Table of contents
TOC
Recolher sumário
Expandir sumário

Cenário: implantar uma nuvem do VMM privada

Rayne Wiselman|Última Atualização: 15/11/2016
|
1 Colaborador

Aplica-se a: System Center 2016 – Virtual Machine Manager

Este artigo fornece uma visão geral das nuvens privadas do Center 2016 – Virtual Machine Manager (VMM).

Uma nuvem privada é uma nuvem que é provisionada e gerenciada no local por uma organização. Ela é implantada usando hardware próprio de uma organização para aproveitar as vantagens do modelo de nuvem privada.

Você pode usar o VMM para criar e implantar os componentes de nuvem privada e para gerenciar o acesso à nuvem privada e os recursos físicos subjacentes. O VMM oferece os seguintes benefícios:

  • Autoatendimento — administradores de autoatendimento podem delegar o gerenciamento e uso da nuvem privada, tendo nenhum conhecimento dos recursos físicos subjacentes. Eles não precisam solicitar ao provedor de nuvem privada mudanças administrativas, exceto para solicitara mais capacidade e cotas, conforme necessário.
  • Opacidade – administradores de autoatendimento não precisam de nenhum conhecimento sobre os recursos físicos subjacentes.
  • Pool de recursos – administradores podem coletar e apresentar um conjunto agregado de recursos, tais como armazenamento e recursos de rede. O uso de recursos é limitado pela capacidade da nuvem privada e pelas cotas de função do usuário.
  • Elasticidade— Os administradores podem adicionar recursos a uma nuvem privada para aumentar a capacidade.
  • Otimização— O uso de recursos subjacentes é continuamente otimizado sem afetar a experiência geral do usuário de nuvem privada.

Você pode criar nuvens privadas de:

  • Grupos de hosts do VMM que contêm recursos de hosts de virtualização.
  • Um pool de recursos do VMware

Você pode implantar uma nuvem privada ao configurar recursos de malha, definir caminhos de biblioteca para usuários da nuvem privada e definir a capacidade da nuvem.

Próximas etapas

© 2017 Microsoft