Table of contents
TOC
Recolher sumário
Expandir sumário

Configurar componentes de SDN (Rede Definida por Software) na malha do VMM usando o PowerShell

Rayne Wiselman|Última Atualização: 02/03/2017
|
1 Colaborador

Aplica-se a: System Center 2016 – Virtual Machine Manager

O System Center 2016 – VMM (Virtual Machine Manager) pode ser usado para implantar e gerenciar uma infraestrutura SDN (Rede Definida pelo Software).

Você pode implantar componentes de SDN na malha do VMM, incluindo:

  • Controlador de rede: o controlador de rede permite a automatização da configuração de sua infraestrutura de rede, em vez de configurar manualmente os serviços e os dispositivos de rede.
  • Gateway RAS para SDN: o gateway de RAS é um roteador baseado em software, multilocatário e compatível com BGP no Windows Server 2016 criado para CSPs e empresas que hospedam várias redes virtuais de locatário usando HNV.
  • SLB (Balanceamento de carga de software) para SDN: SDN no Windows Server 2016, é possível usar o SLB (balanceamento de carga de software) para distribuir uniformemente o tráfego de rede do locatário e do cliente do locatário entre os recursos de rede virtual. O Windows Server SLB permite que vários servidores hospedem a mesma carga de trabalho, fornecendo alta disponibilidade e escalabilidade.

Há duas maneiras para implantar esses componentes:

  • Console do VMM: implante o controlador de rede, o SLB e o gateway RAS manualmente no console do VMM.
  • PowerShell: implante todos os componentes usando scripts do PowerShell.

Vantagens da implantação do PowerShell

  • Implante todos os componentes de SDN com scripts do PowerShell.
  • O uso de um script pode reduzir a introdução de erros manuais e economizar um tempo de implantação considerável.
  • Se você implantar usando o script, poderá modificar depois as configurações no console do VMM, assim como faria se implantasse os componentes de SDN manualmente.
  • Como a implantação manual, você tem a opção de configurar uma nova rede lógica de gerenciamento e um novo comutador, ou reutilizar uma rede e comutador existentes.
  • Se a implantação do script falhar, todas as configurações alteradas serão revertidas para que você possa começar novamente.
  • Você pode desativar a implantação de componentes específicos. Por exemplo, se você já tiver implantado o controlador de rede, poderá implantar apenas o SLB e o gateway RAS.

Antes de começar

Etapas de implantação

Veja a seguir o que você precisa fazer para configurar os componentes de SDN no VMM com o PowerShell.

  1. Configurar hosts e infraestrutura de rede física: você precisa de acesso a seus dispositivos de rede física para configurar VLANs, roteamento, etc. Também precisa de hosts Hyper-V para hospedar as VMs de locatário e infraestrutura SDN. Saiba mais.
  2. Disco rígido virtual preparado para os modelos de serviço no formato VHD ou VHDX.
  3. Baixe o modelo de serviço do controlador de rede, o modelo de serviço SLB e o modelo de serviço de gateway RAS.
  4. Importe os modelos de controlador de rede, SLB e gateway RAS na biblioteca do VMM.
  5. Configurar os grupos de segurança do Active Directory. Um para gerenciamento do controlador de rede e outro para clientes do controlador de rede. Cada grupo precisará de pelo menos uma conta de usuário nele.
  6. Configurar um compartilhamento de biblioteca de VMM. Você pode ter um compartilhamento de arquivo de biblioteca opcional para armazenar os logs de diagnóstico. Esse compartilhamento de biblioteca será acessado pelo controlador de rede para armazenar informações de diagnóstico em todo seu tempo de vida.
  7. Configure um grupo de hosts do VMM dedicados para todos os hosts do Hyper-V SDN. Observe que os hosts devem estar executando a versão mais recente do Windows Server 2016 e ter a função Hyper-V habilitada.
  8. Configurar um certificado. Você precisa de um certificado SSL para comunicações HTTPS entre o VMM e o controlador de rede.
  9. Baixe e execute os scripts de SDN. Há três scripts:

    • VMMExpress.ps1: esse script implanta a pilha de SDN. Após o download, você pode fazer suas próprias personalizações.
    • Fabricconfig.psd1: esse arquivo aceita todas as entradas de configuração de SDN.
    • Fabricconfig_Example.psd1: um arquivo de exemplo que contém parâmetros fictícios. Você pode substituí-los por seus próprios parâmetros.
© 2017 Microsoft