Melhores Práticas para a Implementação do Cliente no Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

Utilize as seguintes informações sobre procedimentos recomendados para o ajudar a implementar clientes em computadores no System Center 2012 Configuration Manager.

Este método de implementação de clientes apresenta as vantagens de utilizar tecnologias existentes do Windows, integrar-se com a infraestrutura do Active Directory, exigir um mínimo de configuração no Gestor de configuração, facilitar a configuração de firewalls e ser o mais seguro. A utilização de grupos de segurança e filtragem WMI para configurar a Política de Grupo flexibiliza também o controlo dos computadores em que deverá ser instalado o cliente do Gestor de configuração.

Para mais informações sobre como instalar clientes utilizando a instalação baseada em atualização de software, consulte a secção Como Instalar Clientes do Configuration Manager Utilizando a Instalação Baseada em Atualizações de Software do tópico Como Instalar Clientes em Computadores Baseados no Windows no Configuration Manager.

Ao expandir o esquema do Active Directory para Gestor de configuração e publicar o site nos Serviços de Domínio do Active Directory, muitas das propriedades de instalação do cliente são publicadas nos Serviços de Domínio do Active Directory. Se um computador conseguir localizar estas propriedades de instalação do cliente, poderá utilizá-las durante a implementação do cliente do Gestor de configuração. Como estas informações são geradas automaticamente, o risco de erro humano associado à introdução manual das propriedades de instalação é eliminado.

Para mais informações, consulte Acerca das Propriedades de Instalação de Cliente Publicadas nos Serviços de Domínio do Active Directory no Configuration Manager.

Minimize os efeitos dos requisitos de processamento em CPU no servidor do site, planeando uma implementação faseada dos clientes ao longo do tempo. Implemente os clientes fora do horário comercial, de modo a que os serviços críticos de negócio tenham uma maior disponibilidade de largura de banda durante o dia e os utilizadores não sejam interrompidos por os seus computadores ficarem lentos ou ser necessário reiniciá-los para concluir a instalação.

Apenas Gestor de configuração sem nenhum Service Pack

As atualizações automáticas de cliente são úteis quando pretender atualizar um pequeno número de computadores cliente que o método de instalação principal do cliente possa ter falhado. Por exemplo, concluiu uma atualização inicial do cliente, mas alguns clientes encontravam-se offline durante a implementação da atualização. Em seguida, utiliza este método para atualizar o cliente nestes computadores, quando voltarem a estar ativos.

System_CAPS_noteNota

Os melhoramentos de desempenho do Gestor de configuração SP1 poderão permitir a utilização de atualizações automáticas como método de atualização principal do cliente. No entanto, o desempenho dependerá da infraestrutura da hierarquia, como por exemplo o número de clientes.

Para mais informações sobre o método de implementação do cliente, consulte a secção Como Atualizar Automaticamente o Cliente do Configuration Manager para a Hierarquia do tópico Como Instalar Clientes em Computadores Baseados no Windows no Configuration Manager.

A propriedade SMSMP especifica o ponto de gestão inicial com que o cliente deverá comunicar, removendo a dependência de soluções de localização de serviços tais como os Serviços de Domínio do Active Directory, DNS e WINS.

Utilize a propriedade FSP e instale um ponto de estado de contingência para que possa monitorizar a instalação e atribuição de clientes e identificar eventuais problemas de comunicação.

Para mais informações sobre estas opções, consulte Acerca das Propriedades da Instalação do Cliente no Configuration Manager.

Se instalar pacotes de idiomas de cliente num site após a instalação dos clientes, terá de reinstalar os clientes para que possam utilizar os idiomas adicionais. Para clientes de dispositivos móveis, isto significa que terá de eliminar os dados do dispositivo móvel e inscrevê-lo novamente.

Para mais informações sobre como adicionar suporte para idiomas adicionais de cliente, consulte Instalar Sites e Criar uma Hierarquia para o Configuration Manager.

Para gerir dispositivos na Internet, dispositivos móveis inscritos e computadores Mac, terá de possuir certificados PKI nos sistemas de sites (pontos de gestão e pontos de distribuição) e nos dispositivos cliente. Para muitos clientes, isto requer planeamento e preparação avançados, especialmente se o PKI for gerido por uma equipa separada. Em redes em ambiente de produção, poderá ser necessário solicitar a aprovação da gestão de alterações para utilizar novos certificados, reiniciar os servidores do sistema de sites ou os utilizadores poderão ter de terminar e reiniciar sessão para a nova associação a grupo. Além disso, poderá ter que permitir tempo suficiente para a replicação das permissões de segurança e eventuais novos modelos de certificado.

Para mais informações sobre os certificados PKI necessários, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager. Para um exemplo de implementação de certificados adequada para um ambiente de teste, consulte Exemplo Passo a Passo de Implementação dos Certificados PKI para o Configuration Manager: Autoridade de Certificação do Windows Server 2008.

Embora possa configurar as definições de cliente e janelas de manutenção antes ou depois da instalação dos clientes, configure todas as definições necessárias antes de instalar os clientes para que possam ser utilizadas assim que o cliente estiver instalado.

System_CAPS_importantImportante

A configuração das janelas de manutenção é particularmente importante para os servidores e para dispositivos Windows Embedded, garantindo a continuidade do negócio para estes computadores muitas vezes críticos. Por exemplo, as janelas de manutenção garantirão que as atualizações de software necessárias e o software antimalware não reiniciam o computador durante o horário comercial.

Se os utilizadores inscreverem os seus próprios computadores Mac e dispositivos móveis utilizando o Gestor de configuração, planeie e prepare a experiência de utilizador. Por exemplo, poderá criar um script para o processo de instalação e inscrição, utilizando uma página Web para que os utilizadores introduzam um mínimo de informação necessária, enviando-lhes por correio eletrónico as instruções com uma ligação.

É provável que ocorram ressincronizações de mensagens de estado em dispositivos incorporados que utilizem Filtros de Escrita Avançados (EWF). Se tiver apenas alguns dispositivos incorporados que utilizem Filtros de Escrita Avançados, poderá não reparar nesta questão. No entanto, se tiver muitos dispositivos incorporados que ressincronizem as respetivas informações, enviando por exemplo inventários completos em vez de alterações ao inventário, isso poderá gerar um aumento notório dos pacotes de rede e um processamento superior na CPU do servidor do site.

Se puder escolher o tipo de filtro de escrita a ativar, escolha Filtros de Escrita Baseados em Ficheiros e configure exceções para manter o estado do cliente e os dados de inventário entre os reinícios do dispositivo, melhorando a eficiência da rede e da CPU no cliente do Gestor de configuração SP1. Para mais informações sobre filtros de escrita, consulte a secção Implementar o Cliente do Configuration Manager em dispositivos Windows Embedded no tópico Introdução à implementação de clientes no Configuration Manager.

Para mais informações sobre o número máximo de clientes Windows Embedded suportado por um site primário, consulte a secção do tópico .c1e93ef9-761f-4f60-8372-df9bf5009be0#BKMK_SiteAndRoleScale

Mostrar: