimo e a capacidade de executar cargas de trabalho de um site secundário quando ocorrem falhas.

Por ser bastante simples e flexível, a Réplica do Hyper-V pode ser usada em uma grande variedade de cenários possíveis de diferentes níveis de complexidade. Veja a seguir alguns exemplos:

Sede e filial

Neste cenário, há dois locais: a sede e uma ou mais filiais em diversos locais físicos. Aproveitando as vantagens das cargas de trabalho virtualizadas, a Réplica do Hyper-V pode ser usada para dar suporte à recuperação de desastre para as filiais. Os servidores de qualquer local podem ser em cluster ou autônomos.

Nesta situação, as operações diárias seriam realizadas nas máquinas virtuais executadas em servidores primários nas diversas filiais. Cada filial teria um servidor de Réplica aguardando na sede para assumir a carga de trabalho caso o servidor primário precisasse ficar offline por qualquer motivo.

No Windows Server 2012 R2, você pode estender esse cenário ainda mais usando a replicação estendida. Cada filial tria seu servidor de Réplica localizado nas proximidades, que utilizaria a replicação estendida para enviar alterações para um servidor de Réplica estendido na sede.

Esse cenário pode ser expandido para incluir grandes datacenters com muitos servidores sem exigir nenhuma atividade de gerenciamento diferente em relação à Réplica do Hyper-V.

Provedor de serviços de nuvem

Neste cenário, o provedor de hospedagem configura um servidor de réplica em seu datacenter para receber os dados de replicação de vários servidores primários que executam cargas de trabalho virtualizadas de seus diversos clientes. Dessa forma, o servidor de réplica do provedor de hospedagem oferece recuperação de desastre aos clientes que assinaram esse recurso.

Para garantir a segurança dos clientes, esse cenário envolve a autenticação baseada em certificado utilizando certificados provavelmente emitidos por um servidor de certificados separado pertencente ao provedor de hospedagem. O recurso Grupo Confiável da Réplica permite ao provedor de hospedagem segregar os dados replicados de cada cliente, utilizando locais separados de armazenamento e marcação para impedir que os dados de diversos clientes sejam misturados.

  • Integração— a Réplica do Hyper-V é uma parte integrante da função do Hyper-V.

  • Independente da carga de trabalho— a Réplica do Hyper-V replica a máquina virtual para que a carga de trabalho que pode ser virtualizada no Hyper-V possa ser replicada.

  • Autônomo ou em cluster— sites primários e secundários podem executar um host autônomo ou em cluster do Hyper-V.

  • Armazenamento— sem necessidade de armazenamento compartilhado ou tecnologias de armazenamento específicas.

  • Local ou remoto—os servidores primário e secundário podem estar fisicamente colocalizados ou separados geograficamente.

  • Após a replicação inicial de uma máquina virtual primária para uma secundária, apenas as alterações delta são replicadas.

  • Active Directory— os servidores do host do Hyper-V não precisam ser membros do domínio. Se forem membros do domínio não precisam estar no mesmo domínio.

  • Frequência de replicação— em Windows Server 2012, a replicação ocorre a cada 5 minutos. Em Windows Server 2012 R2, você pode configurar a frequência de replicação a cada 30 segundos, 5 minutos ou 15 minutos.

  • Testes— você pode usar a Réplica do Hyper-V para testar a replicação sem interromper a replicação normal de produção.

Mostrar: