Cópia de Segurança e Recuperação no Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

É necessário preparar as soluções empresariais, tais como o System Center 2012 Configuration Manager, para operações de cópia de segurança e recuperação, para evitar a perda de dados críticos. Em sites do Gestor de configuração, esta preparação garante que os sites e hierarquias são recuperados o mais depressa possível e minimizando as perdas de dados. Utilize as secções deste tópico para o ajudar a fazer cópias de segurança dos sites do Gestor de configuração e a recuperar um site em caso de falha ou perda de dados.

O SMS Writer é um serviço que interage com o Serviço de Cópia Sombra de Volumes (VSS) durante o processo de cópia de segurança. O serviço SMS Writer terá de estar em execução para que a cópia de segurança do site do Gestor de configuração seja concluída com êxito.

O SMS Writer é registado junto do serviço VSS, ligando-se às respetivas interfaces e eventos. Quando o VSS difunde eventos ou envia notificações específicas para o SMS Writer, o SMS Writer responde à notificação e executa a ação adequada. O SMS Writer lê o ficheiro de controlo da cópia de segurança (smsbkup.ctl), localizado em <Caminho de Instalação do ConfigMgr>\inboxes\smsbkup.box e determina os ficheiros e dados dos quais será efetuada cópia de segurança. O SMS Writer cria metadados, que consistem em diversos componentes, com base nestas informações, bem como em dados específicos da chave e subchaves de registo do SMS. Quando solicitado, envia os metadados para o VSS. Em seguida, o VSS envia os metadados para a aplicação requerente, o Gestor de configuração Backup Manager. O Backup Manager seleciona os dados de que será efetuada cópia de segurança e envia-os para o SMS Writer através do VSS. O SMS Writer executa os passos adequados para preparar a cópia de segurança. Mais tarde, quando o VSS estiver pronto para tirar o instantâneo, enviará um evento e o SMS Writer interromperá todos os serviços do Gestor de configuração, garantindo que as atividades do Gestor de configuração são interrompidas durante a criação do instantâneo. Após a conclusão do instantâneo, o SMS Writer reiniciará os serviços e atividades.

O serviço SMS Writer é instalado automaticamente. Tem de estar em execução quando a aplicação VSS solicita uma cópia de segurança ou restauro.

O ID de escritor do SMS Writer é: 03ba67dd-dc6d-4729-a038-251f7018463b.

O serviço SMS Writer tem de ser executado sob a conta do Sistema Local.

O VSS é um conjunto de APIs COM que implementa uma estrutura para permitir a execução de cópias de segurança de volume enquanto as aplicações do sistema continuam a escrever nos volumes. O VSS fornece uma interface consistente que permite coordenar as aplicações de utilizador que atualizam dados no disco (o serviço SMS Writer) com as que efetuam cópias de segurança das aplicações (o serviço Backup Manager). Para mais informações sobre o VSS, consulte o tópico Serviço de Cópia Sombra de Volumes no Windows Server TechCenter.

O System Center 2012 Configuration Manager fornece uma tarefa de cópias de segurança de manutenção que, executada de acordo com uma agenda, efetua cópias de segurança da base de dados do site, de chaves de registo e de pastas e ficheiros específicos. Poderá criar o ficheiro AfterBackup.bat para executar automaticamente ações pós-cópia de segurança após a execução com êxito da tarefa de cópias de segurança de manutenção. O ficheiro AfterBackup.bat é utilizado com maior frequência para arquivar o instantâneo da cópia de segurança numa localização segura. No entanto, também poderá utilizar o ficheiro AfterBackup.bat para copiar ficheiros para a pasta de cópias de segurança e iniciar outras tarefas suplementares de cópia de segurança. Utilize as secções seguintes para ajudar a criar a estratégia de cópias de segurança do Gestor de configuração.

System_CAPS_noteNota

O Gestor de configuração permite recuperar a base de dados do site a partir da tarefa de cópia de segurança de manutenção do Gestor de configuração ou a partir de uma cópia de segurança da base de dados do site efetuada utilizando outro processo. Por exemplo, poderá restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança que seja efetuada como parte de um plano de manutenção do Microsoft SQL Server. A partir do Gestor de configuração SP1, é possível restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança efetuada utilizando o System Center 2012 Data Protection Manager (DPM). Para mais informações, consulte Utilizar o Data Protection Manager para Efetuar Cópias de Segurança da Base de Dados do Site.

É possível automatizar as cópias de segurança de sites do Gestor de configuração, agendando a tarefa de manutenção predefinida Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site. É possível fazer uma cópia de segurança de um site de administração central e site primário, mas não existe qualquer suporte para cópias de segurança de sites secundários ou servidores do sistema de sites. Quando o serviço de cópia de segurança do Gestor de configuração é executado, segue as instruções definidas no ficheiro de controlo da cópia de segurança (<PastaDeInstalaçãoDoConfigMgr>\Inboxes\Smsbkup.box\Smsbkup.ctl). É possível modificar o ficheiro de controlo da cópia de segurança para alterar o comportamento do serviço de cópia de segurança. As informações de estado da cópia de segurança do site são escritas no ficheiro Smsbkup.log. Este ficheiro é criado na pasta de destino que especificar nas propriedades da tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site.

Utilize o procedimento seguinte para ativar a tarefa de cópia de segurança de manutenção para um site.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Administração.

  2. Na área de trabalho Administração, expanda Configuração do Site e clique em Sites.

  3. Selecione o site no qual pretende ativar a tarefa de cópia de segurança de manutenção do site.

  4. No separador Home Page, no grupo Definições, clique em Tarefas de Manutenção do Site.

  5. Clique em Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site e clique em Editar.

  6. Selecione Ativar esta tarefa e clique em Definir Caminhos para especificar o destino da cópia de segurança. Tem as seguintes opções:

    System_CAPS_security Segurança Nota

    Para ajudar a impedir a adulteração dos ficheiros de cópia de segurança, armazenar os ficheiros numa localização segura. O caminho de cópia de segurança mais seguro é numa unidade local, para que possa definir permissões do sistema de ficheiros NTFS na pasta. Independentemente da opção que selecionar, o Gestor de configuração não encripta os dados da cópia de segurança armazenados no caminho da cópia de segurança.

    • Unidade local no servidor do site para dados do site e base de dados: Especifica que os ficheiros da cópia de segurança do site e da base de dados do site são armazenados no caminho especificado, na unidade de disco local do servidor do site. Terá de criar a pasta local antes da execução da tarefa de cópia de segurança.

      System_CAPS_security Segurança Nota

      A conta do Sistema Local no servidor de site terá de ter permissões do sistema de ficheiros NTFS Escrever na pasta local para a cópia de segurança do servidor de site.

      A conta do Sistema Local no computador com o SQL Server terá de ter permissões NTFS Escrever na pasta para a cópia de segurança da base de dados do site.

    • Caminho de rede (nome UNC) para dados do site e base de dados: Especifica que os ficheiros de cópia de segurança do site e da base de dados do site são armazenados no caminho UNC especificado. Terá de criar a partilha antes da execução da tarefa de cópia de segurança.

      System_CAPS_security Segurança Nota

      A conta de computador do servidor de site e a conta de computador do SQL Server, se este estiver instalado noutro computador, terá de ter permissões NTFS e de partilha Escrever na pasta de rede partilhada.

    • Unidades locais no servidor do site e no SQL Server: Especifica que os ficheiros de cópia de segurança do site são armazenados no caminho especificado na unidade local do servidor de site, e que os ficheiros de cópia de segurança da base de dados do site são armazenados no caminho especificado na unidade local do servidor de base de dados do site. Terá de criar as pastas locais antes da execução da tarefa de cópia de segurança.

      System_CAPS_security Segurança Nota

      A conta de computador do servidor de site terá de ter permissões NTFS Escrever na pasta que criar no servidor de site. A conta de computador do SQL Server terá de ter permissões NTFS Escrever na pasta que criar no servidor de base de dados do site. Esta opção só estará disponível se a base de dados do site não estiver instalada no servidor de site.

    System_CAPS_noteNota

    A opção de navegar para o destino da cópia de segurança só estará disponível se especificar o caminho UNC do destino da cópia de segurança. 

    System_CAPS_importantImportante

    O nome de pasta ou nome da partilha utilizado para o destino da cópia de segurança não suporta a utilização de carateres Unicode.

  7. Configure uma agenda adequada para a tarefa de cópia de segurança do site. Como procedimento recomendado, considere uma agenda de cópia de segurança fora do horário de trabalho em vigor. Se tiver uma hierarquia, considere uma agenda que seja executada pelo menos duas vezes por semana, de modo a maximizar a retenção de dados em caso de falha do site.

    System_CAPS_noteNota

    Ao executar a consola do Gestor de configuração no mesmo servidor de site que está a configurar para cópias de segurança, a tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site utiliza a hora local para a agenda. Quando a consola do Gestor de configuração é executada a partir de um computador remoto relativamente ao site que está a configurar para cópia de segurança, a tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site utiliza a hora UTC para a agenda.

  8. Selecione se pretende criar um alerta caso a tarefa de cópia de segurança do site falhe, clique em OK e clique novamente em OK. Se selecionado, o Gestor de configuração criará um alerta crítico para a falha da cópia de segurança, que poderá consultar no nó Alertas da área de trabalho Monitorização.

 

Verifique se a tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site é executada com êxito após o agendamento, de modo a garantir que está preparado para recuperar o site em caso de falha, bem como para ajudar a planear a recuperação dos dados. Utilize o seguinte procedimento para verificar se a tarefa de cópia de segurança de manutenção do site é concluída com êxito.

  • Certifique-se de que a tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Site é concluída com êxito, verificando uma das seguintes situações:

    • Verifique o carimbo de data/hora dos ficheiros da pasta de destino da cópia de segurança criados pela tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site. Verifique se o carimbo de data/hora foi atualizado com uma hora que coincida com a hora a que a tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site foi executada pela última vez, de acordo com a agenda.

    • No nó Estado do Componente da área de trabalho Monitorização, consulte as mensagens de estado de SMS_SITE_BACKUP. Quando a cópia de segurança do site for concluída com êxito, será apresentado o ID de mensagem 5035, indicando que a cópia de segurança do site foi concluída sem erros.

    • Quando a tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site estiver configurada para criar um alerta em caso de falha da cópia de segurança, poderá consultar as falhas da cópia de segurança no nó Alertas da área de trabalho Monitorização.

    • Em <PastaDeInstalaçãoDoConfigMgr>\Logs, reveja o Smsbkup.log relativamente a avisos e erros. Quando a cópia de segurança do site for concluída com êxito, será apresentado Backup completed com um carimbo de data/hora e o ID de mensagem STATMSG: ID=5035.

    System_CAPS_tipSugestão

    Se a tarefa de cópia de segurança de manutenção falhar, poderá reiniciá-la parando e reiniciando o serviço SMS_SITE_BACKUP.

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:

A partir do Gestor de configuração SP1, é possível utilizar o System Center 2012 Data Protection Manager (DPM) para criar uma cópia de segurança da base de dados do site. Terá de criar um novo grupo de proteção no DPM para o computador da base de dados do site. Na página Selecionar Membros do Grupo do Assistente de Criação de Novo Grupo de Proteção, selecione o serviço SMS Writer na lista de origens de dados e selecione a base de dados do site como membro apropriado. Para mais informações sobre a utilização do DPM na criação de cópias de segurança da base de dados do site, consulte a Biblioteca de Documentação do Data Protection Manager na TechNet.

System_CAPS_importantImportante

O Gestor de configuração não suporta cópias de segurança do DPM para um cluster do SQL Server que utilize uma instância nomeada, mas suporta cópias de segurança do DPM num cluster do SQL Server que utilize a instância predefinida do SQL Server.

Após restaurar a base de dados do site, siga os passos do Programa de Configuração para recuperar o site. Selecione a opção de recuperação Utilizar a base de dados de um site que foi recuperado manualmente para utilizar a base de dados do site que recuperou utilizando o Data Protection Manager.

Na primeira vez que é executada, a tarefa de manutenção Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site cria um instantâneo de cópia de segurança que poderá utilizar para recuperar o servidor de site em caso de falha. Quando a tarefa de cópia de segurança é novamente executada nos ciclos subsequentes, cria um novo instantâneo de cópia de segurança que substitui o anterior. Em resultado, o site tem apenas um único instantâneo de cópia de segurança, pelo que não existe forma de recuperar um instantâneo de cópia de segurança anterior.

Como procedimento recomendado, mantenha vários arquivos do instantâneo de cópia de segurança, pelos seguintes motivos:

  • É comum que os suportes de dados de cópia de segurança falhem, sejam perdidos ou que fique apenas uma cópia de segurança parcial armazenada. Recuperar um site primário autónomo em falha a partir de uma cópia de segurança mais antiga é melhor do que recuperar sem qualquer cópia de segurança. Para um servidor de site numa hierarquia, a cópia de segurança tem de ter um período de retenção de registo de alterações do SQL Server ou a cópia de segurança não é necessária.

  • Determinados danos no site podem não ser detetados durante vários ciclos de cópia de segurança. Poderá ter de voltar atrás vários ciclos e utilizar a cópia de segurança do instantâneo antes de o site ter ficado danificado. Isto aplica-se a um site primário autónomo e aos sites de uma hierarquia onde a cópia de segurança está num período de retenção de registo de alterações do SQL Server.

  • O site poderá não ter nenhum instantâneo de cópia de segurança se, por exemplo, a tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site falhar. Uma vez que a tarefa de cópia de segurança remove o instantâneo de cópia de segurança anterior antes de iniciar a cópia de segurança dos dados atuais, não haverá um instantâneo de cópia de segurança válido.

Depois de efetuar a cópia de segurança do site com êxito, a tarefa Efetuar Cópia de Segurança do Servidor de Site tenta executar automaticamente um ficheiro com o nome AfterBackup.bat. Tem de criar manualmente o ficheiro AfterBackup.bat em <PastaDeInstalaçãoDoConfigMgr>\Inboxes\Smsbkup. Se existir um ficheiro AfterBackup.bat e for armazenado na pasta correta, o ficheiro é executado automaticamente depois de concluída a tarefa de cópia de segurança. O ficheiro AfterBackup.bat permite arquivar o instantâneo da cópia de segurança no final de cada operação de cópia de segurança e executar automaticamente outras tarefas de pós-cópia de segurança que não fazem parte da tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site. O ficheiro AfterBackup.bat integra o arquivo e as operações de cópia de segurança, assegurando que cada novo instantâneo de cópia de segurança é arquivado. Quando o ficheiro AfterBackup.bat não está presente, a tarefa de cópia de segurança ignora-o sem efeito sobre a operação de cópia de segurança. Para verificar se a tarefa de cópia de segurança do site executou o ficheiro AfterBackup.bat com êxito, consulte o nó Estado do Componente na área de trabalho Monitorização e reveja as mensagens de estado para SMS_SITE_BACKUP. Quando a tarefa tiver iniciado com êxito o ficheiro de comandos AfterBackup.bat, é apresentada a mensagem ID 5040.

System_CAPS_tipSugestão

Para criar o ficheiro AfterBackup.bat para arquivar os ficheiros de cópia de segurança do servidor de site, tem de utilizar uma ferramenta do comando de cópia no ficheiro batch, tal como Robocopy. Por exemplo, pode criar o ficheiro AfterBackup.bat e, na primeira linha, pode adicionar algo semelhante a: Robocopy E:\ConfigMgr_Backup \\ServerName\ShareName\ConfigMgr_Backup /MIR. Para mais informações sobre o Robocopy, consulte a página Web de referência sobre a linha de comandos Robocopy.

Embora a utilização prevista de AfterBackup.bat seja arquivar o instantâneo da cópia de segurança, é possível criar um ficheiro AfterBackup.bat para executar tarefas adicionais no final de cada operação de cópia de segurança.

A tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site fornece um instantâneo de cópia de segurança para os ficheiros do servidor de site e a base de dados do site, mas existem outros itens dos quais não foi efetuada cópia de segurança que deve ter em conta ao criar a sua estratégia de cópia de segurança. Utilize as secções seguintes para concluir a estratégia de cópias de segurança do Gestor de configuração.

Depois de modificar relatórios personalizados do Reporting Services predefinidos ou criados, a criação de uma cópia de segurança dos ficheiros da base de dados do servidor de relatórios é uma parte importante da sua estratégia de cópia de segurança. A cópia de segurança do servidor de relatórios deve incluir uma cópia de segurança dos ficheiros de origem para relatórios e modelos, chaves de encriptação, assemblagens ou extensões personalizadas, ficheiros de configuração, vistas personalizadas do SQL Server nos relatórios personalizados, procedimentos armazenados personalizados, etc.

System_CAPS_importantImportante

Quando o System Center 2012 Configuration Manager é atualizado para uma versão mais recente, os relatórios predefinidos são substituídos por novos relatórios. Se modificar um relatório predefinido, terá de fazer uma cópia de segurança do relatório antes de instalar a nova versão e, em seguida, restaurar o relatório no Reporting Services.

Para mais informações sobre a cópia de segurança de relatórios personalizados no Reporting Services, consulte Operações de Cópia de Segurança e Restauro de uma Instalação do Reporting Services no SQL Server 2008 Books Online.

A biblioteca de conteúdos do Gestor de configuração é a localização onde são armazenados todos os ficheiros de conteúdo das atualizações de software, aplicações, implementação do sistema operativo, etc. A biblioteca de conteúdos está localizada no servidor do site e em cada ponto de distribuição. A tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site não inclui uma cópia de segurança para a biblioteca de conteúdos ou os ficheiros de origem do pacote. Quando um servidor de site falha, as informações sobre os ficheiros da biblioteca de conteúdos são restauradas para a base de dados do site, mas é necessário restaurar os ficheiros da biblioteca de conteúdos e de origem do pacote no servidor do site.

  • Biblioteca de conteúdos: A biblioteca de conteúdos deve ser restaurada antes de redistribuir conteúdo pelos pontos de distribuição. Quando a redistribuição do conteúdo é iniciada, o Gestor de configuração copia os ficheiros da biblioteca de conteúdos no servidor do site para os pontos de distribuição. A biblioteca de conteúdos para o servidor do site está na pasta SCCMContentLib, que está normalmente localizada na unidade com mais espaço livre em disco no momento da instalação do site. Para mais informações sobre a biblioteca de conteúdos, consulte Introdução à gestão de conteúdo no Configuration Manager.

  • Ficheiros de origem do pacote: Os ficheiros de origem do pacote devem ser restaurados antes de atualizar conteúdo em pontos de distribuição. Quando uma atualização de conteúdo é iniciada, o Gestor de configuração copia ficheiros novos ou modificados da origem do pacote para a biblioteca de conteúdos que, por sua vez, copia os ficheiros para os pontos de distribuição associados. Pode executar a seguinte consulta no SQL Server para encontrar a localização de origem do pacote para todos os pacotes e aplicações: SELECT * FROM v_Package. Pode identificar o site de origem do pacote atravésdos primeiros três carateres do ID de pacote. Por exemplo, se o ID de pacote for CEN00001, o código de site do site de origem é CEN. Ao restaurar os ficheiros de origem do pacote, estes devem ser restaurados para a mesma localização em que se encontravam antes da falha. Para mais informações sobre a atualização de conteúdo, consulte a secção Atualizar Conteúdos em Pontos de Distribuição do tópico Operações e Manutenção da Gestão de Conteúdos no Configuration Manager.

Verifique se está a incluir as localizações da biblioteca de conteúdos e da origem do pacote na cópia de segurança do sistema de ficheiros para o servidor de site.

O System Center Updates Publisher 2011 é uma ferramenta autónoma que permite publicar atualizações de software personalizadas para o Windows Server Update Services (WSUS), sincronizar as atualizações de software para o Gestor de configuração, avaliar a compatibilidade das atualizações de software e implementar as atualizações de software personalizadas para os clientes. O Updates Publisher 2011 utiliza uma base de dados local para o repositório de atualização de software. Ao utilizar o Updates Publisher 2011 para gerir atualizações de software personalizadas, determine se tem de incluir a base de dados do Updates Publisher 2011 no seu plano de cópia de segurança. Para mais informações sobre o Updates Publisher, consulte System Center Updates Publisher 2011 na Biblioteca TechCenter do System Center.

Utilize o procedimento seguinte para efetuar a cópia de segurança da base de dados do Updates Publisher 2011.

  1. No computador com o Updates Publisher, procure o ficheiro de base de dados do Updates Publisher 2011 (Scupdb.sdf) em %USERPROFILE%\AppData\Local\Microsoft\System Center Updates Publisher 2011\5.00.1727.0000\. Existe um ficheiro de base de dados diferente para cada utilizador que executa o Updates Publisher 2011.

  2. Copie o ficheiro de base de dados para o destino de cópia de segurança. Por exemplo, se o destino de cópia de segurança for E:\ConfigMgr_Backup, pode copiar o ficheiro de base de dados do Updates Publisher 2011 para E:\ConfigMgr_Backup\SCUP2011.

    System_CAPS_tipSugestão

    Quando existe mais de um ficheiro de base de dados num computador, considere armazenar o ficheiro numa subpasta que indica o perfil de utilizador no qual o ficheiro de base de dados está associado. Por exemplo, pode ter um ficheiro de base de dados em E:\ConfigMgr_Backup\SCUP2011\User1 e outro ficheiro de base de dados em E:\ConfigMgr_Backup\SCUP2011\User2.

Poderá utilizar as sequências de tarefas do Gestor de configuração para capturar e restaurar dados de estado dos utilizadores em cenários de implementação do sistema operativo em que pretenda manter o estado do utilizador do sistema operativo atual. As pastas que armazenam dados de estado do utilizador são listadas nas propriedades para o ponto de migração de estado. Não é efetuada cópia de segurança destes dados de migração de estado de utilizador como parte da tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site. Como parte do seu plano de cópia de segurança, tem de copiar manualmente as pastas que especificar para armazenar os dados de migração de estado do utilizador. Utilize o seguinte procedimento para determinar as pastas utilizadas para armazenar dados de migração de estado de utilizador.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Administração.

  2. Na área de trabalho Administração, expanda Configuração do Site e clique em Servidores e Funções de Sistema de Sites.

  3. Selecione o sistema de sites que aloja a função de migração de estado e, em seguida, selecione Ponto de migração de estado em Funções do Sistema de Sites.

  4. No separador Função do Site, no grupo Propriedades, clique em Propriedades.

  5. As pastas que armazenam dados de migração de estado do utilizador são listadas na secção Detalhes da pasta no separador Geral.

É necessária uma recuperação de site do Gestor de configuração sempre que um site do Gestor de configuração falhar ou ocorrer perda de dados na base de dados do site. Reparar e ressincronizar dados são as tarefas principais de uma recuperação de site e são necessárias para evitar a interrupção das operações. A recuperação de site é iniciada através da execução do Assistente de Configuração do Gestor de configuração a partir do suporte de dados de instalação ou através da configuração de script de instalação autónoma e, em seguida, da utilização da opção de comando Setup do /script. As opções de recuperação variam consoante tenha ou não uma cópia de segurança da base de dados do site do Gestor de configuração.

System_CAPS_importantImportante

Ao recuperar a base de dados de um site, tem de utilizar a mesma versão e edição do SQL Server. Por exemplo, não é suportado restaurar uma base de dados que tenha sido executada no SQL Server 2008 para o SQL Server 2012. De forma semelhante, não é suportado restaurar uma base de dados de um site que tenha sido executado numa edição Padrão do SQL Server 2012 para uma edição Enterprise do SQL Server 2012.

A recuperação de site é iniciada através da execução do Assistente de Configuração do Gestor de configuração a partir do suporte de dados de instalação ou através da configuração de script de instalação autónoma e, em seguida, da utilização da opção de comando Setup do /script. As opções de recuperação variam consoante tenha ou não uma cópia de segurança da base de dados do site do Gestor de configuração.

System_CAPS_importantImportante

Se executar o Programa de Configuração do Gestor de configuração a partir do menu Iniciar no servidor do site, a opção Recuperar um site não estará disponível. Tem de executar o Programa de Configuração a partir do suporte de dados de instalação.

System_CAPS_noteNota

Depois de restaurar uma base de dados do site configurada para réplicas de bases de dados, antes de poder utilizar as réplicas de bases de dados, tem de reconfigurar cada réplica de base de dados, recriando as publicações e as subscrições.

Existem duas áreas principais que terá de considerar para a recuperação do servidor do site primário e do site de administração central do Gestor de configuração; o servidor do site e a base de dados do site. Utilize as secções seguintes para determinar as opções que tem à disposição para selecionar para o cenário de recuperação.

System_CAPS_importantImportante

A partir do Gestor de configuração SP1, existem novas opções para recuperar um site secundário. Para obter informações sobre a recuperação de sites secundários, consulte a secção Recuperar um Site Secundário.

System_CAPS_noteNota

Quando a recuperação de site anterior tiver falhado ou quando está a tentar recuperar um site que não está completamente desinstalado, terá de selecionar Desinstalar um site do Configuration Manager do Programa de Configuração, antes de ter a opção de recuperação do site. Se o site em falha tiver sites subordinados e for necessário desinstalar o site, terá de eliminar manualmente a base de dados do site em falha antes de selecionar a opção Desinstalar um site do Configuration Manager, sob pena de o processo de desinstalação falhar.

Tem de iniciar o Programa de Configuração a partir do suporte de dados de instalação do System Center 2012 Configuration Manager ou de uma pasta de rede partilhada que contenha os ficheiros de origem para que a opção Recuperar um site esteja disponível. Quando executar o Programa de Configuração, tem as seguintes opções de recuperação para o servidor de site em falha:

  • Recuperar este servidor de site utilizando uma cópia de segurança existente: Utilize esta opção quando tem uma cópia de segurança do servidor de site do Gestor de configuração que foi criada no servidor de site como parte da tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site antes da falha do site. O site é reinstalado e as definições de site são configuradas, com base no site do qual foi efetuada a cópia de segurança.

  • Reinstalar o servidor de site: Utilize esta opção quando não tiver uma cópia de segurança do servidor de site. O servidor local é reinstalado e têm de ser especificadas as definições de site, tal como necessário durante uma instalação inicial. Para recuperar o site com êxito, tem de utilizar o mesmo código de site e o nome de base de dados do site que utilizou quando o site em falha foi inicialmente instalado.

System_CAPS_noteNota

Quando o Programa de Configuração detetar um site existente do Gestor de configuração no servidor, será possível iniciar a recuperação do site, mas as opções de recuperação para o servidor de site são limitadas. Por exemplo, se executar o Programa de Configuração num servidor de site existente, quando escolher a recuperação, poderá recuperar o servidor de base de dados do site, mas a opção de recuperação do servidor de site é desativada.

Quando executar o Programa de Configuração, tem as seguintes opções de recuperação da base de dados do site:

  • Recuperar a base de dados do site utilizando um conjunto de cópias de segurança: Utilize esta opção quando tem uma cópia de segurança da base de dados de site do Gestor de configuração que foi criada como parte da tarefa de manutenção Cópia de Segurança do Servidor do Site executada no site antes da falha da base de dados do site. Quando tem uma hierarquia, as alterações efetuadas à base de dados do site após a última cópia de segurança da mesma são obtidas a partir do site de administração central para um site primário ou de um site primário de referência para um site de administração central. Quando recuperar a base de dados do site para um site primário autónomo, perderá as alterações do site posteriores à última cópia de segurança.

    Quando recupera a base de dados de site para um site numa hierarquia, o comportamento da recuperação é diferente para um site de administração central e um site primário, e quando a última cópia de segurança é dentro ou fora do período de retenção de registo de alterações do SQL Server. Para mais informações, consulte a secção Cenários de Recuperação de Bases de Dados de Site neste tópico.

    System_CAPS_noteNota

    A recuperação falha se for escolhido o restauro da base de dados do site utilizando um conjunto de cópia de segurança, mas a base de dados do site já existe.

  • Criar uma nova base de dados para este site: utilize esta opção quando não tiver uma cópia de segurança da base de dados do site do Gestor de configuração. Quando tem uma hierarquia, é criada uma nova base de dados do site e os dados são recuperados utilizando dados replicados do site de administração central para um site primário ou de um site primário de referência para um site de administração central. Esta opção não está disponível quando recupera um site primário autónomo ou um site de administração central que não tenha sites primários.

  • Utilizar a base de dados de um site que foi recuperado manualmente: Utilize esta opção quando já tiver recuperado a base de dados do site do Gestor de configuração mas tiver de concluir o processo de recuperação. O Gestor de configuração permite recuperar a base de dados do site a partir da tarefa de cópia de segurança de manutenção do Gestor de configuração ou a partir de uma cópia de segurança da base de dados do site efetuada utilizando DPM ou outro processo. Depois de restaurar a base de dados do site utilizando um método exterior ao Gestor de configuração, tem de executar a Configuração e selecionar esta opção para concluir a recuperação da base de dados do site. Quando tem uma hierarquia, as alterações efetuadas à base de dados do site após a última cópia de segurança da mesma são obtidas a partir do site de administração central para um site primário ou de um site primário de referência para um site de administração central. Quando recuperar a base de dados do site para um site primário autónomo, perderá as alterações do site posteriores à última cópia de segurança.

    System_CAPS_noteNota

    Quando utilizar o DPM para criar uma cópia de segurança da base de dados do site, utilize os procedimentos do DPM para restaurar a mesma numa localização especificada antes de continuar com o processo de restauro no Gestor de configuração. Para mais informações sobre o DPM, consulte a Biblioteca de Documentação do Configuration Manager no TechNet.

  • Ignorar recuperação de base de dados: utilize esta opção quando não tiver ocorrido qualquer perda de dados no servidor da base de dados do site do Gestor de configuração. Esta opção só é válida quando a base de dados do site estiver num computador diferente do servidor do site que está a recuperar.

O registo de alterações está ativado para a base de dados do site no SQL Server. O registo de alterações permite ao Gestor de configuração consultar informações sobre as alterações que foram efetuadas às tabelas da base de dados após uma data anterior. O período de retenção especifica por quanto tempo as informações de registo de alterações são retidas. Por predefinição, a base de dados do site é configurada com um período de retenção de 5 dias. Quando recupera a base de dados de um site, o processo de recuperação procede de forma diferente se a sua cópia de segurança estiver dentro ou fora do período de retenção. Por exemplo, se o servidor da base de dados do site falhar e a última cópia de segurança tiver sido efetuada há 7 dias, está fora do período de retenção.

O processo para reinicializar um site ou dados globais substitui dados existentes na base de dados do site por dados da base de dados de outro site. Por exemplo, quando o site ABC reinicializa dados do site XYZ, ocorrem os seguintes passos:

  • Os dados são copiados do site XYZ para o site ABC.

  • Os dados existentes do site XYZ são removidos da base de dados do site no site ABC.

  • Os dados copiados do site XYZ são inseridos na base de dados do site ABC.

O site primário reinicializa os dados globais a partir do site de administração central: O processo de recuperação remove os dados globais existentes para o site primário na base de dados do site primário e substitui-os pelos dados globais copiados do site de administração central.

O site de administração central reinicializa os dados de um site primário: O processo de recuperação remove os dados de site existentes para o site primário na base de dados do site de administração central e substitui-os pelos dados de site copiados do site primário. Os dados de site de outros sites primários não são afetados.

Após o restauro de uma base de dados de site a partir de uma cópia de segurança, o Gestor de configuração tenta restaurar as alterações ao site e aos dados globais posteriores à última cópia de segurança da base de dados. A tabela seguinte mostra as ações que o Gestor de configuração inicia após o restauro de uma base de dados de site a partir de cópia de segurança.

Cópia de segurança da base de dados dentro do período de retenção do registo de alterações

Cópia de segurança da base de dados anterior ao período de retenção do registo de alterações

Site recuperado

Dados globais

Dados do site

Dados globais

Dados do site

Site primário

As alterações nos dados globais posteriores à cópia de segurança são replicadas a partir do site de administração central.

O site de administração central reinicializa os dados do site a partir do site primário. As alterações posteriores à cópia de segurança são perdidas, mas a maioria dos dados é novamente gerada por clientes que enviam informações para o site primário.

O site primário reinicializa os dados globais a partir do site de administração central.

O site de administração central reinicializa os dados do site a partir do site primário. As alterações posteriores à cópia de segurança são perdidas, mas a maioria dos dados é novamente gerada por clientes que enviam informações para o site primário.

Site de administração central

As alterações nos dados globais posteriores à cópia de segurança são replicadas a partir de todos os sites primários.

As alterações nos dados de site posteriores à cópia de segurança são replicadas a partir de todos os sites primários.

O site de administração central reinicializa os dados globais a partir do site primário de referência, caso o especifique. Em seguida, todos os outros sites primários reinicializam os dados globais a partir do site de administração central. Se não for especificado nenhum site de referência, todos os sites primários reinicializam os dados globais a partir do site de administração central (os dados que foram restaurados a partir da cópia de segurança).

O site de administração central reinicializa os dados do site a partir de cada site primário.

Utilize um dos seguintes procedimentos para recuperar o servidor e a base de dados do site.

  1. Execute o Assistente de Configuração do Gestor de configuração a partir do suporte de dados de instalação ou de uma pasta de rede partilhada. Por exemplo, pode iniciar o Assistente de configuração utilizando a opção Instalar quando inserir o DVD do Gestor de configuração. Em alternativa, pode abrir Setup.exe a partir de uma pasta de rede partilhada para iniciar o Assistente de configuração.

  2. Na página Apresentação, selecione Recuperar um site e clique em Seguinte.

  3. Conclua o assistente utilizando as opções adequadas para a recuperação do seu site.

    System_CAPS_importantImportante

    Durante a recuperação, a Configuração identifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) utilizada pelo SQL Server. Não altere esta definição de porta durante a recuperação ou a replicação de dados não funcionará corretamente depois da recuperação ser concluída.

    System_CAPS_noteNota

    A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, pode especificar qualquer caminho a utilizar para a instalação do Gestor de configuração no Assistente de Configuração. Em versões anteriores, tem de especificar o mesmo caminho que foi utilizado quando o site foi instalado originalmente.

  1. Prepare o script de instalação automática para as opções de que necessita para a recuperação do site.

  2. Execute a Configuração do Gestor de configuração utilizando a opção de comando /script. Por exemplo, se atribuiu o nome ConfigMgrUnattend.ini ao ficheiro de inicialização da configuração e o guardou no diretório C:\Temp do computador em que está a executar a Configuração, o comando seria o seguinte: Setup /script C:\temp\ConfigMgrUnattend.ini.

Para realizar uma recuperação automática de um site primário ou um site de administração central do Gestor de configuração, pode criar um script de instalação automática e utilizar a Configuração com a opção de comando /script. O script fornece o mesmo tipo de informações pedidas pelo Assistente de configuração, mas não existem predefinições. Tem de especificar todos os valores para as chaves de configuração que se aplicam ao tipo de recuperação que está a utilizar.

Pode executar a Configuração do Gestor de configuração em modo automático utilizando um ficheiro de inicialização com opção da linha de comandos /script da Configuração. A configuração automática é suportada para recuperação de um site primário ou um site de administração central do Gestor de configuração. Para utilizar a opção da linha de comandos /script de configuração, tem de criar um ficheiro de inicialização e especificar o respetivo nome após esta opção da linha de comandos. O nome do ficheiro é indiferente, desde que tenha a extensão de nome de ficheiro .ini. Quando referenciar o ficheiro de inicialização da configuração na linha de comandos, tem de fornecer o caminho completo do ficheiro. Por exemplo, se o ficheiro de inicialização da configuração tiver o nome Setup.ini e estiver armazenado na pasta C:\setup, a linha de comandos será:

setup /script c:\setup\setup.ini.

System_CAPS_security Segurança Nota

Tem de ter direitos de Administrador para executar a Configuração. Quando executar a Configuração com o script automático, inicie a Linha de Comandos num contexto de Administrador utilizando Executar como administrador.

O script contém nomes de secções, nomes de chaves e valores. Os nomes de chaves de secção necessários variam consoante o tipo de recuperação que pretende realizar com o script. A ordem das chaves dentro das secções e a ordem das secções no ficheiro não são importantes. As chaves não são sensíveis a maiúsculas e minúsculas. Quando fornece valores de chaves, o nome da chave tem de ser seguido de um sinal de igual (=) e do valor da chave.

Utilize as secções seguintes para criar o script para a recuperação de site automática. As tabelas apresentam as chaves de script de configuração disponíveis, os valores correspondentes, se são necessárias, para que tipo de instalação são utilizadas e uma descrição breve da chave.

Utilize a secção seguinte para recuperar um site de administração central utilizando um ficheiro de script de Configuração automática.

Secção

Nome da Chave

Necessário

Valores

Descrição

Identificação

Ação

Sim

RecoverCCAR

Recupera um site de administração central

RecoveryOptions

ServerRecoveryOptions

Sim

1, 2 ou 4

1 = Servidor de site de recuperação e SQL Server.

2 = Recuperar apenas servidor de site.

4 = Recuperar apenas SQL Server.

Especifica se o Programa de Configuração irá recuperar o servidor de site, o SQL Server ou ambos. As chaves associadas são necessárias quando define o seguinte valor para a definição ServerRecoveryOptions:

  • Valor = 1: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

    A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions, para restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança.

  • Valor = 2: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

  • Valor = 4: A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions, para restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança.

DatabaseRecoveryOptions

Talvez

10, 20, 40, 80

10 = Restaurar a base de dados do site a partir de cópia de segurança.

20 = Utilizar uma base de dados do site que tenha sido recuperada manualmente utilizando outro método.

40 = Criar uma nova base de dados para o site. Utilize esta opção quando não estiver disponível nenhuma cópia de segurança da base de dados do site. Os dados globais e de site são recuperados através da replicação a partir de outros sites.

80 = ignorar recuperação da base de dados.

Especifica como a Configuração irá recuperar a base de dados do site no SQL Server. Esta chave é necessária quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 4.

ReferenceSite

Talvez

<FQDNDoSiteDeReferência>

Especifica o site primário de referência utilizado pelo site de administração central para recuperar dados globais se a cópia de segurança da base de dados for anterior ao período de retenção do registo de alterações ou quando a recuperação do site é efetuada sem uma cópia de segurança.

Quando não especificar um site de referência e a cópia de segurança da base de dados for anterior ao período de retenção do registo de alterações, todos os sites primário serão reinicializados com os dados restaurados a partir do site de administração central.

Quando não especificar um site de referência e a cópia de segurança da base de dados estiver dentro do período de retenção do registo de alterações, só serão replicadas a partir dos sites primários as alterações posteriores à cópia de segurança. Quando existirem alterações de diferentes sites primários em conflito, o site de administração central utilizará a primeira que receber.

Esta chave é necessária quando a definição DatabaseRecoveryOptions tem um valor de 40.

SiteServerBackupLocation

Não

<CaminhoParaConjuntoDeCópiasDeSegurançaDoServidorDoSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança do servidor de site. Esta chave é opcional quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 2. Especifique um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do mesmo. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

BackupLocation

Talvez

<CaminhoParaConjuntoDeCópiasDeSegurançaDoServidorDoSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança da base de dados do site. A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 1 ou 4 para a chave ServerRecoveryOptions e configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions.

Opções

ProductID

Sim

xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx

Eval

A chave de produto de instalação do Gestor de configuração, incluindo os traços. Introduza Eval para instalar a versão de avaliação do Gestor de configuração.

Código do Site

Sim

<CódigoDoSite>

Três carateres alfanuméricos que identificam de forma exclusiva o site na sua hierarquia. Tem de especificar o código do site que era utilizado pelo site antes da falha. Para mais informações sobre restrições de códigos de sites, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager do tópico Instalar Sites e Criar uma Hierarquia para o Configuration Manager.

SiteName

Sim

<NomeDoSite>

Descrição para este site.

SMSInstallDir

Sim

<CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

Especifica a pasta de instalação dos ficheiros de programa do Gestor de configuração.

System_CAPS_noteNota

A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, pode especificar qualquer caminho para a instalação do Gestor de configuração. Em versões anteriores, tem de especificar o mesmo caminho que era utilizado antes da falha do site.

SDKServer

Sim

<FQDN do Fornecedor de SMS>

Especifica o FQDN do servidor que alojará o Fornecedor de SMS. Terá de especificar o servidor que hospedava o Fornecedor de SMS antes da falha.

Pode configurar Fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar o valor 0, o Programa de Configuração transferirá os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, o Programa de Configuração utiliza este caminho para armazenar os ficheiros transferidos ou localizar os ficheiros anteriormente transferidos.

AdminConsole

Talvez

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se a consola do Gestor de configuração deverá ser instalada. Esta chave é necessária, exceto quando a definição ServerRecoveryOptions tem o valor 4.

JoinCEIP

Sim

0 ou 1

0 = não aderir

1 = aderir

Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

SQLConfigOptions

SQLServerName

Sim

<NomeDoSQLServer>

O nome do servidor, ou o nome da instância em cluster, com o SQL Server em execução que alojará a base de dados do site. Terá de especificar o mesmo servidor que alojava a base de dados do site antes da falha.

DatabaseName

Sim

<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

ou

<NomeDaInstância>\<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

O nome da base de dados do SQL Server a criar ou utilizar na instalação da base de dados do site de administração central. Terá de especificar o nome da mesma base de dados que foi utilizada antes da falha.

System_CAPS_importantImportante

Se não utilizar a instância predefinida, terá de especificar o nome da instância e o nome da base de dados do site.

SQLSSBPort

Não

<NúmeroDaPortaDoSSB>

Especifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) utilizada pelo SQL Server. Normalmente, o SSB está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas. Tem de especificar a mesma porta do SSB que foi utilizada antes da falha.

Utilize a secção seguinte para recuperar um site primário utilizando um ficheiro de script de Configuração automática.

Secção

Nome da Chave

Necessário

Valores

Descrição

Identificação

Ação

Sim

RecoverPrimarySite

Recupera um site primário

RecoveryOptions

ServerRecoveryOptions

Sim

1, 2 ou 4

1 = Servidor de site de recuperação e SQL Server.

2 = Recuperar apenas servidor de site.

4 = Recuperar apenas SQL Server.

Especifica se o Programa de Configuração irá recuperar o servidor de site, o SQL Server ou ambos. As chaves associadas são necessárias quando define o seguinte valor para a definição ServerRecoveryOptions:

  • Valor = 1: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

    A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions, para restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança.

  • Valor = 2: Tem a opção de especificar um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do site. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

  • Valor = 4: A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions, para restaurar a base de dados do site a partir de uma cópia de segurança.

DatabaseRecoveryOptions

Talvez

10, 20, 40, 80

10 = Restaurar a base de dados do site a partir de cópia de segurança.

20 = Utilizar uma base de dados do site que tenha sido recuperada manualmente utilizando outro método.

40 = Criar uma nova base de dados para o site. Utilize esta opção quando não estiver disponível nenhuma cópia de segurança da base de dados do site.

80 = ignorar recuperação da base de dados.

Especifica como a Configuração irá recuperar a base de dados do site no SQL Server. Esta chave é necessária quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 4.

SiteServerBackupLocation

Não

<CaminhoParaConjuntoDeCópiasDeSegurançaDoServidorDoSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança do servidor de site. Esta chave é opcional quando a definição ServerRecoveryOptions tem um valor de 1 ou 2. Especifique um valor para a chave SiteServerBackupLocation para recuperar o site utilizando uma cópia de segurança do mesmo. Se não especificar um valor, o site será reinstalado sem ser restaurado a partir de um conjunto de cópias de segurança.

BackupLocation

Talvez

<CaminhoParaConjuntoDeCópiasDeSegurançaDoServidorDoSite>

Especifica o caminho para o conjunto de cópias de segurança da base de dados do site. A chave BackupLocation é necessária quando configura o valor 1 ou 4 para a chave ServerRecoveryOptions e configura o valor 10 para a chave DatabaseRecoveryOptions.

Opções

ProductID

Sim

xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx

Eval

A chave de produto de instalação do Gestor de configuração, incluindo os traços. Introduza Eval para instalar a versão de avaliação do Gestor de configuração.

Código do Site

Sim

<CódigoDoSite>

Três carateres alfanuméricos que identificam de forma exclusiva o site na sua hierarquia. Tem de especificar o código do site que era utilizado pelo site antes da falha. Para mais informações sobre restrições de códigos de sites, consulte a secção Nomenclatura de sites do Configuration Manager do tópico Instalar Sites e Criar uma Hierarquia para o Configuration Manager.

SiteName

Sim

<NomeDoSite>

Descrição para este site.

SMSInstallDir

Sim

<CaminhoDeInstalaçãoDoConfigMgr>

Especifica a pasta de instalação dos ficheiros de programa do Gestor de configuração.

System_CAPS_noteNota

A partir do System Center 2012 R2 Configuration Manager, pode especificar qualquer caminho para a instalação do Gestor de configuração. Em versões anteriores, tem de especificar o mesmo caminho que era utilizado antes da falha do site.

SDKServer

Sim

<FQDN do Fornecedor de SMS>

Especifica o FQDN do servidor que alojará o Fornecedor de SMS. Terá de especificar o servidor que hospedava o Fornecedor de SMS antes da falha.

Pode configurar Fornecedores de SMS adicionais para o site após a instalação inicial. Para mais informações sobre o Fornecedor de SMS, consulte a secção Funções de Sistema de Sites no Configuration Manager no tópico Planear Sistemas de Sites no Configuration Manager.

PrerequisiteComp

Sim

0 ou 1

0 = transferir

1 = já transferido

Especifica se os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração já foram transferidos. Por exemplo, se utilizar o valor 0, o Programa de Configuração transferirá os ficheiros.

PrerequisitePath

Sim

<CaminhoParaFicheirosDePré-requisitosDoProgramaDeConfiguração>

Especifica o caminho para os ficheiros de pré-requisitos do Programa de Configuração. Conforme o valor de PrerequisiteComp, a Configuração utiliza este caminho para armazenar ficheiros transferidos ou localizar ficheiros anteriormente transferidos.

AdminConsole

Talvez

0 ou 1

0 = não instalar

1 = instalar

Especifica se a consola do Gestor de configuração deverá ser instalada. Esta chave é necessária, exceto quando a definição ServerRecoveryOptions tem o valor 4.

JoinCEIP

Sim

0 ou 1

0 = não aderir

1 = aderir

Especifica se pretende aderir ao Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente.

SQLConfigOptions

SQLServerName

Sim

<NomeDoSQLServer>

O nome do servidor, ou o nome da instância em cluster, com o SQL Server em execução que alojará a base de dados do site. Terá de especificar o mesmo servidor que alojava a base de dados do site antes da falha.

DatabaseName

Sim

<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

ou

<NomeDaInstância>\<NomeDaBaseDeDadosDoSite>

O nome da base de dados do SQL Server a criar ou utilizar na instalação da base de dados do site de administração central. Terá de especificar o nome da mesma base de dados que foi utilizada antes da falha.

System_CAPS_importantImportante

Se não utilizar a instância predefinida, terá de especificar o nome da instância e o nome da base de dados do site.

SQLSSBPort

Não

<NúmeroDaPortaDoSSB>

Especifica a porta do SQL Server Service Broker (SSB) utilizada pelo SQL Server. Normalmente, o SSB está configurado para utilizar a porta TCP 4022, mas são suportadas outras portas. Tem de especificar a mesma porta do SSB que foi utilizada antes da falha.

HierarchyExpansionOption

CCARSiteServer

Talvez

<CódigoDoSiteDeAdministraçãoCentral>

Especifica o site de administração central a que um site primário se ligará quando aderir à hierarquia do Gestor de configuração. Esta definição é necessária se o site primário estava ligado a um site de administração central antes da falha. Tem de especificar o código do site que era utilizado para o site de administração central antes da falha.

CASRetryInterval

Não

<Intervalo>

Especifica o intervalo entre tentativas (em minutos) de estabelecer ligação ao site de administração central, após uma falha da ligação. Por exemplo, se a ligação ao site de administração central falhar, o site primário aguarda o número de minutos que especificar para CASRetryInterval e, em seguida, tenta restabelecer a ligação.

WaitForCASTimeout

Não

<TempoLimite>

Especifica o valor de tempo limite máximo (em minutos) para um site primário ligar ao site de administração central. Por exemplo, se um site primário não conseguir ligar a um site de administração central, tenta efetuar de novo a ligação com base no CASRetryInterval, até atingir o WaitForCASTimeout. Pode especificar um valor entre 0 e 100.

Depois de recuperar o seu site, existem várias tarefas pós-recuperação que tem de considerar para concluir a recuperação do site. Utilize as secções seguintes para concluir o processo de recuperação do site.

Após a recuperação de um servidor do site, as palavras-passe das contas de utilizador especificadas para o site tem de ser reintroduzidas, porque são repostas durante a recuperação do site. As contas são listadas na página Terminado do Assistente de Configuração após a recuperação do site ser concluída e guardada em C:\ConfigMgrPostRecoveryActions.html, no servidor de site recuperado.

  1. Abra a consola do Gestor de configuração e ligue ao site recuperado.

  2. Na consola do Gestor de configuração, clique em Administração.

  3. Na área de trabalho Administração, expanda Segurança e clique em Contas.

  4. Para cada conta na qual tenha de reintroduzir a palavra-passe, proceda do seguinte modo:

    1. Selecione a conta na lista de contas que foram identificadas depois da recuperação do site. Pode encontrar esta lista em C:\ConfigMgrPostRecoveryActions.html, no servidor do site recuperado.

    2. No separador Home Page, no grupo Propriedades, clique em Propriedades para abrir as propriedades da conta.

    3. No separador Geral, clique em Definir e reintroduza as palavras-passe da conta.

    4. Clique em Verificar, selecione a origem de dados adequada para a conta de utilizador selecionada e clique em Testar ligação para verificar se a conta de utilizador consegue ligar à origem de dados.

    5. Clique em OK para guardar as alterações de palavra-passe e, em seguida, clique em OK.

Para o System Center 2012 R2 Configuration Manager e posterior:

Após uma recuperação do servidor do site, é necessário reintroduzir as chaves de sideload do Windows especificadas para o site porque foram repostas durante a recuperação do site. Após a reintrodução das chaves de sideload, o conteúdo da coluna Ativações utilizadas das chaves de sideload do Windows é reposto na consola do Gestor de configuração. Por exemplo, vamos supor que, antes da falha do site, o contador Ativações totais estava definido como 100 e a coluna Ativações utilizadas continha 90 para o número de chaves que foram utilizadas pelos dispositivos. Após a recuperação do site, a coluna Ativações totais continua a apresentar 100, mas a coluna Ativações utilizadas apresenta incorretamente 0. No entanto, depois de 10 novos dispositivos utilizarem uma chave de sideload, não existirão chaves de sideload restantes e o dispositivo seguinte não conseguirá aplicar uma chave de sideload. Para mais informações sobre chaves de sideload, consulte a secção Preparar a Inscrição do Dispositivo móvel do tópico Gerir Dispositivos Móveis com o Configuration Manager e o Microsoft Intune.

Ao recuperar sistemas de sites que executam o IIS e estavam configurados para HTTPS antes da falha, é necessário reconfigurar o IIS para utilizar o certificado do servidor Web. Para mais informações, consulte “Configurar o IIS para Utilizar o Certificado de Servidor Web” na secção Implementar o Certificado do Servidor Web para Sistemas de Sites que Executam o IIS do tópico Exemplo Passo a Passo de Implementação dos Certificados PKI para o Configuration Manager: Autoridade de Certificação do Windows Server 2008.

Após uma recuperação de site, é necessário reinstalar as correções que foram aplicadas ao servidor do site. Na página Concluído do Assistente de Configuração, é apresentada uma lista das correções instaladas anteriormente após a recuperação do site e guardada em C:\ConfigMgrPostRecoveryActions.html, no servidor do site recuperado.

Quando tiverem sido criados relatórios personalizados do Reporting Services e o Reporting Services falhar, é possível recuperar os relatórios se tiver sido efetuada uma cópia de segurança do servidor de relatórios. Para mais informações sobre o restauro de relatórios personalizados no Reporting Services, consulte Operações de Cópia de Segurança e Restauro de uma Instalação do Reporting Services no SQL Server 2008 Books Online.

A base de dados do site contém informações sobre o local onde os ficheiros de conteúdo estão armazenados no servidor do site, mas a cópia de segurança dos ficheiros de conteúdo e o seu restauro não são efetuados como parte do processo de cópia de segurança e restauro. Para recuperar os ficheiros de conteúdo na totalidade, é necessário restaurar a biblioteca de conteúdos e os ficheiros de origem do pacote para a localização original. Existem vários métodos para recuperar os ficheiros de conteúdo, mas o método mais simples consiste em restaurar os ficheiros a partir de uma cópia de segurança do sistema de ficheiros do servidor do site.

Se não possui uma cópia de segurança do sistema de ficheiros para os ficheiros do pacote de origem, terá de os copiar ou transferir manualmente tal como fez quando criou o pacote inicialmente. Pode executar a seguinte consulta no SQL Server para encontrar a localização de origem do pacote para todos os pacotes e aplicações: SELECT * FROM v_Package. Pode identificar o site de origem do pacote atravésdos primeiros três carateres do ID de pacote. Por exemplo, se o ID de pacote for CEN00001, o código de site do site de origem é CEN. Ao restaurar os ficheiros de origem do pacote, estes devem ser restaurados para a mesma localização em que se encontravam antes da falha.

Se não tiver uma cópia de segurança do sistema de ficheiros que contém a biblioteca de conteúdos, dispõe das seguintes opções de restauro:

  • Importar um ficheiro de conteúdo pré-configurado: Se tiver uma hierarquia do Gestor de configuração, poderá criar um ficheiro de conteúdo pré-configurado com todos os pacotes e aplicações de outra localização e importá-lo para recuperar a biblioteca de conteúdos no servidor do site. Para mais informações sobre ficheiros de conteúdo pré-configurados, consulte a secção Pré-Configurar Conteúdos do tópico Operações e Manutenção da Gestão de Conteúdos no Configuration Manager.

  • Atualizar o conteúdo: Quando é iniciada a ação de atualização de conteúdo para um tipo de implementação de pacote ou de aplicação, o conteúdo é copiado da origem do pacote para a biblioteca de conteúdos. Os ficheiros de origem do pacote têm de estar disponíveis na localização original para que esta ação seja concluída com êxito. É necessário executar esta ação em cada pacote e em cada aplicação. Para mais informações sobre a atualização de conteúdo, consulte a secção Atualizar Conteúdos em Pontos de Distribuição do tópico Operações e Manutenção da Gestão de Conteúdos no Configuration Manager.

Se tiver incluído os ficheiros da base de dados do Updates Publisher 2011 no seu plano de cópia de segurança, pode recuperar as bases de dados em caso de falha no computador com o Updates Publisher 2011. Para mais informações sobre o Updates Publisher, consulte System Center Updates Publisher 2011 na Biblioteca TechCenter do System Center.

Utilize o procedimento seguinte para restaurar a base de dados do Updates Publisher 2011.

  1. Reinstale o Updates Publisher 2011 no computador recuperado.

  2. Copie o ficheiro da base de dados (Scupdb.sdf) do destino da cópia de segurança para %USERPROFILE%\AppData\Local\Microsoft\System Center Updates Publisher 2011\5.00.1727.0000\ no computador com o Updates Publisher 2011.

  3. Se vários utilizadores executarem o Updates Publisher 2011 no computador, tem de copiar cada ficheiro da base de dados para a localização de perfil de utilizador adequada.

Como parte das propriedades do sistema de sites do ponto de migração de estado, deve especificar as pastas que armazenam dados de migração de estado de utilizador. Depois de recuperar um servidor com uma pasta que armazena dados de migração de estado de utilizador, tem de restaurar manualmente os dados de migração de estado de utilizador no servidor para a mesma pasta que armazenava os dados antes da falha.

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:

O Gestor de configuração requer um certificado de gestão que é utilizado para a comunicação entre o servidor do site e o ponto de distribuição baseado na nuvem. Após uma recuperação de site, é necessário atualizar os certificados dos pontos de distribuição baseados na nuvem. Para mais informações, consulte a secção Acerca das Subscrições e Certificados de Pontos de Distribuição Baseados na Nuvem do tópico Planear a gestão de conteúdo no Configuration Manager.

Depois de recuperar o site, execute os seguintes passos de configuração:

  1. Solicite novamente o certificado de aprovisionamento AMT e selecione-o nas propriedades do ponto de serviço fora de banda.

  2. Reconfigure as palavras-passe das contas seguintes nas propriedades do componente de gestão fora de banda:

    • A Conta MEBx

    • A Conta de Remoção do Aprovisionamento AMT

    • As Contas de Aprovisionamento AMT e de Deteção

Para mais informações sobre como executar estes passos, consulte Como aprovisionar e configurar computadores baseados em AMT no Configuration Manager.

Em seguida, utilize o procedimento seguinte para reaprovisionar os computadores baseados em Intel AMT que foram aprovisionados anteriormente.

  1. Certifique-se de que configurou a conta de Remoção do Aprovisionamento AMT nas propriedades do componente de gestão fora de banda.

  2. Remova as informações de aprovisionamento AMT dos computadores baseados em Intel AMT:

    • Não selecione Desativar aprovisionamento automático.

    • Selecione Utilizar a Conta de Remoção do Aprovisionamento AMT.

    Para mais informações sobre como remover informações de aprovisionamento AMT, consulte Como remover informações de AMT.

  3. Monitorize o estado AMT destes computadores:

    • Não Aprovisionado: Estes computadores estão preparados para reaprovisionamento pelo Gestor de configuração.

    • Detetado: Estes computadores não podem ser reaprovisionados pelo Gestor de configuração. Se o Gestor de configuração não conseguir remover as informações de aprovisionamento AMT, tem de remover manualmente estas informações através da configuração das extensões da BIOS no computador.

      System_CAPS_noteNota

      A Conta de Remoção do Aprovisionamento AMT não consegue remover as informações de aprovisionamento se o registo de auditoria estiver ativado e desbloqueado ou se a conta que está configurada para a Conta de Remoção do Aprovisionamento AMT não for uma Conta de Utilizador AMT nesse computador.

  4. Certifique-se de que a caixa de verificação Ativar aprovisionamento para computadores baseados em AMT está selecionada no separador Gestão Fora de Banda nas propriedades da coleção.

  5. Confirmar que o estado AMT muda para Aprovisionado. Também pode executar o relatório Ver os Computadores com controladores de gestão fora de banda para confirmar o estado de aprovisionamento AMT.

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:

O Gestor de configuraçãonão suporta a cópia de segurança da base de dados num site secundário, mas suporta a recuperação através da reinstalação do site secundário. A recuperação do site secundário é necessária em caso de falha de um site secundário do Gestor de configuração. Pode recuperar um site secundário utilizando a ação Recuperar Site Secundário do nó Sites da consola do Gestor de configuração. Ao contrário da recuperação de um site de administração central ou site primário, a recuperação de um site secundário não utiliza um ficheiro de cópia de segurança e, em vez disso, reinstala os ficheiros do site secundário no computador do site secundário que falhou. Em seguida, os dados do site secundário são reinicializados com dados do site primário principal. Durante o processo de recuperação, o Gestor de configuração verifica se a biblioteca de conteúdos existe no computador do site secundário e se o conteúdo apropriado está disponível. O site secundário utilizará a biblioteca de conteúdos existente, caso contenha o conteúdo apropriado. Caso contrário, a recuperação da biblioteca de conteúdos de um site secundário recuperado requer a redistribuição ou pré-configuração do conteúdo para esse site recuperado. Para mais informações, consulte Operações e Manutenção da Gestão de Conteúdos no Configuration Manager. Quando tem um ponto de distribuição que não se encontra no site secundário, não é necessário reinstalar o ponto de distribuição durante a recuperação do site secundário. Após a recuperação do site secundário, o site sincroniza automaticamente com o ponto de distribuição.

Para verificar o estado da recuperação do site secundário, utilize a ação Mostrar Estado da Instalação do nó Sites da consola do Gestor de configuração.

System_CAPS_importantImportante

Tem de utilizar um computador com a mesma configuração do computador que falhou, tal como o seu FQDN, para recuperar com êxito o site secundário. O computador também tem de cumprir todos os pré-requisitos de site secundário e ter direitos de segurança apropriados configurados. Além disso, utilize o mesmo caminho de instalação que foi utilizado para o site que falhou.

System_CAPS_importantImportante

Durante uma recuperação de site secundário, o Gestor de configuração não instala o SQL Server Express se este não estiver instalado no computador. Por conseguinte, antes de recuperar um site secundário, tem de instalar manualmente o SQL Server Express ou o SQL Server. Tem de utilizar a mesma versão do SQL Server e a mesma instância do SQL Server que utilizou para a base de dados do site secundário antes da falha.

Mostrar: