Noções básicas do Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

Se estiver a utilizar o Gestor de configuração pela primeira vez, pode utilizar as informações seguintes para aprender os conceitos básicos do Microsoft System Center 2012 Configuration Manager antes de executar o Programa de Configuração ou ler informações mais detalhadas. Se está familiarizado com o Configuration Manager 2007, consulte Novidades do System Center 2012 Configuration Manager.

Para mais informações sobre sistemas operativos e ambientes suportados, requisitos de hardware e informações de capacidade, consulte Configurações Suportadas do Configuration Manager.

Quando o System Center 2012 Configuration Manager é instalado pela primeira vez, é criado um site do Gestor de configuração que constitui a base para a gestão dos dispositivos e dos utilizadores na sua empresa. Este site é um site de administração central ou um site primário. Um site de administração central é adequado para implementações em larga escala e fornece um ponto central de administração e a flexibilidade para suportar dispositivos que estão distribuídos numa infraestrutura de rede global. Um site primário é adequado para implementações mais pequenas e tem menos opções para contemplar qualquer crescimento futuro da empresa.

Quando é instalado um site de administração central, é necessário instalar também, pelo menos, um site primário para gerir os utilizadores e os dispositivos. Com esta estrutura, pode instalar sites primários adicionais para gerir mais dispositivos e controlar a largura de banda de rede quando os dispositivos se encontram em localizações geográficas diferentes. Também pode instalar outro tipo de site, denominado site secundário. Os sites secundários expandem um site primário para gerir alguns dispositivos que possuem uma ligação de rede lenta ao site primário.

Se não instalar um site de administração central, o primeiro site que instalar é um site primário autónomo. Por predefinição, não é possível instalar sites primários adicionais que possam comunicar entre si. No entanto, é possível instalar um ou mais sites secundários para expandir este site primário quando tiver de gerir alguns dispositivos que tenham uma ligação de rede lenta ao site primário.

Se tiver instalado um site primário autónomo e, posteriormente, optar por utilizar uma estrutura de site de administração central, o Gestor de configuração SP1 permite-lhe fazê-lo. O Gestor de configuração sem um service pack não suporta esta alteração da estrutura enquanto não atualizar o site para o Gestor de configuração SP1. Esta alteração da estrutura é conhecida como expansão do site.

Se tiver vários sites que comunicam entre si, possui uma disposição de sites que é conhecida como uma hierarquia. Os diagramas seguintes mostram alguns exemplos de estruturas de sites.

Site designs

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

Se expandir o esquema do Active Directory para o System Center 2012 Configuration Manager, poderá publicar sites do System Center 2012 Configuration Manager nos Serviços de Domínio do Active Directory, de modo a que os computadores do Active Directory possam obter de forma segura as informações de site do System Center 2012 Configuration Manager a partir de uma origem fidedigna. Embora a publicação de informações de site nos Serviços de Domínio do Active Directory não seja exigida para utilizar as funcionalidades básicas do Gestor de configuração, esta configuração melhora a segurança da hierarquia do System Center 2012 Configuration Manager e reduz a carga administrativa.

É possível expandir o esquema do Active Directory antes ou depois da instalação do System Center 2012 Configuration Manager. Para poder publicar informações de sites, é necessário criar também um contentor do Active Directory com o nome System Management em cada domínio que contenha um site do System Center 2012 Configuration Manager. Também é necessário configurar as permissões do Active Directory para que o site possa publicar as respetivas informações neste contentor do Active Directory. À semelhança de todas as expansões de esquema, o esquema do System Center 2012 Configuration Manager é expandido apenas uma vez por floresta.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

O Configuration Manager utiliza funções do sistema de sites para suportar as operações de gestão em cada site. Quando é instalado um site do Gestor de configuração, algumas funções do sistema de sites são instaladas e atribuídas automaticamente ao servidor no qual o Programa de Configuração do Gestor de configuração foi executado com êxito. Uma dessas funções do sistema de sites é o servidor do site, que não pode ser transferido para outro servidor ou removido sem desinstalar o site. É possível utilizar outros servidores para executar funções adicionais do sistema de sites ou para transferir algumas funções do sistema de sites para o servidor do site, através da instalação e configuração de servidores do sistema de sites do Gestor de configuração.

Cada função do sistema de sites suporta diferentes funções de gestão. As funções do sistema de sites que fornecem funcionalidades de gestão básicas são descritas na tabela seguinte.

Função do sistema de sites

Descrição

Servidor do site

Um computador a partir do qual é executado o Programa de Configuração do Gestor de configuração e que fornece a funcionalidade principal para o site.

Servidor da base de dados do site

Um servidor que aloja a base de dados do SQL Server, que armazena informações sobre os ativos e os dados do site do Gestor de configuração.

Servidor de componentes

Um servidor que executa serviços do Gestor de configuração. Quando são instaladas todas as funções do sistema de sites, com exceção da função de ponto de distribuição, o Gestor de configuração instala automaticamente o servidor de componentes.

Ponto de gestão

Uma função do sistema de sites que fornece informações sobre a localização de serviços e políticas a clientes e recebe dados de configuração de clientes.

Ponto de distribuição

Uma função do sistema de sites que contém ficheiros de origem para os clientes transferirem, como por exemplo, o conteúdo da aplicação, pacotes de software, atualizações de software, imagens do sistema operativo e imagens de arranque.

Ponto do Reporting Services

Uma função do sistema de sites que é integrada com o SQL Server Reporting Services para criar e gerir relatórios para o Gestor de configuração.

Quando as empresas implementam o Gestor de configuração pela primeira vez num ambiente de produção, executam normalmente várias funções do sistema de sites no servidor do site e possuem servidores adicionais do sistema de sites para pontos de distribuição. Em seguida, instalam servidores adicionais do sistema de sites e adicionam novas funções do sistema de sites, de acordo com os requisitos empresariais e a infraestrutura de rede.

As funções adicionais do sistema de sites que poderão ser necessárias para funcionalidades específicas são indicadas na tabela seguinte.

Função do sistema de sites

Descrição

Ponto de serviço Web do Catálogo de Aplicações

Uma função do sistema de sites que fornece informações sobre software ao Web site do Catálogo de Aplicações a partir da Biblioteca de Software.

Ponto de Web site do Catálogo de Aplicações

Uma função do sistema de sites que fornece aos utilizadores uma lista de software disponível a partir do Catálogo de Aplicações.

Ponto de sincronização do Asset Intelligence

Uma função do sistema de sites que estabelece ligação com a Microsoft para transferir as informações de catálogo do Asset Intelligence e carregar títulos não categorizados, de forma a poderem ser contemplados para inclusão futura no catálogo.

Ponto de registo de certificados

Uma função do sistema de sites que comunica com um servidor que executa o Serviço de Inscrição de Dispositivos de Rede para gerir pedidos de certificados de dispositivos que utilizam o Protocolo Simples de Inscrição para Certificados (SCEP).

Ponto de Endpoint Protection

Uma função do sistema de sites que o Gestor de configuração utiliza para aceitar os termos de licenciamento do Endpoint Protection e configurar a associação predefinida para o Serviço de Proteção Ativa Microsoft.

Ponto de inscrição

Uma função do sistema de sites que utiliza certificados PKI para que o Gestor de configuração registe dispositivos móveis e computadores Mac e para aprovisionar computadores baseados em Intel AMT.

Ponto proxy de registo

Uma função do sistema de sites que efetua a gestão de pedidos de registo do Gestor de configuração de dispositivos móveis e computadores Mac.

Ponto de estado de contingência

Uma função do sistema de sites que o ajuda a monitorizar a instalação de cliente e a identificar os clientes que não são geridos porque não conseguem comunicar com o respetivo ponto de gestão.

Ponto de serviço fora de banda

Uma função do sistema de sites que aprovisiona e configura computadores baseados em AMT Intel para a gestão fora de banda.

Ponto de atualização de Software

Uma função do sistema de sites que é integrado com o Windows Server Update Services (WSUS) para fornecer atualizações de software para clientes do Gestor de configuração.

Ponto de migração de estado

Uma função do sistema de sites que armazena dados de estado dos utilizadores quando um computador é migrado para um novo sistema operativo.

Ponto de Validação do Estado de Funcionamento do Sistema

Uma função do sistema de sites que valida as políticas NAP (Network Access Protection) do Gestor de configuração. Tem de estar instalado num servidor de políticas de estado de funcionamento NAP.

Conetor do Microsoft Intune

Uma função do sistema de sites do Gestor de configuração SP1 que utiliza o Microsoft Intune para gerir dispositivos móveis na consola do Gestor de configuração.

O diagrama a seguir apresenta estas funções básicas do sistema de sites e outras funções do sistema de sites que podem ser adicionadas ao computador do servidor do site ou distribuídas através da instalação de servidores adicionais do sistema de sites.

Site roles

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

Os clientes do System Center 2012 Configuration Manager são dispositivos como estações de trabalho, computadores portáteis, servidores e dispositivos móveis que têm o software de cliente do Gestor de configuração instalado para que o utilizador possa geri-los. A gestão inclui operações como a comunicação de informações do inventário de hardware e software, a instalação de software e a configuração das definições necessárias para fins de compatibilidade. O Configuration Manager possui métodos de deteção que pode utilizar para localizar dispositivos na rede para o ajudar a instalar o software de cliente nesses dispositivos.

O Configuration Manager possui várias opções para instalar o software de cliente em dispositivos. Estas opções incluem a instalação push de cliente, a instalação baseada em atualização de software, a Política de Grupo e a instalação manual. Também pode incluir o cliente quando implementa uma imagem do sistema operativo.

O Configuration Manager utiliza coleções para agrupar dispositivos de modo a que seja possível executar tarefas de gestão em vários dispositivos que partilham um conjunto de critérios comum. Por exemplo, poderá querer instalar uma aplicação de dispositivo móvel em todos os dispositivos móveis registados pelo Gestor de configuração. Se for este o caso, pode utilizar a coleção Todos os Dispositivos Móveis, que exclui automaticamente os computadores. Pode criar coleções próprias para agrupar logicamente os dispositivos que gere, de acordo com os requisitos empresariais.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Deploying Clients for System Center 2012 Configuration Manager (Implementação de Clientes para o System Center 2012 Configuration Manager) (Implementar Clientes no System Center 2012 Configuration Manager) e do guia Recursos e conformidade no System Center 2012 Configuration Manager (Ativos e Compatibilidade no System Center 2012 Configuration Manager):

Além das coleções de dispositivos, existem também coleções de utilizadores que contêm os utilizadores dos Serviços de Domínio do Active Directory. As coleções de utilizadores permitem instalar software em todos os computadores em que os utilizadores iniciam sessão. Também é possível configurar a afinidade de dispositivo do utilizador para que o software seja instalado apenas nos principais dispositivos utilizados pelo utilizador. Estes dispositivos principais são denominados dispositivos primários. Um utilizador pode ter um ou mais dispositivos primários.

Uma das formas à disposição dos utilizadores para controlar a sua experiência de implementação de software é a utilização da nova interface de computador cliente, o Centro de Software. O Centro de Software é instalado automaticamente nos computadores cliente e acedido a partir do menu Iniciar dos utilizadores. Esta interface de cliente permite que os utilizadores efetuem a gestão do seu próprio software, bem como os seguintes procedimentos:

  • Instalar software

  • Agendar software para instalar automaticamente fora do horário de trabalho

  • Configurar quando o Gestor de configuração pode instalar software no seu dispositivo

  • Configurar definições de acesso para controlo remoto, se o controlo remoto estiver ativado no Gestor de configuração

  • Configurar as opções de gestão de energia se essa configuração tiver sido permitida por um utilizador administrativo

Uma hiperligação no Centro de Software permite que os utilizadores liguem ao Catálogo de Aplicações, onde podem procurar, instalar e solicitar software. Além disso, o Catálogo de Aplicações permite que os utilizadores configurem algumas definições de preferências e apaguem os seus dispositivos móveis. Uma vez que o Catálogo de Aplicações é um Web site que está alojado no IIS, os utilizadores também podem aceder diretamente ao Catálogo de Aplicações a partir de um browser, da intranet ou da Internet.

Os utilizadores também podem especificar os seus dispositivos primários a partir do Catálogo de Aplicações, caso esta configuração seja permitida. Outros métodos de configuração das informações de afinidade de dispositivo do utilizador incluem a importação das informações de um ficheiro e a geração automática a partir de dados de utilização.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Deploying Software and Operating Systems in System Center 2012 Configuration Manager (Implementar Software e Sistemas Operativos no System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

Quando o System Center 2012 Configuration Manager é instalado pela primeira vez, todos os clientes na hierarquia são configurados através da utilização de predefinições de cliente que podem ser alteradas. Essas definições de cliente incluem opções de configuração como a frequência com que os dispositivos comunicam com o site, se o cliente é compatível com atualizações de software e outras operações de gestão e se os utilizadores podem registar os seus dispositivos móveis para serem geridos pelo Gestor de configuração. Se forem necessárias definições de cliente diferentes para grupos de utilizadores ou dispositivos, é possível criar definições de cliente personalizadas e, em seguida, atribuí-las a coleções. Os utilizadores ou dispositivos que estão na coleção serão configurados para terem as definições personalizadas. É possível criar várias definições de cliente personalizadas, que são aplicadas pela ordem especificada. Quando tem várias definições personalizadas de cliente, estas são aplicadas de acordo com o seu número de ordem. Se existirem conflitos, a definição que tiver o menor número de ordem substitui as outras definições.

O diagrama a seguir mostra um exemplo de criação e aplicação de definições de cliente personalizadas.

Client settings

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Deploying Clients for System Center 2012 Configuration Manager (Implementação de Clientes para o System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

O software de cliente do System Center 2012 Configuration Manager fornece a capacidade de gestão completa para utilizadores e dispositivos. Contudo, também existem dois cenários nos quais pode gerir dispositivos independentemente do software de cliente: gestão fora de banda, que utiliza a Intel Active Management Technology (AMT) e dispositivos móveis ligados a um serviço Exchange, como um Exchange Server no local ou um Exchange Online (Office 365).

O Configuration Manager utiliza o software de cliente para fornecer e configurar computadores com a AMT, mas quando efetua operações de gestão da AMT, o software de cliente não é utilizado. Em vez disso, o Configuration Manager estabelece ligação direta ao controlador de gestão da AMT. Isto significa que continua a ter algum controlo de gestão sobre os computadores que não são iniciados ou que não estão a responder a nível do sistema operativo. Por exemplo, pode reiniciar estes computadores, duplicar a imagem dos mesmos ou executar utilitários de diagnóstico para ajudar a resolver problemas.

Quando não for possível instalar o software de cliente do Gestor de configuração nos dispositivos móveis, pode ainda geri-los utilizando o conector do Exchange Server. O conector permite-lhe configurar as definições na política de caixa de correio predefinida do Exchange ActiveSync. As definições configuradas nesta política podem ser configuradas pelo Configuration Manager, e este conector também suporta a eliminação remota e as regras de acesso do Exchange para bloqueio e quarentena. Os dispositivos móveis geridos utilizando o conector do Exchange Server são apresentados na coleção Todos os Dispositivos Móveis, mesmo que não tenham o cliente do System Center 2012 Configuration Manager instalado. Dado que o cliente não está instalado, não é possível implementar software nestes dispositivos.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Recursos e conformidade no System Center 2012 Configuration Manager (Implementar Clientes no System Center 2012 Configuration Manager) e do guia Deploying Clients for System Center 2012 Configuration Manager (Implementação de Clientes para o System Center 2012 Configuration Manager) (Ativos e Compatibilidade no System Center 2012 Configuration Manager):

Depois de ter instalado os clientes do Gestor de configuração, pode efetuar várias tarefas de gestão de clientes, incluindo o seguinte:

  • Implementar aplicações, atualizações de software, scripts de manutenção e sistemas operativos. Pode configurar estes elementos para serem instalados numa data e hora específicas ou disponibilizá-los para serem instalados pelos utilizadores quando forem necessários. Pode ainda configurar a aplicações para serem desinstaladas.

  • Ajudar a proteger os computadores contra software maligno e ameaças à segurança, e receber notificações quando forem detetados problemas.

  • Configurar as definições de configuração do cliente que pretende monitorizar e retificar em caso de não compatibilidade.

  • Recolher informações do inventário de hardware e software, o que inclui a monitorização e a reconciliação das informações de licença da Microsoft.

  • Resolver problemas de computadores utilizando o controlo remoto ou utilizando as operações de AMT em computadores baseados em AMT que não estão a responder.

  • Implementar definições de gestão de energia para gerir e monitorizar o consumo de energia dos computadores.

Pode utilizar a consola do Gestor de configuração para monitorizar estas operações quase em tempo real, utilizando os alertas e as informações sobre o estado. Para a captura de dados e tendências históricas, pode utilizar as capacidades de relatório integradas do SQL Reporting Services.

Para garantir que continua a gerir os clientes do System Center 2012 Configuration Manager, utilize as informações sobre o estado do cliente que fornecem dados sobre o estado de funcionamento do cliente e a atividade do cliente. Estes dados ajudam a identificar os computadores que não estão a responder e, nalguns casos, os problemas podem ser retificados automaticamente.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Deploying Clients for System Center 2012 Configuration Manager (Implementação de Clientes para o System Center 2012 Configuration Manager) (Implementar Clientes no System Center 2012 Configuration Manager) e do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Ativos e Compatibilidade no System Center 2012 Configuration Manager):

Ao instalar o cliente do Gestor de configuração, instala a aplicação cliente do Configuration Manager no Painel de Controlo. Ao contrário do Centro de Software, esta aplicação foi concebida para o suporte técnico e não para os utilizadores finais. Algumas opções de configuração requerem permissões administrativas locais e a maioria das opções requer conhecimentos técnicos sobre o funcionamento do Gestor de configuração. Pode utilizar esta aplicação para efetuar as seguintes tarefas num cliente:

  • Ver propriedades sobre o cliente, como o número de compilação, o seu site atribuído, o ponto de gestão com o qual está a comunicar, e se o cliente está a utilizar um certificado PKI ou um certificado autoassinado.

  • Confirmar se o cliente transferiu com sucesso a política de cliente após a primeira instalação do cliente e se as definições do cliente estão ativadas ou desativadas conforme previsto, de acordo com as definições do cliente configuradas na consola do Gestor de configuração.

  • Iniciar ações do cliente, como a transferência da política de cliente se tiver ocorrido alguma alteração recente à configuração na consola do Gestor de configuração e se não pretender aguardar até a próxima hora agendada.

  • Atribuir manualmente um cliente a um site do Gestor de configuração ou tentar localizar um site e especificar o sufixo DNS de pontos de gestão que publicam no DNS.

  • Configurar a cache do cliente que armazena temporariamente os ficheiros e eliminar ficheiros na cache se necessitar de mais espaço em disco para instalar o software.

  • Configurar as definições da gestão de clientes baseada na Internet.

  • Ver linhas de base de configuração que foram implementadas no cliente, iniciar a avaliação de compatibilidade e ver relatórios de compatibilidade.

A segurança do System Center 2012 Configuration Manager é composta por várias camadas. Primeiro, o Windows fornece diversas funcionalidades de segurança para o sistema operativo e para a rede, como as seguintes:

  • Partilha de ficheiros para os transferir entre componentes do System Center 2012 Configuration Manager

  • Listas de Controlo de Acesso (ACL) para ajudar a proteger ficheiros e chaves de registo

  • IPsec para proteger as comunicações

  • Política de Grupo para definir a política de segurança

  • Permissões de DCOM para aplicações distribuídas, como a consola do Configuration Manager

  • Serviços de Domínio do Active Directory para armazenar as entidades de segurança

  • Segurança da conta do Windows, incluindo alguns grupos que são criados durante a Configuração do System Center 2012 Configuration Manager

Componentes de segurança adicionais, como as firewalls e a deteção de intrusões, proporcionam uma excelente proteção a todo o ambiente. Os certificados emitidos pelas implementações padrão de PKI da indústria fornecem autenticação, assinatura e encriptação.

O System Center 2012 Configuration Manager controla o acesso à consola do Gestor de configuração de várias formas. Por predefinição, apenas os Administradores locais possuem direitos sobre os ficheiros e as chaves de registo necessárias para executar a consola do Gestor de configuração em computadores em que está instalada.

A próxima camada de segurança baseia-se no acesso através do WMI (Windows Management Instrumentation), nomeadamente o Fornecedor de SMS. Por predefinição, o Fornecedor de SMS restringe-se aos membros do grupo de Administradores de SMS local. Num primeiro momento, este grupo contém apenas o utilizador que instalou o System Center 2012 Configuration Manager. Para conceder permissão a outras contas no repositório CIM (Common Information Model) e no fornecedor de SMS, adicione-as ao grupo de Administradores de SMS.

A camada final de segurança baseia-se nas permissões para objetos da base de dados do site. Por predefinição, a conta do Sistema Local e a conta de utilizador utilizadas para instalar o System Center 2012 Configuration Manager podem administrar todos os objetos da base de dados do site. Pode conceder e restringir as permissões a utilizadores administrativos adicionais na consola do Gestor de configuração utilizando a administração baseada em funções.

Para obter mais informações, consulte o guia Segurança e Privacidade no System Center 2012 Configuration Manager (Segurança e Privacidade no System Center 2012 Configuration Manager).

O System Center 2012 Configuration Manager utiliza a administração baseada em funções para ajudar a proteger objetos, como coleções, implementações e sites. Este modelo de administração define e gere de forma centralizada as definições de acesso de segurança de toda a hierarquia para todos os sites e definições do site. São atribuídas as funções de segurança a utilizadores administrativos e permissões de grupo para diferentes tipos de objeto do Gestor de configuração, como as permissões para criar ou alterar as definições do cliente. Os âmbitos de segurança agrupam instâncias específicas de objetos cuja gestão é da responsabilidade de um utilizador administrativo, como uma aplicação que instala o Microsoft Office 2010. A combinação de funções de segurança, âmbitos de segurança e coleções define os objetos que um utilizador administrativo pode ver e gerir. O System Center 2012 Configuration Manager instala algumas funções de segurança predefinidas para tarefas de gestão comuns. No entanto, pode criar as suas próprias funções de segurança para satisfazer as suas necessidades empresariais específicas.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

A comunicação do cliente com as funções do sistema de sites é protegida com certificados autoassinados ou certificados de infraestrutura de chaves públicas (PKI). Os computadores cliente que o Gestor de configuração deteta na Internet e os clientes de dispositivos móveis devem utilizar certificados PKI para que os pontos finais de cliente possam ser protegidos utilizando o HTTPS. As funções do sistema de sites a que os clientes se ligam podem ser configuradas para comunicação HTTPS ou HTTP com o cliente. Os computadores cliente comunicam sempre utilizando o método mais seguro disponível e só voltam a utilizar o método de comunicação HTTP menos seguro na intranet se possuir funções de sistema de sites que permitem comunicação HTTP.

Para obter mais informações, consulte os tópicos seguintes do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Administração de Sites no System Center 2012 Configuration Manager):

O System Center 2012 Configuration Manager utiliza a a conta do Sistema Local na maioria das operações do site. No entanto, algumas tarefas de gestão podem exigir a criação e manutenção de contas adicionais. Durante a Configuração, são criados vários grupos e funções do SQL Server predefinidos. Porém, pode ter de adicionar manualmente as contas de computador ou utilizador a estes grupos e funções predefinidos.

Para obter mais informações, consulte Referência Técnica para Contas Utilizadas no Configuration Manager (Gestão Fora de Banda no Configuration Manager) no guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager) (Ativos e Compatibilidade no System Center 2012 Configuration Manager).

Embora os produtos de gestão empresarial ofereçam muitas vantagens por permitirem gerir muitos clientes de forma eficaz, também tem de estar ciente de como este software pode afetar a privacidade dos utilizadores na sua organização. O System Center 2012 Configuration Manager inclui diversas ferramentas para recolher dados e monitorizar dispositivos, algumas das quais podem criar problemas de privacidade.

Por exemplo, quando instala o cliente do System Center 2012 Configuration Manager, muitas definições de gestão são ativadas por predefinição. Esta situação tem como resultado o envio de informações para o site do Gestor de configuração pelo software de cliente. As informações do cliente são armazenadas na base de dados do Gestor de configuração e não são enviadas à Microsoft. Antes de implementar o System Center 2012 Configuration Manager, considere os requisitos de privacidade.

Para obter mais informações, consulte o guia Segurança e Privacidade no System Center 2012 Configuration Manager (Segurança e Privacidade no System Center 2012 Configuration Manager).

Mostrar: