Planear os limites e os grupos de limites no Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

No System Center 2012 Configuration Manager, um limite é uma localização de rede na intranet que pode conter um ou mais dispositivos que pretende gerir. Os limites podem ser uma sub-rede de IP, um nome de site do Active Directory, um Prefixo IPv6 ou um intervalo de endereços IP e a hierarquia pode incluir qualquer combinação destes tipos de limite. Para utilizar um limite, é necessário adicionar o limite a um ou mais grupos de limites. Os grupos de limites são coleções de limites. Através da utilização de grupos de limites, os clientes podem procurar um site atribuído e localizar conteúdo na intranet quando tiverem de instalar software, por exemplo, aplicações, atualizações de software e imagens do sistema operativo.

Quando os clientes estão na Internet ou estão configurados como clientes apenas da Internet, não utilizam informações de limites. Esses clientes não podem utilizar uma atribuição automática de site e transferem sempre os conteúdos de qualquer ponto de distribuição do seu site atribuído quando o ponto de distribuição está configurado para permitir ligações de cliente a partir da Internet.

Utilize as secções seguintes deste tópico para o ajudar a planear a gestão dos limites na hierarquia do Gestor de configuração:

Os itens seguintes são novos ou foram alterados para os limites desde o Configuration Manager 2007:

  • Os limites já não são específicos de um site. São definidos uma vez para a hierarquia e estão disponíveis em todos os sites da hierarquia.

  • Cada limite tem de ser membro de um grupo de limites para que um dispositivo nesse limite possa identificar um site atribuído ou um servidor de conteúdo, por exemplo, um ponto de distribuição.

  • Já não é necessário configurar a velocidade da ligação de rede de cada limite. Em vez disso, num grupo de limites, especifique a velocidade da ligação de rede para cada servidor do sistema de sites associado ao grupo de limites como servidor de sistema de site atribuído.

Começar com o System Center 2012 Configuration Manager SP2, os seguintes itens são novos ou foram alterados para os grupos de limites:

  • Os grupos de limites suportam a associação de um ou mais pontos de gestão. Estes são denominados grupos de gestão preferenciais. Os clientes tentarão utilizar um ponto de gestão preferencial antes de utilizarem pontos de gestão que não estejam associados ao limite do cliente.

Cada limite representa uma localização de rede no System Center 2012 Configuration Manager e está disponível em todos os sites da hierarquia. Um limite não permite gerir clientes na localização de rede. Para gerir um cliente, o limite tem de ser membro de um grupo de limites.

O Gestor de configuração não suporta a introdução direta de uma super-rede como um limite. Em vez disso, utilize o tipo de limite de intervalo de endereços IP. Quando a Deteção de Florestas do Active Directory identifica uma super-rede que está atribuída a um site do Active Directory, o Configuration Manager converte a super-rede num limite de intervalo de endereços IP. Para mais informações sobre a Deteção de Florestas do Active Directory, consulte a secção Acerca da Deteção de Florestas do Active Directory do tópico Planear Deteção no Configuration Manager.

Utilize grupos de limites para gerir as suas localizações de rede. Para poder utilizar o grupo de limites, tem de atribuir os limites a grupos de limites. Os grupos de limites têm as seguintes funções:

  • Permitem que os clientes localizem um site primário para atribuição de cliente (atribuição automática de site).

  • Podem fornecer aos clientes uma lista de sistemas de sites disponíveis que possuem conteúdo depois de efetuada a associação do grupo de limites com os servidores de sistemas de sites do ponto de migração e do ponto de distribuição.

  • Começar com o System Center 2012 Configuration Manager SP2, estes suportam pontos de gestão e podem fornecer aos clientes uma lista de pontos de gestão preferenciais.

Para suportar a atribuição de site, é necessário configurar o grupo de limites para especificar um site atribuído para os clientes utilizarem durante a atribuição automática de site. Para suportar servidores de sistemas de sites, tem de especificar um ou mais sistemas de sites. Antes do System Center 2012 Configuration Manager SP2, só era possível especificar sistemas de sites com a função do sistema de sites ponto de distribuição ou ponto de migração de estado. Com o System Center 2012 Configuration Manager SP2 ou posterior, também pode especificar pontos de gestão. As configurações da atribuição de sites e de sistema de sites são opcionais para grupos de limites.

Ao planear grupos de limites, considere a criação de um conjunto de grupos de limites para associar servidores de sistema de sites e de um segundo conjunto de grupos de limites para a atribuição automática de sites. Esta separação pode ajudar a evitar a sobreposição de limites para atribuição de sites. Quando existe sobreposição de limites e é utilizada uma atribuição automática de site, o site a que um cliente é atribuído pode ser imprevisível.

As secções seguintes contêm informações a considerar ao configurar grupos de limites.

É possível configurar cada grupo de limites com um site atribuído para clientes. Os clientes aderem ao site atribuído de um grupo de limites que contém a localização de rede atual do cliente. Quando um limite é adicionado a múltiplos grupos de limites que possuem diferentes sites atribuídos, os clientes selecionam um dos sites de forma não determinística. O System Center 2012 Configuration Manager não suporta esta configuração de limites de sobreposição para a atribuição de sites.

Se a configuração de atribuição de site de um grupo de limites for alterada, apenas serão afetadas as novas ações de atribuição de site. Os clientes atribuídos anteriormente a um site não reavaliam a sua atribuição de site com base nas alterações da configuração de um grupo de limites.

Para mais informações sobre a atribuição de site de cliente, consulte Como Atribuir Clientes a um Site no Configuration Manager.

É possível associar um ou mais pontos de distribuição e um ou mais pontos de migração de estado a cada grupo de limites. Também é possível associar um ponto de distribuição ou um ponto de migração de estado a múltiplos grupos de limites.

Durante a distribuição de software, os clientes solicitam uma localização para o conteúdo de implementação. O Gestor de configuração envia ao cliente uma lista de pontos de distribuição associados a cada grupo de limites que inclui a localização de rede atual do cliente.

Durante a implementação do sistema operativo, os clientes solicitam uma localização para enviar ou receber as suas informações de migração de estado. O Gestor de configuração envia ao cliente uma lista de pontos de migração de estado associados a cada grupo de limites que inclui a localização de rede atual do cliente.

Este comportamento permite que o cliente selecione o servidor mais próximo para transferir o conteúdo ou as informações de migração de estado.

A partir do System Center 2012 Configuration Manager SP2, pode configurar pontos de gestão preferenciais. Os pontos de gestão preferenciais permitem a um cliente identificar e preferir a comunicação com um ponto de gestão que esteja associado à sua localização de rede atual (ou limite). Quando configurado, um cliente tenta utilizar um grupo de gestão preferencial a partir do seu site atribuído antes de utilizar um ponto de gestão a partir do respetivo site atribuído que não esteja configurado como preferencial.

Para utilizar esta opção, tem de a ativar para a hierarquia e configurar grupos de limites em sites primários individuais para que incluam os pontos de gestão que devem ser associados aos limites associados do grupo de limites. Isto é feito da mesma maneira como atribui pontos de distribuição e pontos de migração de estado a um grupo de limites.

Quando os pontos de gestão preferenciais são configurados e um cliente organiza a respetiva lista de pontos de gestão, o cliente coloca os pontos de gestão preferenciais no topo da lista de pontos de gestão Atribuídos (que inclui todos os pontos de gestão do site atribuído do cliente). Isto permite ao cliente tentar utilizar um ponto de gestão preferencial antes de utilizar pontos de gestão do seu site atribuído que não estejam configurados como preferenciais.

System_CAPS_noteNota

Quando um cliente faz roaming, pode utilizar um ponto de gestão do site local ou de um ponto de gestão proxy antes de tentar utilizar um do seu site atribuído, que inclui os pontos de gestão preferenciais. Consulte Localização do Serviço e como os clientes determinam o seu ponto de gestão atribuído para obter mais informações sobre como os clientes identificam e selecionam um ponto de gestão com o qual comunicar.

System_CAPS_tipSugestão

Não coloque o ponto de gestão numa ligação lenta a partir do servidor do site primário ou a partir do servidor da base de dados do site.

Para configurar pontos de gestão preferenciais, consulte o procedimento Para associar um servidor de implementação de conteúdo ou ponto de gestão a um grupo de limites na secção Criar e Configurar Grupos de Limites para o Configuration Manager do tópico Configurar Limites e Grupos de Limites no Configuration Manager.

O System Center 2012 Configuration Manager suporta configurações de sobreposição de limites para localização de conteúdo.

Quando um cliente solicita conteúdo e a localização de rede do cliente pertence a múltiplos grupos de limites, o Gestor de configuração envia ao cliente uma lista de todos os pontos de distribuição que possuem o conteúdo.

Quando um cliente solicita a um servidor o envio ou a receção das informações relativas à sua migração de estado e a localização de rede do cliente pertence a múltiplos grupos de limites, o Gestor de configuração envia ao cliente uma lista de todos os pontos de migração de estado associados a um grupo de limites que inclui a localização de rede atual do cliente.

Este comportamento permite que o cliente selecione o servidor mais próximo para transferir o conteúdo ou as informações de migração de estado.

É possível configurar a velocidade da ligação de rede de cada ponto de distribuição num grupo de limites. Os clientes utilizam este valor quando se ligam ao ponto de distribuição. Por predefinição, a velocidade da ligação de rede é configurada como Rápida, mas também pode ser configurada como Lenta. A velocidade da ligação de rede e a configuração da implementação determinam se o cliente pode transferir conteúdo de um ponto de distribuição quando o cliente se encontra num grupo de limites associado.

Utilize as seguintes informações relativas a melhores práticas para o ajudar a utilizar limites no System Center 2012 Configuration Manager.

Ao planear a estratégia de limite, recomendamos que utilize limites baseados em sites do Active Directory antes de utilizar outros tipos de limites. Caso não seja possível utilizar limites baseados em sites do Active Directory, utilize limites de IPv6 ou de sub-rede IP. Se nenhuma destas opções estiver disponível, utilize limites de intervalo de endereços IP. Isto deve-se ao facto de o site avaliar periodicamente os membros dos limites e de a consulta necessária para avaliar os membros de um intervalo de endereços IP exigir uma utilização significativamente mais intensa dos recursos do SQL Server do que as consultas que avaliam membros de outros tipos de limites.

Mostrar: