Planear Elevada Disponibilidade com o Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager, System Center 2012 Configuration Manager SP1, System Center 2012 Configuration Manager SP2, System Center 2012 R2 Configuration Manager, System Center 2012 R2 Configuration Manager SP1

Os sites do System Center 2012 Configuration Manager, a hierarquia de sites e os clientes do Gestor de configuração podem tirar partido das opções de elevada disponibilidade de serviço. Estas incluem:

  • Os sites suportam várias instâncias de servidores do sistema de sites, que fornecem serviços importantes aos clientes.

  • Os sites de administração central e os sites primários suportam cópias de segurança da base de dados do site. A base de dados do site contém todas as configurações dos sites e clientes, sendo partilhada entre os sites de uma hierarquia que contêm um site de administração central.

  • As opções incorporadas de recuperação de site permitem reduzir o período de indisponibilidade do servidor e incluem opções avançadas que simplificam a recuperação quando tiver uma hierarquia com um site de administração central.

  • Os clientes podem remediar automaticamente problemas típicos sem intervenção administrativa.

  • Os sites geram alertas sobre os clientes que não submetam dados recentes, o que alerta os administradores para potenciais problemas.

  • O Gestor de configuração fornece diversos relatórios incorporados que permitem aos administradores identificar problemas e tendências antes que comprometam operações de servidor ou de cliente.

O Gestor de configuração não fornece um serviço em tempo real, pelo que é de esperar um funcionamento com alguma latência de dados. Por esse motivo, na maior parte dos cenários que envolvam uma interrupção temporária do serviço, é pouco usual que se tornem num problema crítico. Configurar os sites e hierarquias a pensar na elevada disponibilidade permite minimizar os períodos de inatividade e manter a autonomia das operações e o elevado nível de serviço fornecido.

Por exemplo, normalmente os clientes do Gestor de configuração funcionam de forma autónoma, utilizando agendas e configurações conhecidas para as operações e agendando a submissão de dados ao site para processamento. Quando os clientes não conseguem contactar o site, colocam os dados a submeter em cache até conseguirem estabelecer contacto. Além disso, os clientes que não consigam contactar o site continuam a funcionar utilizando as últimas agendas conhecidas e as informações em cache, tais como aplicações anteriormente transferidas que devam executar ou instalar, até conseguirem contactar o site e receber novas políticas. O site monitoriza os sistemas de site e os clientes, procurando atualizações periódicas de estado e podendo gerar alertas quando não as conseguir registar. Os relatórios incorporados fornecem informações aprofundadas sobre as operações em curso, tendências e histórico de operações. Finalmente, o Gestor de configuração suporta mensagens baseadas no estado, que fornecem informações quase em tempo real sobre as operações em curso.

Utilize as informações das secções seguintes para ajudar a compreender as opções de implementação do Gestor de configuração em configurações de elevada disponibilidade.

A tabela seguinte fornece informações sobre as operações de clientes do Gestor de configuração que promovem elevada disponibilidade.

Funcionalidade

Mais informações

As operações de cliente são autónomas

A autonomia de clientes do Gestor de configuração inclui:

  • Os clientes não requerem contacto contínuo com quaisquer servidores específicos do sistema de sites. Utilizam configurações conhecidas para executarem ações pré-configuradas com base numa agenda.

  • Os clientes podem utilizar qualquer instância disponível de uma função do sistema de sites que forneça serviços aos clientes, tentando contactar servidores conhecidos até ser localizado um servidor disponível.

  • Os clientes podem executar o inventário, implementações de software e ações agendadas semelhantes, independentemente do contacto direto com servidores do sistema de sites.

  • Os clientes configurados para utilizar um ponto de estado de contingência poderão submeter detalhes a esse ponto quando não conseguirem comunicar com um ponto de gestão.

Os clientes conseguem reparar-se a si próprios

Os clientes remedeiam automaticamente a maior parte dos problemas típicos, sem intervenção administrativa direta:

  • Periodicamente, os clientes autoavaliam o respetivo estado e tomam medidas para remediar problemas típicos, utilizando uma cache local de medidas de remediação e ficheiros de origem para reparações.

  • Se um cliente não conseguir submeter informações de estado ao site, o site poderá gerar um alerta. Os utilizadores administrativos que recebam estes alertas poderão tomar imediatamente medidas para restaurar o funcionamento normal do cliente.

Os clientes colocam informações em cache para utilização futura

Quando um cliente comunica com um ponto de gestão, o cliente poderá obter e colocar em cache as seguintes informações:

  • Definições do cliente.

  • Agendas do cliente.

  • Informações sobre implementações de software e uma transferência do software cuja instalação pelo cliente se encontre agendada, quando a implementação estiver configurada para esta ação.

Quando um cliente não consegue contactar um ponto de gestão, são tomadas as seguintes ações:

  • Os clientes colocam o estado e as informações de cliente que reportam ao site na cache local, transferindo esses dados após estabelecerem contacto com um ponto de gestão.

O cliente pode submeter o estado a um ponto de estado de contingência

Ao configurar um cliente para utilizar um ponto de estado de contingência, está a fornecer um ponto de contacto adicional para o cliente submeter detalhes importantes sobre o respetivo funcionamento:

  • Os clientes configurados para utilizar um ponto de estado de contingência continuarão a enviar informações sobre o estado das suas operações para essa função do sistema de sites, mesmo que o cliente não consiga comunicar com um ponto de gestão.

Gestão centralizada dos dados e identidades de cliente

A base de dados do site, e não o cliente individual, contém informações importantes sobre a identidade de cada cliente, associando esses dados a um computador ou utilizador específico. Em resultado:

  • Os ficheiros de origem do cliente de um computador podem ser desinstalados e reinstalados sem afetar o histórico dos registos associados ao computador em que o cliente se encontra instalado.

  • A falha de um computador cliente não afeta a integridade das informações armazenadas na base de dados. Estas informações permanecem disponíveis para relatórios.

Em cada site, implemente as funções do sistema de sites para fornecer os serviços que pretende que os clientes utilizem nesse site. A base de dados do site contém as informações de configuração do site e de todos os clientes. Utilize uma ou mais das opções disponíveis para garantir a elevada disponibilidade da base de dados do site, bem como a recuperação do site e da respetiva base de dados, se necessário.

A tabela seguinte fornece informações sobre as opções disponíveis para sites do Gestor de configuração que suportem elevada disponibilidade.

Opção

Mais informações

Utilizar um cluster de SQL Server para alojar a base de dados do site

Ao utilizar um cluster do SQL Server para a base de dados num site de administração central ou site primário, é utilizado o suporte de ativação pós-falha incorporado no SQL Server.

Não é possível utilizar um cluster do SQL Server em sites secundários, que não suportam cópias de segurança nem o restauro da respetiva base de dados do site. É possível recuperar um site secundário reinstalando-o a partir do respetivo site primário principal.

Implementar uma hierarquia de sites com um site de administração central e um ou mais sites primários subordinados

Esta configuração fornece tolerância a falhas quando os sites gerem segmentos sobrepostos da rede. Além disso, esta configuração oferece uma opção de recuperação adicional, utilizando as informações da base de dados partilhada disponíveis noutro site para recriar a base de dados do site recuperado. Poderá utilizar esta opção para substituir uma cópia de segurança falhada ou indisponível da base de dados do site que falhou.

Criar cópias de segurança regulares em sites de administração central e sites primários

A criação e teste de uma cópia de segurança regular do site permite garantir que dispõe dos dados necessários para recuperar um site, bem como da experiência necessária para recuperar um site o mais rapidamente possível.

Instalar múltiplas instâncias das funções do sistema de sites

Ao instalar múltiplas instâncias de funções críticas do sistema de sites, tais como o ponto de gestão e o ponto de distribuição, está a fornecer pontos de contacto redundantes para os clientes, caso um servidor específico do sistema de sites se encontre offline.

Instalar múltiplas instâncias do Fornecedor de SMS num site

O Fornecedor de SMS fornece o ponto de contacto administrativo para uma ou mais consolas do Gestor de configuração. Ao instalar múltiplos Fornecedores de SMS, poderá fornecer redundância de pontos de contacto ao administrar o site e a hierarquia.

A tabela seguinte fornece informações sobre as funcionalidades disponíveis nos sites e as funções do sistema de sites que fazem parte de uma configuração de elevada disponibilidade.

Funcionalidade

Mais informações

Redundância para funções importantes do sistema de sites

É possível instalar múltiplas instâncias das seguintes funções do sistema de sites para fornecer serviços importantes aos clientes:

  • Ponto de gestão

  • Ponto de distribuição

  • Ponto de migração de estado

  • Ponto de Validação do Estado de Funcionamento do Sistema

  • Ponto de serviço Web do Catálogo de Aplicações

  • Ponto de Web site do Catálogo de Aplicações

  • Ponto de atualização de software (apenas Gestor de configuração SP1)

É possível instalar múltiplas instâncias da seguinte função do sistema de sites para fornecer redundância de relatórios em sites e clientes:

  • Ponto do Reporting Services

Poderá instalar a seguinte função do sistema de sites num cluster de Balanceamento de Carga na Rede (NLB) do Windows, para fornecer suporte de ativação pós-falha:

  • Ponto de atualização de Software

    System_CAPS_noteNota

    No Gestor de configuração SP1, terá de utilizar o Windows PowerShell se pretender configurar um ponto de atualização de software de NLB em vez de utilizar a redundância automática fornecida pelo Gestor de configuração SP1 quando são instalados múltiplos pontos de atualização de software.

Cópia de segurança incorporada do site

O Gestor de configuração inclui uma tarefa de cópia de segurança incorporada para o ajudar a fazer cópias de segurança do site e das informações críticas, com base numa agenda regular. Além disso, o Assistente de Configuração do Gestor de configuração suporta ações de restauro de site, para o ajudar a restaurar o funcionamento do site.

Publicar nos Serviços de Domínio do Active Directory e no DNS

É possível configurar cada site para publicar dados sobre os servidores do sistema de sites e sobre serviços nos Serviços de Domínio do Active Directory e no DNS. Isso permite que os clientes identifiquem o servidor mais acessível da rede e determinem quando se encontram disponíveis novos servidores do sistema de sites que possam fornecer serviços importantes, tais como pontos de gestão.

Fornecedores de SMS e consolas do Gestor de configuração

O Gestor de configuração suporta a instalação de múltiplos Fornecedores de SMS, cada um num computador separado, de modo a assegurar múltiplos pontos de acesso para consolas do Gestor de configuração. Isso permite garantir que, se um computador com Fornecedor de SMS estiver offline, a capacidade de visualizar e reconfigurar sites e clientes do Gestor de configuração será mantida.

Quando uma consola do Gestor de configuração estabelece ligação a um site, liga-se a uma instância do Fornecedor de SMS nesse site. A instância do Fornecedor de SMS é selecionada de modo não determinístico. Se o Fornecedor de SMS selecionado não se encontrar disponível, terá as seguintes opções:

  • Restabelecer a ligação da consola ao site. É atribuída de modo não determinístico uma instância do Fornecedor de SMS a cada novo pedido de ligação, sendo possível que seja atribuída uma instância disponível à nova ligação.

  • Ligue a consola a outro site do Gestor de configuração e efetue a gestão da configuração a partir dessa ligação. Este procedimento introduz um ligeiro atraso nas alterações da configuração, não superior a alguns minutos. Quando o Fornecedor de SMS do site estiver online, poderá restabelecer a ligação direta da consola do Gestor de configuração ao site que pretende gerir.

Poderá instalar a consola do Gestor de configuração em vários computadores para utilização por utilizadores administrativos. Cada Fornecedor de SMS suporta ligações a partir de várias consolas do Gestor de configuração.

Ponto de gestão

Instale vários pontos de gestão em cada site primário e permita que os sites publiquem dados do site na infraestrutura do Active Directory e no DNS.

Vários pontos de gestão ajudam a balancear a carga da utilização de qualquer ponto de gestão individual por vários clientes. Além disso, poderá instalar uma ou mais réplicas da base de dados para que os pontos de gestão reduzam as operações intensivas em CPU do ponto de gestão e aumentem a disponibilidade desta função crítica do sistema de sites.

Como só é possível instalar um único ponto de gestão num site secundário, que terá de estar localizado no servidor do site secundário, os pontos de gestão de sites secundários não são considerados como possuindo configurações de elevada disponibilidade.

System_CAPS_noteNota

Os dispositivos móveis inscritos pelo Gestor de configuração apenas podem estabelecer ligação a um ponto de gestão de um site primário. O ponto de gestão é atribuído pelo Gestor de configuração ao dispositivo móvel durante a inscrição, não sendo depois alterado. Se instalar múltiplos pontos de gestão e ativar mais do que um deles para dispositivos móveis, o ponto de gestão atribuído a um cliente de dispositivo móvel não será determinístico.

Se o ponto de gestão utilizado pelo cliente de um dispositivo móvel ficar indisponível, terá de resolver o problema desse ponto de gestão ou eliminar os dados desse dispositivo móvel e voltar a inscrevê-lo, para que possa ser atribuído a um ponto de gestão operacional que esteja ativado para dispositivos móveis.

Ponto de distribuição

Instale e implemente o conteúdo em vários pontos de distribuição. Poderá configurar grupos de limites sobrepostos para localização de conteúdos, para assegurar que os clientes de cada sub-rede conseguem aceder a uma implementação a partir de dois ou mais pontos de distribuição. Finalmente, considere a configuração de um ou mais pontos de distribuição como localizações de contingência do conteúdo.

Para mais informações sobre localizações de contingência de conteúdo, consulte a secção Planear Pontos de Distribuição Preferenciais e de Contingência do tópico Planear a gestão de conteúdo no Configuration Manager.

Ponto de serviço Web do Catálogo de Aplicações e ponto do Web site do Catálogo de Aplicações

Pode instalar várias instâncias de cada função do sistema de sites e, para garantir um desempenho ideal, implementar uma de cada no mesmo computador do sistema de sites.

Cada função do sistema de sites do catálogo de aplicações fornece as mesmas informações que outras instâncias dessa função do sistema de sites, independentemente da localização desta função do sistema de sites na hierarquia. Deste modo, se um cliente fizer um pedido para o catálogo de aplicações e se a definição do cliente de dispositivo Ponto de Web sites predefinido do catálogo de aplicações estiver definida para Detetar automaticamente, o cliente pode ser direcionado para uma instância disponível, sendo dada preferência aos servidores do sistema de sites do catálogo de aplicações, com base na localização de rede atual do cliente.

Para mais informações sobre esta definição do cliente e como funciona a deteção automática, consulte o secção da definição do cliente Agente do Computador no tópico Acerca de Definições de Cliente no Configuration Manager.

Diversos sistemas de sites não suportam várias instâncias num site ou na hierarquia.

Utilize as informações na tabela seguinte para ajudar a planear se estes sistemas de sites ficam offline.

Servidor do sistema de sites

Mais informações

Servidor de site (site)

Gestor de configuração não suporta a instalação do servidor de site para cada site num cluster do Windows Server ou cluster de Balanceamento de Carga na Rede (NLB).

As seguintes informações podem ajudar a preparar quando um servidor de sites falha ou não está operacional:

  • Utilize a tarefa de cópia de segurança incorporada para criar regularmente uma cópia de segurança do site. Num ambiente de teste, restaure regularmente os sites a partir de uma cópia de segurança.

  • Implemente vários sites principais do Gestor de configuração numa hierarquia com um site de administração central para criar redundância. Se ocorrer uma falha de site, considere utilizar scripts de política de grupos ou de início de sessão do Windows para reatribuir clientes a um site funcional.

  • Se existir uma hierarquia com um site de administração central, pode recuperar o site de administração central ou um site principal subordinado utilizando a opção de recuperação de uma base de dados do site a partir de outro site na sua hierarquia.

  • Não é possível restaurar sites secundários, estes têm de ser reinstalados.

Ponto de sincronização do Asset Intelligence (hierarquia)

Esta função de sistema de sites não é considerada fundamental para a atividade e fornece uma funcionalidade opcional no Gestor de configuração. Se este sistema de sites ficar offline, utilize uma das seguintes opções:

  • Resolva a situação que fez com que o sistema de sites ficasse offline.

  • Desinstale a função do servidor atual e instale-a num novo servidor.

Ponto do Endpoint Protection (hierarquia)

Esta função de sistema de sites não é considerada fundamental para a atividade e fornece uma funcionalidade opcional no Gestor de configuração. Se este sistema de sites ficar offline, utilize uma das seguintes opções:

  • Resolva a situação que fez com que o sistema de sites ficasse offline.

  • Desinstale a função do servidor atual e instale-a num novo servidor.

Ponto de registo (site)

Esta função de sistema de sites não é considerada fundamental para a atividade e fornece uma funcionalidade opcional no Gestor de configuração. Se este sistema de sites ficar offline, utilize uma das seguintes opções:

  • Resolva a situação que fez com que o sistema de sites ficasse offline.

  • Desinstale a função do servidor atual e instale-a num novo servidor.

Ponto proxy de registo (site)

Esta função de sistema de sites não é considerada fundamental para a atividade e fornece uma funcionalidade opcional no Gestor de configuração. No entanto, pode instalar várias instâncias desta função do sistema de sites num site e em vários sites na hierarquia. Se este sistema de sites ficar offline, utilize uma das seguintes opções:

  • Resolva a situação que fez com que o sistema de sites ficasse offline.

  • Desinstale a função do servidor atual e instale-a num novo servidor.

Se existir mais do que um servidor proxy de registo num site, utilize um alias do DNS para o nome do servidor. Ao utilizar esta configuração, o round robin de DNS assegura alguma tolerância a falhas e balanceamento de carga quando os utilizadores registam os seus dispositivos móveis. Para mais informações, consulte Como Instalar Clientes em Dispositivos Móveis e Inscrevê-los Através do Configuration Manager.

Ponto de estado de contingência (site ou hierarquia)

Esta função de sistema de sites não é considerada fundamental para a atividade e fornece uma funcionalidade opcional no Gestor de configuração. Se este sistema de sites ficar offline, utilize uma das seguintes opções:

  • Resolva a situação que fez com que o sistema de sites ficasse offline.

  • Desinstale a função do servidor atual e instale-a num novo servidor. Uma vez que o ponto de estado de contingência é atribuído aos clientes durante a instalação do cliente, é necessário modificar os clientes existentes para utilizarem o novo servidor do sistema de sites.

Ponto de serviço fora de banda (site)

Esta função de sistema de sites não é considerada fundamental para a atividade e fornece uma funcionalidade opcional no Gestor de configuração. Se este sistema de sites ficar offline, utilize uma das seguintes opções:

  • Resolva a situação que fez com que o sistema de sites ficasse offline.

  • Desinstale a função do servidor atual e instale-a num novo servidor.

Mostrar: