Instalar Sites e Criar uma Hierarquia para o Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

As opções seguintes da Configuração para a instalação de sites são novas ou foram alteradas desde o Configuration Manager 2007:

  • Site de administração central

    O site de nível superior do Configuration Manager 2007 numa hierarquia com múltiplos sites primários era conhecido como site central. No System Center 2012 Configuration Manager, o site de administração central substitui o site central. O site de administração central não e um site primário no topo da hierarquia, mas antes um site que é utilizado para relatórios e para facilitar a comunicação entre sites primários da hierarquia. Um site de administração central suporta uma seleção limitada de funções de sistema de sites e não suporta diretamente clientes nem processa dados de cliente.

  • Instalação de funções de sistema de sites

    É possível instalar e configurar as seguintes funções de sistema de sites durante a Configuração:

    • Ponto de gestão

    • Ponto de distribuição

    É possível instalar as funções de sistema de sites localmente no servidor do site ou noutro computador. Após a instalação, é possível utilizar a consola do Gestor de configuração para instalar funções de sistema de sites adicionais.

  • Opção de instalação de site secundário inexistente

    Só é possível instalar sites secundários a partir da consola do Gestor de configuração. Para mais informações sobre a instalação de um site secundário, consulte a secção Instalar um Site Secundário do tópico.

  • Instalação Opcional da Consola do Configuration Manager

    Pode optar por instalar a consola do Gestor de configuração durante a Configuração ou após a mesma, utilizando o instalador da consola do Gestor de configuração (Consolesetup.exe).

  • Seleção do Idioma do Servidor e do Cliente

    Já não é necessário instalar os servidores de site com ficheiros de origem de um idioma específico ou instalar Pacotes de Cliente Internacionais quando pretende suportar outros idiomas no cliente. A partir da Configuração, pode selecionar os idiomas do servidor e do cliente que são suportados na sua hierarquia do Gestor de configuração. O Gestor de configuração utiliza o idioma de apresentação do servidor ou computador cliente quando tiver configurado o suporte para o idioma. O inglês é o idioma predefinido utilizado quando o Gestor de configuração não suporta o idioma de apresentação do computador do servidor ou do cliente.

    System_CAPS_warningAviso

    Não é possível selecionar idiomas específicos para clientes de dispositivos móveis. Em alternativa, tem de ativar todos os idiomas de cliente disponíveis ou utilizar apenas inglês.

  • Script de instalação automática

    A Configuração cria automaticamente o script de instalação automática quando o utilizador confirma as definições na página Resumo do assistente. O script de instalação automática contém as definições que selecionou no assistente. Pode modificar o script para instalar outros sites na hierarquia. A Configuração cria o script em %TEMP%\ConfigMgrAutoSave.ini.

  • Replicação de base de dados

    Quando existe mais do que um site do System Center 2012 Configuration Manager na hierarquia, o Gestor de configuração utiliza a replicação de base de dados para transferir dados e intercalar as alterações efetuadas à base de dados de um site com as informações armazenadas na base de dados noutros sites da hierarquia. Esta hierarquia permite que todos os sites partilhem as mesmas informações. Quando existe um site primário sem quaisquer outros sites, a replicação de base de dados não é utilizada. A replicação de base de dados é ativada quando instala um site primário que depende de um site de administração central ou quando liga um site secundário a um site primário.

  • Dispositivo de Transferência da Configuração

    O Dispositivo de Transferência da Configuração (SetupDL.exe) é uma aplicação autónoma que transfere os ficheiros de que a Configuração necessita. Pode executar o Dispositivo de Transferência da Configuração manualmente ou a Configuração pode executá-lo durante a instalação do site. Pode ver o progresso dos ficheiros que são transferidos e verificados. Só são transferidos os ficheiros necessários, evitando os ficheiros que tenham sido atualizados. Para mais informações sobre o Dispositivo de Transferência da Configuração, consulte a secção Dispositivo de Transferência da Configuração deste tópico.

  • Verificador de Pré-requisitos

    O Verificador de Pré-requisitos (Prereqchk.exe) é uma aplicação autónoma que verifica a preparação do servidor para uma função de sistema de sites específica. Além do servidor do site, do servidor da base de dados do site e do computador do fornecedor, o Verificador de Pré-requisitos agora verifica sistemas de sites de pontos de gestão e de pontos de distribuição. Pode executar o Verificador de Pré-requisitos manualmente ou a Configuração executa-o automaticamente como parte da instalação do site. Para mais informações sobre o Verificador de Pré-requisitos, consulte a secção Verificador de Pré-requisitos deste tópico.

Ao executar o Programa de Configuração para instalar um novo site primário ou site de administração central, poderá selecionar localizações não predefinidas para os ficheiros de base de dados do site. A opção para especificar localizações de ficheiros não predefinidas não se encontra disponível ao especificar um cluster do SQL Server.

Existem muitas decisões de negócio e de segurança que é necessário ter em conta antes de executar a Configuração e instalar o site. Baseie a estrutura da hierarquia do System Center 2012 Configuration Manager num planeamento cuidadoso da infraestrutura de rede, necessidades comerciais e limitações orçamentais, entre outros. De preferência, leia integralmente a secção Planear os sites e a hierarquia do Configuration Manager do guia Site Administration for System Center 2012 Configuration Manager (Administração de Sites para o System Center 2012 Configuration Manager), mas, de uma forma abreviada, a lista seguinte indica vários passos de planeamento importantes do guia que deve ter em conta antes de executar a Configuração.

System_CAPS_importantImportante

A instalação do System Center 2012 Configuration Manager no ambiente de produção sem um planeamento detalhado provavelmente não resultará num site completamente funcional que responda às suas necessidades comerciais e de segurança.

Item

Descrição

Mais informações

Infraestrutura de rede e Necessidades comerciais

Identifique a infraestrutura de rede e a forma como afeta a hierarquia do Gestor de configuração e identifique as suas necessidades comerciais para a utilização do Gestor de configuração.

Identificar os Requisitos da Rede e da Empresa para Planear uma Hierarquia do Configuration Manager

Configurações suportadas

Verifique se os servidores cumprem as configurações suportadas para a instalação do Gestor de configuração.

Certificados PKI

Reveja os certificados de infraestrutura de chaves públicas (PKI) que poderão ser necessários para os clientes e servidores do sistema de sites do Gestor de configuração.

Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager

Hierarquia de sites

Determine se deve instalar um site de administração central, um site primário subordinado ou um site primário autónomo. Ao criar uma hierarquia, deve instalar primeiro o site de administração central.

Planear uma Hierarquia no Configuration Manager

Ambiente do Windows

Prepare o ambiente do Windows para a instalação do servidor do site e do sistema de sites.

Preparar o Ambiente do Windows para o Configuration Manager

Base de dados do site

Planeie e configure o servidor de base de dados do site.

Planear Servidores de Bases de Dados no Configuration Manager

Existem duas aplicações, Dispositivo de Transferência de Configuração e Verificador de Pré-requisitos, que pode executar opcionalmente antes de instalar o site. Essas aplicações transferem ficheiros atualizados para a Configuração e verificam a preparação para o servidor do site ou para o servidor de sistema de sites.

O Dispositivo de Transferência de Configuração do Gestor de configuração é uma aplicação autónoma que verifica e transfere os ficheiros redistribuíveis de pré-requisitos necessários, os pacotes de idioma e as mais recentes atualizações de produto da Configuração. Ao instalar um site do Gestor de configuração, é possível especificar uma pasta que contém os ficheiros necessários, ou a Configuração pode iniciar automaticamente o Dispositivo de Transferência da Configuração para transferir os ficheiros mais recentes da Internet. Pode optar por executar o Dispositivo de Transferência de Configuração antes da Configuração e armazenar os ficheiros numa pasta de partilha de rede ou numa unidade de disco rígido amovível. Esta abordagem é necessária quando o computador planeado do servidor do site não tem acesso à Internet ou quando uma firewall impede a transferência dos ficheiros. Depois de transferir os ficheiros mais recentes, pode utilizar o mesmo caminho para a pasta de transferência para instalar vários sites. Quando instalar sites, verifique sempre se o caminho para a pasta de transferência contém a versão mais recente dos ficheiros.

System_CAPS_security Segurança Nota

Para impedir que um intruso adultere os ficheiros, utilize um caminho local para a pasta que armazena os ficheiros. Se utilizar uma pasta de partilha de rede para os ficheiros, utilize a assinatura do Bloco de Mensagens do Servidor (SMB) ou o protocolo IPsec (Internet Protocol Security) para proteger a localização dos ficheiros.

Pode abrir o Dispositivo de Transferência da Configuração e especificar o caminho para alojar os ficheiros transferidos ou executar o Dispositivo de Transferência da Configuração numa linha de comandos e especificar opções da linha de comandos. Utilize os procedimentos seguintes para iniciar o Dispositivo de Transferência da Configuração e os ficheiros mais recentes do Gestor de configuração de que a Configuração necessita.

  1. Num computador com acesso à Internet, abra o Explorador do Windows e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

  2. Faça duplo clique em Setupdl.exe. É apresentado o Dispositivo de Transferência da Configuração.

  3. Especifique o caminho para a pasta que irá alojar os ficheiros de instalação atualizados e clique em Transferir. O Dispositivo de Transferência da Configuração verifica os ficheiros que se encontram atualmente na pasta de transferência e transfere apenas os ficheiros que estão em falta ou que são mais recentes do que os existentes. O Dispositivo de Transferência da Configuração cria subpastas para os idiomas transferidos. O Dispositivo de Transferência da Configuração criará a pasta se esta não existir.

    System_CAPS_security Segurança Nota

    Para executar o Dispositivo de Transferência da Configuração, deve ter permissões do sistema de ficheiros NTFS Controlo Total para a pasta de transferência.

  4. Visualize o ficheiro de ConfigMgrSetup.log na raiz da unidade C para analisar os resultados da transferência.

  1. Abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

  2. Escreva setupdl.exe para abrir o Dispositivo de Transferência da Configuração. Opcionalmente, pode utilizar as seguintes opções da linha de comandos:

    • /VERIFY: Utilize esta opção para verificar os ficheiros na pasta de transferência, o que inclui os ficheiros de idioma. Reveja o ficheiro ConfigMgrSetup.log na raiz da unidade C para obter uma lista de ficheiros que estão desatualizados. Não são transferidos ficheiros quando utilizar esta opção.

    • /VERIFYLANG: Utilize esta opção para verificar os ficheiros de idioma na pasta de transferência. Reveja o ficheiro ConfigMgrSetup.log na raiz da unidade C para obter uma lista de ficheiros de idioma que estão desatualizados.

    • /LANG: Utilize esta opção para transferir apenas os ficheiros de idioma para a pasta de transferência.

    • /NOUI: Utilize esta opção para iniciar o Dispositivo de Transferência da Configuração sem apresentar a interface de utilizador. Se utilizar esta opção, tem de especificar o caminho de transferência como parte da linha de comandos.

    • <CaminhoDaTransferência>: Pode especificar o caminho da pasta de transferência para iniciar automaticamente a verificação ou o processo de transferência. Tem de especificar o caminho de transferência quando utilizar a opção /NOUI. Se não especificar um caminho de transferência, tem de especificar o caminho quando o Dispositivo de Transferência da Configuração é apresentada. O Dispositivo de Transferência da Configuração criará a pasta se esta não existir.

      System_CAPS_security Segurança Nota

      Para executar o Dispositivo de Transferência da Configuração, deve ter permissões do sistema de ficheiros NTFS Controlo Total para a pasta de transferência.

     

    Exemplos de utilização:

    • setupdl <CaminhoDaTransferência>

      O Dispositivo de Transferência da Configuração é iniciado, verifica os ficheiros que se encontram na pasta de transferência e transfere apenas os ficheiros que estão em falta ou que são mais recentes do que os existentes.

    • setupdl /VERIFY <CaminhoDaTransferência>

      O Dispositivo de Transferência da Configuração é iniciado e verifica os ficheiros existentes na pasta de transferência especificada.

    • setupdl /NOUI <CaminhoDaTransferência>

      O Dispositivo de Transferência da Configuração é iniciado, verifica os ficheiros que se encontram na pasta de transferência e transfere apenas os ficheiros que estão em falta ou que são mais recentes do que os existentes.

    • setupdl /LANG <CaminhoDaTransferência>

      O Dispositivo de Transferência da Configuração é iniciado, verifica os ficheiros de idioma que se encontram na pasta de transferência e transfere apenas os ficheiros de idioma que estão em falta ou que são mais recentes do que os existentes.

    • setupdl /VERIFY

      O Dispositivo de Transferência da Configuração é iniciado e deve ser especificado o caminho da pasta de transferência. Em seguida, depois de clicar em Verificar, o Dispositivo de Transferência da Configuração verifica os ficheiros na pasta de transferência.

  3. Visualize o ficheiro de ConfigMgrSetup.log na raiz da unidade C para analisar os resultados da transferência.

O Verificador de Pré-requisitos (Prereqchk.exe) é uma aplicação autónoma que verifica a preparação para um servidor de site ou funções de sistema de sites específicas. Antes da instalação do site, a Configuração executa o Verificador de Pré-requisitos. Pode optar por executar manualmente o Verificador de Pré-requisitos em possíveis servidores de site ou sistemas de sites para verificar a preparação do servidor. Este processo permite-lhe remediar quaisquer problemas que encontre antes de executar a Configuração. Quando executa o Verificador de Pré-requisitos sem opções da linha de comandos, é procurado um servidor de site existente no computador local e só as verificações aplicáveis ao site são executadas. Se não forem detetados sites existentes, serão executadas todas as regras de pré-requisitos. Pode executar o Verificador de Pré-requisitos numa linha de comandos e especificar opções de linha de comandos específicas para realizar apenas as verificações associadas ao servidor de site ou aos sistemas de sites que especificou na linha de comandos. Quando especifica outro servidor para verificar, tem de ter direitos administrativos no servidor para que o Verificador de Pré-requisitos conclua as verificações. Para mais informações sobre as verificações de pré-requisitos efetuadas pelo Verificador de Pré-requisitos, consulte Referência Técnica para o Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager.

Quando planear a atualização de um site do Gestor de configuração para um novo service pack, pode executar manualmente o Verificador de Pré-requisitos em cada site para verificar a preparação desse site para a atualização. Para tal, utilize os ficheiros do Verificador de Pré-requisitos do suporte de dados de origem dessa nova versão do Gestor de configuração. Quando se executa o Verificador de Pré-requisitos para atualização, não se especificam opções de linha de comandos.

Utilize os procedimentos seguintes para executar o Verificador de Pré-requisitos em servidores de site ou servidores de sistema de sites.

  1. No Explorador do Windows, navegue para uma das seguintes localizações:

    • <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

    • <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Copie os seguintes ficheiros para a pasta de destino no outro computador:

    • Prereqchk.exe

    • Prereqcore.dll

    • Basesql.dll

    • Basesvr.dll

    • Baseutil.dll

  1. No Explorador do Windows, navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64 ou <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Abra prereqchk.exe para iniciar o Verificador de Pré-requisitos.

    O Verificador de Pré-requisitos deteta sites existentes e, se encontrar algum, verifica a preparação para atualização. Se não existir nenhum site, serão executadas todas as verificações. A coluna Tipo de Site fornece informações sobre o servidor de site ou o sistema de sites a que a regra está associada.

  1. Abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64 ou <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Escreva prereqchk.exe /LOCAL para iniciar o Verificador de Pré-requisitos e executar todas as verificações de pré-requisitos no servidor.

  1. Abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64 ou <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Escreva prereqchk.exe e escolha entre as seguintes opções da linha de comandos para verificar os requisitos de uma instalação de site primário.

    Opção da linha de comandos

    Necessário

    Descrição

    /NOUI

    Não

    Inicia o Verificador de Pré-requisitos sem apresentar a interface de utilizador. Tem de especificar esta opção antes de qualquer outra opção na linha de comandos.

    /PRI

    Sim

    Verifica se o computador local cumpre os requisitos para o site primário.

    /SQL <FQDN do SQL Server>

    Sim

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos do SQL Server para alojar a base de dados do site do Gestor de configuração.

    /SDK <FQDN do Fornecedor de SMS>

    Sim

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos do Fornecedor de SMS.

    /JOIN <FQDN do site de administração central>

    Não

    Verifica se o computador local cumpre os requisitos para ligar ao servidor do site de administração central.

    /MP <FQDN do ponto de gestão>

    Não

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos da função de sistema de sites ponto de gestão. Esta opção só é suportada quando utiliza a opção /PRI .

    /DP <FQDN do ponto de distribuição>

    Não

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos da função de sistema de sites ponto de distribuição. Esta opção só é suportada quando utiliza a opção /PRI.

    /Ssbport

    Não

    Verifica se está em vigor uma exceção de firewall para permitir comunicações para a porta do SQL Server Service Broker (SSB). O número de porta predefinido é 4022.

    InstallDir <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

    Não

    Verifica o espaço mínimo em disco nos requisitos da instalação do site.

     

    Exemplos de utilização (as opções são mostradas entre parêntesis):

    • prereqchk.exe [/NOUI] /PRI /SQL <FQDN do SQL Server> /SDK <FQDN do Fornecedor de SMS> [/JOIN <FQDN do site da administração central>] [/MP <FQDN do ponto de gestão>] [/DP <FQDN do ponto de distribuição>]

    Quando executar o comando, a menos que utilize a opção NOUI, o Verificador de Pré-requisitos abre e começa a analisar os servidores especificados através da utilização das verificações de pré-requisitos aplicáveis às opções especificadas da linha de comandos. O Verificador de Pré-requisitos cria uma lista na secção Resultado de pré-requisitos para quaisquer problemas detetados.

  3. Clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Tem de resolver os problemas de todos os itens da lista com um estado de Erro antes de instalar o servidor do site, o sistema de sites ou a consola do Gestor de configuração. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do Verificador de Pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador.

  1. Abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64 ou <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Escreva prereqchk.exe e escolha entre as seguintes opções da linha de comandos para verificar os requisitos de uma instalação de site de administração central.

    Opção da linha de comandos

    Necessário

    Descrição

    /NOUI

    Não

    Inicia o Verificador de Pré-requisitos sem apresentar a interface de utilizador. Tem de especificar esta opção antes de qualquer outra opção na linha de comandos.

    /CAS

    Sim

    Verifica se o computador local cumpre os requisitos para o site de administração central.

    /SQL <FQDN do SQL Server>

    Sim

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos do SQL Server para alojar a base de dados do site do Gestor de configuração.

    /SDK <FQDN do Fornecedor de SMS>

    Sim

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos do Fornecedor de SMS.

    /Ssbport

    Não

    Verifica se está em vigor uma exceção de firewall para permitir comunicações na porta do SSB. O número de porta predefinido é 4022.

    InstallDir <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

    Não

    Verifica o espaço mínimo em disco nos requisitos da instalação do site.

     

    Exemplos de utilização (as opções são mostradas entre parêntesis):

    • prereqchk.exe /CAS /SQL <FQDN do SQL Server> /SDK <FQDN do Fornecedor de SMS> /Ssbport 4022

    • prereqchk.exe /NOUI /CAS /SQL <FQDN do SQL Server> /SDK <FQDN do Fornecedor de SMS>

    Quando executar o comando, a menos que utilize a opção NOUI, o Verificador de Pré-requisitos abre e começa a analisar os servidores especificados através da utilização das verificações de pré-requisitos aplicáveis às opções especificadas da linha de comandos. O Verificador de Pré-requisitos cria uma lista na secção Resultado de pré-requisitos para quaisquer problemas que sejam encontrados.

  3. Clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Tem de resolver os problemas de todos os itens da lista com um estado de Erro antes de instalar o servidor do site, o sistema de sites ou a consola do Gestor de configuração. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do verificador de pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador.

  1. No servidor do site primário a partir do qual planeia instalar o site secundário, abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64 ou <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Escreva prereqchk.exe e escolha entre as seguintes opções da linha de comandos para verificar os requisitos de uma instalação de site secundário num servidor remoto.

    Opção da linha de comandos

    Necessário

    Descrição

    /NOUI

    Não

    Inicia o Verificador de Pré-requisitos sem apresentar a interface de utilizador. Tem de especificar esta opção antes de qualquer outra opção na linha de comandos.

    /SEC <FQDN do servidor do site secundário>

    Sim

    Verifica se o computador especificado cumpre os requisitos para o site secundário.

    /INSTALLSQLEXPRESS

    Não

    Verifica se o SQL Server Express pode ser instalado no computador especificado.

    /Ssbport

    Não

    Verifica se está em vigor uma exceção de firewall para permitir comunicações para a porta do SQL Server Service Broker (SSB). O número de porta predefinido é 4022.

    /Sqlport

    Não

    Verifica se está em vigor uma exceção de firewall para permitir comunicações para a porta de serviço do SQL Server e se a porta não está a ser utilizada por outra instância nomeada do SQL Server. A porta predefinida é 1433.

    InstallDir <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

    Não

    Verifica o espaço mínimo em disco nos requisitos da instalação do site.

    /SourceDir

    Não

    Verifica se a conta de computador do site secundário consegue aceder à pasta que aloja os ficheiros de origem da Configuração.

     

    Exemplos de utilização (as opções são mostradas entre parêntesis):

    • prereqchk.exe /SEC /Ssbport 4022 /SourceDir <Caminho da Pasta de Origem>

    • prereqchk.exe [/NOUI] /SEC <FQDN do site secundário> [/INSTALLSQLEXPRESS]

    Quando executar o comando, a menos que utilize a opção NOUI, o Verificador de Pré-requisitos abre e começa a analisar os servidores especificados através da utilização das verificações de pré-requisitos aplicáveis às opções especificadas da linha de comandos. O Verificador de Pré-requisitos cria uma lista na secção Resultado de pré-requisitos para quaisquer problemas que sejam encontrados.

  3. Clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Tem de resolver os problemas de todos os itens da lista com um estado de Erro antes de instalar o servidor do site, o sistema de sites ou a consola do Gestor de configuração. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do verificador de pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador.

  1. No servidor do site primário a partir do qual instala o site secundário, abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64 ou <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  2. Escreva prereqchk.exe /Adminui para verificar os requisitos da instalação da consola do Gestor de configuração no computador local.

     

    Quando executar o comando, o Verificador de Pré-requisitos abre e começa a analisar os servidores especificados utilizando as verificações de pré-requisitos aplicáveis às opções especificadas da linha de comandos. O Verificador de Pré-requisitos cria uma lista na secção Resultado de pré-requisitos para quaisquer problemas detetados.

  3. Clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Tem de resolver os problemas de todos os itens da lista com um estado de Erro antes de instalar o servidor do site, o sistema de sites ou a consola do Gestor de configuração. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do verificador de pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador.

Antes de instalar um servidor de site num computador, considere os seguintes passos manuais para preparar a instalação do servidor de site.

Passo manual

Descrição

Instale as atualizações de segurança mais recentes no computador do servidor de site.

Utilize o Windows Update para instalar as atualizações de segurança mais recentes no computador do servidor de site.

Instale a correção descrita no artigo KB2552033 nos servidores de site que executem o Windows Server 2008 R2.

A correção descrita no artigo KB2552033 terá de ser instalada nos servidores de site que executem o Windows Server 2008 R2 quando a instalação push do cliente estiver ativada.

Pondere instalar os ficheiros do Visual C++ Redistributable nos computadores do servidor do site antes de instalar o site.

O Gestor de configuração instala o Microsoft Visual C++ Redistributable em cada computador que instala um servidor do site. A versão instalada depende da versão do Configuration Manager que utilizar:

  • System Center 2012 Configuration Manager sem service pack: Visual C++ 2008

  • System Center 2012 Configuration Manager SP1: Visual C++ 2008

  • System Center 2012 R2 Configuration Manager: Visual C++ 2010

  • System Center 2012 Configuration Manager SP2: Visual C++ 2013

  • System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1: Visual C++ 2013

Os sites de administração central e os sites primários precisam de versões x86 e x64 do ficheiro Redistributable aplicável. Os sites secundários precisam apenas da versão x64.

Estes ficheiros estão localizados no suporte de dados de instalação nas seguintes localizações:

  • <media path>\SMSSETUP\BIN\I386\vcredist_x86.exe

  • <media path>\SMSSETUP\BIN\x64\vcredist_x64.exe

System_CAPS_tipSugestão

A partir do System Center 2012 Configuration Manager SP2, é recomendado instalar o Visual C++ Redistributable aplicável no computador do servidor do site secundário antes de instalar ou atualizar um site secundário.

Quando executa a Configuração, é procurado um servidor de site existente no computador local, que fornece apenas as verificações aplicáveis com base nos resultados da procura. As opções disponíveis na Configuração também diferem quando executa a Configuração a partir de um suporte de dados de instalação, do DVD do Gestor de configuração ou de uma pasta de rede partilhada ou se executar a Configuração a partir do menu Iniciar ou abrindo Setup.exe a partir do caminho de instalação num servidor de site existente. O Assistente de Configuração do Gestor de configuração fornece as seguintes opções para instalar, atualizar ou desinstalar um site:

  • Instalar um servidor de site primário do Configuration Manager: Quando opta por instalar um novo site primário, pode configurar manualmente as definições do site no assistente ou deixar a Configuração configurar o site com um caminho de instalação predefinido para utilizar uma instalação local da instância predefinida do SQL Server para a base de dados do site, para instalar um ponto de gestão no servidor de site e para instalar um ponto de distribuição no servidor de site.

    System_CAPS_noteNota

    Tem de iniciar o Programa de Configuração do suporte de dados de instalação para selecionar esta opção.

  • Instalar um site de administração central do Configuration Manager: O site de administração central é utilizado para relatórios e para coordenar as comunicações entre sites primários da hierarquia. Só existe um site de administração central numa hierarquia do Gestor de configuração. O site de administração central tem de ser o primeiro site a instalar.

    System_CAPS_noteNota

    Tem de iniciar o Programa de Configuração do suporte de dados de instalação para selecionar esta opção.

  • Atualizar uma instalação existente do Configuration Manager: Escolha esta opção para atualizar uma versão existente do System Center 2012 Configuration Manager.

    System_CAPS_noteNota

    Tem de iniciar o Programa de Configuração do suporte de dados de instalação para selecionar esta opção.

  • Desinstalar um servidor de site do Configuration Manager: Quando é detetado um site existente no computador local e a versão do site é a igual à da Configuração, tem a opção de desinstalar o servidor do site. Pode iniciar a Configuração a partir do suporte de dados de instalação ou do servidor de site local para selecionar esta opção.

System_CAPS_noteNota

Para mais informações sobre as opções de manutenção de sites e de reposição de sites disponíveis na Configuração, consulte Gerir Configurações de Site e de Hierarquia.

Os utilizadores administrativos utilizam a consola do Gestor de configuração para gerir o ambiente do Gestor de configuração. Cada consola do Gestor de configuração estabelece ligação a um site de administração central ou a um site primário. Após o estabelecimento da ligação inicial, a consola do Gestor de configuração poderá estabelecer ligação a outros sites. No entanto, não é possível ligar uma consola do Gestor de configuração a um site secundário.

System_CAPS_noteNota

Os objetos que são apresentados ao utilizador administrativo que está a executar a consola dependem dos direitos atribuídos ao utilizador administrativo. Para mais informações sobre a administração baseada em funções, consulte a secção Planear a Administração Baseada em Funções do tópico Planear Segurança no Configuration Manager.

Pode instalar a consola do Gestor de configuração durante a instalação do servidor de site no Assistente de Configuração ou executar a aplicação autónoma.

Utilize o procedimento seguinte para instalar uma consola do Gestor de configuração utilizando a aplicação autónoma.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa a consola do Gestor de configuração detém os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos de Administrador local no computador em que a consola será executada.

    • Permissão de leitura para a localização dos ficheiros de instalação da consola do Gestor de configuração.

  2. Navegue para uma das seguintes localizações:

    • No suporte de dados de origem do Gestor de configuração, navegue para <FicheirosDeOrigemDoConfigMgr>\Smssetup\Bin\I386.

    • No servidor de site, navegue para <CaminhoDeInstalaçãoDoServidorDoSiteDoConfigMgr>\Tools\ConsoleSetup.

    System_CAPS_importantImportante

    Como melhor prática, inicie a instalação da consola do Gestor de configuração a partir de um servidor de site, em vez do suporte de dados de instalação do System Center 2012 Configuration Manager. O método de instalação do servidor de site copia os ficheiros de instalação da consola do Gestor de configuração e os pacotes de idiomas suportados do site para a subpasta Tools\ConsoleSetup. Se instalar a consola do Gestor de configuração a partir do suporte de dados de instalação do System Center 2012 Configuration Manager, este método de instalação instala sempre a versão inglesa, independentemente dos idiomas suportados no servidor do site ou das definições de idioma para o sistema operativo em execução no computador. Opcionalmente, pode copiar a pasta ConsoleSetup para uma localização alternativa para iniciar a instalação.

  3. Faça duplo clique em consolesetup.exe. O Assistente de Configuração da Consola do Configuration Manager abre-se.

    System_CAPS_importantImportante

    Instale sempre a consola do Gestor de configuração utilizando ConsoleSetup.exe. A Configuração da consola do Gestor de configuração pode ser iniciada ao executar AdminConsole.msi, mas não serão efetuadas verificações de pré-requisitos ou de dependências e a instalação poderá não ser realizada corretamente.

  4. Na página inicial, clique em Seguinte.

  5. Na página Servidor de Site, especifique o nome de domínio completamente qualificado (FQDN) do servidor de site a que a consola do Gestor de configuração ligará e, em seguida, clique em Seguinte.

  6. Na página Pasta de Instalação, especifique a pasta de instalação para a consola do Gestor de configuração e clique em Seguinte. O caminho da pasta não deve conter espaços à direita nem carateres Unicode.

  7. Na página Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente, escolha se pretende ou não participar neste programa e clique em Seguinte.

  8. Na página Pronto para Instalar, clique em Instalar para instalar a consola do Gestor de configuração.

  1. No servidor a partir do qual instala a consola Gestor de configuração, abra uma janela da Linha de Comandos e navegue para uma das seguintes localizações:

    • <CaminhoDeInstalaçãoDoServidorDoSiteDoConfigMgr>\Tools\ConsoleSetup

    • <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\I386

    System_CAPS_importantImportante

    Quando instala uma consola do Gestor de configuração numa linha de comandos, é sempre instalada a versão inglesa, independentemente da definição de idioma para o sistema operativo em execução no computador. Para instalar a consola do Gestor de configuração noutro idioma, tem de utilizar o procedimento anterior para o instalar.

  2. Escreva consolesetup.exe e escolha uma das seguintes opções da linha de comandos.

    Opção da linha de comandos

    Descrição

    /q

    Instala a consola do Gestor de configuração em modo automático. As opções EnableSQM, TargetDir e DefaultSiteServerName são necessárias quando utiliza esta opção.

    /uninstall

    Desinstala a consola do Gestor de configuração. Tem de especificar esta opção primeiro quando a utilizar com a opção /q.

    LangPackDir

    Especifica o caminho da pasta que contém os ficheiros de idioma. Pode utilizar o Dispositivo de Transferência da Configuração para transferir os ficheiros de idioma. Se não utilizar esta opção, a Configuração procurará a pasta de idioma na pasta atual. Se a pasta de idioma não for encontrada, a Configuração instalará apenas o idioma inglês. Para mais informações sobre o Dispositivo de Transferência da Configuração, consulte Dispositivo de Transferência da Configuração neste tópico.

    TargetDir

    Especifica a pasta de instalação para instalar a consola do Gestor de configuração. Esta opção é necessária quando utiliza a opção /q.

    EnableSQM

    Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente (CEIP). Utilize o valor 1 para aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente e o valor 0 para não participar no programa. Esta opção é necessária quando utiliza a opção /q.

    DefaultSiteServerName

    Especifica o FQDN do servidor do site ao qual a consola estabelece a ligação quando é aberta. Esta opção é necessária quando utiliza a opção /q.

     

    Exemplos de utilização:

    consolesetup.exe /q TargetDir="D:\Programas\ConfigMgr" EnableSQM=1 DefaultSiteServerName=MyServer.Contoso.com

    consolesetup.exe /q LangPackDir=C:\Downloads\ConfigMgr TargetDir="D:\Programas\ConfigMgr" Console EnableSQM=1 DefaultSiteServerName=MyServer.Contoso.com

    consolesetup.exe /uninstall /q

Durante a instalação do servidor do site, os ficheiros de instalação da consola e dos pacotes de idiomas suportados do Gestor de configuração são copiados para a subpasta <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\Tools\ConsoleSetup do servidor do site. Quando inicia a instalação da consola do Gestor de configuração a partir desta pasta do servidor do site, os ficheiros da consola e pacote dos pacotes de idiomas suportados do Gestor de configuração são copiados para o computador. Se estiver disponível um pacote de idiomas para a definição de idioma atual do computador, a consola do Gestor de configuração será aberta nesse idioma. Caso o pacote de idiomas associado não esteja disponível para o Gestor de configuração, a consola será aberta em inglês. Por exemplo, num cenário em que pretenda instalar a consola do Gestor de configuração a partir de um servidor de site que suporte inglês, alemão e francês. Se abrir a consola do Gestor de configuração num computador que tenha a definição de idioma configurada como francês, a consola será aberta em francês. Se abrir a consola do Gestor de configuração num computador que tenha a definição de idioma configurada como japonês, a consola será aberta em japonês porque o pacote de idiomas de japonês não está disponível.

Sempre que a consola do Gestor de configuração for aberta, determina as definições de idioma configuradas no computador, verifica se está disponível um pacote de idiomas associado para a consola do Gestor de configuração e, em seguida, abre a consola utilizando o pacote de idiomas apropriado. Para abrir a consola do Gestor de configuração em inglês, independentemente das definições de idioma configuradas no computador, será necessário mudar o nome ou remover manualmente os ficheiros de pacote de idiomas no computador.

Utilize os seguintes procedimentos para iniciar a consola do Gestor de configuração em inglês, independentemente da definição de região configurada no computador.

  1. No Explorador do Windows, navegue para <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\Tools\ConsoleSetup\LanguagePack.

  2. Mude o nome dos ficheiros .msp e .mst. Por exemplo, pode alterar <nome do ficheiro>.MSP para <nome do ficheiro>.MSP.disabled.

  3. Instale a consola do Gestor de configuração no computador.

    System_CAPS_importantImportante

    Quando são configurados novos idiomas de servidor para o servidor de sites, os ficheiros .msp e .mst são novamente copiados para a pasta LanguagePack e terá de repetir este procedimento para instalar novas consolas do Gestor de configuração apenas em inglês.

  1. No computador que está a executar a consola do Gestor de configuração, feche a consola do Gestor de configuração.

  2. No Explorador do Windows, navegue para <CaminhoDeInstalaçãoDaConsola>\Bin\ no computador da consola Gestor de configuração.

  3. Mude o nome da pasta de idiomas apropriada para o idioma que se encontra configurado no computador. Por exemplo, se as definições de idioma do computador tiverem sido definidas para alemão, poderá mudar o nome da pasta de para de.desativado.

  4. Para abrir a consola do Gestor de configuração no idioma que está configurado no computador, altere o nome da pasta para o nome original. Por exemplo, mude o nome de.desativado para de.

A sua implementação do Gestor de configuração consiste numa hierarquia de sites ou num site autónomo. Uma hierarquia é constituída por vários sites, cada qual com um ou mais servidores do sistema de sites. Um site autónomo é igualmente composto por um ou mais servidores do sistema de sites. Os servidores de sistemas de sites expandem as funcionalidades do Gestor de configuração. Por exemplo, poderá instalar um sistema de sites num site para suportar a implementação de atualizações de software ou para gerir dispositivos móveis. Para planear com êxito uma hierarquia de sites e identificar a rede e a localização geográfica recomendadas para os servidores de sites, certifique-se de que analisa as informações disponíveis sobre cada tipo de site, bem como as alternativas de sites disponibilizadas pelos sistemas de sites relacionados com a implementação de conteúdos. Para obter mais informações, consulte a secção Planear uma Hierarquia no Configuration Manager do tópico Planear os sites e as hierarquias no Configuration Manager.

Deverá dispor de uma fidedignidade de floresta para suportar sites do Gestor de configuração que se encontrem noutras florestas do Active Directory. Se instalar um site do Gestor de configuração numa floresta fidedigna, o Gestor de configuração não necessitará de passos de configuração adicionais. No entanto, certifique-se de que as firewalls e dispositivos de rede intervenientes não bloqueiam os pacotes de rede necessários para o Gestor de configuração, de que a resolução de nomes funciona entre florestas e de que utiliza uma conta com permissões suficientes para instalar o site. Para obter mais informações, consulte a secção Planeamento de Comunicações entre Florestas no Configuration Manager do tópico Planear a comunicações no Configuration Manager.

A instalação do site de administração central e do site primário do Gestor de configuração necessita do SQL Server instalado para que o Programa de Configuração possa ser executado. Pode instalar o SQL Server num servidor de sites secundário antes de executar o Programa de Configuração, ou permitir que o Programa de Configuração instale o SQL Server Express no âmbito da instalação do site secundário. Para mais informações sobre as versões do SQL Server suportadas para a instalação do site, consulte a secção do tópico .c1e93ef9-761f-4f60-8372-df9bf5009be0#BKMK_SupConfigSQLDBconfig

Para configurar um novo site no Gestor de configuração, pode utilizar tanto o Assistente de Configuração do Gestor de configuração ou executar uma instalação autónoma utilizando o método de instalação com script. Se utilizar o Assistente de Configuração do Gestor de configuração, poderá instalar um servidor de site primário ou um site de administração central. O site secundário é instalado a partir da consola do Gestor de configuração.

Para mais informações sobre as opções da linha de comandos que estão disponíveis no Programa de Configuração, consulte a secção Utilizar Opções da Linha de Comandos com a Configuração neste tópico.

Para mais informações sobre como executar o Programa de Configuração através de um script automático, consulte a secção Configuração Automática do Configuration Manager neste tópico.

System_CAPS_importantImportante

Após a conclusão do Programa de Instalação, não poderá alterar o diretório de instalação dos ficheiros de programa, o código do site ou a descrição de site do site em questão. Para alterar o diretório de instalação, o código do site ou o nome do site, deverá desinstalar o site e, em seguida, reinstalar o site utilizando os novos valores.

Utilize as secções seguintes para obter ajuda ao instalar um site utilizando o Assistente de Configuração.

Utilize um site de administração central para configurar definições comuns para toda a hierarquia, bem como para monitorizar todos os sites e objetos da hierarquia. Deverá instalar o site de administração central antes de instalar o site primário que está ligado à hierarquia do Gestor de configuração. Se instalar um site primário antes de instalar o site de administração central, a única forma de ligar o site primário à hierarquia do Gestor de configuração será desinstalar o site primário, instalar o site de administração central e, em seguida, reinstalar o site principal e ligá-lo ao site de administração central durante a Configuração.

No entanto, a partir do Gestor de configuração SP1, pode expandir um site primário autónomo existente para uma hierarquia que inclua um novo site de administração central. Após instalar o novo site de administração central, poderá instalar novos sites primários adicionais. Para obter mais informações, consulte a secção Planeamento da Expansão de um Site Primário Autónomo do tópico Planear os sites e as hierarquias no Configuration Manager.

Utilize o seguinte procedimento para instalar um site de administração central.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa o Programa de Configuração detém os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos de Administrador Local no computador do servidor do site de administração central.

    • Direitos de Administrador Local em cada computador que aloje um dos seguintes itens:

      • A base de dados do site

      • Uma instância do Fornecedor de SMS para o site

    • Direitos sysadmin na instância do SQL Server que aloja a base de dados do site. Após a conclusão da configuração, a conta de utilizador que executa a configuração e a conta de computador do servidor de site têm de reter os direitos de administrador do sistema no SQL Server. Não é suportado remover os direitos de administrador do sistema destas contas.

  2. No computador do site de administração central, abra o Explorador do Windows e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

  3. Faça duplo clique em Setup.exe. O Assistente de Configuração do Configuration Manager abre-se.

  4. Na página Antes de Começar, clique em Seguinte.

  5. Na página Introdução, selecione Instalar um site de administração central do Configuration Manager e clique em Seguinte.

  6. Na página Chave de Produto, opte por instalar o Gestor de configuração como edição de avaliação ou de instalação completa. Introduza a chave de produto para a instalação completa do Gestor de configuração. Clique em Seguinte.

    Se instalar o Gestor de configuração como uma edição de avaliação, após o prazo de 180 dias a consola do Gestor de configuração torna-se só de leitura até o produto ser ativado com uma chave de produto a partir da página Manutenção do Site da Configuração.

  7. Na página Termos de Licenciamento para Software Microsoft, leia e aceite os termos de licenciamento e clique em Seguinte.

  8. Na página Licenças de Pré-requisitos, leia e aceite os termos de licenciamento do software de pré-requisito e clique em Seguinte. O programa de configuração transfere e instala automaticamente o software em sistemas de sites ou clientes, quando necessário. Tem de selecionar todas as caixas de verificação para avançar para a página seguinte.

  9. Na página Transferências de Pré-requisitos, especifique se a Configuração deverá transferir os ficheiros de pré-requisitos redistribuíveis mais recentes, os pacotes de idioma e as atualizações mais recentes do produto através da Internet, ou utilizar ficheiros anteriormente transferidos e, em seguida, clique em Seguinte. Se tiver transferido anteriormente os ficheiros utilizando o Dispositivo de Transferência da Configuração, selecione Utilizar ficheiros anteriormente transferidos e especifique a pasta para transferência. Para obter informações sobre o Dispositivo de Transferência da Configuração, consulte a secção Dispositivo de Transferência da Configuração deste tópico.

    System_CAPS_noteNota

    Quando utilizar ficheiros transferidos anteriormente, verifique se o caminho para a pasta de transferência contém a versão mais recente dos ficheiros.

  10. Na página Seleção do Idioma do Servidor, selecione os idiomas que estarão disponíveis para a consola e relatórios do Gestor de configuração e, em seguida, clique em Seguinte. O inglês está selecionado por predefinição e não pode ser removido.

  11. Na página Seleção de Idioma do Cliente, selecione os idiomas que estarão disponíveis para os computadores cliente, especifique se pretende ativar todos os idiomas de cliente para os clientes de dispositivos móveis e, em seguida, clique em Seguinte. O inglês está selecionado por predefinição e não pode ser removido.

    System_CAPS_importantImportante

    Se estiver a instalar um site de administração central para expansão para um site primário autónomo, selecione os mesmos idiomas de cliente que se encontram instalados no site primário autónomo.

  12. Na página Definições de Instalação e Site, especifique o código e o nome do site. Para obter mais informações sobre a nomenclatura dos códigos do site, incluindo as melhores práticas e limitações, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager deste tópico.

  13. Especifique a pasta de instalação e se o Programa de Configuração deve instalar a consola do Gestor de configuração no computador local, e clique em Seguinte. O caminho da pasta não deve conter espaços à direita nem carateres Unicode.

    System_CAPS_warningAviso

    Não pode alterar a pasta de instalação após a conclusão do programa. Certifique-se de que a unidade de disco tem espaço em disco suficiente antes de continuar.

  14. Se estiver a utilizar o Gestor de configuração sem pacote de serviço, avance para o passo 15.

    Na página Instalação do Site de Administração Central, selecione a opção adequada ao cenário:

    • Para instalar um site de administração central como o primeiro site de uma nova hierarquia, selecione Instalar como o primeiro site de uma nova hierarquia e, em seguida, clique em Seguinte para continuar.

    • Para instalar um site de administração central para expandir um site primário autónomo existente para uma hierarquia, selecione Expandir um site primário autónomo existente para uma hierarquia, especifique o FQDN do servidor do site primário autónomo e, em seguida, clique em Seguinte para continuar.

      System_CAPS_noteNota

      O site primário autónomo tem de executar a mesma versão do Gestor de configuração que a versão utilizada para instalar o site de administração central.

  15. Na página Informações da Base de Dados, especifique as informações de porta do servidor base de dados do site e do SQL Server Service Broker (SSB) que deverão ser utilizadas pelo SQL Server. Tem de especificar uma porta válida que não esteja a ser utilizada por nenhum outro site ou serviço, nem bloqueada por restrições de firewall.

    System_CAPS_importantImportante

    Com o Gestor de configuração sem service pack, quando configurar a base de dados de sites para utilizar a instância predefinida do SQL Server, tem de configurar a porta de serviço do SQL Server para utilizar a porta TCP 1433, a porta predefinida. A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar uma porta TCP não predefinida para a instância predefinida.

    System_CAPS_noteNota

    Normalmente, o Service Broker está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas.

    Com o System Center 2012 Configuration Manager sem service pack ou com SP1, clique em Seguinte para avançar para a página Definições do Fornecedor de SMS.

    A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, clique em Seguinte para avançar para uma segunda página Informações da Base de Dados para especificar as localizações não predefinidas do ficheiro de dados do SQL Server e do ficheiro de registo do SQL Server da base de dados de sites. Depois, clique em Seguinte para continuar.

    System_CAPS_noteNota

    A opção para especificar localizações de ficheiros não predefinidas não está disponível quando utiliza um cluster do SQL Server.

    System_CAPS_warningAviso

    O verificador de pré-requisitos não executa uma verificação de espaço livre em disco para as localizações não predefinidas dos ficheiros.

  16. Na página Definições do Fornecedor de SMS, especifique o FQDN do servidor que aloja o Fornecedor de SMS e, em seguida, clique em Seguinte. Pode configurar fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial.

  17. Na página Configuração do Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente, selecione se pretende ou não participar e clique em Seguinte.

  18. Na página Resumo de Definições, reveja as definições e certifique-se de que estão corretas. Clique em Seguinte para iniciar o Verificador de Pré-requisitos e verificar a disponibilidade do servidor para o servidor do site de administração central.

  19. Na página Verificação de Pré-requisitos da Instalação, caso não sejam indicados problemas, clique em Seguinte para instalar o site de administração central. Se o Verificador de Pré-requisitos tiver detetado um problema, clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Terá de solucionar todos os itens da lista que tenham o estado Erro para poder prosseguir com a Configuração. Após a resolução do problema, clique em Executar Verificação para reiniciar a verificação de pré-requisitos. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do Verificador de Pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador. Para obter uma lista completa das regras e descrições dos pré-requisitos de instalação, consulte Referência Técnica para o Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager (Referência Técnica do Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager).

  20. Na página Instalação, o Programa de Configuração apresenta o estado geral da instalação. Quando a Configuração conclui a instalação do núcleo do servidor do site, poderá fechar o assistente. A configuração do site continua em segundo plano.

    System_CAPS_noteNota

    Pode ligar uma consola do Gestor de configuração ao site de administração central antes da conclusão da instalação do site, mas a consola estabelecerá a ligação ao site utilizando uma consola só de leitura. A consola só de leitura permite-lhe ver objetos e definições de configuração, mas impede a introdução de qualquer alteração que possa perder-se após ter sido concluída a instalação do site.

Durante a Configuração, deverá escolher se pretende associar o site primário a um site de administração central existente ou instalá-lo como um site primário autónomo.

System_CAPS_importantImportante

Ao criar uma hierarquia do Gestor de configuração, necessita de instalar primeiro o site de administração central.

Ao instalar um novo site primário no ambiente de produção, configure manualmente as opções de instalação do assistente. Normalmente, pode selecionar apenas a opção Utilizar as opções de instalação típicas para um site primário autónomo para instalar um site primário autónomo no seu ambiente de testes. Quando seleciona esta opção, o Programa de Configuração configura automaticamente o site como um site primário autónomo, utiliza um caminho de instalação predefinido, uma instalação local da instância predefinida do SQL Server para a base de dados do site, um ponto de gestão local, um ponto de distribuição local e configura o site com o idioma inglês e o idioma de apresentação do sistema operativo do servidor do site primário, desde que corresponda a um dos idiomas suportados pelo Gestor de configuração.

Utilize um dos seguintes procedimentos para instalar um site primário.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa o Programa de Configuração possui os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos de Administrador Local no computador do servidor do site de administração central

    • Direitos sysadmin na base de dados do site do site de administração central. Após a conclusão da configuração, a conta de utilizador que executa a configuração e a conta de computador do servidor de site têm de reter os direitos de administrador do sistema no SQL Server. Não é suportado remover os direitos de administrador do sistema destas contas.

    • Direitos de Administrador Local no computador do servidor de site primário

    • Direitos de Administrador Local em cada computador que aloje um dos seguintes itens no site primário:

      • A base de dados do site

      • Uma instância do Fornecedor de SMS para o site

      • Um ponto de gestão para o site

      • Um ponto de distribuição para o site

    • Direitos sysadmin na instância do SQL Server que aloja a base de dados do site. Após a conclusão da configuração, a conta de utilizador que executa a configuração e a conta de computador do servidor de site têm de reter os direitos de administrador do sistema no SQL Server. Não é suportado remover os direitos de administrador do sistema destas contas.

    • Direitos de administração baseados em funções que sejam equivalentes às funções de segurança de Administrador da Infraestrutura ou de Administrador Global

    System_CAPS_noteNota

    O Programa de Configuração configura automaticamente o endereço do remetente para utilizar a conta de computador para o servidor do site primário. Esta conta deverá ter permissões para Ler, Escrever, Executar e Eliminar o sistema de ficheiros NTFS na pasta SMS\Inboxes\Despoolr.box\Receive do servidor do site de administração central. Além disso, a política de segurança deverá ativar os direitos Aceder a este computador através da rede da conta no site de administração central. Após a conclusão do Programa de Configuração, poderá alterar a conta para uma conta de utilizador do Windows, se necessário. Por exemplo, deverá alterar a conta para uma conta de utilizador do Windows caso o site de administração central se encontre numa floresta diferente. Para mais informações sobre os requisitos de comunicação entre fidedignidades de floresta, consulte Planeamento de Comunicações entre Florestas no Configuration Manager.

  2. No novo computador do site principal, abra o Explorador do Windows e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

  3. Faça duplo clique em Setup.exe. O Assistente de Configuração do Configuration Manager abre-se.

  4. Na página Antes de Começar, clique em Seguinte.

  5. Na página Introdução, selecione Instalar um site primário do Configuration Manager, certifique-se de que a opção Utilizar as opções de instalação típicas para um site primário autónomo está desativada e, em seguida, clique em Seguinte.

  6. Na página Chave de Produto, opte por instalar o Gestor de configuração como edição de avaliação ou de instalação completa. Introduza a chave de produto para a instalação completa do Gestor de configuração. Clique em Seguinte.

    Se instalar o Gestor de configuração como uma edição de avaliação, após o prazo de 180 dias a consola do Gestor de configuração torna-se só de leitura enquanto o produto não for ativado a partir da página Manutenção do Site do Assistente de Configuração.

  7. Na página Termos de Licenciamento para Software Microsoft, leia e aceite os termos de licenciamento e clique em Seguinte.

  8. Na página Licenças de Pré-requisitos, leia e aceite os termos de licenciamento do software de pré-requisito e clique em Seguinte. O programa de configuração transfere e instala automaticamente o software em sistemas de sites ou clientes, quando necessário. Tem de selecionar todas as caixas de verificação para avançar para a página seguinte.

  9. Na página Transferências de Pré-requisitos, especifique se a Configuração irá transferir os ficheiros de pré-requisitos, pacotes de idiomas e atualizações do produto mais recentes através da Internet ou utilizar ficheiros anteriormente transferidos e, em seguida, clique em Seguinte. Se tiver transferido anteriormente os ficheiros utilizando o Dispositivo de Transferência da Configuração, selecione Utilizar ficheiros anteriormente transferidos e especifique a pasta para transferência. Para obter informações sobre o Dispositivo de Transferência da Configuração, consulte a secção Dispositivo de Transferência da Configuração deste tópico.

    System_CAPS_noteNota

    Quando utilizar ficheiros transferidos anteriormente, verifique se o caminho para a pasta de transferência contém a versão mais recente dos ficheiros.

  10. Na página Seleção do Idioma do Servidor, selecione os idiomas que estarão disponíveis para a consola e relatórios do Gestor de configuração e, em seguida, clique em Seguinte. O inglês está selecionado por predefinição e não pode ser removido.

  11. Na página Seleção de Idioma do Cliente, selecione os idiomas que estarão disponíveis para os computadores cliente, especifique se pretende ativar todos os idiomas de cliente para os clientes de dispositivos móveis e, em seguida, clique em Seguinte. O inglês está selecionado por predefinição e não pode ser removido.

  12. Na página Definições de Instalação e Site, especifique o código e o nome do site. Para obter mais informações sobre a nomenclatura dos códigos do site, incluindo as melhores práticas e limitações, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager deste tópico.

  13. Especifique a pasta de instalação e se o Programa de Configuração deve instalar a consola do Gestor de configuração no computador local, e clique em Seguinte. O caminho da pasta não deve conter espaços à direita nem carateres Unicode.

    System_CAPS_warningAviso

    Não pode alterar a pasta de instalação após a conclusão do programa. Certifique-se de que a unidade de disco tem espaço suficiente em disco antes de continuar.

  14. Na página Instalação do Site Primário, selecione Associar o site primário a uma hierarquia existente, especifique o FQDN do site de administração central e, em seguida, clique em Seguinte. O Programa de Configuração verifica se o servidor do site primário tem acesso ao servidor do site de administração central e se é possível obter o código do site para o site de administração central utilizando as credenciais de segurança do utilizador administrativo que está a executar o Programa de Configuração.

  15. Na página Informações da Base de Dados, especifique as informações de porta do servidor base de dados do site e do SQL Server Service Broker (SSB) que deverão ser utilizadas pelo SQL Server e, em seguida, clique em Seguinte. Tem de especificar uma porta válida que não esteja a ser utilizada por nenhum outro site ou serviço, nem bloqueada por restrições de firewall. Normalmente, o Service Broker está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas.

    System_CAPS_importantImportante

    No Gestor de configuração sem pacote de serviço, quando configura a base de dados de sites para utilizar a instância predefinida do SQL Server, necessita de configurar a porta do serviço do SQL Server para utilizar a porta TCP 1433, a porta predefinida. A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar uma porta TCP não predefinida para a instância predefinida.

    Com o System Center 2012 Configuration Manager sem service pack ou com SP1, clique em Seguinte para avançar para a página Definições do Fornecedor de SMS.

    A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, clique em Seguinte para avançar para uma segunda página Informações da Base de Dados para especificar as localizações não predefinidas do ficheiro de dados do SQL Server e do ficheiro de registo do SQL Server da base de dados de sites. Depois, clique em Seguinte para continuar.

    System_CAPS_noteNota

    A opção para especificar localizações de ficheiros não predefinidas não está disponível quando utiliza um cluster do SQL Server.

    System_CAPS_warningAviso

    O verificador de pré-requisitos não executa uma verificação de espaço livre em disco para as localizações não predefinidas dos ficheiros.

  16. Na página Definições do Fornecedor de SMS, especifique o FQDN do servidor que irá alojar o fornecedor de SMS e, em seguida, clique em Seguinte. Pode configurar fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial.

  17. Na página Definições de Comunicação do Computador Cliente, escolha se pretende configurar todos os sistemas de sites para aceitar apenas comunicações HTTPS de clientes ou se pretende que o método de comunicação seja configurado para cada função do sistema de sites e, em seguida, clique em Seguinte. Quando seleciona Todas as funções do sistema de sites apenas aceitam comunicações HTTPS com clientes, o computador cliente deverá ter um certificado PKI válido para autenticação de cliente. Se selecionar Configurar o método de comunicação em cada função do sistema de sites, poderá selecionar Os clientes irão utilizar HTTPS se tiverem um certificado PKI válido e se estiverem disponíveis funções do site com suporte HTTPS. Desta forma, haverá a garantia de que o cliente selecionará um sistema de sites que esteja configurado para HTTPS, caso esteja disponível. Para obter mais informações sobre os requisitos do certificado PKI, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager (Requisitos do Certificado PKI para o Configuration Manager).

  18. Na página Funções do Sistema de Sites, indique se pretende instalar um ponto de gestão ou um ponto de distribuição. Se selecionar esta opção durante a instalação, introduza o FQDN do sistema de sites e selecione o método de ligação do cliente. Clique em Seguinte. Se tiver selecionado Todas as funções do sistema de sites apenas aceitam comunicações HTTPS com clientes na página anterior, as definições de ligação do cliente são automaticamente configuradas para HTTPS e não poderão ser alteradas a menos que retroceda e altere a definição.

    System_CAPS_noteNota

    A conta de instalação do sistema de sites é automaticamente configurada para utilizar a conta de computador do site primário para instalação da função do sistema de sites. Se necessitar de utilizar uma conta de instalação alternativa para sistemas de sites remotos, não selecione as funções no Assistente de Configuração e instale-as mais tarde, a partir da consola do Gestor de configuração.

  19. Na página Configuração do Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente, selecione se pretende ou não participar e clique em Seguinte.

  20. Na página Resumo de Definições, reveja as definições e certifique-se de que estão corretas. Clique em Seguinte para iniciar o Verificador de Pré-requisitos e verificar a preparação do servidor para o site primário e para as funções do sistema de sites especificado.

  21. Na página Verificação de Pré-requisitos da Instalação, caso não sejam detetados problemas, clique em Seguinte para instalar o site primário e as funções de sistema de sites que selecionou. Quando o Verificador de Pré-requisitos detetar um problema, clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Terá de solucionar todos os itens da lista que tenham o estado Erro para poder prosseguir com a Configuração. Após a resolução do problema, clique em Executar Verificação para reiniciar a verificação de pré-requisitos. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do Verificador de Pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador. Para obter uma lista completa das regras e descrições dos pré-requisitos de instalação, consulte Referência Técnica para o Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager (Referência Técnica do Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager).

  22. Na página Instalação, o Programa de Configuração apresenta o estado geral da instalação. Quando o Programa de Configuração concluir a instalação do servidor do site principal e do sistema de sites, pode fechar o assistente. A configuração do site continua em segundo plano.

    System_CAPS_noteNota

    Pode ligar uma consola do Gestor de configuração a um site primário antes da conclusão da instalação do site, mas a consola irá ligar-se ao site utilizando uma consola só de leitura. A consola só de leitura permite-lhe ver objetos e definições de configuração, mas impede a introdução de qualquer alteração que possa perder-se após ter sido concluída a instalação do site.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa o Programa de Configuração detém os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos de Administrador Local no computador do servidor de site primário

    • Direitos de Administrador Local em cada computador que aloje um dos seguintes itens:

      • A base de dados do site

      • Uma instância do Fornecedor de SMS para o site

      • Um ponto de gestão para o site

      • Um ponto de distribuição para o site

    • Direitos sysadmin na instância do SQL Server que aloja a base de dados do site. Após a conclusão da configuração, a conta de utilizador que executa a configuração e a conta de computador do servidor de site têm de reter os direitos de administrador do sistema no SQL Server. Não é suportado remover os direitos de administrador do sistema destas contas.

  2. No novo computador do site principal, abra o Explorador do Windows e navegue para <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

  3. Faça duplo clique em Setup.exe. O Assistente de Configuração do Configuration Manager abre-se.

  4. Na página Antes de Começar, clique em Seguinte.

  5. Na página Introdução, selecione Instalar um site primário do Configuration Manager, certifique-se de que a opção Utilizar as opções de instalação típicas para um site primário autónomo não está selecionada e, em seguida, clique em Seguinte.

  6. Na página Chave de Produto, opte por instalar o Gestor de configuração como edição de avaliação ou de instalação completa. Introduza a chave de produto para a instalação completa do Gestor de configuração. Clique em Seguinte.

    Se instalar o Gestor de configuração como uma edição de avaliação, após o prazo de 180 dias a consola do Gestor de configuração torna-se só de leitura até o produto ser ativado com uma chave de produto a partir da página Manutenção do Site da Configuração.

  7. Na página Termos de Licenciamento para Software Microsoft, leia e aceite os termos de licenciamento e clique em Seguinte.

  8. Na página Licenças de Pré-requisitos, leia e aceite os termos de licenciamento do software de pré-requisito e clique em Seguinte. O programa de configuração transfere e instala automaticamente o software em sistemas de sites ou clientes, quando necessário. Tem de selecionar todas as caixas de verificação para avançar para a página seguinte.

  9. Na página Transferências de Pré-requisitos, especifique se a Configuração irá transferir os ficheiros de pré-requisitos, pacotes de idiomas e atualizações do produto mais recentes através da Internet ou utilizar ficheiros anteriormente transferidos e, em seguida, clique em Seguinte. Se tiver transferido anteriormente os ficheiros utilizando o Dispositivo de Transferência da Configuração, selecione Utilizar ficheiros anteriormente transferidos e especifique a pasta para transferência. Para obter informações sobre o Dispositivo de Transferência da Configuração, consulte a secção Dispositivo de Transferência da Configuração deste tópico.

    System_CAPS_noteNota

    Quando utilizar ficheiros transferidos anteriormente, verifique se o caminho para a pasta de transferência contém a versão mais recente dos ficheiros.

  10. Na página Seleção de Idioma do Servidor, selecione os idiomas que irão estar disponíveis na consola do Gestor de configuração e para os relatórios e, em seguida, clique em Seguinte. O inglês está selecionado por predefinição e não pode ser removido.

  11. Na página Seleção de Idioma do Cliente, selecione os idiomas que irão estar disponíveis para os computadores cliente, especifique se pretende ativar todos os idiomas de cliente para os clientes de dispositivos móveis e, em seguida, clique em Seguinte. Por predefinição, está selecionado o inglês e não pode ser removido.

  12. Na página Definições de Instalação e Site, especifique o código e o nome do site. Para obter mais informações sobre a nomenclatura dos códigos do site, incluindo as melhores práticas e limitações, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager deste tópico.

  13. Especifique a pasta de instalação e se o Programa de Configuração deve instalar a consola do Gestor de configuração no computador local, e clique em Seguinte. O caminho da pasta não deve conter espaços à direita nem carateres Unicode.

    System_CAPS_warningAviso

    Não pode alterar a pasta de instalação após a conclusão do Programa de Configuração. Certifique-se de que a unidade de disco tem espaço suficiente em disco antes de continuar.

    System_CAPS_importantImportante

    Se tiver selecionado Utilizar as opções de instalação típicas para um site primário autónomo, avance para o passo 17, relativo à página Configuração do Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

  14. Na página Instalação do Site Primário, selecione Instalar o site primário como um site autónomo e, em seguida, clique em Seguinte. Clique em Sim para confirmar que pretende instalar o site como um site autónomo.

    System_CAPS_importantImportante

    Antes do Gestor de configuração SP1, não podia associar o site primário autónomo a um site de administração central após a conclusão do Programa de Configuração.

  15. Na página Informações da Base de Dados, especifique as informações de porta do servidor base de dados do site e do SQL Server Service Broker (SSB) que deverão ser utilizadas pelo SQL Server e, em seguida, clique em Seguinte. Tem de especificar uma porta válida que não esteja a ser utilizada por nenhum outro site ou serviço, nem bloqueada por restrições de firewall. Normalmente, o Service Broker está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas.

    System_CAPS_importantImportante

    Com o Gestor de configuração sem service pack, quando configurar a base de dados de sites para utilizar a instância predefinida do SQL Server, tem de configurar a porta de serviço do SQL Server para utilizar a porta TCP 1433, a porta predefinida. A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar uma porta TCP não predefinida para a instância predefinida.

    Com o System Center 2012 Configuration Manager sem service pack ou com SP1, clique em Seguinte para avançar para a página Definições do Fornecedor de SMS.

    A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, clique em Seguinte para avançar para uma segunda página Informações da Base de Dados para especificar as localizações não predefinidas do ficheiro de dados do SQL Server e do ficheiro de registo do SQL Server da base de dados de sites. Depois, clique em Seguinte para continuar.

    System_CAPS_noteNota

    A opção para especificar localizações de ficheiros não predefinidas não está disponível quando utiliza um cluster do SQL Server.

    System_CAPS_warningAviso

    O verificador de pré-requisitos não executa uma verificação de espaço livre em disco para as localizações não predefinidas dos ficheiros.

  16. Na página Definições do Fornecedor de SMS, especifique o FQDN do servidor que irá alojar o fornecedor de SMS e, em seguida, clique em Seguinte. Pode configurar fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial.

  17. Na página Definições de Comunicação do Cliente, escolha se pretende configurar todos os sistemas de sites para aceitar apenas comunicações HTTPS de clientes ou se pretende que o método de comunicação seja configurado para cada função do sistema de sites e, em seguida, clique em Seguinte. Se selecionar Todas as funções do sistema de sites apenas aceitam comunicações HTTPS de clientes, o computador cliente deverá ter um certificado PKI válido para autenticação de cliente. Para obter mais informações sobre os requisitos do certificado PKI, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager (Requisitos do Certificado PKI para o Configuration Manager).

  18. Na página Funções do Sistema de Sites, indique se pretende instalar um ponto de gestão ou um ponto de distribuição. Uma vez selecionado para instalação, introduza o FQDN do sistema de sites e selecione o método de ligação do cliente. Clique em Seguinte. Se tiver selecionado Todas as funções do sistema de sites apenas aceitam comunicações HTTPS de clientes na página anterior, as definições de ligação do cliente são automaticamente configuradas para HTTPS e não poderão ser alteradas a menos que retroceda e altere a definição.

    System_CAPS_noteNota

    A conta de instalação do sistema de sites é automaticamente configurada para utilizar a conta de computador do site primário para instalação da função do sistema de sites. Se necessitar de utilizar uma conta de instalação alternativa para sistemas de sites remotos, não selecione as funções no Assistente de Configuração e instale-as mais tarde, a partir da consola do Gestor de configuração.

  19. Na página Configuração do Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente, selecione se pretende ou não participar e clique em Seguinte.

  20. Na página Resumo de Definições, reveja as definições e certifique-se de que estão corretas. Clique em Seguinte para iniciar o Verificador de Pré-requisitos e verificar a preparação do servidor para o servidor de site primário e para as funções do sistema de sites.

  21. Na página Verificação de Pré-requisitos da Instalação, caso não sejam detetados problemas, clique em Seguinte para instalar o site primário e as funções de sistema de sites. Quando o Verificador de Pré-requisitos detetar um problema, clique num item da lista para obter detalhes sobre como resolver o problema. Terá de solucionar todos os itens da lista que tenham o estado Erro para poder prosseguir com a Configuração. Após a resolução do problema, clique em Executar Verificação para reiniciar a verificação de pré-requisitos. Pode também abrir o ficheiro ConfigMgrPrereq.log na raiz da unidade do sistema para rever os resultados do Verificador de Pré-requisitos. O ficheiro de registo pode conter informações adicionais que não são apresentadas na interface de utilizador. Para obter uma lista completa das regras e descrições dos pré-requisitos de instalação, consulte Referência Técnica para o Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager (Referência Técnica do Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager).

  22. Na página Instalação, o Programa de Configuração apresenta o estado geral da instalação. Quando o Programa de Configuração concluir a instalação do servidor do site principal e do sistema de sites, pode fechar o assistente. A configuração do site continua em segundo plano.

    System_CAPS_noteNota

    Pode ligar uma consola do Gestor de configuração a um site primário antes da conclusão da instalação do site, mas a consola irá ligar-se ao site utilizando uma consola só de leitura. A consola só de leitura permite-lhe ver objetos e definições de configuração, mas impede a introdução de qualquer alteração que possa perder-se após ter sido concluída a instalação do site.

Utilize sites secundários para gerir a transferência dos dados de conteúdo de implementação e de cliente através de redes com largura de banda reduzida. Gere um site secundário a partir de um site de administração central ou do site primário principal do site secundário e estes são frequentemente utilizados em locais que não dispõem de um utilizador administrativo com direitos de Administrador Local. Após anexar um site secundário a um site primário, não poderá movê-lo para outro site principal sem primeiro desinstalá-lo e voltar a instalá-lo num novo site.

O site secundário necessita do SQL Server para a respetiva base de dados do site. O Programa de Configuração instala automaticamente o SQL Server Express durante a instalação do site não estiver disponível uma instância local do SQL Server. Antes de o Programa de Configuração iniciar a instalação do site secundário, executa o Verificador de Pré-requisitos no computador do site secundário para verificar os requisitos. Durante a instalação do site secundário, o Programa de Configuração configura a replicação da base de dados com o respetivo site primário principal e instala automaticamente as funções de sistema de sites de ponto de gestão e ponto de distribuição no site secundário.

System_CAPS_noteNota

Para mais informações sobre as versões do SQL Server suportadas para sites secundários, consulte a secção do tópico .c1e93ef9-761f-4f60-8372-df9bf5009be0#BKMK_SupConfigSQLDBconfig

System_CAPS_noteNota

O Programa de Configuração configura automaticamente o site secundário para utilizar as portas de comunicação de cliente que estão configuradas no sítio primário principal.

Utilize o seguinte procedimento para criar um site secundário.

  1. Certifique-se de que os seguintes direitos de segurança existem:

    • O utilizador administrativo que configura a instalação do site secundário na consola do Gestor de configuração tem de ter direitos de administração baseados em funções que sejam equivalentes à função de segurança de Administrador de Infraestrutura ou de Administrador Global.

    • A conta de computador do site primário principal tem de ser de um Administrador Local no computador do servidor do site secundário.

    • Se um site secundário utilizar uma instância anteriormente instalada do SQL Server para alojar a base de dados do site secundário:

      • A conta de computador do site primário principal tem de ter direitos sysadmin para a instância do SQL Server no computador do servidor de site secundário.

      • A conta Sistema Local do computador do servidor de site secundário tem de ter direitos sysadmin para a instância do SQL Server no computador do servidor de site secundário.

      • Após a conclusão da configuração, ambas as contas de computador do servidor de site têm de reter os direitos de administrador do sistema no SQL Server. Não é suportado remover os direitos de administrador do sistema destas contas.

  2. Na consola do Gestor de configuração, clique em Administração.

  3. Na área de trabalho Administração, expanda Configuração do Site e clique em Sites.

  4. No separador Início do grupo Site, clique em Criar Site Secundário. É aberto o Assistente para Criar um Site Secundário.

  5. Na página Antes de começar, confirme se o site primário principal apresentado é o site do qual pretende que este site secundário seja subordinado e, em seguida, clique em Seguinte.

  6. Na página Geral, especifique as seguintes definições:

    • Código do site: Especifique um código de site para o site secundário. Para obter mais informações sobre a nomenclatura dos códigos do site, incluindo as melhores práticas e limitações, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager deste tópico.

    • Nome do servidor de sites: Especifique o FQDN do servidor de sites secundários. Certifique-se de que o servidor cumpre os requisitos para a instalação do site secundário. Para mais informações sobre as configurações suportadas, consulte .

    • Nome do site: Especifique um nome para o site secundário.

    • Pasta de instalação: Especifique a pasta de instalação a criar no servidor do site secundário.

    Clique em Seguinte.

    System_CAPS_importantImportante

    Pode clicar em Resumo para utilizar as predefinições do assistente e aceder diretamente à página Resumo. Utilize esta opção apenas se estiver familiarizado com as definições deste assistente. Os grupos de limites não são associados ao ponto de distribuição quando utiliza as predefinições. Como resultado, os clientes não irão utilizar o ponto de distribuição que se encontra instalado neste site secundário como localização de origem dos conteúdos. Para mais informações sobre os grupos de limites, consulte a secção Criar e Configurar Grupos de Limites para o Configuration Manager do tópico Configurar Limites e Grupos de Limites no Configuration Manager.

  7. Na página Ficheiros de Origem de Instalação, especifique a localização dos ficheiros de instalação do site secundário e, em seguida, clique em Seguinte. Pode copiar os ficheiros do site principal para o site secundário, utilizar os ficheiros de origem a partir de uma localização de rede ou utilizar ficheiros de origem que já estejam disponíveis localmente no servidor do site secundário.

    Se selecionar as opções Utilizar os ficheiros de origem disponíveis na seguinte localização de rede ou Utilizar os ficheiros de origem disponíveis na seguinte localização do computador do site secundário, a localização deverá incluir a pasta Redist com os ficheiros redistribuíveis de pré-requisitos, os pacotes de idiomas e as últimas atualizações do produto para o Programa de Configuração. Utilize o Dispositivo de Transferência da Configuração para transferir os ficheiros necessários para a pasta Redist antes de instalar o site secundário. A instalação do site secundário irá falhar se os ficheiros não estiverem disponíveis na subpasta Redist. Para mais informações sobre o Dispositivo de Transferência da Configuração, consulte Dispositivo de Transferência da Configuração neste tópico.

    System_CAPS_noteNota

    O nome da pasta ou da partilha que escolher para os ficheiros de origem do Programa de Instalação apenas pode utilizar carateres ASCII.

    System_CAPS_security Segurança Nota

    A conta de computador do site secundário tem de ter a permissão Ler para o sistema de ficheiros NTFS e permissões de partilha para a pasta de origem e partilha do Programa de Configuração. Evite utilizar partilhas de rede administrativas (por exemplo, C$ e D$), dado que necessitam que a conta de computador do site secundário seja um utilizador administrativo no computador remoto.

  8. Na página Definições do SQL Server, especifique se o site secundário irá utilizar o SQL Server Express ou uma instância existente do SQL Server para a base de dados do site e, em seguida, configure as definições associadas.

    System_CAPS_importantImportante

    Com o Gestor de configuração sem service pack, quando configurar a base de dados de sites para utilizar a instância predefinida do SQL Server, tem de configurar a porta de serviço do SQL Server para utilizar a porta TCP 1433, a porta predefinida. A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar uma porta TCP não predefinida para a instância predefinida.

    Instale e configure uma cópia local do SQL Express no computador do site secundário

    • Porta do Serviço do SQL Server: Especifique a porta do serviço do SQL Server que o SQL Server Express deverá utilizar. Normalmente, a porta do serviço está configurada para utilizar a porta TCP 1433, embora possa configurar outra porta.

    • Porta do SQL Server Broker: Especifique a porta do SQL Server Service Broker (SSB) que o SQL Server Express deverá utilizar. Normalmente, o Service Broker está configurado para utilizar a porta TCP 4022, embora possa configurar outra porta. Tem de especificar uma porta válida que não esteja a ser utilizada por nenhum outro site ou serviço, nem bloqueada por restrições de firewall.

    System_CAPS_importantImportante

    A partir do Gestor de configuração SP1, o Gestor de configuração pode instalar o SQL Server Express 2012 sem service pack como parte do novo site secundário. Quando o Gestor de configuração instalar o SQL Server Express 2012, tem de, em seguida, atualizar o SQL Server Express para uma versão suportada para utilização com sites secundários. Deve-se ao facto de a versão do SQL Server Express que o Gestor de configuração pode instalar não corresponder aos requisitos mínimos atuais necessários.

    A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, se a instalação do novo site secundário não for concluída mas a do SQL Server Express 2012 for, tem de atualizar essa instância do SQL Server Express antes de o Gestor de configuração poder tentar novamente a instalação do site secundário com êxito.

    Consulte para obter uma lista das versões do SQL Server suportadas com diferentes versões do Gestor de configuração.c1e93ef9-761f-4f60-8372-df9bf5009be0#BKMK_SupConfigSQLDBconfig

    Utilizar uma instância existente do SQL Server

    • FQDN do SQL Server: Reveja o FQDN do computador do SQL Server. É necessário utilizar um SQL Server local para alojar a base de dados do site secundário e não é possível alterar esta definição.

    • Instância do SQL Server: Especifique a instância do SQL Server a utilizar como base de dados do site secundário. Deixe esta opção em branco para utilizar a instância predefinida.

    • Nome de base de dados do site ConfigMgr: Especifique o nome a utilizar para a base de dados do site secundário.

    • Porta do SQL Server Broker: Especifique a porta do SQL Server Service Broker (SSB) a pelo SQL Server. Tem de especificar uma porta válida que não esteja a ser utilizada por nenhum outro site ou serviço, nem bloqueada por restrições de firewall.

      System_CAPS_noteNota

      O Programa de Configuração não valida as informações introduzidas nesta página antes de iniciar a instalação. Antes de continuar, verifique estas definições.

    Clique em Seguinte.

  9. Na página Ponto de Distribuição, configure as definições gerais do ponto de distribuição.

    • Instalar e configurar o IIS se exigido pelo Configuration Manager: Selecione esta definição para permitir que o Gestor de configuração instale e configure o ISS (Serviços de Informação Internet) no servidor se este não estiver instalado. O IIS tem de ser instalado em todos os pontos de distribuição. Se o IIS não estiver instalado no servidor e não selecionar esta definição, terá de instalar o IIS antes de ser possível instalar o ponto de distribuição.

    • Configure a forma como os dispositivos cliente comunicam com o ponto de distribuição. Existem vantagens e desvantagens na utilização de HTTP e HTTPS. Para mais informações, consulte a secção Procedimentos recomendados de segurança para a gestão de conteúdo do tópico Segurança e Privacidade da Gestão de Conteúdos no Configuration Manager.

      System_CAPS_importantImportante

      Terá de selecionar HTTPS se o site primário estiver configurado para comunicar apenas através de HTTPS.

      Para obter mais informações sobre a comunicação do cliente com o ponto de distribuição e outros sistemas de sites, consulte a secçãoPlaneamento das Comunicações de Clientes no Configuration Manager no tópico Planear a comunicações no Configuration Manager.

    • Permitir a ligação anónima dos clientes: Esta definição especifica se o ponto de distribuição irá permitir ligações anónimas dos Gestor de configuração clientes para a biblioteca de conteúdos.

      System_CAPS_warningAviso

      Ao implementar uma aplicação do Windows Installer num cliente do Gestor de configuração, o Gestor de configuração transfere o ficheiro para a cache local do cliente e os ficheiros são eventualmente removidos após a conclusão da instalação. O cliente do Gestor de configuração atualiza a lista de origem do Windows Installer para as aplicações do Windows Installer instaladas com o caminho de conteúdo da biblioteca de conteúdos em pontos de distribuição associados. Caso posteriormente inicie a ação de Reparação a partir de Adicionar/Remover Programas num cliente do Gestor de configuração que esteja a executar o Windows XP, o MSIExec tentará aceder ao caminho do conteúdo utilizando um caminho de utilizador anónimo. Necessita de selecionar a definição Permitir a ligação anónima dos clientes, caso contrário a reparação não será concluída com êxito em clientes que estejam a executar o Windows XP. Em todos os outros sistemas operativos, o cliente estabelecerá a ligação ao ponto de distribuição utilizando a conta de utilizador com sessão iniciada.

    • Crie um certificado autoassinado ou importe um certificado de cliente de infraestrutura de chaves públicas (PKI) para o ponto de distribuição. O certificado tem os seguintes objetivos:

      • Autentica o ponto de distribuição para um ponto de gestão antes do envio de mensagens de estado pelo ponto de distribuição.

      • Se selecionar a caixa de verificação Ativar suporte PXE para clientes da página Definições de PXE, o certificado será enviado para os computadores que executam um arranque PXE para que possam estabelecer a ligação a um ponto de gestão durante a implementação do sistema operativo.

      Quando todos os pontos de gestão do site estiverem configurados para HTTP, crie um certificado autoassinado. Quando os pontos de gestão estiverem configurados para HTTPS, importe um certificado de cliente PKI.

      Para importar o certificado, procure um ficheiro de Public Key Cryptography Standard (PKCS #12) que contenha um certificado PKI com os seguintes requisitos do Gestor de configuração:

      • A utilização prevista deve incluir a autenticação de cliente.

      • A chave privada tem de estar ativada para ser exportada.

      System_CAPS_noteNota

      Não existem requisitos específicos para o requerente do certificado ou nome alternativo do requerente (SAN), podendo utilizar o mesmo certificado para diversos pontos de distribuição.

      Para mais informações sobre os requisitos de certificados, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager.

      Para ver um exemplo de implementação deste certificado, consulte a secção Implementar o Certificado de Cliente nos Pontos de Distribuição do tópico Exemplo Passo a Passo de Implementação dos Certificados PKI para o Configuration Manager: Autoridade de Certificação do Windows Server 2008.

    • Ativar conteúdo pré-configurado para este ponto de distribuição: Selecione esta definição para ativar o ponto de distribuição do conteúdo pré-configurado. Quando esta definição está selecionada, pode configurar o comportamento de distribuição quando distribuir conteúdos. Pode optar por pré-configurar sempre o conteúdo no ponto de distribuição, pré-configurar o conteúdo inicial do pacote, mas utilize o processo normal de distribuição de conteúdo caso existam atualizações ao conteúdo, ou utilize sempre o processo normal de distribuição de conteúdo para o conteúdo do pacote.

  10. Na página Definições de Unidade, especifique as definições de unidade para o ponto de distribuição. Pode configurar até duas unidades de disco para a biblioteca de conteúdos e duas unidades de disco para a partilha de pacote, embora o Gestor de configuração possa utilizar unidades adicionais quando as duas primeiras atingem a reserva do espaço na unidade configurada. A página Definições de Unidade configura a prioridade das unidades de disco e a quantidade de espaço livre que deverá permanecer disponível em cada unidade de disco.

    • Reserva do espaço na unidade (MB): O valor que configurar para esta definição determina a quantidade de espaço livre numa unidade antes de o Gestor de configuração escolher uma unidade diferente e continuar o processo de cópia para essa unidade. Os ficheiros de conteúdo podem abranger várias unidades.

    • Localizações do Conteúdo: Especifique as localizações do conteúdo da biblioteca de conteúdos e partilha de pacotes. O Gestor de configuração copia os conteúdos para a localização de conteúdos primária até a quantidade de espaço livre em disco atingir o valor especificado em Reserva de espaço na unidade (MB). Por predefinição, as localizações de conteúdos são definidas como Automáticas e a localização primária de conteúdos é definida para a unidade de disco que dispuser do valor mais alto de espaço em disco durante a instalação, sendo atribuída à localização secundária a unidade de disco que dispuser do segundo valor mais alto de espaço livre em disco. Quando as unidades principais e secundárias atingem a reserva do espaço na unidade, o Gestor de configuração seleciona uma outra unidade disponível com mais espaço livre em disco e continua o processo de cópia.

  11. Na página Validação de Conteúdo, especifique se pretende validar a integridade dos ficheiros de conteúdos no ponto de distribuição. Se ativar a validação de conteúdos com base numa agenda, o Gestor de configuração iniciará o processo na data agendada e serão verificados todos os conteúdos no ponto de distribuição. Também pode configurar a prioridade da validação do conteúdo. Para ver os resultados do processo de validação de conteúdos, clique na área de trabalho Monitorização, expanda Estado da Distribuição e clique no nó Estado do Conteúdo. É apresentado o conteúdo de cada tipo de pacote (por exemplo, Aplicação, Pacote de Atualização de Software e Imagem de Arranque).

  12. A página Grupos de Limites permite efetuar a gestão dos grupos de limites aos quais este ponto de distribuição está atribuído. Durante a implementação de conteúdos, os clientes deverão encontrar-se num grupo de limites que esteja associado ao ponto de distribuição a utilizar como localização de origem dos conteúdos. Pode selecionar a opção Permitir a localização de origem de contingência para conteúdo para permitir que os clientes fora destes grupos de limites recorram à contingência e utilizem este ponto de distribuição como uma localização de origem para o conteúdo, sempre que os pontos de distribuição preferenciais não estejam disponíveis. Para mais informações sobre os pontos de distribuição preferenciais, consulte a secção Planear Pontos de Distribuição Preferenciais e de Contingência do tópico Planear a gestão de conteúdo no Configuration Manager.

  13. Na página Resumo, confirme as definições e depois clique em Seguinte para instalar o site secundário.

  14. Na página Conclusão, clique em Fechar para sair do assistente.

System_CAPS_tipSugestão

O cmdlet do Windows PowerShell, New-CMSecondarySite, realiza a mesma função que este procedimento. Para mais informações, consulte New-CMSecondarySite na documentação de Referência de Cmdlets do System Center 2012 Configuration Manager SP1.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Administração.

  2. Na área de trabalho Administração, expanda Configuração do Site e clique em Sites.

  3. Selecione o servidor de sites secundários cujo estado de instalação pretende verificar e, em seguida, no separador Início, no grupo Site, clique em Mostrar Estado da Instalação.

  4. Certifique-se de que o site secundário foi concluído com êxito.

    System_CAPS_noteNota

    Se instalar mais do que um site secundário de cada vez, a verificação dos pré-requisitos é executada para um site de cada vez e a verificação de cada site deve ser concluída antes de prosseguir com o seguinte site.

Se instalar o Gestor de configuração como uma edição de avaliação, após o prazo de 180 dias a consola do Gestor de configuração torna-se só de leitura enquanto o produto não for ativado a partir da página Manutenção do Site do Programa de Configuração. Em qualquer altura, antes ou depois do período de 180 dias, poderá optar por atualizar uma instalação de avaliação para uma instalação completa.

System_CAPS_noteNota

Ao ligar uma consola do Gestor de configuração a uma instalação de avaliação do Gestor de configuração, a barra de título da consola apresenta o número de dias remanescentes até que a instalação de avaliação expire. O número de dias não é automaticamente atualizado e apenas será atualizado quando voltar a estabelecer a ligação a um site.

Para atualizar uma edição de avaliação de um site de administração central ou um site primário do Gestor de configuração para uma edição completa, deverá executar uma cópia do Programa de Configuração que esteja localizada no servidor do site e na pasta de instalação do Configuration Manager. Dado que os sites secundários não são processados como instalações de avaliação, não será necessário modificar um site secundário após o respetivo site primário principal ser atualizado para uma instalação completa.

Utilize o seguinte procedimento para atualizar uma instalação de avaliação para uma instalação completa.

  1. No servidor do site, clique em Iniciar e, em seguida, aponte para Todos os Programas. Aponte para Microsoft System Center 2012, clique em Configuration Manager e, em seguida, clique em Configuração do Configuration Manager.

    System_CAPS_importantImportante

    Se executar a Configuração a partir d suporte de dados de instalação, as opções de manutenção do site não estão disponíveis.

  2. Na página Antes de Começar, clique em Seguinte.

  3. Na página Apresentação, selecione Executar a manutenção do site ou repor o site e depois clique em Seguinte.

  4. Na página Manutenção do Site, selecione Converter a Versão de Avaliação em Versão Completa do Produto, introduza uma chave de produto válida e depois clique em Seguinte.

  5. Na página Termos de Licenciamento para Software Microsoft, leia e aceite os termos de licenciamento e clique em Seguinte.

  6. Na página Configuração, clique em Fechar para concluir o assistente.

    System_CAPS_noteNota

    Se ligar uma consola do Gestor de configuração ao site quando atualizar o site para a instalação completa, é possível que a barra de título indique que o site ainda está na versão de avaliação até voltar a ligar a consola ao site.

Existem muitas opções disponíveis quando executa a Configuração do Gestor de configuração numa linha de comandos. Estas opções podem ser utilizadas para iniciar uma instalação ou atualização com script, testar a capacidade de atualização de um site, efetuar uma reposição do site, gerir os idiomas instalados, etc.

A tabela seguinte fornece uma lista de opções da linha de comandos para a Configuração. Para obter informações sobre como utilizar os ficheiros de script da Configuração para efetuar instalações autónomas, consulte a secção Configuração Automática do Configuration Manager neste tópico.

Opção da linha de comandos

Descrição

/DEINSTALL

Desinstala o site. Tem de executar a Configuração a partir do computador do servidor do site.

/DONTSTARTSITECOMP

Instala um site, mas impede que o serviço do Gestor de Componentes do Site seja iniciado. Até que o serviço do Gestor de Componentes do Site seja iniciado, o site não está ativo. O Gestor de Componentes do Site é responsável pela instalação e início do serviço SMS_Executive e de processos adicionais no site. Após a conclusão da instalação do site, quando iniciar o serviço do Gestor de Componentes do Site, este irá instalar o serviço SMS_Executive e os processos adicionais necessários ao funcionamento do site.

/HIDDEN

Oculta a interface do utilizador durante a configuração. Esta opção tem de ser utilizada em conjunto com a opção /SCRIPT e o ficheiro de script automático tem de fornecer todas as opções necessárias, caso contrário a Configuração falha.

/NOUSERINPUT

Desativa a intervenção do utilizador durante a Configuração mas apresenta a interface do Assistente de Configuração. Esta opção tem de ser utilizada em conjunto com a opção /SCRIPT e o ficheiro de script automático tem de fornecer todas as opções necessárias, caso contrário a Configuração falha.

/RESETSITE

Executa uma reposição do site que repõe as contas de base de dados e serviço para o site. Tem de executar a Configuração a partir de <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64 no servidor do site. Para mais informações sobre a reposição do site, consulte a secção Efetuar uma Reposição do Site do tópico Gerir Configurações de Site e de Hierarquia.

/TESTDBUPGRADE <NomeDaInstância\NomeDaBaseDeDados>

Efetua um teste numa cópia de segurança da base de dados do site para verificar se suporta uma atualização. Tem de fornecer o nome da instância e o nome da base de dados para a base de dados do site. Se especificar apenas o nome da base de dados, a Configuração utiliza o nome da instância predefinido.

System_CAPS_importantImportante

Não é possível executar esta opção da linha de comandos na sua base de dados do site de produção. Tal procedimento atualiza a base de dados do site, podendo fazer com que este deixe de funcionar.

/UPGRADE

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior: Executa uma atualização automática de um site. Se utilizar a opção /UPGRADE, também tem de especificar a chave de produto, incluindo os traços (-). Além disso, tem de especificar o caminho para os ficheiros de pré-requisitos de Configuração anteriormente transferidos.

  • Para System Center 2012 Configuration Manager SP1 e System Center 2012 R2 Configuration Manager: Se utilizar a opção /UPGRADE, também tem de especificar a chave de produto, incluindo os traços (-). Além disso, tem de especificar o caminho para os ficheiros de pré-requisitos de Configuração anteriormente transferidos.

  • A partir do System Center 2012 Configuration Manager SP2: Quando utiliza /UPGRADE, só necessita de especificar a chave de produto para converter uma versão de produto Eval numa versão de produto completa durante a atualização. Não necessita de especificar a chave de produto para atualizar uma versão de produto completa para uma nova versão de produto completa.

    Se utilizar a opção /UPGRADE, também tem de especificar a chave de produto, incluindo os traços (-). Além disso, tem de especificar o caminho para os ficheiros de pré-requisitos de Configuração anteriormente transferidos.

Exemplo: setupwpf.exe /UPGRADE xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx <caminho para os ficheiros componentes externos>

Para mais informações sobre os ficheiros de pré-requisitos de Configuração, consulte a secção Dispositivo de Transferência da Configuração neste tópico.

/SCRIPT <CaminhoDoScriptDeConfiguração>

Efetua instalações automáticas. É necessário um ficheiro de inicialização da Configuração se utilizar a opção /SCRIPT. Para mais informações sobre como executar a Configuração automática, consulte a secção Configuração Automática do Configuration Manager neste tópico.

/SDKINST <FQDN>

Instala o fornecedor de SMS no computador especificado. Tem de fornecer o FQDN para o computador do fornecedor de SMS. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

/SDKDEINST <FQDN>

Desinstala o fornecedor de SMS do computador especificado. Tem de fornecer o FQDN para o computador do Fornecedor de SMS.

/MANAGELANGS <CaminhoDoScriptDoIdioma>

Gere os idiomas que estão instalados num site anteriormente instalado. Para utilizar esta opção, tem de executar a Configuração a partir de <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64 no servidor do site e fornecer a localização do ficheiro de script de idioma que contém as definições de idioma. Para mais informações sobre as opções de idioma disponíveis no ficheiro de script de configuração de idioma, consulte a secção Como Utilizar a Opção da Linha de Comandos para Gerir Idiomas neste tópico.

/NODPCHECK

A partir do System Center 2012 Configuration Manager SP2. durante a atualização, esta alternância ignora a verificação de pré-requisitos do ponto de distribuição. Certifique-se de que os pontos de distribuição continuam a corresponder aos pré-requisitos da nova versão que está a instalar.

Para validar o facto de que ignorou esta verificação, procure a seguinte entrada no ConfigMgrPrereq.log: INFO: Ignorar a verificação dos DPs devido à linha de comandos

/NOMPCHECK

A partir do System Center 2012 Configuration Manager SP2, durante a atualização, esta alternância ignora a verificação de pré-requisitos do ponto de gestão. Certifique-se de que os pontos de gestão continuam a corresponder aos pré-requisitos da nova versão que está a instalar.

Para validar o facto de que ignorou esta verificação, procure a seguinte entrada em ConfigMgrPrereq.log: INFO: Ignorar a verificação de DPs devido à linha de comandos.

Utilize a opção da linha de comandos /MANAGELANGS para executar a Configuração do Gestor de configuração para gerir os idiomas suportados num site de administração central ou num site primário instalado anteriormente.

Para utilizar a opção da linha de comandos, tem de executar a Configuração a partir de <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr> \Bin\X64 no servidor do site e especificar a localização do ficheiro de script de idioma que contém as definições de idioma. Por exemplo, utilize a seguinte sintaxe de comando: etupwpf.exe /MANAGELANGS <ficheiro do script de idioma> 

Utilize o ficheiro de script de idioma para especificar os idiomas do servidor e cliente para os quais pretende adicionar ou remover suporte num site. Também pode gerir os idiomas para dispositivos móveis. A tabela seguinte enumera as chaves de script e os valores disponíveis para o ficheiro de script de idioma.

Secção

Nome da chave

Necessário

Valores

Descrição

Identificação

Ação

Sim

ManageLanguages

Gere o suporte de idiomas do servidor, cliente e cliente móvel num site.

Opções

AddServerLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS ou JPN

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas do servidor que estarão disponíveis na consola do Gestor de configuração, nos relatórios e nos objetos do Gestor de configuração. O inglês está disponível por predefinição.

AddClientLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE ou TRK

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas que estarão disponíveis para computadores cliente. O inglês está disponível por predefinição.

DeleteServerLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS ou JPN

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas a remover que deixarão de estar disponíveis na consola do Gestor de configuração, nos relatórios e nos objetos do Gestor de configuração. O inglês está disponível por predefinição e não pode ser removido.

DeleteClientLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE ou TRK

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas a remover que deixarão de estar disponíveis a computadores cliente. O inglês está disponível por predefinição e não pode ser removido.

MobileDeviceLanguage

Sim

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se estão instalados os idiomas do cliente do dispositivo móvel.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar o valor 0, a Configuração transfere os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, o Programa de Configuração utiliza este caminho para armazenar os ficheiros transferidos ou localizar os ficheiros anteriormente transferidos.

Para efetuar uma instalação automática para um novo site de administração central ou site primário do Gestor de configuração, é possível criar um script de instalação automática e utilizar a Configuração com a opção de linha de comandos /SCRIPT. O script fornece o mesmo tipo de informações pedidas pelo Assistente de configuração, mas não existem predefinições. Tem de especificar todos os valores para as chaves de configuração que se aplicam ao tipo de instalação que está a utilizar.

System_CAPS_noteNota

Não é possível utilizar o ficheiro de script automático para atualizar um site de avaliação para uma instalação completa do Gestor de configuração.

Se executar a Configuração para instalar o Gestor de configuração utilizando a interface do utilizador, a Configuração cria automaticamente o script de instalação automática quando confirmar as definições na página Resumo do assistente. O script de instalação automática contém as definições selecionadas no assistente. Após a criação do script, é possível modificar o script para instalar outros sites na respetiva hierarquia. A Configuração cria o script em %TEMP%\ConfigMgrAutoSave.ini. Em seguida, pode utilizar este script para efetuar uma configuração automática do Gestor de configuração. Quando o programa de configuração cria o script de instalação automática, este é preenchido com o valor da chave de produto que introduziu durante a configuração. Este valor pode ser uma chave de produto válida ou ser igual a EVAL se instalar uma versão de avaliação do Gestor de configuração. O valor da chave de produto no script está preenchido para permitir a conclusão da verificação de pré-requisitos. Quando a Configuração iniciar a instalação de site atual, o script criado automaticamente é novamente gravado para limpar o valor da chave de produto no script criado. Antes de utilizar o script para a instalação automática de um site novo, é possível editar o script para fornecer uma chave de produto válida ou especificar uma instalação de avaliação do Gestor de configuração.

System_CAPS_tipSugestão

No Gestor de configuração sem pacote de serviço, a instalação automática não executa o Verificador de Pré-requisitos. Por este motivo, planeie executar manualmente o Verificador de Pré-requisitos antes de iniciar a instalação. A partir do Gestor de configuração SP1, a instalação automática executa o Verificador de Pré-requisitos. Para obter informações sobre o Verificador de Pré-requisitos, consulte Referência Técnica para o Verificador de Pré-requisitos no Configuration Manager

É possível executar a Configuração do Gestor de configuração automaticamente utilizando um ficheiro de inicialização com a opção da linha de comandos /SCRIPT da Configuração. A configuração automática não é suportada em novas instalações de um site da administração central, um site primário do Gestor de configuração e da consola do Gestor de configuração. Para utilizar a opção de linha de comandos /SCRIPT da Configuração, é necessário criar um ficheiro de inicialização e especificar o nome destes após a opção da linha de comandos /SCRIPT da Configuração. O nome do ficheiro tem de ter a extensão .ini de nome do ficheiro. Quando especifica o ficheiro de inicialização da Configuração na linha de comandos, é necessário fornecer o caminho completo do ficheiro. Por exemplo, se o ficheiro de inicialização da Configuração se chamar Setup.ini e for armazenado na pasta C:\Setup, na linha de comandos, escreva:

setup /script c:\setup\setup.ini.

System_CAPS_security Segurança Nota

São necessárias credenciais administrativas para executar a Configuração. Se executar a Configuração com o script automático, inicie a linha de comandos utilizando Executar como administrador.

O script contém nomes de secções, nomes de chaves e valores. Os nomes de chave necessários variam consoante o tipo de instalação que está a processar scripts. A ordem das chaves dentro das secções e a ordem das secções no ficheiro não são importantes. As chaves não são sensíveis a maiúsculas e minúsculas. Quando fornece valores de chaves, o nome da chave tem de ser seguido de um sinal de igual (=) e do valor da chave.

Para executar a configuração automática, é necessário especificar a opção da linha de comandos /SCRIPT e configurar o ficheiro de script da Configuração com as chaves e os valores necessários. É necessário configurar as quatro secções seguintes no ficheiro de script para instalar ou configurar um site: Identification, Options, SQLConfigOptions e HierarchyOptions. Para recuperar um site, é necessário utilizar as seguintes secções do ficheiro de script: Identification e Recovery. Para mais informações sobre a cópia de segurança e recuperação, consulte a secção Chaves de Ficheiro de Script de Recuperação Automática de Site do tópico Cópia de Segurança e Recuperação no Configuration Manager.

Utilize as secções seguintes para ajudar a criar o script para a Configuração automática. As tabelas apresentam as chaves de script da Configuração disponíveis, os valores correspondentes, se são necessárias, para que tipo de instalação são utilizadas e uma breve descrição da chave.

Utilize a secção seguinte para instalar um site de administração central utilizando um ficheiro de script de configuração automática.

Secção

Nome da chave

Necessário

Valores

Detalhes

Identificação

Ação

Sim

InstallCAS

Instala um site de administração central

Opções

ProductID

Sim

xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx

ou

Eval

Especifica a chave de produto de instalação do Gestor de configuração, incluindo os traços. Introduza Eval para instalar a versão de avaliação do Gestor de configuração.

Código do Site

Sim

<CódigoDoSite>

Especifica três carateres alfanuméricos que identificam o site apenas na sua hierarquia. Para mais informações sobre as restrições de código de sites, consulte Nomenclatura de sites do Configuration Manager.

SiteName

Sim

<NomeDoSite>

Especifica o nome para este site.

SMSInstallDir

Sim

<CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

Especifica a pasta de instalação dos ficheiros de programa do Gestor de configuração.

SDKServer

Sim

<FQDN do Fornecedor de SMS>

Especifica o FQDN do servidor que alojará o Fornecedor de SMS.

Pode configurar Fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar o valor 0, o Programa de Configuração transferirá os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, o Programa de Configuração utiliza este caminho para armazenar os ficheiros transferidos ou localizar os ficheiros anteriormente transferidos.

AdminConsole

Sim

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se a consola do Gestor de configuração deverá ser instalada.

JoinCEIP

Sim

0 ou 1

0 = não aderir

1 = aderir

Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

AddServerLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS ou JPN

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas do servidor que estarão disponíveis na consola do Gestor de configuração, nos relatórios e nos objetos do Gestor de configuração. O inglês está disponível por predefinição.

AddClientLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE ou TRK

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas que estarão disponíveis para computadores cliente. O inglês está disponível por predefinição.

DeleteServerLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS ou JPN

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Modifica um site depois de ser instalado.

Especifica os idiomas a remover que deixarão de estar disponíveis na consola do Gestor de configuração, nos relatórios e nos objetos do Gestor de configuração. O inglês está disponível por predefinição e não pode ser removido.

DeleteClientLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE ou TRK

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Modifica um site depois de ser instalado.

Especifica os idiomas a remover que deixarão de estar disponíveis a computadores cliente. O inglês está disponível por predefinição e não pode ser removido.

MobileDeviceLanguage

Sim

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se estão instalados os idiomas do cliente do dispositivo móvel.

SQLConfigOptions

SQLServerName

Sim

<NomeDoSQLServer>

Especifica o nome do servidor ou o nome da instância em cluster que está a executar o SQL Server. Este aloja a base de dados do site.

DatabaseName

Sim

<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

ou

<NomeDaInstância>\<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

Especifica o nome da base de dados do SQL Server para criar ou utilizar na instalação da base de dados do site de administração central.

System_CAPS_importantImportante

Se não utilizar a instância predefinida, terá de especificar o nome da instância e o nome da base de dados do site.

Com o Gestor de configuração sem service pack, quando configurar a base de dados de sites para utilizar a instância predefinida do SQL Server, tem de configurar a porta de serviço do SQL Server para utilizar a porta TCP 1433, a porta predefinida. A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar uma porta TCP não predefinida para a instância predefinida.

SQLSSBPort

Não

<NúmeroDaPortaDoSSB>

Especifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) que o SQL Server utiliza. Normalmente, o SSB está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas.

Utilize a secção seguinte para instalar um site primário utilizando um ficheiro de script de configuração automática.

Secção

Nome da chave

Necessário

Valores

Detalhes

Identificação

Ação

Sim

InstallPrimarySite

Instala um site primário.

Opções

ProductID

Sim

xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx

ou

Eval

Especifica a chave de produto de instalação do Gestor de configuração, incluindo os traços. Introduza Eval para instalar a versão de avaliação do Gestor de configuração.

Código do Site

Sim

<CódigoDoSite>

Especifica os três carateres alfanuméricos que identificam o site apenas na sua hierarquia. Para mais informações sobre as restrições de código de sites, consulte Nomenclatura de sites do Configuration Manager.

SiteName

Sim

<NomeDoSite>

Especifica o nome para este site.

SMSInstallDir

Sim

<CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

Especifica a pasta de instalação dos ficheiros de programa do Gestor de configuração.

SDKServer

Sim

<FQDN do Fornecedor de SMS>

Especifica o FQDN do servidor que irá alojar o Fornecedor de SMS.

Pode configurar Fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar o valor 0, a Configuração transfere os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, o Programa de Configuração utiliza este caminho para armazenar os ficheiros transferidos ou localizar os ficheiros anteriormente transferidos.

AdminConsole

Sim

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se a consola do Gestor de configuração deverá ser instalada.

JoinCEIP

Sim

0 ou 1

0 = não aderir

1 = aderir

Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

ManagementPoint

Não

<FQDN do servidor do site do ponto de gestão>

Especifica o FQDN do servidor que aloja a função do sistema de sites de ponto de gestão.

ManagementPointProtocol

Não

HTTPS

ou

HTTP

Especifica o protocolo a utilizar para o ponto de gestão.

DistributionPoint

Não

<FQDN do servidor do site do Ponto de Distribuição>

Especifica o protocolo a utilizar para o ponto de gestão.

DistributionPointProtocol

Não

HTTPS

ou

HTTP

Especifica o protocolo a utilizar para o ponto de distribuição.

RoleCommunicationProtocol

Sim

EnforceHTTPS

ou

HTTPorHTTPS

Especifica se é necessário configurar todos os sistemas de sites para aceitarem apenas a comunicação HTTPS de clientes ou configurar o método de comunicação para cada função do sistema de sites. Quando seleciona EnforceHTTPS, o computador cliente tem de ter um certificado PKI válido para autenticação de cliente. Para obter mais informações sobre os requisitos do certificado PKI, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager (Requisitos do Certificado PKI para o Configuration Manager).

ClientsUsePKICertificate

Sim

0 ou 1

0 = não utilizar

1 = utilizar

Especifica se os clientes utilizam um certificado de PKI de cliente para comunicar com funções de sistema do site. Para obter mais informações sobre os requisitos do certificado PKI, consulte Requisitos de Certificado PKI para o Configuration Manager (Requisitos do Certificado PKI para o Configuration Manager).

AddServerLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS ou JPN

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas do servidor que estarão disponíveis na consola do Gestor de configuração, nos relatórios e nos objetos do Gestor de configuração. O inglês está disponível por predefinição.

AddClientLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE ou TRK

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Especifica os idiomas que estarão disponíveis para computadores cliente. O inglês está disponível por predefinição.

DeleteServerLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS ou JPN

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Utilize quando modificar um site depois de este ser instalado.

Especifica os idiomas a remover que deixarão de estar disponíveis na consola do Gestor de configuração, nos relatórios e nos objetos do Gestor de configuração. O inglês está disponível por predefinição e não pode ser removido.

DeleteClientLanguages

Não

Para o System Center 2012 Configuration Manager sem nenhum Service Pack: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE ou TRK

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:: DEU, FRA, RUS, CHS, JPN, CHT, CSY, ESN, HUN, ITA, KOR, NLD, PLK, PTB, PTG, SVE, TRK ou ZHH

Utilize quando modificar um site depois de este ser instalado.

Especifica os idiomas para remover e que já não estão disponíveis para computadores cliente. O inglês está disponível por predefinição e não pode ser removido.

MobileDeviceLanguage

Sim

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se estão instalados os idiomas do cliente do dispositivo móvel.

SQLConfigOptions

SQLServerName

Sim

<NomeDoSQLServer>

Especifica o nome do servidor ou o nome da instância em cluster que executa o SQL Server que aloja a base de dados do site.

DatabaseName

Sim

<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

ou

<NomeDaInstância>\<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

Especifica o nome da base de dados do SQL Server para criar ou utilizar na instalação da base de dados do site primário.

System_CAPS_importantImportante

Se não utilizar a instância predefinida, terá de especificar o nome da instância e o nome da base de dados do site.

Com o Gestor de configuração sem service pack, quando configurar a base de dados de sites para utilizar a instância predefinida do SQL Server, tem de configurar a porta de serviço do SQL Server para utilizar a porta TCP 1433, a porta predefinida. A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar uma porta TCP não predefinida para a instância predefinida.

SQLSSBPort

Não

<NúmeroDaPortaDoSSB>

Especifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) que o SQL Server utiliza. Normalmente, o SSB está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas.

HierarchyExpansionOption

CCARSiteServer

Não

<FQDN do site de administração central>

Especifica o site de administração central a que um site primário se ligará quando aderir à hierarquia do Gestor de configuração. É necessário especificar o site de administração central durante a Configuração. Antes do Gestor de configuração SP1, não é possível associar um site primário autónomo a um site de administração central após a conclusão da Configuração. 

CASRetryInterval

Não

<Intervalo>

Especifica o intervalo entre tentativas (em minutos) de estabelecer ligação ao site de administração central, após uma falha da ligação. Por exemplo, se a ligação ao site de administração central falhar, o site primário aguarda o número de minutos que especificar para CASRetryInterval e, em seguida, tenta restabelecer a ligação.

WaitForCASTimeout

Não

<TempoLimite>

Especifica o valor máximo de tempo limite (em minutos) para estabelecer a ligação entre um site primário ligar e o site de administração central. Por exemplo, se um site primário não conseguir ligar a um site de administração central, tenta efetuar de novo a ligação com base no CASRetryInterval, até atingir o WaitForCASTimeout. Pode especificar um valor entre 0 e 100.

Utilize a secção seguinte para recuperar um site de administração central utilizando um ficheiro de script de Configuração automática.

Secção

Nome da chave

Necessário

Valores

Detalhes

Identificação

Ação

Sim

RecoverCCAR

Recupera um site de administração central

RecoveryOptions

ServerRecoveryOptions

Sim

1, 2 ou 4

1 = Servidor de site de recuperação e SQL Server.

2 = Recuperar apenas servidor de site.

4 = Recuperar apenas SQL Server.

Especifica se o Programa de Configuração irá recuperar o servidor de site, o SQL Server ou ambos. As chaves associadas são necessárias quando define o seguinte valor para a definição ServerRecoveryOptions:

  • Valor = 1: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

  • Valor = 2: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

  • Valor = 4: A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions, para restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança.

DatabaseRecoveryOptions

Ver Detalhes

10, 20, 40, 80

10 = Restaurar a base de dados do site a partir de cópia de segurança.

20 = Utilizar uma base de dados do site que tenha sido recuperada manualmente utilizando outro método.

40 = Criar uma nova base de dados para o site. Utilize esta opção quando não estiver disponível nenhuma cópia de segurança da base de dados do site. Os dados globais e de site são recuperados através da replicação a partir de outros sites.

80 = ignorar recuperação da base de dados.

Especifica o modo como a Configuração recupera a base de dados do site no SQL Server. Esta chave é necessária quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 4.

ReferenceSite

Ver Detalhes

<FQDNDoSiteDeReferência>

Especifica o site primário de referência utilizado pelo site de administração central para recuperar dados globais se a cópia de segurança da base de dados for anterior ao período de retenção do registo de alterações ou quando a recuperação do site é efetuada sem uma cópia de segurança.

Quando não especificar um site de referência e a cópia de segurança da base de dados for anterior ao período de retenção do registo de alterações, todos os sites primário serão reinicializados com os dados restaurados a partir do site de administração central.

Se não especificar um site de referência e a cópia de segurança da base de dados estiver dentro do período de retenção do registo de alterações, só serão replicadas a partir dos sites primários as alterações posteriores à cópia de segurança. Quando existirem alterações de diferentes sites primários em conflito, o site de administração central utilizará a primeira que receber.

Esta chave é necessária quando a definição DatabaseRecoveryOptions tem um valor de 40.

SiteServerBackupLocation

Não

<CaminhoParaOConjuntoDeCópiasDeSegurançaDoServidorDeSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança do servidor de site. Esta chave é opcional quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 2. Especifique um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do mesmo. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

BackupLocation

Ver Detalhes

<CaminhoParaOConjuntoDeCópiasDeSegurançaDaBaseDeDadosDoSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança da base de dados do site. A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 1 ou 4 para a chave ServerRecoveryOptions e configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions.

Opções

ProductID

Sim

xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx

Eval

Especifica a chave de produto de instalação do Gestor de configuração, incluindo os traços. Introduza Eval para instalar a versão de avaliação do Gestor de configuração.

Código do Site

Sim

<CódigoDoSite>

Especifica três carateres alfanuméricos que identificam o site apenas na sua hierarquia. Tem de especificar o código do site que o site utilizava antes da falha. Para mais informações sobre restrições de códigos de sites, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager do tópico .

SiteName

Não

<NomeDoSite>

Especifica o nome para este site.

SMSInstallDir

Ver Detalhes

< CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

Especifica a pasta de instalação dos ficheiros de programa do Gestor de configuração.

SDKServer

Ver Detalhes

<FQDN do Fornecedor de SMS>

Especifica o FQDN do servidor que alojará o Fornecedor de SMS. Terá de especificar o servidor que alojava o Fornecedor de SMS antes da falha.

Pode configurar Fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar um valor de 0, a Configuração transfere os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, o Programa de Configuração utiliza este caminho para armazenar os ficheiros transferidos ou localizar os ficheiros anteriormente transferidos.

AdminConsole

Ver Detalhes

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se é necessário instalar a consola do Configuration Manager. Esta chave é necessária, exceto quando a definição ServerRecoveryOptions tem o valor 4.

JoinCEIP

Sim

0 ou 1

0 = não aderir

1 = aderir

Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

SQLConfigOptions

SQLServerName

Ver Detalhes

<NomeDoSQLServer>

Especifica o nome do servidor ou nome da instância em cluster que está a executar o SQL Server que aloja a base de dados do site. Terá de especificar o mesmo servidor que alojava a base de dados do site antes da falha.

DatabaseName

Ver Detalhes

<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

ou

<NomeDaInstância>\<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

Especifica o nome da base de dados do SQL Server para criar ou utilizar na instalação da base de dados do site de administração central. Terá de especificar o nome da mesma base de dados que foi utilizada antes da falha.

System_CAPS_importantImportante

Se não utilizar a instância predefinida, terá de especificar o nome da instância e o nome da base de dados do site.

SQLSSBPort

Ver Detalhes

<NúmeroDaPortaDoSSB>

Especifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) que utiliza o SQL Server. Normalmente, o SSB é configurado para utilizar a porta TCP 4022. Tem de especificar a mesma porta do SSB que foi utilizada antes da falha.

Utilize a secção seguinte para recuperar um site primário utilizando um ficheiro de script de Configuração automática.

Secção

Nome da chave

Necessário

Valores

Detalhes

Identificação

Ação

Sim

RecoverPrimarySite

Recupera um site primário

RecoveryOptions

ServerRecoveryOptions

Sim

1, 2 ou 4

1 = Servidor de site de recuperação e SQL Server.

2 = Recuperar apenas servidor de site.

4 = Recuperar apenas SQL Server.

Especifica se o Programa de Configuração irá recuperar o servidor de site, o SQL Server ou ambos. As chaves associadas são necessárias quando define o seguinte valor para a definição ServerRecoveryOptions:

  • Valor = 1: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

  • Valor = 2: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

  • Valor = 4: A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions, para restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança.

DatabaseRecoveryOptions

Ver Detalhes

10, 20, 40, 80

10 = Restaurar a base de dados do site a partir de cópia de segurança.

20 = Utilizar uma base de dados do site que tenha sido recuperada manualmente utilizando outro método.

40 = Criar uma nova base de dados para o site. Utilize esta opção quando não estiver disponível nenhuma cópia de segurança da base de dados do site.

80 = ignorar recuperação da base de dados.

Especifica opções para a Configuração recuperar a base de dados do site no SQL Server. Esta chave é necessária quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 4.

SiteServerBackupLocation

Não

<CaminhoParaOConjuntoDeCópiasDeSegurançaDoServidorDeSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança do servidor de site. Esta chave é opcional quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 2. Especifique um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do mesmo. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

BackupLocation

Ver Detalhes

<CaminhoParaOConjuntoDeCópiasDeSegurançaDaBaseDeDadosDoSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança da base de dados do site. A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 1 ou 4 para a chave ServerRecoveryOptions e configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions.

Opções

ProductID

Sim

xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx

ou

Eval

Especifica a chave de produto de instalação do Gestor de configuração, incluindo os traços. Introduza Eval para instalar a versão de avaliação do Gestor de configuração.

Código do Site

Sim

<CódigoDoSite>

Especifica três carateres alfanuméricos que identificam o site apenas na sua hierarquia. Tem de especificar o código do site que o site utilizava antes da falha. Para mais informações sobre restrições de códigos de sites, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager do tópico .

SiteName

Não

<NomeDoSite>

Especifica o nome para este site.

SMSInstallDir

Ver Detalhes

<CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

Especifica a pasta de instalação dos ficheiros de programa do Gestor de configuração.

SDKServer

Ver Detalhes

<FQDN do Fornecedor de SMS>

Especifica o FQDN do servidor que alojará o Fornecedor de SMS. Terá de especificar o servidor que alojava o Fornecedor de SMS antes da falha.

Pode configurar Fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar um valor de 0, a Configuração transfere os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, o Programa de Configuração utiliza este caminho para armazenar os ficheiros transferidos ou localizar os ficheiros anteriormente transferidos.

AdminConsole

Ver Detalhes

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se a consola do Gestor de configuração deverá ser instalada. Esta chave é necessária, exceto quando a definição ServerRecoveryOptions tem o valor 4.

JoinCEIP

Sim

0 ou 1

0 = não aderir

1 = aderir

Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

SQLConfigOptions

SQLServerName

Ver Detalhes

<NomeDoSQLServer>

Especifica o nome do servidor ou o nome da instância em cluster que está a executar o SQL Server que aloja a base de dados do site. Terá de especificar o mesmo servidor que alojava a base de dados do site antes da falha.

DatabaseName

Ver Detalhes

<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

ou

<NomeDaInstância>\<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

O nome da base de dados do SQL Server a criar ou utilizar para instalar a base de dados do site de administração central. Terá de especificar o nome da mesma base de dados que foi utilizada antes da falha.

System_CAPS_importantImportante

Se não utilizar a instância predefinida, terá de especificar o nome da instância e o nome da base de dados do site.

SQLSSBPort

Ver Detalhes

<NúmeroDaPortaDoSSB>

Especifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) que o SQL Server utiliza. Normalmente, o SSB é configurado para utilizar a porta TCP 4022. Tem de especificar a mesma porta do SSB que foi utilizada antes da falha.

HierarchyExpansionOption

CCARSiteServer

Ver Detalhes

<CódigoDoSiteDeAdministraçãoCentral>

Especifica o site de administração central ao qual o site primário liga quando é associado à hierarquia do Gestor de configuração. Esta definição é necessária se o site primário estava ligado a um site de administração central antes da falha. Tem de especificar o código do site que era utilizado para o site de administração central antes da falha.

CASRetryInterval

Não

<Intervalo>

Especifica o intervalo entre tentativas (em minutos) de estabelecer ligação ao site de administração central, após uma falha da ligação. Por exemplo, se a ligação ao site de administração central falhar, o site primário aguarda o número de minutos que especificar para CASRetryInterval e, em seguida, tenta restabelecer a ligação.

WaitForCASTimeout

Não

<TempoLimite>

Especifica o valor máximo de tempo limite (em minutos) para estabelecer a ligação entre um site primário ligar e o site de administração central. Por exemplo, se um site primário não conseguir ligar a um site de administração central, tenta efetuar de novo a ligação com base no CASRetryInterval, até atingir o período WaitForCASTimeout. Pode especificar um valor entre 0 e 100.

Para encerrar hierarquias, inicie na parte inferior da hierarquia e desloque-se para cima. Remova sites secundários ligados a sites primários, sites primários do site de administração central e, em seguida, o próprio site de administração central. Utilize as informações desta secção para remover sites individuais ou encerrar uma hierarquia de sites.

Não é possível mover ou reatribuir sites secundários para um novo site primário principal. Para remover um site secundário de uma hierarquia, este tem de ser eliminado do respetivo site principal direto. Utilize o Assistente de Eliminação de Site Secundário da consola do Gestor de configuração para remover o site secundário. Quando remover um site secundário, tem de escolher se o pretende eliminar ou desinstalar:

  • Desinstalar o site secundário: Utilize esta opção para remover um site secundário funcional acessível a partir da rede. Esta opção desinstala o Gestor de configuração do servidor do site secundário e, em seguida, elimina todas as informações sobre o site e os respetivos recursos da hierarquia do Gestor de configuração. Se o Gestor de configuração tiver instalado o SQL Server Express como parte da instalação do site secundário, o Gestor de configuração desinstalará o SQL Express quando desinstalar o site secundário. Se o SQL Server Express tiver sido instalado antes de instalar o site secundário, o Gestor de configuração não desinstalará o SQL Server Express.

  • Eliminar o site secundário: Utilize esta opção se uma das seguintes opções for verdadeira:

    • Falha na instalação de um site secundário.

    • O site secundário continua a ser apresentado na consola do Gestor de configuração após a desinstalação.

    Esta opção elimina todas as informações sobre o site e os respetivos recursos da hierarquia do Gestor de configuração, mas mantém o Gestor de configuração instalado no servidor do site secundário.

    System_CAPS_noteNota

    Também pode utilizar a Ferramenta de Manutenção da Hierarquia e a opção /DELSITE para eliminar um site secundário. Para mais informações, consulte Referência Técnica para a Ferramenta de Manutenção da Hierarquia (Preinst.exe) no Configuration Manager.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa o Programa de Configuração detém os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos administrativos no computador do site secundário.

    • Direitos de Administrador Local no servidor da base de dados do site remoto para o site primário, se for remoto.

    • Função de segurança de Administrador de Infraestrutura ou de Administrador Global no site primário principal

    • Direitos sysadmin na base de dados do site secundário.

  2. Na consola do Gestor de configuração, clique em Administração.

  3. Na área de trabalho Administração, expanda Configuração do Site e clique em Sites.

  4. Selecione o servidor do site secundário que pretende remover.

  5. No separador Home Page, no grupo Site, clique em Eliminar.

  6. Na página Geral, selecione se pretende desinstalar ou eliminar o site secundário e clique em Seguinte.

  7. Na página Resumo, verifique as definições e clique em Seguinte.

  8. Na página Conclusão, clique em Fechar para sair do assistente.

Pode executar o Programa de Configuração do Gestor de configuração para desinstalar um site primário que não possui um site secundário associado. Antes de desinstalar um site primário, considere o seguinte:

  • Quando os clientes do Gestor de configuração estão dentro dos limites configurados no site e o site primário é parte de uma hierarquia do Gestor de configuração, considere adicionar os limites a outro site primário da hierarquia antes de desinstalar o site primário.

  • Quando o servidor do site primário deixa de estar disponível, tem de utilizar a Ferramenta de Manutenção da Hierarquia no site de administração central para eliminar o site primário da base de dados do site. Para mais informações, consulte Referência Técnica para a Ferramenta de Manutenção da Hierarquia (Preinst.exe) no Configuration Manager.

Utilize o procedimento seguinte para desinstalar um site primário.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa o Programa de Configuração detém os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos de Administrador Local no servidor do site de administração central.

    • Direitos de Administrador Local no servidor da base de dados do site remoto para o site de administração central, se for remoto.

    • Direitos sysadmin na base de dados do site do site de administração central.

    • Direitos de Administrador Local no computador do site primário.

    • Direitos de Administrador Local no servidor da base de dados do site remoto para o site primário, se for remoto.

    • Nome de utilizador associado à função de segurança de Administrador de Infraestrutura ou de Administrador Global no site de administração central.

  2. Inicie o Programa de Configuração do Gestor de configuração no servidor do site primário, utilizando um dos seguintes métodos:

    • Em Iniciar, clique em Configuração do Configuration Manager.

    • Abra Setup.exe a partir de <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

    • Abra Setup.exe a partir de <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  3. Na página Antes de Começar, clique em Seguinte.

  4. Na página Apresentação, selecione Desinstalar um site do Configuration Manager e clique em Seguinte.

  5. Em Desinstalar o Site do Configuration Manager, especifique se pretende remover a base de dados do site do servidor do site primário e se pretende remover a consola do Gestor de configuração. Por predefinição, a Configuração remove ambos os itens.

    System_CAPS_importantImportante

    Quando um site secundário está associado ao site primário, tem de remover o site secundário antes de poder desinstalar o site primário.

  6. Clique em Sim para confirmar a desinstalação do site primário do Gestor de configuração.

Para desinstalar um site primário subordinado que possui vistas distribuídas configuradas na respetiva ligação de replicação ao site de administração central, tem de desativar as vistas distribuídas da hierarquia. Utilize as seguintes informações para desativar vistas distribuídas antes de desinstalar um site primário.

  1. Antes de desinstalar qualquer site primário, tem de desativar as vistas distribuídas de cada ligação da hierarquia entre o site de administração central e um site primário.

  2. Depois de desativar as vistas distribuídas de cada ligação, confirme se os dados do site primário concluem a reinicialização no site de administração central. Pode monitorizar a inicialização dos dados ao ver a ligação no nó Replicação de Base de Dados da área de trabalho Monitorização da consola do Gestor de configuração.

  3. Após a reinicialização bem-sucedida dos dados com o site de administração central, pode desinstalar o site primário. Para desinstalar um site primário, consulte a secção Desinstalar um site primário deste tópico.

  4. Depois de desinstalar completamente o site primário, pode reconfigurar as vistas distribuídas em ligações aos sites primários.

    System_CAPS_importantImportante

    Se desinstalar o site primário antes de desativar as vistas distribuídas em cada site ou antes da reinicialização bem-sucedida dos dados do site primário no site de administração central, a replicação dos dados entre os sites primários e o site de administração central pode falhar. Neste cenário, tem de desativar as vistas distribuídas de cada ligação da hierarquia e, após a reinicialização bem-sucedida dos dados no site de administração central, pode reconfigurar as vistas distribuídas.

Pode executar o Programa de Configuração do Gestor de configuração para desinstalar um site de administração central sem sites primários subordinados. Utilize o procedimento seguinte para desinstalar o site de administração central.

  1. Certifique-se de que o utilizador administrativo que executa o Programa de Configuração detém os seguintes direitos de segurança:

    • Direitos de Administrador Local no servidor do site de administração central.

    • Direitos de Administrador Local no servidor da base de dados do site para o site de administração central, quando o servidor da base de dados do site não está instalado no servidor do site.

  2. Inicie o Programa de Configuração do Gestor de configuração no servidor do site de administração central, utilizando um dos seguintes métodos:

    • Em Iniciar, clique em Configuração do Configuration Manager.

    • Abra Setup.exe a partir de <SuporteDeDadosDeInstalaçãoDoConfigMgr>\SMSSETUP\BIN\X64.

    • Abra Setup.exe a partir de <CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>\BIN\X64.

  3. Na página Antes de Começar, clique em Seguinte.

  4. Na página Apresentação, selecione Desinstalar um site do Configuration Manager e clique em Seguinte.

  5. Em Desinstalar o Site do Configuration Manager, especifique se pretende remover a base de dados do site do servidor do site de administração central e se pretende remover a consola do Gestor de configuração. Por predefinição, a Configuração remove ambos os itens.

    System_CAPS_importantImportante

    Quando existe um site primário associado ao site de administração central, tem de desinstalar o site primário antes de poder desinstalar o site de administração central.

  6. Clique em Sim para confirmar a desinstalação do site de administração central do Gestor de configuração.

Os códigos de site e os nomes de site são utilizados para identificar e gerir os sites numa hierarquia do Gestor de configuração. Na consola do Gestor de configuração, o código de site e nome de site são apresentados no formato <código do site> - <nome do site>. Todos os códigos de site utilizados na hierarquia do Gestor de configuração têm de ser exclusivos. Se o esquema do Active Directory for expandido para o Gestor de configuração e os sites estiverem a publicar dados, os códigos de site utilizados numa floresta do Active Directory devem ser exclusivos, mesmo sendo utilizados noutra hierarquia do Gestor de configuração ou mesmo que tenham sido utilizados em instalações anteriores do Gestor de configuração. Certifique-se de que planeia cuidadosamente os códigos de site e os nomes de site antes de implementar a hierarquia do Gestor de configuração.

Durante a Configuração do Gestor de configuração, é-lhe solicitado um código de site e um nome de site para o site de administração central e para cada instalação do site primário e secundário. O código de site deve identificar de forma exclusiva cada site do Gestor de configuração na hierarquia. Como o código de site é utilizado em nomes de pastas, nunca utilize nomes reservados ao Windows para o código do site, como por exemplo, AUX, CON, NUL ou PRN.

System_CAPS_noteNota

A Configuração do Gestor de configuração não verifica se o código de site que especifica já está a ser utilizado.

Para introduzir o código de site de um site durante a Configuração do Gestor de configuração, tem de introduzir três carateres alfanuméricos. Quando especificar códigos de site, só são permitidas letras de A a Z, números de 0 a 9 ou uma combinação dos dois. A sequência de letras ou números não afeta a comunicação entre sites. Por exemplo, não é necessário atribuir o nome ABC a um site primário e DEF a um site secundário.

O nome do site é um identificador de nome amigável do site. Utilize apenas caracteres padrão de A a Z, de a - z, de 0 a 9 e o hífen (-) em nomes de site.

System_CAPS_importantImportante

A alteração do código de site ou do nome de site após a instalação não é suportada.

Os códigos de site não podem ser utilizados mais de uma vez numa hierarquia do Gestor de configuração para um site de administração central ou sites primários. Se reutilizar um código de site, corre o risco de ter conflitos de ID de objeto na hierarquia do Gestor de configuração. Pode reutilizar o código de site de um site secundário se já não estiver a ser utilizado na hierarquia do Gestor de configuração ou na floresta do Active Directory.

Mostrar: