Introdução à Administração de Sites no Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

A administração de sites no System Center 2012 Configuration Manager diz respeito ao planeamento, instalação, gestão e monitorização de uma hierarquia de sites do System Center 2012 Configuration Manager. Uma hierarquia de sites pode ser descrita através de uma de três configurações básicas:

  • Um único site primário autónomo que não tem sites adicionais.

  • Um site primário que tem um ou mais sites secundários.

  • Um site de administração central como site de nível superior que tem um ou mais sites principais subordinados. Cada site primário pode suportar sites secundários.

Várias configurações no Gestor de configuração aplicam-se a objetos em todos os sites na hierarquia. Outras configurações são específicas para um site e requerem que cada site seja configurado separadamente. Por exemplo, é possível configurar a maior parte das funções do sistema de sites num site primário, mas algumas funções do sistema de sites apenas podem ser instaladas no site de nível superior de uma hierarquia, que pode ser um site primário numa hierarquia e um site de administração central noutra hierarquia. A infraestrutura de rede disponível, as localizações de rede e geográficas dos recursos geridos e as funcionalidades de gestão utilizadas podem influenciar a estrutura da hierarquia e a abordagem de administração.

Utilize as secções seguintes para obter mais informações sobre o planeamento, a configuração e a gestão do seu site ou hierarquia do Gestor de configuração:

Antes de implementar o primeiro site, reveja as informações de planeamento para o Gestor de configuração. O tipo de site que implementar inicialmente pode definir a estrutura da hierarquia. Eis alguns exemplos:

  • O primeiro site é um site primário: se o primeiro site que instalar for um site primário porque não espera gerir um ambiente complexo ou geograficamente disperso, inicialmente a hierarquia será limitada a um único site primário. Este site primário pode suportar sites secundários e, a partir do System Center 2012 Configuration Manager SP1, pode expandi-lo com um novo site de administração central.

  • O primeiro site é um site de administração central: se implementar um site de administração central como primeiro site, no futuro pode optar por adicionar mais sites primários como sites subordinados ao site de administração central. Este procedimento permite a flexibilidade para expandir a hierarquia à medida que a empresa cresce e quando os requisitos de gestão se alteram. Contudo, o System Center 2012 Configuration Manager não suporta a desanexação do site primário de um site de administração central. Por essa razão, no futuro, se deixar de precisar dos custos gerais que múltiplos sites primários comportam ou do site de administração central, tem de manter as configurações ou considerar reinstalar, do zero, a sua hierarquia como site primário autónomo. Pode considerar utilizar a Migração para mover dados da sua hierarquia existente para uma nova hierarquia de site primário autónomo.

Para mais informações sobre sites e hierarquias, consulte Planear os sites e as hierarquias no Configuration Manager.

Ao planear a hierarquia, considere as dependências externas do Gestor de configuração, tais como uma infraestrutura de chaves públicas (PKI), se planear utilizar certificados, ou a estrutura de domínio do Active Directory. Determine se gere recursos em florestas não fidedignas ou recursos que se encontram na Internet e determine a forma como o Gestor de configuração suportará esses cenários. Estes fatores e outras considerações podem influenciar a estrutura da hierarquia e o posicionamento da função do site e do sistema de sites. Para obter mais informações, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager e Identificar os Requisitos da Rede e da Empresa para Planear uma Hierarquia do Configuration Manager.

Em cada site que instalar, tem de instalar e configurar funções do sistema de sites para suportar operações de gestão. Se tenciona instalar mais do que um único site primário, reveja as funções do sistema de sites e verifique se pode implementá-las em sites diferentes. Algumas funções do sistema de sites, que incluem o ponto do Endpoint Protection, requerem que seja instalada apenas uma instância na hierarquia para fornecer um serviço a todos os sites na hierarquia. Outras funções do sistema de sites, que incluem o ponto de serviço Web do Catálogo de Aplicações, devem ser instaladas em cada site no qual pretende que forneçam um serviço. Por último, algumas funções do sistema de sites, que incluem o ponto de gestão e o ponto de distribuição, suportam a instalação de várias instâncias num site. Consulte os requisitos da função do sistema de sites para o ajudar a identificar as melhores localizações para colocar as funções do sistema de sites em cada site. Por exemplo:

  • Para sites de administração central, pode implementar funções do sistema de sites que são úteis para monitorizar toda a hierarquia, tais como o ponto do Reporting Services. Também pode implementar funções do sistema de sites que fornecem serviços a toda a hierarquia, por exemplo, o ponto do Endpoint Protection. Algumas funções, tais como o ponto de atualização de software, devem ser instaladas no site de administração central, mas também podem ser instaladas em sites primários e secundários. Neste cenário, o ponto de atualização de software no site de administração central fornece aos outros pontos de atualização de software uma localização central para a sincronização de atualizações de software.

  • Para os sites primários, é necessário possuir funções do sistema de sites para comunicação de cliente, tais como pontos de gestão e pontos de atualização de software. Reveja a infraestrutura de rede e as localizações dos computadores e utilizadores na rede para se certificar de que coloca esses sistemas de sites com clientes nas melhores localizações para otimizar a conectividade da rede.

  • Para os sites secundários, é possível instalar um conjunto limitado de funções do sistema de sites. Adicionalmente, se a distribuição de conteúdo para uma localização de rede remota for a sua principal preocupação, pode optar por instalar pontos de distribuição a partir de um site primário em vez de instalar um site secundário.

Para mais informações sobre sistemas de sites, consulte Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

Depois de implementar o primeiro site, pode configurar as definições que são aplicáveis a toda a hierarquia e as definições que são específicas para sites individuais. Independentemente do momento da configuração das definições ao nível dos sites ou da hierarquia, deve voltar a executar periodicamente estas tarefas para ajustar as configurações em função das novas necessidades comerciais. As configurações ao nível da hierarquia e específicas de sites afetam o modo de funcionamento dos sites e das tarefas de gestão de clientes em cada site.

Algumas das configurações ao nível da hierarquia que pode definir incluem:

  • Administração baseada em funções, que inclui:

    • Identificar os utilizadores administrativos que efetuam a gestão da infraestrutura do Gestor de configuração e atribuir-lhes funções de segurança, âmbitos de segurança e coleções para gerir as respetivas permissões nos objetos, bem como os objetos com os quais podem interagir.

    • Criar as funções de segurança e os âmbitos de segurança personalizados necessários para ajudar a segurança da partição e o acesso de utilizador administrativo a diferentes objetos.

  • Deteção para localizar recursos que pode gerir.

  • Limites e grupos de limites para controlar a atribuição de site e os servidores do sistema de sites nos quais os clientes podem obter conteúdos como aplicações ou implementações do sistema operativo.

  • Definições de cliente para especificar como e quando os clientes do Gestor de configuração executam diversas operações, nomeadamente a verificação de novas aplicações ou o envio de dados de inventário de hardware ou de software para o site atribuído.

Algumas das configurações especificas de sites que pode definir incluem:

  • Definições de comunicação para funções do sistema de sites que controlam a forma como os clientes comunicam com as funções do sistema de sites nesse site.

  • Definições para especificar a forma como os sites resumem os detalhes das mensagens de estado que são recolhidas nos clientes e nos servidores do sistema de sites.

  • Tarefas de manutenção do site e agendamentos para ajudar a manter a base de dados local do Gestor de configuração.

  • Configurações de componente do site que controlam o modo de funcionamento das funções do sistema de sites num site.

Para mais informações sobre como configurar definições ao nível do site e da hierarquia, consulte Configurar os sites e as hierarquias no Configuration Manager e Operações e manutenção da administração de sites no Configuration Manager.

É necessário monitorizar e manter o estado de funcionamento da hierarquia e dos sistemas de sites individuais. Ao longo do tempo, as condições do seu ambiente podem alterar-se. Essas alterações podem incluir problemas de rede que reduzem o desempenho de replicação entre sites, o número de clientes que dependem de um site e que pode afetar o desempenho da função do sistema de sites, bem como o aumento do volume de dados armazenados na base de dados do Gestor de configuração, que pode reduzir o desempenho do site e do processamento de dados.

Para manter o bom estado de funcionamento dos sistemas de sites, da replicação de dados entre sites e da base de dados, é necessário monitorizar a existência de problemas na hierarquia e adotar medidas para manter esses sistemas a fim de evitar problemas críticos.

Pode monitorizar o estado de funcionamento da hierarquia através da área de trabalho Monitorização da consola do Gestor de configuração. Adicionalmente, pode configurar tarefas de manutenção do site em cada site para ajudar a manter a eficiência operacional da base de dados e remover dados antigos que já não sejam necessários. Reveja periodicamente as configurações e as definições operacionais das funções do sistema de sites para se certificar de que continuam a fornecer um serviço aos seus clientes. Reveja também a frequência e a dimensão dos dados que recolhe nos clientes para se certificar de que recolhe apenas os dados de que realmente necessita.

O Gestor de configuração fornece funcionalidades incorporadas que pode utilizar para monitorizar e manter a sua infraestrutura. Por exemplo, pode:

  • Executar relatórios que o informam sobre o êxito ou a falha de tarefas comuns do Gestor de configuração e que resumem o estado operacional dos sites e da hierarquia.

  • Ver mensagens de estado e receber alertas que podem ajudá-lo a identificar problemas existentes ou emergentes, nomeadamente informações sobre implementações de aplicações ou problemas da infraestrutura ao nível dos sites e da hierarquia.

  • Ver o estado dos clientes, nomeadamente os clientes que estão inativos, e ver o estado dos clientes do Endpoint Protection.

  • Configurar mais de 30 tarefas de manutenção do site para ajudar a manter o estado de funcionamento da base de dados do Gestor de configuração.

Para mais informações sobre monitorização, consulte Monitorizar os sites e a hierarquia do Configuration Manager e Relatórios no Configuration Manager. Para mais informações sobre tarefas de manutenção do site, consulte Configurar tarefas de manutenção de Sites do Configuration Manager.

Mostrar: