Passos de Sequência de Tarefas no Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

Os passos de sequência de tarefas seguintes podem ser adicionados a uma sequência de tarefas do System Center 2012 Configuration Manager. Para obter informações sobre a edição de uma sequência de tarefas, consulte a secção Como Editar uma Sequência de Tarefas no tópico Como gerir sequências de tarefas no Configuration Manager.

1 O passo de sequência de tarefas foi adicionado no System Center 2012 Configuration Manager SP1.

2 O passo de sequência de tarefas foi adicionado no System Center 2012 R2 Configuration Manager.

Utilize o passo de sequência de tarefas Aplicar Imagem de Dados para copiar a imagem de dados para a partição de destino especificada.

Este passo é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para obter mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Pacote de Imagem

Especifique o Pacote de Imagem que será utilizado por este passo de sequência de tarefas clicando em Procurar. Selecione o pacote que pretende instalar na caixa de diálogo Selecionar um Pacote. As informações sobre propriedades associadas para cada pacote de imagem existente são apresentadas na parte inferior da caixa de diálogo Selecionar um Pacote. Utilize a lista pendente para selecionar a Imagem que pretende instalar a partir do Pacote de Imagem selecionado.

System_CAPS_noteNota

Esta ação de sequência de tarefas processa a imagem como um ficheiro de dados e não efetua nenhuma configuração necessária para arrancar a imagem como sistema operativo.

Destino

Especifica uma partição e um disco rígido formatados existentes, uma letra de unidade lógica específica ou o nome de uma variável de sequência de tarefas que contém a letra de unidade lógica.

  • Partição disponível seguinte – Utilize a partição sequencial seguinte que não tenha sido direcionada anteriormente por uma ação Aplicar Sistema Operativo ou Aplicar Imagem de Dados nesta sequência de tarefas.

  • Partição e disco específico – Selecione o número do Disco (a partir de 0) e o número da Partição (a partir de 1).

  • Letra de unidade lógica específica – Especifique a Letra de Unidade atribuída à partição pelo Windows PE. Tenha em atenção que esta letra de unidade pode ser diferente da letra de unidade que o sistema operativo recentemente implementado atribuirá.

  • Letra de unidade lógica armazenada numa variável – Especifique a variável de sequência de tarefas com a letra de unidade atribuída à partição pelo Windows PE. Normalmente, esta variável seria definida na secção Avançadas da caixa de diálogo Propriedades de Partição para a ação de sequência de tarefas Formatar e Particionar Disco.

Elimine todo o conteúdo na partição antes de aplicar a imagem

Especifica que todos os ficheiros na partição de destino serão eliminados antes de a imagem ser instalada. Ao não eliminar o conteúdo da partição, este passo pode ser utilizado para aplicar conteúdo adicional a uma partição direcionada anteriormente.

Utilize o passo de sequência de tarefas Aplicar Pacote de Controlador para transferir todos os controladores no pacote de controlador e instalá-los no sistema operativo Windows. Este passo é necessário para instalar controladores críticos de arranque em sistemas operativos anteriores ao Vista.

O passo de sequência de tarefas Aplicar Pacote de Controlador torna todos os controladores de dispositivo num pacote de controlador disponíveis para serem utilizados pelo Windows. Este passo pode ser adicionado a uma sequência de tarefas entre os passos Aplicar Sistema Operativo e Configurar Windows e ConfigMgr para tornar os controladores de dispositivo no pacote de controlador disponível para Windows. Normalmente, o passo Aplicar Pacote de Controlador é colocado depois do passo de sequência de tarefas Aplicar Controladores Automaticamente. O passo de sequência de tarefas Aplicar Pacote de Controlador também é útil em cenários de implementação de suportes de dados autónomos.

Certifique-se de que os controladores de dispositivo semelhantes são colocados num pacote de controlador e distribuídos para os pontos de distribuição adequados. Depois de serem distribuídos, os computadores cliente Gestor de configuração podem instalá-los. Por exemplo, pode colocar todos os controladores de dispositivo de um fabricante num pacote de controlador e, em seguida, distribuir o pacote para os pontos de distribuição onde os computadores associados podem aceder aos mesmos. Esta ação também pode ser utilizada para instalar controladores de dispositivo de armazenamento em massa críticos de arranque para Windows XP x64 SP2, Windows XP SP3 e Windows Server 2003 SP2.

Este passo é útil para suportes de dados autónomos e administradores que pretendem instalar um conjunto específico de controladores, incluindo controladores para dispositivos que não seriam detetados numa análise Plug-n-Play (por exemplo, impressoras de rede).

System_CAPS_noteNota

Ao implementar sistemas operativos anteriores ao Vista, se a imagem já tiver um controlador instalado para um dispositivo no computador, o passo Aplicar Controladores Automaticamente, o passo Aplicar Pacote de Controlador ou quaisquer controladores novos instalados por uma ação de sequência de tarefas não serão processados. Para assegurar a instalação dos controladores novos, no ficheiro sysprep.inf, defina a opção UpdateInstalledDrivers na secção “Automático” como "Sim".

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ApplyDriverPackage

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Pacote de controladores

Especifique o pacote de controlador que contém os controladores de dispositivo necessários, clicando em Procurar e iniciando a caixa de diálogo Selecionar um Pacote. Especifique um pacote existente para ser disponibilizado. As propriedades do pacote associado são apresentadas na parte inferior da caixa de diálogo.

Selecionar o controlador de armazenamento em massa no pacote que tem de ser instalado antes da configuração em sistemas operativos anteriores ao Windows Vista

Especifique quaisquer controladores de dispositivo de armazenamento em massa necessários para instalações de sistemas operativos anteriores ao Windows Vista.

Controlador

Selecione o ficheiro do controlador de dispositivo de armazenamento em massa a instalar antes da configuração em implementações de sistemas operativos anteriores ao Windows Vista. A lista pendente é preenchida a partir do pacote especificado.

Modelo

Especifique o dispositivo crítico de arranque necessário para implementações de sistemas operativos anteriores ao Windows Vista.

Efetuar a instalação autónoma de controladores não assinados nas versões do Windows em que tal é permitido

Selecione esta opção para permitir que o Windows instale controladores não assinados no computador de referência.

Utilize o passo de sequência de tarefas Aplicar Definições de Rede para especificar as informações de configuração da rede ou do grupo de trabalho para o computador de destino. Os valores especificados são armazenados no formato de ficheiro de resposta adequado que será utilizado pela Configuração do Windows quando for executado o passo de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr.

Este passo de sequência de tarefas é executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ApplyNetworkSettings

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Aderir a um grupo de trabalho

Selecione esta opção para associar o computador de destino ao grupo de trabalho especificado. Introduza o nome do grupo de trabalho na linha Grupo de Trabalho. Este valor pode ser substituído pelo valor capturado pelo passo de sequência de tarefas Capturar Definições de Rede.

Aderir a um domínio

Selecione esta opção para associar o computador de destino ao domínio especificado. Especifique ou navegue até ao domínio, tal como fabricam.com. Especifique ou navegue até um caminho LDAP (Lightweight Directory Access Protocol) para uma unidade organizacional (ou seja, LDAP//OU=computadores, DC=Fabricam.com, C=com).

Conta

Clique em Definir para especificar uma conta com as permissões necessárias para associar o computador ao domínio. Na caixa de diálogo Conta de Utilizador do Windows, pode introduzir o nome de utilizador com o seguinte formato: Domínio\Utilizador.

Definições da placa

Especifique as configurações de rede para cada placa de rede no computador. Clique em Novo para abrir a caixa de diálogo Definições de Rede e, em seguida, especifique as definições de rede. Se as definições de rede tiverem sido capturadas num passo de sequência de tarefas Capturar Definições de Rede anterior, as definições anteriores são aplicadas à placa de rede e as definições especificadas neste passo não são aplicadas. Se as definições de rede não tiverem sido capturadas anteriormente, as definições especificadas no passo Aplicar Definições de Rede são aplicada às placas de rede pela ordem de enumeração do dispositivo do Windows.

Utilize o passo de sequência de tarefas Aplicar Imagem do Sistema Operativo para instalar um sistema operativo no computador de destino. Este passo de sequência de tarefas executa um conjunto de ações consoante estiver a utilizar uma imagem do sistema operativo ou um pacote de instalação para instalar o sistema operativo.

O passo Aplicar Imagem do Sistema Operativo executa as ações seguintes quando é utilizada uma imagem do sistema operativo.

  1. Elimina todo o conteúdo no volume de destino, exceto os ficheiros na pasta especificada pela variável de sequência de tarefas _SMSTSUserStatePath.

  2. Extrai o conteúdo do ficheiro .wim especificado para a partição de destino especificada.

  3. Prepara o ficheiro de resposta:

    1. Cria um novo ficheiro de resposta de Configuração do Windows predefinido (sysprep.inf ou unattend.xml) para o sistema operativo que está a ser implementado.

    2. Intercala quaisquer valores do ficheiro de resposta fornecido pelo utilizador.

  4. Copia carregadores de arranque do Windows para a partição ativa.

  5. Configura o ficheiro boot.ini ou a BCD (Boot Configuration Database) para referenciar o sistema operativo recentemente instalado.

O passo Aplicar Imagem do Sistema Operativo executa as ações seguintes quando é utilizado um pacote de instalação do sistema operativo.

  1. Elimina todo o conteúdo no volume de destino, exceto os ficheiros na pasta especificada pela variável de sequência de tarefas _SMSTSUserStatePath.

  2. Prepara o ficheiro de resposta:

    1. Cria um ficheiro de resposta novo com valores padrão criados pelo Gestor de configuração.

    2. Intercala quaisquer valores do ficheiro de resposta fornecido pelo utilizador.

System_CAPS_noteNota

A instalação real do Windows é iniciada pelo passo de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr. Após a execução da ação de sequência de tarefas Aplicar Sistema Operativo, a variável de sequência de tarefas OSDTargetSystemDrive é definida para a letra de unidade da partição que contém os ficheiros do sistema operativo.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ApplyOperatingSystem

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Aceder ao conteúdo diretamente a partir do ponto de distribuição: Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior: 

    Utilize esta opção para especificar se pretende que a sequência de tarefas aceda diretamente à imagem do sistema operativo a partir do ponto de distribuição. Por exemplo, pode utilizar esta opção quando implementar sistemas operativos em dispositivos incorporados com uma capacidade de armazenamento limitada. Quando esta opção é selecionada, também tem de configurar as definições de partilha do pacote no separador Acesso a Dados das propriedades do pacote.

    System_CAPS_noteNota

    Esta definição substitui a opção de implementação configurada na página Pontos de Distribuição no Assistente de Implementação de Software apenas para a imagem do sistema operativo especificada neste passo de sequência de tarefas e não para todo o conteúdo da sequência de tarefas.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Aplicar o sistema operativo a partir de uma imagem capturada

Instala uma imagem do sistema operativo capturada anteriormente. Clique em Procurar para abrir a caixa de diálogo Selecionar um pacote e selecione o pacote de imagem existente que pretende instalar. Se estiverem associadas várias imagens ao Pacote de imagem especificado, utilize a lista pendente para especificar a imagem associada que será utilizada para esta implementação. Pode ver informações básicas sobre cada imagem existente clicando na imagem.

Aplicar o sistema operativo a partir de uma origem de instalação original

Instala um sistema operativo utilizando uma origem de instalação original. Clique em Procurar para abrir a caixa de diálogo Selecionar um Pacote de Instalação do Sistema Operativo e selecione o pacote de instalação do sistema operativo existente que pretende utilizar. Pode ver informações básicas sobre cada origem de imagem existente clicando na origem da imagem. As propriedades da origem da imagem associada são apresentadas no painel de resultados, na parte inferior da caixa de diálogo. Se existirem várias edições associadas ao pacote especificado, utilize a lista pendente para especificar a Edição associada que será utilizada.

Utilize um ficheiro de resposta Sysprep ou autónomo para uma instalação personalizada

Utilize esta opção para fornecer um ficheiro de resposta de configuração do Windows (unattend.xml, unattend.txt ou sysprep.inf) consoante a versão do sistema operativo e o método de instalação. O ficheiro que especificar pode incluir qualquer uma das opções de configuração padrão suportadas pelos ficheiros de resposta do Windows. Por exemplo, pode utilizá-lo para especificar a home page predefinida do Internet Explorer. Tem de especificar o pacote que contém o ficheiro de resposta e o caminho associado para o ficheiro no pacote.

System_CAPS_noteNota

O ficheiro de resposta de configuração do Windows que fornecer pode conter variáveis de sequência de tarefas incorporadas no formato %varname%, em que varname corresponde ao nome da variável. A cadeia %varname% será substituída pelos valores de variáveis reais na ação de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr. No entanto, tenha em atenção que essas variáveis de sequência de tarefas incorporadas não podem ser utilizadas em campos apenas numéricos num ficheiro de resposta unattend.xml.

Se não fornecer um ficheiro de resposta de configuração do Windows, esta ação de sequência de tarefas irá gerar automaticamente um ficheiro de resposta.

Destino

Especifica uma partição e um disco rígido formatados existentes, uma letra de unidade lógica específica ou o nome de uma variável de sequência de tarefas que contém a letra de unidade lógica.

  • Partição disponível seguinte – Utilize a partição sequencial seguinte que não tenha sido direcionada anteriormente por uma ação Aplicar Sistema Operativo ou Aplicar Imagem de Dados nesta sequência de tarefas.

  • Partição e disco específico – Selecione o número do Disco (a partir de 0) e o número da Partição (a partir de 1).

  • Letra de unidade lógica específica – Especifique a Letra de Unidade atribuída à partição pelo Windows PE. Tenha em atenção que esta letra de unidade pode ser diferente da letra de unidade que o sistema operativo recentemente implementado atribuirá.

  • Letra de unidade lógica armazenada numa variável – Especifique a variável de sequência de tarefas com a letra de unidade atribuída à partição pelo Windows PE. Normalmente, esta variável seria definida na secção Avançadas da caixa de diálogo Propriedades de Partição para a ação de sequência de tarefas Formatar e Particionar Disco.

Utilize o passo de sequência de tarefas Aplicar Definições do Windows para configurar as definições do Windows para o computador de destino. Os valores especificados são armazenados no formato de ficheiro de resposta adequado que será utilizado pela Configuração do Windows quando for executado o passo de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ApplyWindowsSettings

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Nome de utilizador

Especifique o nome de utilizador registado associado ao computador de destino. Este valor pode ser substituído pelo valor capturado pela ação de sequência de tarefas Capturar Definições do Windows.

Nome da organização

Especifique o nome da organização registado associado ao computador de destino. Este valor pode ser substituído pelo valor capturado pela ação de sequência de tarefas Capturar Definições do Windows.

Chave de produto

Especifique a chave de produto utilizada para a instalação do Windows no computador de destino.

Licenciamento do servidor

Especifique o modo de licenciamento do servidor. Pode selecionar Por servidor ou Por utilizador como modo de licenciamento. Se selecionar Por servidor como modo de licenciamento, também terá de especificar o número máximo de ligações que será permitido por contrato de licença. Selecione Não especificar se o computador de destino não for um servidor ou não pretender especificar o modo de licenciamento.

Máximo de ligações

Especifique o número máximo de ligações disponíveis para este computador, conforme indicado no contrato de licença.

Gerar aleatoriamente a palavra-passe do administrador local e desativar a conta nas plataformas suportadas (recomendado)

Selecione esta opção para gerar aleatoriamente uma palavra-passe de administrador local. É criada uma palavra-passe de administrador local e a conta é desativada nas plataformas suportadas.

Ativar a conta e especificar a palavra-passe do administrador local

Selecione esta opção para ativar a conta de administrador local e criar a palavra-passe de administrador local. Introduza a palavra-passe na linha Palavra-passe e confirme-a na linha Confirmar palavra-passe.

Fuso Horário

Especifique o fuso horário a configurar no computador de destino. Este valor pode ser substituído pelo valor capturado pelo passo de sequência de tarefas Capturar Definições do Windows.

Utilize o passo de sequência de tarefas Aplicar Controladores Automaticamente para corresponder e instalar controladores como parte da implementação do sistema operativo.

O passo de sequência de tarefas Aplicar Controladores Automaticamente executa as seguintes ações:

  1. Analisa o hardware e localiza os IDs Plug-n-Play para todos os dispositivos existentes no sistema.

  2. Envia a lista de dispositivos e os respetivos IDs Plug-n-Play para o ponto de gestão. O ponto de gestão devolve uma lista de controladores compatíveis a partir do catálogo de controladores de cada dispositivo. O ponto de gestão considera todos os controladores independentemente do pacote de controlador em que possam estar incluídos. Apenas são considerados os controladores marcados com a categoria de controlador especificada e os controladores não marcados como desativados.

  3. Para cada dispositivo, o cliente escolhe o controlador mais adequado para o sistema operativo no qual está a ser implementado e que esteja num ponto de distribuição acessível.

  4. Os controladores selecionados são transferidos a partir de um ponto de distribuição e pré-configurados no sistema operativo de destino.

    1. Para instalações baseadas em imagens, os controladores são colocados na imagem do sistema operativo recentemente implementado e o Windows é configurado com a localização dos controladores em qualquer análise Plug-n-Play. No Vista e posterior, os controladores são colocados no arquivo de controladores do sistema operativo.

    2. Para instalações baseadas em configurações, a Configuração do Windows é efetuada com a localização dos controladores.

  5. Quando a ação de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr for executada e o Windows arrancar inicialmente, os controladores pré-configurados serão localizados por esta ação.

System_CAPS_importantImportante

O passo de sequência de tarefas Aplicar Controladores Automaticamente não pode ser utilizado com suportes de dados autónomos, porque a Configuração do Windows não terá nenhuma ligação ao site do Gestor de configuração.

System_CAPS_noteNota

Ao implementar sistemas operativos anteriores ao Vista, se a imagem já tiver um controlador instalado para um dispositivo no computador, a ação Aplicar Controladores Automaticamente, a ação Aplicar Pacote de Controlador ou quaisquer controladores novos instalados por uma ação de sequência de tarefas não serão processados. Para assegurar a instalação dos controladores novos, no ficheiro sysprep.inf, defina a opção UpdateInstalledDrivers na secção “Automático” como "Sim". Para obter informações adicionais sobre a implementação de controladores, consulte o Suporte da Microsoft.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_AutoApplyDrivers

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Instalar apenas os controladores com melhor compatibilidade

Especifica que o passo de sequência de tarefas instala apenas os controladores com melhor compatibilidade para cada dispositivo de hardware detetado.

Instalar todos os controladores compatíveis

Especifica que o passo de sequência de tarefas instala todos os controladores compatíveis para cada dispositivo de hardware detetado e permite que a configuração do Windows escolha o melhor controlador. Esta opção utiliza mais largura de banda de rede e espaço em disco porque transfere mais controladores, mas pode resultar na seleção de um controlador mais adequado.

Considerar controladores de todas as categorias

Especifica que a ação de sequência de tarefas procura todas as categorias de controladores disponíveis para obter os controladores de dispositivo adequados.

Limitar a correspondência de controladores para apenas considerar controladores nas categorias selecionadas

Especifica que a ação de sequência de tarefas procura controladores de dispositivo nas categorias de controladores especificadas para obter os controladores de dispositivo adequados.

Efetuar a instalação autónoma de controladores não assinados nas versões do Windows em que tal é permitido

Permite que esta ação de sequência de tarefas instale controladores de dispositivo do Windows não assinados.

System_CAPS_importantImportante

Esta opção não é aplicável a sistemas operativos em que não é possível configurar a política de assinatura de controladores.

Utilize o passo de sequência de tarefas Capturar Definições de Rede para capturar as definições de rede Microsoft do computador que está a executar a sequência de tarefas. As definições são guardadas em variáveis de sequência de tarefas que substituirão as predefinições configuradas no passo de sequência de tarefas Aplicar Definições de Rede.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_CaptureNetworkSettings

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Fornece informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Migrar associações de domínio e de grupo de trabalho

Captura as informações de associação de domínios e grupos de trabalho do computador de destino.

Migrar configuração da placa de rede

Captura a configuração da placa de rede do computador de destino. As informações capturadas incluem as definições de rede globais, o número de placas e as definições de rede associadas a cada placa. Estas definições incluem as definições associadas a DNS, WINS, IP e filtros de portas.

Utilize o passo de sequência de tarefas Capturar Imagem do Sistema Operativo para capturar uma ou mais imagens de um computador de referência e armazená-las num ficheiro WIM na partilha de rede especificada. O Assistente para Adicionar Pacote de Imagem do Sistema Operativo pode ser utilizado para importar este ficheiro .WIM para o Gestor de configuração, para que possa ser utilizado em implementações de sistemas operativos baseados em imagens.

Cada volume (unidade) no computador de referência é capturado como uma imagem separada no ficheiro .wim. Se o computador referenciado tiver vários volumes, o ficheiro WIM resultante irá conter uma imagem separada para cada volume. Apenas são capturados os volumes formatados como NTFS ou FAT32. Os volumes com outros formatos e os volumes USB são ignorados.

O sistema operativo instalado no computador de referência tem de ser uma versão do Windows suportada pelo Gestor de configuração e tem de ter sido preparado através da ferramenta SysPrep. O volume do sistema operativo instalado e o volume de arranque têm de ser o mesmo volume.

Também tem de introduzir uma conta do Windows com permissões de escrita para a partilha de rede selecionada.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_CaptureOperatingSystemImage

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Destino

Nome do caminho do sistema de ficheiros para a localização utilizada pelo Gestor de configuração ao armazenar a imagem do sistema operativo capturada.

Descrição

Descrição opcional definida pelo utilizador da imagem do sistema operativo capturada armazenada no ficheiro .WIM.

Versão

Número da versão opcional definido pelo utilizador para atribuir à imagem do sistema operativo capturada. Este valor pode ser qualquer combinação de letras e números, e está armazenado no ficheiro .WIM.

Criado por

Nome opcional do utilizador que criou a imagem do sistema operativo e está armazenado no ficheiro .WIM.

Conta para captura da imagem do sistema operativo

Tem de introduzir a conta do Windows com permissões para a partilha de rede especificada. Clique em Definir para especificar o nome dessa conta do Windows.

Utilize o passo de sequência de tarefas Capturar Estado do Utilizador para utilizar o User State Migration Tool (USMT) para capturar o estado e as definições de utilizador do computador que está a executar a sequência de tarefas. Este passo de sequência de tarefas é utilizado em conjunto com o passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador. Com o USMT 3.0.1 e posterior, esta opção encripta sempre o armazenamento de estados do USMT através de uma chave de encriptação gerada e gerida pelo Gestor de configuração.

Para mais informações sobre a gestão do estado do utilizador ao implementar sistemas operativos, consulte Como Gerir o Estado de Utilizador no Configuration Manager.

Também pode utilizar o passo de sequência de tarefas Capturar Estado do Utilizador com os passos de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados e Disponibilizar Armazenamento de Estados se pretender guardar as definições de estado ou restaurar definições a partir de um ponto de migração de estado no site do Gestor de configuração.

O passo de sequência de tarefas Capturar Estado do Utilizador fornece controlo sobre um subconjunto limitado das opções mais utilizadas pelo USMT. Podem ser especificadas opções da linha de comandos adicionais com a variável de sequência de tarefas OSDMigrateAdditionalCaptureOptions.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_CaptureUserState

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Pacote do User State Migration Tool

Introduza o pacote do Gestor de configuração que contém a versão do USMT para este passo de sequência de tarefas a utilizar ao capturar o estado e as definições de utilizador. Este pacote não requer um programa. Quando o passo de sequência de tarefas for executado, a sequência de tarefas utilizará a versão do USMT no pacote especificado. Especifique um pacote com a versão de 32 bits ou x64 do USMT, consoante a arquitetura do sistema operativo a partir do qual está a capturar o estado.

System_CAPS_noteNota

As versões 3.0.1 e 4.0 do USMT são suportadas consoante a versão do Windows que está a implementar.

Capturar todos os perfis de utilizador com opções padrão

Selecione esta opção para migrar todas as informações dos perfis de utilizador. Esta opção está selecionada por predefinição.

Se selecionar esta opção, mas não selecionar a opção para Restaurar perfis de utilizador do computador local no passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador, a sequência de tarefas irá falhar porque o Gestor de configuração não pode migrar as novas contas sem lhes atribuir palavras-passe. Além disso, se utilizar o assistente Nova Sequência de Tarefas e criar uma sequência de tarefas para Instalar um pacote de imagem existente, a sequência de tarefas resultante utilizará a predefinição Capturar todos os perfis de utilizador com opções padrão, mas não selecionará a opção para Restaurar perfis de utilizador do computador local (ou seja, contas sem ser do domínio).

Selecione Restaurar perfis de utilizador do computador local e forneça uma palavra-passe para a conta a ser migrada. Numa sequência de tarefas criada manualmente, esta definição pode ser encontrada no passo Restaurar Estado do Utilizador. Numa sequência de tarefas criada pelo assistente Nova Sequência de Tarefas, esta definição pode ser encontrada na página do assistente no passo Restaurar Definições e Ficheiros do Utilizador.

Se não tiver contas de utilizador locais, isto não é aplicável.

Personalizar como os perfis de utilizador são capturados

Selecione esta opção para especificar uma migração de ficheiros de perfil personalizados. Clique em Ficheiros para selecionar os ficheiros de configuração para o USMT utilizar neste passo. Tem de especificar um ficheiro .xml personalizado que contenha regras que definam os ficheiros de estado do utilizador a migrar.

Clique aqui para selecionar os ficheiros de configuração:

Selecione esta opção para selecionar os ficheiros de configuração no pacote do USMT que pretende utilizar para capturar os perfis de utilizador. Clique no botão Ficheiros para iniciar a caixa de diálogo Ficheiros de Configuração. Para especificar um ficheiro de configuração, introduza o nome do ficheiro na linha Nome do ficheiro e clique no botão Adicionar.

Ativar registo verboso

Ative esta opção para gerar informações de ficheiros de registo mais detalhadas. Ao capturar o estado, o registo Scanstate.log é gerado e armazenado por predefinição na pasta de Registo da sequência de tarefas na pasta \windows\system32\ccm\logs.

Ignorar ficheiros que utilizam o sistema de encriptação de ficheiros

Ative esta opção se pretender ignorar a captura de ficheiros encriptados com o Sistema de Encriptação de Ficheiros (EFS), incluindo ficheiros de perfil. Consoante o sistema operativo e a versão do USMT, os ficheiros encriptados podem não ser legíveis após o restauro. Para mais informações, consulte a documentação do USMT.

Copiar utilizando o acesso do sistema de ficheiros

Ative esta opção para especificar qualquer uma das seguintes definições:

  • Continuar se não for possível capturar alguns ficheiros: Ative esta definição para continuar o processo de migração mesmo que não seja possível capturar alguns ficheiros. Se desativar esta opção e não for possível capturar um ficheiro, o passo de sequência de tarefas falhará. Por predefinição, esta opção encontra-se ativada.

  • Capturar localmente ao utilizar ligações em vez de copiar ficheiros: Ative esta definição para utilizar ligações fixas NTFS para capturar ficheiros. Esta definição não pode ser especificada se estiver a utilizar versões do USMT anteriores ao USMT 4.0.

    Para mais informações sobre a migração de dados com ligações fixas, consulte Hard-Link Migration Store (em inglês).

  • Capturar no modo offline (apenas Windows PE): Ative esta definição para capturar o estado do utilizador no Windows PE em vez de todo o sistema operativo. Esta definição não pode ser especificada se estiver a utilizar versões do USMT anteriores ao USMT 4.0.

    Para mais informações sobre o USMT 4.0 e o modo offline, consulte Offline Migration (em inglês).

Capturar utilizando o Serviço Sombra de Cópia de Volume (VSS)

Esta opção permite capturar ficheiros mesmo que estejam bloqueados para edição por outra aplicação. Esta opção não pode ser especificada se estiver a utilizar versões do USMT anteriores ao USMT 4.0.

Utilize o passo de sequência de tarefas Capturar Definições do Windows para capturar as definições do Windows do computador que está a executar a sequência de tarefas. As definições são guardadas em variáveis de sequência de tarefas que substituirão as predefinições configuradas no passo de sequência de tarefas Aplicar Definições do Windows.

Este passo de sequência de tarefas é executado no Windows PE ou num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_CaptureWindowsSettings

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Migrar nome do computador

Selecione esta opção para capturar o nome NetBIOS do computador.

Migrar nomes organizacionais e de utilizador registados

Selecione esta opção para capturar os nomes de utilizador e organização registados do computador.

Migrar fuso horário

Selecione esta opção para capturar a definição de fuso horário do computador.

Este passo de sequência de tarefas foi adicionado no System Center 2012 R2 Configuration Manager.

Utilize o passo de sequência de tarefas Verificar Disponibilidade para verificar se o computador de destino cumpre as condições de pré-requisitos de implementação especificadas.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo. Para este passo, não selecione esta definição ou o passo apenas registará as verificações de disponibilidade e não parará a sequência de tarefas quando uma verificação falhar.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Assegurar memória mínima (MB)

Selecione esta definição para verificar se a quantidade de memória, em megabytes, instalada no computador de destino cumpre ou excede o valor especificado. Por predefinição, esta definição está selecionada.

Assegurar velocidade mínima do processador (MHz)

Selecione esta definição para verificar se a velocidade do processador, em megahertz (MHz), instalada no computador de destino cumpre ou excede o valor especificado. Por predefinição, esta definição está selecionada.

Assegurar espaço mínimo livre em disco (MB)

Selecione esta definição para verificar se a quantidade de espaço livre em disco, em megabytes, no computador de destino cumpre ou excede o valor especificado.

Assegurar atualização do SO atual

Selecione esta definição para verificar se o sistema operativo instalado no computador de destino cumpre o requisito especificado. Por predefinição, esta definição está selecionada com um valor de CLIENT.

Utilize a ação de sequência de tarefas Ligar à Pasta de Rede para criar uma ligação para uma pasta de rede partilhada.

Este passo de sequência de tarefas é executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ConnecttoNetworkFolder

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Utilize o passo de sequência de tarefas Converter Disco em Dinâmico para converter um disco físico de um tipo de disco básico num tipo de disco dinâmico.

Este passo é executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ConvertDisk

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Número do Disco

O número do disco físico do disco que será convertido.

Utilize o passo de sequência de tarefas Desativar BitLocker para desativar a encriptação BitLocker na unidade do sistema operativo atual ou numa unidade específica. Esta ação deixa os protetores de chave visíveis em texto não encriptado no disco rígido, mas não desencripta o conteúdo da unidade. Por conseguinte, esta ação é concluída quase instantaneamente.

System_CAPS_noteNota

A encriptação de unidade BitLocker fornece encriptação de baixo nível do conteúdo de um volume do disco.

Se tiver várias unidades encriptadas, tem de desativar o BitLocker em todas as unidades de dados antes de desativar o BitLocker na unidade do sistema operativo.

Este passo é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE.

System_CAPS_noteNota

Pode utilizar o BitLocker apenas em computadores cliente com o Windows Vista SP2 ou posterior e o Windows Server 2008 SP2 ou posterior.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Fornece informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Unidade do sistema operativo atual

Desativa o BitLocker na unidade do sistema operativo atual.

Unidade específica

Desativa o BitLocker numa unidade específica. Utilize a lista pendente para especificar a unidade na qual o BitLocker está desativado.

Utilize o passo de sequência de tarefas Ativar BitLocker para ativar a encriptação BitLocker em, pelo menos, duas partições no disco rígido. A primeira partição ativa contém o código de arranque do sistema do Windows. Outra partição contém o sistema operativo. A partição de arranque do sistema tem de permanecer desencriptada.

A partir do Gestor de configuração SP1, pode utilizar o passo de sequência de tarefas Provisão prévia do BitLocker para ativar o BitLocker numa unidade no Windows PE. Para obter mais informações, consulte a secção Provisão prévia do BitLocker neste tópico.

System_CAPS_noteNota

A encriptação de unidade BitLocker fornece encriptação de baixo nível do conteúdo de um volume do disco.

O passo Ativar BitLocker é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_EnableBitLocker

System_CAPS_noteNota

O BitLocker é utilizado em computadores com o Windows Vista SP2 ou posterior e o Windows Server 2008 SP2 ou posterior.

O Trusted Platform Module (TPM) tem de estar no seguinte estado quando especificar Apenas TPM, TPM e Chave de Arranque em USB ou TPM e PIN, para poder executar o passo Ativar BitLocker:

  • Ativado

  • Ativado

  • Propriedade Permitida

O passo de sequência de tarefas pode concluir qualquer inicialização de TPM restante, porque os passos restantes não requerem presença física ou reinícios. Os passos de inicialização de TPM restantes que podem ser concluídos de forma transparente pelo passo Ativar BitLocker (se necessário) incluem:

  • Criar par de chaves de endossamento

  • Criar valor de autorização do proprietário e efetuar caução para o Active Directory, expandido para suportar este valor

  • Obter propriedade

  • Criar SRK (Storage Root Key) ou repor se já existir mas for incompatível

Se pretender que o passo Ativar BitLocker aguarde pela conclusão do processo de encriptação da unidade antes de prosseguir para o passo seguinte na sequência de tarefas, selecione a caixa de verificação Aguardar. Se não selecionar a caixa de verificação Aguardar, o processo de encriptação da unidade será efetuado em segundo plano e a execução da sequência de tarefas prosseguirá de imediato para o passo seguinte.

O BitLocker pode ser utilizado para encriptar várias unidades num sistema informático (sistema operativo e unidades de dados). Para encriptar uma unidade de dados, o sistema operativo já tem de estar encriptado e o processo de encriptação tem de estar concluído, porque os protetores de chave das unidades de dados estão armazenados na unidade do sistema operativo. Como resultado, se encriptar a unidade do sistema operativo e a unidade de dados no mesmo processo, a opção de aguardar tem de ser selecionada para o passo que ativa o BitLocker para a unidade do sistema operativo.

Se o disco rígido já estiver encriptado mas o BitLocker estiver desativado, o passo Ativar BitLocker reativa os protetores de chave e será concluído quase instantaneamente. A reencriptação do disco rígido não é necessária neste caso.

Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_EnableBitLocker

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome descritivo para este passo de sequência de tarefas.

Descrição

Permite introduzir opcionalmente uma descrição para este passo de sequência de tarefas.

Selecione a unidade a encriptar

Especifica a unidade a encriptar. Para encriptar a unidade do sistema operativo atual, selecione Unidade do sistema operativo atual e, em seguida, configure uma das seguintes opções para a gestão de chaves:

  • Apenas TPM: Selecione esta opção para utilizar apenas o Trusted Platform Module (TPM).

  • Apenas Chave de Arranque em USB: Selecione esta opção para utilizar uma chave de arranque armazenada numa pen USB. Ao selecionar esta opção, o BitLocker bloqueia o processo de arranque normal até um dispositivo USB com uma chave de arranque BitLocker ser ligado ao computador.

  • TPM e Chave de Arranque em USB: Selecione esta opção para utilizar o TPM e uma chave de arranque armazenada numa pen USB. Ao selecionar esta opção, o BitLocker bloqueia o processo de arranque normal até um dispositivo USB com uma chave de arranque BitLocker ser ligado ao computador.

  • TPM e PIN: Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior: Selecione esta opção para utilizar o TPM e um número de identificação pessoal (PIN). Ao selecionar esta opção, o BitLocker bloqueia o processo de arranque normal até o utilizador fornecer o PIN.

Para encriptar uma unidade de dados específica, não pertencente ao sistema operativo, selecione Unidade específica e, em seguida, selecione a unidade a partir da lista.

Selecione onde criar a chave de recuperação

Para especificar onde será criada a palavra-passe de recuperação, selecione No Active Directory para efetuar a caução da palavra-passe no Active Directory. Se selecionar esta opção, tem de expandir o Active Directory para o site, para que as informações de recuperação do BitLocker associadas sejam guardadas. Pode optar por não criar uma palavra-passe, selecionando Não criar chave de recuperação. No entanto, criar uma palavra-passe é uma melhor prática.

Aguardar que o BitLocker conclua o processo de encriptação da unidade em todas as unidades antes de continuar a execução da sequência de tarefas

Selecione esta opção para permitir que a encriptação de unidade BitLocker seja concluída antes da execução do passo seguinte na sequência de tarefas. Se esta opção estiver selecionada, todo o volume do disco será encriptado para que o utilizador consiga iniciar sessão no computador.

O processo de encriptação pode demorar horas a ser concluído quando está a ser encriptado um disco rígido grande. A não seleção desta opção permitirá continuar a sequência de tarefas de imediato.

Utilize o passo de sequência de tarefas Formatar e Particionar Disco para formatar e particionar um disco especificado no computador de destino.

System_CAPS_importantImportante

Cada definição que especificar para este passo de sequência de tarefas aplica-se a um único disco especificado. Se pretender formatar e particionar outro disco no computador de destino, tem de adicionar um passo de sequência de tarefas Formatar e Particionar Disco adicional à sequência de tarefas.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_FormatPartitionDisk

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Número do Disco

O número do disco físico do disco que será formatado. O número é baseado na ordem de enumeração de discos do Windows.

Tipo de Disco

O tipo do disco formatado. Existem duas opções disponíveis para seleção na lista pendente:

  • Padrão (MBR) – Registo de Arranque Principal.

  • GPT – Tabela de Partições GUID

System_CAPS_noteNota

Se alterar o tipo de disco de Padrão (MBR) para GPT e o esquema de partição tiver uma partição expandida, todas as partições expandidas e lógicas serão removidas do esquema. Ser-lhe-á pedido para confirmar esta ação antes de alterar o tipo de disco.

Volume

Informações específicas sobre a partição ou o volume que será criado, incluindo as seguintes:

  • Nome

  • Espaço em disco restante

Para criar uma nova partição, clique em Novo para iniciar a caixa de diálogo Propriedades da Partição. Pode especificar o tipo e o tamanho da partição, e se será uma partição de arranque. Para modificar uma partição existente, clique na partição que pretende modificar e, em seguida, clique no botão de propriedades. Para mais informações sobre como configurar partições de discos rígidos, consulte um dos seguintes artigos:

Para eliminar uma partição, selecione a partição que pretende eliminar e clique em Eliminar.

Utilize o passo de sequência de tarefas Instalar Aplicação para instalar aplicações como parte da sequência de tarefas. Este passo pode instalar um conjunto de aplicações especificadas pelo passo de sequência de tarefas ou um conjunto de aplicações especificadas por uma lista dinâmica de variáveis de sequência de tarefas. Quando este passo é executado, a instalação da aplicação começa de imediato, sem aguardar por um intervalo de consulta da política.

A aplicação instalada tem de cumprir os seguintes critérios:

  • Tem de ser executada na conta do sistema local e não na conta de utilizador.

  • Não pode interagir com o ambiente de trabalho. O programa tem de ser executado no modo silencioso ou no modo automático.

  • Não pode iniciar um reinício por si só. A aplicação tem de solicitar um reinício utilizando o código de reinício padrão, um código de saída 3010. Isto assegura que o passo de sequência de tarefas processará o reinício corretamente. Se a aplicação devolver um código de saída 3010, o motor de sequência de tarefas subjacente executa o reinício. Após o reinício, a sequência de tarefas continua automaticamente.

Quando o passo Instalar Aplicação é executado, a aplicação verifica a aplicabilidade das regras de requisitos e o método de deteção nos tipos de implementação da aplicação. Com base nos resultados desta verificação, a aplicação instala o tipo de implementação aplicável. Se um tipo de implementação tiver dependências, o tipo de implementação dependente é avaliado e instalado como parte do passo de instalação da aplicação. As dependências da aplicação não são suportadas no suporte de dados autónomo.

System_CAPS_noteNota

Para instalar uma aplicação que substitui outra aplicação, os ficheiros de conteúdo da aplicação substituída têm de estar disponíveis ou o passo de sequência de tarefas falhará. Por exemplo, o Microsoft Visio 2010 é instalado num cliente ou numa imagem capturada. Quando o passo de sequência de tarefas Instalar Aplicação é executado para instalar o Microsoft Visio 2013, os ficheiros de conteúdo do Microsoft Visio 2010 (a aplicação substituída) têm de estar disponíveis num ponto de distribuição ou a sequência de tarefas falhará. Um cliente ou imagem capturada sem o Microsoft Visio instalado concluirá a instalação do Microsoft Visio 2013 sem verificar os ficheiros de conteúdo do Microsoft Visio 2010.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Começar com o System Center 2012 Configuration Manager SP2: Especificar para repetir este passo se o computador reiniciar inesperadamente. Também pode especificar o número de vezes a repetir após o computador reiniciar.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Instale as seguintes aplicações

Esta definição especifica as aplicações instaladas pela ordem que estão especificadas.

O Gestor de configuração filtrará quaisquer aplicações desativadas ou aplicações com as definições seguintes. Estas aplicações não serão apresentadas na caixa de diálogo Selecionar a aplicação a instalar.

  • Apenas quando um utilizador tiver sessão iniciada

  • Executar com direitos de utilizador

Instalar aplicações de acordo com a lista de variáveis dinâmicas

Esta definição especifica o nome base de um conjunto de variáveis de sequência de tarefas definidas para uma coleção ou um computador. Estas variáveis especificam as aplicações que serão instaladas para essa coleção ou computador. Cada nome de variável é constituído pelo nome base comum e um sufixo numérico a partir de 01. O valor de cada variável tem de conter o nome da aplicação e mais nada.

Para as aplicações que serão instaladas através de uma lista de variáveis dinâmicas, a definição seguinte tem de ser ativada no separador Geral da caixa de diálogo Propriedades da aplicação: Permitir a instalação desta aplicação através da ação de sequência de tarefas Instalar Aplicação, sem ser implementada

System_CAPS_noteNota

Não é possível instalar aplicações através de uma lista de variáveis dinâmicas em implementações de suportes de dados autónomos.

Por exemplo, para instalar uma única aplicação através de uma variável de sequência de tarefas denominada AA01, tem de especificar a seguinte variável:

Nome da Variável

Valor da Variável

AA01

Microsoft Office

Para instalar duas aplicações, tem de especificar as seguintes variáveis:

Nome da Variável

Valor da Variável

AA01

Microsoft Lync

AA02

Microsoft Office

As seguintes condições afetarão o que é instalado:

  • O valor de uma variável contém quaisquer informações além do nome da aplicação. Essa aplicação não é instalada e a sequência de tarefas continua.

  • Se não for encontrada nenhuma variável com o nome base especificado nem o sufixo "01", não é instalada nenhuma aplicação. Ao selecionar Continuar com o erro no separador Opções do passo de sequência de tarefas, a sequência de tarefas continua quando a instalação de uma aplicação falhar. Quando a definição não estiver selecionada, a sequência de tarefas falha e não instalará as restantes aplicações.

Se a instalação de uma aplicação falhar, continue a instalar outras aplicações na lista

Esta definição especifica que o passo continuará se a instalação de uma aplicação individual falhar. Se esta definição for especificada, a sequência de tarefas continuará independentemente de quaisquer erros de instalação devolvidos. Se não for especificada, a instalação falhará e a sequência de tarefas terminará de imediato.

Utilize o passo de sequência de tarefas Instalar Ferramentas de Implementação para instalar o pacote Gestor de configuração que contém as ferramentas de implementação Sysprep.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Pacote Sysprep

Esta definição especifica o pacote Gestor de configuração que contém as ferramentas de implementação Sysprep para os seguintes sistemas operativos:

  • Windows XP SP3

  • Windows XP X64 SP2

  • Windows Server 2003 SP2

Utilize o passo de sequência de tarefas Instalar Pacote para instalar software como parte da sequência de tarefas. Quando este passo é executado, a instalação começa de imediato, sem aguardar por um intervalo de consulta da política.

O software instalado tem de cumprir os seguintes critérios:

  • Tem de ser executada na conta do sistema local e não na conta de utilizador.

  • Não deve interagir com o ambiente de trabalho. O programa tem de ser executado no modo silencioso ou no modo automático.

  • Não pode iniciar um reinício por si só. O software tem de solicitar um reinício utilizando o código de reinício padrão, um código de saída 3010. Isto assegura que o passo de sequência de tarefas processará o reinício corretamente. Se o software devolver um código de saída 3010, o motor de sequência de tarefas subjacente executará o reinício. Após o reinício, a sequência de tarefas continuará automaticamente.

Os programas que utilizam a opção Executar outro programa primeiro para instalar um programa dependente não são suportados quando implementar um sistema operativo. Se a opção Executar outro programa primeiro estiver ativada para o software e o programa dependente já tiver sido executado no computador de destino, o programa dependente será executado e a sequência de tarefas continuará. No entanto, se o programa dependente ainda não tiver sido executado no computador de destino, o passo de sequência de tarefas falhará.

System_CAPS_noteNota

O site de administração central não possui as políticas de configuração de cliente necessárias para ativar o agente de distribuição de software durante a execução da sequência de tarefas. Quando cria um suporte de dados autónomo para uma sequência de tarefas do site de administração central e a sequência de tarefas inclui um passo Instalar Pacote, pode aparecer o erro seguinte no ficheiro CreateTsMedia.log:

“WMI method SMS_TaskSequencePackage.GetClientConfigPolicies failed (0x80041001)” 

No caso de suportes de dados autónomos que incluem um passo Instalar Pacote, tem de criar o suporte de dados autónomo num site principal com o agente de distribuição de software ativado ou adicionar um passo Executar Linha de Comandos após o passo Configurar Windows e ConfigMgr e antes do primeiro passo Instalar Pacote. O passo Executar Linha de Comandos executa um comando WMIC para ativar o agente de distribuição de software antes da execução do primeiro passo Instalar Pacote. Pode utilizar o seguinte no passo da sequência de tarefas Executar Linha de Comandos:

Linha de Comandos: WMIC /namespace:\\root\ccm\policy\machine\requestedconfig path ccm_SoftwareDistributionClientConfig CREATE ComponentName="Enable SWDist", Enabled="true", LockSettings="TRUE", PolicySource="local", PolicyVersion="1.0", SiteSettingsKey="1" /NOINTERACTIVE

Para mais informações sobre a criação de suportes de dados autónomos, consulte a secção Como criar suportes de dados autónomos do tópico Como Implementar Sistemas Operativos Utilizando Suporte de Dados no Configuration Manager.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Instalar um pacote de software único

Esta definição especifica um pacote de software Gestor de configuração. O passo aguardará pela conclusão da instalação.

Instalar os pacotes de software de acordo com a lista de variáveis dinâmicas

Esta definição especifica o nome base de um conjunto de variáveis de sequência de tarefas definidas para uma coleção ou um computador. Estas variáveis especificam os pacotes que serão instalados para essa coleção ou computador. Cada nome de variável é constituído pelo nome base comum e um sufixo numérico a partir de 001. O valor de cada variável tem de conter um ID de pacote e o nome do software separados por dois pontos.

Para o software que será instalado através de uma lista de variáveis dinâmicas, a definição seguinte tem de ser ativada no separador Avançadas da caixa de diálogo Propriedades do pacote: Autorizar a instalação deste programa através da sequência de tarefas Instalar Pacote, sem o implementar

System_CAPS_noteNota

Não é possível instalar pacotes de software através de uma lista de variáveis dinâmicas em implementações de suportes de dados autónomos.

Por exemplo, para instalar um único pacote de software através de uma variável de sequência de tarefas denominada AA001, tem de especificar a seguinte variável:

Nome da Variável

Valor da Variável

AA001

CEN00054:Install

Para instalar três pacotes de software, tem de especificar as seguintes variáveis:

Nome da Variável

Valor da Variável

AA001

CEN00054:Install

AA002

CEN00107:Install Silent

AA003

CEN00031:Install

As seguintes condições afetarão o que é instalado:

  • Se o valor de uma variável não for criado no formato correto ou não especificar um ID e um nome de aplicação válidos, a instalação do software falhará.

  • Se o ID do pacote incluir carateres minúsculos, a instalação desse software falhará.

  • Se não for encontrada nenhuma variável com o nome base especificado nem o sufixo "001", não é instalado nenhum pacote e a sequência de tarefas continuará.

Se a instalação de um pacote de software falhar, continuar a instalar outros pacotes na lista

Esta definição especifica que o passo continuará se a instalação de um pacote de software individual falhar. Se esta definição for especificada, a sequência de tarefas continuará independentemente de quaisquer erros de instalação devolvidos. Se não for especificada, a instalação falhará e a sequência de tarefas terminará de imediato.

Utilize o passo de sequência de tarefas Instalar Atualizações de Software para instalar atualizações de software no computador de destino. O computador de destino não é avaliado relativamente a atualizações de software aplicáveis até ser executado este passo de sequência de tarefas. Nessa altura, o computador de destino é avaliado relativamente a atualizações de software como qualquer outro cliente gerido pelo Gestor de configuração. Em particular, este passo instala apenas as atualizações de software direcionadas para coleções das quais o computador é atualmente membro.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_InstallSoftwareUpdates

System_CAPS_importantImportante

Começar com o System Center 2012 Configuration Manager SP2, no separador de opções, pode configurar esta sequência de tarefas para repetir se o computador reiniciar inesperadamente. Por exemplo, no caso de uma instalação de atualização de software em que seja necessário reiniciar. No entanto, antes do System Center 2012 Configuration Manager SP2, o passo da sequência de tarefas não repete a ação e não pode suprimir os reinícios, pelo que a instalação de atualização de software falha caso ocorra um reinício. Por conseguinte, antes do System Center 2012 Configuration Manager SP2, tem de utilizar a funcionalidade de atualização de software para instalar a atualização de software quando é necessário reiniciar. Para obter mais informações sobre atualizações de software, consulte Atualizações de software no Configuration Manager.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Começar com o System Center 2012 Configuration Manager SP2: especificar para repetir este passo se o computador reiniciar inesperadamente. Também pode especificar o número de vezes a repetir após o computador reiniciar.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Atualizações de software obrigatórias

Selecione esta opção para instalar todas as atualizações de software sinalizadas no Gestor de configuração como obrigatórias para os computadores de destino que recebem a sequência de tarefas. As atualizações de software obrigatórias têm prazos de instalação definidos pelo administrador.

Todas as atualizações de software

Selecione esta opção para instalar todas as atualizações de software disponíveis direcionadas para a coleção do Gestor de configuração que receberá a sequência de tarefas. Todas as atualizações de software disponíveis serão instaladas nos computadores de destino.

Utilize o passo de sequência de tarefas Associar Domínio ou Grupo de Trabalho para adicionar o computador de destino a um grupo de trabalho ou domínio.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_JoinDomainWorkgroup

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Aderir a um grupo de trabalho

Selecione esta opção para associar o computador de destino ao grupo de trabalho especificado. Se o computador for atualmente membro de um domínio, a seleção desta opção causará o reinício do computador.

Aderir a um domínio

Selecione esta opção para associar o computador de destino ao domínio especificado.

Opcionalmente, introduza ou procure uma unidade organizacional (UO) no domínio especificado para o computador ser associado. Se o computador for atualmente membro de outro domínio ou grupo de trabalho, isto causará o reinício do computador. Se o computador já for membro de outra UO, o Active Directory Domain Services não permite a alteração da UO e esta definição é ignorada.

Introduzir a conta com permissões para ser associada ao domínio

Clique em Definir para introduzir uma conta e uma palavra-passe com permissões para ser associada ao domínio. A conta tem de ser introduzida no seguinte formato:

Domain\account

Utilize o passo Preparar ConfigMgr Client para Captura para preparar o cliente Gestor de configuração no computador de referência para captura como parte do processamento de imagens, executando as seguintes tarefas:

  • Remove a secção de propriedades de configuração do cliente do ficheiro smscfg.ini no diretório do Windows. Estas propriedades incluem informações específicas do cliente, incluindo o GUID do Gestor de configuração e outros identificadores do cliente.

  • Elimina todas as SMS ou certificados do computador Gestor de configuração.

  • Elimina a cache do cliente Gestor de configuração.

  • Limpa a variável do site atribuído do cliente Gestor de configuração.

  • Elimina todas as políticas locais do Gestor de configuração.

  • Remove a chave de raiz fidedigna do cliente Gestor de configuração.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Utilize o passo de sequência de tarefas Preparar Windows para Captura para especificar as opções do Sysprep a utilizar ao capturar uma imagem do sistema operativo no computador de referência. Esta ação de sequência de tarefas executa o Sysprep e, em seguida, reinicia o computador na imagem de arranque do Windows PE especificada para a sequência de tarefas. O computador de referência não deve ser associado a um domínio para que esta ação seja concluída com êxito.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_PrepareWindowsCapture

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Compilar automaticamente a lista de controladores de armazenamento de massa

Selecione esta opção para o Sysprep compilar automaticamente uma lista de controladores de armazenamento em massa a partir do computador de referência. Esta opção ativa a opção Compilar Controladores de Armazenamento em Massa no ficheiro sysprep.inf no computador de referência. Para mais informações sobre esta definição, consulte a documentação do Sysprep.

Não repor o sinalizador de ativação

Selecione esta opção para impedir o Sysprep de repor o sinalizador de ativação do produto.

Este passo de sequência de tarefas foi adicionado no System Center 2012 Configuration Manager SP1

Utilize o passo de sequência de tarefas Provisão prévia do BitLocker para ativar o BitLocker numa unidade no Windows PE. Apenas o espaço de disco utilizado é encriptado e, portanto, os tempos de encriptação são muito mais rápidos. Aplique as opções de gestão de chaves utilizando o passo de sequência de tarefas Ativar BitLocker após a instalação do sistema operativo. Este passo é executado apenas no Windows PE. Não é executado num sistema operativo padrão.

System_CAPS_importantImportante

Para pré-aprovisionar o BitLocker, tem de implementar um sistema operativo mínimo do Windows 7 e o TPM tem de ser suportado e ativado no computador.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifique um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Especifique informações detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Aplicar BitLocker à unidade especificada

Especifique a unidade para a qual pretende ativar o BitLocker. Apenas o espaço utilizado na unidade é encriptado.

Ignorar este passo em computadores que não têm TPM ou quando o TPM não está ativado

Selecione esta opção para ignorar a encriptação da unidade quando o hardware do computador não suportar o TPM ou quando o TPM não estiver ativado. Por exemplo, pode utilizar esta opção ao implementar um sistema operativo numa máquina virtual.

Utilize o passo de sequência de tarefas Disponibilizar Armazenamento de Estados para notificar o ponto de migração de estado de que a ação de captura ou restauro está concluída. Este passo é utilizado em conjunto com os passos de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados, Capturar Estado do Utilizador e Restaurar Estado do Utilizador para migrar os dados de estado do utilizador utilizando um ponto de migração de estado e o User State Migration Tool (USMT).

Para mais informações sobre a gestão do estado do utilizador ao implementar sistemas operativos, consulte Como Gerir o Estado de Utilizador no Configuration Manager.

Se tiver pedido acesso a um ponto de migração de estado para capturar o estado do utilizador no passo de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados, este passo notifica o ponto de migração de estado de que o processo de captura está concluído e de que os dados de estado do utilizador estão disponíveis para serem restaurados. O ponto de migração de estado define as permissões de controlo de acesso para o estado capturado, para que apenas possa ser acedido (como só de leitura) pelo computador de restauro.

Se tiver solicitado acesso a um ponto de migração de estado para restaurar o estado do utilizador no passo de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados, este passo notifica o ponto de migração de estado de que o processo de restauro está concluído. Nesta altura, são ativadas as definições de retenção que tiver configurado para o ponto de migração de estado.

System_CAPS_importantImportante

Uma melhor prática é definir Continuar com o Erro em quaisquer passos de sequência de tarefas entre os passos Solicitar Armazenamento de Estados e Disponibilizar Armazenamento de Estados, para que todas as ações de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados tenham uma ação de sequência de tarefas Disponibilizar Armazenamento de Estados correspondente.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_ReleaseStateStore

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Utilize o passo de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados para solicitar acesso a um ponto de migração de estado ao capturar o estado de um computador ou restaurar o estado para um computador.

Para mais informações sobre a gestão do estado do utilizador ao implementar sistemas operativos, consulte Como Gerir o Estado de Utilizador no Configuration Manager.

Pode utilizar o passo de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados em conjunto com os passos de sequência de tarefas Disponibilizar Armazenamento de Estados, Capturar Estado do Utilizador e Restaurar Estado do Utilizador, para migrar o estado do computador utilizando um ponto de migração de estado e o User State Migration Tool (USMT).

System_CAPS_noteNota

Se tiver acabado de estabelecer uma nova função de sites do ponto de migração de estado (SMP), pode demorar até uma hora a estar disponível para armazenamento do estado do utilizador. Para agilizar a disponibilidade do SMP, pode ajustar qualquer definição de propriedade do ponto de migração de estado para acionar uma atualização do ficheiro de controlo do site.

Este passo de sequência de tarefas é executado num sistema operativo padrão e no Windows PE para o USMT offline. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte Variáveis de Ação da Sequência de Tarefas de Solicitação de Armazenamento de Estados [CM2010_LEX_Staging] no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Capturar estado a partir do computador

Localiza um ponto de migração de estado que cumpre os requisitos mínimos, conforme configurado nas definições do ponto de migração de estado (número máximo de clientes e quantidade mínima de espaço livre em disco), mas não garante que esteja disponível espaço suficiente no momento da migração de estado. A seleção desta opção solicitará acesso ao ponto de migração de estado para capturar o estado e as definições de utilizador de um computador.

Se o site do Gestor de configuração tiver vários pontos de migração de estado ativados, este passo de sequência de tarefas localiza um ponto de migração de estado com espaço em disco disponível consultando o ponto de gestão do site para obter uma lista de pontos de migração de estado e, em seguida, avaliando cada um até encontrar um que cumpra os requisitos mínimos.

Restaurar estado a partir de outro computador

Selecione esta opção para solicitar acesso a um ponto de migração de estado para restaurar o estado e as definições de utilizador capturados anteriormente para um computador de destino.

Se o site do Gestor de configuração tiver vários pontos de migração de estado, este passo de sequência de tarefas localiza o ponto de migração de estado que tem o estado do computador armazenado para o computador de destino.

Número de tentativas

Número de vezes que este passo de sequência de tarefas tentará localizar um ponto de migração de estado adequado antes de falhar.

Intervalo de repetição (em segundos)

Período de tempo em segundos que o passo de sequência de tarefas aguarda entre as tentativas.

Se a conta de computador falhar a ligação a um armazenamento de estados, utilize a conta de acesso à rede.

Especifica que as credenciais da conta de acesso à rede do Gestor de configuração serão utilizadas para ligar ao ponto de migração de estado se o cliente Gestor de configuração não conseguir aceder ao armazenamento de estados de SMP com a conta de computador. Esta opção é menos segura porque outros computadores poderão utilizar a conta de acesso à rede para aceder ao estado armazenado, mas pode ser necessária se o computador de destino não estiver associado ao domínio.

Utilize o passo de sequência de tarefas Reiniciar o Computador para reiniciar o computador que está a executar a sequência de tarefas. Após o reinício, o computador prosseguirá automaticamente para o passo seguinte na sequência de tarefas.

Este passo pode ser executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_RestartComputer

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

A imagem de arranque atribuída a esta sequência de tarefas

Selecione esta opção para o computador de destino utilizar a imagem de arranque atribuída à sequência de tarefas. A imagem de arranque será utilizada para executar passos de sequência de tarefas subsequentes executados no Windows PE.

O sistema operativo predefinido atualmente instalado

Selecione esta opção para o computador de destino ser reiniciado no sistema operativo instalado.

Notificar o utilizador antes de reiniciar

Selecione esta opção para apresentar uma notificação ao utilizador a informar que o computador de destino será reiniciado. Esta opção está selecionada por predefinição.

Mensagem de notificação

Introduza uma mensagem de notificação que será apresentada ao utilizador antes de o computador de destino ser reiniciado.

Tempo limite de visualização da mensagem

Especifique o período de tempo em segundos concedido a um utilizador antes de o computador de destino ser reiniciado. O período de tempo predefinido é sessenta (60) segundos.

Utilize o passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador para iniciar o User State Migration Tool (USMT) para restaurar o estado e as definições de utilizador para o computador de destino. Este passo de sequência de tarefas é utilizado em conjunto com o passo de sequência de tarefas Capturar Estado do Utilizador.

Para mais informações sobre a gestão do estado do utilizador ao implementar sistemas operativos, consulte Como Gerir o Estado de Utilizador no Configuration Manager.

Também pode utilizar o passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador com os passos de sequência de tarefas Solicitar Armazenamento de Estados e Disponibilizar Armazenamento de Estados se pretender guardar as definições de estado ou restaurar definições a partir de um ponto de migração de estado no site do Gestor de configuração. Com o USMT 3.0 e superior, esta opção desencripta sempre o armazenamento de estados do USMT através de uma chave de encriptação gerada e gerida pelo Gestor de configuração.

O passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador fornece controlo sobre um subconjunto limitado das opções mais utilizadas pelo USMT. Podem ser especificadas opções da linha de comandos adicionais através da variável de sequência de tarefas OSDMigrateAdditionalRestoreOptions.

System_CAPS_importantImportante

Se estiver a utilizar o passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador para um objetivo não relacionado com um cenário de implementação de sistema operativo, adicione o passo de sequência de tarefas Reiniciar o Computador imediatamente a seguir ao passo de sequência de tarefas Restaurar Estado do Utilizador.

Este passo de sequência de tarefas é executado apenas num sistema operativo padrão. Não é executado no Windows PE. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_RestoreUserState

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Especifica informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Pacote do User State Migration Tool

Introduza o pacote do Gestor de configuração que contém a versão do USMT para este passo a utilizar ao restaurar o estado e as definições de utilizador. Este pacote não requer um programa. Quando o passo de sequência de tarefas for executado, a sequência de tarefas utilizará a versão do USMT no pacote especificado. Especifique um pacote com a versão de 32 bits ou x64 do USMT, consoante a arquitetura do sistema operativo para o qual está a restaurar o estado.

Restaurar todos os perfis de utilizador capturados com opções padrão

Restaura todos os perfis de utilizador capturados com as opções padrão. Para personalizar as opções que serão restauradas, selecione Personalizar captura de perfil do utilizador.

Personalizar como os perfis de utilizador são restaurados

Permite personalizar os ficheiros que pretende restaurar para o computador de destino. Clique em Ficheiros para especificar os ficheiros de configuração no pacote do USMT que pretende utilizar para restaurar os perfis de utilizador. Para adicionar um ficheiro de configuração, introduza o nome do ficheiro na caixa Nome do ficheiro e clique em Adicionar. Os ficheiros de configuração que serão utilizados para a operação estão listados no painel Ficheiros. O ficheiro .xml especificado define o ficheiro de utilizador que será restaurado.

Restaurar perfis de utilizador do computador local

Restaura os perfis de utilizador do computador local (e não perfis de utilizador do domínio). Terá de atribuir novas palavras-passe para as contas de utilizador locais restauradas, porque as palavras-passe das contas de utilizador locais originais não podem ser migradas. Introduza a nova palavra-passe na caixa Palavra-passe e confirme-a na caixa Confirmar Palavra-passe.

Continuar se não for possível restaurar alguns ficheiros

Continua o restauro do estado e das definições de utilizador, mesmo se não for possível restaurar alguns ficheiros. Por predefinição, esta opção encontra-se ativada. Se desativar esta opção e forem encontrados erros ao restaurar ficheiros, o passo de sequência de tarefas terminará de imediato com uma falha e nem todos os ficheiros serão restaurados.

Ativar registo verboso

Ative esta opção para gerar informações de ficheiros de registo mais detalhadas. Ao restaurar o estado, o registo Loadstate.log é gerado e armazenado por predefinição na pasta de registo da sequência de tarefas na pasta \windows\system32\ccm\logs.

Utilize o passo de sequência de tarefas Executar Linha de Comandos para executar uma linha de comandos especificada.

Este passo pode ser executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para obter informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte no tópico Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_RunCommand

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a linha de comandos que é executada.

Descrição

Especifica informações mais detalhadas sobre a linha de comandos que é executada.

Linha de comandos

Especifica a linha de comandos que é executada. Este campo é obrigatório. Incluir extensões de nome de ficheiro é uma melhor prática, por exemplo, .vbs e .exe. Inclua todos os ficheiros de definições necessários, opções da linha de comandos ou parâmetros.

Se o nome de ficheiro não tiver uma extensão especificada, o Gestor de configuração experimenta .com, .exe e .bat. Se o nome de ficheiro tiver uma extensão que não seja um executável, o Gestor de configuração experimenta aplicar uma associação local. Por exemplo, se a linha de comandos for readme.gif, o Gestor de configuração inicia a aplicação especificada no computador de destino para abrir ficheiros .gif.

Exemplos:

setup.exe /a

cmd.exe /c copy Jan98.dat c:\sales\Jan98.dat

System_CAPS_noteNota

As ações da linha de comandos, como redirecionamento de saída, encaminhamento ou cópia (como no exemplo anterior), têm de ser precedidas pelo comando cmd.exe /c para serem executadas com êxito.

Desativar redirecionamento de sistema de ficheiros de 64 bits

Por predefinição, numa execução num sistema operativo de 64 bits, o executável na linha de comandos está localizado e é executado com o redirecionador do sistema de ficheiros WOW64, para que sejam encontradas as versões de 32 bits dos executáveis e DLLs do sistema operativo.  A seleção desta opção desativa a utilização do redirecionador do sistema de ficheiros WOW64, para que sejam encontradas as versões de 64 bits nativas dos executáveis e DLLs do sistema operativo.  A seleção desta opção não tem efeito numa execução num sistema operativo de 32 bits.

Iniciar em

Especifica a pasta executável do programa, até 127 carateres. Esta pasta pode ser um caminho absoluto no computador de destino ou um caminho relativo para a pasta do ponto de distribuição que contém o pacote. Este campo é opcional.

Exemplos:

c:\officexp

i386

System_CAPS_noteNota

O botão Procurar procura ficheiros e pastas no computador local, pelo que tudo o que selecionar desta forma também tem de existir no computador de destino na mesma localização e com os mesmos nomes de ficheiros e pastas.

Pacote

Ao especificar ficheiros ou programas na linha de comandos que ainda não existam no computador de destino, selecione esta opção para especificar o pacote do Gestor de configuração que contém os ficheiros adequados. O pacote não requer um programa. Esta opção não é necessária se os ficheiros especificados existirem no computador de destino.

Tempo limite

Especifica um valor que representa o tempo durante o qual o Gestor de configuração permitirá a execução da linha de comandos. Este valor pode variar entre 10 e 999 minutos. O valor predefinido é 15 minutos.

Esta opção está desativada por predefinição.

System_CAPS_importantImportante

Se introduzir um valor que não permita tempo suficiente para o passo de sequência de tarefas Executar Linha de Comandos ser concluído com êxito, o passo de sequência de tarefas falhará e toda a sequência de tarefas poderá falhar, consoante as restantes definições de controlo. Se o tempo limite expirar, o Gestor de configuração terminará o processo da linha de comandos.

Executar este passo de acordo com a seguinte conta

Especifica que a linha de comandos é executada como uma conta de utilizador do Windows em vez da conta de sistema local.

Conta

Especifica a conta de utilizador do Windows Run As para a tarefa da linha de comandos na sequência de tarefas a ser executada por esta ação. A linha de comandos será executada com as permissões da conta especificada. Clique em Definir para especificar a conta de utilizador local ou de domínio.

System_CAPS_importantImportante

Se uma ação de sequência de tarefas Executar Linha de Comandos que especifique uma conta de utilizador for executada no Windows PE, a ação falhará porque o Windows PE não pode ser associado a um domínio. A falha será registada no ficheiro smsts.log. 

Este passo de sequência de tarefas foi adicionado no System Center 2012 R2 Configuration Manager.

Utilize o passo de sequência de tarefas Executar Script do PowerShell para executar um script do PowerShell especificado.

Este passo pode ser executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para executar este passo no Windows PE, o PowerShell tem de estar ativado na imagem de arranque. Pode ativar o Windows PowerShell (WinPE-PowerShell) a partir do separador Componentes Opcionais nas propriedades da imagem de arranque. Para mais informações sobre como modificar uma imagem de arranque, consulte a secção Como Modificar Uma Imagem de Arranque do tópico Como gerir imagens de arranque no Configuration Manager.

System_CAPS_noteNota

Por predefinição, o PowerShell não está ativado nos sistemas operativos Windows Embedded.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a linha de comandos que é executada.

Descrição

Especifica informações mais detalhadas sobre a linha de comandos que é executada.

Pacote

Especifique o pacote do Gestor de configuração que contém o script do PowerShell. Um pacote pode conter vários scripts do PowerShell.

Nome do script

Especifica o nome do script do PowerShell a executar. Este campo é obrigatório.

Parâmetros

Especifica os parâmetros a transmitir ao script do Windows PowerShell. Configure os parâmetros como se estivesse a adicioná-los ao script do Windows PowerShell a partir de uma linha de comandos.

System_CAPS_importantImportante

Forneça parâmetros consumidos pelo script e não para a linha de comandos do Windows PowerShell.

O exemplo seguinte contém parâmetros válidos:

-MyParameter1 MyValue1 -MyParameter2 MyValue2

O exemplo seguinte contém parâmetros inválidos. Os itens a negrito são parâmetros da linha de comandos do Windows PowerShell (-nologo e –executionpolicy unrestricted) e não são consumidos pelo script.

-nologo -executionpolicy unrestricted -File MyScript.ps1 -MyParameter1 MyValue1 -MyParameter2 MyValue2

Política de execução do PowerShell

A seleção da política de execução do PowerShell permite determinar quais os scripts do Windows PowerShell (se existirem) cuja execução será permitida no computador. Escolha uma das seguintes políticas de execução:

  • Todos Assinados: Apenas os scripts assinados por um fabricante fidedigno podem ser executados.

  • Não Definido: Não está definida qualquer política de execução. .

  • Ignorar: Carrega todos os ficheiros de configuração e executa todos os scripts. Se executar um script não assinado transferido da Internet, não lhe é pedida permissão antes da execução.

System_CAPS_importantImportante

O PowerShell 1.0 não suporta as políticas de execução Não Definido e Ignorar.

Este passo de sequência de tarefas foi adicionado no System Center 2012 R2 Configuration Manager.

Utilize o passo de sequência de tarefas Definir Variáveis Dinâmicas para efetuar o seguinte:

  1. Recolher informações do computador e do ambiente em que está e, em seguida, definir variáveis de sequência de tarefas especificadas com as informações.

  2. Avaliar as regras definidas e definir variáveis de sequência de tarefas com base nas variáveis e nos valores configurados para as regras avaliadas como verdadeiras.

Este passo pode ser executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas, consulte Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador para este passo de sequência de tarefas.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Regras e variáveis dinâmicas

Para definir uma variável dinâmica para utilizar na sequência de tarefas, pode adicionar uma regra e, em seguida, especificar um valor para cada variável especificada para a regra ou adicionar uma ou mais variáveis para definir sem adicionar uma regra. Ao adicionar uma regra, pode escolher de entre as seguintes categorias de regras:

  • Computador: Utilize esta categoria de regra para avaliar os valores para a etiqueta de Recursos, UUID, número de série ou endereço MAC. Pode definir vários valores e, se qualquer valor for verdadeiro, a regra avaliará como verdadeiro. Por exemplo, a regra seguinte avalia como verdadeiro se o Número de Série for 5892087, independentemente de o endereço MAC ser 26-78-13-5A-A4-22.

    IF Serial Number = 5892087 OR MAC address = 26-78-13-5A-A4-22 THEN

  • Localização: Utilize esta categoria de regra para avaliar os valores do gateway predefinido.

  • Marca e Modelo: Utilize esta categoria de regra para avaliar os valores da marca e do modelo de um computador. A marca e o modelo têm de avaliar como verdadeiro para a regra avaliar como verdadeiro.

  • Variável de Sequência de Tarefas: Utilize esta categoria de regra para adicionar uma variável de sequência de tarefas, condição e valor a avaliar. A regra avalia como verdadeiro quando o conjunto de valores da variável cumpre a condição especificada.

Pode especificar uma ou mais variáveis que serão definidas para uma regra que avalia como verdadeiro ou definir variáveis sem utilizar uma regra. Pode selecionar de entre as variáveis existentes ou criar uma variável personalizada.

  • Variáveis de sequência de tarefas existentes: Utilize esta definição para selecionar uma ou mais variáveis a partir de uma lista de variáveis de sequência de tarefas existentes. As variáveis da matriz não estão disponíveis para seleção.

  • Variáveis de sequência de tarefas personalizadas: Utilize esta definição para definir uma variável de sequência de tarefas personalizada. Também pode especificar uma variável de sequência de tarefas existente. Isto é útil para especificar uma matriz de variável existente, como OSDAdapter, uma vez que as matrizes de variáveis não estão na lista de variáveis de sequência de tarefas existentes.

Depois de selecionar as variáveis para uma regra, tem de fornecer um valor para cada variável. A variável é definida para o valor especificado quando a regra avalia como verdadeiro. Para cada variável, pode selecionar Valor secreto para ocultar o valor da variável. Por predefinição, algumas variáveis existentes ocultam valores, como a variável de sequência de tarefas OSDCaptureAccountPassword.

System_CAPS_importantImportante

Ao importar uma sequência de tarefas com o passo Definir Variáveis Dinâmicas e Valor secreto estiver selecionado para o valor da variável, o valor é removido quando importar a sequência de tarefas. Como resultado, tem de reintroduzir o valor para a variável dinâmica depois de importar a sequência de tarefas.

Utilize o passo de sequência de tarefas Definir Variável da Sequência de Tarefas para definir o valor de uma variável utilizada com a sequência de tarefas.

Este passo pode ser executado num sistema operativo padrão ou no Windows PE. As variáveis de sequência de tarefas são lidas pelas ações de sequência de tarefas e especificam o comportamento dessas ações. Para mais informações sobre variáveis de sequência de tarefas específicas, consulte Variáveis de ação de sequência de tarefas no Configuration Manager.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Especificar se a sequência de tarefas continua se ocorrer um erro ao executar o passo.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Nome abreviado definido pelo utilizador para este passo de sequência de tarefas.

Descrição

Informações mais detalhadas sobre a ação executada neste passo.

Variável da sequência de tarefas

Nome definido pelo utilizador para a variável da sequência de tarefas.

Valor

Valor associado à variável da sequência de tarefas. O valor pode ser outra variável da sequência de tarefas na sintaxe %<nomedavariável>%.

Utilize o passo de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr para efetuar a transição do Windows PE para o novo sistema operativo. Este passo da sequência de tarefas é uma parte necessária de qualquer implementação do sistema operativo. Instala o cliente Gestor de configuração no novo sistema operativo e prepara a sequência de tarefas para continuar a execução no novo sistema operativo.

Este passo é executado apenas no Windows°PE. Não é executado num sistema operativo padrão. Para mais informações sobre as variáveis de sequência de tarefas para esta ação de sequência de tarefas, consulte .0b3df5ab-dce7-4dcf-a49e-3bf046798076#BKMK_SetupWindows

A ação de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr substitui as variáveis de diretório sysprep.inf ou unattend.xml, como %WINDIR% e %ProgramFiles%, pelo diretório de instalação do Windows°PE, X:\Windows. As variáveis de sequência de tarefas especificadas através destas variáveis de ambiente serão ignoradas.

Utilize este passo de sequência de tarefas para executar as seguintes ações:

  1. Preliminares: Windows°PE

    1. Efetua uma substituição das variáveis de sequência de tarefas no ficheiro sysprep.inf (sistemas operativos anteriores ao Windows Vista) ou unattend.xml (Windows Vista SP2, Windows Server 2008 SP2 e sistemas operativos posteriores).

    2. Transfere o pacote que contém o cliente Gestor de configuração e coloca-o na imagem implementada.

  2. Configurar o Windows

    1. Instalação baseada em imagem.

      1. Desativa o cliente Gestor de configuração na imagem (ou seja, desativa o Início Automático do serviço de cliente Gestor de configuração).

      2. Atualiza o registo na imagem implementada para assegurar que o sistema operativo implementado começa pela mesma letra de unidade que tinha no computador de referência.

      3. Reinicia no sistema operativo implementado.

      4. A mini-configuração do Windows é executada através do ficheiro sysprep.inf ou unattend.xml especificado anteriormente, que tem todas as interações do utilizador final suprimidas. Nota: Se Aplicar Definições de Rede especificar a associação a um domínio, essas informações estão no ficheiro sysprep.inf ou unattend.xml e a mini-configuração do Windows efetua a associação ao domínio.

    2. Instalação baseada em Setup.exe. Executa o ficheiro Setup.exe (Windows Vista SP2 e sistemas operativos posteriores) ou WinNT32.exe (sistemas operativos anteriores ao Windows Vista), o qual segue o processo de configuração normal do Windows:

      1. Copia o pacote de instalação do sistema operativo especificado numa sequência de tarefas Aplicar Sistema Operativo anterior para o disco rígido.

      2. Reinicia no sistema operativo recentemente implementado.

      3. A mini-configuração do Windows é executada através do ficheiro sysprep.inf ou unattend.xml especificado anteriormente, que tem todas as definições da interface de utilizador suprimidas. Nota: Se Aplicar Definições de Rede especificar a associação a um domínio, essas informações estão no ficheiro sysprep.inf ou unattend.xml e a mini-configuração do Windows efetua a associação ao domínio.

  3. Configurar o cliente Gestor de configuração

    1. Após a conclusão da mini-configuração do Windows, a sequência de tarefas é retomada utilizando uma biblioteca de identificação e autenticação gráfica (GINA) alternativa (anterior ao Windows Vista) ou o ficheiro setupcomplete.cmd (Windows Vista e posterior).

    2. Ativa ou desativa a conta de administrador local com base na opção selecionada no passo Aplicar Definições do Windows.

    3. Instala o cliente Gestor de configuração utilizando o pacote transferido anteriormente (1.b) e as propriedades de instalação especificadas no Editor de Sequência de Tarefas. O cliente é instalado no "modo de aprovisionamento" para impedi-lo de processar novos pedidos de políticas até a sequência de tarefas estar concluída.

    4. Aguarda até o cliente estar totalmente operacional.

    5. Se o computador estiver a funcionar num ambiente com a Proteção de Acesso à Rede ativada, o cliente procura e instala todas as atualizações necessárias para que estas estejam presentes antes de a sequência de tarefas continuar a execução.

  4. A sequência de tarefas continua a ser executada através do passo seguinte.

System_CAPS_noteNota

A ação de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr é responsável pela execução da Política de Grupo no computador recentemente instalado. A altura em que a Política de Grupo é aplicada durante a ação de sequência de tarefas depende do sistema operativo que está a ser implementado. Por exemplo, no Windows XP e no Windows Server 2003, a Política de Grupo é aplicada após a conclusão da ação de sequência de tarefas Configurar Windows e ConfigMgr. No Windows Vista e no Windows Server 2008, a Política de Grupo é aplicada após a conclusão da sequência de tarefas.

No separador Propriedades para este passo, pode configurar as definições descritas nesta secção.

Além disso, utilize o separador Opções para executar as seguintes ações:

  • Desativar o passo.

  • Não selecionar para que a sequência de tarefas continue se ocorrer um erro ao executar o passo. Se ocorrer um erro, a sequência de tarefas falhará independentemente de selecionar esta definição.

  • Especificar condições que têm de ser cumpridas para o passo ser executado.

Nome

Especifica um nome abreviado definido pelo utilizador que descreve a ação executada neste passo.

Descrição

Especifica informações adicionais sobre a ação executada neste passo.

Pacote

Especifica o pacote de instalação do cliente Gestor de configuração que será utilizado por este passo de sequência de tarefas. Clique em Procurar e selecione o pacote de instalação do cliente que pretende utilizar para instalar o cliente Gestor de configuração.

Propriedades da Instalação

A atribuição de sites e a configuração predefinida são especificadas automaticamente pela ação de sequência de tarefas. Pode utilizar este campo para especificar propriedades de instalação adicionais a utilizar quando instalar o cliente. Para introduzir várias propriedades de instalação, separe-as com um espaço.

Para o System Center 2012 Configuration Manager SP1 e posterior:

Pode especificar opções da linha de comandos a utilizar durante a instalação do cliente. Por exemplo, pode introduzir /skipprereq: silverlight.exe para informar o ficheiro CCMSetup.exe para não instalar o pré-requisito Microsoft Silverlight. Para mais informações sobre as opções da linha de comandos disponíveis para o ficheiro CCMSetup.exe, consulte a secção Propriedades de Linha de Comandos do CCMSetup.exe do tópico Acerca das Propriedades da Instalação do Cliente no Configuration Manager.

Mostrar: