Seleção de Hardware para o Sistema MultiPoint Server

Quando criar um sistema Windows MultiPoint Server 2011, deve selecionar um computador que satisfaça os requisitos do sistema. Ao decidir quais os componentes que pretende selecionar, tenha em conta:

  • O preço alvo da solução completa.

  • Os tipos de cenários de utilização que o cliente tem em mente para o sistema MultiPoint Server; por exemplo, os utilizadores poderão vir a executar programas multimédia, utilizar programas de processamento de texto ou de produtividade, ou navegar na Internet.

  • As necessidades de grande capacidade de processamento ou memória do cenário.

  • O número de utilizadores que poderão vir a utilizar o sistema em simultâneo. Se planeia ter vários utilizadores no sistema ao mesmo tempo, ou utilizadores que fazem uso de programas exigentes em termos de recursos do sistema, deverá providenciar um aumento da capacidade do sistema.

  • As condições de compra e suporte que a sua organização tem estabelecidas com fabricantes de hardware, se tal for aplicável

  • O tipo de estações. De quantas portas USB ou portas de vídeo necessita?

  • Planos de expansão futuros. Pretende vir a adicionar estações ao sistema MultiPoint Server no futuro? Terá disponíveis ranhuras para placas de vídeo ou portas USB suficientes? Quantos utilizadores adicionais terão de ser suportados pelo hardware?

  • Esquema físico. Para obter mais informações, consulte Planeamento da Localização do MultiPoint Server.

Regra geral, um sistema MultiPoint Server inclui os seguintes componentes:

  • Um computador com o MultiPoint Server, contendo uma CPU, RAM, unidades de disco rígido e placas de vídeo.

  • Um monitor, concentrador de estação, teclado e rato para cada estação.

  • Dispositivos periféricos opcionais para as estações do MultiPoint Server, incluindo altifalantes, auscultadores, microfones ou dispositivos de armazenamento, disponíveis exclusivamente para o utilizador da estação.

  • Dispositivos periféricos opcionais disponíveis para todos os utilizadores do sistema MultiPoint Server, incluindo impressoras, unidades de disco rígido externas e dispositivos de armazenamento USB.

As secções que se seguem neste tópico fornecem informações detalhadas sobre as decisões que pode tomar no que respeita ao hardware:

Seleção de uma CPU

Um sistema MultiPoint Server é um ambiente de vários utilizadores, em que todos os utilizadores estão ligados a um único computador anfitrião. O facto de todos os utilizadores partilharem o mesmo computador faz aumentar a utilização da CPU. Algumas tarefas, como os programas multimédia (por exemplo, Adobe Flash Player ou software de edição de vídeo), são muito exigentes em termos de processamento. Por conseguinte, deve certificar-se de que seleciona uma CPU com capacidade para satisfazer os requisitos de processamento exigidos pelo número de utilizadores e tipos de cenários de utilização que terá de suportar.

O MultiPoint Server requer uma CPU baseada em x64 e têm de ser cumpridos os requisitos de sistema do computador, conforme descrito na secção Requisitos de Hardware e Recomendações de Desempenho deste documento.

Os tipos de processador indicados a seguir foram testados para utilização num sistema MultiPoint Server com programas exigentes em termos de processamento (por exemplo, programas multimédia):

  • Processador de núcleo duplo: suporta até quatro estações.

  • Processador de núcleo quádruplo: suporta até seis estações.

  • Processador de núcleo sêxtuplo: suporta até 14 estações.

  • Processador de núcleo quádruplo com multithreading: suporta até 20 estações.

Tendo em conta esta informação, selecione uma CPU que satisfaça os requisitos de processamento do seu sistema MultiPoint Server.

Seleção dos componentes de hardware

Ao criar um sistema MultiPoint Server, tenha em conta que poderá precisar dos seguintes componentes de hardware:

  • Hardware de vídeo

  • Hardware de estação do MultiPoint Server

    • Concentradores USB

    • Clientes zero USB

    • Teclados e ratos

    • Monitores

  • Dispositivos periféricos

    • Dispositivos de áudio, como altifalantes e auscultadores

    • Microfones

    • Dispositivos de armazenamento em massa USB

Depois de selecionar os componentes de hardware para o sistema MultiPoint Server, certifique-se de que obtém os controladores mais recentes e atualizados para esses componentes.

Os tópicos seguintes fornecem informações detalhadas para o ajudar a selecionar os componentes para o seu sistema MultiPoint Server:

Seleção de hardware de vídeo

Seleção de dispositivos para estações com ligação direta de vídeo ou clientes zero USB

Seleção de outros dispositivos periféricos para estações

Seleção de hardware para estações com ligação RDP através de LAN

Seleção de dispositivos de áudio

Seleção de hardware de vídeo

O hardware de vídeo que selecionar deverá suportar o número de monitores que serão necessários para o número de utilizadores que planeia ter a trabalhar nas estações do MultiPoint Server. Adicionalmente, diferentes tipos de hardware de vídeo podem fornecer uma solução de maior desempenho para programas exigentes em termos gráficos, como os conteúdos multimédia.

Selecione o hardware de vídeo que suporte o número máximo de monitores para o tipo de desempenho exigido pelo sistema MultiPoint Server. Certifique-se de que confirma previamente o desempenho do hardware de vídeo que escolher, para garantir que satisfaz os requisitos de desempenho.

noteNota
Deverá instalar um controlador de vídeo que suporte a expansão do ambiente de trabalho em vários monitores.

Estas são algumas opções de hardware de vídeo:

  • Placas de vídeo internas com uma interface de barramento PCI ou PCIe

  • Controladores de vídeo externos ligados por USB

As secções que se seguem descrevem as capacidades de cada um destes tipos de hardware de vídeo. Pode combinar placas de vídeo internas e controladores de vídeo externos para criar o sistema que pretende.

Placas de vídeo internas

As placas de vídeo internas ligam-se à placa principal do computador. Uma placa de vídeo interna é uma solução que pode ajudar o desempenho dos programas multimédia exigentes em termos gráficos. No entanto, é necessário ter uma ranhura PCI ou PCIe disponível para ligar a placa de vídeo interna à placa principal. Muitas placas de vídeo de alto desempenho requerem uma ranhura PCIe, mas uma placa principal inclui um número limitado de ranhuras PCIe. Deverá determinar o tipo de ranhuras para placas de vídeo que tem disponíveis no computador, para poder adquirir as placas de vídeo corretas.

O número de monitores que podem ser ligados a cada placa de vídeo depende da GPU utilizada na placa e do número de portas suportadas (normalmente, entre 2 a 6).

Ao selecionar placas de vídeo internas, escolha as que suportem o número de monitores necessários para criar o número pretendido de estações com ligação direta de vídeo. O número máximo de monitores que podem ser suportados equivale ao número de placas de vídeo internas ligadas à placa principal, multiplicado pelo número de portas de monitor em cada uma das placas de vídeo. Por exemplo, no caso de ter duas placas de vídeo internas, com duas portas de monitor cada, pode suportar até quatro monitores.

As interfaces da placa principal que selecionar têm de corresponder à interface na placa de vídeo. Uma placa de vídeo padrão PCI-Express 2.0 x8 ou x16 pode proporcionar um melhor desempenho para programas multimédia.

Controladores de vídeo externos

Os clientes zero USB contêm um controlador de vídeo externo para ligar um monitor ao cliente. Podem também incluir ligações para auscultadores, altifalantes, um microfone ou outros dispositivos periféricos.

Selecione um cliente zero USB caso pretenda ativar o suporte para monitores adicionais, sem ter de abrir o computador, ou se pretender suportar um número de estações superior ao das saídas de vídeo disponíveis. Por exemplo, no caso de ter quatro monitores ligados a placas de vídeo internas e quiser adicionar dois monitores, pode ligar dois controladores de vídeo externos ao computador para ter espaço para mais dois monitores. Deste modo, pode combinar um cliente zero USB com o controlador de vídeo e não utilizar ranhuras PCI ou PCIe adicionais na placa principal.

Seleção de dispositivos para estações com ligação direta de vídeo ou clientes zero USB

Uma estação MultiPoint Server é constituída por um concentrador de estação ou cliente zero USB com um teclado e rato ligados, e um monitor ligado ao computador anfitrião ou a um cliente zero USB. É possível ligar outros dispositivos periféricos ao concentrador de estação ou cliente zero USB, apesar de não serem necessários para criar uma estação do MultiPoint Server. Estes dispositivos periféricos adicionais são descritos na secção Seleção de outros dispositivos periféricos para estações.

Os dispositivos que selecionar para criar uma estação MultiPoint Server deverão cumprir os requisitos mínimos do MultiPoint Server. Este tópico fornece informações detalhadas sobre os requisitos dos seguintes dispositivos de estação do MultiPoint Server:

Seleção de concentradores USB

Num sistema MultiPoint Server podem ser utilizados concentradores USB genéricos. Normalmente, estes concentradores têm quatro ou mais portas USB e permitem ligar vários dispositivos USB a uma única porta USB no computador. Alguns dispositivos diferentes, como teclados e monitores de vídeo, também podem incorporar um concentrador USB no respetivo design.

Outro aspeto a tomar em consideração é a utilização de um concentrador com alimentação externa, em vez de um concentrador alimentado por barramento. Com um concentrador alimentado por barramento, a quantidade de energia fornecida pelo computador anfitrião tem de ser suficiente para distribuir energia a todos os dispositivos periféricos ligados ao concentrador, sem afetar o desempenho do sistema. Um concentrador com alimentação externa permite ligar mais dispositivos periféricos e fornecer-lhes energia suficiente. A utilização de concentradores com alimentação externa pode ajudar a evitar problemas de desempenho, falhas de portas e outros problemas ocasionais.

Equacione utilizar este tipo de concentradores quando selecionar um concentrador USB para o sistema MultiPoint Server. O concentrador pode ser utilizado como concentrador de estação, concentrador intermédio ou concentrador a jusante. Consulte as descrições de cada tipo de concentrador na tabela seguinte.

 

  Especificação USB Com Alimentação

Concentrador da Estação

USB 2.0 ou posterior

Pode ser alimentado por barramento, a menos que pretenda vir a ligar dispositivos de alta potência ou um concentrador a jusante

Concentrador Intermédio

USB 2.0 ou posterior;

USB 3.0 é a especificação recomendada entre o servidor e o concentrador intermédio, se tiver mais de três clientes zero USB ligados a um concentrador intermédio.

Deve ser alimentado externamente

Concentrador a Jusante

USB 2.0 ou posterior

Pode ser alimentado externamente ou por barramento, consoante os dispositivos ligados ao concentrador

Cabo de Extensão USB Ativo

USB 2.0 ou posterior

Normalmente, os cabos USB ativos que incluem um concentrador USB são alimentados por barramento; por este motivo, não são recomendados para ligar concentradores de estação ao computador.

Seleção de clientes zero USB

Um cliente zero USB é um concentrador USB que contém uma saída de vídeo. Permite, portanto, a ligação de um monitor ao computador por USB. Para mais informações sobre como utilizar clientes zero USB para vídeo, consulte a secção Seleção de hardware de vídeo deste documento. Um cliente zero USB pode também possibilitar a ligação de uma série de dispositivos USB e não USB ao concentrador. Os clientes zero USB são produzidos por fabricantes de hardware específicos e requerem a instalação de um controlador específico do dispositivo.

Seleção de teclados e ratos

Regra geral, os teclados e ratos que irá ligar à estação serão dispositivos USB. Alguns clientes zero USB incluem portas PS/2; neste caso, o teclado e rato devem ser ligados às portas PS/2 do concentrador de estação. Pode também utilizar um teclado e rato PS/2, se estiver a configurar uma estação PS/2 com ligação direta de vídeo.

É possível utilizar um teclado com um concentrador interno como concentrador de estação. No entanto, todos os outros dispositivos da estação têm de ser ligados ao concentrador interno utilizando as portas existentes no teclado. Se esse teclado for ligado ao computador através de outro concentrador, este será tratado como um concentrador intermédio.

Caso esteja a utilizar estações de ecrã dividido, é aconselhável usar mini-teclados sem teclado numérico, para ser possível alinhar dois teclados em frente ao monitor.

Seleção de monitores

Deverá ter um monitor para cada estação do MultiPoint Server, a menos que pretende recorrer à solução de ecrã dividido. (Para mais informações, consulte Estações de ecrã dividido.) Os monitores são ligados à placa de vídeo no computador, ao cliente zero USB ou a um cliente baseado na LAN. É possível utilizar qualquer tipo de monitor que seja suportado pela placa de vídeo, pelo cliente zero USB ou cliente baseado na LAN, incluindo monitores CRT.

Alguns monitores especiais integram um cliente baseado na LAN ou um cliente zero USB. Estes monitores costumam incluir fichas de entrada/saída de áudio e concentradores USB internos para ligar teclados e ratos. E estabelecem ligação ao servidor através de USB ou da LAN.

Resolução do ecrã

A resolução mínima suportada para a área de visualização de uma estação é de 512 x 768 píxeis. Se o sistema MultiPoint Server for iniciado e detetar que a área de visualização de uma estação é inferior à resolução mínima, será apresentado um ecrã em branco e essa estação deixará de poder ser utilizada.

Se um monitor se destinar a ser partilhado por duas estações como estações de ecrã dividido, o requisito mínimo do ecrã é 1024 x 768, de modo a que as áreas de visualização de cada estação tenham uma resolução de, pelo menos, 512 x 768. Para obter a melhor experiência de utilizador com a solução de ecrã dividido, recomenda-se um ecrã panorâmico com uma resolução mínima de 1600 x 900.

Seleção de outros dispositivos periféricos para estações

O Windows MultiPoint Server 2011 suporta dispositivos periféricos ligados a um concentrador de estação, a um cliente zero USB ou, em alguns casos, diretamente ao computador. Alguns dispositivos podem ser associados a uma estação específica. Outros dispositivos ficam disponíveis para todas as estações quando são ligados diretamente ao computador. Os clientes LAN também suportam dispositivos periféricos. Regra geral, estes são associados à estação através da ferramenta de configuração da ligação remota específica do cliente LAN.

Os periféricos podem igualmente ser associados a uma estação específica ou ficar disponíveis para todas as estações.

Associados a uma estação específica   Os periféricos podem ser ligados a um concentrador de estação, a um cliente zero USB ou a um concentrador a jusante. Este último é um concentrador que é ligado a um concentrador de estação ou cliente zero USB, para expandir o número de portas disponíveis para a estação. Os dispositivos que só estão disponíveis para a estação, quando ligados a um concentrador de estação são: teclado, rato, dispositivos de áudio, dispositivo de armazenamento USB e Controlo de Consumo de HID.

ImportantImportante
Não é possível ligar um teclado a um concentrador a jusante. Se ligar um teclado a um concentrador a jusante, quaisquer periféricos ligados a esse concentrador deixarão de estar disponíveis para a estação. Este funcionamento permite o suporte de concentradores de estação ligados em cadeia.

Disponíveis para todas as estações   Regra geral, um dispositivo USB ligado ao computador (e não através de um concentrador de estação, por exemplo) está disponível para todas as estações. Consoante o dispositivo, pode ser utilizado por vários utilizadores em simultâneo ou apenas por um utilizador de cada vez. A tabela seguinte explica o modo como os dispositivos USB podem ser acedidos.

noteNota
A coluna “Ligado ao Computador Anfitrião” da tabela refere-se ao funcionamento verificado quando o computador com o MultiPoint Server está no modo normal com estações. Se estiver no modo de manutenção, os periféricos ligados ao servidor ao servidor funcionam da mesma forma que um servidor padrão numa sessão de consola.

 

  Ligado ao Computador Anfitrião Ligado ao Concentrador de Estação ou Concentrador a Jusante

Teclado

Não funciona, exceto se fizer parte de uma estação PS/2. Para mais informações, consulte Estações PS/2

Disponível para uma estação individual

Não pode ser ligado a um concentrador a jusante

Rato

Não funciona, exceto se fizer parte de uma estação PS/2. Para mais informações, consulte Estações PS/2

Disponível para uma estação individual

Altifalantes/auscultadores

Não funciona, exceto se fizer parte de uma estação PS/2. Para mais informações, consulte Estações PS/2

Disponível para uma estação individual

Dispositivo de armazenamento USB

Disponível para todas as estações

Disponível para uma estação individual

Controlo de consumo de HID

Não funciona

Disponível para uma estação individual

Outros dispositivos USB, como câmaras, leitores de documentos e unidades DVD

Disponível para todas as estações, se tal for suportado pelos Serviços de Ambiente de Trabalho Remoto do Windows Server 2008 R2

Disponível para todas as estações, se tal for suportado pelos Serviços de Ambiente de Trabalho Remoto do Windows Server 2008 R2

Seleção de hardware para estações com ligação RDP através de LAN

Qualquer cliente LAN que possa estabelecer ligação aos Serviços de Ambiente de Trabalho Remoto, através do Protocolo de Ambiente de Trabalho Remoto 5 (ou posterior) ou de um Fornecedor de Protocolo de Ambiente de Trabalho Remoto personalizado, pode tornar-se uma estação do MultiPoint Server.

Para obter um desempenho otimizado de vídeo em ecrã inteiro, é recomendada a utilização de um cliente compatível com RemoteFX. Consulte Requisitos de Hardware e Recomendações de Desempenho.

Se pretender que o cliente LAN seja utilizado como estação do MultiPoint Server, é aconselhável “bloquear” o cliente LAN. Por exemplo, configure o cliente dependente de modo a que este só possa estabelecer ligação a uma sessão do MultiPoint Server, ou configure os computadores de secretária para que o acesso aos ícones do ambiente de trabalho e aos itens do menu Iniciar (como um browser) seja removido, para assim evitar o acesso direto à Internet. Estas configurações podem ser efetuadas através das ferramentas de configuração do cliente LAN ou das políticas locais ou de grupo.

Seleção de dispositivos de áudio

É importante assegurar-se que, ao selecionar os dispositivos de áudio, estes podem ser ligados ao concentrador de estação, ao cliente zero USB ou cliente LAN. Alguns concentradores USB, clientes zero USB e clientes LAN possuem uma ficha para áudio analógico, que pode ser utilizada com dispositivos de áudio tradicionais (como auscultadores ou auriculares). Os concentradores de estação que não incluem fichas analógicas podem utilizar dispositivos de áudio USB.

Se tiver configurado uma estação PS/2 com ligação direta de vídeo utilizando as portas PS/2 da placa principal do computador para o teclado e o rato, terá de recorrer ao áudio analógico na placa principal do computador para que esta estação tenha acesso ao dispositivo de áudio quando o sistema MultiPoint Server está no modo normal.

Caso não disponha de uma estação PS/2 com ligação direta de vídeo, o dispositivo de áudio anfitrião na placa principal do sistema só estará disponível quando o sistema MultiPoint Server estiver no modo de manutenção.

Mostrar: